Notícias
Comentários 140

Ward 86

ward-86

Ward 86 foi uma das primeiras clínicas de tratamento de aids nos Estados Unidos, inaugurada em 1º de janeiro de 1983, quando a epidemia começava a se espalhar por São Francisco, antes de seguir para o resto daquele país e, depois, para todo o mundo. Ganhou este nome porque ficava no 6º andar do edifício 80, um prédio de tijolos vermelhos desbotados, no campus do San Francisco General Hospital.

Um dos responsáveis pela inauguração do Ward 86 foi o Dr. Paul Volberding, médico oncologista que atendeu o primeiro caso de aids em São Francisco, em 1º de julho de 1981 — um paciente que sofria com sarcoma de Kaposi, um tipo de câncer típico de sistemas imunes muito deprimidos e que veio a se tornar uma das principais doenças associadas ao diagnóstico de aids.

Quando o Ward 86 abriu as portas, a maioria dos seus pacientes eram jovens homens gays que já estavam com aids. Muitos deles morreram. Mas alguns sobreviveram — e foi principalmente para estes que o Ward 86 inaugurou, recentemente, seu novo setor: uma clínica geriátrica. Os pacientes jovens que antes sofriam com doenças oportunistas típicas da aids, agora deram lugar a idosos soropositivos que sofrem de doenças típicas do envelhecimento natural.

Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como: ,

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

140 comentários

  1. Pessoal como está a situação dos amigos do estado do Espírito Santo? Pois vi na televisão que nem postos de saúde estão funcionando. E aqueles que precisam de consultas, pegar remédios. Deus abençoe eles nesse caos que o estado está vivendo nesse momento.

    • JV diz

      Estou em Vitória e a situação continua estranha. Estava em casa desde domingo e saí apenas hoje para treinar porque a academia fica bem perto do prédio. Porém as ruas continuam desertas. Segundo meu namorado, que é daqui, está tudo suspenso. Somente emergências. Eu não pego meus medicamentos aqui…pego em outra cidade ( minha cidade de origem- estou na casa do meu namorado). Imagino a situação das pessoas que precisam pegar o remédio. Eu mesmo quase fiquei sem remédio por um dia porque meu médico estava de férias e eu, como sempre faço, deixei pra última hora hehehe. Bom que no CTA que pego as meninas são tão bacanas comigo que sempre liberam dois frascos.

    • Luiz Carlos diz

      Eu moro na Grande Vitória e preciso pegar os medicamentos segunda. Voltei para a minha cidade natal e amanhã vou consultar com um infecto para pegar os medicamentos aqui, porque lá as unidades de saúde estão fechadas.

      Fora isso, a cidade está um caos. Os poucos que se aventuram a sair de casa furam todos os semáforos, a maioria dos mercados está fechada, os que estão abertos praticamente não têm mais comida, só entram de duas em duas pessoas, sendo revistadas na porta. As praias que sempre são movimentadas parecem locais de filme pós-apocalíptico, não se vê uma pessoa, carro, ou qualquer outra coisa na rua.

      Mas o pior mesmo é à noite. O silêncio é tão grande que qualquer barulhinho já assusta. Desde domingo passo todas as noites praticamente sem dormir, fico na janela com os outros moradores conversando e fazendo uma vigília no condomínio.

      O exército ontem estava um pouco mais presente, mas depois de passar o dia e a noite toda observando a movimentação da orla, devo ter visto o exército duas vezes apenas. Onde eu moro, a única coisa que tem funcionado e dado o mínimo de apoio aos moradores é a Guarda Municipal (que é armada).

      Eu entendo a paralisação dos policiais. Conheci alguns deles pois sempre estou no mesmo lugar na orla, e eles sempre passam por ali fazendo patrulhamento. Estávamos conversando na semana retrasada e eles me contaram que se eles querem fazer patrulhamento com bicicleta, eles tem que pagar o banco da bicicleta, porque não dá pra ficar 8h sentado num banco daqueles que nem amortecedor tem. Se estoura o pneu, eles tem que pagar a câmara para continuarem trabalhando, e por aí vai.

      A população no começo estava meio dividida entre o movimento dos policiais e o secretário de segurança, mas o secretário se provou tão arrogante, e o vice-governador tão ausente, que a população agora apoia os PMs na sua grande maioria.

      Enfim, estou aqui na minha cidade natal, sem data pra voltar pra Vitória, sem poder ir trabalhar… Não sei se vou continuar tendo emprego quando eu voltar, porque eu literalmente só informei meus gerentes que eu não tinha condições de ir trabalhar por falta de segurança. A empresa está com o efetivo de emergência apenas, e muitas empresas tem usado vans com seguranças para buscar o pessoal em casa.

      Resumindo, estamos em guerra e somos reféns, presos em nossas casas.

      • Paulo Roberto diz

        Luiz Carlos, ainda bem que você tem essa clareza de raciocínio. A mídia e alguns partidos estão fazendo, há anos, uma verdadeira campanha CONTRA A POLÍCIA.
        Agora vemos que a Polícia se faz NECESSÁRIA. Tudo pára se a Polícia parar.
        Cadê o pessoal dos Direitos Humanos? Maria do Rosário, Jean Wyllys, essa turma?
        A paralisação teve esse lado bom: mostrar às pessoas a importância da Polícia. E eu vejo que a maior parte das pessoas apóia a PM, ao contrário do que pretendiam os sociopatas.
        Quando eu entrei para a Polícia, soldado raso recebia DOZE salários mínimos mensais. E agora, pouco mais de UM SALÁRIO MÍNIMO. É revoltante!

  2. Mauricio diz

    Olá pessoal, boa tarde…Estou com uma preocupação e gostaria que alguém, caso entendesse mais pudesse me esclarecer, Estou em atestado médico no meu trabalho, sou seletivado em uma prefeitura, pois pelo direito a sigilo que temos e ética profissional do médico que emitiu o atestado não preencheu o CID, pois não tenho intenção de falar minha situação de soro +, e hoje a minha chefia maior enviou para a minha repartição um oficio onde claramente ela pede o CID, o motivo do atestado médico, estou preocupado quanto a isso.

    • Luiz Carlos diz

      Mauricio, vai de você querer contar ou não. Eles não podem te demitir por conta do HIV, mas se você não quer contar por motivos de retaliações, etc, converse com o seu infecto. É realmente delicada a situação, pois o médico também não pode mentir caso você solicite um documento com o CID, mas sugiro que converse com ele para que, quem sabe, vocês encontrem uma saída.

      • Miguel diz

        na verdade ele não mente, o médico nunca vai colocar o cid b24 (aids), c colocar é um retardado despreparado. Obviamente vai colocar o cid da doença oportunista. (pneumonia, herpes, tuberculose, gripe, enxaqueca.) (escrevi la embaixo errado)

        • Gil diz

          É bem esta a questão. Ele coloca o nome de uma infecção. Em tempos de tanta febre amarela, de gripes variadas, de tanta coisa surgindo, ir a um infectologista é a coisa mais natural e necessária. Relaxe, não tem como ele te complicar.

    • Dahiane diz

      Provavelmente eles precisam do cid para efeitos de encaminhamento ao inss (vc por não ser concursado tem o regime geral de previdência e no caso de afastamentos superiores a 15 dias é pelo inss, ou no caso de vc emendar um atestado em outro sem pausa, é considerado o total dos atestados, mas pra isso eles precisam saber se o cid é o mesmo em todos os atestados). Dê uma checada com o pessoal do rh ou medicina do trabalho.

