Notícias
Comentários 82

Tratamento contra câncer de pulmão pode reduzir reservatório de HIV

Nivolumab, um medicamento para tratamento de câncer de pulmão, pode induzir o esgotamento do reservatório de HIV, de acordo com uma carta publicada nos Anais de Oncologia e noticiada no Infectious Disease Advisor.

A Dra. Amélie Guihot, do Hôpital Pitié Salpêtrière, em Paris, e colegas descreveram o caso de um fumante de 51 anos, que vive com HIV desde 1995 e que foi diagnosticado com câncer de pulmão em estágio IIIa em maio de 2015. Menos de seis meses após o término da quimioterapia, o paciente sofreu uma recaída e foi tratado com Nivolumab, como segunda linha de tratamento contra o câncer, em dezembro de 2016. Sua carga viral sanguínea do HIV já era indetectável, sob Emtricitabina, Tenofovir e Dolutegravir.

Os autores observaram então um aumento progressivo e modesto da carga viral do HIV, até 101 cópias/mL, no 45º dia, seguido de uma diminuição para 31 cópias/mL, no 120º dia. Também observaram um leve aumento na ativação das células T, entre o 14º e 15º dias, com diminuições foram observadas nas células T PD1 + CD4 e CD8 no 30º dia. Um aumento acentuado foi observado nas frequências de células T CD8 e RT, específicas contra o HIV, entro 0 30º ao 120º dias. Uma diminuição drástica e persistente foi então observada no DNA do HIV associado às células. “Este primeiro relatório de uma redução bem sucedida dos reservatórios de HIV e abre novas perspectivas terapêuticas para a cura do HIV”, escreveram os autores.

Anúncios

82 comentários

  1. Cris_PE diz

    Que assim seja… Em nome de Jesus, que venha logo essa bendita cura!!!

    • Carla diz

      Amém! Que Deus seja louvado, em todo o momento. A cura chegará no momento Dele, espero que seja em breve.

  2. SAR diz

    Excelente notícia, mas parece ironia do destino. Um medicamento utilizado para tratamento do câncer poderá ser a solução no combate desse vírus, e não nos esqueçamos que no início da epidemia em meados dos anos 80, nos EUA, a infecção por HIV foi considerada como um câncer.

  3. AcreBoy diz

    Posso estar enganado, mas se não me falha a memória o AZT – primeiro fármaco usado para combater o vírus do HIV, a princípio, foi criado com o intuito de tratar de um tipo de câncer.
    Interessante perceber como a história parece ser um tanto quanto cíclica…

    • Jorgito diz

      É verdade. O AZT era um medicamento utilizado para câncer e por um mero acaso se descobriu que ele servia ao combate contra o HIV.

  4. Que ótimo, tomara que venha logo e não seja apenas mais uma noticia de uma possível cura que vem por ai e nunca chega. Deus seja louvado, não aguento mais o inferno de viver com esse vírus!

    • Carla diz

      Porque o inferno? vc pode sim ter uma vida normal, Deus pode tirar toda a aflição do seu coração.

      • Miguel diz

        Eu também não acho nada normal rs; sigo em frente, mas longe de ter a vida que tinha.

          • Miguel diz

            Oi Carla eu sigo de boa, mas muita coisa mudou, umas pra melhores mas a maioria pra pior em um trato geral, o negócio é não se abater com o problema, sinto bastante preconceito por sou de uma cidade pequena e desenvolvi aids e quase morri internado, dai a cidade ficou sabendo mesmo, o cunho sexual mudou bastante apesar de não suar preservativos com minha mulher, tem toda a questão de que fui um traidor um dia. Diminuir o vinho que era praticamente santificado na minhas noites também. Em contra partida virei um pai e marido mais presente, menos beberrão, cozinho mais, leio e etc.

            Mas realmente sinto falta de quem eu era, mas não é lamento, é constatação. Vida que segue.

            • Carla diz

              Creio que Deus faz as coisas sempre com um propósito. Será que justamente não era para vc ser um ´pai e marido mais presente? moramos no interior também, mas não contamos para ninguém, ainda há muito preconceito. Obrigada por compartilhar a sua história.

