Notícias
Comentários 57

“Cortes na Saúde podem afetar áreas cruciais”


cartacapital

O ex-diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde Fábio Mesquita, que pediu exoneração do cargo no dia 27 de maio, falou com exclusividade à DW Brasil e fez duras críticas ao governo interino de Michel Temer.

Considerado um dos maiores especialistas do país em HIV/aids, Mesquita estava à frente do departamento há três anos. Ele diz que programas de saúde importantes, como o que garante o acesso universal aos medicamentos de aids – uma referência internacional –, estão seriamente ameaçados no ministério comandado pelo engenheiro Ricardo Barros, do PP.
[Continue lendo.]


Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como:

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

57 comentários

  1. Pedro Dias diz

    Em caso de cortes para o antirretroviral para paciente soropositivos, que aqui no Brasil gratuito, eles se resposabilizaram por mortes em massa ou os medicamentos passariam a serem comercializados?

  2. A verdade está lá fora diz

    Eu até entendo a preocupação do JS publicar algo do tipo.
    Mas não tem 1 mês, eu acho, que Temer este no poder e estão todos atacando esse governo.
    É uma ameaça seria mesmo ao SUS esse governo?
    Se formos em hospitais públicos, principalmente em lugares pequenos, vamos ver que problemas existe a muito tempo.
    O que fica parecendo esse discurso desse EX ai é que não aceitou sair e este MUITO preocupado com todos! Ok
    Aqui na Bahia recebemos 1 pote de remédio! Enquanto em SP e RJ tem gente recebendo 6 mês.
    Enquanto eu não tiver realmente problemas maior, esses tipos de matérias parece injetar na cabeça de hiv +, mais problemas pra nós.
    Acho isso tudo errado..
    O SUS não é essa mil maravilhas.. Não acho que vão cortar coisas do programa de hiv. Isso é uma coisa absurda.

    • Isso se chama análise da conjuntura política, quem está no poder hoje é ligado diretamente ao PP, cujas pautas sempre foram contra o acesso universal a saúde, a Dilma/PT também sucatearam a saúde, porém, ainda mantinham uma determinada agenda de proteção a alguns programas somente pela repercussão internacional, o presidente tem poder de veto, o que vai ocorrer quando a presidência segue a mesma política privada do PP? Eu espero que esteja errado, mas já vemos propostas similares querendo tirar direitos, como aborto para casos de estupro, revisão da previdência(enquanto há aumento dos salários dos mesmos) e alguns outros que estão sendo discutidos.

  3. Eu havia cogitado essa hipótese em outro post aqui do blog. Estamos ferrados, pois a maioria dos medicamentos são importados e custam milhões por ano. Com certeza dentre os muitos cortes no país, o setor HIV/AIDS com certeza tbm irá sofrer cortes!
    Que Deus tenha piedade de nós e que isso não aconteça, mas se acontecer, preparem-se para ter um fim trágico por culpa da corrupção!

  4. MARCIO diz

    Simples enquanto a maioria dos soropositivos ficar escondido na frente das telas dos computadores será assim….

  5. Pedro Dias diz

    Considerando que no Brasil temos 91% dos soropostivos em tratamento e necessitam do mesmo para continuar VIVO, em caso de cortes dos remédios para a população, ele passa a ser comercializado ou o governo se responsabiliza pelas mortes em massa que passarão a ter?