    • Junior diz

      Se vc está de atestado, provavelmente é porque tá com alguma doença que impede mesmo que transitoriamente de trabalhar.

      Vc pode cogitar pegar um atestado de algum sintoma ou doença relacionada ao HIV, por exemplo, vc pode estar abalado psicologicamente, depressivo, ou alguma doença oportunista que não quer dizer necessariamente que só soropositivos têm.

    • Pedro A. diz

      Mauricio, quando recebi o diagnóstico em março de 2016, a infectologista disse que não havia motivo para atestado e não me deu um porque eu estava com boa saúde. Não discordo da infecto, tanto que continuo com ela, ela é durona, mas também é séria e objetiva. Sem o atestado dela, resolvi por conta própria ir a um psiquiatra, eu tava agitado, sem dormir nem comer direito, choroso, contei ao psiquiatra tudo e ele entendeu minha sinceridade, e me deu um atestado de 30 dias por estresse, sem nem eu pedir. Levei esse atestado ao trabalho, por ser menos pior que um de hiv ou outra doença, e por ser sincero. Deu tudo certo, fiquei no total 60 dias fora por causa da demora da perícia do INSS. Sabia que o INSS já tem uma norma formal e sigilosa de que pode autorizar, imediatamente, até 90 dias de atestado de stress em casos de hiv? Aí voltei ao trabalho com a vida mais em ordem, recebi tudo direitinho, não fui questionado e ninguém me tratou diferente como se eu estivesse louco. Com o passar dos meses até engordei uns quilos, não precisei de mais nenhum atestado pra nada, estou me tratando e até cresci no trabalho. Resumão: vá a um psiquiatra discreto, leve seu exame de hiv, esse dado não constará em absolutamente nenhum papel e dará tudo certo. Abraços. Pedro A.

    • Anjo Terapeuta diz

      Peça ao medico um motivo q justifique sem falar o cid verdadeiro

  3. Junior diz

    Guarapari continua um deserto. Ninguém nas ruas, só os bandidos e o medo.

  4. Ombro Amigo diz

    Lendo esse post, me veio uma dúvida na cabeça: “Qual o soropositivo que há mais tempo convive com o vírus?” Sabemos que alguns portadores sobreviveram aos piores anos da epidemia [anos 80]. Eu queria saber histórias de pessoas que convivem com o vírus há mais de 25 anos.

    Ah, JS, não se esquece de fazer um post especial sobre o AZT em 20 de março, já que o primeiro antirretroviral do mercado completa 30 anos e foi um marco na luta contra o vírus HIV. Seria interessante fazer um histórico sobre a evolução dos antirretrovirais desde as primeiras experiências com AZT em 1985-86 até o surgimento DTG, com a perspectiva para o surgimento de terapias ainda mais avançadas.

    • Paulo Roberto diz

      Eu vivo com o HIV desde 1993, quando fui diagnosticado. Gostaria de saber em que pé estão as pesquisas para a cura.

  5. Sorocaba diz

    Opa boa noite! Tudo bem com todos aqui? Espero que sim! Tenho uma duvida. Eu sou sempre obrigado a retirar meus remedios no mesmo local? E até quantos? Somente dois frascos no caso do 3×1? Tem como fazer um estoque disso? Desde jah obrigado por alguem responder!

  6. MB+ diz

    Bem a matemática é simples
    Se você retirar seus remédios faltando 5 dias para acabar em 6 meses terá um frasco reserva em um ano 2 e assim por diante.
    Quanto a obrigatoriedade de retirar no mesmo local não ha mas é recomendado que se faça sempre no mesmo local por motivo de logística e controle de estoque .

    • Sorocaba diz

      muito obrigado pela resposta MB+, descobri ah pouco tempo e tenho passado dias de cão !

      • Luiz Carlos diz

        Sobre a quantidade, quem decide é a farmácia. Os formulários novos de dispensa servem para até 180 dias, mas fica de acordo com o estoque e disponibilidade da farmácia liberar para 1, 2 ou mais meses.

        Precisando, estamos por aqui!

  7. Miguel diz

    vou fazer uma pergunta idiota, descobri a sorologia, casado, e me vi obrigado a usar preservativo, pois felizmente minha mulher não positivou, alguém tem problema com preservativo? Que fica meia bomba? rs

    • Curioso diz

      Eu já tive, acabei vendo um vídeo ou texto, não lembro direito, falando sobre isso, dizia que se deve “aprender” a transar dessa forma, por meio de tentativas. Na primeira vez pode não dar mt certo, depois também não, mas com o tempo vai acostumando. Tem alguns vídeos na internet sobre isso, como por exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=Chl5Wk8-hpE

    • Verdes Olhos diz

      Lembrando que, se você estiver indetectável há mais de seis meses, o uso da camisinha não é obrigatório. Obrigatório é tomar os ARVs diariamente. Abraço!

  8. Vida diz

    Boa tarde , meus queridos amigos.
    Duas grande dúvidas.será que vc s saberiam responder. 1. Posso fazer seguro de vida e não contar a soro lógica? 2. O atestado de óbito vem escrito algo sobre a soro logo a ou aparece somente a doença oportunista ou qualquer outra?
    Chata essas perguntas , mas tenho dois filhos e meu marido decidiu não contar nada para eles. Mas precisamos saber caso algo aconteça.

    • Positivo Azul diz

      Vida
      Leia todo o contrato do seguro o que vale é o que está escrito e o que você assinou.

  9. RJ30 diz

    Alguém tem notícia do pro140, que o sharlie sheen vem utilizando para se manter indetectável, da cytodyn? Ultima vez que li sobre estava para ser aprovado pela FDA.

  10. Paraense+ diz

    É, JS, Ainda bem que os tempos são outros e a AIDS já não mata tanta gente quanto nos idos dos anos oitenta. Somos muito privilegiados, vocês (os jovens) e nós os de mais idade, por termos essas armas tão eficazes que são os ARV’s, que nos livram da morte e nos proporcionam perspectiva e qualidade de vida inimagináveis naqueles tempos.

  11. George diz

    Vida, boa noite!! Leia o regulamento do seguro. Normalmente seguros com capital segurado pequeno dispensam a declaração pessoal de saúde já para valores maiores as seguradoras costumam exigir esta declaracao e uma das perguntas normalmente é se vc toma algum remédio de uso continuo. Contudo nada impede que vc faça seguros em diferentes seguradoras em valores de capital segurado pequeno pra “fugir” da declaração pessoal de saúde até chegar no valor do capital segurado desejado sem ter que, assim, prestar informação falsa.

  12. Miguel diz

    na verdade ele não mente, o médico nunca vai colocar o cid b24 (aids), c colocar é um retardado despreparado. Obviamente vai colocar o cid da doença oportunista. (pneumonia, herpes, tuberculose, gripe, enxaqueca.)

  13. Vida diz

    Obrigada . Vcs são demais!! Queria poder conhecer cada um de vcs. Sabe meu filho quando tinha 17 anos foi diagnosticado com linfoma no mediatisno, quase morri. Passado seis anos ele ainda em acompanhamento ,mas bem tivemos o diagnóstico da sorologia de meu marido , pensei agora não terei forças, foi quando conheci vcs neste blog, pessoas mais que especiais. Seres humanos de verdade. Um ótimo dia a todos. E obrigada vcs me ensinam diariamente a viver.

