Notícias
Comentários 52

Grande passo na cura do HIV e outras infecções virais


scidaily-logo1

Uma nova pesquisa acaba de nos levar um passo mais próximo da descoberta de uma cura para o vírus da imunodeficiência humana (HIV), bem como de outras infecções, incluindo o vírus que causa mononucleose infecciosa, que está associada com o desenvolvimento de linfoma. Algumas infecções, tais como o HIV, não podem ser curadas com a terapia antiviral, porque o vírus é eficiente em se esconder do sistema imunológico.

Uma equipe internacional de cientistas, liderada pelo Dr. Di Yu do Monash Biomedicine Discovery Institute, e pelo Dr. Axel Kallies do Walter and Eliza Hall Institute, descobriram que as células T assassinas, um tipo especializado de células brancas do sangue, são capazes de encontrar estas células infectadas “escondidas” que estão nos tecidos e, então, destruí-las. Esta descoberta, publicada hoje na Nature Immunology, pode trazer novas percepções sobre como encontrar uma cura duradoura para infecções crônicas, incluindo o HIV.

“Existem células especializadas que podem controlar de infecção oculta.”

O Dr. Yu explicou que este tipo de células T assassinas são encontradas naturalmente no corpo durante a infecção, mas sua quantidade e função para matar precisam ser ampliados para permitir erradicar as infecções crônicas. “Pela primeira vez, mostramos que existem células T assassinas especializadas, que podem migrar para uma parte do tecido linfoide e controlar de infecção oculta”, disse Yu.

Embora o tratamento para o HIV com os medicamentos antirretrovirais seja altamente eficaz, ele é vitalício e não há cura. Outras infecções, tais como o vírus Epstein-Barr, causador da mononucleose infecciosa, também podem se esconder e persistir durante muitos anos, tornando-se ativas quando o sistema imunológico está comprometido.

T cell

Os pesquisadores descobriram que essas células T assassinas especializadas, chamadas “células T citotóxicas foliculares”, podem entrar nos esconderijos dentro do tecido linfoide, onde os vírus podem se esconder mesmo sob tratamento. Estes esconderijos são chamados de folículos das células B.

“Esta descoberta nos ajudará a criar novas terapias, que podem vir a tratar o HIV.”

Yew Ann Leong, também do Monash Biomedicine Discovery Institute e estudante de doutorado do Dr. Yu, que realizou grande parte da pesquisa, disse que, embora algumas infecções, incluindo o HIV, possam se esconder dentro de folículos de células B, as células T assassinas são especializados em erradicar este esconderijo conjunto de vírus. “Esta descoberta nos ajudará a criar novas terapias que podem, eventualmente, vir a tratar muitas infecções diferentes, incluindo o HIV”, disse Leong.

Dr. Axel Kallies, pesquisador-chefe do estudo no Walter and Eliza Hall Institute, disse estar contente por ter co-liderado esta parte emocionante da pesquisa internacional. “O potencial desta descoberta é enorme. Ela nos ajuda a entender como podemos ser capazes de tratar doenças que afetam o próprio sistema imunológico, tais como HIV ou linfoma de células B”, disse o ele.

Professor Sharon Lewin, diretor do Instituto Doherty Peter de Infecção e Imunidade, uma joint venture da Universidade de Melbourne com o Hospital Royal de Melbourne, e um dos coautores do estudo, disse que há algumas maneiras desta descoberta ser traduzida em um tratamento para pessoas com infecções crônicas.

“Poderíamos transplantar estas células T assassinas em pacientes, ou poderíamos tratar pacientes com proteínas que arrastem essas células até os pontos certos.”

“Potencialmente, poderíamos transplantar estas células T assassinas, especializadas e super-potentes, em pacientes, ou poderíamos tratar pacientes com proteínas que arrastem essas células T assassinas até os pontos certos, especificamente para os pontos quentes, onde o HIV pode se esconder do tratamento antiviral”, disse o professor Lewin. O Dr. Yu disse que espera que os testes em humanos com estes tratamentos começem dentro dos próximos cinco anos.

