Notícias
Comentários 62

Melhorando o efeito dos antirretrovirais com a vacina Tat


prnewswire

Um estudo clínico de fase II realizado na África do Sul confirmou que a vacina terapêutica Tat contra o HIV/aids pode efetivamente melhorar a resposta aos medicamentos antirretrovirais em soropositivos. Os resultados foram publicados no jornal Retrovirology. A vacina foi desenvolvida no Istituto Superiore di Sanità (ISS) pelo National Aids Center (NAC) (NAC), sob a direção da Dra. Barbara Ensoli.

O estudo, realizado no MeCRU, a unidade de pesquisa clínica da Universidade Makgatho Sefako, inscreveu 200 participantes em tratamento antirretroviral com níveis indetectáveis de HIV no sangue. Os participantes foram divididos aleatoriamente em dois grupos “cegos” para receber três injeções intradérmicas de 30μg da vacina ou placebo, com um mês de intervalo. Após 48 semanas da vacinação, os grupos foram revelados: os participantes vacinados apresentaram aumento significativo de células T CD4 em relação ao grupo que tomou placebo. O ganho de células T CD4 foi particularmente significativo nos participantes com poucas células T CD4 no início do estudo.

A vacina atua induzindo anticorpos protetores, capazes de neutralizar a proteína Tat do HIV de diferentes subtipos virais, incluindo os subtipos A, B e C que circula na Ásia, Europa, América e África. A vacina Tat promete melhorar a eficácia dos tratamentos atuais contra o HIV e a expectativa de vida das pessoas que vivem com HIV em todo o mundo.

As células T CD4 são peças fundamentais na resposta imunitária contra os agentes patogênicos, mas são progressivamente perdidas durante a infecção pelo HIV, uma condição que conduz à aids. Embora o tratamento antirretroviral seja muito eficaz em suprimir a replicação do vírus, as células T CD4 podem permanecer baixas, particularmente em pessoas que iniciam o tratamento tarde, como ainda ocorre em ambos os países desenvolvidos e em desenvolvimento.

estrutura do HIV

Uma ilustração da estrutura do HIV, com proteínas identificadas. Crédito: David S. Goodsell, RCSB APO.

A Dra. Ensoli, inventora da vacina, explica que “A vacina foi desenvolvida para alvejar a proteína Tat do HIV, que é produzida logo no começo da infecção. A Tat desempenha um papel chave na replicação viral e na progressão da doença por enfraquecimento do sistema imunológico. Através da concepção de uma vacina que inclui uma pequena quantidade da proteína Tat, fomos capazes de induzir uma resposta imune capaz de melhorar os efeitos dos medicamentos anti-HIV.”

Este estudo confirma os resultados de um estudo anterior de fase II com a vacina Tat, realizado na Itália, com 155 pacientes tratados com antirretrovirais, o qual mostrou a indução de anticorpos contra a Tat e a recuperação de células T CD4. Após três anos da vacinação, o estudo italiano também mostrou uma diminuição significativa do “reservatório do vírus” no sangue, uma porção de vírus “silenciosos”, invisíveis aos antirretrovirais e responsáveis pela restauração da quantidade de vírus após uma eventual interrupção da terapia antirretroviral ou em decorrência de baixa “adesão” ao tratamento. Um estudo de seguimento está em curso também na África do Sul, para confirmar a redução do reservatório de HIV observado no estudo italiano.

O estudo na África do Sul é parte de um grande programa de cooperação com o Departamento Sul-Africano de Saúde e do Conselho de Pesquisa Médica na luta contra o HIV/aids, assinado pelos governos da Itália e África do Sul, e dirigido pela Dra. Ensoli (principal pesquisadora) e pelo Dr. P. Monini (chefe de operações na África do Sul), em estreita colaboração com os homólogos sul-africanos. O programa foi financiado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros italiano e foi auditado com recomendações para sustentabilidade futura dos resultados de acordo com Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO).

O Prof. Gualtiero Ricciardi, novo presidente ISS, sublinha que “o Programa representa um exemplo de excelência, que tem combinado efetivamente a pesquisa clínica translacional com a saúde pública, e promoveu a inovação e o desenvolvimento internacional”. Os homólogos italianos e sul-Africano estão agora defendendo seguir para estudos de fase III, em direção ao registro da vacina com o apoio financeiro de órgãos internacionais.