            • Tiago2 diz

              Caro Miguel, pelo que você relatou, você mudou muito e pra melhor!!!
              Esse freio que Deus te deu foi pro bem da tua família e seu.
              Além de HIV, temos mais uma infinidade de doenças até piores que podemos pegar simultaneamente.
              Já pensou em HIV e hepatite C??? Cara, isso seria uma catástrofe na sua vida!!!
              Eu tiro como exemplo meu mesmo. Quando eu estava sem HIV brincava demais com a sorte.
              Fiz coisas que hoje na condição de soropositivo jamais faria. Uma maturidade e responsabilidade que nada tem a ver com idade. Experiências da vida mesmo. Muitos com 70 anos jamais sentiram o peso das consequências de atos abusivos ao próprio corpo.
              Sou muitíssimo grato a Deus pelo HIV/AIDS. Já disse isso a minha esposa e ela ficou meio abalada logo de cara, mas expliquei que se não fosse o ocorrido eu jamais pararia com o jogo de sedução e consequentes abusos ao meu corpo, e também aos corpos alheios.
              Passados sete meses do resultado e do início de tratamento, vejo que a necessidade de conquistas foi a coisa mais besta do mundo.
              Adorava aquele jogo de querer e coseguir, quase sempre, conseguir.
              O sexo em si, na grande maioria das vezes, era algo superficial e sem graça. Era algo puramente psicológico e banal.
              Atualmente estou vivo(indetectável), pois quase morri com CV de 244.000 cópias e CD4 em 33, candidíase, gripes, depressão e síndrome do Pânico.
              Gostaria de fazer diferente? Siiiimmm!!
              Eu seria capaz de me conscientizar sem o HIV??? Nãããããoooo!!! Tenho certeza disso… Sempre fui autoconfiante demais e muito obstinado!!!
              Confesso a vocês que não sou o cara mais lindo do mundo, mas tenho boa aparência e boa condição financeira, que de certo modo facilita sobremaneira às brincadeiras, sem graça, com o corpo!!!
              Agora estou vivendo intensamente a minha família(esposa e filha) e de volta às práticas filantrópicas!!!
              Vivam meus caros!!! Vivam felizes!!!
              Não cai uma folha de uma árvore sem a anuência do divino pai eterno… Lembrem-se disto!!!
              Forte abraço a todos!!!

    • telma diz

      Isso é completamente normal , algumas pessoas respondem melhor a qualquer tratamento sendo ele cancer ou hiv se um homem teve seu reservatorio diminuido já é uma esperança pra muitos principalmente pq ele foi contaminado em 1995 seu reservatorio deveria ser muito maior . A cura pode ser que será para alguns .Mais o controle sem medicação espero que seja pra todos.

  5. Ed diz

    Gente do céu! A cura não está nas mãos de Deus hahaha. É ciência pura! Não se iludam. Eu era bem católico, de acreditar MESMO. Acabei infectado e aí realizei na minha cabeça que Deus não existe, que viví anos acreditando em uma coisa que nunca se mostrou benéfica na minha vida. Constatei que Deus nunca me livrou de nenhum mal. Sempre me ferrei em tudo que fiz na vida, sério, todo mundo que me conhece reconhece meu azar, já virei motivo de chacota por isso, inclusive. Aí essa virada de ano foi a primeira que passei infectado e durante os fogos eu estava lá: saúde, paz, dinheiro, que Deus me ajude… Aí deu um estalo na minha cabeça: peraí! DEUS O CACETE! hahaha e aí desde então me identifico como agnóstico e acredito estar caminhando para o ateísmo. Então se tem uma coisa que Deus não vai fazer é promover a cura do HIV, gente. Aprendamos que religião é culpa. Trabalha basicamente com punições e restrições. Tirando isso não sobra nada. Te cobra mas nao te dá nada em troca.
    Acreditem na ciência, essa sim é comprovadamente eficaz.

    Ps: nao quero criar polêmica alguma aqui, só queria falar dessa minha desconversão. Me orgulho desse passo, de verdade.

    Vida longa a todos.

    • ricardo costa diz

      incrível kkk… vc ta certinho… como tem marias pão de queijo crendo que Deus faz isso, aquilo e cura.. kkkkkk. ja são 36 anos de hiv… ja morreram 30 e tantos milhões incluindo crianças, hemofílicos, gente inocente etc kkkkkk Hiv é pura ciência … so a ciência dará uma cura ao hiv, cancer etc kkkkkkkkkkkkkk.. acorda população

