Notícias
Comentários 41

Boas Vindas


GNT

Nesse episódio do Boas-Vindas, vamos conhecer histórias de casais que encararam de frente as reviravoltas que surgiram. Vitor nunca colocou seu amor por Bruna em questão. Foi com essa certeza, que ele recebeu a notícia de que ela tinha sido diagnosticada com HIV. Para eles, isso não os impedia de sonhar com uma gravidez, preparando-se com todo cuidado para a chegada de Benício. Júnior encarou seus primeiros obstáculos ainda na barriga de sua mãe. O pai, caminhoneiro, sofreu um acidente que lhe tirou a vida. Agora, ao lado de Deborah, se viu surpreendido pela vinda inesperada de Alice, embarcando na paternidade com apenas seis meses de namoro e quase revendo o que aconteceu com seu pai: com Deborah grávida da menina, ele e a irmã sofreram um grave acidente de moto e Júnior só pensava em conseguir ver a filha nascer.

boas-vindas-9-pai-mamadeira-1920

Episódio 9 de Boas Vindas (Foto: GNT)

boas-vindas-vod

Perdeu algum episódio? Assista quando quiser no Now ou no GNT Play.

Sexta-feira, 22:30h

Sábado, 07:00h

Domingo, 11:00h

Segunda-feira, 08:00h

Terça-feira 18:00h

Quarta-feira, 15:00h

Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como:

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

41 comentários

  1. Ledos diz

    viva o amor! o cordante ou discordante…o negócio e ser feliz, fazer feliz…bjs amigos

  2. JV diz

    Bom dia, pessoal! Uma ótima quarta-feira para todos!! Uma dica para elevar a alma: ouvir música – e cantar (mesmo que você cante errado rs!)

    “Existirá
    Em todo porto tremulará
    A velha bandeira da vida
    Acenderá
    Todo farol iluminará
    Uma ponta de esperança

    E se virá
    Será quando menos se esperar
    Da onde ninguém imagina
    Demolirá
    Toda certeza vã
    Não sobrará
    Pedra sobre pedra

    Enquanto isso
    Não nos custa insistir
    Na questão do desejo
    Não deixar se extinguir
    Desafiando de vez a noção
    Na qual se crê
    Que o inferno é aqui

    Existirá
    E toda raça então experimentará
    Para todo mal, a cura

    Existirá
    Em todo porto se hastiará
    A velha bandeira da vida
    Acenderá
    Todo farol iluminará
    Uma ponta de esperança

    E se virá
    Será quando menos se esperar
    Da onde ninguém imagina
    Demolirá
    Toda certeza vã
    Não sobrará
    Pedra sobre pedra

    Enquanto isso
    Não nos custa insistir
    Na questão do desejo
    Não deixar se extinguir
    Desafiando de vez a noção
    Na qual se crê
    Que o inferno é aqui

    Existirá
    E toda raça então experimentará
    Para todo mal, a cura”

    A cura – Lulu Santos.

    • Paulo Roberto diz

      Adoro música, JV!!! Embora eu creia que a verdadeira música MORREU. Não conheço uma música da atualidade que passe uma mensagem como essa…
      Valeu pela escolha!!!

  3. Vivi diz

    É inacreditável como uma problema aproxima as pessoas e faz com que elas exala o amor… Hoje o mundo anda muito corrido, as pessoas não tem tempo pra amar, sorrir, um bom papo ou viver um verdadeiro amor, ai, em questão de segundos se depara com uma doença incurável que faz com que a pessoa para, respira , e olha pra onde estava indo. Começa a dar valor pra vida, a ser seletivo, a amar com toda a sinceridade e a almejar coisas realmente importantes, revivendo momentos que não teria mais tempo de viver pelo simples fato de que, ´´não há tempo“. Redescobrimos de forma cruel que tudo que almejamos é o amor, é ser amada. Cada dia me modifico um pouco mais, algumas coisas que eu acreditava ser tão importante, percebi que são desnecessária , hoje não estou em busca da felicidade pois faço de cada dia o meu momento de felicidade e isso basta! Me sinto feliz em ter esse blog pra desabafar e escrever meus pensamentos, as lagrimas lava a alma e o verdadeiro amigo torna cada lagrima menos amarga.. Galera vamos amar, a vida é curta demais pra deixar tudo passar , vamos viver intensamente e confiante pois no momento certo tudo irá se ajeitar !!!