 

Istituto Superiore di Sanità

O Istituto Superiore di Sanità (ISS) é uma instituição pública italiana que, como principal corpo técnico e científico do Servizio Sanitario Nazionale, realiza pesquisas, estudos, controles, aconselhamento, documentação e formação para a saúde pública. O ISS está sob a supervisão do Ministero della Salute. Três vencedores do prêmio Nobel conduziram suas pesquisas dentro do ISS: Daniel Bovet, Ernst Boris Chain e Rita Levi-Montalcini. Hoje, o ISS reúne um corpo de aproximadamente 2.000 cientistas, técnicos e pessoal de escritório, no centro de pesquisa e no hospital da área biomédica de Roma.

 

National Aids Center

O National Aids Center (NAC) foi estabelecido no ISS em 2005. Sua missão é lutar contra o HIV/aids e doenças associadas através do desenvolvimento de vacinas e abordagens terapêuticas inovadoras, com base em estudos sobre a patogênese do HIV e sua progressão. O NAC realiza programas de pesquisa translacional e fundamental para estudos clínicos, além de coordenar vários programas de pesquisa nacionais e internacionais. Seu know-how científico e tecnológico, sua liderança em redes nacionais e internacionais e suas múltiplas cooperações com os países em desenvolvimento e agências humanitárias, faz com que o NAC seja uma referência nacional e internacional na luta contra o HIV/aids.

Em 8 de junho de 2016 pelo Istituto Superiore di Sanita para o PR Newswire.

Anúncios

62 comentários

  1. Goiano + diz

    Nosssa eu realmente espero muito por essas vacina, essas que duram meses, seria muito melhor, do que ter tomar o comprimido todo dia, a adesão seria melhor. ( Talvez ate mais sigiloso ).

    • Sputnik diz

      Goiano+, acho que esta vacina específica seria um complemento ao tratamento anti-retroviral já existente; ou seja, contribuiria pra uma resposta imunológica mais forte.

  2. Gil diz

    obaaaa…. vem novidade em breve!
    E tem as vacinas de 4 e 8 semanas, logo saem. As terapias genéticas estão avançando muito.
    Demora um tempo? Sim, mas a cada dia é um dia a menos na espera, até a cura.
    GENTE…DEIXA EU CONTAR PARA VOCÊS:
    Hoje faz 30 dias que fiz a cirurgia bariátrica (redução do estômago). Emagreci 14 kg, estou comendo comida sólida, claro, em pequenas porções, tomando suplemento. Não parei nem um dia com a TARV, apenas no primeiro dia atrasei 12h, por conta da recuperação da anestesia.
    Tudo corre bem, nem resfriado peguei (todos lá em casa estão com coriza, mal estar…), trabalhando normalmente e hoje voltei a treinar tenis por uma hora, sem sentir nada.
    As taxas baixaram todas, os triglicérides foram a 350 (super altos, ainda, mas reduziram), colesterol 150, glicose 90.
    Semana que vem virão as taxas de CD4 e contagem viral.
    Já desci de 90kg, indo a 89,6, operei com 104kg.
    SOMOS PESSOAS IGUAIS A TODOS, SUJEITOS A TUDO, PRINCIPALMENTE A TER SAÚDE E ALEGRIA!

    • Edy diz

      Ai sim é uma boa noticia pessoas como vc lutando e vencendo na vida parabéns que Deus continue assim te abençoando.

  3. aprendendo a viver diz

    Que comentário bom esse seu, fico muito bem e feliz por saber da sua recuperação e da sua jornada sendo positivo e otimista, descobri recentemente meu diagnóstico estava bem triste mas fiz todo o passo a passo e fui ao infecto e hj retorno lá após ter colhido cd4 e c.v talvez já inicie a tarv estou ainda meio triste mas esses comentários são injeções de animo em mim. Obrigado por nos ajudar

  4. Leo diz

    Será que vai chegar aqui no Brasil com 10 anos de atraso que bem ocorreu com o nosso 3×1?

  5. Edy diz

    Não importe o quanto demoro desde que chegue aqui e que até la a vacina vai estar mais ainda aperfeiçoada não podemos ter pensamentos negativos e sim esperança pois é o que nos estamos vivendo de esperança.

  6. Matheus diz

    Aumenta o CD4 e diminui os reservatórios do vírus…pelo que eu li ela vai ser uma espécie de “turbo” no tratamento…daqui a pouco esse vírus não vai ter pra onde correr.