    • Gil diz

      Eu, não sou religioso e nada atribuo a Deus. Mas não temos autoridade de constatar ou não a existência de uma inteligência superior, universal, uma energia que a cada humano que crê, oferece o seu propósito. Não creio que este arquiteto do universo fique intervindo, nos fazendo de marionetes, mas creio que para tudo há um propósito, e esta crença é minha, não tenho o direito de impor ou de fazer com que outros creiam nela. Apenas eu cuido para que o Ser Superior que eu creio e que diverge do perfil do Deus que a maioria acredita, não seja causa de desesperança ou discussão ou tire a crença ou a esperança de uma vida ou um mundo melhor.
      O fato de você sempre se ferrar na vida, de ser azarado, por si só, já é uma atribuição de crença no sobrenatural. Porque pode ser o acaso. Pode ser alguma entidade ou falta de planejamento e de você ser estabanado. Talvez, pela escrita, chuto que sejas impulsivo.
      Concordo que Religião, no modelo que as pessoas entendem, é baseado na culpa, mas os humanos aprenderam a se sentir bem assim, pela influência cultural. Dá pra mudar, mas é complicado, porque passa pela reformulação do processo educacional, de ensinar a pensar e refletir de forma mais profunda.
      A ciência já fez muita merda também, e não é tão eficaz, pois muitas coisas que se atestam não se aplicam e nada muda na vida das pessoas.
      Creio que você possa cuidar para não adentrar ao radicalismo.

    • JP diz

      Os cientistas passam anos pesquisando e as pessoas querem dar o crédito ao seu “amigo imaginário”? Nunca vi alguém dizendo que foi ele quem espalhou esta praga que matou tanta gente e continua matando nos países mais pobres. Pelo menos hoje em dia, levamos uma vida quase normal e a doença está controlada.Torçam pelos cientistas e não para o seu amigo imaginário descobrir a cura.

  6. Caio PE diz

    Um passo de cada vez. A cura virá, mas não podemos ter pressa nem agitação. Lembrem-se das pessoas das décadas de 80 e 90 que não tiveram a sorte de hoje. Cientistas e todos engajados que sejam abençoados !

    • Nunca na historia teve tantos estudos sobre a cura .com certeza Deus vai abençoar os cientistas e conseguiremos por um ponto final nesse virus maldito q levou tantas vidas inocente. Abraço a todos e naum desistam dos seus sonhos.

  7. Tony iSP diz

    Infelizmente não é uma vida tão normal. Chega uma hora que os efeitos colaterais começam pesar um pouco. Mas, com certeza, temos muito mais sorte de que aqueles que não tiveram os medicamentos no passado. E vamos ser otimistas: uma hora a solução definitiva vai aparecer. Detalhe: em 2018 comemoro 30 anos de hiv+. Ah, e gostaria de manter contato com outros soropositivos. Mas só pra falar de coisas boas. Abraços a todos! Tony, do interior de SP.

  8. Fernandinho diz

    O infecto de voces acreditam na cura? O que eles falam a respeito? Dao algum prazo que eles acham?

    • Miguel diz

      hahahaha o meu não acredita nem que não passamos qndo indetectáveis, acha que a prep é um tiro no pé, e pra eu conseguir trocar o esquema tive que brigar com o cta inteiro rs

  9. Cbb diz

    O grande consolo nesta história toda que nós vivemos é que as grandes indústrias farmacêuticas já ganharam somas inimagináveis de dinheiros com o hiv que só lhes resta mesmo trazer a tão esperada “cura” a superfície.

  10. Carla diz

    Gostaria de uma opinião de vcs. Vcs acham que para casais sorodiscordantes vale a pena usar o Truvada? pois li que a longo prazo pode causar problemas nos rins e ossos, pois a camisinha é muito segura neh, para quem utiliza camisinha será que há necessidade de tomar esse remédio? obrigada.

    • Caio PE diz

      Converse com seu infecto sobre. Ele saberá te orientar da melhor forma. Entretanto, pesquisas atuais apontam que, quem se trata CORRETAMENTE e mantém sua CV indetectável por um bom período, possui chance quase 0% de transmissão. Claro, isso considerando um relacionamento estável (o que, infelizmente, é raro hoje em dia).

    • Life diz

      Carla,

      Sim no longo prazo pode causar problemas de rins e ossos em função do Truvada conter TDF, a uma nova versão do Truvada comercializada como Descovy que utilizada o TAF, nova versão do TDF – o qual não causa estes problemas conforme os estudo já publicados.

      A camisinha é segura e lhe protege não só contra HIV mas contra outras DST, adicionar o Truvada seria mais um extremismo de segurança *** considerando que seu parceiro é indetectável e fiel ***

      • Carla diz

        Você sabe se essa nova versão já está disponivel para venda aqui no Brasil?

        • Life diz

          Pelo SUS não está disponível – não sei dizer se na rede privada você conseguiria comprar – esqueci de mencionar que o Descovy ainda não foi aprovado como PreP, sua opção agora seria Truvada.

          • Carla diz

            Entendi, mas em breve deve ser aprovada, neh? como vc ficou sabendo sobre isso?
            obrigada.

