Notícias
Comentários 127

Os novos tratamentos que estão a caminho


POZ

“Dependendo de quando testar positivo para o HIV, você pode estar diante de até oito décadas de tratamento”, diz Tim Horn, do Treatment Action Group. “Precisamos de medicamentos mais gentis, amáveis, melhores e mais baratos.”

Novos tratamentos antirretrovirais que estão a caminho incluem:

  • Medicamentos dois-em-um orais. A ViiV Healthcare e Janssen começaram estudos de fase III de um regime de dois medicamentos por via oral que incluem Dolutegravir e Rilpivirina.
  • Tratamento de ação prolongada. Uma formulação injetável de ação prolongada de Cabotegravir da ViiV e Janssen se mostrou promissora em um estudo recente de fase IIb. A combinação, administrada a cada oito semanas, está entrando em estudo de fase III e pode chegar ao mercado em 2019. O Cabotegravir também está sob pesquisa como PrEP, também administrado a cada oito semanas, com uma possível aprovação em 2020. Mais atrás no camino está o MK-8591, da Merck, um antirretroviral que pode precisar apenas de administração oral semanal ou injetável mensal, e que pode funcionar como PrEP ou como parte de um regime de tratamento.
  • Anticorpos monoclonais. Infusões de anticorpos monoclonais, ou clonados, podem tornar-se uma alternativa aos antirretrovirais. Um deles, chamado VRC01, tem se mostrado uma grande promessa, combatendo com sucesso o HIV em um estudo de fase I. O anticorpo está agora em estudos de fase III como PrEP, administrado a cada oito semanas, com resultados esperados para 2022. Dois outros anticorpos, incluindo PRO 140 e Ibalizumab, os quais entraram recentemente em estudos de fase III como tratamento.
  • Tratamentos para inflamação crônica. Encontrar formas de reduzir a inflamação que está associada mesmo ao HIV bem controlado poderia reduzir o risco de várias condições associadas ao envelhecimento. Um grande estudo clínico controlado com placebo, chamado REPRIEVE, está observando a possibilidade de administrar Estatina, uma classe de medicamentos usados para controlar o colesterol,  às pessoas com HIV, a fim de reduzir o risco de doenças, incluindo ataques cardíacos ou câncer. Os resultados são esperados em 2021.
  • Novas classes de antirretrovirais. Pesquisadores estão desenvolvendo novos inibidores de maturação, tais como o BMS-955176, bem como inibidores de ligação orais, tais como Fostemsavir, que agem contra o HIV bitrópico, o vírus que tem conectores para ambos os co-receptores CCR5 e CXCR4 das células do sistema imune. O único inibidor de fixação oral já aprovado, Selzentry (Maraviroc), funciona apenas para o vírus trópico CCR5.
  • Comprimidos genéricos combinados. Com vários antirretrovirais perdendo a proteção das patentes nos próximos anos, os fabricantes de genéricos devem começarem a produzir comprimidos de combinação genéricos nos Estados Unidos. As questões mais importantes incluem se os genéricos vão realmente ser muito mais baratos e se os planos de saúde [nos Estados Unidos] darão preferência sobre medicamentos de marca, mesmo se estes últimos tiverem toxicidades mais baixas. Também pode haver comprimidos de combinação mista, contendo ambos medicamentos genéricos e de marca.
  • Cura. Um pequeno exército de cientistas está explorando vários caminhos para dar um nocaute total no HIV. A aproximação da combinação provavelmente será necessário para o sucesso. Em geral, os especialistas acreditam que a cura ainda está muitos anos, senão décadas, adiante. Nesse ínterim, este campo de estudo pode produzir maneiras de melhorar os tratamentos existentes e mitigar ainda mais os efeitos nocivos do vírus.
Por Benjamin Ryan em 24 de junho de 2016 para Poz

 

Anúncios

127 comentários

    • anjo (terapeuta) diz

      Boa noite amigos e js. Um amigo me enviou uma foto de seus exames que deu reagente para hiv 1 e 2. Alguem sabe qual seria sua medicacaó?

      • roger diz

        So quem podera te fornecer esta informaçao e um infectologista e aqui nem o js e nem ninguem podera te dizer…..

      • D_Pr diz

        Boa noite Anjo (terapeuta).

        Esse link abaixo pode te fornecer algumas informações sobre como funciona o tratamento do HIV tipo 2. Evidente que não substitui o infectologista, mas sim, espero que prepare seu amigo! Não é nada muito diferente do tipo 1. Os inibidores de integrase estão aí e fazem sucesso generalizado 😉

        https://aidsinfo.nih.gov/guidelines/html/1/adult-and-adolescent-arv-guidelines/24/hiv-2-infection

        Mesmo assim, acho difícil ele ter contraído HIV 2 no Brasil, pois não é nada comum…vamos ver o que você nos conta na sequência.

        • anjo (terapeuta) diz

          Manterei sim. D_pr ele mandou a foto do exame e vi reagente para hiv 1e2. Ele afirma ter contraido do namorado q tem hiv 1 e esta indetectavel. Eu disse a ele que esta tudo muito fora da regra e que ele pode ter contraido de outra pessoa.

          • Téo diz

            Com ctz ele contraiu de outra pessoa. Se o namorado é indetectável a mais de 6 meses, e toma os remédios corretamente, não há possibilidade disso acontecer.

            Seria o primeiro caso registrado de contaminação dessa forma. O que é muito pouco provável.

            Avise seu amigo pra ele se cuidar e não culpar o namorado dele, pois ele não tem culpa de nada. =)

  1. Edson diz

    Informações como essa nos deixam confiantes e ansiosos tanto por medicações mais fáceis de se aderir,a curto prazo, como pela cura futuramente.