Em 3 de agosto de 2016 pelo ScienceDaily

Referências: Yew Ann Leong, Yaping Chen, Hong Sheng Ong, Di Wu, Kevin Man, Claire Deleage, Martina Minnich, Benjamin J Meckiff, Yunbo Wei, Zhaohua Hou, Dimitra Zotos, Kevin A Fenix, Anurag Atnerkar, Simon Preston, Jeffrey G Chipman, Greg J Beilman, Cody C Allison, Lei Sun, Peng Wang, Jiawei Xu, Jesse G Toe, Hao K Lu, Yong Tao, Umaimainthan Palendira, Alexander L Dent, Alan L Landay, Marc Pellegrini, Iain Comerford, Shaun R McColl, Timothy W Schacker, Heather M Long, Jacob D Estes, Meinrad Busslinger, Gabrielle T Belz, Sharon R Lewin, Axel Kallies, Di Yu. CXCR5 follicular cytotoxic T cells control viral infection in B cell follicles. Nature Immunology, 2016; DOI: 10.1038/ni.3543
Anúncios

52 comentários

    • ricardo costa diz

      Ja são 35 anos desse maldito vírus. As vezes converso com alguns infectos e eles me falam que jamais haverá cura para esse vírus e sim algo como medicações mais espaçadas. São 35 anos e me lembro que a cada 2 anos se falava em “teremos a cura daqui 2 anos, 5, 10 etc” e de la pra cá já escutei isso trocentas vezes kkk. O hiv é e sempre será crônico. Eu não acredito nessa pesquisa tbm. Chega-se ao final delas e desaparece com elas kkkk.

  1. Bruno diz

    Depois de ler o título da postagem “eu nem chorei, fiquei só tremendo”. Haha.

  2. pedroks399 diz

    Meu agora vai, Deixa só eles juntarem isso com a TAT, que já eras.
    Não vai ter mais espaço para você HIV MALDITO.

      • Alexandre diz

        Pra quem negativou o meu comentário, favor postarem aqui algo que me contradiga, ou seja, alguma matéria confiável que diga algo positivo sobre a TAT. Meter o click no dedão pra baixo é fácil, quero ver justificar.
        A TAT fracassou, isso é fato. Mas graças a Deus não iremos precisar dela para nos curarmos.

  3. Garotos + diz

    Essa é a pesquisa mais animadora dos últimos anos! Descobrir que existem, no próprio organismo, células capazes de controlar a infecção é sem dúvida um ponto chave da tão sonhada cura! Imaginem que não sabiam quais células utilizar, treinar, encaminhar e nem nada disso.
    Se vcs lerem o post do JS sobre a conferência desse ano, veram que a Lewin, estava super frustrada com o que tinha sido apresentado! E agora, já se mostra confiante e inclusive dizendo o que poderia ser feito. É no mínimo animador.
    Talvez a técnica não seja escalável para todos os países do mundo, inclusive os mais afetados. Mas para estes, vários outros estudos estão sendo feitos.

    O meu conselho é : Vivam, não se deixem abater. Tomem seus medicamentos. Cuidem da mente. Nós vamos fazer parte dessa grande conquista com toda certeza!

    Vamos nos animar com a cientista e recuperar a confiança na ciência.

  4. pedroks399 diz

    E digo mais. Eles sempre chutam alto para não ter frustrações em relação a mídia. Se eles conseguirem fazer funcionar nos macacos já era.

  5. Sem otimismo exagerado…

    O Louis Picker, há alguns meses, anunciou que destruir as células-reservatório dentro dos folículos linfoides (células B) seria a fronteira final para que a vacina dele conseguisse curar – ao menos funcionalmente – a infecção… Agora, caso as células citadas no estudo consigam ser manipuladas e levadas até esses locais, restará nenhuma barreira conhecida pro Picker.

    Vamos ver…

  6. polaca diz

    Oi sou nova aqui gostaria de trocar ideias alguem poderia me add a um grupo no kik…eiow1978…

  7. LUQUINHA diz

    Como disse no final de julho passei pelo medico , devido tempo não postei mais vou postar noticias boas , mais hoje não pois não consigo parar de chorar , nó´s vamos nos curar e ele se foi , embora a cura não vai ser tão fácil assim mais ela vira , Alexandre esquenta não e olha só esquece esses negocio de anos , vai cortar caminho , leleco ou lilico vai chegar la , mais hoje não tem condições , descanse em paz meu lindo ,um dos maiores compositores e cantores , triste noticia ,

    • Alexandre diz

      Grande Luquinha, sumido pra caralho! Tõ esquentando, não. Barasão, estou calmo, só lancei um desafio no qual sei que já venci. Sobre a matéria, resumindo, é o tal ditado “Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai até a montanha!”, ou seja, é mais fácil ir até os reservatórios a fazê-lo vir até os ARV’s. Em conversa com o Barasa eu me empolguei bastante. Ele manja muito! Só não entendo pq ainda 5 anos para começarem os testes, ou seria nos próximos 5 anos? Aí poderia ser 2, 3, ou até mesmo agora!!!