  4. Gil diz

    Pessoal,
    Neste sábado, exatos um ano do início da minha medicação antiretroviral, eu farei a minha cirurgia de redução do estômago. Não estou obeso mórbido, mas com 27kg acima do peso e as taxas de triglicerídeos, colesterol e glicose aumentando (por doença metabólica, a qual tenho antes de ter contraído o HIV), o meu médico gastrologista conversou com a infectologista e viram que, usando o método cirúrgico sleeve, estando indetectável, eu poderia fazer a cirurgia.
    Não retirarei o pedaço do intestino ou o duodeno, apenas reduz a capacidade do estômago.
    O objetivo é retirar 90% do excesso de gordura, para atingir um peso que diminuam, sem complicações, as taxas que estão elevadas. Sem risco de anemia ou doenças da obesidade e de gorduras e açúcares no sangue,
    É uma nova etapa: adeus churrasco, feijoada, gorduras e excessos. E, por uns meses, todo um aprendizado a pensar magro e manter a vida saudável.
    O HIV não me derrubou. Meus planos seguem o curso de minha vida. Corro riscos? E quem não corre? Aliás, estou no Brasil… viver é mais arriscado aqui.
    Mesmo com limitações, vou em frente. E o médico disse que mesmo horas após a cirurgia, vou continuar ingerindo os 3 comprimidos, um de cada vez, claro.
    Estou com 102 kg em 1,70m. Meu objetivo é ficar com 72-75kg, com a velha e boa massa muscular que sempre tive. Continuar indetectável com as taxas equilibradas.
    Não me coloco na ditadura da felicidade, pois é um estado momentâneo, mas o equilíbrio emocional e a determinação de viver bem a cada dia, dá forças para buscar mais momentos felizes, n busca da realização dos planos e sonhos, que fazem valer a pena a nossa existência, pois vale a pena fazer a diferença na vida daqueles que passam por nosso caminho.

    • Ser+H diz

      GIL cliquei por equívoco no não curtir. Quero te desejar super saúde e acredite que tudo vai ficar bem. Volte logo. Assim que vc perder os 23kg me avise porque sempre fui magro e se pudesse gostaria de incorporar pelo menos uns 15kg desse seu excesso de gostosura.

    • Paulo Roberto diz

      Gil, tudo o que é bom para nossa saúde, para a nossa alma, é bem-vindo…
      Eu, por exemplo, queria engordar um pouquinho – e estou conseguindo!!! E mais: com comida saudável e boas noites de sono!!!

  5. Luiz diz

    Oii. Se puderem me colocar no grupo meu kiki é santanna00…
    Obs: como eu disse ainda não tenho diagnóstico, mais infelizmente acabei caindo nessa de carimbador… Estou em janela imunológica… Se alguém poder me colocar no grupo e conversa um pouco.

  6. Tive consulta a mais o menos 10 dias.
    A primeira pergunta que fiz a meu médico é se ele acredita na cura.
    Ele disse; Sim, acredito, mas vai demorar uns 10 anos, ela ta batendo na porta, mas tudo depende de longos anos de pesquisa.
    Se for pra eu esperar 10 anos pra né livrar desse vírus dos infernos, prefiro não pensar mais em cura, pois já vou ter perdido minha juventude.
    Mas se encontrarem daqui a 10 anos, ótimo pra quem tá começando agora.
    Prefiro me ausentar um pouco, pois essa resposta do meu médico me frustrou muito.
    Grande abraço!

  7. Luna diz

    Gil querido, desejo sinceramente que corra tudo bem na sua cirurgia , bem como no pós_cirúrgico. Volte assim que possível para nos contar como foi e continuar nos agraciado com sua presença otimista e iluminada.

  8. Paulo Roberto diz

    Estranho… No meu computador não aparece o “curtir” ou “não curtir”…
    Por que será?

    • Mutatis Mutandis diz

      Paulo, quando eu uso o Mozzila não aparece. Quando uso o Chrome, aparece! Tem algo a ver com um complemento não disponível, suponho….

  9. Lara diz

    Gil desejo que sua cirurgia seja um sucesso!!! Deus te abençoe!! Assim que puder venha nos dar notícias.

  10. Lara diz

    Fico muito chateada com pessoas preconceituosas, em especial, em relação ao HIV. Estava eu em um jantar e rolou uma conversa iniciada por uma funcionária do centro de referencia aqui da minha cidade dizendo que os “pacientes deles” às vezes passavam o dia no hospital batendo papo porque não tinham com quem conversar em casa, e que uma área lá do hospital por conta disso parecia o ” minha casa, minha vida”. Gente fiquei p da vida, sem poder dizer nada… A impressão que eu tenho é que muita gente acha que só gente menos favorecida é soropositivo, que a classe considerada informada e elitizada está livre desse vírus. Ai eu paro e penso em quão pequenas são essas almas… Vem calçar os meus sapatos!!!

