Eleitores de Trump acham que Hillary tem aids

O canal americano Comedy Central foi falar com alguns eleitores de Trump pra aprender um pouco com eles.

Publicado por

Jovem Soropositivo

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

35 comentários em “Eleitores de Trump acham que Hillary tem aids”

  1. Boa tarde pessoal, hoje fui a consulta e recebi meu terceiro resultado de exames.
    Os exames de colesterol, triglicérides, função renal, etc deram tudo bem graças a Deus.
    A carga viral continua indectavel….
    Porém fiquei meio apreensivo referente ao Cd4, quando descobri estava em 236 e 13,33%, depois quando fiz em março foi pra 244 e 15,5% e agora referente a agosto deu 246 e 16,90%, O medico disse q tende a ficar estabilizado ou cresça, mas fiquei meio apreensivo pq depois de cinco meses o CD4 cresceu só 2 . Tenho medo de alguma complicação, porém ele me disse que o importante é a carga viral estar indectavel, e a porcentagem estar crescente. Disse que o número de cd4 absoluto depende de outros fatores ou talvez o dano no sistema imune foi grande e fica difícil compensar essas células. Por isso explicou sobre o diagnóstico tem q ser o mais rápido possível e tratamento tb.
    Alguém mais teve ou tem essa demora do Cd4 subir assim, já estou no oitavo mês de tratamento e cd4 subiu só 10.

    Abraços

    1. Assim foram os meus, POR ordem: 210 – 102 – 350 – 305. Mudou bastante, estou em tarv ha 1 ano e meio. Isso é mto relative mesmo.

      1. Oi não se preocupe, pois não se esqueça que você está numa fase de estresse e com tende a afetar o Cd4, eu utilizo complexo D (pode ser o pediátrico) 5 gotas por dia e aumentou e muito meu CD4, lógico que foi por prescrição médica, fale com seu médico, apesar de poder comprar em qualquer farmácia sem receita. Boa sorte e fique na paz que tudo da certo!

      1. Então Caio PE, tive uma relação de risco e na época achava que era coisa da minha cabeça, até que tive sintomas da fase aguda, porém achei q fosse uma gripe, pois na semana que eu tive essa “gripe” as pessoas da minha casa também tiveram e então descartei por um momento e sempre com medo de fazer teste.
        Isso foi há mais ou menos uns 5 anos até o diagnóstico, que hj pelos resultados acredito que foi nessa relação de risco que tive.
        Por isso, esse medo de fazer o teste ou se negar pode acabar complicando e causando danos ao sistema imune. O teste tem q ser feito sempre após a relação de risco, agora que entendo isso…
        Mas, graças a Deus estou indectavel sempre tomando meu medicamento e aprendi a me cuidar melhor…
        Meu infecto falou sobre aquele estudo de probióticos para recuperação de CD4, me disse que está no começo porém com alguns resultados promissores, ele faz parte desse projeto da USP…

    2. Então, vou fazer em dezembro cinco anos de tratamento…. demorei muito para o diagnóstico e tratamento, ambos, carga viral e cb4 demoraram muito para se estabilizarem… Hoje comemoro, graças a Deus! Os 1500 de cd4 e carga indetectável!

    3. Cara, está chegando perto do meu próximo exame de controle e já estou apreensivo. Estou há 2 anos e meio em tratamento e estes foram meus resultados de CD4: 64-141-204-262-282-272. Os últimos três exames foram bem parecidos. Meu médico disse que meu cd4 talvez vá se estabilizar nesse número. Também tenho medo de alguma complicação.

    4. Olha, RoDigo… meus números de CD4 nunca foram uma grande coisa, sempre na casa dos 200/300 e muito raramente 500. Só que assim, sou portadora desde meus 14 anos, hoje tenho 42. Faça as contas 😉
      Não encane tanto. Faça a sua parte com saúde (alimentação, estilo de vida e etc) de uma modo geral que não dará nada errado e, claro, faça o tratamento com os retrovirais direitinho.

  2. Boa Tarde,
    Fui diagnosticado em Agosto , e fiquei uns 20 dias de luto , mas depois passou .
    Tive no passado antes do diagnostico problemas com depressão que eu prefiro nao tratar com remedios , faço exercicios fisicos e me mantenho bem.
    Estou dependente quimico (cocaina) e como nao contei a ninguem sobre minha sorologia estou sem saber qual caminho ir .
    Toda vez que tento contar me travo totalmente , é um bloqueio e nao consigo ir adiante.
    Estou a praticamente 25 dias dormindo 2 horas por dia , tenho muito medo de remedios para depressão , parece que eu mesmo estou me atropelando.
    Pessoal , desculpas pela desabafo .Porém só nos mesmos sabemos como é torturante o descobrimento do Diagnostico.
    Sei que tenho que seguir adiante .