            • Life diz

              Ainda precisa ser feito vários trials para avaliar a eficácia do TAF, isso está em andamento.

              Sei disso porque utilizo genvoya o qual é baseado em TAF, a versão anterior era baseada em TDF.

    • Miguel diz

      Eu e minha mulher não usamos camisinha e ela está interessada em tomar o truvada, vai de cada um.

  11. Olhos 03 diz

    Carla está com carga indetectável?tem um relacionamento sólido ?faz tratamento certo toma remédio certo e tratamento ? Se sim não precisa usar truvada se estiver indetectável vc pode até retirar a camisinha caso vc e seu parceiro queiram tenham uma conversa com o seu dr sobre isso casais discordantes podem ter relação sexual e ter filhos sem hiv

  12. Solangedoenças diz

    Me sentindo otimista carrego esse vírus há 29anos só comecei o tratamento no ano passado e por enquanto está tudo certo a única coisa chata é que ganhei uns pezinhos e com isso a pressão está alta agora além de ser soro positiva sou hipertensa é a vida sigo tratando e procurando não me aborrecer com problemas extras .Vamos vencer essa tempestadade Deus é pai

    • Oi Solangedoenças vou te fazer uma pergunta como assim 29 anos Hiv+ e a 1 ano iniciou o tratamento ???
      Vc era controladora de elite???

  13. olha que notícia super boa..
    Novo estudo conclui que os riscos de interrupção do tratamento podem não ser tão graves, afinal.

    “Pela primeira vez, pesquisa definitiva foi feita observando os potenciais efeitos negativos da retirada de ART por um período limitado para confirmar se uma intervenção foi efetiva na redução dos níveis de reservatório de HIV”, disse o Dr. Anthony S. Fauci, diretor da Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID).

    “Descobrimos conclusivamente que não há efeito negativo de interromper ART, o que terá implicações emocionantes para a pesquisa do HIV no futuro”.

    https://www.healthline.com/health-news/interrupting-hiv-treatments-in-hopes-of-cure#1

  14. Sorocaba diz

    JS to vivooooo e super bem e feliz e trabalhando e comprei um carro e me tratando e beijando na boca. Vc nao se lembra de mim, pq passa muita gente por aqui, mas ah um ano atras quando descobri em dezembro e em janeiro comecei me tratar e eu estava super depre e doente e achando que meu mundo tinha acabado, eh soh dar tempo ao tempo e se tratar como qualquer outra doença! vlw ah vc JS vlw ah todo mundo aqui que me deu conselhos super positivos pq é isso que valeu a pena…. bjs no coração de todo mundo… vamos ser corajosos…. vamos ter resiliência…. vamos ser felizes ….. bjs a todos no coração!!!

    • Paulo diz

      Eu lembro de você… Cara q superação! Parabéns! Lembro de você porque quando cheguei aqui em Maio lia suas histórias e você não superava, parecia o fim, olha como você está mudado e confiante! Parabéns

    • Rafael diz

      São relatos como o seu Sorocaba que me dão força para seguir e não desistir. Não vou mentir há momentos em que me sinto inferior por ser soropositivo, mas quando leio isso me encho de esperança e penso que minha vida ainda vale à pena.

  15. SAR diz

    Boa noite Sorocaba,

    Que bom saber notícias suas… Apesar de ainda ser um novato aqui no blog quando você apareceu, me lembro bem das suas dificuldades. Coincidentemente, muito similares às minhas, naquele momento, e de muitos outros que, diariamente, integram esse grupo. Fico muito feliz em saber que estás bem, que conseguiu superar o “luto” e está dando a volta por cima. Eu também me sinto muito bem. Estou feliz e o fato de ser soropositivo já não tem o mesmo peso em minha vida. Graças à Deus, somos seres adaptáveis e, por mais difícil, que seja tal diagnóstico, somos sim, capazes de ver beleza nas coisas mais simples da vida. Não desapareça, certo? Depoimentos de pessoas que estão conseguindo dar a volta por cima são muito válidos para os novos que chegam aqui. Lembro-me de quanto me foi instrutivo e útil os depoimentos que li aqui logo após meu diagnóstico. Hoje procuro retribuir, na medida do possível, o que tanto fizeram por mim.

    Abração!!!

    • Henrique diz

      SAR, exatamente isso. São depoimentos assim que consolam os recém diagnosticados. Com o seu desejo de retribuir é muito bonito. Parabéns.
      Parabéns a você também Sorocaba, sua mensagem tem a função de deixar as outras pessoas esperançosas. Inclusive eu, que ainda me encontro naquela fase complicada.
      Obrigado

    • Sorocaba diz

      abração e pode deixar q sempre vou deixar alguma boa notícia aqui!