  11. JV diz

    Verdade , Lara. HIV não escolhe esse ou aquele por classe, cor, instrução e etc. Porém, não sei se vocês percebem isso nos CTA´s onde apanham seus medicamentos, é muito maior o número de pessoas consideradas de classe mais baixa presentes nesses centros. Não sei se foi apenas um acaso, mas das 3 vezes que fui ao CTA da minha cidade observei que a maioria aparentava de classes mais baixas ( digo aparentava porque eu não sei né!). Até hoje vi apenas um cara muito bem vestido, com roupas caras e etc. Percebi também (nesse caso em particular e conversando com um “amigo” aqui do blog que também tem a mesma percepção) que as pessoas mais instruídas, bem vestidas e que aparentam ser de classe mais alta são as que ficam mais nervosas e não olham no olho dos outros. São as que demonstram mais medo de serem vistas eu acho! E me incluo nessa, de certa forma! Sou engenheiro, professor, fui empresário por um tempo em minha cidade…acredito que é mais fácil me reconhecerem do que eu aos outros. É como se as pessoas de classe mais baixas “não tivessem mais o que perder”. Não sei. Até me perguntei no início de tudo: onde estão as pessoas com hiv parecidas comigo? Logo me deparei com esse blog e vi que existem muitas pessoas iguais a mim. No começo eu queria ver os rostos de todos. Saber como são…os olhos, a cara, a pele,…queria eu acho me enxergar em alguém. Os tabus e o medo de exposição são ruins porque nos deixam “sozinhos” no mundo. Admiro muito essas pessoas que dão a cara a tapa: elas fazem com que a gente se sinta menos sozinho. Sempre busco por fotos de personalidades que vivem com HIV. Gosto de saber quem são, como estão e que temos uma face. Esse atleta Greg Louganis, nooossa…me encantei com o cara! Jack Mackenroth…e vários outros… Bom nos espelharmos em pessoas com uma aparência saudável, agradável, e feliz!

    • Alex diz

      Já tive a mesma impressão, e também só vi uma ou duas vezes que sobressaísse do estereótipo social/cultural mais comum, até queria ter tido algum contato no momento, como forma de diminuir a sensação de ser um estrangeiro naquele ambiente. Não sei exatamente porque isso, se é porque outras pessoas vão buscar os remédios em seu lugar, arrumam outra forma de conseguir ou mesmo porque são de fato minoria. Mas realmente perceber isso passa uma impressão de não se sentir parte de grupo, mesmo que esse seja um sentimento inconsciente, sem qualquer preconceito.

    • Lara diz

      Também fico assim jv!! Péssima essa sensação de a qualquer momento encontrar alguém conhecido … Será que fomos os azarões da história ??

    • Julio Santiago diz

      Também sinto vergonha na hora de buscar os remédios. Já percebi alguns horários bons para buscá-los. Uma vez um cara foi com um capuz e óculos escuros e o dia estava bem quente. rsrs… infelizmente…. Eu fico torcendo para pegar logo o bendito remédio, e quando eu chego lá e percebo que está lotado, nem me aproximo e retorno outra hora. rsrs…. eu quero ver quem está pegando os remédios mas não quero que me veja. Não quero topar lá com alguém conhecido que já assumiu para a sociedade que tem HIV pois com certeza esta pessoa vai fofocar. Realmente é muito ruim esta situação mas temos que ser gratos pelos remédios. Até hoje não contei pra ninguém da minha família, pois morro de vergonha. Oh vida!! Ser soropositivo foi o maior erro e o maior fracasso de minha vida.

  12. Eng28 diz

    Também tenho a mesma impressão!!
    Mas sei que ali estamos todos na mesma luta, pela vida e com intuito de estar saudável à espera da tão sonhada cura!! Mas já vi no CTA pessoas muito bem vestidas e bonitas até Pq não tem cara!!!
    Muita gente consulta particular ou plano e só busca os remédios!!!!
    Quanto ao CTA legal ter este
    Atendimento e profissionais bem preparados para nos atender!!! Quando recém diagnosticado fui muito bem atendido e sabe me trataram com muito amor, amor este que tento levar pra vida. Vivendo diferente de como vivia antes vivendo com a ideia de que a vida é uma bênção!!!
    Pessoal muita saúde, amor, paz, fé e sucesso para todos nós!!!

  13. Marcelo+ diz

    Detesto ter que ir retirar a medicação no cta.
    Sempre vou no final da tarde,na maioria das vezes só encontro o farmacêutico.
    São os 5 minutos mais longos…aqui na minha cidade o local e hospital de referência em doenças infecciosas…porém tenho a impressão que está escrito da minha testa HIV.
    Já dei de cara um pessoas conhecidas foi a maior saia justa…tipo assim nossa ele tem aids.
    Faço meu acompanhante na rede particular e a prescrição e para 3 meses de tratamento porém eles não liberam e tenho que ir todo mês retirar um frasco do remédio…eu acho que deveria ter os medicamentos em farmácias comerciais evitaria esse tipo de constrangimento.
    Enquanto isso não acontece vamos para os ctas.
    Meu abraço a todos.