    Força e coragem.

    • JD8377 diz

      Bacana ver sobre a evolução de tratamentos PREP também, esse de oito semanas vai ajudar e muito casais SD.

  2. Alex diz

    Só fiquei um pouco desanimado com esse trecho: “Em geral, os especialistas acreditam que a cura ainda está muitos anos, senão DÉCADAS, adiante. Nesse ínterim, este campo de estudo pode produzir maneiras de melhorar os tratamentos existentes e mitigar ainda mais os efeitos nocivos do vírus.”

    As vzs falam em cura para cerca de 3 ou 5 anos, aí agora falam que em geral acreditam que a cura está muitos anos ou décadas adiante (o que pode representar uns 20 ou 30 anos, ou mais). Fica difícil entender e saber no que acreditar.

    • Pois é Alex, realmente esse trecho é desanimador! Eu procuro nem pensar muito nisso ou já teria surtado!
      Bom, o que temos pra hoje é isso… então vamos procurar viver da melhor maneira possível!

  3. Ricardo - Gru diz

    A matéria é muito boa, ainda bem que a medicina está no caminho certo para controlar e quase que acabar com o HIV. A única parte que não me deixou tão radiante foi: “Em geral, os especialistas acreditam que a cura ainda está muitos anos, senão décadas, adiante.” Mas vamos que vamos…

    • Vdd meu amigo. Parece que um certo grupo de cientistas não são tão otimistas em que a cura sairá tão cedo. Mas, em várias revistas de renomes da ciência e outros grupos de cientistas americanos acreditam que a cura sairá com a proteina Cas9. Tirando 20% do sangue e adicionando essas proteinas….. será a cura em 3 anos. Queira Deus kkkkkk
      http://www.inquisitr.com/2955674/cure-for-hiv-is-3-years-away/?fb_comment_id=fbc_911902812252252_912074982235035_912074982235035#f207695cc17acf

        • Alex diz

          Gente, é preciso parar com a balela do “Se Deus quiser”. Não é questão de deus querer ou não! É questão de a ciência evoluir e encontrar a cura. Não misturem as coisas.

          • Mutatis Mutandis diz

            Caro Alex,

            o significado da expressão “se Deus quiser”, não é literal…é uma forma bíblica de se depositar em Deus os esforços desprendidos para qualquer objetivo. Não se trata de se esperar sentado que Deus faça um milagre…a questão é um pouco complexa se aprofundarmos, mas é basicamente isso.

            • Grande Mumu… estou contigo e não abro!
              e SE DEUS QUISER, um dia nos livraremos disso sim!!!

              Mumu, tudo bem com você?

              Beijo

      • Alexandre diz

        Ricardo, em 03 anos eles pretendem começar os estudos em humanos. Se tudo der certo e eles conseguirem começar os ensaios em 03 anos e tudo andar 100%, a cura pela proteína CAS9 não virá em menos de 15 anos, infelizmente.

        • Acredito que vc esteja certo meu amigo. A cura sairá daqui 20 anos ou mais. Com isso, vou ficando com o meu óleo de copaiba, andiroba, coco extra virgem, selênio (castanha do Pará), vit C com zinco, hemoterapia, Agua oxigenada alimentar volume 35%, Agua magnetizada, método canova, lacto bacillus Kefir, yakult 40 bilhões, mebendazol a cada 6 meses, todas a vacinas em dias tanto a da gripe como a de pneumo 23, meningite, extrato das folhas da mutamba a cada 6 meses e de vez enquando chá de cipó milhomen (mil homens) , chá verde, echinacea, extrato da cana de macaco, cha da casca de romã e com o meu cocktail dado pelo governo kkkkkkkk
          Tem mais coisas que tomo so que nao lembro agora. Um grande abraço e obrigado por responder ao meu comentário.

          • Fabio diz

            Não acredito que vá tanto tanto tempo assim, 20 anos. Os avanços da ciência nesse campo são visíveis e tanto os medicamentos já existentes como as novas descobertas demonstram que os pesquisadores já tem um conhecimento avançado a respeito das dinâmicas de atuação do vírus no organismo. Além disso os avanços da medicina hoje não se dão na mesma velocidade de antes, porque quem está engajado na pesquisa sobre a cura parte de um conhecimento acumulado considerável, já estando superada a fase em que se tentava “conhecer” o vírus. A comunidade científica é muito cautelosa em falar sobre cura porque já houve muito equívoco e se falou muito em cura de maneira precipitada no começo da epidemia, o que gerou constrangimento pra o meio que atuava nas pesquisas nessa área. Eu acredito que em torno de 10 anos já teremos algo como cura, ou cura funcional (que pra mim já está ótimo). Mas claro, é sempre especulação. Os novos medicamentos são uma excelente notícia e os avanços nessa área cada vez mais se traduzirão em uma vida absolutamente normal para os que convivem com o vírus.

          • Leonardo diz

            Ricardo, como faço pra me corresponder com vc? Iniciei como tarv há 1 semana e estou lendo bastante sobre alternativas para ajudar no tratamento. Parece que vc tem uma gama de ajudinhas no seu tratamento! Rsrsrs
            Abraços.

