Estudo com molécula inibidora da replicação do HIV tem resultados positivos

A Abivax, uma empresa de biotecnologia que pesquisa o sistema imunológico para desenvolver uma cura funcional para o HIV e outros tratamentos para doenças inflamatórias, autoimunes e câncer, anunciou agora, em 3 de julho de 2018, os resultados da segunda coorte do estudo ABX464-005, em fase 2A, sobre infecção pelo HIV.

O estudo ABX464-005 visa estudar os efeitos do ABX464 no DNA do HIV, bem como seu reservatório viral no organismo humano, no sangue e no tecido retal em pacientes com HIV e carga viral indetectável. O estudo foi realizado no Hospital Universitário Germans Trias i Pujol em Badalona, Barcelona, ​​Espanha. Nessa primeira coorte, nove pacientes foram tratados com 150mg de ABX464 por dia ao longo de 28 dias. Oito dos nove pacientes mostraram uma diminuição do DNA do HIV entre o dia 0 e o 28º dia nas células T CD4 do sangue periférico (até 52%).

Na segunda coorte, uma dose de 50mg por dia foi administrada ao longo de três meses em doze pacientes, a fim de avaliar o potencial desta dosagem em reduzir o reservatório de HIV no sangue e nos tecidos. A partir dos dados disponíveis da 12ª semana, a qual oito pacientes completaram a duração total do estudo nesta fase, quatro pacientes mostraram uma redução no DNA total do HIV nas células T CD4 do sangue periférico, variando de 2% a 85%, enquanto os outros quatro pacientes tiveram um aumento no DNA do HIV, de 5% a 36%.

Também foram coletados dados a partir de biópsias do tecido retal. Especificamente, nas células T CD45 do tecido retal, quatro pacientes tiveram uma redução no DNA do HIV, de 16% para 71%, e quatro pacientes tiveram um aumento no DNA do HIV, de 14% para 123%. Dados completos desta coorte serão submetidos às próximas conferências científicas.

“Estas descobertas mostram, pela primeira vez, que o ABX464 tem a capacidade de reduzir o DNA do HIV em reservatórios de sangue e tecido retal”, disse o Dr. Jean-Marc Steens, Diretor Médico da ABIVAX. “A duração mais longa de 12 semanas de tratamento com ABX464 foi segura e geralmente bem tolerada e suporta a dosagem prolongada.”

“Os dados da segunda coorte de pacientes no estudo ABX464-005 são importantes e encorajadores”, disse Ian McGowan, professor de medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh e presidente do Conselho Científico da ABIVAX. “Os resultados do estudo demonstram que alguns pacientes infectados pelo HIV que receberam 50mg de ABX464 tiveram uma queda relevante no reservatório de DNA do HIV. Estudos futuros identificarão as características dos pacientes com maior probabilidade de se beneficiar do ABX464 em diferentes regimes posológicos, isoladamente ou em combinação com outras estratégias de cura do HIV.”

Hartmut Ehrlich, CEO da ABIVAX, comentou: “É gratificante ver a justificativa científica para a ABX464 se traduzir nesses dados, que apoiam os planos da Empresa para estudos da Fase 2b, trazendo-nos um passo para o avanço da terapia do HIV”. Espera-se que mais dados estejam disponíveis em meados do próximo semestre.

A ABX464 é uma molécula desenvolvida para induzir a cura funcional em pacientes com HIV. Ela inibe a replicação do HIV através de um mecanismo de ação inteiramente novo, possivelmente capaz de reduzir ou eliminar os reservatórios virais e, assim, potencialmente, proporcionar uma redução duradoura na carga viral em pacientes com HIV.

A ABX464 inibe a biogênese do RNA viral, necessário para a replicação do HIV — um mecanismo de ação ainda não explorado. Ao ligar-se em um ponto do vírus que codifica três proteínas estruturais do vírus, a ABX464 inibe a atividade de Rev, uma proteína chave do HIV, e, assim, inibe a replicação do HIV.

O mecanismo que induz ao controle de longo prazo do vírus peloa ABX464 ainda está sendo estudado. A hipótese atual é que a indução feita pela ABX464 gera pequenos fragmentos aberrantes de RNA do HIV, que são então traduzidos em pequenos peptídeos. Esses peptídeos, uma vez depositados na superfície externa das células imunes, “marcam” essas células com o antígeno do HIV e, assim, desencadeiam uma resposta imune que pode resultar na eliminação dessas células.

Anúncios
avatar
10 Comment threads
67 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
GabrielCrisLucianoCarlaPVS Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Inscrever-se  
Receber notificação
Matias
Visitante
Matias

Boa tarde!
Tudo bem com Vcs? Espero que sim!

Queria tirar uma dúvida com Vcs…Gostaria de saber se os medicamentos precisam ser tomados precisamente (matematicamente) nos mesmos horários (no caso 2x 1)? Ou apenas 1 x ao dia como diz a bula? Vi algumas artigos dizendo que horario n são tão importantes quanto antes, que o importante é tomar todos os dias a medicação….Mas o que vcs acham sobre isso? O que seus médicos dizem?.
Será que tomar c 3 horas de atraso ou de adiantamento prejudicaria o tratamento com 2×1?

