Em quem vamos votar?

Dentre os principais candidatos à presidência, quase nenhum deles cita HIV ou aids em seu plano de governo registrado no Tribunal Superior Eleitoral, o TSE. Esse é o caso de Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede): nenhum deles menciona especificamente sobre a epidemia de HIV e aids no Brasil, seu controle, tratamento ou o atendimento às pessoas que vivem com HIV. A única exceção entre principais candidatos à presidência é Ciro Gomes (PDT).

Dentre os demais candidatos, com menor intenção de voto de acordo com as pesquisas, Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Henrique Meirelles (MDB), João Amoedo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU) também não apresentam qualquer proposta específica para HIV e aids e pessoas que vivem com HIV em seus planos de governo. O único candidato com menor intenção de voto que em seu plano de governo apresenta propostas específicas é Guilherme Boulos (PSOL).

Guilherme Boulos, da coligação Sem Medo de Mudar o Brasil, fala sobre HIV ou aids nas páginas 66, 73, 74 e 92 de seu plano de governo, ao mesmo tempo em que fala sobre a inclusão de pessoas trans:

As pessoas trans são as principais vítimas dos crimes de ódio (e o Brasil é o país onde mais são assassinadas a cada ano por sua identidade de gênero), constituem o grupo mais vulnerável à epidemia de HIV/aids, e também sofrem, como nenhum outro grupo social, a exclusão e a discriminação no acesso à educação, à saúde, ao emprego e à moradia. Todas essas formas de opressão são naturalizadas pela maioria da sociedade, que não as percebe, porque as próprias pessoas trans não são percebidas.

Boulos lembra da invisibilidade legal sofrida pelas pessoas trans: o Estado que não lhes reconhece oficialmente e, assim, lhes nega o direito de ser quem são. Nomeadamente, a impossibilidade de usar legalmente o nome pelo qual são chamadas, que identifica as pessoas trans, e de ter seu gênero registrado nos documentos, produz constrangimento, problemas na vida quotidiana, negação de direitos fundamentais e constante humilhação. Ademais, a identidade de gênero das pessoas trans ainda é tratada como doença ou patologia, tal como aconteceu no passado com a homossexualidade.

Diante dessa realidade, o governo de Boulos e Sônia propõe:

  • apoiar a aprovação, no Congresso Nacional, do PL-5002/2013 (Lei João Nery), dos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Érika Kokay (PT-DF), que despatologiza a transexualidade e reconhece o direito das pessoas trans à identidade de gênero e à autonomia para decidir sobre seus corpos.
  • desenvolver uma política nacional para prevenir a discriminação e o preconceito contra as pessoas trans na infância e na adolescência, com ênfase na educação formal e em campanhas de difusão dirigidas às famílias;
  • criar um programa de acolhimento, moradia e inclusão social para as pessoas trans expulsas do lar familiar e/ou em situação de rua;
  • promover a inclusão de mulheres trans na lei 13.104/2015 (Lei do Feminicídio) e desenvolver uma política nacional de prevenção da violência e dos crimes de ódio contra a população LGBTI;
  • reestruturar o processo transexualizador, em adequação ao CID-11, garantindo o cuidado das pessoas trans numa perspectiva não patologizante e de saúde integral, em sintonia com o projeto de Lei João Nery;
  • ampliar o número de ambulatórios voltados para a população trans, garantindo sua presença em todas as cidades com mais de 300 mil habitantes, com disponibilidade de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) para pessoas que residem em municípios que ainda não contem com o serviço;
  • articular uma rede de atenção e cuidado à população intersexual, garantindo sua autonomia para tomar decisões sobre seus corpos, orientação das famílias e proteção dos seus direitos.

Em relação aos serviços do SUS, Boulos alerta que as políticas de prevenção da epidemia de HIV e aids focadas na população LGBTI foram em muitos casos desmanteladas, segundo ele, por pressão dos fundamentalistas religiosos, o que teve um impacto direto nas estatísticas de transmissão do vírus, cuja incidência na população mais pobre e na população LGBTI cresceu. Boulos também reconhece que existem dificuldades na provisão dos medicamentos antirretrovirais. Além disso, aponta inúmeros problemas enfrentados por pessoas trans e homossexuais no SUS, para os quais ele propõe:

  • criar uma linha de cuidado à saúde integral das mulheres lésbicas e bissexuais e trabalhar junto às universidades para promover uma melhor formação dos profissionais da saúde nessa área, enfrentando também a violência ginecológica e obstétrica sofrida por mulheres lésbicas ou bissexuais e homens trans;
  • implementar uma política de atenção integral à saúde de trabalhadores/as sexuais;
  • Realizar campanhas de prevenção ao suicídio de pessoas LGBTI e fortalecer a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS);
  • promover a completa despatologização das identidades LGBTI, assim como o fim das “comunidades terapêuticas” e da pseudociência, das intervenções corporais indevidas em pessoas intersexo, das internações forçadas e dos tratamentos anticientíficos para a mal chamada “cura gay”;
  • criar plano de políticas públicas e metas para redução da transmissão do vírus do HIV, recuperando e reforçando campanhas e políticas específicas para a população LGBTI, negra, campesina e indígena, e da mortalidade por aids e coinfecções como tuberculose e pneumonia;
  • acabar com a proibição de doar sangue para os homens que fazem sexo com homens, apoiando a aprovação, no Congresso Nacional, do PL-6297/2016, do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Para enfrentarmos esse cenário, Boulos defende que o Estado atue na melhoria das condições de vida da população, na garantia do direito à saúde e na consolidação do SUS enquanto um sistema de saúde público, universal e gratuito. Ele alerta que os recursos destinados à saúde pública, no Brasil, representam metade da média do gasto em países com sistemas universais semelhantes. Boulos é contra a privatização da gestão, que não resolveu o problema da eficiência na utilização dos recursos públicos.

Ciro Gomes, em seu plano de governo, fala sobre HIV na página 36, subitem 6.8, em que afirma que o programa de controle de HIV/aids no Brasil é um caso de sucesso que deve ser mantido, e também na página 51, quando fala da maior vulnerabilidade das pessoas LGBTI à epidemia de HIV.

Em relação à saúde como um todo, Ciro defende aprimorar o SUS para melhorar o atendimento na saúde:

Ao completar 30 anos de sua criação, o SUS precisa ser fortalecido
 e aperfeiçoado, em busca de melhores resultados para a população brasileira. É necessário aprimorar a organização, supervisão, avaliação e controle do Sistema, eliminando também, como na Educação, o subfinanciamento causado pela Emenda
 do Teto de Gastos. Só assim será possível ampliar a qualidade e a resolutividade
da atenção primária, que ainda hoje é objeto de insatisfação da população.

Ciro defende a redução da espera para os atendimentos ambulatoriais, consultas especializadas e realização de exames, bem como a diminuição da espera para as cirurgias eletivas. Para isso, segundo ele, é necessário investir na rede de atendimento, nas campanhas de prevenção e de vacinação, na formação de médicos generalistas, na melhoria dos sistemas de informação, na coordenação entre as diversas esferas de atendimento, incluindo o pacto federativo, e na premiação do bom desempenho. Além disso, planeja criar o “Registro Eletrônico de Saúde”, que registrará o histórico do paciente e facilitará o atendimento do paciente em todas as esferas do SUS.