          • Ricardo do céu, você toma tudo isso? Extrato da cana de macaco? Eu nunca ouvi falar disso..kkkkkkkk
            Vou te convidar para um chá aqui em minha casa….chá de papoula e de cogumelo, topa?. 😀
            JS, você está convidado também!! 😀

            • ricardo costa diz

              kkkkk obrigado pelo convite. Sim, tomo tudo isso e as vezes paro tbm. Aprendi a ajudar o cocktail de anti retrovirais na luta contra esse vírus desgraçado que so tem cérebro e muito inteligente kkkk. Em agosto agora faço 6 anos de soro positividade e totalmente vida normal. É claro vida normal longe daquela bomba de efavirenz que pra mim é o pior e mais barata medicação para hiv. Não me dei bem com efavirenz por sentir dores no corpo demais, tonteiras, depressão e fadiga que nem um velho de 100 anos de vida. Hoje tomo tenofovir, lamivudina, fosamprenavir e ritonavir. Não sinto nada e nem tenho efeitos colaterais com eles. Abraços!

              • Carlos T diz

                Prezado Ricardo, vc mudou o coquetel e está conseguindo a nova medicação no serviço público? Pensei que somente disponibilizavam tres-em-um ou o velho AZT/Efavirenz.

                • ricardo costa diz

                  o governo tem mais ou menos 20 comprimidos anti retrovirais disponiveis aos portadores e desses 20 dá para fazer 100 combinações com outros fármacos caso haja resistência a uma ou duas dessas medicações. Não consegui tomar o Efavirenz por me causar depressão severa, dores nas juntas, sonhos vívidos loucos com monstros e fadiga intensa. Voltei ao infecto e ele disse que nao podia mudar as medicações pois era de praxe do governo e sistema o indivíduo positivo tentar a medicação por mais de dois meses para ver se os efeitos colaterais sumiam como prometido. E na verdade não sumiam e voltei novamente para mudar esse esquema ou eu pararia com o cocktail por causa deles e tbm eu os ameacei de chamar a imprensa contra eles. Levei 2 amigos meus como testemunhas. Não deu outra kkkkk acabaram mudando a medicação. Eles vêm com esse papo de que o efavirenz é de primeira linha kkk primeira linha o caralho kkkk Muitas pessoas morrem sem reclamar a troca dessa bomba fdp. Eu tenho a impressão de que esse efavirenz é o mais barato e tbm o mais fudido de todos com os piores efeitos colaterais possiveis. Muitas pessoas leigas nao lutam pelos seus direitos. Pessoas morrem por causa desse maldito efavirenz que causa depressão. E quem tem depressão com certeza não vai tomar medicação nenhuma. Meu esquema é ritonavir, tenofovir com lamivudina e fosamprenavir. Não sinto nada e estou indetectável ha 6 anos.

          • Nahash diz

            Bem amados ,li vários comentários …e percebo que desanimo mata ,preguiça mata ,falta de humanidade mata , nós todos unidos com um só pensamento e levados a mais alta cúpula mundial para erradicação deste mal que aflige tantas pessoas ,e que fará a diferença , hoje considera se ainda segundo pesquisas que 38 países ainda não acordaram e barram ,negam a entrada ou permanência de Hiv soro positivo , isto sim é o fim , esses bandos de gente imunda deveria se colocar no lugar de quem sofre com este fardo é pensar em ajudar a todos terem uma qualidade de vida melhor ,mais amor em seus corações ,arranquem este mal que existe dentro da mente de vocês que é o pre conceito contra o seu irmão , e peçam a quem quiserem ou acreditarem que vocês 38 países que nunca tenham que passar por isto …O mundo deve lutar para erradicação de todas as doenças inclusive o preconceito para com o próximo .#OmundoPorUmaVidaSaldavel#SemHiv

  4. davi diz

    Quebra dad patentes e POR isso surgindo outras drgas melhores. So POR isso? Sera q ja nao existia? Isso é um jogo commercial mesmo.

  5. roger diz

    Ja tinha comentado que a aids ja foi banida resta agora fazer do hiv uma doença cada vez mais controlada e com medicamentos menos toxicos….geraçao de sorte essa de hoje poder viver bem e ter uma vida normal como qualquer pessoa nesse planeta…viva a vida meninos e meninas que o tempo e a favor de nos…

  6. 33Rj diz

    Descobri exatamente 29 dias. Ainda não fiz minha primeira consulta, somente semana que vem. Tudo é muito novo pra mim. Tenho dias que penso tanto e fico pra baixo. Mais vou falar do fundo do meu coração. Não fico muito tempo pra baixo. Sei que o tratamento é un sucesso. Sei que vou mudar e muito meus hábitos. Vou me cuidar muito mais. E acredito e tenho fé que a cura já existe. Temos a cura parcial através dos tratamentos e a cura total virá. Agradeço a todos vcs que comentam neste blog pois aprendi muita coisa e perdi muito medo. Obrigado por muitas vezes encontrar conforto na palavra de vcs.
    Fiz um kik pra conversar com todos. (kik VSR33)

  7. Max+ diz

    Olá, gente.
    Queria muito que alguns de vcs me ajudassem falando um pouco de como são suas vidas amorosa e sexual, pois até agora não sei direito como agir.
    Por exemplo, em sexo casual, vcs ainda praticam? E se praticam, vcs contam pro(a) parceiro(a)? Se não contam, como vcs fazem pra evitar que o(a) parceiro (a) te faça sexo oral? Vcs voltaram a praticar sexo só depois de estarem indetectáveis?
    Fico muito grato se alguém, por favor, me responder essas questões.

    • JV diz

      Cara, o mais seguro é que esteja indetectável. Dessa forma, segundo estudos conceituados e segundo os grandes médicos, vc NÃO TRANSMITE.

  8. Vircetti diz

    Acho q deve ter outras pesquisas q estao em andamento e nao foram mencionadas… Alguém sentiu falta de alguma?