Interior
Visitante
Interior

Não precisa ser rigoroso. Os médicos pedem que seja no mesmo horário p que não se esqueça de tomar. 2h antes ou depois do horário habitual não faz mal algum.

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Você pode variar um pouco sim. Alguns médicos falam em 2h para mais ou menos, outros falam em até 4h.
Os remédios tem longa duração no organismo, então pode variar, sem prejuízos.

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Que bom. Pesquisas avançando, cura funcional se mostrando possível e a gente acompanhando e torcendo mais e mais.

Cyborge
Visitante
Cyborge

Olá! Aos colegas que tomam o dolutegravir: vcs usam de manhã ou à noite? Vou começar no fds, e meu médico me deixou a vontade para tomar de manhã ou noite. Gostaria de opiniões. Grato.

Luis Gustavo
Visitante
Luis Gustavo

Oi amigo,é bem melhor vc começar a toma-lo pela manha,pq tem algumas pessoas q tiveram insonia tomando ele anoite. eu tomo o 2×1 + dolutegravir todos os dias 6hs da manha em jejum,e nunca tive nenhum efeito colateral com esse esquema,estou a mais de 1 anos nesse tratamento. Que venha logo a cura.

+SC
Membro
+SC

Boa Tarde, Cyborge!
Bem… Faça o teste. Durante a manhã não deu certo comigo, os motivos foram o seguinte; Odeio acordar cedo nos finais de semana
Quando tomava na manhã me sentia sonolento após 1 hora.
Hoje tomo a noite, sem problema, sem insônia, com estômago vazio ou cheio.
Faça o teste e veja em que período do dia você se adapta melhor.

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Oi. Eu tomo há mais de 1 ano pela manhã. Nos dias de semana tomo entre 7h30 e 8h, que é meu horário de café da manhã. Finais de semana atraso um pouquinho para poder dormir mais hahaha, e tomo as 9h. Essa alteração de horário não interfere no tratamento pq uma variação de 2h para mais ou para menos não compromete nada. Meu médico sugeriu tomar pela manhã, pois em alguns casos pode gerar insônia se tomar a noite, mas não é regra, visto que várias pessoas tomam a noite e está tudo certo com a rotina de sono… Ler mais »

Daniel S.
Visitante
Daniel S.

Vou começar o meu daqui uns dias (Positivo SC, deu tudo certo, coloquei lá no fórum rssrrs). e vou tomar pela manhã, de acordo com os relatos das pessoas e eu perguntei pra minha médica e disse pra tomar de manhã, sem problemas.
O fato é que cada organismo possui reação diferente. Mas pelo que vi a maioria das pessoas possui insônia se tomar de noite.

EuPositivoSC
Membro
EuPositivoSC

Oiii. Que ótimo. Vou lá ler.
Boa sorte nesse recomeço. Tenho certeza que vai ajudá-lo a melhorar esses pequenos incômodos que você já relatou e a vida vai ser ainda melhor 👍🏻

Daniel S.
Visitante
Daniel S.

Muito obrigado!
🙂

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

Tomo a noite… geralmente 1~2h antes de dormir… isso quando não esqueço e tomo logo antes de deitar hehe…

Já tomei de manha tbm ao acordar mas pra mim tanto faz… não sinto nada mesmo !

Cyborge
Visitante
Cyborge

Blz galera. Obrigado!

Lucas Pizzon
Membro
Lucas Pizzon

É amigão, tudo vai depender de você; de como seu organismo reagirá..
Eu, particularmente, comecei tomando às 22h da noite.
Tive problemas com insônia…
Mudei para 7h da manhã, o que foi muito bom para o rendimento no trabalho, já que me deixava bem despertado/atento para as coisas (trabalho com a mente)…
Isso me deu um clique…e pensei como isso poderia me auxiliar para estudar, já que necessito ficar acordado das 20 horas até meia noite estudando para concurso.
Então mudei novamente, agora p/ às 18 horas da tarde… E foi muitoooo bom.

luquinha
Visitante
luquinha

luquinha
Visitante
luquinha

O pesquisador diz que será apresentado na conferencia pessoas zero % o que significa isso ?

Diego
Visitante
Diego

também não entendi. Ter paciente “zerado” como ele falou, pra mim significa dizer que.nem na corrente sanguínea, nem nos reservatórios/ santuários contém mais o vírus replicando. Alem disso, pelo que tenho lido uma das maiores dificuldades da ciência em desenvolver uma cura eh justamente não haver um método preciso que quantifique o vírus latente durante o tratamento. Não sei como ele consegue ter a certeza de que estão 100% limpos. Pra afirmar isso ele teria que ter suspendido os ARVs do paciente pra saber se permanece indetectável após longo tempo, sem rebote. Isso ele não detalha.no video Vamos aguardar o… Ler mais »

luquinha
Visitante
Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Também fiquei curioso quando o pesquisador disse “pacientes zerados”… A edição da reportagem pecou ao não explicar o que isso significa. Seria zerado de carga viral? Aí não seria novidade. Seria zerado de reservatórios (ou santuários, conforme expressão que eles usaram)? Aí, sim, seria uma novidade tremenda que poderia, inclusive, ser motivadora de mais aporte financeiro na pesquisa ou até mesmo aceleração do processo. Geralmente sou muito cético, mas essa expressão “paciente zerado” me deixou empolgado…

