Atividade

  • Obrigado pela mensagem. A cada mês acho que me fortaleço, sabe? Essa semana deu uma caída na minha animação pq semana que vem vai fazer 1 ano do meu diagnóstico, mas ainda assim penso que aos poucos tô superando. Falar com o pessoal daqui ajuda. Ajudar pessoas com informação vai fortalecendo a gente. Batemos tanto na tecla que tudo vai ficar be…[Leia mais]

  • Oi Daniel.
    Não vai subir não. Fique tranquilo.

    Apenas 3 esquecimentos em mais de 6 meses de tratamento não interferem em nada. Se fossem 3 dias consecutivos, poderia ter uma alteração sim, pois seria um longo período sem medicação no organismo, mas em dias espaçados, relaxa;
    3 ou 4 esquecimentos em um mês são “normais” segundo muitos médicos. S…[Leia mais]

  • Oliveira se tornou um membro registrado 1 dia, 6 horas atrás

  • Oi Tony.
    Aproveite os momentos de solidão nessa caminhada para se conhecer, se analisar, se sentir bem contigo mesmo. E quando isso não for interessante, estaremos aqui para acolhida, ajuda, suporte, conselhos, vida! hehe

    Abraço

  • Não conhecia este livro. Vou ler. Obrigado pela dica.

  • BC-SC e +SC+SC agora são amigos 2 dias, 18 horas atrás

  • alvez seja importante esclarecer que a contraindicação do uso de Dolutegravir por mulheres grávidas, divulgada em Nota Informativa pelo Ministério da Saúde, acompanha uma recomendação mundial — também publica […]

    • Sensacional! Excelente! Sucesso!

    • Eu e outro conhecido virtual que foi diagnosticado também tivemos o mesmo problema.
      Tudo sumiu, não tenho uma mínima dor de cabeça,
      As vezes tenho a questão de sonhos realistas, mas sinto que são potencializados devido a minha ansiedade, pois quando ela está “baixa” eu durmo tranquilamente.

    • JS e demais colegas positivos,
      Iniciei meu tratamento com o DTG em Ago/2018, até hoje tive uma única alteração renal, prevista e dentro de marcadores normais e espero assim manter com hábitis saudáveis.
      In love com o DTG..
      Abraços á todos!

      • Boa noite JS. Eu uso dtg desde janeiro. Sempre tomo as 20:30. Nunca tive nenhuma insônia. Esse efeito não é a regra, é a exceção. Aliás, todos os efeitos abordados em textos sobre o dtg são exceções. O esquema que vc vai fazer é idêntico ao meu. Posso dizer que é excelente. Eu era virgem de tratamento, por isso, acredito, tive alguns dias, eventuais, não seguidos, de leve dor de cabeça. Mas como você já faz tratamento com efa, será apenas melhora. Há uma palestra, apresentada pelo Ricardo Diaz no patogênese do hiv da USP 2018 (está no youtube) em que ele fala que: pacientes que estavam bem com efa, que faziam o tratamento e não sentiam nada, quando passaram para o dtg foram unânimes em dizer que houve melhora na sensação de bem estar e disposição. Isso naqueles que estavam bem com o efa. Mesmo eles, disseram que em poucos dias, a disposição e o bem estar podiam ser notados. Portanto, você não terá dor de cabeça e nem insônia. Será ótimo. Bem vindo à nova geração de medicamentos. Sucesso.
        Um abraço.
        Allpe.

    • Oi Beto! Por que de manhã e em jejum?

    • Oi Lara! Que horas você toma o Dolutegravir?

    • Podem me incluir na lista…

    • Arthur, bom dia! Também tenho algumas pequenas, quase imperceptíveis, dores articulares. Da mesma forma, estou fazendo exercícios e está tudo normal. Tomo DTG desde janeiro, e, claro, penso ser efeito do tenofovir, único que não é top nesse esquema. Por isso, penso em, após 6 meses indetectável, passar para a dual therapy apenas com DTG e 3TC(lamivudina). Dê uma olhada nesse artigo: http://www.thebodypro.com/content/81015/advances-in-two-drug-antiretroviral-regimens.html
      um abraço.
      Allpe
      allpiste@outlook.com

    • Jovem S.

      Muito bacana a forma como você escreve para nós leitores. Além de trazer informações relevantes você relata/compartilha de sua vivência de uma forma mais relaxada e até diverta.
      Sucesso ai com a nova medicação e em breve conte-nos como foi os primeiros dias com o DTG.

      Paz & Bem a todos nós.

    • Novamente, para dar mais sustentação científica à possibilidade de simplificação do esquema para apenas duas drogas, Dolutegravir e Lamivudina, vejam, os que se interessarem, esse importante estudo:
      http://www.immunologyresearchjournal.com/articles/dolutegravir-plus-lamivudine-as-simplification-dual-therapy-in-virologically-suppressed-hiv1-infected-subjects.pdf

      Abs.
      Allpe
      Allpiste@outlook.com

    • Boa noite, vida!
      Bem… as coisas não são bem assim. Somente um exame para saber se ele teve ou não perda óssea. Conheço pessoas que vivem com HIV à muitos anos e não apresentam nenhum problema. Minha tia de 40 anos e a filha dela de 16, infectada por transição vertical.

      Tive que fazer uma cirugia recentemente (nada ligado com HIV) e estou de cama, minha recuperação está ótima, porém venho sentindo dores nas minhas articulações inferiores. Antes não sentia nada, minha infectologista relacionou as minhas “não dores” com a prática de exercício fisico que faço rotineiramente, mesmo antes do HIV, que ajuda na reposição de massa óssea tanto em pessoas com ou sem HIV.
      Abraço!

      • Prezados,
        Entrei em contato com a farmácia de minha região e lá temos estoque de DTG para um mês.
        Estou com receio q essa greve também comece prejudicar nossa situação
        Já mandei mensagem para meu infecto pata averiguar se poderia aumentar o intervalo da ingestão do DTG, de 24 horas para pouco mais, afim de equilibrar o meu estoque.
        Sei q está cedo, mas toda cautela é necessária.
        Abraços á todos.

        • Boa Noite, AnonimoFer
          Na minha região não tem histórico de falta de medicação. Mas muito interessante sua observação.
          Não vai faltar medicação para você, mas pense sempre em fazer um “esquema” para poder acumular medicação,ou seja, pegue sempre a medicação antes de acabar totalmente.
          Faço isso e sempre tenho reservas. Abraço.

    • Olá Vida,

      Li o seu comentário e resolvi contribuir com minha experiência. Em fevereiro/2018 fiz alguns exames, incluindo o Vitamina D 25 hidroxi e, mesmo os índices estando dentro dos padrões normais, minha infectologista, prescreveu vitamina D por 5 semanas ( 2 cápsulas por semana). No momento questionei o motivo da prescrição e, então, ela me falou que isso seria bom por conta dos efeitos no tenofovir. Penso que vale a pena seu esposo solicitar esse exame de Vitamina D e, independente do resultado, pedir que a infectologista dele faça a prescrição.
      Espero tê-la ajudado.
      Abraço!

    • Olá colegas,

      Já que o assunto é o DTG, venho compartilhar um pouco da minha ansiedade sobre o uso desse novo esquema. Há um ano e 7 meses iniciei o meu tratamento logo após o diagnóstico. O esquema escolhido pela minha infectologista foi o ATV/r + 2 x 1. Nunca tive grandes efeitos com esse esquema, exceto o amarelamento dos olhos nos dois primeiros meses e, consequentemente, a alteração nas bilirrubinas. Aproveitando as novas diretrizes para adesão do novo esquema e estando indetectável, optei pela troca para o DTG + 2 x 1. Começarei com o novo esquema neste próximo sábado e estou um pouco ansioso e na expectativa de que eu me adeque a esse novo esquema. Tenho tentado me tranquilizar baseado nos comentários positivos que tenho lido aqui no blog. Torço pra que eu tenha sido acertivo na mudança.

      Abraço à todos.

      • Eai Sar, tudo bem?
        Vai na tranquilidade!
        Pode ser sim que ele apresente algum efeito colateral. Eu por exemplo tive lentidão da memória nos primeiros dias, que sinceramente eu acho que foi causado pelo aumento da minha ansiedade, porque todos (que vivem com HIV) sabem como são as primeiras semanas pós diagnostico. Não sabemos se é colateral dos remédios ou o psicológico arrasado com o nossa “nova sorologia” hahahahaha. Fique tranquilo que tudo some, se é que você vai apresentar algum colateral. Conheço pessoas que se dão tão bem com o Dolutegravir, que esquecem que tem HIV, acredito que eu seja uma dessas pessoas.
        Esse esquema novo, DTG + 2×1, é ótimo! Ficaria melhor ainda se tivéssemos o novo (nem tão novo assim) tenofovir que apresenta menor toxidade, mas por enquanto que não temos, segue o baile assim mesmo.
        E minha recomendação aos amigos positivos é a prática de exercício fisico, ajuda muuuuito na manutenção de um bom psicológico, recuperação de sistema imunológico, e na tão temida perda óssea. Vamos lembrar que qualidade de vida não é só tomar remédio.

  • Fala galera, qualquer dúvida que tiverem, podem vir me perguntar. Sou Positivo, estudante de medicina, e to iniciando pesquisas nessa área. Abraços

  • Vitor se tornou um membro registrado 3 dias, 18 horas atrás

  • EuPositivoSC respondeu o tópico Arte e HIV no fórum Vivendo com HIV 4 dias atrás

    O Silvino e um cantor brasileiro, HIV+, muito inteligente e esclarecido quanto a infecção e talentoso quando compõe.

    Veja o canal dele aqui.

  • fwilson se tornou um membro registrado 4 dias, 2 horas atrás

  • Daniel.
    Cuidado com a quantidade de café. Há alguns estudos que mostram que ele é forte indutor de perda de cálcio e pode ajudar a gerar osteoporose. Fácil vc acha estudos de instituições renomadas apontando para isso 😉

    Abraço

  • O Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira (18), a Nota Informativa nº 10/2 […]

    • Importantíssima matéria embasada no alerta da OMC. Apesar de pequeno, o índice diferiu do normal e gerou o alerta. Obrigado por divulgar e parabéns JS.

  • Eric se tornou um membro registrado 1 semana atrás

  • Ram se tornou um membro registrado 1 semana, 1 dia atrás

  • Inovio Pharmaceuticals, uma empresa de biotecnologia avançada, focada na descoberta, desenvolvimento e comercialização de imunoterapias de DNA para tratamento de câncer e doenças infecciosas, divulgou, no últi […]

    • Oi. Nesse caso não seria melhor vc fazer o teste para essas doenças? Melhor não perder tempo e ir atrás de saber o que está gerando isso.

    • Hum, entendi. Não consigo te ajudar, mas espero que dê tudo certo.

    • Olá.
      Eu não sei como proceder nesses casos, mas eu não preencheria nada falando do tratamento pq qdo vc for fazer algum exame ou precisar do plano por conta do HIV, eles não vão negar atendimento pq vc não avisou antes. Eles não podem te obrigar a admitir que tem HIV ou te punir por não ter avisado antes.
      Já sobre o cartão do SUS, eu acho que o contratante não tem acesso ao seu prontuário, não. Eles conseguem registrar coisas suas, mas consultar histórico, não. Penso que sejam informações de uso exclusivo de órgãos públicos de saúde.

      De qualquer forma, são achismos, o mal da internet hauahauahau

      Vou acompanhar as respostas aqui pq é uma pergunta interessante. Boa sorte aí.

    • Oi Aninha, segue o link sobre essas informações: https://www.direitoeconsumo.adv.br/planos-de-saude-e-doencas-preexistentes/

    • Aninha, depois de alguns dias que descobri a minha sorologia fui atrás de um plano particular e no dia de assinar o contrato passei com um médico profissional e preenchi uma ficha e neste campo onde você mencionou sobre ter alguma doença já pré-existente optei por declarar como NÃO, No momento também fiquei confuso e em dúvidas em omitir, mas acabei colocando não. Pensei em colocar SIM e ficar restrito a alguns exames. A informação que tive de uma médica é que o soropositivo que contrata um plano depois do diagnóstico tem carência de vinte e quatro meses (dois anos) para ter acesso alguns tratamentos específicos do HIV. Exames de rotinas e consultas eu faço normalmente. Não sei se um exame de CD4 o plano cobre ou somente após esse período de dois anos. Uma dica é você ligar no serviço social deste plano e se informar.

    • Eu tive essa dúvida quanto ao cartão do SUS.
      Como sou autônoma e não tenho plano de saúde faço tudo pela rede pública. O meu tratamento faço na cidade vizinha a que eu moro. A minha cidade é muito pequena e seria constrangedor, pois todos me conhecem.
      Enfim…
      Um dia perguntei a enfermeira do meu CTA sobre apresentar meu cartão do SUS no posto municipal da minha cidade. pois tinha que ir ao ginecologista e o doutor do CTA havia se aposentado.
      Ela me disse que no cartão do SUS, não tem dados que constam a nossa sorologia. Temos um ID diferente que apenas a equipe do CTA e da farmácia que nos fornecem a medicação tem acesso.
      Foi isso que a enfermeira do CTA me explicou.
      Vou ao meu posto municipal normalmente e até hoje não tive nenhum problema.
      Espero ter te ajudado.
      Um forte abraço Pequena Baixinha <3

    • Eu também tive essa dúvida, mas pelo que compreendi foi testado em soronegativos.

    • Sou ansioso também, na verdade sou tanto que tenho Transtorno do Pânico e ainda sou HIV. Como EuPositivo SC falou, só com o resultado você vai poder montar sua estratégia, sendo assim, para de ficar pesquisando, ocupa sua mente com outras coisas. Já fiquei em pânico com tantas alterações em exames que na verdade não eram nada demais.

    • Mas se eu te deixei confusa, diga NÂO. Você não estará cometendo nenhum crime, apenas se resguardando.

    • NÃO informe. Relaxe! Você não é obrigada a fazer este tipo de exame, conforme dito por outros colegas. A questão de pre-existência de doença serve somente ao plano (não a empresa), pois reflete na extensão da cobertura de eventuais seguros/gastos/despesas. Essa questão é exclusivamente sua. Ninguém precisa saber, a não ser que você queira exercer o SEU DIREITO de compartilhar.

    • Aninha, bom dia !!
      Como me descobri Soro+, empregado e com plano de saúde, me perguntei algumas vezes como seria trocar de plano/emprego.
      Cheguei a conclusão que omitiria essa informação, pois conforme falado por outros colegas aqui, quem garante que uma pessoa que não seja, se infecte logo após assinar os papéis.
      E pode ter certeza que tds os exames que fazemos sendo ou não HIV mais sempre será descontado do nosso salário.
      Beijos e siga bem…

    • Boa noite Maxwell. Procure um estudo chamado Paddle. Pacientes há mais de 1 ano somente com dtg e lami. Há vários estudos em andamento. Os principais são Gemini 1 e 2. Também o Paddle.
      Estou esperando ficar 6 meses indetectavel para fazer a simplificação do esquema.
      Um abraço.
      Allpe

    • Maxwell, ainda estou em diálogo com o meu médico, mas, a princípio, ele também quer endossar a simplificação para a terapia dupla (dtg + 3tc). Na verdade são estudos, mas em fase III e que irão finalizar esse ano. Portanto, em se confirmando o que já se espera (segurança dessa simplificação) haverá recomendação para isso pelo Fda e, posteriormente, pelo sus. O laboratório GSK estuda, inclusive, lançar medicamento de pílula única, coformulado, de dtg e 3tc, como já faz, no caso do medicamento juluca. O interesse econômico é grande para o sus, pois o 3tc (lamivudina) é antigo e barato. Portanto, não só seria menos tóxica a longo prazo, por conter apenas 2 drogas, como de custo menor do que esquemas de 3 drogas…..e está quase aí…falta pouco. Esse ano teremos fundamento científico para fazer a simplificação
      Mas vários, repito, vários médicos já fazem isso no Brasil.
      Um abraço.
      Allpe

  • Wallace
    Isso mesmo, não conta agora para eles. Se não tem certeza, não se sente seguro, não conta, pq uma vez contado, não dá para “descontar” hauahauahau
    Espere ficar indetectável, e aí vc senta e conta, se for o caso. Sobre ficar indetectável, se está tomando há 15 dias, provável que em mais 30 já estejas indetectável, é mto rápido, teu pr…[Leia mais]

  • Reinaldo se tornou um membro registrado 1 semana, 1 dia atrás

  • Boa noite,

    Vou compartilhar a minha experiência com relacionamento.

    Tive meu diagnóstico em 2013 quando eu namorava um rapaz. Terminamos por motivo de mudança de cidade na metade de 2015.

    Alguns meses após o término conheci outra pessoa e logo fui pedido em namoro. Eu estava muito inseguro com a situação, por isso fui conversar com minha…[Leia mais]

  • Eu fumava antes, já. Fumo desde os 26/27 anos. Hj tenho 34. Confesso que depois do diagnóstico tudo se intensificou, estava fumando muito, justamente quando deveria estar sendo o oposto hahaha. Mas vou dar um jeito nisso, com um pouquinho de esforço vou parar de vez.

  • Carregar mais