    • Felipe diz

      Parabéns pela força e determinação. Por bem menos provação eu surtei e não consigo superar.

  14. Mark diz

    Olá bom dia.. Eu gostaria de entrar em um grupo bacana no kik sou de Floripa Gay discreto quando a sorologia e afim de fazer boas amizades.. Como procedo? Abraços a todos ..

  15. Ph diz

    Mark,

    Instala o Kik, faz seu cadastro sem seu telefone nem FB.
    Aí vc posta seu nick/identetificacao aqui e espera alguém te chamar.
    Outro jeito é procurar nas postagens anteriores os nicks de outras pessoas.

    Abç

    Kik: Ph_Tc

  16. Andre diz

    Pessoal, fiz os exames hoje e vim aqui deixar meu depoimento pra tantas pessoas que passam por essa angústia.
    Três semanas após a situação de risco, eu comecei a pesquisar sobre o assunto e a sofrer com os seguintes sintomas da fase aguda:

    Sudorese Noturna (durante 1 semana!!)
    Dor de garganta viral (que durou 15 dias)
    Febre
    Perda de peso rápida (perdi 3 kg)
    Manchas rosadas nas costas
    Dor na virilha (pensei que pudesse ser íngua)
    Tive um episodio de diarreia e outro de vomito

    Enfim, na minha cabeça a sentença já estava posta: eu estava com HIV! Sofri calado durante 1 mês, até que desabafei com meus familiares que me deram muita força e coragem pra fazer o teste num CTA. Fiz os exames e o resultado foi NEGATIVO!!! NEGATIVO!!!

    Então pessoal, é como diz um texto da internet sobre a fase aguda (https://papodehomem.com.br/esqueam-a-fase-aguda-da-aids/) ESQUEÇAM A FASE AGUDA!!! Eu senti praticamente todos os sintomas! Nossa cabeça cria situações como se fossem reais, se vc fica bitolado como eu fiquei aquilo se manifesta fisicamente sim! Esqueçam essa porra de fase aguda!!!

    Conselho de amigo pra quem está passando por isso: Esqueçam diagnósticos de internet (se vc ler sobre sintomas eles vão aparecer), acenda 1 vela de sete dias, reze bastante e vá fazer o teste!

    Ps: a psicologa que me entregou o resultado me confessou que convive com o virus há 20 anos e tem uma vida absolutamente normal.

    • Anjo Terapeuta diz

      Fui cricar no joia e meu dedo esbarrou no negati. Gostei to texto

      • Gil diz

        Eu entendi isso. E sabe, temos muitos profissionais da saúde e de qualquer área com HIV e vivendo superbem Achei que era o único psicólogo soropositivo que existia. Nossa, tem muita gente com o HIV e se cuidando e dando show de saúde e vitalidade.

        • Mar+ diz

          Gil, vc é psicológico e tem HIV?
          Eu sou profissional de saúde e trabalho num setor que também recebe pessoas com HIV e até AIDS mesmo. Não sei se acontece contigo, mas meus colegas fazem cada comentário preconceituoso. Nossa, sempre fico pra baixo quando ouço os comentários.
          Tô até pensando em contar pra todos, justamente no meio duma conversa dessas.

          • Gil diz

            Olá Mar+
            Sim, psicólogo e professor universitário e dentre tantas características, soropositivo. Onde trabalho, contei a todos, sem grilos. Nunca passei por situação de preconceito. No máximo ouço frases gente desinformada.
            Mas se precisar, dou aulinha aos desinformados. Vida normal. Abraço

  17. ML diz

    Olá pessoal. Temos mais notícias dos estudos PARTNERS 2 (sobre transmissões zero entre casais sorodiscordantes)? Sou indetectavel, saudável e monogâmico e meu namorado prefere sexo sem camisinha. Fico muito ansioso com esta situação. O que sabemos com certeza? Meu médico é cuidadoso e diz ainda não ser um protocolo de conduta, digo, sexo sem camisinha para casais estáveis.

    • Rick diz

      Oi ML pois é casais fiéis não é, pois ainda existe Hepatites, HPV entre outras, o problema todo que eu vejo é que você não tem controle sobre sua carga viral, de repente se sua carga viral subir por meio de uma resistência medicamentosa e aí? E se seu namorado aceita fazer sexo sem camisinha, que ele assuma as responsabilidades caso dê algo errado (que eu acho que não dá, pois os medicamentos tem se mostrado seguros) Abraço e saúde!

      • ML diz

        Obrigado Rick. Sim, entendo que o risco maior quem corre sou eu. Mas, pelos estudos, testemunhos e alguns especialistas, o risco é zero desde que as condições ideais sejam mantidas. 😘

  18. Moreno + diz

    Vivo um relacionamento sorodiscordante e transamos sem preservativo. Utilizo o 3×1 e desde q fiquei indetectavel resolvemos não usar o preservativo. Meu médico disse que não aconselha o sexo sem preservativos, mas disse que não há casos de pacientes indetectaveis transmitir HIV. Já estamos 2 anos transando sem o preservativo e tá tudo ok. Eu indetectavel e meu namorado negativo.

    • ML diz

      obrigado. Ainda tenho muito medo e fico paranoico. Mas mantenho tudo direitinho. Meu namorado esta bem também mas ainda não consegui me relacionar inteiramente sem camisinha, por medo. Mas obrigado!

      • Jovem25 diz

        Que tal seu namorado usar a PrEP?
        Vão atrás!
        Uma vez que você esteja indetectável e ele me PrEP, aí sim o risco é nulo!
        Abraços!

    • Mar+ diz

      Oi, Moreno+ , tem algum problema nos dizer quem de vocês dois é o ativo?

      Desculpe fazer essa pergunta.

      Obrigado.

      • Luiz - SC diz

        Acredito que neste caso, o soropositivo sendo o passivo as chances de transmissão são menores.

        • Mar+ diz

          Pois é, Luiz – SC, por isso que fiz essa pergunta um tanto indiscreta, apesar de ninguém aqui ser identificado. Acho que seria uma informação interessante.

  19. Lua diz

    Bom dia amigos!!! Fico lendo aqui sobre PREP, mas não é nos ctas que se conseguem. Poderiam me informar como conseguiria, já que muitos fazem o uso. Desde já agradecida. Bjus

    • Luiz Carlos diz

      Bom dia.

      Ainda não há distribuição de PrEP no Brasil.

      Abraços,

      Luiz Carlos

      • Lua diz

        Bom dia Luiz Carlos, mas a gente consegue comprar aqui no Brasil.,sabe dizer? Obrigada amigo

        • Luiz Carlos diz

          Ainda não consegue pois o Truvada só tem certificado pela Anvisa como tratamento, não como profilaxia pré-exposição.

          • GauchoPREP diz

            Eu participei do estudo PrepBrasil e usei Truvada por um ano dispensado por eles. Agora já estou há dois meses comprando da SAR Medicamentos. Fui num pronto atendimento e expliquei que queria continuar tomando e precisava da receita e o médico prontamente forneceu. Bem fácil!

