Notícias
Comentários 52

Tratamento para o sistema imune desestabiliza reservatórios de HIV


Embora a terapia antirretroviral consiga reduzir a quantidade de HIV no sangue a um nível indetectável na maioria das pessoas cronicamente infectadas, ela não é capaz de eliminar os reservatórios de HIV que persistem em células do sistema imunológico infectadas de forma latente. Resultados apresentados na 21ª Conferência Internacional de Aids (AIDS 2016), em Durban, África do Sul, sugerem que a combinação de terapia antirretroviral com um tratamento imunológico de reforço pode desestabilizar os reservatórios virais em macacos infectados com o vírus da imunodeficiência símia (SIV), o equivalente ao HIV em macacos. O trabalho foi financiado pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, parte dos National Institutes of Health, e liderado por Rama Amara, Ph.D., da Universidade de Emory.

O HIV infecta as células T CD4 do sistema imune. Outras células do sistema imunológico, chamadas células T CD8, ajudam a eliminar as células CD4 infectadas pelo HIV, mas sua capacidade de fazê-lo diminui ao longo do tempo. Estudos têm demonstrado que a perda da função das células T CD8 está associada a níveis elevados de uma proteína da superfície celular, denominada PD-1 e que os reservatórios de HIV se concentram em PD-1 e nas células CD4.

F3.large

Neste estudo, pesquisadores aplicaram 5 infusões de um anticorpo de bloqueio de PD-1 ou placebo em macacos infectados com SIV, 10 dias antes de iniciar os animais nos antirretrovirais. Os macacos que receberam o anticorpo anti-DP-1 produziram mais células CD8. Após o início da terapia antirretroviral, os níveis sanguíneos de SIV tornaram-se indetectáveis em uma média de 42 dias nos macacos tratados com anticorpo, em comparação com 140 dias naqueles que receberam placebo.

Oito meses após o início da terapia antirretroviral, os macacos receberam três infusões mensais de anti-DP-1 de anticorpos ou placebo. O bloqueador de PD-1 provocou aumentos transientes nos níveis sanguíneos de SIV, indicando que o tratamento pode ter desestabilizado os reservatórios latentes de SIV.

De acordo com os pesquisadores, estes resultados destacam o potencial do bloqueador de PD-1 para trabalhar em sinergia com os antirretrovirais e outros agentes terapêuticos, a fim de melhorar a função das células T CD8 e desestabilizar os reservatórios de HIV em humanos. Em última análise, tais estratégias potencialmente podem ser testada em pessoas, na tentativa de diminuir os reservatórios de HIV e reduzir a quantidade de HIV no corpo de uma pessoa, atéo ponto em que o sistema imune possa controlar a infecção sem a necessidade de medicamentos antirretrovirais.

Em 21 de julho de 2016 pelo National Institute of Allergy and Infectious Diseases

Anúncios

52 comentários

  1. MP diz

    Eu nunca sei se fico feliz com esse tipo de notícia ou triste.
    Porque aqui mesmo no blog já tivemos a oportunidade de ler várias outras pesquisas que parecem apontar para uma condição cada vez melhor de vida com o HIV, mas tudo fica no âmbito científico, quase nenhuma dessas descobertas efetivamente chegam à nós interessados….
    Então, fico feliz porque sei que as pesquisas continuam e que existem pessoas que realmente querem achar o melhor meio para que nós possamos viver melhor. Mas, triste porque tudo sempre fica restrito ao meio acadêmico….
    Desculpem meu desabafo.
    Leitores, entendam que não estou aqui “entregando os pontos” ou sendo pessimista ou até mesmo alarmista.
    É que realmente depois de tantas pesquisas, após tantos anos, parece que existe algo que impede que esse assunto seja realmente elucidado ou que tenhamos um “final muito melhor”.
    Alguns irão dizer que se trata da máfia dos grandes fabricantes de medicamentos, outros irão apontar outras ditas “conspirações”, eu realmente não sei. O que me incomoda é saber que muitos pesquisadores gastam suas vidas à procura da melhor maneira para que nós tenhamos a melhor condição de vida possível e em contrapartida algo / alguém não deixa que o melhor realmente aconteça.
    Desculpem pela minha posição e novamente quero reforçar que não estou aqui dizendo bem ou mal, desse ou daquele. Apenas estou expressando o que sinto dentro da minha alma…
    Abraços para todos e vamos continuar vivendo positivamente em todos os sentidos, mesmo que nossa alma em alguns momentos (como este que compartilho com vocês) esteja abalado/a.
    Beijos.