  9. Loverare diz

    Gente, alguem poderia me ajudar explicar como funciona o sistema de saúde americano para tratar soropositivos?
    Estou pensando em passar uma temporada em Boston e não estou conseguindo informações se consigo medicamento la ou não!
    Se puderem me ajudar ficarei muito feliz e agradecido.
    Segue meu e-mail pra quem puder me responder ou ate mesmo fazer amizade: loverare@live.com

    • PAULISTANO POSITIVO diz

      LOVERARE,

      Lá os medicamentos devem ser comprados, em farmácias, e você terá de passar em consulta com um médico para obter a receita, fazer os exames, e tudo mais… Poderá também trazer um laudo do seu médico daqui para apresentar ao médico que te atender lá. O laudo de um médico brasileiro não terá nenhum valor legal nos EUA, ele servirá apenas como uma orientação do seu tratamento.
      Outra forma, mais prática, é você conversar com seu médico daqui e, dependendo do tempo da sua estadia nos EUA, levar consigo os medicamentos do Brasil.

      • Loverare diz

        Paulistano! Muito obrigado pelo retorno!
        Não sabia que vendia na farmacia e acredito que devem ser caríssimos né? Rs
        Se eu for de vez pra lá mesmo o que tem grandes chances esse esquema de levar daqui não vai durar muito! Eis minha preocupação! Rs

        • Luiz Carlos diz

          O 3×1 daqui é o Atripla, onde a única diferença é que no lugar da lamivudina é usada a emtricitabina. Ele custa em torno de USD 20 mil/ano. É bem caro.

          Para quem é residente e trabalha em empresas por aqui, a maioria oferece seguros que cobrem parcialmente o valor dos medicamentos, e algumas oferecem cobertura integral.

          Vale mais a pena ir para o Brasil a cada 6 meses, e ter alguém para enviar o 3×1 pelo correio.

          • Luiz Carlos diz

            Só lembrando que no caso de enviar pelo correio é importante ter um estoque bem grande, pois caso haja algum problema no correio, você terá como continuar o tratamento normalmente. Também é importante utilizar serviços privados como DHL e UPS, e enviar uma cópia da receita junto com os medicamentos.

          • Loverare diz

            É to vendo que a melhor opção no meu caso é inventar uma desculpa pra voltar ao Brasil de 6 em 6 meses! Visto que não contem pra ningue da minha sorologia e to bem sozinho nessa! :/

            • Hj diz

              Cara, tambem estava indo morar fora e desisti pelo trâmite de mandar o remedio, e pelo o q eu vi os tratamentos para imigrantes sao um pouco elevado. Geralmente o governo oferece o tratamento gratis para o local ou residente permanente. Um pais que eu pesquisei q oferece tratamento gratis eh a Irlanda, quem sabe vc muda d plano!Pelo o q pesquisei Eua, Canada e Australia so oferecem tratamentos para quem tem visto permanente ou eh local msm! O Canada e a Australia ainda solicitam, caso vc busque, exames d Hiv para visto de permanência no pais.

  10. Rafael diz

    Alguém sabe sobre os resultados da vacina Dinamarquesa, da equipe do Dr. Søgaard? Há noticías desde 2013 sobre uma possível vacina contra o HIV que já está na Fase III.

    Força para todos !

    • Anderson diz

      Olha Rafael, eu tomei a liberdade e escrevi para o Dr. Søgaard uns meses atrás (fevereiro de 2016), pois também sou pesquisador, só que em outra área e sou portador do HIV. Ele me respondeu que não há cura para o HIV no momento e é improvável que haverá um dentro dos próximos 5 anos.

      • Edson diz

        A cura virá, cedo ou tarde, evidentemente.
        Pesquisadores,pesquisas e tecnologias tem um custo. E ñ é pouco. A relação é permeada pela lógica do mercado e pelas regras do capital. Ou seja, quem investe na pesquisa de uma cura ñ é porque espera reconhecimento,fama ou ser considerado um santo anjo. A cura significa dividendos…significa retorno financeiro. .lucro.
        Mas se é possível remediar, é portanto altamente lucrativo continuar remediando. Afinal se eu posso ganhar significativamente com medicações que já demonstram eficácia em prologar a vida de um soro+ e tornando o hiv uma doença “tratável” porque então não lucrar intensamente nessas condições. É muito mais rentável remediar do que extinguir o meu objeto de exploração. .de lucro (hiv).
        A cura virá. Mas por enquanto o capital agradece por se reproduzir e garantir a existência de seus poucos detentores.

        “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você”
        Jean-Paul Sartre

      • Rafael diz

        Eh estamos cada vez mais cientes deste tempo para que se afirmem uma cura funcional ou esterelizante. Acredito que em menos de 20 anos, poderá sim acontecer! Cada vez mais temos novidades, o fato de um individuo estar “indectável nos exames” prova que podemos
        Seguir para uma cura futuramente. Se Deus quiser (como escreveram aqui), alias com ajuda dele e com a dedicação do homem, Vqi ser a peça que faltava de um imenso quebra-cabeças. Eu aposto menos de 20 anos com certeza!

        Força pessoal do site JPS!

          • Revoltado diz

            Ricardo, irão se passar mais que 20 anos e não teremos a cura! Continuo sentado esperando.