            • Goiano diz

              Ola, entrei no site desta SAR e o truvada só é vendido com receita e exclusivamente para médicos. Como vc consegue comprar? Obrigado!

              • GauchoPREP diz

                Só é vendido com receita (lógico), mas não só pra médicos. O site está desatualizado. Como consigo a receita já expliquei no comentário acima.
                Não tem mistério comprar.

                Abraço

    • Ombro Amigo diz

      O Ministério da Saúde chegou a anunciar a introdução do Truvada no SUS no ano passado, mas acabou desistindo por enquanto [creio que o motivo sejam as limitações orçamentárias decorrentes da crise, que deixaram as contas do Governo no vermelho].

      Se não me engano, é possível importar o antirretroviral, mas o custo seria proibitivo, li aí que seira algo como 2.000 reais por um frasco com 30 comprimidos. Para mais informações, dá uma lida no site Prep Brasil, que tem várias informações sobre o assunto.

      • GauchoPREP diz

        Olá, Ombro Amigo, tenho comprado já há dois meses o medicamento, pelo preço de R$ 295,00, na SAR Medicamentos. Há outra distribuidora que também vende, pelo mesmo preço, e não lembro o nome.

        Participei da pesquisa PrepBrasil durante 12 meses e depois passei a adquirir por conta própria.
        Abraço

    • junior diz

      A compra de medicamentos de outros países pela internet é proibida. Não se arrisquem, além de ter problemas legais graves se forem descobertos, podem ser multados, processados e o pior, podem estar comprando pílulas falsas, sem nenhuma garantia de que funcionam. Não dá pra confiar nem em suplemento (whey, etc), de tantas falsificações que existem, quem dirá em medicamentos de origem duvidosa, não é mesmo? Tem gente que consegue fazer rótulos e embalagens muito semelhantes aos originais.

      • GauchoPREP diz

        Oi Junior, qual é o contexto desta mensagem? Qual medicamento comprado de outro país?

  20. Pedro diz

    Olá Pessoal, hoje tive minha segunda consulta com meu infecto e ele pediu meu segundo exame de rotina após 6 meses que iniciei o tratamento. Enfim, de lá pra cá algo tem me preocupado bastante, eu estava com CV 60mil e CD4 213 qd descobri e fiz o primeiro exame. De um tempo pra cá uns 3 meses talvez eu notei meus linfonodos mais aumentados, no pescoço na virilha e até um carocinho atrás na nuca. São meio duros e não doem muito e observei que têm diminuido um pouco de uns dias pra cá. Ele até comentou que é normal quem ter HIV ficar com os linfonodos e baço ( que eu também estava em um exame nos rins que eu fiz a uns meses atrás). Hoje ao perguntar ele sobre esses gânglios ele me sugeriu que eu fizesse Autópsia. Queria saber se alguém aqui já ficou com os gânglios não muito grandes mas perceptíveis ao toque por mais de 2 meses que é o meu caso. Não são doloridos. Não tive sintomas de perda de peso, nem febre nem sudoreses noturnas que são os sintomas mais comuns de um Linfoma. Mas fiquei a tarde toda pesquisando e vi que soropositivos são bem mais vulneráveis à terem algum tipo de Linfoma e estou meio desesperado se o fato desses gânglios por mais que estejam diminuindo, mas que estão aqui a uns 2 meses ou mais pode ser pela simples contaminação do HIV ou por ser algo mais sério. A princípio eu falei pra ele que não queria fazer a biopsia pois estava diminuindo e eu não tinha observado outros sintomas, mas quando pesquisei que é um tipo de câncer típico de quem tem HIV fiquei muito preocupado. O que me amedrontou nessa biópsia é que tem que fazer um corte e tirar o gânglio, mas acho que vou ter que fazer por desencargo de consciência. Até que estou lidando bem com o fato de ter HIV na medida do possível sem contar pra ninguém, mas se por ventura eu descobrir um câncer decorrente disso aí sim minhas forças acabam e terei que abrir o jogo pra toda minha família. =/

    • Augusto diz

      Eu também tenho esses “carocinhos”. O meu fica atrás do pescoço, perto da orelha. As vezes aparece na axila também. Percebo que quando fico estressado eles aparecem

    • Rick diz

      Eu tb tenho linfonodos palpáveis mas eles são palpáveis normalmente, basta saber onde eles se localizam, se bem que percebo que os da virilha ficam bem perceptíveis, as vezes, mas o problema é quando eles doem e aumentam de tamanho, aí sim procure seu médico ok? E eu acho que não existe necessidade de biópsia, converse com seu médico direito! Saúde!!!

      • Pedro diz

        Obrigado Rick! Meu médico apenas me deu a opção caso eu quisesse fazer, mas por eu não estar apresentando nenhum sintoma anormal ele disse que é super comum a presença dos gânglios um pouco aparentes devido ao HIV. Ele até indicou apenas observar clinicamente mas deixou a meu critério. Daí fui pesquisar sobre isso na net e fiquei meio desesperado. Mas vou pensar com calma até o retorno com o resultado dos meus exames. Obrigado!

        • SAR diz

          Olá Pedro,

          Bom dia…Não sou médico, porém quando fui diagnosticado com HIV minha infectologista pediu uma série de exames, dentre eles o HTLV 1-2. Procure conversar com seu infectologista sobre esse exame antes de você fazer a biópsia. Quem sabe com esse resultados algumas dúvidas possam ser respondidas. Espero ter ajudado.
          Abraço!

  21. Pedro diz

    Corrigindo, ele sugeriu que eu fizesse Biopsia* ( que terá que fazer um corte e tirar o nódulo)

    • Oliveira diz

      Pedro

      Primeiramente fica CALMO !!!
      Quando descobri minha sorologia tambem surgio um nodulo atras da minha orelha bem no no pescoco. Fiquei preocupado na epoca. E meu infecto disse que em alguns casos eles surgem como resposta de defesas de nosso organismo combatendo a infeccao pelo virus. Em alguns eles somem com passar de tempo…. meses….anos…… em outros eles ficam pra sempre. Mas nada de se desesperar ok?! Afinal de contas seu CD4 esta 213 (baixo) pra fazer um biopsia ou qualquer mini-cirurgia …..espere mais um pouco seu CD4 subir um pouquinho mais…. E ouça uma segunda opiniao de um outro medico antes de se submeter a qualquer cirurgia…😘 e relaxa que se Deus quiser vce nao tem nada de grave. .

      • Pedro diz

        Obrigado! Acho que to mais calmo. isso de ficar lendo coisas da net deixa a gente meio noiado as vezes.

        • ArielLIma diz

          Eu sempre tive gânglios inguinais grandinhos. Muito antes do HIV. Mas nunca resultaram em nenhum diagnóstico de doença. Só é sinal de alarme se ficarem doloridos, ou se crescerem e endurecerem de repente.

  22. Matheus diz

    Pedro eu tbm tenho linfonodos palpavéis no pescoço(papada) nunca aumentaram mas tbm não diminuiram,meu infecto disso q era normal…Isso já faz uns 2 anos.

  23. Positividade de luz diz

    Boa noite!!!
    Por favor,alguém sabe me dizer um local no centro do RJ,próximo a rodoviária,praça da bandeira,onde posso fazer meus exames de rotina e retirar meus arvs?