  8. Gusta diz

    Como eu vejo essa noticia;
    “Blá.blá blá blá blá, e n tem cura porra nenhuma queremos só dinheiro e blá blá nla adoramos prometer blá blá blá blá blá e blá blá”

  9. pedroks399 diz

    Alexandre confundi o nome. Queria me referir ao método que está sendo testado em macacos.
    Enfim. Não acho que seja blablabla. Pois se toda pesquisa fosse blablabla nem o AZT teria sido descoberto.
    Vírus é foda de ser curado mas são ótimos avanços.
    Eu creio que com os avanços tecnológicos não estaremos longe não. Como explicar isso? Não sei!
    Mas tente explicar para alguém à 30 anos atrás que seria possível fazer uma vídeo conferência em tempo real com alguém do outro lado do mundo….
    Abraços de um amigo sorointerrogativo.

  10. GoianoPositivo diz

    Apesar de tudo precisamos de otimismo e de pensamentos positivos para sobreviver a essa tensão psicológica que é portar o vírus. As notícias mostram que as pesquisas estão caminhando, que haverá cura ou haverá medicamentos menos tóxicos, como já existem em relação aos primeiros utilizados. Torço para que esse dia chegue, mas não criemos tantas expectativas. Bora viver, sorrir, tomar o remédio certinho e torcer que os cientistas consigam alcançar bons resultados! Abraços!

  11. Luiz Carlos diz

    1 ano e 4 meses tomando 3 comprimidos religiosamente, e nem religioso eu sou… Já fui de tomar diversos anti-depresssivos, já parei com todos por achar que muitos comprimidos me faziam mal, e realmente faziam… Nunca consegui contar nada pra nenhum psicólogo, só pra um psiquiatra, que nem tenho mais condições financeiras de frequentar. Não tenho nenhum amigo próximo pra falar sobre isso. Parece que todas as pessoas que eu converso são superficiais, todas são “pegas”, nenhuma se torna um amigo verdadeiro. Não consigo ter uma conversa com ninguém que não seja por interesse meu ou interesse dos outros em ficarem comigo, e tudo acaba nisso.

    Hoje bateu uma tristeza grande de continuar assim, de saber que, apesar de livre, ao mesmo tempo estou amarrado a comprimidos que me fazem sobreviver… Fico me perguntando que vida eu tenho, que não posso contar com ninguém ao meu redor. Amigos eu quase não tenho, os que tenho não possuo intimidade pra falar sobre isso. Família muito menos, já perdi minha mãe, nunca falei com meu pai, e meus irmãos usariam isto contra mim… Nunca carreguei um fardo tão grande, e em dias como hoje ele parece ser maior do que eu sinto que posso carregar :/

    Desculpem, vim aqui só desabafar…

    • Luiz, baixe o kik, aplicativo para smartphones. Lá você vai achar diversas pessoas daqui do blog que gostam de conversar e vão adorar trocar uma ideia com você.

      Um abraço.

      • Li diz

        Olá, sou nome aqui. Qual o aplicativo. Descobri ha quase 2 meses que sou soropositiva. estou com a cabeça ainda a mil, me sinto muito só. Sou geneticista, trabalho com pesquisas e ja muita coisa acontecer. eu creio sim na cura.

    • Anjo terapeuta diz

      Bom dia luiz, esses comprimedo sao seus melhores amigos, sao tao amigos q ti garante todo dia uma vida melhor. Nao se sinta preso, veja desde q vc nesceu vc precisa tomar banho, se alimentar, trocar de roupas, tomar agua varias vezes por dia e acredito q nunca se sentiu preso a esses rituais, veja os comprimidos como algo normal q vc necessita fazer todo dia.
      Seja feliz e saiba q todos aqui torcemos verdadeiramente por vc e que estamos todos no mesmo barquinho mesmo q pareça distante ja e possivel sonhar com um porto seguro proximo.

    • Juka diz

      Olhe cara, nascemos para ser feliz. Em um ano eu perdi meu filho, minha mãe, tomei um tiro em um assalto, quase morri e para fechar o ano fui contaminado pelo hiv…eu poderia ter morrido de depressão, mas resolvi viver feliz….