  7. Luna diz

    Ótima noticia!!!
    Se der tudo certo, daqui a uns 10 anos chega no Brasil! Antes tarde do que nunca!!

    • Alexandre diz

      Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai até a montanha. Simples assim!!!
      Barasão, lembra que eu havia te dito dessa vacina? Que até troquei e-mails com a Dra. Bárbara Ensoli??? Isso em 2010.

  8. Ruthe diz

    Amigos, vou começar meu tratamento com o 3/1 sexta feira, tiveram problemas com efeitos colaterais? É verdade que essa combinação causa problemas aos rins? Alguém aqui já toma a mais de ano?

    Jovem, qual sua medicação?

    • Bahiuno diz

      Ruth

      Estou há duas semanas com o 3×1 senti apenas uma leve tontura no primeiro dia. Depois não senti mais nada. Agora estou ansioso para a primeira bateria de exames pós início de tratamento. Tenho também muito receio com o rim porém tinha mais receio com o HIV livre leve e solto no meu corpo.
      Confiança e muita paz.

      • Gil diz

        Isso mesmo. Danos aos rins PODE ser que ocorra em alguns, mas a longuissimo prazo, bem é certo que vá ocorrer. Põe água pra dentro o dia todo, exercício físico e segue a vida!

        • Gil diz

          Eu teclei errado… Quis dizer que NEM é certo que vá ocorrer danos aos rins. Alguns podem ter, outros, não… Mas a longo prazo, reitero.
          Assim como danos ao fígado, mas depende muito da pessoa e de seus hábitos. Estou conhecendo um pessoal do Recife, de Natal que está tomando a TARV desde 1996, 1997 e estão todos saudáveis.

    • Ion diz

      Ola meus amigos do Brasil, e de todo o mundo, eu sou do leste, e moro em Portugal a 16 anos, e estou sempre a estudar a doença hiv, e há uma coisa que a infecão não vai ser eliminada totalmente do nosso corpo humano, ate não apareça a vacina que eliminará em totalidade do sistema imunitário o vírus que ele e espalhado por todo o corpo. Com a TARV e só a inibir a multiplicação das células contaminadas. Isto vai demorar ate nos morrer com isto sem saber de vacina porque há coisa que vai impedir a aparecer, que vai haver grande perda das campanhas que produzem o comprimido.

  9. Renato diz

    Olá. Sou positivo desde 2015, e indetectável vai fazer 1 ano. Meu cd4 é de 1000, e tenho uma vida saudável. Bom, estou conhecendo uma pessoa que quer namorar comigo, mas estou com muito medo de contar a ele sobre minha sorologia. Nossas relações sexuais são sempre com preservativo, e quando passamos o fds juntos eu levo meu remédio na mochila e tomo antes de dormir (ele nunca viu). Eu não quero contar pois não quero reviver o sofrimento que foi quando me descobri positivo. Alguém vive o mesmo? Como lidar com isso? Será que estou sendo uma pessoa ruim? Me ajudem.

    • Gil diz

      RENATO, deixe-me dar uns pitacos…
      Creio que só por sua preocupação mostra o quanto tens boas intenções.
      Se você pensa em manter um relacionamento de longo prazo com a pessoa, creio que deve puxar assuntos para informá-lo de como é hoje viver com HIV, mostrar que as pessoas levam uma vida normal, que não é mais sentença de morte, que existem doenças crônicas até mais complicadas, como diabetes, hipertensão, distrofias, danos neurológicos…
      É para sensibilizá-lo e localizar a pessoa no assunto.
      Depois, perceba com maior atenção o que puderes captar, perceber sobre as intenções dele com você, se é aventura, se é você que está vendo romance onde pode ser aventura para ele ou vice-versa… se houver real chance de ser algo duradouro, melhor contar, após sensibilizá-lo sobre o tema.
      O quanto antes lidar com isso será melhor para diminuir sua angústia, que leva ao stress e ansiedade.
      Se ele for a pessoa com a cabeça necessária para lidar com isso, quanto mais cedo souberes, melhor, se ele for preconceituoso, turrão, excludente, quanto mais cedo souber disso, também será melhor.
      Bola pra frente!

    • JV diz

      Rapaz…passei por isso há mais ou menos um mês. Conheci um cara fantástico. Só consegui chorar e “falei” por e-mail. Minha surpresa: que cara mais iluminado! Estamos felizes! Ele já até mandou e-mails para meu médico, que se dispôs a tirar suas dúvidas.