Além disso, o plano de Ciro inclui:

  • recuperar a cobertura vacinal, atentando para a necessidade premente de evitar uma epidemia de sarampo;
  • criar o “Comitê Nacional de Políticas Públicas LGBT”, com representantes estaduais, assim como uma “Secretaria Nacional de Políticas Públicas para a
    Cidadania da população LGBTI”, incluindo o amparo à seguridade de trabalho, emprego e renda à população LGBT e de ações afirmativas de combate à discriminação institucional de empresas e no ambiente de trabalho;
  • implementar o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBTI;
  • respeitar o Termo de Compromisso com a Aliança Nacional LGBTI+ e parceiras, tentando cumprir com máximo esforço suas propostas;
  • criar meios para coibir ou obstar os crimes LGBTIfóbicos, definindo suas características, equiparando aos crimes por racismo, injúria e feminicídio, cada qual com sua especificidade;
  • reestruturar, ampliar e fortalecer o Disk Direitos Humanos (Disk 100);
  • combater toda forma de preconceito, seja ele por raça, etnia, sexo, orientação sexual e/ou identidade de gênero no Plano Nacional de Educação;
  • desenvolver plano de ações e metas para diminuir a discriminação nas escolas e a evasão escolar;
  • garantir e ampliar a oferta de tratamentos e serviços de saúde para
que atendam às necessidades especiais da população LGBT no SUS e suas especificidades, assim como o acolhimento dessa população acima dos 60 anos;
  • considerar as transversalidades da população LGBTI e suas vulnerabilidades, tais como: situação de refúgio, conviventes com HIV/aids, LGBTIs negros e negras, em situação de rua, dentre outras, fomentando a ampliação das políticas públicas existentes e criação de políticas públicas de proteção e acolhimento à essas especificidades;
  • fomentar a aprovação de Projetos de Lei em tramitação que visam à equiparação do casamento civil igualitário, assim como a Lei de Identidade de Gênero conhecida como Lei João W. Nery em consonância com as Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADI) de número 4277 e 4275, respectivamente, votadas pelo pleno Supremo Tribunal Federal.

Além de Boulos (PSOL) e Ciro Gomes (PDT), nenhum outro candidato à presidência fala sobre HIV e aids em seu plano de governo. Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Henrique Meirelles (MDB), João Amoedo (Novo), João Goulart Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU) não apresentam qualquer proposta específica para HIV e aids em seus planos de governo.

Vale registrar que o plano de governo de Lula, registrado no TSE antes da negação de sua candidatura, também não apresenta qualquer proposta específica para quem vive com HIV ou para controlar a epidemia no Brasil.

O Diário de um Jovem Soropositivo entrou em contato com todos os candidatos, suas equipes ou partidos, perguntando sobre as políticas públicas de cada um para as pessoas que vivem com HIV e para o controle da epidemia de HIV no País. Até a publicação desse texto, nenhum candidato respondeu aos questionamentos.

Apesar do silêncio de todos estes candidatos, nenhum deles se posicionou publicamente contra as pessoas que vivem com HIV ou contra a oferta universal e gratuita de tratamento antirretroviral — exceto um: Jair Messias Bolsonaro (PSL).

Jair Bolsonaro fala pouco sobre saúde em seu plano de governo, citando genericamente sobre o tema nas páginas, 10, 12, 22, 34, 36, 37, 39, 40, 41 e 80.

Abandonando qualquer questão ideológica, chega-se facilmente à conclusão que a população brasileira deveria ter um atendimento melhor, tendo em vista o montante de recursos destinados à Saúde. Quando analisamos os números em termos relativos, o Brasil apresenta gastos compatíveis com a média da OCDE, grupo composto pelos países mais desenvolvidos. Mesmo quando observamos apenas os gastos do setor público, os números ainda seriam compatíveis com um nível de bem estar muito superior ao que vemos na rede pública. É possível fazer muito mais com os atuais recursos!
 Esse é o nosso compromisso!

Bolsonaro propõe “libertar nossos irmãos cubanos” do Mais Médicos: “suas famílias poderão imigrar para o Brasil”. E, também, mudar o conteúdo e o método de ensino nas escolas, com mais matemática, ciências e português e “sem doutrinação e sexualização precoce”. Não existe plano específico para a população LGBTI no plano de governo de Bolsonaro, entretanto, publicamente, o candidato já afirmou que “filho gay é falta de porrada”.

Em relação ao tratamento universal e gratuito para quem vive com HIV, Bolsonaro já disse em entrevista que quem viveu a “vida mundana”, e daí contraiu uma doença, não pode vir cobrar do poder público por seu tratamento de saúde. Em outras palavras, Bolsonaro é contra o acesso gratuito ao tratamento antirretroviral contra o HIV.

É importante lembrar que uma política semelhante já foi adotada na Rússia, sob o governo de Vladimir Putin. Por conta disso, e epidemia russa de HIV tem crescido 10% ao ano, forçando as pessoas que vivem com HIV no país a organizarem clubes de compras de antirretrovirais, tal como no filme Clube de Compras Dallas (2013). A política discriminatória russa também tem criminalizado a transmissão do HIV, especialmente contra mulheres, mesmo sem qualquer comprovação da transmissão ou da origem da infecção.

Considerando as propostas dos candidatos e, também, suas afirmações e declarações públicas para além de seus planos de governo, minha convicção pessoal é votar contra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro — em outras palavras, votar em qualquer outro candidato com alguma chance real de vencê-lo, de acordo com as pesquisa de inteção de voto.

Os incontáveis discursos de Bolsonaro homofóbicos, preconceituosos, racistas, machistas e que incentivam a violência ou o uso de armas são suficientes para meu repúdio à sua candidatura, para não falar da sua defesa ao regime militar, da falta de evidência de sua competência, com apenas dois projetos aprovados em 26 anos de Congresso, e, por fim, da sua evidente limitação em se aprofundar em diversos assuntos que julgo essenciais para um presidente, como economia, saúde e salário mínimo, entre outros, tópicos que Bolsonaro, ao meu ver, sempre se mostra incapaz de responder (talvez, até incapaz de compreender a pergunta) nas entrevistas e sabatinas que participou durante a campanha.

Seu plano de governo é carente de propostas claras, não apresenta um plano prático de como “mudar isso aí”, tal como o candidato tanto gosta de falar. Em seus discursos, suas propostas ocasionalmente apresentadas são geralmente confusas, por exemplo: apesar de se apresentar como um liberal, Bolsonaro indica em suas atitudes ser contra a privatização de estatais e se absteve de votar no ano passado no Projeto de Lei da Terceirização (PL 4330/04). Além disso, já defendeu barreiras alfandegárias, tal como fez Dilma Rousseff em seu mandato, e se manifestou a favor de barreiras migratórias. A visão de mundo de Bolsonaro é militarizada, retrógrada e enviesada.