  12. PATRIK diz

    Matéria animadora !, mais ae chega no fim e diz qe testes começaram em 5 anos , ou dentro de 5 anos ! Poxa porq tanto tempo assim !?
    Não vivo em torno de cura e tals , mais sempre á uma esperança .. Só gostaria que fosse um pouco mais breve , e se n rolar uma cura que então venha vacinas de tratamento de tempo em tempo ! tbm seria ótimo

  13. LUQUINHA diz

    São 3 .30 da manha e não consigo dormir ,hoje quem vai ser o professor será eu rs ……digamos dentro do período de 2 dias faleceram pessoas que vão fazer muita falta , aqui eu substitui anos por dias , que na verdade anos não é nada mais que vários dias , e também vou destacar a palavra ( dentro ) ou seja esta dentro esta dentro ( E não fora ) do período de 5 anos então começa a contar 1 dia ate 1 ano 2 anos 3 anos 4 anos 5 anos , porra …..pensem comigo os testes vão começar DENTRO 1——————————————5 de um período de 5 anos foi isso que uma pessoa que liguei me esclareceu DENTRO da roda , Dentro da fofoca ………reservatório esse o caminho , a conferencia visava cure hiv , mais eles não são malucos de passar isso pras pessoas , os congressistas que tinham que entender entenderam , mais não são loucos de fazer uma pirâmide que não teriam controle , pois DENTRO 1————–5 de anos perderia o controle o que fazer prep. na porra toda ……não sei explicar cientificamente só sei que o caminho e esse será esse como digo sempre essa palavra passar o cerol neles , Isso não sai da minha cabeça Lucas presta atenção para que você entenda passar o cerol neles

                  A nível de Brasil, eu havia falado que a Fio Cruz que já em 2015 estava fazendo testes com o cabotegravir  injetável eu só não sei a que ponto esta e os infectos também não souberam responder , digo isso porque fui a um sepultamento em Vila Rosali e passei pela AV Brasil e em frente a Fio Cruz tem uma faixa Fora Temer , me causou estranheza , pois pesquisas e grande parte do medicamento são produzidos ali fundação bio manguinhos , 
                  Agora eu não sei que isso e coisa do governo antigo que não tá  mamando ou e esse que esta mamando de mais , mais vamos que vamos hoje ate mesmo medicamentos de segunda linha e muito difícil adquirir diabetes , problema  cardíaco  lipodistrofia  e claro que a cura vira mais graças a Deus não temos aquela sentença de morte , e digo mais ainda bem que temos esses antirretrovirais senão já não estaria aqui a muito tempo , beijo no coração de todos , ainda com o coração triste pois essa mulher que deu um chute na minha bunda me ensinou a gostar de coisas boas , mpb eu so ouvia musica caipira ela se foi mais ficou o bom gosto , mais tá  foda eu não consigo  me relacionar  amorosamente  , mais tudo vai dar certo , haaaa substitua anos por dias beijos
    
  14. Marcelo diz

    Olá!
    Tenho muito preocupação com a expectativa de vida. Tomo o 3×1 desde janeiro, e tenho 23 anos. Tomando sempre o medicamento tenho a mesma expectativa de vida de um soronegativo? O medicamento de hoje é diferente do que 2010? 2000?

    • Fabio diz

      Olha, isso depende muito de cada organismo, da adaptação de cada organismo aos medicamentos. Mas o que se diz, em geral, é que a expectativa de alguém soropositivo, que tem diagnosticada rapidamente a infecção e logo inicia o tratamento, é igual, ou muito próxima à expectativa de vida de alguém soronegativo. Como os casos de infecção são observados há apenas 35 anos, fica difícil dizer se alguém de 23 anos, que tem genética pra viver até 93, chegará a tanto. Mas com o surgimento de medicamentos cada vez menos tóxicos a projeção é que de fato assim o seja.

  15. Soro Hope diz

    Alguém me add em algum grupo no kik por favor: sorohope

    Agradeço!