  16. gusta diz

    Pq muitos aqui falam q pararam de beber? N entendo… Qual o problema de beber? Pode ou não pode?

    • TriploX diz

      Beber, faz mal para o organismo (ou ao menos PODE fazer mal). Se tu toma uns remédios que causam muitos efeitos colaterais e pode comprometer órgãos, é normal vc querer “poupá-los” p/ n ocorrer sobrecarga. Quem acha que n atrapalha em nada e se sente bem, bebe sem problemas. Meu pai mesmo, toma acho que uns 12 comprimidos por dia (tem diabete e pressão alta), tem uns efeitos colaterais que ele nem liga e vez ou outra bebe mais que meia garrafa de wiskey (p/ qm tem 60 anos acho muito). Mas ele nem liga, então está de boa. Eu, no lugar dele n beberia, na tentativa de n sobrecarregar meus órgãos. Enfim, acredito q muitos acham q precisam tomar mais cuidado com a saúde. Alguns tb falam que o álcool potencializa os efeitos do EFZ, mas aí já n sei.

      • Sp+- diz

        Potencializa sim e pode causar surtos psicoticos e alucinações.

        Meu companheiro sofre disso desde q começou a tomar o fez. Mto ruim qdo acontece pq ele perde a noção do q é real ou se está fantasiando uma situação.

        Especialmente situações que envolvem ciúmes.
        Tá bem complicado e estamos aguardando ansiosos o dtg.

        Aliás alguma novidade sobre essa troca?

        • D_Pr diz

          Ouvi dizer que os danos causados ao sistema nervoso central pelo uso do efavirenz são irreversíveis. Esses surtos e etc que seu companheiro sofre, mesmo que substitua a droga, continuarão.

          Olhe bem, ouvi dizer…to te contando como me falaram….

          • Positivo Azul diz

            São reversíveis sim.
            A partir do momento que essa droga para de circular no seu organismo, pode ser reversível.
            Converse com seu infecto e explique tudo que está acontecendo que ele poderá solicitar a troca da combinação.
            O problema é que alguns médicos ficam meio apreensivos em trocar para um novo esquema e o paciente não se adequar ao novo esquema onde ocorre o risco também do paciente sofrer com efeitos colaterais graves da nova combinação, porque cada organismo reage de uma forma. Já li aqui que algumas pessoas também já tiveram problemas com o DTG e estão fazendo uso de combinações mais antigas e estão sem problemas, ou seja você tem que procurar se encaixar em uma combinação que você se sinta bem.

            • Caio PE diz

              EFZ ninguém merece isso ! O DTG é muito superior. Converse com seu infecto sobre e insista, se for o caso !

          • Sp+- diz

            D_Pr, todo mundo que teve estes problemas aqui nos comments e que se livrou do fez, se livrou dos problemas psiquiátricos tb.

            Acho legal eu comentar isso pra não deixar as pessoas que estão sofrendo com isso preocupadas pq já basta a barra do efz.

            O q eu por sorte, notei, pq a própria pessoa não percebe justamente pq ela está acometida dessa fantasia.

            Me parece ser um remédio desgraçado mas necessário.
            Vamos passar com a infecto dele e ver o q ela diz mas já adiantou que ainda não estão mudando do EFZ direto pro DTG

            Infelizmente

    • Paulo diz

      EU bebo e muito! Hahahahahahahahhaha sempre indetectavel, e com a saúde em dia. Bjs

      • Tomm diz

        Comecei tratamento em janeiro, tentando beber pouco e em poucos dias.. mas é difícil.. rs. Medo dos resultados .. rs

  17. SAR diz

    Bom dia colegas,

    Quero compartilhar que ontem fiz uma coleta de sangue solicitado pela minha infectologista e já saíram a maioria dos resultados e, graças à Deus, os resultados que após o início da TARV (outubro/2016) sofreram algumas alterações como, por exemplo, triglicérides e bilirrubinas estão voltando aos valores normais. Estou muito feliz, porém estou com uma dúvida, pois quando era soronegativo no meu hemograma aparecia o seguinte (Leucócitos – 5.850/mm3 e Linfócitos Típicos (1.989/mm3) e no exame realizado ontem 01/02 (Leucócitos – 6.240/mm3 e Linfócitos Típicos – 1.810/mm3). Minha questão é: Será que sempre fui imunodeprimido? Me veio essa dúvida também, pois já li aqui que pessoas com diagnóstico tardio, ou seja, CD4<200 células/microlitro, muitas vezes, são acometidos por infecções oportuinistas e eu, felizmente, no momento do diagnóstico com CD4 de 58 células/microlitro não fui acometido por nenhuma IO. Sabendo que a contagem de Leucócitos e/ou Linfócitos tem a ver com os valores de CD4 o que vocês poderiam me dizer. Alguém já fez essa comparação com os hemogramas?