    • maxwell diz

      Ou até uma explosão maciça de pessoas infectadas, pois acredito que algumas pessoas possam ficar com raiva se isso ocorrer e começarem a “carimbar todos que tiverem pela frente”. Isso é um perigo. Mas acredito que se houvesse o corte do programa eles deixariam que os remédios fossem comercializados o que traria remédios melhores que existe lá fora para aqui, mas independente disso, o aumento de infecção aumentaria consideravelmente já que nem todos tem como arcar a compra de remédios mensalmente

  6. Pedro Dias diz

    Inclusive, eu acho que já deveria SIM poder comprar as medicaçoes tb com prescricção médica em farmácias normais, com preços acessiveis à população. Inclusive reduziriam os gastos do gorveno e não comprometeria o recebimento do remédio para aquele indivíduo que n pode pagar em hipotese alguma. Ainda ajudaria diminuir esse estigma do preconceito que tem sobre os portadores do hiv e as retiradas nos postos como se fossem pessoas diferentes do restante da sociedade. O fato de comercializar em farmácias iria sim tratar o hiv como uma doença crônica qualquer.

  7. Pedro Dias diz

    Eu sou a favor da também da comercialização do remédios para o tratamento em farmácias convencionais, mediante prescrição médica, com valores acessíveis à população, pois isso reduziria muito os custos do próprio governo, além de não comprometer o fornecimento para que não tem condições alguma de pagar pelo mesmo. Isso diminuiria o estigma que o portador do HIV ainda vive ao ter que ir aos postos de saúde, se escondendo por ainda tratarem como uma doença de gente promiscua, etc. A comercialização do remédio daria mais normalidade à esta doença crônica e as pessoas a encararia como outra qualquer.

    • Ponce41 diz

      Concordo…Poderia se ter as duas opções, gratuidade e compra pra quem puder. Pois mesmo quem não tem condições finaceiras de arcar todo mês com esse custo, ficaria com certeza, mais tranquilo tendo mais de uma opção para adquirir o medicamento, no caso de uma falta esporadica. Ficar dependendo desse governo, seja A ou B, é sempre uma tarefa que de certa forma gera apreensão. Mas tenho convicção que não irá faltar medicamentos, bem assim espero. Abs a todos

      • Pedro Dias diz

        Exatamente isso que quis dizer sobre ser a favor da comercialização e tb da gratuidade para quem precisa. Além de tudo, temos que lidar com a aflição de estar nas mão de um governo Fdp se iremos ter medicamentos sempre ou não.

  8. D_Pr diz

    Segundo o site impostômetro, o Brasil arrecadou entre 01/01/2016 – até hoje, mais de R$ 890 bilhões!

    A corrupção é o câncer desse país, sem sombra de dúvidas, outro câncer é a competência desse novo ministro! E o ex ministro também não era grande coisa!

    Colocam sempre os portadores do HIV como vilões ou vítimas, não somos nada parecido com isso. Somos pessoas normais, com obrigações e direitos.

    O que pode acontecer é a Farmanguinhos (Laboratório Farmacêutico Federal) produzir a medicação e comercializar nas farmácias convencionais (mais dinheiro pra corja). Talvez o maior interesse seja esse. Aqui nós temos a liberação pra produzir o 3×1 (não com a mesma tecnologia indiana, pois não conseguimos colocar as três drogas em um único comprimido, mas será uma opção).

    Agora se 740 mil portadores não conseguirem reverter a situação, não é uma ONG com 1/2 dúzia de pessoas que pode garantir o direito que lhes foi concedido. Lembrem-se, não é favor nenhum o fornecimento da medicação. É OBRIGAÇÃO desse ministro lacaio, sabujo. Eles estão lá para nos servir, mas acabamos por esquecer disso.

  9. FG-PR diz

    Alguém já parou pra pensar que o governo não seria burro o suficiente para cortar um programa como este? Pra onde vão os doentes que não tiverem condição de pagar pelos remédios?
    Vão para os hospitais do SUS. É simples porque o governo não parará de distribuir nossos remédios, pelos mesmos motivo que o governo vacina a população, para evitar que as pessoas adoeçam, afinal mais doentes é igual a mais gastos para o SUS. Acho que a imprensa tem que parar de especular e principalmente pessoas que são contra esse governo pararem de desseminar notícias sensacionalista.
    Meu infecto que está no SUS a mais de 10 anos disse que não há cabimento essa preocupação.
    Outra coisa, se o governo fosse parar com o custeio dos medicamentos ele teria que liberar a venda desses medicamentos, ou seria acusado de um genocídio.