            • ricardo costa diz

              vdd meu amigo. tbm concordo contigo. Por isso, vou ficando com as minhas receitinhas kkkkkk

  11. Ponce41 diz

    “Apesar de ser uma das doenças mais estudadas e pesquisadas no mundo, seria leviano eu falar em cura, mas extremamente pertinente eu falar em grandes avanços medicamentosos para o tratamento do Hiv”, essa frase foi usada pelo meu infectologista e meu amigo pessoal na minha 1ª consulta. Além de ter me dado uma explicação técnica foi também uma opinião pessoal dele, haja visto, que ele é um médico respeitadíssimo, palestrante internacional e um estudioso na área; com credencial. Desde então canalizo meus pensamentos numa melhor qualidade de vida, com melhores medicamentos, tratamentos, e essa reportagem basicamente me faz ver que estou no caminho certo. A cura virá, mas enquanto ela nao vem, temos várias barreiras a ultrapassar e enfrentar, sejam elas socias, psicológicas e afetivas. Torço para que chegue o dia que eu possa e nao tenha medo de dizer: “tenho hiv”

    • Juka diz

      O pior mau do hiv é o estigma q esse vírus carrega no imaginário das pessoas,inclusive no nossos imaginário.é tão difícil pronunciar q tem hiv…outro dia fui eu lá tomar minhas vacinas que o infectologista recomendou..no posto a médica logo me perguntou qual era o meu problema….eu não conseguia dizer nada, mas soltei três letrinhas q me deixou tão pesado…eu respondi:H.I.V

      • Leonardo diz

        Sei como é isso. Eu digo que sou soro, sem o positivo…😞 Realmente é muito chato termos que dizer isso, ainda que para profissionais da área de saúde.
        Desejo saúde a vc.

      • Lilian diz

        E sempre assim Juka, até vc se acostumar de que vc não esta sozinho nessa, e que não é deferente de ninguém ao seu redor.

  12. Patrik diz

    Uma cura pra logo seria ótima né non!?
    Mais só de ver em vários sites ,inclusive aqui , que drogas melhores estão pra chegar , vacinas qe poderam ser tomadas de tempo em tempo ., tudo isso já me deixa muito melhor, agradeço por existir tratamento bons hj em dia , mais confesso que tomar tds os dias é um saco ! Qe chegue logo essas vacinas de tempo em tempo ! Isso pra mim já seria á cura

  13. jairo diz

    Amigos, gostaria de compartilhar a minha historia… apesar de ter tido poucas relações de risco nos últimos 5 anos, eu anualmente faço todos os exames de sangue possíveis até como uma forma de “gastar” meu plano… pois bem, semana passada fiz a coleta de sangue no mesmo laboratório que fiz os últimos 5 exames, só que dessa vez algo inesperado aconteceu, diferente das outras vezes, todos os resultados estavam no site do laboratório, menos o do HIV, eu estranhei porque anteriormente o de HIV saiu junto com os outros já no dia seguinte.. esperei por 4, 5, 6, 7 dias e nada, entrava no site e maldita frase “laudo parcial disponível” continuava lá, sem o resultado do teste de HIV… Todo o processo que os amigos aqui passaram, aconteceu comigo… a angustia, o medo, as duvidas, foi uma das sensações mais terríveis que já tive, fiquei lendo um monte de coisas na internet (até por isso, encontrei esse site) e a coisa só piorou, lá pelo decimo quarto dia, criei coragem e tomei uma atitude simples e racional, liguei pro laboratório perguntando o que havia acontecido, a moça que atendeu pediu para que eu comparecesse lá pois os exames estavam todos prontos, na minha cabeça confusa, a certeza de ter contraído a doença era claro como aguá… me dirigi ao laboratório como se estivesse indo para o corredor da morte… mas ao chegar lá a atendente me entregou tranquilamente os resultados, e quando questionei o porque da demora, ela disse que o site deveria estar com problemas, o resultado do teste? “não reagente para HIV”… sei que parece uma tremenda de uma bobagem para os amigos que realmente estão enfrentando a doença, mas só gostaria de abraçar cada um de vcs e dar um palavra de força… meio piegas, não? hehehe… parabéns pelo site e continue o ótimo trabalho… um grande abraço.

    • Ricardo - Gru diz

      Jairo, não querendo desmerecer seu depoimento, mas não estamos enfrentando nenhuma “doença” não. Só para lembrar que com os tratamento atuais, só fica doente quem quer…

      • Jairo diz

        Desculpe amigo, não custa nada fazer um exercício de humildade, meu comentário foi extremamente infeliz, acredite, não tive a intenção de ofender, mas acabei fazendo, peço perdão a todos, e apagarei o comentário… Um grande abraço.

    • Alex diz

      Acho desnecessário você compartilhar esse tipo de experiência.
      Todos passamos por esse momento de angústia e é de muito mau gosto (e algum sadismo talvez) da tua parte escrever um relato deste tipo sabendo que para todos soropositivos o resultado foi reagente.

      • jairo diz

        Me perdoa cara, do fundo do coração, acho que fui egoísta, eu queria meio que desabafar e não imaginei que meu comentário iria constranger, mais uma vez peço desculpas.

    • Jairo diz

      Não sei se tem como apagar o primeiro comentário, estou digitando do celular, se o autor do post puder fazer agradeço, e mais uma vez minhas desculpas sinceras a todos que se alguma maneira se sentiram, não sei se ofendidos, mas que acharam o comentário desagradável, paz.

      • Verdes Olhos diz

        Olha, Jairo. Pra HIV, seu exame pode ter dado não-reagente. Mas no exame de chatice e indelicadeza, você é super-reagente! Parabéns, campeão!