    Obrigado e um forte abraço!

    • TriploX diz

      SAR, tudo bem? Que bom que seus resultados estão bons. Seguinte, se vc estivesse dentro da média “normal” a contagem seria mais ou menos o seguinte: 30 – 35% dos linfócitos do hemograma = cd4. De forma grosseira seria isso. Então qd vc n tinha o vírus, olhando por esses resultados, vc teria um cd4 de +- 600, dentro do padrão, portanto. Hoje seu cd4 já deve ser perto dos 600, novamente. Então vc n era imunodeprimido (tomando por base esses exames). Hoje vc tb n é imunodeprimido (já que os ARVs estão controlando isso). Acontece q quando se tem hiv n controlado o comum é o cd4 abaixar e o cd8 aumentar e este ir abaixando mais lentamente q o cd4, mudando as porcentagem em relação aos linfócitos totais. Hoje seus resultados estão muitos similares aos de qd vc n tinha o vírus (n dá nem p/ considerar q teve mudança com esses dados tão próximos …). Talvez qd vc estava com cd4 58 os seus linfócitos fossem mais baixos. Vc fez algum hemograma nessa época?

      • SAR diz

        TriploX

        Muito obrigado pelo retorno. Então, eu acredito que esse percentual (30 – 35%) dos linfócitos = CD4 não se aplica ao meus resultados laboratoriais. Veja os resultados dos meus exames após diagnóstico. Fui diagnosticado dia 19/09/2016.

        19/09/2016 – Linfócitos típicos: 1.582/mm3 – CD4: 58 células/microlitros.
        10/02/2017 – Linfócitos típicos: 2.151/mm3 – CD4: 173 células/microlitros.
        08/08/2017 – Linfócitos típicos: 1.674/mm3 – CD4: 139 células/microlitros.
        01/02/2018 – Linfócitos típicos: 1.810/mm3 – CD4: Aguardando resultado

        Diante desses resultados, o que você pode me dizer?

        Abraço.

        • Caio PE diz

          CD4 abaixo de 200 é considerado, pela literatura oficial, como fase AIDS. Não necessariamente que a pessoa vai ter alguma IO, mas a mesma está mais vulnerável a tê-la. Com o tratamento correto e a CV controlada, o CD vai subindo ao longo do tempo, variando de pessoa para pessoa. Vale lembrar que vários fatores fazem oscilar os linfócitos: hora da coleta, doente (ex. gripe no momento da coleta), estresse, má alimentação, diabetes etc

          • SAR diz

            Caio PE,

            Dos fatores que fazem oscilar, no meu caso, considero apenas o horário da coleta, pois sempre faço coleta pela manhã, em jejum, pois há outros exames que necessitam estar em jejum e economizo agulhadas. Desde que fui diagnosticado nunca fiquei gripado e como expus acima, meus exames estão todos dentro dos limites desejáveis e os que estavam com alguma alteração já estão voltando aos níveis considerados normais. Me considero um abençoado por isso e espero que, assim continue, porém não entendo esses valores baixos de linfócitos típicos antes da soroconversão e que se mantém após soroconversão.

            Abraço!

            • Caio PE diz

              Sim, pois quando você foi diagnosticado com CD4 = 58, você estava propenso a várias infecções oportunistas. Tivesse sorte. Suponho que você foi infectado há um bom tempo para ter esse valor baixo no momento. Mas isso não importa: om importante é manter o tratamento certinho !

  18. TriploX diz

    SAR, realmente, bem estranho esses números. N estou achando baixo teus linfócitos, qual o valor de referência q tem no seu exame? O cd4 q está um pouco baixo ainda, mas isso varia mto de organismo p/ organismo, por exemplo, tem um conhecido meu q foi diagnosticado com cd4 lá embaixo, igual a vc, com 6 meses de dolutegravir + 2 em 1 o cd4 dele está > 400. N sei se vc já conseguiu ficar indetenctável, mas vc fez genotipagem? Que q seu médico tem falado sobre isso? Tomara q dê tudo certo e seu cd4 suba logo. Eu já notei que alguns exames n têm muita “lógica”, algumas pessoas tem números altos e ficam doentes e outros têm números baixos mas nunca tiveram nada … vai saber

    Boa sorte, abraço

  19. SAR diz

    TriploX,

    Sim, estou indetectável desde fevereiro/2017. Analisando os valores de referência para linfócitos típicos, os valores estão dentro dos níveis aceitáveis. Terei consulta com minha infectologista na segunda quinzena deste mês e a questionarei sobre isso. De qualquer forma vos agradeço pela tentativa em me ajudar.
    Excelente final de semana pra vcs todos!