Bolsonaro parece representar um ódio coletivo contra a insatisfação de muitos brasileiros, a qual para parece vir dos últimos governos do PT e, também, do PSDB, com Fernando Henrique Cardoso. Sendo isso verdade, é natural almejar agora por um presidente de outro partido, diferente da dicotomia que experimentamos há tantos anos, dividindo o Brasil em dois e rivalizando entre “coxinhas” e “mortadelas”, petistas e tucanos. Entendo que é importante a troca de poder e que é saudável que este vá para as mãos de alguém hábil em unir estes lados díspares na sociedade brasileira atual. Contudo, é muito claro que este alguém não é Bolsonaro — e, se fosse, o preço a se pagar por isso, com ele no poder, presumindo-se a partir de todo o discurso do próprio candidato, seria mais terrível do que qualquer outra situação que já experimentamos, com exceção à ditadura.

Votar contra Bolsonaro é votar de acordo com as  pesquisa de intenção de voto, as quais hoje indicam que qualquer um dos demais candidatos com maior intenção é capaz de derrotá-lo no segundo turno. Nesse sentido, votemos em que se alinha às nossas convicções. Para mim, vejo que esse candidato é Ciro Gomes (PDT): é ele que terá o meu voto! E você, em quem vai votar?

 

Anúncios
avatar
41 Comment threads
99 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
69 Comment authors
ClaySPINESHENKEduardoPauloAnonimofer Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Inscrever-se  
Receber notificação
amor-ódio
Visitante
amor-ódio

Não posso acreditar que meu pai teria agido melhor se em vez de depositar seu
esperma no ventre da minha mãe ele o injetasse no conduto retal do vizinho ou de outro, de
onde o referido líquido iria para a privada na primeira oportunidade. Nem há
como imaginar que essas duas hipóteses sejam tão nobres e respeitáveis uma
quanto a outra. Por mais que à luz da doutrina gay isto soe até presunçoso, não
posso admitir que eu e um cocô sejamos resultados igualmente desejáveis e
valiosos de uma relação sexual

Sepher
Membro
Sepher

Aceite sua insignificância; seu comentário só demonstra que sua função nesta vida será pouco mais do que adubar o planeta, desde o dia em que nasceu até o dia em que morrer, quando virar adubo. Suas fezes são certamente mais úteis do que o que demonstra ter na cabeça.

Life
Membro
Life

É lamentável este artigo, onde se usa uma entrevista com o CQC para definir o padrão de uma pessoa, todos sabem que o CQC passa dos limites, ainda no congresso nenhum político topa os caras por causa do desrespeito do mesmo. Agora temos que considerar um candidato que dá preferência para comunidade LGBT como melhor opção, uma linha parecida com as cotas de negros, mulheres, etc.. Cotas essas que criam mais segregação e como exemplo já foi dita por muitos negros que estas os colocam em uma posição de inferioridade, pois passa uma imagem que não são capazes. Além disso… Ler mais »

Igor
Visitante
Igor

1) Devemos escolher para governar pessoas que vão representar nossos interesses e rejeitar aqueles vão contra ao que acreditamos e o que somos. Sou gay e portador do HIV, então vou votar em quem entenda a vulnerabilidade social de uma pessoa LGBT e valorize a saúde pública, que sei que eu possa lutar junto com ele para sempre melhorar e atualizar o tratamento contra o HIV. Coisa que pra mim deveria estar implícito em qualquer candidatura, 2) Das opções de rejeição por este motivo há um candidato apenas, Bolsonaro. Todo resto parece minimamente aceitável do ponto de vista LGBT e… Ler mais »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Quando o assunto é política falta bom senso e sobra acusações, concordo contigo Life.

Lucas Pizzon
Membro
Lucas Pizzon

Desculpe, mas para nós gays e, sobretudo, soropositivos, não é uma questão de posição (tal como você deixa exposto quanto as cotas), mas de sobrevivência.
Ou votemos em quem tem a possibilidade de vencer o Candidato homofóbico, ou poderemos não ter medicamentos disponíveis para nosso tratamento, ponto.

Life
Visitante
Life

Lucas ser soropositivo não é exclusividade de gays e nem escolha pessoas pela opção sexual.

Completamente absurdo você achar que o presidente do país que hoje é referência em atender de forma universal sua população, irá deixar de faze-lo. Não acredito que NENHUM dos candidatos chegariam a este absurdo, ainda mais por estar provado que quanto mais pessoas em tratamento menor o risco para toda a população em geral.

Paulo
Visitante
Paulo

Queridos nao votar em Bolsonaro não é uma questão política e sim de sobrevivência . ELE afirmou sim que não continua com as políticas publicas para pessoas com hiv . Então se preparem ou tem dinheiro para pagar ou vai morrer .

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

Cada um vota no candidato que te representa e ponto final !

Matheus
Visitante
Matheus

Concordo Rômulo, cada um vota em quem quiser e em quem achar que fará melhor pra si mesmo. Politicamente Correto é a coisa mais patética do mundo, essa onda de passar a mão em todo mundo como o PT faz tem que acabar. A dívida do Brasil cada hora maior e ninguém paga, mas daqui são dinheiro pra Venezuela, pra Cuba. O Jovem Soropositivo sendo de SP e branco de boa família com certeza era de direita só que por causa do HIV se tornou esquerdista com medo de ficar sem medicamentos e morrer, ele certamente acha que a esquerda… Ler mais »

Igor
Visitante
Igor

Virou esquerdista porque tem HIV? Kkkkkkk
A profundidade de análise de um neoliberal de país pobre é cômica, e ainda tentam explicar a política com frases feitas usadas por Youtuber e comediante: “politicamente correto.” “Venezuela”

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

#EleNunca !

Daniel S.
Visitante
Daniel S.

NUNCA!!! N U N C A

Xavier
Visitante
Xavier

ainda existem aqueles grupos do KIK aqui? lembro que participei de alguns ha algum tempo atrás.

Matheus
Visitante
Matheus

Jovem Soropositivo como anda seu CD4?

Qual foi seu recorde de CD4?

Cezar
Visitante
Cezar

Dia 07 é 17!

Matheus
Visitante
Matheus

Show Cezar!

#Bolsonaro Presidente
#17

Sávio
Membro
Sávio

Tmj

Sávio
Membro
Sávio

👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷 HIV não pode ser visto como neopolítica e sim como obrigação de qualquer governo,independentemente de partido A,B ou C.Tmj!

Rafael
Visitante
Rafael

#EleNão

Qualquer um menos Bozonaro. 😉

Ipê roxo
Visitante
Ipê roxo

Jovem, em primeiro quero agradecer pelo seu trabalho! Sobre a questão política, me identifico mais com a direita que preza pela liberdade. Não vejo sentido na esquerda que prega a igualdade. Já possuímos uma constituição em muito socialista vide garantias em lei como saúde, segurança, saneamento básico, igualdade perante o judiciário… A ESQUERDA sob o PT sera mais uma vez corrupta e populista, foram estes fatores que ruiram Roma e outras grandes sociedades. Trabalho como consultor no descobrimento de talentos presto serviço para a USP, nestes últimos tempos a qualidade de nossas pesquisas vem caindo ano após ano. Desconfia-se que… Ler mais »

Maxwell
Visitante
Maxwell

Meu voto ia ser em Marina. Não acredito em pesquisas. Percebo que elas tem como única função influenciar a massa brasileira a votar em x ou y candidato pelos interesses escusos de seus donos PORÉM como não quero nem o PT nem Bolsonaro infelizmente vou com a manada e votarei em Ciro Gomes. Bolsonaro já se mostrou contra as minorias e colocar ele na governança dará respaldo (mesmo que indiretamente) aos eleitores dele de querer marginalizar novamente as minorias tolhendo os seus direitos. Quanto ao PT vejo que voltando ao poder teremos mais 4 anos turbulentos entre executivo e judiciário… Ler mais »

luquinha
Visitante
luquinha

Eu ia votar no João Amoedo , agora fiquei na duvida .Vou acabar votando branco ou nulo .