    1. Oi João. Te entendo totalmente. Eu tive depressão (ainda tenho alguns episódios). por causa de problemas pessoais. Experimentei cicaína no final de 2014 para aliviar os sintomas de tristeza que eu tinha, sendo essa droga oferecida por um usuário. Logo me viciei e senti que precisava de tratamento. No início de 2015 procurei um psiquiatra para tratar dessa dependência química, com medicamento que ajudava no controle da fissura por cocaína. Meses depois em tratamento descobri que era portador do HIV. Foi terrível essa descberta, pois já estava largando o vício com o tratamento. Entrei novamente em depressão profunda e passei ao uso regular de cocaína, mas continuei o tratamento psiquiátrico e mesmo assim não conseguia deixar de usar a droga pelo menos uma vez por mês. Comecei o tratamento para o HIV com o 3 em 1 e no ínício tive reaçoes desagradáveis como sonolência, sonhos estranhos e ficava meio tonto (até hoje tenho esses sintomas, mesmo que em menor quantidade). Atualmente, parei de usar por 3 meses seguidos a cocaína, mas acabei tendo uma recaída por causa de problemas emocionais que tive e por causa dos sintomas de recaída que não sabia. Estou sem usar tem uns 4 dias (depois de três meses limpo). Recomendo você procurar um pisiquatra, iniciar seu tratamento para o HIV e se ligar nos sintomas de abstinência da cocaína que são sutis e podem te levar a várias recaídas. Dá uma olhada nesse vídeo abaixo. Ele está me ajudando muito atualmente (tem vários vídeos).

    2. Joao tenho uma historia parecida, Vamos trocar ideia, Tem alguma forma de entrar em contato com voce? vc tem kik?

        1. João, não deixe de tratar a depressão. Os remédios não são tão problemáticos, mas, se você taxativamente não quer tomar, faça pelo menos acompanhamento terapêutico. A depressão é uma doença como qualquer outra, que pode não raramente nos “empurrar” para outras situações complicadas. Força!

    3. Eu sempre tive depressão profunda, já tomei vários antidepressivos, todos que vcs puderam citar, e por td a vida lidei com complexos dos mais variados, inferioridade, transtorno obsessivo, transtorno de personalidade dependente, relações abusivas, família destruídas, relações e sentimentos obsessivos, enfim… Além de td isso tinha uma fobia patológica ao HIV desde a infância, fui condicionado a isso, havia chegando morrendo a nossa volta e minha mãe me punha medo. Num belo dia a camisinha rasgou (ou pode ter sido no sexo oral) o hiv veio e a depressão foi no pico máximo, ai voltei com a maconha que tinha fumado aos 18 e parado em pouco tempo, agora é todo dia regularmente. São recursos que a gente usa pra fugir, temos que avaliar quão destrutivos eles são, no caso da cocaína ela agride o sistema imune e acho que interfere no tratamento e como agora o tratamento é mais fundamental que o consumo vc tem que ir firme pra largar. Quiser trocar ideia tamo ai: marcos_84_h@hotmail.com

  3. Procure Tomar sua medicação e procure imediatamente um infectologista informando sua dependência química.

  4. RoDigo…meu CD4 tbm aumentou muito pouco e já faz 2 anos de tratamento, nunca conseguir chegar no minino recomendado, me dá um ódio (rsrs) mas estou indectavel. Perguntei a minha médica o que poderia ser feito para aumentar, ela disse que depende do antiretroviral, alguns aumentam, uns diminuem e outros instabilizam.

  5. HAHAHAHAHA, melhor repórter, não sei como ele consegue ficar sério ouvindo essas coisas… apesar de que, depois que fizeram uma pesquisa na qual 31% dos eleitores do Trump acham que os EUA deveriam construir um muro em toda a costa oeste para impedir a entrada de muçulmanos no país, quase nada mais me surpreende xD
    Mas falando sério, Trump e seus defensores são tão malucos, que fazem a Hillary e seus defensores parecerem as melhores pessoas do mundo, o que também é longe de ser verdade… Essa próxima eleição deles está pior que a última aqui no Brasil em 2014, cruzes!!

  6. Olá pessoal, gostaria que vocês compartilhassem algumas informações comigo.

    Sou positivo desde FEV/2016 (contrai em Janeiro/16 e em Fevereiro/16 já descobri minha sorologia positiva).
    Meu infecto é o Dr. Esper Kallas e até o momento estou sem ARV, me enquadro como “controlador espontâneo” do vírus, desde o meu diagnostico venho mantendo minha carga viral entre 100 e 300 cópias/mL sem o uso dos ARV. Faço exames a cada dois meses e a minha cv sempre fica nessa faixa, o que eu tenho observado é que a relação CD4/CD8 vem caindo mensalmente. Em Fev/2016 meu resultado de cd4/cd8 era igual a 1,2 , hoje (Set/16) tenho cd4/cd8 = 0,8 – Onde o valor do cd4 está em torno de 500 e o cd8 em torno de 700.

    Gostaria de saber de vocês, que fazem uso dos ARV, se observaram o aumento dessa relação (cd4/cd8), coloquem aqui por favor os números, se essa relação aumentou, diminuiu, estabilizou e se possível comentem também a combinação do ARV que vocês fazem uso.

    Muito Obrigado, ótimo final de semana a todos.