    • Revoltado diz

      Marcelo+

      Você pode evitar o constrangimento, compre a medicação direta dos Estados Unidos ou pague a enfermeira da clínica, ou alguém que busque a medicação. Vai gastar menos que se comprar de fora.

  14. Maxwell diz

    A questão é que muitas pessoas que tem planos de saúde (classe média e alta) preferem fazer seus tratamentos com os infectologistas dos planos, já que nos CTA’s os infectologistas são praticamente para essas DSTs, e só usam o SUS para pegar a medicação. (sem contar que pessoas com melhores condições podem contratar uma pessoa para ir buscar sua medicação ou mesmo em acordo com o próprio médico mediante um valor eles cadastram a secretária para pegar a medicação pros pacientes dele).
    Eu me trato por plano e vejo que as pessoas que vão tb são mais abastadas financeiramente e não são de ficar puxando conversa com os outros pacientes. Apesar de eu perceber que a maioria ali está pelo mesmo motivo que eu rsrsrs.

  15. Bahiuno diz

    sobre a brevidade da vida e a eternidade do momento.

    amigos,

    Fui diagnosticado com HIV em novembro de 2015. Foi, talvez, a maior dor da minha vida. quando abri o resultado e lá estava escrito Reagente, perdi o meu chão. Lembro-me que sai correndo, chorando sem rumo. Na minha mente vinha apenas a cena filmica em que Cazuza corria na praia desesperado. Meu mundo caiu, literalmente. Não sei como consegui dirigir 300 km até minha cidade. Passei por duas semanas chorando a noite e fingindo normalidade durante o dia para que ninguém casa\ trabalho percebesse. A morte habitava o meu espelho e toda hora que encarava minha imagem buscava as marcas da dama ceifeira. Emagreci 4 kg em uma semana, sentia arrepios e calafrios pelo corpo.; pés e mãos geladas o dia todo. Fantasmas me acordavam a noite, e na escuridão do meu quarto buscava a voz que viria me apontar a luz pedindo para que eu a seguisse. Minha vida entrava num aspiral de ilusoes: passado, presente, morte, sangue, desespero, medo. A vida se esvaia do meu corpo. Porém, noite após noite, não vinham luz, voz, morte. A vida continua – pensei. Tudo voltava ao seu lugar: cama, livros, tv, camisas. Acordei. E o sol Brilhava. O sol ainda brilha. Tudo em seu lugar, mas a casa não era a mesma, o caminho ao trabalho não era o mesmo. Algo havia mudado. A vida se mostrava viva. Afastado da morte, cada detalhe era-me interessante: o por do sol, o desabrochar de uma flor, o velho que atravessa a rua vagarosamente. Depois do susto a realidade: tinha que encarar o fato e lutar com todas minhas forças para encarar essa nova realidade. E sem duvida, tudo seria mais dificil se nao fosse por esse blog. Não sabem a força que cada depoimento de vocês amigos, tem na vida de um recém diagnosticado. Anonimamente, já somos intimos.

    muita luz.

    Gil, seu lindo, boa cirurgia. Paulo Roberto, Saudades. o que anda aprontando? E GC valeu pelas novidades, sempre. Barasa, vou me consultar com vc ( rs ). Luquinha seu louco. JS gratidão.

    • Paty diz

      Achei o maximo seu comentario!! Lembrei de mim desesperada quando descobri, mais nao pude deixar de rir, tipo aqueles filmes de terror ao mesmo tempo de comedia??! #morri2vezes

      • Bahiuno diz

        Paty, isso é porque escrevi sem tomar um vinho e ouvir Maria Betânia. Porque quando junta esses dois em minha mente coloco Almodovar no bolso.
        Beijos. Muita luz.

  16. Oi sou a Bruna a mãe do Benício, do programa Boas Vindas episódio reviravolta. Amei conhecer o blog e ver que não estou só na luta. A cada comentário me vejo um pouco. Engravidar não foi fácil mais o pior foi a falta de informação de como seria a gestação. E quanto ao tratamento tenho plano de saúde mais me senti melhor acolhida e mais segura fazendo o tratamento pelo SUS, no hospital onde faço tratamento tenho todo suporte que preciso e o Benício tbm. E uma notícia boa ele já fez duas carga viral e as duas foram negativas. Ele tomou AZT durante 30 dias e depois disso faz tratamento com Bactrin três vezes por semana para efitar infeções. Vou mantendo vocês informados da nossa luta. Beijos adorei mesmo o Blog

  17. Carvalho+ diz

    Gente, a novela essa semana, que tem uma criança seropositiva, afirmou que durante a vida dessa criança, por algumas vezes a imunidade dela iria baixar. Meu namorado perguntou, se mesmo eu indetectável, num futuro, minha imunidade iria baixar. Isso pode acontecer? Abraços

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s