    • Ion diz

      Ola, Renato e o melhor conselho , que tu assumes mais rapidamente possível porque andando longe a esconder, vais prejudicar a si próprio o estado psicoemocional, sempre com medo não vai da nada. Quando chega um dia que vai descobrir quem és aconteça muito dolorosa para ela…

  10. Brumo diz

    Amigos, aquela “baba/líquido” que sai do pênis, geralmente nas preliminares, contém o vírus mesmo em quem é indetectável? Há possibilidade de transmissão? Alguém sabe dizer? Obrigado.

    • Bahiuno diz

      Brumo

      Tem uma matéria recente aqui no blog sobre isso, mas como um amigo respondeu lá : estando indetectavel podemos babar a vontade.

  11. Roger diz

    Tem uma pequena contia de virus mais…..Segundo os estudos a chance de se infectar e minima ainda mais estando indetectavel cai menos ainda…..

  12. Gil diz

    PESSOAL…
    Me rendi ao KIK. Fiz um perfil (já tinha feito, mas nem lembro mais… fiz outro!!)
    Alguém aí, pode me adicionar nos grupos do blog?
    me encontram como psicoglmr

  13. HJ diz

    Pessoal!!! descobri hj que tenho hiv, sensação estranha, mas vamos la!Tenho uma viagem marcada para australia, na vdd vou ficar um tempo la! Agora estou com medo, se vou ou nao! hj quase desisti… alguem ja morou forA, sabe como funciona?Sera q eh melhor ficar por aqui,,, se alguem puder me ajudar, ou falar se ja passou por isso.abs

  14. luiz diz

    olá, bom dia, escrevo aqui em lagrimas…. acompanho esse blog a 6 meses, tive uma unica relação com uma pessoa, e descobri depois que ela era soro… venho me teste durante 6 meses… no quarto mes… fiz pcr quantitativo negativo, no quinto mes, teste rapido negativo, 5 meses e meio teste rapido negativo, 6 meses pcr qualitativo, o laboratorio me liga pedindo uma segunda amostra… dizendo que somente o meu resultado do cd4 saiu e o pcr qualitativo precisa repitir… e nao me disse mais nada.

    passei a noite em claro pensando como vai ser daqui pra frente… vejo muitas pessoas dizendo que quando pede segunda coleta é pra confirmar um reagente… estou imaginando da hora de abrir aquele envelope… eu sei que a doença é muito mais fraca do que meu psicologico… mais diluir isso é muito dificil

    • Umombroamigo diz

      Oi Luiz,
      Não creio que seu resultado será diferente dos anteriores, salvo se teve outro risco recente.
      Acontece em labs de o material deteriorar, quebrar, perder, trocar, ser insuficiente, etc.. nos avise.
      Vc tem 03 exames c prazos mto acima dos 30 dias…
      Abr e fique bem!

    • Silva diz

      Luiz, tenha calma. O resultado não deve mudar. Eu mesmo estou passando por isso. Meu contato foi em outubro de 2015 e mês passado fiz um teste com 6,5 meses e deu negativo. Sendo que tive todos os sintomas da infecção aguda pelo HIV. Conclusão, só não fiz teste para CMV e mononucleose que tem sintomas muito parecidos com o do HIV, posso ter sido infectado por um deles. De qualquer forma, quando pegar o resultado, reponda aqui para que outros tenham a experiência e não fiquem tão nevosos.

      • Raff diz

        Oi Silva, passo por essa situação também.

        Qual foi seu grau de exposição?

        Tem algum contato? Abraços

        • Silva diz

          Oi Raff, foi alto, sexo com pessoa de sorologia desconhecida. Mas, temos que dar um voto de confiança para a ciência. A janela média são de dois meses, o MS recomeda testes até o terceiro mês e o teste de quatro meses só em caso de pessoas imunodeprimidas. Pesquisei e perguntei aos responsáveis pelos teste, um até falou que um mês se desse negativo o HIV ja deveria ser descartado. Compreendo a aflição! Se quiser conversar delta_0106@yahoo.com.br

  15. Flordelis diz

    Olá, sou diagnosticada desde de janeiro.
    Ainda não contei para ngm da família e nem amigos.
    Fiz um kik e gostaria de trocar msgs com amigos + . Se puderem me add flordelis30
    Obrigada e uma bom dia p todos! 😙

  16. Não sei se não sentir nada com essa esq ou sentir tudo também acho que nem dava pra sentir foi separação descoberta que minha bebê tem foi pneumonia tuberculose sesentir algum efeito meu emocional não deixou nossos Deus to e conta de nois abraços

  17. Hj diz

    Pessoal, estou numa cidade pequena, e o CTI tem pessoas q n gostaria d encontrar, sera q posso fazer consulta em outra cidade? Ou algum medico pode me ajudar a fazer consulta (cti) em outra cidade. Alguem ja passou por isso? E teve alguma solucao..