  10. Gente eu sei que é meio impactante, mas isso pode acontecer, pois o Brasil ta num buraco nunca visto antes! E outra, o remédio lá fora é pago sim, PORÉM VC TEM QUE TER UM PLANO DE SAÚDE conhecido por “helth insurance”, porque se não vc paga mais de mil dólares todo mês no remédio mais barato e alguns podem chegar a 4x isso.
    O país compra esses medicamentos com desconto direto na fábrica, e a venda para o consumidor com certeza não terá!
    Confesso que depois que li essa noticia fiquei muito triste, pois ja estava me esquecendo dessa merda de vírus e minha vida estava voltando ao normal, agora tenho que lidar com a hipótese de ficar sem medicamento (estou desempregado) se isso acontecer!

  11. Muriel diz

    Eu, ainda bem sou super tranquila em relação a ser soropositiva, mas essas notícias me preocupam. Amanhã pegarei minha medicação, espero que esteja tudo normal!

  12. Lia diz

    Affff !!! Já temos que superar esse vírus maldito, juntamente com o estigma e tabu que ele provoca. Agoraaaaa mais essa preocupação.
    Aja força.

  13. Sr m diz

    Meu Deus, agora mais essa preocupação, moro em Florianópolis e tomo o medicamento a 2 anos, nestes 2 anos minha vida nao eh mais a mesma, junto com o HIV veio outras complicações , Depressão, Síndrome do intestino irritável, meu problema de coluna (hernias de disco) me traz dores sem fim ….. Tomo por dia alem do retro , mais 4 tipos de medicamentos, esses tenho que comprar, pois os medicamentos pra depressao nao sao mais fornecidos pelo sus a 5 meses…. estou na pericia medica neste periodo …. e sinceramente nao me vejo mais tendo uma vida normal como antes …. lendo esse tipo de materia vejo q tudo so tem a piorar 😦

    Mais vamo que vamo …

  14. roger diz

    Hiv e um problema mundial e a oms nao vai aceitar um barbarie dessa…o governo nao vai cortar os medicamentos contra a aids e mais facil subir o preço do cigarro para cubrir o rombo entao viciados em cigarro igual eu vamos preparar o bolso e cobrir as nossas vitaminas….

  15. Pequena + diz

    Boa noite pessoal 😉

    Não se desesperem, isso não irá acontecer.
    Vcs acham que o Brasil quer perder o título de ser uma das referência mundiais no tratamento do HIV?
    Como nosso amigo FG-PR disse é mais fácil prevenir o HIV com o tratamento e a prevenção do que entupir a rede do SUS com doentes. O gasto seria bem maior.
    O mesmo acontece com as vacinas, é muito mais viável existir a vacinação e erradicar a doença ou controlá-la do que tratar os doentes em hospitais já defasados de médicos e tudo mais.
    O JS posta estas notícias apenas para nos manter informados e não para nos alarmar.
    Não apoio partido X ou Y, apenas acho que o atual governo não seria capaz e nem seria louco de cortar tudo que o SUS oferece, isso seria decretar o abandono total da população mais pobre.
    Por isso: força, foco e tenham fé sempre 🙂
    Um forte abraço Pequena + ❤

  16. Dayana diz

    Gente, o remédio causa depressão?
    Tomo faz um ano 3×1 e estou ficando muito triste, basicamente com nada…
    Sem motivação , sem vontade pra fazer as coisas, estou até pensando em terminar meu casamento.
    Meu marido é soro negativo. mesmo estando tudo bem, quero deixar-lo viver longe de riscos…
    E viver sozinha com meus pensamentos, so ando chorando… Nem eu mesma sei o porque…

    • roger diz

      O efavirenz causa isso sim tambem estou assim sem motivaçao nenhuma temos que superar isso voce vai ficar bem força….