Rômulo Monteiro
Visitante
Rômulo Monteiro

Creio eu que em 10 anos estaremos esperando a cura esterelizante, enquanto isso já seremos funcionalmente curados hehe

Diego
Visitante
Diego

Acredito que a cura funcional seja o cenário mais cauteloso que os pesquisadores pregam. Se em 12 semanas o abivax demonstrou redução dos reservatórios em até 85%, vc imagina quem tomar por um longo período? Essa cura funcional pode MT bem evoluir pra esterilizante muito antes de 10 anos. Sinto cheirinho de cura no ar !!!

Luciano
Visitante
Luciano

A cura funcional deve vir nos próximos 20 anos, só acredito na cura esterilizante pra 2050.

O negócio é irmos vivendo sem se preocupar com isso que viveremos pra ver a cura.

Douglas
Visitante
Douglas

Alguém está enfrentando problema de distribuição de medicamento? Na farmácia onde eu pego o 3 em 1 em Porto Alegre, na Dermato, estão distribuindo para apenas 10 dias. Nunca vi isso acontecer.

POApositivo
Visitante
POApositivo

Eu peguei lá na semana passada e me entregaram para 30 dias como de costume… Mas já aconteceu de entregarem para 10 dias somente.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Aqui em Goiânia voltou o “racionamento”. Normalmente, entregam para 60 dias, mas voltaram a entregar o 3×1 para 30 dias. Uma mulher estava revoltada, pois disse que viaja 800 km pra buscar o medicamento. Outro cara ligou pro médico, pois não havia o medicamento que ele usa.

Tomm
Visitante
Tomm

Em SP, zona Zul, sem problemas. Desse meu início em janeiro é entregue para 60 dias

Daniel S.
Visitante
Daniel S.

Mais e mais boas notícias. Essa aqui, inclusive, passou no jornal nacional de hoje

https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/vacina-contra-o-hiv-e-testada-em-5-paises-e-protege-mais-de-67-dos-macacos.ghtml

Jaga
Visitante
Jaga

Mas nós seremos beneficiados ou ficaremos com a angústia de não poder nos imunizar? Nao falou nada no jornal…

Daniel S.
Visitante
Daniel S.

No Jornal Nacional não falou quase nada mesmo, mas leia a matéria no link que coloquei, é a mesma que passou no jornal, mas o JN falou bem sucintamente mesmo, mas na matéria aí no link está bem explicado.
Pelo que entendi é uma vacina para proteger do HIV, ou seja, pra quem não tem, porém, creio que essa vacina e esses estudos podem ser usados pra quem já vive com o HIV,.

Diego
Visitante
Diego

Daniel já levantei essa bola em outro post, justamente por ficar frustrado achando que essas vacinas preventivas não nos ajudariam, ou seja, quem já eh positivo. Ao pesquisar e conversando com o pessoal nos comentários do post ficou esclarecido que “algumas vacinas” que estão sendo desenvolvidas para prevenir, também participam de estudo em paralelo para tratar/curar, para isso além dessa vacina que estimula o.sistema imunológico também usam uma droga pra reverter a latência dos reservatórios, afim de que a vacina tenha uma eficácia maior. Essa seria a diferença ao que li, no aproveitamento de vacina de prevencao para quem já… Ler mais »

Davi
Visitante
Davi

Hoje foi um dia de reflexão para mim e sendo assim, senti uma necessidade de voltar aqui depois de muito tempo. Eu não tenho palavras para explicar como esse blog me ajudou quando descobri minha sorologia, eu era um jovem, tinha acabado de fazer 18 anos, e tive um relacionamento onde cismei que deveria fazer um teste. Pois bem, lá fui eu, sozinho, procurar um médico para realizar o teste rápido. Lembro até hoje do cheiro do hospital, da localização dos móveis, da enfermeira, da roupa que eu estava. Ela furou meu dedo, repetiu o procedimento e me deu a… Ler mais »

Sorocaba
Visitante
Sorocaba

Opa JS! Valeu pela matéria e agora entendi isso principalmebte por ser um novo jeito de destruir as selulas infectadas!

Luciano
Visitante
Luciano

Esse médico está equivocado, o vírus HIV sobrevive 1 hora em alicate, objetos cortantes, se cortar 10 minutos depois se infecta.

Eu fui infectado por sexo oral com mulher, e ela nem gozou na minha boca, mesmo assim me contaminei.

Alguns pontos desse vídeo do Bem Estar precisam ser revistos, se não vai ficar iludindo as pessoas igual a revista Superinteressante fez anunciando ” A Cura da AIDS “.

Me desculpem Jovem Soropositivo mas sobre um assunto desses precisamos ser realistas, eu não me iludo.