  24. JV diz

    Olá. Vi aqui nos comentários alguns amigos que mantêm relação sorodiscordante, como eu. Poderíamos nos comunicar e trocar experiências? Minha vida sexual e afetiva está ótima. Estou super feliz e há quase 9 meses namorando um cara ótimo que me aceitou desde o começo com todo respeito e naturalidade. Porém é uma luta constante contra o nosso emocional para não permitirmos que nossa condição se torne evidência na relação. Transamos ainda com preservativos. Meu namorado é circuncidado e por isso possui menos sensibilidade. Percebo que a camisinha afeta mais ainda essa sensibilidade. Ele já falou sobre um dia transarmos sem e ele fazer pep. Foi um assunto rápido e que nem cogitei. Ainda não me sinto pronto. Poderíamos trocar ideias? Se alguém quiser escrever meu e-mail é joaopositivo30@gmail.com .

    • Luiz Carlos diz

      É claro que tem que ser algo de comum acordo entre os dois, para que ninguém se sinta “culpado” durante o ato, mas vale lembrar que o maior estudo já feito sobre o caso, em que foram avaliadas mais de 58 mil relações sexuais entre sorodiscordantes, a taxa de transmissão, levando em conta a condição de indetectável do soropositivo, foi zero.

      Se você deseja se informar mais, procure sobre o estudo PARTNER.

      O JS escreveu sobre ele aqui:

      https://jovemsoropositivo.com/2016/07/21/partner-nenhuma-transmissao/

    • Ombro Amigo diz

      JV, já que seu companheiro tem um problema com a sensibilidade na glande, eu sugiro que use preservativo do tipo “ultra sensível”, que são mais finas e dariam a sensação de “não estar usando nada”. Um amigo meu experimentou uma marca um pouco cara e que é 3x mais fina que as disponíveis no mercado, que está na faixa de 12 à 15 reais, e me disse que vale a pena.

      Agora, se você pretende futuramente deixar a camisinha de lado na sua relação, eu acho que seu parceiro precisa fazer exames, ter uma boa conversa com um médico, para se informar de todas possibilidades. Estando você indetectável há pelo menos seis meses, as chances de passar o vírus são muito pequenas.

  25. Bruno diz

    Oi pessoal tudo bem?
    Sou portador do virus desde 2008 descobri num exame de rotina e iniciei os remedios em 2010,nunca tive nenhum problema de saude relacionado ao hiv…
    Mas nunca namorei também tenho um pouco de dificuldades de me abrir,fico só em relacoes superficiais meio promiscuas,onde nao preciso contar nada,nao preciso entrar na intimidade.Tenho um grande medo de ser rejeitado, e para evitar isto acho que rejeito antes enfim…
    Tomo um remedio que deixa a pele meio amarelada e o atazanazvir meu infecto falou que em maio deve estar chegando um remedio que vai poder substituir ele estou torcendo que chegue logo…..sei que e meio fútil ficar falando de aparência enquanto tem tanta gente com problemas maiores mas da uma autoestima né?
    Ele falou também que tem um remédio bem moderno que é usado nos EUA e que entrou no Brasil a pouco tempo e que nao tem efeito colateral nunhum mas so quem pode tomar é quem está iniciando o tratamento agora por ele ser mais caro….vocês já tinham ouvido falar nisso?,Eu era meio alienado, pois eu ia no medico do plano e ele nao me contava estas novidades, eu ia la mais fazer exames e pegar receitas enfim,e bom saber que nao estou sozinho nessa….nao converso com mais ninguém que tenha e nao conto pra ninguem sempre ouco comentarios preconceituosos sobre isto mesmo de pessoas que considero amigas enfim sou muito seletivo pra quem eu conto e raramente toco no assunto…

    • Mutatis Mutandis diz

      Caro Bruno,

      certamente tinha a mesma combinação de medicação que vc. Era boa, os efeitos eram bem leves mas icterícia do Atazanavir ficou muito forte, minha bilirrubina chegou a “9”, praticamente uma hepatite.

      Rapaz, o amarelo nos olhos era tipo uma gema de ovo, esteticamente já estava ficando estranho, eu dizia que tinha desenvolvido Sídrome de Gilbert, enfim…de fato tem coisa pior, mas se puder ser evitado, não tem porque não ser..

      Meu infectologista solicitou alteração do esquema para o Darunavir (Prezista), olha a icterícia até o momento não vi mais…faz uns 30 dias. Quando voltar para a próxima consulta ele certamente vai pedir a Bilirrubina para conferir.

      Lhe desejo sorte nessa perspectiva de mudança.

      Sucesso!

    • SAR diz

      Olá Bruno,
      Eu também faço uso do esquema Atazanavir, Ritonavir, Tenofovir + Lamivudina há quatro meses. Nos dois primeiros meses minha bilirrubina total chegou ao pico máximo perto de 5. Três meses depois ela teve uma ligeira queda. Meus olhos ficaram amarelos, mas o amarelo da pele foi tranquilo disfarçar até porque sou moreno. Parece que estou bronzeado (rssss…). Há dias que percebo meus olhos mais amarelados e há dias que parecem estar mais claro. Devido ao aumento nos índices de bilirrubinas, minha infectologista acreditava que poderíamos fazer a troca para o Dolutegravir, Tenofovir + Lamivudina. O dolutegravir é esse medicamento que você se refere mas, infelizmente, não conseguiremos trocar, pelo menos por enquanto. Ela me deu a opção de efetuar a troca para outro esquema, porém tenho receio. Do início do tratamento até agora não senti nenhum efeito colateral com exceção do amarelado dos olhos. Por enquanto não pretendo efetuar a troca. Ela me disse que a tendência é que os índices de bilirrubinas vão abaixando estacionando em um valor próximo de 2. Obviamente, que ainda não é o índice de referência ideal, mas para mim, está tudo certo.
      Abraço!

      • Rick diz

        SAR eu também uso o mesmo esquema e meu médico não achou legal trocar o esquema por enquanto, nunca senti nenhum efeito colateral, nenhum mesmo, a pele não percebo se fica amarelada, mas já ouvi que tomar bastante água e atividades físicas evita ficar com a pele ou os olhos amarelados. Eu tomo bastante água, vou fazer 5 anos de TARV em set/2017

    • Luiz Carlos diz

      Em farmácias ainda não, eles continuam a ser entregues apenas nas UDMs. O que muda é que “teoricamente” não é mais necessário o formulário especial de dispensa, mas a maioria das UDMs ainda utiliza o formulário como controle.

      Na cidade onde eu retiro uma das UDMs pede apenas a receita branca agora. Eles carimbam atrás e a receita é válida por 6 meses (6 dispensas de 30 dias no máximo).

      Quem sabe, num futuro mais distante, onde o SICLOM (Sistema Logístico da dispensa dos ARVs) seja incorporado nas redes de farmácias, poderemos fazer a retirada nelas, porém ainda há muito preconceito quanto a retirada desse tipo de medicamento, logo, eu irei sempre procurar os centros especializados, onde há pessoas treinadas para a entrega dos ARVs.

      Abraços

      • junior diz

        É possível que a pessoa faça as consultas pelo médico da Unimed, mas que ela possa continuar recebendo os medicamentos gratuitamente nos centros especializados? Ou é obrigatório se tratar com um médico do Sus?