    • Oi Dayana! Sim causa, eu ando um poço de tristeza e pessimismo, mas estou lutando contra isso. De repente vale até uma consulta com um psicólogo, mas não abandone seu casamento!
      Não deixe a depressão estragar sua vida, aprenda a lidar com isso, é normal, um dia passa!
      Eu ando ficando louco com tantos problemas, e agora, lendo esse tipo de noticia me faz perder a vontade de trabalhar, de lutar pra viver bem, pois passa a sensação de que tudo vai acabar e vai ser em vão meu esforço. Deus nos ajude!
      Bjss e boa sorte…

    • FG-PR diz

      Dayana esse sintoma pode ser provocado pelo Efavirenz, mas não se desespere, converse com seu infecto e veja a possibilidade de trocar de combinação, eu tomo outra combinação e não me causa nenhum efeito colateral, vivo como se não tivesse nada.
      Quanto ao seu casamento não tome nenhuma decisão precipitada, só o fato de você ter um marido que te aceite e te apoie já é um motivo pra você não desistir, falo isso porque minha esposa é soronegativa e além de amá-la agradeço por ela me aceitar, mesmo eu tendo causado sofrimento quando traí ela é contrai esse vírus.
      Você não precisa ficar com esse esquema se está te causando mal.

    • anjo (terapeuta) diz

      Busque o grupo de apoio do seu CTA ou busque um psicologo o mais rapido possivel para agudar vc a organizar seus sentimentos. Problemas é igual fogo quando começa vc apaga ou controla ate mesmo cm extintor pequeno mas se deixa crescer so com ajuda do bombeiro, muitas vezes nao recupera tudo. Bjs

    • Serginho.. diz

      Faz isso não dayana…tb moro com uma pessoa soronegativa..ainda não tomo o 3×1 pois descobri a pouco tempo sou hetero como vc e me infectei tendo relações sem camisinha com garotas de programa. .a minha companheira fez 3 testes e todos deram negativos. .bola p frente..se alimente bem….procure fazer exercícios e levat uma vida melhor..e tentr esquecer a doença. …pensa igual a mim….e como ser diabetes e tomar um remédio todo dia e se cuidar..bjs..boa sorte. .

  17. edae diz

    E nao me vem com baboseira para eu parar de fumar se conselho fosse bom se vedia….

  18. Galera, boas novas! Perguntei um renomado doutor infectologista pelo facebook a respeito desse assunto e vejam o que ele me disse:

    “Oi Lucílio. Não se fala nada disso nos meios oficiais (CTA, ambulatorios, grupos de discussão de infectos). Tem outros lugares de onde tirar alem das compras mínimas que o ministério tem de fazer por contrato com as farmacêuticas. Se a Dilma continuasse quebrando o país talvez chegasse nesse ponto. Agora acho q não.”

    Depois de ler isso de alguém que trabalha na área eu fico mais tranquilo. Esse médico já tirou várias dúvidas minhas e confio no argumento dele!
    Vlw

  19. Pablo diz

    Hoje também conversei com meu infecto particular. Ele é o bam bam bam da região. Ele alegou desconhecer tal informação e que é praticamente impossível disso acontecer. Realmente os medicamentos são caros. Os da hepatite são mais caros ainda. Segundo ele, vem da Índia. Mas me disse pra não me preocupar. Amanha vou pegar minha “vitamina”. Boa noite 😉

  20. Gil diz

    Pessoal, em tempos de bombardeio de informações nesta era da tecnologia conectando o mundo, temos de selecionar a fonte do que leemos.
    Carta Capital é reduto dos petistas, totalmente pró PT e catrefa. Assim como Veja é anti-PT.
    Natural que esta Carta Capital propague o terror que os petistas e outros mamadores de tetas públicas têm feito desde que foram expugnados do poder.
    Relaxem. Sofrer por algo que sequer ocorreu nos mostra ansiosos demais!