    Abraço!

  20. Paulo diz

    Se os cientistas descobrem algo, se a medicação está avançada é por mérito deles próprios, pelo esforço, pelo estudo. Mas não venham atribuir isso a existência de Deus, se você está infectado como eu, foi porque nos foi dado o livre arbítrio. O seu passo deveria ter sido a aceitação, e não procurar o culpado.

    • Tiago2 diz

      Paulo, concordo!!! Quem está se culpando que continue, mas sem neuras!!! Eu sou culpado sim!!! Entretanto toquei a bola pra frente e resolvi aceitar as consequências, e viver da melhor maneira possível. Sempre acreditando nos desígnios superiores!!!

  21. Ney diz

    Sou ateu. Detesto vê esse pessoal tentando a força converte pessoas para alguma religião. Eu jamais saio por aí tentando convencer pessoas a virarem ateu. Cada um na sua. parabéns aos cientistas que lutam para alcançar a cura. Aos que tem religião vivam ela no seu particular. Bjsss saúde para todos.

  22. daniel diz

    Alguém me ajuda?
    Vi que dá para comprar/importar o TRUVADA pela internet, numa farmácia on line americana.
    Agora com relação aos ARV’s, tipo 3×1 existe essa possibilidade? Sei que o governo oferece gratuitamente, mas isso – comprar numa farmácia – é bem mais prático, claro que gasta, mas é uma dúvida.
    OU
    se podemos (vi num vídeo falando que pode trazer, sim, mas não é barato) trazer dos EUA ou outros países? tipo, vou para os EUA e de lá já venho com remédios para seis meses. É possível mesmo fazer isso já que o remédio não é proibido no Brasil, apenas a sua comercialização? Alguém sabe disso a respeito ou já ouviu falar? No youtube não vi mais informações.. acho beeeeeeeeem mais prático, só queria saber se alguém fez/faz ou sabe de alguém que importa direto ou compra on line os ARVs?
    Lá nos EUA é tudo comprado, aqui temos gratuitamente. Uma maravilha! Mas, em contrapartida (não é o meu caso) algumas pessoas têm medo de ir na farmácia buscar os remédios e inclusive pagam para outros retirar.. sem falar que algum mês pode faltar, ou às vezes é só para um mês e tal…
    O Governo bem que podia mudar essa política de os medicamentos serem apenas gratuitamente..pois se a pessoa pode comprar não vejo motivos para negar.
    Faço meu tratamento 3×1 mas não vejo a hora de mudar/trocar o efvz por outro..

  23. Anne diz

    Olá, Meninos e Meninas especiais! Saudades! Também sou ateia e creio, sendo assim, que o homem é o autor de todo o bem e todo o mal existente. Amei a publicação. Promissora e nutridora de nossas esperanças. Fiquem todos bem, somos todos vencedores! P.S.: JS… e o bebê lindo e saudável, já nasceu? Conta aqui pra gente, neh.

  24. Vic diz

    Pessoal, alguma dica pra abaixar os triglicerídeos? Além de intensificar atividade física e alimentação?

    • Dhivo diz

      Amigo boa noite.
      Vc pode pedir ao seu infecto uma medicação para ajudar a diminuir.
      Infelizmente ela não eh oferecida pelo SUS porém vc pode mandar manipular e o valor fica bem em conta.

  25. SouJorge diz

    Boa noite!

    Venho aqui hoje agradecer você, JS, Muitíssimo obrigado!

    Hoje são 04 de fevereiro de 2018, e no dia 01 num exame de rotina me descobri portador do HIV.

    Ao contrário de muitos meu mundo não caiu, não chorei, não me desesperei,mas também não tinha informações sobre praticamente nada além do que era noticiado nos 90, ou seja ,morte certa.

    Vim aqui pra não somente pra agradecer ao ” Jovem Soropositivo” , mas também vim dizer à todos vocês que sofrem por serem portadores que suas vidas têm e podem seguir tranquilamente. Se Cuidem primeiramente, e principalmente aos que não estão indetectáveis;podem beber sim ,mas lembrem-se que nosso fígado e rins são bombardeados pelos medicamentos , então bebam com moderação. Quanto a sexo, segundo os pesquisadores via de regra só temos capacidade de infectar alguém com Carga viral acima de 380 cópias, então indetectável não transmite, portanto , podemos ter filhos sim e saudáveis com qualquer outra pessoa.