    • BMel diz

      Olá. Então, eu moro em uma cidade e faço meu tratamento em outra (na capital). Preferi fazer assim para evitar qualquer contato com conhecidos e “vazamento” de informação sobre minha sorologia. A única coisa que tive que fazer foi transferir meu cartão do SUS para a cidade que estou fazendo o tratamento. Coloquei como endereço o ap de um amigo e pronto. Tudo resolvido. Vou lá a cada dois meses buscar os medicamentos e minhas consultas são semestrais agora.

    • Pequena + diz

      Olá Hj

      Vá ao CTA na cidade que deseja se tratar e se informe, diga seus motivos, o que é necessário.
      Mas vá despreocupado pois é um direto de todo portador.
      Moro em um cidade pequena e me trato a dois anos na cidade vizinha com mais de 500.000 habitantes e nunca tive problema algum 😉
      Até as vacinas tomei em um posto de saúde indicado pelo CTA nessa cidade.
      Espero ter ajudado.
      Um forte abraço Pequena + ❤

      • Hj diz

        Muito obrigado pessoal! Minhas prioridades mudaram a partir dessa semana. Tinha uma viagem marcada para Australia e resolvi cancelar e me estabilizar aqui.. Acredito q sera melhor! Obrigado pelas informacoes

  18. Kadu diz

    Ola pessoal, descobri a pouco tempo, tenho a23 anos , me ADC no kik kadu_lgl

  19. luiz diz

    bom dia, como alguns aqui estava esperando noticias, peguei o resultado do meu exame, e realmente na segunda coleta pcr qualitativo meu exame veio como negativo, minha infecto descartou a infecao de hiv por ter passado num periodo de 6 meses e ter feito pcr qualitativo… acredito que tudo na vida tem um aprendizado… e nesse tempo aprendi muito sobre o hiv, e dar valor nas coisas mais simples do mundo, que nao precisa de muito pra ser feliz…

  20. Gabriel diz

    Ontem fui diagnosticado com HIV,teste rápido,não sei direito o que fazer o doutor me mandou fazer uns exames e estou com medo de que aquele exame esteja certo,falei com o meu parceiro e ele falou q tinha feito o exame e tinha dado negativo e eu já tinha feito uns meses antes e deu negativo,mas agora positivo assim do nada.