  16. Li diz

    Bom dia. Primeira vez que escrevo aqui. Sou soropositiva e faço uso do 3×1 há quase 1 mês. Não posso reclamar de efeitos colaterais pois é raro eu sentir algo. Estou com umas dores do lado esquerdo do peito, mas meus batimentos estão normais e minha pressão tb. As vezes penso ser ansiedade. Estou triste. Descobri em uma doação de sangue e nunca imaginei ter isso. Meu namorado me deixou, e em menos de 10 dias que terminamos já estava com outra. Ele diz não ter, ainda me jogou na cara se eu tivesse passado isso a ele eu iria ver. Isso me doi muito. Minha carga viral está 48 mil e CD4 341.Final de setembro retorno ao medico para ver como estará com o uso do medicamento. Outros exames estão perfeitos, eu nunca tive um simples problema ginecológico. Não fico nem resfriada graças a Deus. Já praticava atividade física 3 vezes na semana. Tenho boa alimentação, pq sempre controlei meu peso. Essas dores no peito que me incomodam. As vezes tenho muito medo. Não contei para ninguém, me sinto muito sozinha. A solidão é terrivel. Tenho 36 anos e nenhum filho. Meus sonhos estão muito adormecidos. Tenho medo da rejeição. É complicado. Fico irritada as vezes e acabo ofendendo as pessoas. Sou geneticista por ironia do destino. Eu nunca imaginei ter isso. Desculpem meu desabafo.

    • Fersp diz

      Li conversar nessa horas é importante, se quiser me passa seu e-mail para podermos conversar mais tranquilamente.

      Mas adianto fique tranquila que este turbilhão inicial passará, todos passam por isto e sobrevivem, fique tranquila.

      Quanto ao problema seu pode sim ser psicológico, mas também é interessante conversar com o infecto.

      Passa seu e-mail por aqui eu envio um contato para você.

      Fique tranquila,

      Abraços

    • Pascal diz

      Oi, Li, esse turbilhão vai passar! Sim, essas dores no peito podem ser sintomas de ansiedade pelo momento em que você se encontra aflita! Faça o KIK e converse com o pessoal daqui, todos estão dispostos a estender-lhe a mão! O meu é: @my_meta
      Um abraço e muita paz no seu coração!

      • Li diz

        Olá, muito obrigada pelo carinho. Poderia me explicar como funciona esse kik??? Desculpe minha ignorância. Obrigada

        • Pascal diz

          O Kik é um aplicativo de conversa instantânea em que você não precisa inserir nem seu número de telefone, é só se cadastrar com algum e-mail. O pessoal gosta por ser assim bem discreto! Funciona como um Whatsapp e tem muita gente na mesma condição sorológica que está interagindo e se ajudando! Beijos!

          • Li diz

            Muito obrigada. Criei o meu. Se puderem me add agradeço. Custodio06062016. Abraços

    • ricardo costa diz

      são 35 anos de hiv e ja deu para ver que ele veio para ficar. Hiv é crônico e essa matéria como sempre é so mais uma entre mil curas que ja apareceram e elas no final nunca aparecem. Não dá para acreditar em cientistas chineses (comunistas) kkkk Os sites que contem essas matérias dessa nova descoberta chinesa não são confiáveis e o texto está tão evasivo, pobre e sem cores que não merece crédito.

  17. Vinicius diz

    Alguém aqui fez tatuagem depois do diagnóstico? Apresenta mais riscos que alguém negativo?

    • Luiz Carlos diz

      Se você estiver em TARV e indetectável você vai estar apresentando menos risco ao tatuador do que alguém que nunca fez o exame, portanto não sabe da sua sorologia. Quem tem o dever de usar os equipamentos e proteções adequadas é o tatuador, e você tem o direito garantido por lei de não precisar mencionar sua condição sorologica a ele.

      O mesmo vale para dentistas, cirurgiões, etc.

  18. Edy diz

    caracas 5 anos pra começarem os testes e mais quantos anos pra ser aprovatada

    • ricardo costa diz

      Velho acorda para a realidade. São 35 anos de hiv e a cada 2 anos eles nos prometem a cura. Quando vence o prazo dessas descobertas kkk eles somem com elas. O hiv ja mostrou que veio pra ficar e sempre será crônico. Teremos sim, medicações mais espaçadas… mas, uma cura jamais! Em 1985 bill clinton prometeu a cura em dois anos e de la para cá a cada dois anos sai um cura e ninguém curado kkkk essa daí tbm será engavetada quando chegar o prazo prometido.

  19. Petemead diz

    Galera,
    Me adicione em algum grupo do KIK..,
    Como faz pra participar?
    Petemead
    Abs

  20. Rafa diz

    Gente! E o HMTA? Alguem já fez um tratamento? Que resultados tiveram?

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s