Todos os posts com a tag: eventos

Anualmente, vários eventos que discutem o HIV e a aids acontecem em todo o mundo. No Brasil, pode-se acompanhar esse calendário pelo site aids.gov.br/eventos. Para eventos no exterior, pode-se acompanhar o blog TheBody.com/visualaids.

Câncer & HIV

Nos últimos anos, a International Aids Society Conference on HIV Science, a IAS, incluiu um simpósio especializado na pesquisa da cura do HIV, que sempre antecedeu o evento principal. E este ano não foi exceção, com apenas uma pequena mudança, a começar pelo nome: HIV Cure and Cancer Forum — isto é, um fórum sobre o câncer e a cura do HIV. O título do evento parece reafirmar uma percepção atual entre muitos cientistas sobre aspectos comuns entre duas doenças distintas: o HIV e o câncer. Antes de falar das semelhanças entre elas, é importante ter em mente que estas são doenças distintas entre si porque há muitas diferenças entre elas. Foi isso o que bem lembrou Monsef Benkirane, do Instituto Francês de Genética Humana, na sua palestra de abertura. Enquanto o HIV é causado por uma infecção, o câncer é geralmente decorrente do mau comportamento espontâneo de algumas células. A exceção está apenas em alguns tipos específicos câncer, cujo mau comportamento das células pode mesmo ser provocado por infecções. No entanto, no coração das células é que …

Avalie isto:

Sexo, Remédios & HIV

A prevenção ao HIV mudou. Como isso afeta as nossas relações? Em comemoração ao dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, os Núcleos de Educação Comunitária do Laboratório de Imunologia Clínica e Alergia da Faculdade de Medicina da USP e da Unidade de Pesquisa II do Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids, com patrocínio da HIV Prevention Trials Network (HPTN), promovem dois encontros para falar sobre: Sexo, Remédios & HIV Semelhante ao que ocorreu com a pílula anticoncepcional nos anos 60, estamos assistindo a uma nova onda de medicalização do sexo. Agora se sabe que os remédios antirretrovirais não só tratam a pessoa vivendo com HIV, como também previnem a transmissão sexual. Cada vez mais autoridades reconhecem que pessoas vivendo com HIV em tratamento eficaz – conhecidos como indetectáveis – não transmitem o vírus. Por sua vez, os negativos agora podem tomar antirretrovirais diariamente para se proteger: a PrEP*. Outra opção para os negativos é a PEP**, o antirretroviral de emergência, método antigo que vem se tornando mais acessível em …

Avalie isto:

Caminhada Noturna

No dia 01/12, quinta-feira, Dia Mundial de Combate a Aids, o Projeto Caminhada Noturna juntamente com Dra. Glória Brunetti, estarão promovendo uma Caminhada em prol dos 35 anos de Luta Contra a Epidemia. Este evento, tem como objetivo, aumentar a sensibilização em relação ao HIV/aids para a população em geral, enfatizando os 35 anos de trajetória da epidemia, suas vitórias, seus desafios e homenagear a todos aqueles que tombaram frente a este vírus. Para tanto faremos uma Caminhada Cultural Noturna pelo Centro Histórico de São Paulo, com paradas estratégicas em frente a locais de destaque como Vale do Anhangabaú, CTA- Henrique de Souza Filho – Henfil entre outros Nestas paradas, o guia Laércio de Carvalho, abordará fatos importantes relacionados ao local e sua história e também será exposto de modo breve por mim e por amigos da área, temas que abordem HIV/Aids como: história e evolução da doença, epidemiologia atual Brasil, mortalidade São Paulo – Brasi e prevenção. Programamos leitura de crônicas e poesias de pessoas que faleceram de HIV como Caio Fernando de Abreu …

Avalie isto:

Destaques da 40ª Mostra de Cinema de São Paulo

Começou nessa quinta-feira (20) e vai até 2 de novembro, em São Paulo, a 40ª Mostra Internacional de Cinema. Durante duas semanas, serão exibidos 322 títulos em 35 endereços, entre cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista, incluindo projeções gratuitas e ao ar livre. A seleção faz um apanhado do que o cinema contemporâneo mundial tem produzido, além de apresentar tendências, temáticas, narrativas e estéticas. A 40ª Mostra é composta por seis seções: Homenagens, Apresentações Especiais, Foco Polônia, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional. A programação completa pode ser acompanhada no site do evento. Aqui, selecionamos alguns destaques relacionados aos temas LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), direitos humanos ou que estão ligados, de alguma forma, à sexualidade. EU, OLGA HEPNAROVÁ (2016) Olga Hepnarová era uma jovem, lésbica e solitária, de uma família emocionalmente distante, e que não conseguiu desempenhar o papel que a sociedade desejava dela. Seu comportamento paranoico e sua incapacidade de se conectar a outras pessoas levaram-na ao limite quando ela tinha apenas 22 anos de idade. …

Avalie isto:

Aids e Câncer em São Paulo: magnitude e transcendência

A Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP convida para a Jornada “Aids e Câncer no município de São Paulo: magnitude e transcendência“, realizado pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, pelo Registro de Câncer de Base Populacional de São Paulo – RCBP-SP, pelo Sistema Único de Saúde – SUS, pelo Programa Municipal de DST-AIDS da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Município de São Paulo e pela Prefeitrua do Município de São Paulo. Data: 29/09/2016 Local: FSP/USP – Av. Dr. Arnaldo, 715 – Auditório João Yunes – Cerqueira – Capital, SP. Inscrições gratuitas até 27/09 às 14:00h. Vagas limitadas.

Avalie isto:

Cura ou remissão sustentada do HIV estão no centro das atenções

Dezesseis anos atrás, a histórica 13ª Conferência Internacional de Aids inspirou o novo paradigma de acesso ao tratamento contra o HIV que ajudou a mudar a trajetória da epidemia global de aids. Este ano, com o retorno de 18.000 cientistas, políticos, ativistas e pessoas que vivem com HIV para Durban, na África do Sul, a Aids 2016 irá destacar os últimas avanços e desafios em uma área de rápida evolução na pesquisa científica, a qual poucos poderiam ter imaginado na primeira conferência de Durban — a perspectiva do desenvolvimento de abordagens seguras, eficazes e globalmente escaláveis para curar ou alcançar a remissão sustentada da infecção pelo HIV. “A pesquisa para alcançar a cura está em estágio de formação, mas avanços significativos estão sendo feitos.” “A cura do HIV tem o potencial de alterar o futuro desta epidemia”, disse a Prêmio Nobel Françoise Barré-Sinoussi, copresidente do Iniciativa pela Cura do HIV da International Aids Society (IAS). “Com 37 milhões de pessoas vivendo atualmente com HIV em todo o mundo, e outras 2 milhões de novas infecções a cada ano, alcançar a remissão sustentada da infecção pelo HIV ou uma abordagem eficaz para a cura seria …

Avalie isto: