O novo presidente

[mks_dropcap style=”letter” size=”52″ bg_color=”#ffffff” txt_color=”#000000″]Q[/mks_dropcap]ue o novo presidente faça um bom governo. Que suas falas sobre o regime militar, a tortura, as falas com conteúdos homofóbicos, preconceituosos, racistas, machistas e que incentivam a violência sejam fake news ou, pelo menos, falas ultrapassadas de alguém que já mudou de opinião. Que siga a Constituição o novo presidente. Que o nosso acesso universal e gratuito ao tratamento antirretroviral seja mantido. Que a oposição se una e cobre deste presidente um bom governo, e que o faça de maneira justa, sem fixar-se em puro oposiocionismo ou dogmas partidários. Que os partidos que estava no poder há mais tempo façam autocríticas; e que a sociedade, nós, também a façamos.

Publicado por

Jovem Soropositivo

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

24 comentários em “O novo presidente”

  1. Pessoal, confesso que estou um pouco amedrontado. Estou com muita vontade de sair do pais. Alguém aqui já teve essa experiência? Tenho medo que o HIV seja um empecilho para morar fora.

    1. Olha morar fora com HIV não é empecilho não dependendo do país que você for viver. Agora o único fator desagradável é ter que ir no local indicado todo mês para pegar os medicamentos. De resto de boa. Igual como no Brasil. Tem que se preocupar mais com a parte financeira e custos de vida. Ai sim pesa.

  2. Acordei como se estivesse de ressaca.
    Ainda é difícil se conformar com a eleição do boçal-naro.
    Como pode um deputado que mostrou ao longo de todos esses anos, discursos desrespeitoso e maléficios receber tantos votos..
    Será que o povo sabe realmente quem elegerá para os próximos 4 anos?
    Um cara que só faz lives no facebook, quebrou um protocolo não foi debater pela primeira vez pós era da redemocratização ser eleito.. é o fim da picada.
    Ainda estou achando tudo isso muito estranho, tem algo muuuuuito maior por trás disto tudo.
    Lutar pelo fim da segregação e por nossos direitos de PVHIV é a nossa meta !!!
    Agora mais q nunca ficaremos de olhos abertos, pois esse blog nao pode ser alvo de censuras.. todos unidos..
    Abraço com muita fé e esperança á todos.

  3. Eu peço à todos, que sejamos sensatos e racionais nesse momento. Sei que o candidato vitorioso é uma pessoa que não inspira confiança por todo o seu histórico. Mas não se deixem abater ou se desesperar, tenham cautela e sangue frio. Não confiem em informações que pipocam em redes sociais, mas fiquem vigilantes em qualquer medida governamental. Não se esqueçam que todos os soropositivos estão amparados pela Lei 9.313/96, que obriga o SUS a distribuir, gratuitamente, a medicação antirretroviral. Além disso, temos o artigo 196 da Constituição Federal, que determina que “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

    Se tais suspeitas de que a distribuição gratuita de medicação antirretroviral será suspensa pelo Governo, não tenham medo de lutar pelos seus direitos e podem contar comigo. Caso essa situação extrema se concretize, eu serei o primeiro a levantar a voz e dar a cara à tapa. Eu irei disponibilizar meus contatos pessoais e lutar juntos com vocês.

    Lembrando que, todos os governos que suspenderam o tratamento antirretroviral gratuito tiveram que voltar atrás por causa dos resultados desastrosos. Além disso, o Brasil ficaria com uma imagem muito ruim perante à comunidade internacional em um momento que necessita de afirmação perante aos outros países.

    1. Exato, e agora Menininha?

      Pelo que sei a distribuição de remédios a população faz parte da economia social..

      Temos que ficar de olhos bem abertos.

      Sigo alguns ativistas no insta que estão mega receosos, inclusives trabalham em ongs e todos trazem essa apreenssão consigo..

      Vamos dar as mãos e rezar para que esse boçal-naro não seja esse facista que aparenta ser…

      1. Sem querer me meter nos vossos problemas políticos, isto pq sou angolano e não brasileiro, mas penso que vcs estão com uma grande batata quente na mão. Digo isto porque hj assisti a uma reportagem na record que o vosso presidente eleito deu e achei ele despreparado e sem noção das suas intenções, isto no que se refere ao livre acesso ao armamento e até pela sua linguagem gestual qdo confrontado com assuntos que assumidamente ele é contra. Penso que o povo brasileiro cometeu um grande erro e que custará muito caro aos mais desfavorecidos e não só. Queira Deus que eu esteja enganado.

  4. Pessoal, falando de coisa séria. Esse cadastro nacional unificado do Bolsonaro. Caso ele exista, vai abrir a possibilidade de qualquer medico do Sus ter acesso a nosso historico e condição de positivo? Pq eu nao me trato no Sus, só o medicamento pq nao tenho escolha. Tenho muitos amigos medicos no meu circulo social, caso eles possam acessar esse cadastro apenas digitando meu nome, estamos perdidos… algum ativista para ir ao Ministerio Publico pedir apoio para que ele nao permita esse acesso unificado tão facilmente, pelo menos para nós que temos doenças infectocontasgiosas, especialmente a caixa de pandora que é o HIV, por nosso direito ao segredo e sigilo de nossa doença, Estou aflito!!

    1. Lauro,

      Sobre o cadastro no SUS eu nao sei te responder.

      Mas sobre ativismo, veja o que ele diz no link abaixo :

    2. O HIV/AIDS, assim como outras definidas como graves, contagiosas, é uma doença de NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA, ou seja: Uma doença de notificação obrigatória ou doença de notificação compulsória é qualquer doença que a lei exija que seja comunicada às autoridades de saúde pública. Os dados permitem às autoridades monitorizar a doença e permitem antever possíveis surtos.

  5. Oi pessoal! Permitam-me falar que o Bolsonaro sozinho não tem poder para retirar nossos medicamentos. Essa decisão além de retrógrada, precisa do apoio de todos os parlamentares. Teremos à frente como ministro da saúde o Henrique Prata que é referência mundial na pesquisa e tratamento do câncer. Vocês acreditam mesmo que alguém tão humano para tratar do câncer, além de outras inúmeras pessoas que estarão como parlamentares, na sua grande maioria cristãs, tendo familiares e amigos (muitos podem conhecer alguém que tenha hiv e até mesmo ter o vírus, quem garante que não?!) vão permitir tal barbárie?
    Vamos ficar mais tranquilos! Tenho muita fé que ao invés de piorar, como muitos acham, as coisas irão melhorar! Bolsonaro tem ao lado dele, uma mulher humana, decente e de Deus, que com certeza o influencia diretamente nas suas decisões. Não se desesperem por algo que não irá acontecer! Podem ter certeza que dias melhores virão! 🙏🏼 Vamos torcer pra isso!

  6. Outro tópico importante. Fala do nosso futuro ministro da saúde, Henrique Prata:

    “Serra, para mim, foi o melhor ministro da Saúde. Ele mudou o que podia, mas era muito dependente da política do PSDB. Isso não funciona“, diz.

    Lembrando que Serra teve grande importância no tratamento para HIV.

    Vale pesquisar sobre Henrique Prata, ele é um homem do bem! Estaremos seguros!

    Bjs! 🙏🏼

    1. Oi Aninha, bom dia.

      Sempre com palavras que acalmam, você sempre prestativa e muito inteligente, vou pesquisar mais sobre o Henrique Prata.

      Confesso que votei no Haddad, mas não sou daqueles que clamam por um mal governo do presidente eleito, como tenho visto muita gente fazendo, so para dizer depois “eu avisei”.

      Torço sim para que seja um governo para todos, e que inclusive o novo presidente tenha mudado o pensamento de que HIV/AIDS é sim um problema do Estado, e que sim, todos tem o direito de ter acesso ao tratamento, e que não possa ser somente um problema nosso.

      Grande beijo.

      1. E você sempre querido! 🙂

        Que bom saber que pude ajudar de alguma forma!

        Espero também que a partir do ano que vem e durante esses 4 anos de governo, seja investido mais nas pesquisas científicas para cura do hiv e câncer aqui no Brasil. Vamos torcer para boas novas!

        Beijão!

  7. O Brasil mitou!!! Chupa petezada, agora será chapa quente, não adiantou este blog militar contra, o povo já não é tão facilmente enganado!

    1. Ignorancia pura.. vai estudar..e se o blog não lhe agrada nem entre comentar..votei 17.. mais pessoas igual vc quero distancia!

    2. É facilmente sim. Vc foi. 56% dos votantes foram enganados por corrente de WhatsApp, ego e sede de dominação sobre minorias e por um candidato que não foi a debate expor as ideias. Se isso não é ser facilmente enganado, o que seria? Kkkk

      1. Temos lido q pessoas tem vaiado algumas cenas do filme que conta a história de Freddy Mercury e até gritam palavras de ordem em meio a sessão…

        Nem sei se tratasse de fake news…

        Mal sabe essas pessoas q pela morte dele e outras pessoas, por Hiv, trouxeram a visibilidade e a prevencão da doença.

        Hoje o Brasil é caso de sucesso no tratamento com remédios de ultima geração, e mantém o soropositivo com vírus a nível indetectável no sangue, podendo seguir a vida e fertilizar normalmente..
        É uma lastima o q a falta de conhecimento está fazendo c essie País.

        Disseminem essa ideia.

        Aloha.

      2. Seria impor uma derrota com diferença superior a 10 milhões de votos sobre vcs petistas esquerdistas, aceita q dói menos abs do mito

        1. Quando vejo comentários como o seu percebo que é efeito colateral dos antiretrovirais. Sinto pena e jamais quero encontrá-lo numa maca de hospital precisando de remédios, em estado terminal. Antes de “mitar* e pedir para “aceitar” pq dói menos, coloque-se no lugar do outro.. Meu caro, espero que você não seja vítima dessa desgraça anunciada que vc “mitou” nas urnas. Boa sorte !!!

        2. Querido João.
          Não se trata de aceitar ou não. Aceitar eu aceito, não tenho escolha mesmo. Agora concordar, jamais.

          E para com esse negócio de mito! Que coisa mais infantil, sério mesmo: dá vergonha de vcs. Parecem crianças de 16 anos brincando de ver quem tem o pau maior.
          Ok, ganharam, mas ver homens adultos chamando o presidente de mito, de capitão e sei lá mais do que que o chamam, é constrangedor. Sejam menos bitolados, encontrem outros argumentos que imprimam alguma credibilidade ao presidente eleito. Esfreguem na cara da oposição que ela está errada, mas usem fatos importantes, argumentos técnicos, projetos, planos, e não só mito, mito, Messias, aceita que dói menos… Em outras palavras: cresçam.

          Vlw. Flw.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.