  21. Gabriel diz

    Quase 4 meses com hiv,o médico me mostrou meu CD4 que já tava há 340 e minha carga viral q estava a 85mil,até agora não consigo esquecer do dia q fui diagnisticado,ainda sinto a dor,cada comprimido do 3×1 me faz lembrar mais e mais,no início eu já queria desistir de tudo isso,me sinto sozinho mesmo com algumas amigas e algumas professoras me apoiando eu me sinto muito sozinho,falo com Deus e o peço para arrebatar minha frágil alma,até agora não tive coragem de dizer aos meus pais(minha mãe me expulsaria de casa e meu pai me julgaria,todos fazem isso,família tradicional com seus costumes,já foi doloroso assumir minha sexualidade pros meus pais e minha mãe quase q me mandava sair da casa dela) minha família nunca foi daquela acolhedora,protetora,sempre fui eu contra o mundo e agora por falta de responsabilidade piorou,já tinha pego uma outra DST antes por não usar camisinha,tratei com 10 injeções de bezetacil e mas outras injeções pq minha saúde tava mau o ano passado,aí este ano 2 dias antes do meu aniversário,no dia 6 de julho as mulheres q trabalham na área das DST na unidade mista me fala “vc procurou e achou né Gabriel,nos te falamos usa camisinha mas vc né cabeça dura não ouve” fico lembrando a cada segundo do dia isso,não fiquei com ninguém depois de receber a notícia,até meu parceiro parou de falar comigo,vou na casa da mãe dele,eu e ela conversamos e eu faço algumas coisas pra ela mas não falo q eu e o filho dela ficamos já(quando falo parceiro no meu modo estou dizendo meio q eu era amante dele,ele tinha namorada(eu odiava a namo dele chata pra caralho) o bom e q no mesmo dia q fui diagnosticado eu falei com ele).
    Eu não consegui ficar de mau com ele,e tão ruim eu ainda amar ele q me passou hiv(as irmãs dele sabe q eu amo ele,o tio,a mãe,o padrasto e todos q já viu eu com ele,e algo tão visível só que ele não nota isso,eu quero ficar só com ele,como eu já disse pra ele “por vc eu faço tudo” e estou fazendo estou aguentando conviver com hiv no meu sangue)
    eu sou trouxa né eu sei mas no coração ninguém manda,se desse eu falaria esquece ele.
    Peguei uma gripe estranha em setembro e até agora não passou,o médico já me receitou até bombinhas falando q e por causa da umidade do ar q está baixa(não acredito muito nele,mesmo meu exame pra tuberculose q ele mandou deu negativo,os raio x do pulmão e do tórax,as coletas de sangue(pra que tantas coletas de sangue?)exame de orina também? Aí q fico confuso,acho q ele esconde algo de mim) aí sinto medo cada vez q vou lá(sou bem medroso,sempre tenho uma certa desconfiança nas pessoas e o medo,o medo de se eu fazer algo errado,não sei como eu me sinto bem aki pra desabafar minha dor,e como uma senhora já me disse uma vez dentro do ônibus “e mas fácil vc desabafar pra um estranho do q pra um amigo ou pessoas próximas”,aquela senhora estava certa,eu os peço desculpas se estou lhes incomodando mas estou tirando uma parte do peso que está no meu coração,fui agredido diversas vezes com palavras e com atos físicos toda a minha infância,minha mãe irresponsável o q vejo hj e q nunca demonstrou amor por mim,sempre aos olhos dela fui visto como algo q ela deveria tolerar por ser filho,apanhei de todos da família,fui humilhado,passei por coisas que não desejo nunca pra ninguém,tem horas q desejo morrer e parar de sofrer,minha mãe todo dia me olha com uma cara fechada tipo querendo falar “sai da minha casa,vc foi o maior erro q cometi na minha vida” ela nunca me abraçou,eu sofri coisas piores q ela,ela foi abusado sexualmente aos 13 anos e eu aos 6anos de idade,2003 no bairro natal aki da cidade de ituiutaba minas gerais e depois no bairro Camargo em 2004 por pessoas q eu não conheço e sabe o q minha mãe fez comigo cada uma destas vezes! Ela me bateu,não aquela surra simples,foi daquelas pra sair sangue,como se eu tivesse culpa disto,como se eu fosse o causador deste ato imundo).
    Tem dias que eu peço a Deus pra ele tirar minha vida,eu peço tanto pra fazer alguém me matar,mas ele não me ouve
    já pensei tanto em cometer suicídio mas minha fé em Deus não deixa,ela me para todas as vezes me lembrando q se eu fazer isso aí q eu nunca terei descanso mesmo.
    Me desculpe por desabafar minha dor.
    Desculpem-me,qualquer coisa depois apago meu comentário.

    • THiago diz

      Gabriel, não pira. Você está vivendo esse misto de emoções e essa confusão toda porque , Além do contágio, você ama o cara que te contagiou. Tenta dar uma respirada e separar cada conflito interno. Cada conflito por vez. Em relação a ser portador do HIV, não amplie tanto esse “sofrimento”. Essa é uma doença grave, nas vive-se bem, com qualidade de vida. Garanto que com a atenção que você vai depositar em si mesmo seu estado geral de saúde vai ficar melhor que antes. Vai precisar alimentar melhor, fazer atividades físicas , cuidar dessas emoções e desses relacionamentos tóxicos… Agora é cuidar de si e ver sua vida melhorar. .. bota seus pés no chão e vai cuidar da sua vida, da sua saúde. Escolher viver agora é primordial. ESTÁ FAZENDO TERAPIA? Esta indo no psicólogo?
      Com CD4 saudável e a carga viral controlada é vida normal, cara. Lembre sempre disso. Além do que dá pra ser amado de verdade agora por alguém que realmente valha a pena… ou não, por você mesmo . Pronto!
      Você merece ser amado, VOCÊ (JÁ) É AMADO!
      Se cuida. Esteja bem.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s