Levi Castro
Visitante
Levi Castro

Vota no Ciro! É o único que derrota Bolsonaro no 2o turno. O PT indo pro 2o turno vai perder pois a rejeição é grande como a do COISO.

Pensante
Visitante
Pensante

Amoedo neles!!

Matheus
Visitante
Matheus

Vocês estão com medo a toa, o Bolsonaro não vai tirar medicamento nenhum, HIV é uma doença crônica feito diabetes, acha mesmo que ele tirará remédios pra diabetes? Nem os direitos humanos permitem isso. Ao votarem no PT vocês estarão permitindo é imigrantes virem tomar nossos antirretrovirais aqui. Existem mais de 15000 imigrantes em tratamento pra HIV no Brasil, acham isso justo? Se formos pra qualquer país somos humilhados, é bem capaz de morrermos tentando nos tratar e eles vem com facilidade e tiram o medicamento de um brasileiro, isso é justo? Bolsonaro neles! Ou então aguardem mais imigração de… Ler mais »

Sávio
Membro
Sávio

Vdd

Thiago
Visitante
Thiago

Errado. O que paga o medicamento e tudo o que define como BEM SOCIAL sao os impostos pagos pelo povo. IMIGRANTES fazem parte do povo brasileiro, querendo ou nao. Entao se eles estao no brasil devem produzir e pagar seus impostoso como todos. E devem ter os mesmo direitos de todos. Espero sinceramente que o bolsonaro se lasque nas eleiçoes.

Eduardo
Visitante
Eduardo

Caro amigo concordo com vc meu voto tb vai para bolsonaro porem nao deixo de temer precisavamos ter a serteza de que ele realmente nao pode fazer isso de tirar os medicamentos nao spu conhecedor mais talvez alguem mais esclarecido poderia fazer uma pesquisa sobre no ministerio da saude ou em algum orgao responsavel nao sei se existe lei ou projeto de lei ou algo que proibe ele de fazer isso, tb sou a favor no que diz a imigrante temos que lutar pelos nossos direitos .

SPINESHENK
Visitante
SPINESHENK

Tudo bem Eduardo?
Existe sim lei que garante nosso direito de tratamento. É constitucional.
O problema é se mudar a constituição. De acordo com o Bolsonaro não irá mudar, porém vários dos seus companheiros de partido, inclusive seu vice presidente são favoráveis à uma nova constituinte. Se isso acontecer eu tenho muito medo do que será retirado. Pois pode ter certeza que perderemos direitos.
Eu iria votar no Bolsonaro, pois sei do envolvimento do PT com corrupção. Porém repensei e cheguei à conclusão que o PT é o menos arriscado em relação aos direitos sociais.

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Oi Eduardo.
Infelizmente certeza não temos de nada, mas quem sabe isso ajude você, soropositivo, a sair dessa enrascada que é decidir votar entre um ou outro. Acho que pode te dar uma luz e clarear suas ideias. Espero que ajude https://www.youtube.com/watch?v=ff80YSpuAsE

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Vou votar em qualquer coisa que se mexa e que não atenda pelo nome de Bolsonaro. Não falo isso por conta da minha soropositividade, nem por conta da minha condição de gay, muito menos pela minha ligação com o social. Falo isso pq tenho o mínimo de entendimento político para saber que ele veio do nada, não fez nada por 30 anos, formou alianças políticas que não garantem nem que ele compre uma Coca 2 litros e 2 coxinhas na padaria da esquina com um desconto (de tão forte que é sua articulação/persuasão) é só cresceu pq falou tantos absurdos… Ler mais »

Rafael
Visitante
Rafael

Cara, estou digitando com os pés pq com as mãos estou aplaudindo, parabéns!!! 👏🏻👏🏻👏🏻

Lexus
Visitante
Lexus

Para o senhor eu proponho a cura gay!

Beto
Visitante
Beto

#EleNunca #EleJamais #EleNão

PorAmor
Visitante
PorAmor

Não sei os demais, mas fiquei tão assustada com os comentários. Não sou soropositiva, mas por amor ao próximo conheci esse blog. Aprendi tanto nesses últimos anos, desprezei tanta ignorância… mas… não estamos imunes, né?
Respeito o voto de cada um, mas essas mensagens de ódio, zero empáticos… não sei… fiquei assustada.
Não precisa ser gay, soropositivo, pobre, desenganado para ter compaixão, basta ser humano.

Beto
Visitante
Beto

Exatamente, minha querida. Assunta a falta de empatia com o proximo quando vemos comentarios tipo “existem imigrantes com HIV fazendo tratamento de graça do Brasil, acham isso justo?” “nao prego pela igualdade” . Esse mesmo discurso segregacionista, preconceituoso e cheio de raiva é que ta encontrando no Bolsonaro um respaldo que justifica sua 1 colocacao nas pesquisas de intençao de voto. “”É preciso entender! O eleitor do Bolsonaro não vai ficar constrangido ou mudar de opinião vendo a diarreia mental e o rebosteio que as ideias do seu candidato provoca. Isso exige um outro patamar de civilidade e sensibilidade humana.… Ler mais »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Pessoal aqui só pensando no próprio umbigo !!! eles querem o tratamento gratuito e foda-se se nosso Brasil vai continuar sendo administrado por uma quadrilha, outra coisa se realmente ocorrer um golpe de estado e alguém do PT fizer igual o maduro, segundo a própria cartilha de governo deles propõe coisas bem sérias, esta rolando um vídeo de uma mulher, acredito que seja jurista, lendo e interpretando o plano de governo e muitas coisas as mesmas que Nicolas Maduro impôs!!! agora dizer que o Bolsonaro vai cortar o tratamento de uma doença infectocontagiosa é ser muito inocente, até parece que… Ler mais »

Guilherme
Visitante
Guilherme

A questão não é olhar pro próprio umbigo, eu preciso do medicamento, além dele, preciso de respeito, não preciso de fomentos para aumentar a raiva de pessoas que acham que a minha família é fora do padrão. Além de ser humano, de ser brasileiro, espero continuar na dignidade em meus pensamentos. Nâo da para arriscar em quem acha que não tenho direito á vida, à saúde. Quem estimula ódio, não deve gerenciar um país. Quanto a ideologia de partidos, tem várias opções para manifestar seu descontentamento, e olha que não sou vermelho, hein. Não vou pagar pra ver!!!! Ainda mais,… Ler mais »

Augusto
Visitante
Augusto

Colega vc precisa de um pai e não de um presidente!

Leonardo
Visitante
Leonardo

Enquanto cidadãos, todos pagamos impostos, não é mesmo? Inclusive, o Brasil tem uma das mais altas cargas tributárias do mundo, a qual deveria ser revertida em retorno para a sua população. Direitos à saúde e à educação não são “dados de graça”, são deveres do Estado para a população. Garantir o tratamento gratuito de antirretrovirais é garantia de qualidade de vida, não é egoísmo de quem convive com o vírus. Ou você pensa o mesmo de quem recebe tratamento de diabetes e câncer pelo SUS? Todos cidadãos, todos com direitos e deveres. Bora rever nossos conceitos, blz?