        • GauchoPREP diz

          Vida, a venda não é proibida, não. Apenas, são medicamentos de alto custo e por isso a venda direta é menos comum. Sobre a compra, releia meu comentário, não precisa haver farmácia na sua cidade, entra em contato com uma distribuidora (conheço a SAR Medicamentos) e trata com eles. Basta mandar a receita, fazer o pagamento e receber o remédio.

        • SUS ou particular??? Qual melhor tratamento, público ou privado??? Qual o mais discreto??? Pessoal na opinião de vocês, tem tratamento diferenciado por regiões, ou o SUS oferece o mesmo em qualquer lugar do Brasil??? O estado e/ou município influenciam na qualidade do serviço ofertado. Sei que a medicação é um direito de todos, independente se trata pelo SUS ou particular. Abraço, Deus abençoe a todos.

  26. Mar+ diz

    Marcos, até onde eu sei, desde janeiro de 2017 os antirretrovirais deixaram de ser medicamentos sujeitos a controle especial. Na prática, isso se reflete no transporte menos burocrático e na não obrigatoriedade de formulários especiais, neste caso, uma simples receita médica poderia ser usada para retirada dos medicamentos.

    Alguém me corrija, se eu estiver equivocado.

  27. daniel diz

    alguem tem um site pra indicar onde possamos acompanhar de forma sistematizada todas as pesquisas em prol da cura?
    etapas e propostas.
    eu queria ter essas informacoes de forma organizada. sera que existe?

    obrigado

  28. Paulo Roberto diz

    Em Minas Gerais já começa a faltar o 3 x 1, em várias UDMs.
    Quem usa, tem que fazer um pequeno estoque, pois não se sabe quando vai faltar novamente.
    Mas o que eu queria saber mesmo é sobre as pesquisas a respeito da CURA…
    Tenho tido problemas familiares (um parente chegado está com câncer em fase terminal) e por isso ando afastado do blog. Mas todos os dias peço a Deus para iluminar os cientistas, em busca da cura…
    Alguém sabe informar quais são as novidades?

    • Luiz Carlos diz

      Ritonavir também tem faltado eventualmente (comigo já aconteceu 2x), e há uns dias saiu um aviso no SICLOM sobre possível falta de Atazanavir (tudo que vai no meu esquema rs)…

      Segue a nota:

      Em decorrência de problemas com a empresa fornecedora, o ATAZANAVIR de 300 mg sofrerá atraso na distribuição pelo Ministério da Saúde, com expectativa de entrega nos estados a partir do dia 24/02/2017.

      De forma a manter o abastecimento contínuo dos medicamentos para PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO DE RISCO À INFECÇÃO PELO HIV – PEP, solicitamos que, até a regularização da entrega do Atazanavir 300mg, seja utilizado o esquema alternativo, indicado abaixo, no caso de necessidade de prescrição de PEP para HIV conforme previsto no PROTOCOLO CLÍNICO E DIRETRIZES TERAPÊUTICAS PARA PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO DE RISCO À INFECÇÃO PELO HIV( item 2.2 Esquemas alternativos, Quadro 2):

      Esquema alternativo:

       TDF/3TC (DFC) + LPV/r
      

      Informamos que todos os estados estão com estoques suficientes para, no mínimo, 3 meses de consumo desses medicamentos e que uma nova remessa está em processo de distribuição. Orientamos aos estados que providenciem os remanejamentos de Atazanavir 300mg das unidades de PEP para as Unidades Dispensadoras de Medicamentos-UDM de forma a manter o tratamento contínuo para as pessoas em Terapia Antirretroviral com esse medicamento.

  29. Sandro diz

    Boa noite. Alguém que tomava 3 em 1 e tem alguns comprimidos pra doar? Não precisa nem ser um frasco, pode ser alguns apenas, pra eu não ter que interromper o tratamento. Onde moro está em falta. Estou em MG e pago o frete.

  30. Força e Fé diz

    Alguém já iniciou o tratamento com o dolutegravir ? Parece cabeça de bacalhau todo mundo sabe que existe mas ninguém nunca viu .

    • Rodrigo diz

      Como trata-se de um medicamento para virgens de tratamento ou para quem tem vírus resistentes a outros medicamentos, é normal que ainda sejam poucas as pessoas usando.

    • GauchoPREP diz

      Meu namorado usa o Dolutegravir (cujo nome comercial é Tivicay) há mais de um ano. Neste período temos adquirido o medicamento na distribuidora SAR ou na Panvel (que oferece o melhor preço!).

  31. Luiz - SC diz

    Pessoal, alguém aqui fez plano de saúde após o diagnóstico? Vocês informaram no momento do contrato a sorologia? Caso a sorologia positiva for informada altera muito o valor do plano?

      • Rick diz

        Nem eu… Fiz há muito tempo meu plano de saúde e não informei e faço meus exames em laboratório privado normalmente.

    • RecentWave diz

      Não existe lei que te obrigue a informar a sua sorologia. Você pode omitir esta informação no formulário de doenças médicas pré existentes que não tem problema. Recentemente a empresa onde trabalho mudou de Golden Cross para Unimed e eles me pediram para preencher este formulário que é bem intimidador. Consultei a minha infectologista que me orientou desta forma.

  32. Maycon diz

    . Keith Jerome, colaboradores concedidos concessão amfAR para a pesquisa de cura do HIV

    Fred Hutch e a equipe de virologistas e bioengineers da Universidade de Washington, liderada pelo Dr. Keith Jerome , receberam uma doação de US $ 200 mil – a primeira fase de até US $ 1,5 milhão em financiamento com marco miliário durante quatro anos – para desenvolver tecnologia nanocarrier para fornecer terapias a reservatórios De células latentes infectadas com HIV.

    A subvenção é do amfAR, fundada em Nova York, ou Foundation for AIDS Research, como parte de sua iniciativa ” Countdown to a Cure for AIDS “, que visa alcançar as bases científicas de uma cura até 2020. O difícil de alcançar Reservatórios são uma barreira fundamental para curar o HIV.

    Quase imediatamente após a infecção, o HIV começa a se integrar no DNA de algumas das células de maior duração do corpo. Lá, o vírus permanece adormecido, não afetado pelas drogas anti-retrovirais que salvam vidas que continuam a replicar ativamente o HIV em cheque. Mas parar a medicação, e os reservatórios reacender a infecção.

    Nanocarriers são partículas extremamente pequenas que podem ser bioengineered para transportar drogas para células específicas, limitando a toxicidade para outras células. Neste caso, os nanocarreedores irão alvejar latentemente células T CD4 infectadas com HIV em fluidos e tecidos linfóides. Alguns dos nanocarriers fornecerão agentes de reversão de latência de acordo com uma abordagem de cura do HIV que procura “chutar”, ou despertar, o vírus dormente para que possa ser morto.

    O que é mais original sobre o estudo em andamento, disse Jerome, é que outros nanocarriers irá entregar um agente antiproliferativo chamado MMF. O projeto testará uma hipótese do Dr. Joshua Schiffer , um modelador matemático na Divisão de Vacinas e Doenças Infecciosas do Dr. Fred Hutch , e do Dr. Florian Hladik, um especialista em HIV também no VIDD, que retardar a taxa de replicação de células T CD4 latentemente infectadas será Diminuir o reservatório mais rapidamente do que a inversão de latência sozinho.