    • Com Fé diz

      Isso mesmo. Essa revista nunca deu um pio sobre os bilhões de propina da Petrobras e os milhões de Eletrobrás e da Usina de Belo Monte.

  21. Ser+H diz

    A Carta Capital é notoriamente uma revista de esquerda. Esse senhor que deu a entrevista era gestor da área do MS que trata de HIV e permitiu que faltassem alguns medicamentos. Ora, discurso de terra arrasada, disseminar o pânico e dar a entender que só o grupo A é o bom, o B é ruim, me faz lembrar da historia. Houve ditadores que se estabeleceram com base nisso. A sociedade jamais permitiria que fossem cortados os nossos medicamentos, porque as vítimas não seriam somente os soropositivos, mas sim toda a coletividade na medida em que se restabeleceria a epidemia de AIDS nos moldes dos anos 80. Tomem a TARV e filtrem o que leiam.

  22. Luna diz

    Gente, não vamos ficar sofrendo por antecipação!
    Se isso acontecer (oque eu acho bem dificil),vamos ter que nos unir, protestar, fazer algo do tipo.
    As vezes tenho a impressão de que alguns acham que o JS não pode postar nada que nos contrarie, parece que pensam que ele tem a obrigação de postar somente coisas boas, leia-se: encontrada a cura para a Aids! rsrsrs
    Não vivemos no país das maravilhas, mas vamos pensar positivo. Fé em Deus que ele é justo.

  23. Devemos ser otimistas, mas tbm temos de aceitar que o Brasil está bem quebrado. Mesmo com a resposta do meu médico e a Carta Capital sendo de esquerda, se o país não melhorar logo essa situação de resseção, isso pode vir a ocorrer de fato, pois, sem graça, sem possibilidade de compra. Vejam a Venezuela por exemplo!
    Se eu estivesse lá e surgisse um boato desses eu entraria em pânico, mas felizmente estamos no Brasil e se Deus quiser vamos sair dessa crise sem chegar nesse ponto!

  24. Acreboy diz

    O que me impressiona é o quanto as pessoas – em geral – sentem prazer em sofrer por antecipação. Será que você percebem que não existe razão para ocupar o seu tempo com algo que pode acontecer ou não?
    Não seria mais sensato ocupar o tempo que temos e pararmos de criar problemas que, talvez, nem venham a existir?
    Deixem de ser um bando choramingas. Sou HIV positivo há quase dois anos, acompanho o blog desde o diagnóstico e sabe o que aprendi com toda essa experiência: aprendi a viver.
    Aprendi a ocupar o meu tempo com o que realmente importa: com o presente e os problemas que se apresentam naquela momento.
    O dia de amanhã somente a Deus pertence, não a nós. Deixem de se pré ocupar com coisas que tem boas chances de não se concretizarem o ocupem os seus tempos com o que realmente vale a pena.
    Quanto a morrer, será que algum de vocês nasceu para ser imortal? Por quê tanto medo da morte? Bobagem tudo isto. Uma hora ou outra, cedo ou tarde, ela nós visitará e não terá “vitamina” que dê jeito.
    Aproveitem o tempo que vocês ainda tem. Seja ele curto ou longo e parem de choramingar ou de se vitimizar. Sejam fortes. A vida lhes pede isso.
    Um abraço a todos.

  25. Pedro soares diz

    Pessoal alguem pode me ajudar? Sou positivo ha 4 meses e estou indetectável ha 2, na noite passada tive uma relacao protegida sendo ativo, porém no meio da relacao percibi que a camisinha estorou, paramos na hora, e terminamos por ali, monha questao é? Quais as chances de ter transmitido algo para p garoto? E quais as chamces de eu ter me reinfectatdo caso ele tenha hiv? De qualquer forma fui honesto e contei para ele orientando buscar a PEP, mas ate entao nao sei se ele foi honesto comigo dizendo q nao tinha nada.