PorAmor
Visitante
PorAmor

Quem está estabelecendo uma dicotomia aqui são os eleitores do Sr. Bolsonaro. Sendo extremamente realista, não estou aqui defendendo um ou outro partido político, estou defendendo manter-se humano. A CF não faz qualquer distinção entre brasileiros e estrangeiros no que diz respeito aos direitos fundamentais, dentre eles, direito à vida. O que os tornam diferentes de outros tantos soropositivos espalhados pelo mundo? Venezuelanos, bolivianos, angolanos… todos são seres humanos e devem ser respeitados por essa simples condição. Onde está a humanidade das pessoas? Isso de fato é muito triste. A própria CF diz ainda que um dos objetivos do Brasil… Ler mais »

Matheus
Visitante
Matheus

Depois de todo discurso aí diz que é negativa, então não fale o que não sabe, só onde o calo aperta é que dói.

Qualquer brasileiro que for tentar se tratar em outro país gratuitamente será negado, porque então devemos deixar entrangeiros se tratar aqui?

Isso é justiça pura, não me deixa comer do seu, também não comerá do meu, simples.

PorAmor
Visitante
PorAmor

Acho que vc não leu direito… deixei clara a minha condição desde o primeiro comentário. Além disso, o fato de ser negativa, não me torna imune à questão. Mais uma vez, restou demonstrado que empatia não é o seu forte.

Luiz
Visitante
Luiz

Tem certeza que o tratamento é negado em qualquer país? Sei que na Irlanda o tratamento é gratuito para estrangeiros legais, basta levar teu prontuário daqui. Não sei como são em outros países, mas acredito que há outros que disponibilizam sim.

Caio
Visitante
Caio

Sabem se existe a possibilidade de se mudar para outro pais e fAzer o tratamento por lá? Estou pesquisando em Portugal e na Suíça…poderiam me ajudar?

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Caio
Na Suíça não sei, pois não faz parte da União Europeia, mas Portugal sim, há a possibilidade e é gratuito, você só precisa ser residente legal e se cadastrar no serviço de saúde local. É assim em toda a UE.

caio
Visitante
caio

Obrigado, cara

Estou vendo em Portugal, entretanto tem alguns problemas para transferir o tratamento e dar continuidade, mas estou vendo papeladas e justificando o motivo..
Enfim espero que consiga mas obrigado pela sua ajuda..

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Não é negado, não. Vários países fornecem o tratamento para brasileiros residentes em terras estrangeiras. E não estou falando de 1 ou 2, não. Vários. VÁRIOS.

Nem todo mundo é mesquinho igual a você, não. Hehehe

Gabriel
Visitante
Gabriel

Olá, Fiquem tranquilos o capitão não vencerá a eleição em segundo turno, o vencedor será o Lula, agora não sei se isso é bom ou ruim. O Lula é contra as reformas necessárias, tenho receio que falte medicamentos não por vontade a ou b, tenho medo que falte pela falta de recursos, pae Lula adora fazer boa ação usando o dinheiro dos outros e pode faltar, lembrem-se de nossa querida Dilma e sua gestão na parte econômica. Uma questão, quem foi vítima do ódio, sentiu isso na carne literalmente mas sobreviveu bravamente? O MITO como diz o pensador; o que… Ler mais »

Marc
Visitante
Marc

Sou negativo e estou abismado com os comentários de alguns positivos aqui. Agora imagina vc na venezuela sem remedios, o brsil será a sua esperança de continuar vivo, vc nao iria gostar? Ou não,vai ficar parado e esperar morrer. Se toquem egoistas.

Matheus
Visitante
Matheus

Cada um que lute pelo seu, eles tem todo direito de tentar entrar e o Brasil tem todo direito de barrar a entrada.

Não quero ficar e nem ver meus conterrâneos sem medicamentos porque um gringo safado veio aqui usufruir do nosso programa de saúde.

Cada um que lute pelo seu, assim como um lutador ataca o outro reage.

Detesto gringos, vem fazem o que querem e nossa lei só não vale pra prende-los, um gringo que engravidou uma brasileira não tem obrigação de pagar pensão as se for o brasileiro aí tem, agora pra ele se tratar, ganhar regalias, aí pode né?

#ForaVenezuelanos
#OBrasilénosso
#Bolsonaro17

Caio
Visitante
Caio

Matheus, embora compreenda seu ponto de vista historicamente a nossa extensão territorial é propícia querendo ou a absorção de estrangeiro, ao mesmo reflito como é cômico uma vez que grande parte do nosso país foi construído justamente por estrangeiros, outro ponto que recebemos apoios internacionais também para pesquisas de combate, suprecao do HIV, acredito que se pesquisarmos mais a fundo poderemos concluir que talvez esses investimentos sejam mais até que do governo Brasileiro..com isso negar tratamento para um ser humano é pacional, pois se você precisar eu divido meu medicamento com você…sabe porque? Pq você tem o direito de viver,… Ler mais »

Jorgito
Visitante
Jorgito

Apesar de ser soropositivo, eu não confio em nenhum desses candidatos de esquerda. Minha intenção é votar em Álvaro Dias ou Alckmin, mas não acredito que tenham qualquer chance. No segundo turno, entre Bolsonaro e PT eu vou ser obrigado a votar no Bolsonaro, mesmo achando ele um completo imbecil. Acredito sinceramente que o PT no poder tem um potencial tremendo de afundar e falir o país definitivamente e com o país falido não haverá dinheiro pra remédio, nem pra nada. O PT, notadamente no governo Dilma (o primeiro poste de Lula), estava transformando isso aqui em uma Venezuela, onde… Ler mais »

Pensante
Visitante
Pensante

Concordo quando vc diz…. q o PT vai afundar o país.. mais uma chance.. eles acabam com tudo.. medicações e empregos… PT nunca mais, é a pior de todas as escolhas!

Paraense
Visitante
Paraense

Passando só pra dizer que prefiro obrigar, judicialmente, o Bolsonaro a continuar com o programa Brasileiro de tratamento contra o HIV, do que entregar o país nas mãos dessa corja do PT. Portanto, dia 07 eu voto 17 😎👉👉🇧🇷

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

Escreva isso na sua Lapide “Aqui jaz uma vitima da ditadura, intolerância, homofobia, preconeito”.
Agora não é hora de lutar nem de obrigar ninguém a nada, é hora de usar a inteligência, e saber o que é melhor para todos ao redor, “É melhor viver sem nenhum centavo no bolso do que morrer por alguns cruzados.

Matheus
Visitante
Matheus

Você só está dizendo porque tem HIV.

Vai admitir ou vai inventar a velha desculpa?

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

A velha desculpa esta contida no seu próprio comentário. Não falo por HIV, falo por quem depende do SUS, de quem as vezes não tem condições nem de comer, imagina ter que que arcar com o custo de uma medicação de alto custo ? o final nem preciso comentar onde vai chegar. E outra brigar judicialmente não significa que terá o direito, todos os dias morrem pessoas com ordens judiciais na mãos a espera de um simples leito em uma UTI. Ou vai me falar que não é verdade? Agora apesar de tudo que você leu, ouviu e assistiu a… Ler mais »

Alessandro
Visitante
Alessandro

Concordo contigo parense, Bolsonaro 17 !!!