  7. Taí JS um assunto que seria interessante que poderia ser bem interessante CD4/CD8 e está relação. Meu CD4 em 5 meses pasou de 330 para 380. Estou feliz. A relação CD4/CD8 passou de 0,55 para 0,81. Minha infecto no entanto me disse que quando baixamos muito sem tratamento compromete muito o sistema imunológico. Assim sendo, quando iniciamos Tarv a tendência é instabilizar ou oscilar sempre para baixo ou mais alto, até uma margem de 100. Eu como faço tratamento alternativo quero provar a ele que vou passar dos 500 e quem sabe chegar aos 700 que é um nível super normal. Vamos compartilhar nossas conquistas de CD4. Quando eu chegar a 500 informo a vocês o meu tratamento.

    1. Janeiro 2015 (fase aguda) CD4 – 946. Maio 2015 – 1666. Dez 2015 – 1998. Julho 2016 – 1770. (Efavirenz/lamivudina/tenofovir) e rivotril pra controlar os pesadelos.

    1. Ela disse que o problema é que baixei demais o CD4 sem fazer Tarv. Quem não deixa baixar muito, tipo nunca esteve abaixo de 500 quando começa o Tarv tende a subir e nós ficar estabilizado ou até baixar. Mas vamos ver. Alguém já teve abaixo de 350 e depois da Tarv deu uma guinada? O meu tá subindo mas lento, mesmo assim feliz. Se eu um dia chegar entre 500 e 700 vou considerar cura funcional.

      1. O meu cd4 começou com 344 e em seis meses passou pra 520 e minha cv era de 50.000 e agora estou indetectável, vou fazer meu próximo exame agora nesse próximo mês espero que meu cd4 tenha subido pra 700.

      2. Meu cd4 inicial era 341. Após 1 mês e 20 dias de tarv (3×1) subiu para 589. a relação de cd4/8 era 0.55 e após início tratamento foi para 0.89.

      3. Oi Jonas,
        Meu primeiro exame de CD4 deu 276, sem começar a TARV.
        Após o inicio, 2 meses depois, subiu pra 551! ufa!
        logo o seu aumenta!
        Faço uso do 3X1

  8. Pessoal, se alguem quiser bater papo e trocar experiencias, aí está o meu skype olemleao ou olemfort.

    Bom fim de semana!

  9. Olá pessoal… descobri minha sorologia em novembro de 2015…fiz meu primeiro exame em dezembro e comecei a tomar a medicação em janeiro de 2016.
    Minha cv estava em 170 mil cópias e meu cd4 estava em 170…dois meses depois fiz novos exames e cv está em 130 cópias e cd4 270…seis meses depois novos exames e para minha surpresa cv estava ainda 130 cópias…achei estranho vou conversar com minha Infecto se e normal ou terei de trocar a medicação… porém meu cd4 está em 350.
    Um forte abraço a todos e vamos pra luta…a vida continua.

    1. A terapia antirretroviral tem duas propostas muito importantes:

      1) indetectabilidade do vírus – pense que sua CV saiu de 170 mil para 130. Basicamente, ela reduziu em 99,92%. Se tornar indetectável está há apenas um passo. Logo você chegará lá apenas se cuide até então. Erros no exame e técnicas diferentes de medição em laboratórios diferentes são bem comuns também.

      2) Seu CD4 está ótimo. Para quem estava com 170, mais que duplicar o CD4 em um ano é excepcional.

      Bola pra frente e continue mantendo o tratamento!

  10. Boa noite pessoal!! Bom me descobri soro-positivo em 28-05-2014. Desde então passei por algumas faces, como muitos que aqui se manifestão. Chorei, entrei em pânico, deixei de acreditar que existiria vida pôs diagnóstico. Muitas vezes pensei em desistir de lutar! Olhei ao meu redor e via as pessoas que me amam e que eu amo. Logo começou um debate confuso em minha cabeça, como será daqui para frente? Como será minha vida, até quando irei viver? Quando irei morrer? Devo me considerar “normal”? Será que serei amado por alguém? Será que esse alguém ira por meio natural me aceitar? Aceitar minha nova condição? É tanto “SERÁ” né? Rsrsrsr….. Bom posso lhes dizer que tudo isso ira amenizar com o passar dos dias, dos meses, dos anos!! O medo se transforma em determinação, melhor em AMOR, amor a si próprio….. Simmm temos a obrigação de nos amar e agradecer a 2º chance que tivemos, a oporrunidade de obter um novo recomeço ( renascer). Queridos amigos pratiquem o AMOR, espalhem o AMOR, o AMOR cura tudo, cura a alma, alivia a carga do espírito, expande a mente de todo e qualquer SER-HUMANO. Quer um milagre? Seja o próprio milagre!! Um dia após o outro e assim por diante sempre com fé e o principal.. O AMOR!! Um ótimo fim de semana a todos!!!!

  11. Bom dia pessoal!
    Descobrir minha sorologia a 5 meses e já comecei o tratamento com 3×1 logo em seguida, no início meu CD4 era de 500, mês passado fiz os exames e deu como indetectavel e meu CD4 passou pra 900. Não sei quando contrair o vírus pois só descobrir quando solicitei pro médico, exames em geral, nos resultados deu sífilis que logo veio o resultado tb pra HIV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.