    “Modelos matemáticos [de Schiffer] sugerem que se alguém pode retardar a taxa de proliferação, pode-se acelerar dramaticamente a deterioração do reservatório de HIV”, disse Jerome. “Temos essa partícula que pode colocar os antiproliferados no lugar certo e podemos testar essa hipótese para ver se obtemos uma aceleração mensurável na decomposição do reservatório”.

    Schiffer é um co-investigador do estudo, assim como Hladik de Fred Hutch e UW. Outro co-investigador, o Dr. Kim Woodrow da UW, é um bioengineer que desenvolveu as nanopartículas e foi crítico para projetar a proposta. Também no projeto são UW microbiologistas Drs. Shiu-Lok Hu e Robert Coombs, a estatística de Fred Hutch Dra. Amalia Magaret e a diretora do Laboratório de Farmacocinética, Dra. Jeannine McCune, e o patologista da Universidade de Louisiana-Lafayette, Dr. François Villinger.

    Jerome é diretor da UW Virology , diretor do seu Laboratório de Virologia Molecular e co-diretor, com o Dr. Hans-Peter Kiem, do grupo de pesquisa de derrota com base em Fred Hutch , que estuda terapia celular e de terapia genética e abordagens de imunoterapia para curar o HIV.

  33. daniel diz

    alguem tem um site pra indicar onde possamos acompanhar de forma sistematizada todas as pesquisas em prol da cura?
    etapas e propostas.
    eu queria ter essas informacoes de forma organizada. sera que existe?
    obrigado

  34. Positivo Azul diz

    Olá pessoal, gostaria de saber o que está acontecendo com o pessoal que quando vão nas UDM’s e não tem o medicamento. Ficam sem o medicamento? Tem algum esquema reserva disponível ?

  35. Maycon diz

    Uma edição especial no progresso para uma cura para o HIV inclui uma descrição de um estudo previamente não relatado começado nos 2000s adiantados que descreve pacientes do AIDS atualmente idades 51-67 em saúde boa. Estes nove indivíduos foram tratados com uma fórmula única de medicina herbal tradicional chinesa (TCM) de 2001-2006 ou mais, com ou sem terapia antiviral ocasional adicionado mais tarde. O fato de que os pacientes atualmente têm baixo ou indetectável HIV em seus sistemas é inesperado e intrigante e sugere uma promessa potencial de TCM como uma cura funcional para o HIV / AIDS, como discutido em uma carta ao editor na edição especial da AIDS Research E Retroviruses humanos , um jornal peer-reviewed de Mary Ann Liebert, Inc., publishers. A Carta ao Editor está disponível de acesso aberto no site AIDS Research and Human Retroviruses .

    Yifei Wang, Fujun Jin, Qiaoli Wang e Zucai Suo, da Universidade de Jinan (Guangdong, China) e da Ohio State University (Columbus), relatam que a maioria dos casos de AIDS tratados com apenas medicina tradicional chinesa Os indivíduos deste pequeno estudo têm cargas virais indetectáveis, com um paciente com baixa carga viral. As suas contagens de CD4 + e de CD4 + / CD8 + são excelentes.

    Em um editorial acompanhando intitulado “pode ​​uma medicina chinesa tradicional contribuir a uma cura para o HIV?” Thomas Hope, PhD, Editor-Chefe da AIDS Research and Human Retroviruses e Professor de Biologia Celular e Molecular na Northwestern University, Feinberg School of Medicine (Chicago, IL), ao apontar as limitações na interpretação do resultado deste pequeno, Não-placebo-controlado estudo, comentários sobre a importância de colocar “estas observações nas mãos da comunidade de investigação do HIV.” Ele escreve: “Eu acredito que deve haver algum esforço para explorar esse fenômeno”.

    Tanto a Carta ao Editor quanto a Editorial fazem parte de uma nova Edição Especial sobre a Pesquisa sobre a Prevenção do HIV publicada na AIDS Research and Human Retroviruses .

  36. Maycon diz

    Em meio aos sinais de cautela e intermináveis ​​corredores de paredes brancas, o Siebens Drake Research Institute em Western mantém uma grande esperança de esperança para aqueles diagnosticados como HIV positivo.

    No final do corredor há uma porta amarela que conduz a um escritório e laboratório onde se encontra o pesquisador-chefe da vacina contra o HIV – o Dr. Chil-Yong Kang. Kang é um virólogo de renome mundial que vem trabalhando para uma cura para o HIV desde 2006.

    “Recebo cartas e e-mails de todo o mundo apenas devido ao meu trabalho publicado”, diz Kang.

    Essas cartas demonstram quantas pessoas estão observando seu trabalho e esperando por uma cura. A maioria das cartas que ele recebe são de pacientes HIV positivos que procuram ser voluntários nos próximos testes com seres humanos.

    Kang poderia ser responsável por uma vacina que trata dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo, e que vem com muita pressão e orgulho. Kang espera que, apesar da alta competição em torno da criação de uma vacina contra o HIV, sua vacina será a primeira bem sucedida.

    Segundo Kang, a razão pela qual uma vacina contra o HIV é muito mais difícil de encontrar é que existem três vacinas comerciais com vários usos.

    “Um não é uma opção para uma vacina contra o HIV, porque quando se reproduz torna pró-viral DNA e que pode criar efeitos adversos. A segunda opção, as pessoas tentaram e não funcionou. O terceiro, é matar todo o vírus e esse é o que estamos usando. ”

    No entanto, apesar de tais progressos, Kang afirma dois problemas que encontraram com sua vacina. “A primeira é que as pessoas não sabem como produzir grandes quantidades, e a segunda é quando você produz quantidades maiores que pode se tornar muito perigoso.”

    No entanto, Kang já encontrou soluções para estas questões através da modificação genética do gene do HIV através da utilização de uma toxina de abelha mel chamado melitina – o principal componente ativo no veneno.

    Com a sua vacina SAV001 passando pela primeira fase, existem apenas duas fases antes de poderem estar à disposição das massas. Kang diz que a vacina prova que é seguro através da sua fase um resultados, que testou em 33 indivíduos HIV positivos.

    Todos os 33 pacientes que participaram no ensaio de vacina não tiveram efeitos adversos, dando-lhe uma aprovação para as próximas fases. A fase dois vai testar em 600 indivíduos em todo o mundo, ea última fase gira em torno da ética da vacina através da Food and Drug Administration.

  37. Diego DLT diz

    Boa noite pessoal, fui diagnosticado em abril/2016 e iníciei o tratamento com o Dolutegravir na última segunda, até o momento está sendo super tranquilo, senti somente uma discreta dor de cabeça, muito discreta mesmo… Nem foi necessário medicação para melhorar, rsrs… Sono e humor normais em seis dias de tratamento.

  38. cbb diz

    O que é que tem que ser feito pra se recuperar o peso perdido após a infecção pelo vírus hiv?
    É que por mais que eu tente recuperar o peso que tinha antes não consigo.

    • Miguel diz

      Blza cbb? eu perdi 20 kg há um pouco mais de um ano ao descobrir o hiv, demorei 8 meses pra voltar ao antigo peso, indo a nutricionista, seguindo dieta, nada funcionou, tomava proteína, nutren, omega 3, linhaça, duas castanhas do pará por dia, me pesava e tinha engordado 100g…. quando desencanei e voltei a normalidade de minha vida voltei a vestir 44. Era vegano, voltei a ser onívoro e só depois de realmente voltar a minha dieta normal, que recuperei os quilos perdidos.