    Quero também dizer algo muito importante além de tudo pessoal: NÃO DEIXEM QUE O DIAGNÓSTICO MATEM VOCÊS EM VIDA, não tenham PRECONCEITO consigo mesmos ,pois, o preconceito é o maior estigma e a maior dor. E OUTRA COISA: NÃO VOCÊS NÃO PRECISAM CONTAR NADA DO CRUSH QUE ACABARAM DE CONHECER PORQUE SE TRATADOS E INDETECTÁVEIS NÃO OFERECEMOS RISCO ALGUM,OK?

    Quero dizer à vocês que busquei muito por informações, e encontrei pessoas incríveis essas quais tenho amor e carinho hoje em dia, e muitas delas conheço,sou amigo e compartilho minha vida, e ele a deles com nossos altos e baixos,mas aprendemos uns com os outros a viver, superar, amar e não nos sentirmos indignos ou menores que qualquer outra pessoa.

    Desejo o melhor à todos aqui, e os que não encontram paz e felicidade nesse caos que encontrem como eu e meus “amigos” encontramos. Muto obrigado, e Feliz Vida!

    • Olhos 03 diz

      Parabéns pelo seu texto sou Jorge realmente temos que encarar assim me passa seu e-mail pra gente conversar

  26. Paulo diz

    Vc só percebe o mal que o efz faz quando se livra dele. Me considero uma pessoa forte, pois tenho certeza que qualquer outra pessoa no meu lugar, sentindo o que senti não iria aguentar não! Quando eu tomava o 3×1 a noite às vezes meu corpo ficava tão quente que eu achava que estava com febre, cansado intenso, depressão e pouca concentração até para ler eram um dos sintomas. Daqui a alguns anos quando essa medicação for anulada de vez, iremos comemorar muito pois ele já irá tarde.

  27. Oswaldo diz

    Gente boa noite a todos.
    no inicio de 2017 eu estava apavorado. Fiz sexo sem me preservar e depois fiquei sabendo que a pessoa era portadora HIV. Sinceramente, eu fiquei doido ( no exato termo da palavra ). Só sabia chorar. Fiz exames e deu negativo. Fiquei super feliz. Mas o que eu quero dizer é que, quando nos vemos numa situação ruim, nos agarramos em algo que nos dará esperança. Naqueles dias eu me agarrei muito em Deus, orava e pedia muito para que Ele me livrasse da doença. E a minha salvação foi essa. Conheço tantos casos de suicídios, por diversos motivos e acredito que se a pessoa se agarrasse em algo ela poderia se salvar. Eu entendo que o lado espiritual, emocional, auxilia em muito. Vejo gente falando mal da Biblia, dizendo que não acredita e por ai vai. Mas eu não vejo nenhum conselho ruim pra minha vida la. Pelo contrario, se eu seguisse os ensinamentos nela contidos minha vida com certeza seria bem melhor, claro que sem radicalismos. Por isso eu agradeço sim a Deus, por tudo e em todos os momentos. Religioso eu não sou, mas para mim Deus é semelhante a policia. Ruim com Ele, pior sem Ele.

  28. Deus é + diz

    Um ano depois do diagnóstico fiz o segundo exames de carga viral e cd4 depois do inicio do tratamento e estou com carga viral indetectavel e cd4 de 1265. Emagreci, pois estava bem gordinho. To fazendo tratamento de pele e pra queda de cabelo (genético, nada a ver com hiv) e coloquei aparelho nos dentes. Comecei a malhar e estou até gostosinho rsrsr… mais saudável que nunca.. trabalhando bastante, estudando pois me formo em julho e viajando esse Brasilzao e curtindo a vida sozinho ou acompanhado. Estou na melhor fase da minha vida. HIV é só um mero detalhe que como todos os outros detalhes da vida eu tirei de letra. Obrigado a esse blog que foi um bálsamo nos meus momentos de dor no inicio do diagnóstico. Forte abraço e não desistam… A vida é daqueles que lutam por ela!

  29. Ney diz

    Também estou há um ano de tratamento. Estou indectavel e relativamente bem. Levando a vida da melhor forma. Estudando aparelho dentário fazendo natação etc. O vírus não é maior que a vontade de viver. Em relação a cura se vier será incrível mas não pauto minha vida só em relação a isso. Bjsss

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s