    • Le diz

      96% de chance dele NÃO ter sido infectado! Já você não sei bem a porcentagem de ter sido reinfectado mas acho muito improvável disso acontecer. De qualquer maneira, faça novamente o Teste e daqui há 1 mês faça novamente e diga para ele fazer o mesmo.

    • B.Carrera diz

      Pedro, aconteceu a mesma coisa comigo há mais de 2 anos atrás. Contei para meu parceiro, ele fez a PEP e ficou tudo normal, namoramos 2 anos depois disso. Fique tranquilo, CV indetectável é risco ZERO de transmissão. Quanto a ser reinfectado também é neura, só se o menino tiver um vírus resistente. Ele não faria PEP se tivesse algo. Relaxa.

  26. Joseph diz

    Duvido que esse corte em medicamentos aconteceria. Quem perderia, além de nós soropositivos, seria o governo. Porque a saúde ficaria um caos. Eles não seriam burros a esse ponto.

  27. Diego Gouk diz

    Boa noite a todos!
    Jovem, você tem alguma opinião sobre isso? Ou o doutor Esper?
    Estou em tratamento a cerca de 7 meses. E admito, fiquei bem preocupado com esta informação. É tudo muito especulativo, mas uma verdade está clara: O que vai acontecer, ninguém sabe…
    Abs e saúde a todos!

  28. Baboseira!
    Só o Brasil remando contra a maré em um mundo que abraçou tanto o tratamento antirretroviral?
    Acho que as preocupações dos comentários estão muito caóticas e distorcidas.
    Mesmo que um novo governo seja terrível no tratamento de HIV/AIDS, é ridículo pensar que perderemos acesso à medicação que nos mantém vivos.

    Vocês não acham que milhares de outras medicações teriam que ser banidas antes?

    É muito provável que antes de parar de entregar uma medicação que é para o resto da vida o governo retire medicações temporárias, como antibióticos.

    O que PODE ACONTECER é os avanços pararem ou até retrocederem.

    Pode ser que a gente perca a esperança de um dia tomar medicamentos melhores, de um dia poder tomar rilpivirina+cabotegravir injetáveis, de um dia tomar dolutegravir em primeira linha, de um dia tomar a versão TAF menos tóxica do tenofovir, de um dia ter mais coformulações em pílula única, de um dia ter PrEP.

    Fiquem tranquilos… vamos ficar bem. O Brasil ainda tem potencial para ser uma superpotência, temos uma população jovem e vibrante. Temos um futuro brilhante pela frente.

    O que são 4 anos de um governo de bosta? Perto de 60 anos de HIV que temos pela frente caso você tenha uns 20 anos de idade.

    Sofrer por antecedência não resolve nada. Sofrer pelo que provavelmente jamais vai acontecer também não… a não ser que haja um apocalipse zumbi, mas nesse caso teremos coisas mais urgentes para nos preocupar.

  29. Gusta diz

    Quem disse ae no blog q 2016 seria cheio de noticia boa kkkkkk ate agora só vi noticia ruim p gente kkk ta tenso!

  30. Pablo diz

    Olá Fernandos Passos, desculpa a demora em responder, mas não sou de SP. Sou de SC, longinho ne? Hehe mas aqui n blog tem muitos amigos de sampa que podem T indicar um infecto particular. Abraço