Jorgito
Visitante
Jorgito

É, o problema é que enquanto estiver tentando obrigado-lo judicialmente estarão se passando alguns bons anos de trâmite judicial sem remédio. Falei em outro post que prefiro Bolsonaro que o PT, mas às vezes fico até em dúvida. O risco de cortar o acesso ao medicamento é algo muito bizarro. Estava pensando em votar no Bolsonaro no segundo turno, mas já estou até revendo essa possibilidade.

Klaus
Visitante
Klaus

Eu votarei no Bolsonaro por falta de opção, acho ele pancada da cabeça mas ainda assim prefiro ele ao pt, só de imaginar Dilma, ze Dirceu e companheiros me dá calafrios. Caso o pt ganhe eles libertaram o Lula no dia seguinte, não consigo votar em quem é sabidamente corrupto!

Abs a todos!

#Bolsomito
#17
#corpofechado

Levi Castro
Visitante
Levi Castro

Veja as propostas de Ciro.

PorAmor
Visitante
PorAmor

Além do Bolsonaro, existem outros 12 nomes/candidatos.
Desculpa, mas falta de opção não é.

Alessandro
Visitante
Alessandro

Bolsonaro 17 !!!

Sorocaba
Visitante
Sorocaba
Japonês
Visitante
Japonês

Gente, com ou sem o bichino sejamos Bolsonaro, MITO !!!

Honesto, Anti-establishment, inimigo do PT.

#Vote17

o Brasil irá MITAR !

Rumo a vitória.

Alessandro
Visitante
Alessandro

Bolsonaro 17 !!!

Mark
Visitante
Mark

Ninguém é digno do meu voto!! São todos os mesmos de sempre na corrida do “game of thrones”

Fabio
Visitante
Fabio

Como me infectei por pura falta de precaucao nao me incomodaria em pagar ja que fui responsavel direto pelo que tenho hoje.

Lucas
Visitante
Lucas

Já viu o valor do remédio? Pesquise antes de falar merda.

Fabio
Visitante
Fabio

Nao se trata de valor financeiro mas sim de valores morais. Espero que vc tenha capacidade cognitiva de entender tais diferencas.

Jorgito
Visitante
Jorgito

Deve estar com grana sobrando então. Porque um tratamento desses custa uns R$3.000,00 por mês. A maioria certamente não tem sequer condições de pagar.

Fabio
Visitante
Fabio

Por isso o Brasil esta aonde esta. Terceiriza-se tudo, inclusive a responsabilidade. Triste fim…

Jorgito
Visitante
Jorgito

O problema é bem mais complexo do que pretende seu pouco cérebro, seu fezes. Não venha aqui fingindo que tem HIV pra panfletar esse seu discursinho precário. A opção pela disponibilização de tratamento tem diversos desfechos, inclusive a diminuição no alastramento da epidemia, posto que pessoas infectadas que estão em tratamento não transmitem o vírus. O custo de ter centenas de milhares de pessoas morrendo de AIDS em hospitais públicos seria muito maior do que o que se gasta hoje com disponibilização de medicamentos. E falo apenas de custo financeiro, pra não mencionar o custo social. Vai se masturbar olhando… Ler mais »

Spartacus
Visitante
Spartacus

Nossa, acalme-se flor. Assim seu CD4 vai abaixar.
Abs do 17

Jorgito
Visitante
Jorgito

Nossa, precisou criar outro perfil pra responder. Que lamentável. Tem muito lugar mais interessante pra você fazer a campanha pro seu mito. No mais, já disse em outro comentário que eu mesmo até voto no Bolsonaro no segundo turno pra não votar no PT. A única diferença é que este candidato não é minha primeira opção e não estou entre os que chamam o mesmo de mito e se masturbam contemplando os memes que ele produz, como é o seu caso. Quanto ao meu humor, estou calmo e se eu te xinguei foi com toda a calma. Desculpa se pareceu… Ler mais »

Pássaro
Visitante
Pássaro

Bolsonaro sem dúvidas!

#b17

Pássaro
Visitante
Pássaro

Sem dúvidas Bolsonaro !

Fábio Soares
Visitante
Fábio Soares

Se ele ganhar vamos ter outro impeachment. Porque nenhum presidente governa sozinho. Ele vai tentar aprovar medidas e a Câmara e senado vão votar contra. Logo logo a popularidade vai cair e o país mais uma vez ficará sem governabilidade. Assim a crise aumentará a ponto de chegarmos a equiparação da nossa vizinha Argentina. #triste
Ele não!
Haddad também não!

Tobias
Visitante
Tobias

E depois do impeachment vc sabe que quem governa é o o vice … Você esta sabendo que o o vice do Bolsonaro é o General Hamilton Mourão. Portanto está para surgir uma nova ditadura … Vamos pensar bem em escolher o presidente.

Paulo
Visitante
Paulo
Matheus
Visitante
Matheus

Pessoal vocês tão parecendo crianças com medo do bicho papão.

Vamos usar o raciocínio: se o Bolsonaro tirar o remédio de HIV ele terá que tirar de todas as outras doenças crônicas já que HIV é classificado assim, ele pode fazer isso? Até pode mas vai alegar o quê?

Vocês vão acabar colocando a corja do PT lá de novo por um medo sem nexo.

Pensar faz bem hein? 😉

Pedro
Visitante
Pedro

Na boa? Para de fazer campanha por aqui que já está ficando chato, cara. Presumo que todos aqui sabem ler e se informar a respeito dos candidatos à presidência. Voto é uma escolha particular de cada um.

Bete
Visitante
Bete

Boa, Matheus.

Renan T.
Visitante
Renan T.

Boa noite pessoal, mudando um pouco de assunto…. gostaria de saber se alguém aqui faz uso do esquema(: Dolutegravir +efavirenz +lamivudina ?

[spoiler title=” “]

maxwell
Visitante
maxwell

Ao que eu saiba não existe esse esquema. O dolutegravir é da mesma classe do efavirenz. Tem o Dolutegravir + tenofovir com lamivudina ou Efavirenz + tenofovir com lamivudina. Eu uso a primeira combinação mas qual é a sua dúvida acerca da combinação? Se for efeitos, só percebo que ando me esquecendo de coisas, situações MAS cada corpo reage de forma diferente às medicações.

Renan.T
Visitante
Renan.T

É que eu to com esse esquema , faz 2 meses…. e a dúvida era justamente essa (não conheço ninguém que toma essa combinação)

SAR
Membro
SAR

Maxwell,
Apenas uma correção: o Dolutegravir não é da mesma classe do Efavirenz. O Dolutegravir é um inibidor da enzima integrase e o Efavirenz é um inibidor da enzima transcriptase reversa.
Abraço!

Caio
Visitante
Caio

Renan, fale com seu infecto a possibilidade de ficar só com lamivudivina e DTG pois os protocolos internacionais veem orientando no Brasil não sei dizer se já adotaram mas irei perguntar ao infecto a possibilidade pois utilizo abacavir + LAU+Dtg

Manu8
Visitante
Manu8

Bolsonaro é o melhor candidato que temos, sua forma de falar e agir lembra muito Jesus, sempre buscando a paz. Não é a toa que tem Messias no nome. É o nosso Salvador, o ungido que trará paz e prosperidade ao povo brasileiro.