    • P+ diz

      Não é “algo” ou “alguém” que está impedindo a cura de chegar até nós. É a dificuldade que o vírus impõe. O HIV é um desafio para ciência pós-moderna, e vem sendo pesquisa faz muito tempo, por isso temos acesso à tratamento de qualidade e podemos seguir com nossas vidas e sonhos.

      A questão é que ciência não se faz da noite pra dia. Demanda estudos, pesquisas, validação de hipóteses, testes e mais testes, ainda mais quando estamos falando da vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. Não se pode “achar” que vai dar certo; tem que provar que dá certo, que funciona. E infelizmente isso leva tempo. Eu, por exemplo, sou da Academia e pesquiso na área de políticas públicas. Qualquer proposição que queremos fazer leva pelo menos 4, 5, 10 anos para ser validade em uma cidade. Agora imagina na área de saúde?

  2. Pedro Henrique diz

    Meu caro MP não fique assim. É que na realidade não adianta ser imediatista com isso. Demora mesmo pois eles tem que testar e testar para ser seguro para nós! E o que adianta diminuir a carga viral e nos dar um câncer? Portanto demora mesmo mas já são ótimos avanços.
    Esse é o estudo o qual o Dr Esper se referia JS?
    Estou bem animado com tais descobertas esse ano.
    Abraços e cuidem-se sempre.

    • jaf fritscher diz

      alguém mesmo acredita que os laboratórios irão matar a galinha de OURO? Esqueçam, a cura jamais vira. Na década de 30 um fisiologista alemão apresentou a cura para o câncer e os laboratórios compraram e sentaram sobre os documentos. NÃO SE ILUDAM, DOENÇA DÁ DINHEIRO, CURA NÃO. Pesquisem sobre a farsa da RITALINA , onde o pesquisador antes de morrer deu uma entrevista dizendo que a mesma não passava duma FARSA dos laboratórios. Frijof Capra mostra como a FDA frauda a liberação de medicamentos. Tudo não passa de manipulação e nós somos a cobaia. Não se iludam, pesquisem para saber mais..

  3. Esperança diz

    Lembrando que o SIV é muito mais potente que o HIV! Ou seja, esses resultados seriam potencializados em humanos. Estamos chegando na cura funcional sem a necessidade das TARV’s. Percebam que o que nós queremos é o fim dos medicamentos no nosso dia-a-dia. Bem diferente do que queriam os portadores de 30 anos atrás. Pouco a pouco estamos chegando lah.

  4. roger diz

    Ficar cutucando o bichinho nao vai levar a nada!Tem que matar….me parece um ritual de gato e rato……

  5. Francisco diz

    São muitas pesquisa excelentes mas com nenhuma aplicação efetiva isso que me deixa revoltado.

    • MP diz

      Francisco, não fique revoltado. Porque afinal bem ou mal, estamos tendo a oportunidade de continuar vivendo. Claro que não é legal ler sobre todos os avanços e quase nada ser aplicado efetivamente.
      Ainda tenho fé, não esqueça da sua.
      Abraço no coração sempre.

  6. Cássio diz

    Há décadas , queriam remédios! Anos atrás, menos remédios. Agora, o fim destes. Está melhorando não?

    • P+ diz

      Esse é o pensamento! Perceber como está evoluindo!
      Daqui pra frente vai só melhorar. Não podemos ser pessimistas quanto a isso. 😉

  7. Chaval diz

    Corvette, os grupos do kik são compostos por pessoas, não por gênero, lá não cabe preconceito.

    • ROCK HUDSON diz

      Tô procurando o preconceito com lupa debaixo do sol quente e não tô achando… ô vitimismo que nos assola.

  8. Leão diz

    Me cuido, mas tenho medo do futuro, tomara que tenhamos uma vida normal, dentro do possível. Que venham mais pesquisas, não desistam por favor.

  9. Pedro Henrique diz

    Me adicionem em algum grupo pedroks399, ate agora não tenho ngm lá 😦

  10. Vircetti diz

    Pô foi mal velho!! Né preconceito não, nem penso nisso… To com o vírus ha pouco tempo e queria conversar sobra a situação, relacionamentos e essas coisas… Somente isso
    To desencanando da cura e quero conversar

  11. A.H diz

    Olá pessoal, também quero entrar no grupo do kik. Ainda estou no processo de descoberta do HIV e gosto muito de acompanhar a rotina e pessoas na mesma situação que a minha.
    Kik: pedrohenrique55
    Por favor!!!