      • Leonardo diz

        Olha Jairo, não vi nada de errado no seu comentário. Claro que todos nós gostaríamos de ter tido o mesmo resultado que o seu, porém infelizmente não foi.
        Vc deve ficar feliz por estar negativo, porém deve se cuidar mais e evitar riscos que possam levá-lo a não ter a mesma alegria em resultado futuro, que Deus o livre e que vc se cuide! Saúde e paz!

          • Ai, ai. Pobre Jairo! Também não vi nada de tão excepcional no comentário. Tadinho, pediu mil desculpas e o povo segue sentando o sarrafo. Desculpas aceitas da minha parte.
            Olha, não é a primeira vez que vejo comentário assim, tipo: “paguei promessa de ir de joelhos até Aparecida porque não tenho hiv mas vocês são legais e tal”. Confesso que sentia um desconforto com isso, parecia que alguém do time adversário vinha até minha casa exibir o troféu. A minha descomodidade com esse tipo de comentário hoje está mais leve. Somos todos humanos e todos temos status de hiv, seja ele positivo ou negativo. Se todos fizessem o exame como parte do checkup, tenho plena convicção que a epidemia estaria mais controlada e talvez muitos de nós nem estariam aqui comentando.
            Realmente, o tempo de espera pelo resultado está entre os top 5 dos piores momentos de se descobrir + e talvez seja por isso que as pessoas compartilhem conosco, ainda que o resultado tenha sido “não reagente”. O que eu espero é que as pessoas que passam por esse susto tomem consciência de que hiv não escolhe raça, credo, cor, sexo ou nada e, por conta disso, juntem-se a nós na luta contra a discriminação.

            • Ricardo - Gru diz

              Faço das minhas, as suas palavras “Soulpositiva”. De fato, o Jairo pediu desculpas e não estamos aqui para julgá-lo pela maneira que ele expôs a vitória dele sobre uma possibilidade de ter em mãos um resultado “reagente para HIV”, o que via de regra não é nada fácil mesmo, eu que sei a sensação de um buraco se abrindo na sua frente diante deste diagnóstico. Por mim, desculpas mais aceitas. E vamos viver a vida, logo ali inicia outro dia…Abração.

      • Jairo, relaxa! Não vi nada de ofensivo e nada desagradável em seu comentário… Acho que o povo é muito sensível ou melhor dizendo, melindroso.
        Cuide-se hein…o não reagente de hoje pode ser o reagente de amanhã..e aí não adianta “chorar pelo leite derramado”

        Paz e luz pra você!!

  14. Palpite + diz

    Alexandre! Acredito que a cura pela Cas9, esteja bastante próxima. O que não está próximo é a sua distribuição para a população. Independente, se um humano for curado, podemos dizer que ela já foi descoberta. Já aprovaram o uso da técnica, para estudos clínicos em melanoma. Nem vou me ater em dizer sobre a agressividade deste câncer. Tudo ao seu tempo.

    Gostaria realmente de saber, o que o Michael Farzan está fazendo com a sua descoberta, visto que em ensaios com animais, esta foi de longe a mais promissora! Já que curou 100% dos indivíduos afetados. Parece ser natural que os cientistas não falem muito e joguem prazos maiores para suas conclusões. Nem com os avanços que temos, mesmo os médicos e pesquisadores, não saem falando na mídia: “Olha, quem tem HIV e se trata, não morre mais disso” ou ” O Dolutegravir com sua alta barreira genética, praticamente anulou os riscos de desenvolvimento de resistência do vírus”. No primeiro caso, para que as pessoas continuem com medo e se previnam. No segundo, para que os pacientes continuem firmes nos medicamentos mais baratos para o governo”. Infelizmente, quem sofre com isso, é quem se já se descobriu portador. Pois terá que ter cabeça, para não se deixar levar pela mídia. Tentando banir aquele medo de morrer a qualquer momento.

    O que acha?

    • Alexandre diz

      Palpite, sobre a cura através do método citado, acredito que ela possa ser o caminho da cura daqui a 3 anos, mas do fundo do meu coração, gostaria que vc estivesse 100% certo, e torço para que esteja. Só não concordo que ela poderá ser uma cura disponível para poucos. O “X” da questão é justamente o baixo custo da terapia. O resto eu concordo plenamente!
      Uma pergunta: qual ensaio curou 100% dos indivíduos afetados?

    • Fabio diz

      Eu concordo que a comunidade científica tem sido muito cautelosa ao divulgar informações sobre as etapas de pesquisa sobre cura, bem como sobre os tratamentos disponíveis e a toxidade dos mesmos. Tudo isso em função de um arranjo de interesses que envolve, controle da transmissão do vírus e conformismo em relação ao protocolo de ministração de medicamentos pelo governo e controle de gastos do mesmo no combate à doença.

  15. JV diz

    Pessoal, alguém teve muitas alterações nas taxas de colesterol, transaminase, etc, com o uso do 3×1? Fiz meus exames de 6 meses após o início do tratamento e tem umas alterações lá que me deixaram preocupado.

  16. Palpite + diz

    Não Alexandre! Eu não quis dizer que ela será para poucos, apesar que sabemos que até mesmo uma “Tonsilite” é uma doença incurável em alguns locais da África. O que eu quis dizer, é que mesmo que eles tenham 99% de certeza que o indivíduo foi curado, vão permanecer anos analisando -o, antes de distribuirem a técnica. O que podemos supor, é que se a técnica já vai ser testada em portadores de câncer, será muito mais rápido para aprovarem e perceberem se ela é segura ou não. Apesar de se tratar de diferentes patologias. Vários resultados podem ser tirados disso. Principalmente sobre a segurança . Ou seja, podemos ganhar alguns anos com os testes para nestas doenças.