Paulo Roberto
Visitante
Paulo Roberto

Tá fumando maconha, filho de Deus! Tá mais para anticristo!

Leonardo
Visitante
Leonardo

Tá louca, pessoa? Tu tomou o que pra falar um absurdo desse? O discurso de Bolsonaro é violento, repleto de ódio e ignorância, segregacionista. Tanto é que, após a quase vitória dele no 1 º turno, mais de 50 agressões com motivações políticas ocorreram no país. Agressões essas motivadas por um discurso racista, homofóbico e bélico. Bolsonaro não é salvador de nada, a não ser da própria pele. É um sacrilégio compará-lo a Nosso Senhor Jesus Cristo.

luquinha
Visitante
luquinha

A partir de 2020 vai haver alguns acontecimentos como : comercialização do carro voador , o homem não ira somente em outros planetas e sim habitar , primeiro transplante de cabeça eu vou deixar a cura do hiv dentro de uma caixa e vou substituir pelas novas drogas com efeitos colaterais 0 , eu só peço que o Presidente desta nação tenha amor pela mesma , pois pode ser Direita ou Esquerda , mais se não tiver amor ?

Matheus
Visitante
Matheus

Papo de maconheiro é esse?

Carro voador, cura do HIV, amor???

Matheus
Visitante
Matheus

Jovem Soropositivo o médico não te disse porque seu CD4 continua abaixo de 500 não?

THIAGO
Visitante
THIAGO

Bom, aqui posso desabafar e falar o que não tenho coragem entre amigos e afins. Soropositivo que vota no BOLSONARO ou é BURRO ou é extremamente egoísta. Quem afirma que ele não cortaria o tratamento, afirma algo que ele nunca disse, ao contrario do que disse na questionada entrevista, que SIM, revela o que ele pensa, e que boa parte da população também deve pensar, somos um custo para o ESTADO, mas que a culpa é nossa, e sendo assim, que nos f….! Pode ter certeza que ele nao pensa nas consequencias da interrupçao do tratamento. Eu particularmente, assim como… Ler mais »

Matheus
Visitante
Matheus

“Não podemos pensar sempre nos nossos próprios umbigos!!!”

Mas não é o que você está fazendo?
Votando num candidato simplesmente por você ter HIV?

Tá certo, você tá pensando no coletivo, vamos fingir que acreditamos nisso.

Você deixa claro que não vota no Bolsonaro com medo dele tirar seus medicamentos pra HIV.

Assuma.

Hipocrisia sem limites!

Edu
Visitante
Edu

Exatamente

Jorgito
Visitante
Jorgito

Grande parte dos eleitores do Bolsonaro também pensam apenas nos seus valores, em detrimento de grupos minoritários. No caso de um soropositivo é pelo menos uma questão de sobrevivência. Nesse segundo turno estamos entre duas candidaturas péssimas que podem por em risco a democracia. Temos que escolher entre a menos pior. É muito natural que a questão do medicamento seja importante na decisão de alguém que depende do mesmo para a sobrevivência.

Matheus
Visitante
Matheus

Você deixa claro que só escolhe o candidato em função da sua doença então não venha entrar em políticamente correto e falso moralismo.

Se você coloca sua doença acima de qualquer outra coisa na hora de votar não venha dar uma de bonzinho que não cola.

Jorgito
Visitante
Jorgito

Quem está dando uma de bonzinho? Aonde você leu isso? Precisa aprender a interpretar um texto. Você sequer é soropositivo. Faz parte de uma militância virtual que veio ao site pra panfletar, utilizando-se de argumentos pífios. Nem precisa mais se prestar a um papelão desses, Bolsonaro já venceu, Haddad não tem nem chances. Em qualquer eleição o cidadão pensa TAMBÉM em seus interesses, isso é natural, ainda mais quando se trata de interesse de vida ou morte. Querer banalizar isso é ridículo. Seu posicionamento é tão patético que é esse um dos motivos pelos quais até o General Mourão (que… Ler mais »

Matheus
Visitante
Matheus

Obrigado!

Alessandro
Visitante
Alessandro

Concordo plenamente, aqui grande maioria só está votando pensando no tratamento, o resto pode continuar o lixo que está, deixa ele cair em um pronto socorro sem nada para atender ele que vai pensar diferente.

Digo
Visitante
Digo

Gente… preciso de uma ajudinha… namoro um soropositivo a mais de um ano …. e lendo sobre o assunto vi que ele é inadetectavel a mais de 3 anos… aceitei o risco de fazer sexo sem camisinha e faço exame de sangue de hiv de 4 em 4 meses e não peguei… sou negativo mesmo sem tomar nenhum medicamento…. li que indetectavel não transmite…. isso é verdade… posso confiar…. ou eu tive sorte que sou obrigado a usar camisinha?! Isso martela na minha cabeça já fui em infectologistas e dizem que não é verdade absoluta já um amigo que trabalha… Ler mais »

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

Indetectável não transmite e tem cartilhas espalhadas pela internet afirmando isso.

http://www.rnpvha.org.br/indetectavel-igual-intransmissivel.html

Em inglês, do CDC dos EUA:

https://www.cdc.gov/hiv/risk/art/index.html

E sim, há preocupação de o soropositivo não pegar outras DSTs e também há médicos “com neuras” que preferem optar pela opinião conservadora de que todos devem usar camisinha, mesmo em relação monogâmica. (afinal se der merda, ele tirou o dele da reta rs)

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Meu infecto já me disse enfaticamente: “Você não transmite”. Ainda assim, não abdico da camisinha quando tenho relações com minha mulher. É uma decisão minha, pessoal.

Fernandes
Membro
Fernandes

Bom dia pessoal, Isso afeta o nosso sigilo?
RETIRADO DO PLANO DE GOVERNO DE JAIR BOLSONARO
SAÚDE
“Para a Saúde, o candidato do PSL promete melhorar o uso dos recursos na área. Uma das propostas é unificar o prontuário dos pacientes de maneira nacional, para que ele possa ser acessado por outros médicos de diferentes postos de atendimento ou hospitais em consultas futuras. Um dos campos será grau de satisfação do paciente. A medida iria reduzir os custos na área e permitir uma cobrança no desempenho dos profissionais de saúde.”

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

Na minha opinião, só é um problema para quem tem conhecidos médicos e estes ficam “vasculhando” a vida alheia por curiosidades…, caso contrário, médico precisa manter o sigilo de informações dos pacientes.

Jorgito
Visitante
Jorgito

Porra, mas isso é foda. Qualquer médico poder acessar seu prontuário e te derrubar. Hoje em dia todo mundo tem amigo e parente médico. E quem vai garantir que irão manter o sigilo?