      • Diego diz

        Era vegano e voltou a ser onívero?
        Nossa, decaiu hein! Sou vegano tem 6 anos, descobri minha sorologia tem mais de 2 anos e nada mudou! Pelo contrário, meus exames são ótimos! N tem nada a ver uma coisa com a outra!

        • Miguel diz

          SIm Diego, tentei ganhar peso voltando a ser onívoro, não funcionou, voltei ao veganismo.

  39. luquinha diz

    O que esta acontecendo ? O blog esta morrendo ? A onde esta o jovem Positivo ? Já estou começando a ficar preocupado …..mesmo por quem não conheço …de qualquer forma estou a disposição para ajudar nas formas cabíveis .

  40. Maycon diz

    O JS pode estar namorando ou cansado do assunto!
    Vou tentar fazer um resumo do que achei mais interessante na CROI desta semana:
    1. Uma vacina terapêutica tem mostrado sinais de que seja capaz de controlar o HIV sem o auxilio dos ARV’s.
    2. As injeções semanais de Dolutegravir e Rivilpirine deram ótimos resultados, o que tornará a sua prescrição e venda em 2 anos mais ou menos.
    3. Dois novos ARV’s devem ser comercializados em breve: Doravine e Ibalizumab (anticorpo). Sendo que este último possui uma capacidade surpreendente de devolver ao organismo uma boa contagem de células CD4 + CD8 em comparação com os medicamentos ARV’s, além de ser indicado aos pacientes que possuem resistência a outras drogas.
    4. Cai o número de novas infecções nos EUA.
    5. Estudos demonstram que o cigarro é o maior causador de câncer na população HIV ( todos sabiam, mas na ciência você tem que colocar isto em um papel e publicar pra ser validado).

    Daqui 6 meses tem mais uma edição do CROI e, provavelmente, com os resultados da Samgamo.
    Então, sendo otimista, eu diria: como estamos em tratamento vamos chegar pelo menos na cura funcional entre 5-10 anos. Injetáveis devem estar a mão em 2 anos! Mas o melhor é que atualmente os ARV’s nem de longe nos causaram os efeitos dos medicamentos como o DDI.
    O JS deve saber disso, então tem diminuído a sua ansiedade em relação ao tema!
    Vamos viver cambada, pois a ciência está fechando o cerco pra gente 🙂

  41. Ombro Amigo diz

    Uma coisa que me chama a atenção na luta contra o HIV é a extraordinária velocidade das descobertas e mudanças no tratamento. Depois de tanta espera, estamos colhendo com fartura os frutos que foram plantados desde os anos 80.

    A última novidade que se tem notícia é a criação de uma nova tecnologia que permite a detecção do HIV em apenas uma semana. O teste é baseado em um chip que faz uma varredura altamente precisa, a baixo custo e com o resultado saindo em menos de cinco horas.

    http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/brasileira-cria-tecnologia-capaz-de-detectar-hiv-uma-semana-apos-infeccao-20941023

  42. Tiago_000 diz

    Bom dia, amigos! Acabei de conhecer essa página e adorei a história do KiK. Vcs me adicionam no grupo, pf? O nome é Tiago_000. Obrigado! ☺️

  43. Tiago_000 diz

    Estou há duas noites acordados desde que soube que sou HIV+ e esse foi o melhor site de todos, disparado! Parabéns ao JS e a todos vocês q participam.

    Minha cabeça está a mil, não sei exatamente o que fazer. Sou do RJ, 32 anos, solteiro. Sempre fui muito sozinho, poucos amigos. E tenho certeza que agora as coisas irão piorar…

    Ainda não falei com ngm. Mas estou decidido a falar com a minha mãe sobre o assunto. Vamos ver qual será a reação.

    Gostaria muito de me conectar a vcs. Entrei no KiK (Tiago_000) e gostaria de saber se rolam encontros presenciais no RJ tb. Vi pouca coisa sobre o assunto na internet. Acho q o melhor tratamento para o psicológico é não se isolar. Mas isso tb é tão difícil… 😔

    • Positividade de luz diz

      Oi Tiago,me passe seu e-mail.nao tenho kik,moro no Rio tmb,estou em tratamento mais de 1 ano e meio,e até hj só contei a um amigo tmb.,estou super bem,graças a Deus e seguir o tratamento correto,td da certo querido,ps tenho 39 anos e qnd soube quase surtei tmb,mas passa querido…

    • Positividade de luz diz

      Acabei de criar um Kik,mas não sei usar rs LuzSempre meu nickname lá

      • Positividade de luz diz

        SE QUISEREM ME ADD NO KIK EM GRUPOS E QUEM QUISER ME ADD FIQUE A VONTADE,MORO NO RJ,39 ANOS,ESTOU MORANDO A POUCO TEMPO AQUI ESTOU MEIO SOLITÁRIO,CONHEÇO POUCA GENTE,SOROPOSITIVO,NÃO CONHEÇO NINGUÉM AKI…
        LuzSempre meu kik

  44. Vida diz

    Gaúcho,boa tarde.
    Gostaria de saber como consegue comprar o Tivicay pela importadora? E pq seu namorado resolveu tomar essa medicação. Meu esposo está tendo lipoadistrofia e o infecto não quer mudar a medicação,mas isso já está começando a interferir na vida social e na autoestima . Já realizamos o preenchimento facial com ácido hialucro nico.

    • GauchoPREP diz

      Vida, não entendo a dúvida sobre como comprar. Liga pra lá e encomenda, leva a receita na loja deles (ou envia pelo correio), paga e recebe o remédio. Igual comprar antibióticos na farmácia. Aliás, o melhor preço tem sido numa farmácia aqui (uma específica, que trabalha com medicamentos especiais).

    • Jorgito diz

      Vida, como ficou o resultado do preenchimento com ácido hialurônico? Aonde mais vocês perceberam a manifestação da lipodistrofia além do rosto?

  45. Rick positivo diz

    Alguém tem notícias do estoque do MS de 3 em 1 para esse ano? As últimas notícias que li foi com relação ao ano passado. Que tinha estoque suficiente para o final de 2016. E vi alguns comentários de falta já. Eu ainda não peguei medicação esse ano. Irei pegar essa semana. Fico apreensivo com isso, pois meu organismo recebeu bem essa medicação e acho muito prático. Um abraço a todos.

    • Um período tão curto e já desenvolveu a lipodistrofia? Agora fiquei assustado. Eu achei que os medicamentos mais modernos, ou que são ofertados atualmente não tivessem esse efeito colateral. Misericórdia, Deus abençoe seu marido, é que o médico mude a medicação, em nome de Jesus.
      Mais alguém aqui do blog está tendo esse efeito colateral, com o uso do 3×1 em um período tão curto de tratamento?

  46. Vida diz

    Gaúcho. Não tenho farmácia de medicamentos especiais aqui em minha cidade. E a minha dúvida é por não sabre que esses remédios poderiam ser compeadoss com receita para mim só tínhamos acesso ao do governo que a venda fosse proibida. Quando meu filho ficou doente importavamos alguns medicamentos orientados pela junta médica. Obrigada pela atenção. Vou buscar orientação para comprar.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s