    • Juka diz

      Eu não consigo engordar….e olhe q eu tento…nem emagreco nem engordo..

  17. Fabio diz

    Alguém aqui que toma ARVs há mais de 5 anos e possa falar sobre lipodistrofia. Se teve ou não, qual a intensidade, depois de quanto tempo apareceu…
    Grato

    • Juka diz

      Tbem gostaria de saber pq é algo q tenho pavor só em imaginar…pq fica muito deformado o corpo.

      • Fabio diz

        Estava vendo umas fotos recentes do Magic Jhonson no Insta. Ele não desenvolveu lipodistrofia e já se trata há muito tempo. Mas não sei se serve como parâmetro, pois com o dinheiro que tem acaba tendo acesso a todos os recursos possíveis, inclusive em termos de medicação de última linha.

    • ANA diz

      Eu tomo há 8 anos e não possuo lipodistrofia. Aconselho a não focar nisso pra vc não ficar na “neura” pois só vai fazer muito mal (eu já passei por isso). Tenha uma vida saudável, pratique exercícios e esqueça isso, pois vc pode vir a nem desenvolver esse efeito. Viva bem com as condições que temos hoje e “be happy”.

    • Fábio, eu tomo há 07 anos e não tenho nem um sinal de lipodistrofia.
      Tá tudo tranquilo e favorável 😀

  18. Quando eu descobri não acreditei, as vezes ainda não acredito! Acho que sei lá, uma hora vai sumir do meu sangue
    Hoje eu acredito que um dia, 30, 40, 2, 1 ano a cura vai chegar! Tenho fé na ciência e em Deus!
    Porque não é fácil ser jovem e ter esse vírus!
    Ninguém sabe sobre minha doença da minha família, apenas 2 amigos, que hoje nem falam muito comigo,
    As vezes penso em parra, larga tudo! Mas penso que nada acontece em vão, tudo tem um porque! Quem sabe esse seja o nosso porque?

    Não conheço ninguém que tenha o vírus, sou meio, burro, nesse assunto, se alguém tiver afim de conversa, kkkk, não sei como que faz por aqui, mas tenta avisar! Sou do RJ

    • Edson diz

      Felipe e quem mais interessar
      É sempre bom conversar com alguém
      Se quiser cria um KIK pra vc..
      O meu é edsonpara ..lá a gente pode TC todas vezes q você puder e quiser. Os demais membros do Diário tbm

      Meu e-mail : cnabrasileiro @gmail.com

      Mas é um pouco mais demorado eu responder por emeil..motivo preguiça msm..RSS..prefiro a praticidade dos apps de chat.

      Sucesso meus caros.

    • Juka diz

      Meu jovem, vc não conhece ninguém que vc sabe q tem, pq de fato vc conhece muitos e talvez nem eles sabem, quiçá até seus dois falsos amigos tenham e não sabem e se não tem eles um dia poderá ter como qqer um de nós.tente viver a vida em paz pq esse monstro adormece com alguns meses de remédios(que deverá ser tomado até a cura)….bjo na alma.

  19. Leonardo diz

    Olá pessoal, como estão passando? Espero que bem é claro!
    Testei positivo em 2010, e nesse ano tive uma crise de diarréia que durou quase 1 mês, que me fez perder muito peso. Entrei em pânico, sem saber o que fazer.
    Daí decidi ir na minha médica, uma especialista muito conceituada aqui na cidade do RJ, que atende somente na saúde pública.
    Desde 2014 não comparecia as consultas de acompanhamento e naturalmente tomei aquela saraivada de lições e broncas, parecia até criança tomando bronca da mãe.
    Aguardei até ela terminar o atendimento do último paciente para que pudesse ser atendido, afinal não era dia de minha consulta, porém ela gentilmente me atendeu e me prescreveu um monte de remédios para tentar parar com a diarréia (ciprofloxacino, albendazol, anitta dentre outros) vez que o negócio estava feio mesmo, estava indo ao banheiro quase 10 vezes ao dia!
    Também me deu as receitas para iniciar o tratamento com o a TARV.
    Inicialmente tomei apenas os remédios para a diarréia e na semana seguinte iniciei o Tarv, foi muito difícil tomar essa decisão.
    Hj me sinto bem melhor do que estava há duas semanas atrás, sentindo um pouco dos efeitos colaterias é claro, como tonteira e indisposição nas primeiras horas da manhã. Tomo o 3 em 1 por volta das 22h e nas primeiras horas da manha ainda sinto os efeitos colaterais, que vem diminuindo aos poucos ao passar dos dias.
    Gostaria de saber dos colegas qual a melhor maneira de tomar a medicação, se de estomago cheio ou vazio e qual o melhor horário para fazê-lo.
    Também estou lendo bastante sobre complementações naturais que possam vir a ajudar no tratamento. Soube que o tratamento causa muitos problemas no fígado e tenho que me resguardar disso.
    Gostaria de contato com pessoas que já tomam medicação, ou não, que compartilhem de suas experiências e quais as medidas que tomam pra complementar o tratamento.
    Desejo muita saúde a todos e que possamos vencer essa nossa batalha diária.
    Abraços!

    • roger diz

      6 anos sem tratamento?acredite em sua medica ela sabe o que e melhor pra voce…se aparecer efeitos colaterais ela sabera o que fazer ………se trate e vida longa hoje tudo e menos conplicado…..

  20. Leonardo diz

    Pessoal, criei um kik pra trocarmos uma idéia sobre qualquer assunto de forma mais prática.
    O meu é: leolegal_rj
    Aceito todos os colegas do fórum desde que haja respeito mútuo.
    Abraços.