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

São amigos/parentes e vc não confia neles ? É… acho que isso é pior do que ser exposto…

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Não sou Bolsonaro, mas essa é uma boa iniciativa. Note que o prontuário poderá ser acessado “para futuras consultas”. Ou seja, se você marca com um médico, ele poderá acessar o prontuário e ter em mãos seu histórico, tornando o atendimento muito mais eficaz, rápido e completo. O sigilo das informações é obrigação médica. Se ele quebrar, deve ser denunciado ao CRM.

lucio
Visitante
lucio

rodrigo, qq medico vai poder acessar sue prontuario.
o cara vai la, digita teu nome dai todo mundo vai saber pq se espalhou a informacao.
vc com certeza tem mais de 3 amigos ou conhecidos medicos. vc nunca NUNCA vai ocnseguir processar alguem, simplesmente pq vc nao saberá de onde vazou

Céu azul
Visitante
Céu azul

Bolsonaro porra !!!

Chupa petralhas do caralho, vão ter que trabalhar pra comer seus vagabundos!

#vote17

Ombro Amigo
Visitante
Ombro Amigo

Não quero entrar em nenhuma briga ideológica, mas chamar a atenção de todos vocês para algumas coisas que se passaram comigo e eu constatei. Digo isso do fundo do meu coração. Enfim…lá vem textão… Sobre a questão do post, estou vendo muitas brigas e um certo fanatismo por parte de algumas pessoas. De coração, eu não queria ver o meu país dividido por ódio e vingança entre as pessoas. Esse segundo turno está sendo entre os dois piores candidatos possíveis, acirrando ainda mais o clima perigoso que se instala nesse país. Ambos os candidatos (Bolsonaro e Haddad) representam vários riscos… Ler mais »

Matheus
Visitante
Matheus

Não seja estúpido!

Se o Bolsonaro fizer isso toda família dele e ele será assassinada, o que o soropositivo terá a perder sem remedios? Nada.

Eu não tenho um pingo de medo pois ninguém tem peito de aço, e tirar a única esperança de vida de uma pessoa é deixá-la livre pra fazer o que quiser sem se preocupar com as consequências.

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

Matheus, Deixando a opinião política de lado … Pensa mais afundo no que pode acontecer, não se resume simplesmente assim ! Digamos que “Tirem essa esperança de vida da pessoa” conforme você citou acima, Um indivíduo que não tem mais nada a perder conforme você citou, saia fazendo um monte de atrocidades por ai, com a justificativa de que ele “Não tem nada a perder”. detalhe: Ele é soropositivo ! Adivinha quem serão escorraçados pela sociedade? R: Todos soropositivos ! Exemplo: a pouco tempo o país estava passando por uma epidemia de febre amarela, o causador da doença é o… Ler mais »

Matheus
Visitante
Matheus

Positivo Azul soropositivo tem estrela na testa? A menos que ele conte ninguém saberá que tem.
Menos medo, o tratamento vai continuar, eu não entendo tanto medo assim.
Ainda fica aí falando com várias contas diferentes, vai num psiquiatra que isso é síndrome do pânico, um medo infundado em bobagem.
Eu nem ligo, quem tentar me fazer o mal por que sou soropositivo ( e só saberão se eu contar ) vai embora primeiro que eu.

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

1º Você não compreendeu o texto ou não soube interpretar. todo o comentário foi feito com base no que você mesmo citou acima. Você citou. Leia Novamente seu comentário e interprete o mesmo. 2º Você quem precisa de ajuda médica, já observou o conteúdo e a quantidade dos seus comentários. 3º Contas diferentes? rsrsrsr… tenha dó meu amigo, não tenho tempo para ficar por aí para servir de MARIONETE POLÍTICA. 5º Ninguém esta tentando te fazer o mal não meu amigo, acorda ! abra seus olhos! ao contrário, a intensão aqui é um ajudar o outro. Isso são apenas POSSIBILIDADES… Ler mais »

Positivo Azul
Visitante
Positivo Azul

Matheus
Visitante
Matheus

Então filtre Positivo Azul, Jorgito…, Até um cego vê a grafia idêntica de várias contas diferentes defendendo a mesma coisa. Vá pedir voto pro PT em outro lugar, seu medo é insano, vá procurar um psiquiatra que você ganha mais. Quem vai tentar te escorracar por ser positivo se você não contar? Mas já sei, tomado pela emoção já contou né? Agora arque com as consequências, todo mundo tem idéia do preconceito em cima dos soropositivos e tem anônimo ainda que conta, muitos já perderam muita coisa por isso, se contou aguente as consequências, eu não tenho nada a ver… Ler mais »

Jorgito
Visitante
Jorgito

Pessoal, temos que entender que Bolsonaro será sim eleito. Então, é interessante que soropositivos que tenham melhores condições e que tratem com médicos particulares, comecem a se articular, conversando com seus médicos para que eles construam um canal de diálogo com o governo Bolsonaro. Porque é claro que o Bolsonaro tem interesse em controlar a epidemia no país, bem como é claro que ele irá construir canais de diálogo com médicos para o trato das questões mais diversas sobre saúde. Inclusive o Ministro da Saúde dele será, ao que tudo indica, médico. O problema deve sim ser tratado mais com… Ler mais »

Igor
Visitante
Igor

Somos mais de um milhão de pessoas vivendo com HIV. A maioria no sigilo absoluto. Nos damos o luxo ao longo dos anos de não sermos ativistas. Podemos ficar no anonimato torcendo por melhoria no tratamento. Não temos lobby, somos nós por nós mesmo. Somos invisíveis pq não queremos nos mostrar e porque a sociedade não quer nos conhecer. Se gays são desprezados pela ideologia bolsonarista, gays com HIV serão a escória da sociedade, héteros que vivem com HIV entram na roda. A democracia se faz com disputa pública de interesse e opiniões. Quem vai lutar por nós? Quem vai… Ler mais »

Santos
Visitante
Santos

As pessoas que irão votar em Bolsonaro esquecem que por trás da campanha de Bolsonaro há um conservadorismo cristão, que pode interferir sim nas políticas de combate ao HIV no país, principalmente por conta do tabu e de dogmas religiosos, que vão contra a pensamentos liberais na política de prevenção e tratamento de HIV/AIDS, principalmente a grupos vulneráveis como os gays. Lembrando aos desinformados que Bolsonaro é defendido por Silas Malafaia e Edir Macedo. Nem preciso dizer né o que defende cada um desses pastores. Espero muito que a religião não interfira em temas como HIV/AIDS e retrocedamos por conta… Ler mais »

AnonimoFer
Membro
AnonimoFer

Hoje completo um ano de meu primeiro teste de carga viral zerada, após meu diagnostico em 21 do 07 de 2017. Foi uma luta árdua em aceitar o diagnóstico, iniciar o tratamento e alcançar o objetivo, de forma gratuíta e respeitosa por tds q me atenderam no SUS em Santo André.

Estou com muito medo sobre o que poderá nos acontecer com um presidente autoritarista, que diz que a minoria deve se curvar a maioria.

Na boa, um soro + votar no coiso, o HIV só pode ter subido para o cerébro, não tem outro motivo.

Clayton
Visitante
Clayton

Entendo perfeitamente que as pessoas tenham críticas ao PT. Só nao entendo votarem em um candidato como Bolsonaro que faz declarações racistas, machistas, homofóbicas, xenófobas e que põe em risco o tratamento para HIV e a democracia. Claro que o voto é secreto e livre, mas acho que agora no segundo turno é importante votar para barrar esse candidato. Acho inclusive, que mereceria um artigo para alertar as pessoas que vivem com HIV sobre os atuais riscos.