  12. JovemAnônimo25 diz

    Eu hoje já me conformei em não ter mais a cura…
    Estou muito bem. E daqui há uns anos todos nós, positivos e não positivos, iremos morrer.
    Se eu chegar aos 56 anos como o Magic Johnson chegou nesse ano de 2016, já ficaria muito feliz…
    Hoje em dia eu não busco mais estímulo nas pesquisas pela cura, até acredito que pode acontecer… Mas busco estímulo em pessoas que acompanhamos, e que vivem super bem e saudáveis, pelo menos aparentemente. E os anos vão passando e tudo vai fluindo, etc.
    Por um outro lado, vemos até muitos famosos, que pelo que sabemos, nem são portadores de HIV, e que veem morrendo de montão de CÂNCER, dentre outras doenças não relacionados ao HIV.

    Quem aqui conhece a historia do Magic Johnson, o jogador de basquete?
    Eu sigo ele no Instagram, e o admiro muito.

    Tô no Kik: FelipinhoK

  13. Fabio diz

    Se alguém puder me add nesses grupos vou ficar muito grato. Criei instalei o Kik só pra isso e até agora só consegui conversar com duas pessoas. Não consegui entrar em nenhum grupo.
    Meu Kik: DupinK
    Seria muito bom poder conversar com outros soropositivos, então vou insistir pra se alguém puder, por favor, me add nos grupos lá, valeu.

      • Fabio diz

        É verdade, postei errado. O nick correto é DupinKs. Tinha faltado o s no final. Mas agora já me adicionaram em um grupo lá. Mas se tiver outros também gostaria de entrar, de quanto mais grupos puder participar melhor. Inclusive qualquer pessoa aqui que quiser trocar ideia estou à disposição. Abraço a todos.

  14. pr_positivo diz

    Esse ano no Faustão foi um oncologista falar sobre dia mundial ao combate ao câncer e disse que um tratamento que estava ajudando era a imunoterapia com bons resultados e que estava evoluindo.
    Fiquei com aquilo na cabeça, pensando numa imunoterapia para destruir HIV ou ajudar a turbinar o sistema imunológico, já com os medicamentos consegue controlar o vírus.
    Meu CD4 sempre fica abaixo do mínimo recomendado, me dá um ódio, mas também não entro em paranoia.

    • Fabio diz

      Me desculpa, tinha postado errado. É DupinKs, mas agora vocês já me adicionaram lá, tinha um usuário que já tinha o meu nick correto. Era justamente uma das duas pessoas com quem havia conversado. Muito obrigado. O grupo é bem bacana.

  15. roberto diz

    Tbm queria fazer parte, baixei só pra isso.

    kik: robertoallgusto

  16. ser feliz diz

    Eu vou precisar entrar de licença pelo inss , vocês sabem se quando eu passar pela pericia com o laudo , o perito manda algum papel com cid para a empresa que trabalho ? Pois tem uma pessoa da minha família que trabalha no DEPARTAMENTO PESSOAL e tudo passa na mão dela , quem deu entrada no inss eles colocaram o cid no papel ?

    • Ricardo - Gru diz

      Mas qual a razão de vc precisar entrar de licença pelo INSS ? Não se faz necessário o CID para o HIV e sim o CID pelo qual você está entrando de licença.

  17. Pedro Henrique diz

    Vou fazer um grupo novo e adicionar todos. Ja que está difícil de entrar pra maioria!
    Quem quiser entrar deixa o kik que eu vou adicionar..

  18. anonimo diz

    Na verdade é so combinar antiretrovirais, vacinas, anticorpos anti – pd – 1, agentes de inversao de latencia e imntav’s… creio que alcançarão a cura…

  19. zeze diz

    alguem pode mi explicar um pouco mais sobre hiv-2?
    e sobre falha terapeutica ?

  20. Pedro Henrique diz

    Creio que até 2020 já vai ter algo relacionado à injeções de tempo em tempo invez de tratamento diário! Isso já seria um grande avanço em relação à qualidade de vida e efeitos menos nocivos! Tenho bastante esperança

  21. Gusta diz

    Nem espero essa Prada de cura. Aliás, nem espero mais nada sobre estas pesquisas ae… Sei q se acontecer algo positivo q saia disso tudo, q isso vai ser verem longe, portanto n posso esperar para q minha vida tenha sentido, faço isso Hj. Eu ate fui expulso do Kirk por n conversar muito lá, e tbm quase não entro neste blog. Pq HIV parou de ser algo prioritário e passou a ser algo q esta PA no fim da lista de importância.

  22. Barcelo diz

    Pessoal,
    Descobri que estou com HIV ontem. Estou em estado de choque, com medo, e não sei o que fazer. Não contei pra ninguém.
    Se alguém quiser me ajudar, por favor, me chame no Kik: barcelo.marins
    Quero ser add nos grupos também.

    Por favor!

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s