Um canal de televisão argentino teve este anúncio contra a homofobia vetado na Copa do Mundo da Rússia’18. A rede TycSports teve a ideia de se concentrar num assunto um tanto quanto polêmico na Rússia: o fato do país de Putin não admitir manifestações de afeto e amor entre homens. Uma legislação que condena qualquer pessoa que promova ou promova a homossexualidade diante de menores de idade foi aprovada em junho de 2013. O descumprimento é punível com multas e sentenças de prisão.

O anúncio não agradou o governo russo, que enviou uma queixa formal ao TycSports, por meio de uma carta apresentada na embaixada da Rússia em Buenos Aires. “Uma produção de qualidade duvidosa e mensagem confusa”, dizia a carta, acrescentando que o canal usou de maneira não autorizada a imagem de Vladimir Putin, com interesses comerciais. Diante da pressão recebida, o canal retirou o anúncio do ar — depois dele já ter viralizado na internet.

Anúncios