  21. Então, por este post e outras leituras, a minha conclusão é de que a cura virá um dia, mas não se sabe quando, mas tratamentos melhores são uma certeza absoluta e em curto prazo. Fico bem empolgada quando leio sobre essas terapias de longa duração, que bom que não é apenas um sonho. Às vezes o tratamento atual pode desanimar, mas é só lembrar que logo coisas melhores virão. This too shall pass.

  22. Thiago diz

    Boa noite,
    Estou em tratamento a 7 meses com 3×1
    Estou indetectável e cd4 980

    Mas a 2 meses estou passando por um problema..
    Estou com muuuuita espuma na urina
    Meu retorno com a infecto é só mês que vem ainda..

    Alguém passou por isso? Será que é por causa dos remédios que estão afetando o rim

    • Mutatis Mutandis diz

      Tiago, a urina espumosa é um problema relativamente sério, mas cuidado! Só o exame de urina vai poder identificar isso. Não somatize isso na sua vida antes do resultado. A espuma pode ser decorrente ( na grande maioria das vezes) do jato da urina caindo no vaso (parece óbvio e é mesmo…pensei que estivesse e o exame mostrou que não.

      Desejo sucesso no exame!

    • Alessandro diz

      Eu tbm tenho urina espumosa quando como um churrasco por exemplo, aí junta um dia que n tomei o necessário de água com gordura e da nisso, pense nisso.

    • Ricardo - Gru diz

      Thiago, fiquei com esta neura também…a minha urina estava com muita espuma. Fiz o exame e não foi detectado em relação a possível alteração nos rins. Mudei a forma de urina, não “jateando” direto na parte com agua…pronto, parou de espumar, rsss. Forte abraço.

  23. Positividade de luz diz

    Thiago,vc toma bastante água?entre 2 a 3 litros por dia? isso ajuda e muito querido!!!

  24. Luna diz

    Passando para desejar uma semana linda para todos.
    Sem pessimismo , sem auto-piedade e recheada de sonhos e esperança , pois é isso oque nos move.
    Meu kik : lunajoplin

  25. Paulo Roberto diz

    Gente, só passei por aqui para ver as novidades, que, infelizmente, são poucas.
    Mas temos que ter esperança, temos que seguir a vida.
    Eu ando ocupado – deixei minha casa fechada e só venho uma ou duas vezes por semana, por conta de um cunhado que está com câncer no aparelho urinário.
    Além disso, estou cuidando de um sobrinho adolescente – meu Deus, nunca pensei que fosse passar por isso!!! rsrsrr…
    Mas vamos seguir com muita fé e esperança.
    Não vamos nos entregar ao pessimismo, embora haja momentos em que eu mesmo fique um pouco prá baixo…
    Eu, mesmo portador do HIV, me sinto melhor quando sou útil às pessoas, quando posso ocupar meu lugar no mundo, ajudando a quem sofre de doenças que, hoje em dia, são até piores do que um diagnóstico de HIV.
    Bola prá frente, gente, pois não podemos desanimar.

  26. JV diz

    Aff…estou com uma leve hepatite. Tomo o 3×1. Provavelmente causada pelo Efavirenz. Meu médico pediu uma nova coleta daqui 2 semanas para vermos o que vai acontecer. Se persistir ou aumentar teremos que trocar o esquema. Ele diz que pensa naquele esquema que em alguns causa icterícia. Dizem ser um esquema bem mais tranquilo. Mas estou tenso. Alguém que toma esse esquema pode falar algo sobre?

  27. Homem RJ 41 diz

    E a vacina Tat Oyi? Parece que vai ser comercializada a partir de 2018

  28. Numa Boa - MT diz

    JV,
    Uso o esquema com Atazanavir faz 10 meses. Os efeitos colaterais que experimentei foram um pouco de dor de cabeça nas primeiras semanas e icterícia escleral (olhos amarelados), que vai e volta sem me dar muitas explicações. Nos exames, houve aumento dos triglicérides (e devo mudar minha dieta para tentar contornar esse problema). Quanto a eficiência, a supressão viral é consistente, cheguei a indetectável rapidamente.
    O gravame estético da icterícia às vezes me incomoda, mas, como disse, ela não é persistente e, com paciência, acaba cedendo.
    Existe um exame genético preditivo da hiperbilirrubinimia, que causa a icterícia. Portanto, se essa for uma de suas preocupações, pode-se avaliar a possibilidade de ocorrência antes da adoção deste TARV.
    Um abraço e mantenha-se firme.

  29. li uma materia falando sobre os beneficios do óleo de coco no tratamento do hiv ,ele tem propriedades que ajudam a diminuir a carga viral , alguem que tome ou se interesse pode me ajudar dizendo como devo fazer uso!Obg

  30. Gustavo diz

    Nossa gente, quanta negatividade. Estou tomando a medicação que o infecto passou faz quase 40 dias e não tive nenhuma reação. Vamos passar mais otimismo ai… a cura está próxima pois vocês acham que um laboratório como a Glaxo negociaria o valor do Dolutegravir de quase 6,00 dólares para 1,70 assim do nada? Eles sabem que existem cientistas não ligados às grandes empresas farmacêuticas empenhados na cura. É só fazer um comparativo do tratamento de hoje com o de 25 anos atrás, onde o indivíduo tomava duas mãos cheias (de 10 a 15 comprimidos por 2 vezes ao dia) para uma ou duas tomadas de 1 ou 2 comprimidos ao dia nos dias atuais?! Revistas renomadas estão publicando informações que nos levam a acreditar na cura nos próximos anos! Pensamento positivo gente!

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s