  31. sampapoa diz

    UMA COISA É CERTA: OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS FEDERAIS (QUE JÁ POSSUEM BONS SALÁRIOS) VÃO COMEÇAR A FORÇAR AUMENTOS, FAZER GREVES (TUDO SEM PENSAR EM COMO A POPULAÇÃO DO PAÍS ESTÁ SOFRENDO COM BAIXOS SALÁRIOS E DESEMPREGO). SE O AUMENTO PARA OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS FEDERAIS FOR SANCIONADO, BOA PARTE DO PRODUTO INTERNO BRUTO NACIONAL (PIB) IRÁ ALIMENTAR MERITOCRÁTICAMENTE ESSA RAÇA DE BUROCRATAS, RETIRANDO DINHEIRO QUE PODERIA IR PARA PESQUISAS, MEDICAMENTOS PARA NÓS SOROPOSITIVOS, SAÚDE E EDUCAÇÃO….
    REZEM PARA QUE SEJAM VETADOS ESSES AUMENTOS PARA O FUNCIONALISMO PÚBLICO FEDERAL E NÃO TERMINEM POR AGRAVAR AINDA MAIS O ROMBO NOS COFRES PÚBLICOS NACIONAIS (QUE NÃO É NADA PEQUENO)…

  32. positivosempre@outlook.com diz

    Nossa, que visão limitada e pessimista. Sou soropositivo e funcionário público federal. Um aumento IRRISÓRIO, abaixo da inflação é o mínimo que o DESGOVERNO pode fazer. Se o funcionalismo público federal é burocratizado é culpa da gestão! Em todas as esferas existem bons e maus profissionais.

    Quanto julgamento infundado e preconceituoso na sua fala amigo!
    Pense antes eliminar suas excreções.
    Fica com Deus.

  33. RS-POA diz

    Moro em Porto Alegre, RS, e na minha última retirada de medicamentos (3×1) recebi apenas 15 comprimidos em uma embalagem branca com um rótulo impresso em folha A4 colado com durex e nele contendo o número do lote e a validade do mesmo.
    Fui orientado a retirar o restante da medicação a partir de 15 dias e com o mesmo formulário para retirada de medicamentos.
    Fui informado que este fracionamento é uma orientação do Ministério da Saúde para, assim, atender a todos os usuários de medicamentos.

    Para refletir:
    Imediatamente fiquei preocupado e pensativo. Vários pensamentos passaram pela minha mente e um deles foi: SE fosse o caso, eu não teria condições de comprar meus medicamentos e PROVAVELMENTE o Governo Federal, por critérios impessoais, não me consideraria um paciente elegível para recebê-los gratuitamente. Por quê? Porque minha renda não me enquadra como pobre. Porém, eu estou longe de ser rico. A minha renda me permite apenas pagar minhas despesas mensais essenciais, sem me permitir nenhum tipo de luxo ou extravagância. Enfim, saí da farmácia pensando nisso.

    • Casal Soropositivo diz

      Bom dia!

      Estranho isso RS-POA, somos do Rio Grande do Sul também, porém do interior, um casal soropositivo, toda vês que vamos pegar pegamos 2 frascos, e fui ontem buscar a medicação (15\06), a enfermeira me entregou normal, os 2 frascos, e não falou nada em contenção ou algo assim.
      Bom, espero que isso não aconteça, de faltar, e acredito que não vai 😉
      Um abraço, saúde, força e fé a todos.

      • RS-POA diz

        Volto a escrever para deixar registrado que na minha última retirada de medicamentos (3×1) recebi apenas dez comprimidos em uma embalagem branca com um rótulo impresso em folha A4 colado com durex e nele contendo o número do lote e a validade do mesmo.
        Fui orientado a retirar o restante da medicação a partir de dez dias e com o mesmo formulário para retirada de medicamentos.
        Fui informado que este fracionamento é devido à falta de medicamentos.

        Sentimento? Apreensão.
        A cada retirada, preciso me atrasar para chegar ao trabalho, que é longe, sem ter uma justificativa (eu omito minha sorologia) para o atraso. Tenho me sentido frustrado nos últimos tempos…

  34. Anifo diz

    Alguém me ajude!
    Sou portador de HEPATITE B, e tenho viagem marcada pra frequentar meu Mestrado na china.
    Alguém disse k xegado no aeroporto da China eles obrigam fazer todas análises De Sangue . Pra obter visto de residência.
    Uki faxo perante xte facto.
    Pesso vossa opinião

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s