Notícias
Comentários 18

Donald Trump tem aids em novo filme de Sacha Baron Cohen


1280px-The_Hollywood_Reporter_logo.svg

Hollywood está prestes a passar aids a Donald Trump. Em Irmão de Espião (2016), novo filme do satírico Sacha Baron Cohen, um personagem que supostamente representa Daniel Radcliffe, ator de Harry Potter, e que não está no filme, leva um tiro e seu sangue, aparentemente contaminado com aids, voa até a boca de Trump, infectando ele também. Sony, o estúdio invadido por norte-coreanos na altura do filme A Entrevista (2014), também uma comédia, lançará Irmão de Espião em 11 de março [nos Estados Unidos, e em 7 de abril no Brasil].

Donald Trump e Sacha Baron Cohen.

Donald Trump e Sacha Baron Cohen.

O Huffington Post disse que o estúdio, nervoso sobre as possíveis repercussões sobre Trump, famoso por processar muita gente, pediu a Baron Cohen que cortasse a cena, mas ele recusou: a cena se desdobra sobre os créditos finais. “É absolutamente ridículo”, disse um porta-voz da Sony ao The Hollywood Reporter sobre a alegação de que teria sido pedido a Baron Cohen que removesse a cena. A campanha de Trump não respondeu ao pedido de comentário. No entanto, a Sony e Baron Cohen, adicionaram um aviso ao final do filme, deixando claro que o verdadeiro Trump não participou do filme e que trata-se de uma comédia burlesca.

Borat

Baron Cohen já havia deixado claro que não é fã de Trump. Durante uma participação no programa Jimmy Kimmel Live, o ator se transformou em seu personagem Borat, que comentou sobre Trump: “A única pessoa que iria banir muçulmanos é alguém com um cérebro como uma galinha do sexo feminino.”

Especulou-se que todo esse assunto poderia ser mais um dos truques de marketing de Baron Cohen, e que o estúdio não está tão preocupado com as consequências políticas do filme, como vem sendo relatado. As acrobacias de Baron Cohen são tão lendárias que, quatro anos atrás, o ator foi banido dos Oscars, por medo do que ele poderia fazer no tapete vermelho.

5119ZPN4FTL

Trump tem sido crítico de Baron Cohen e de seu alter ego, o comediante Ali G, que já enganou políticos a conceder entrevistas falsas. Em 2012, Trump tuítou: “Eu nunca caio em golpes. Sou a única pessoa que saiu imediatamente de uma entrevista com Ali G.” Ainda veremos se Trump vai responder à Sony. Porém, o estúdio deve estar bem preparado para lidar com qualquer controvérsia política, haja visto sua experiência anterior, com A Entrevista — filme que mostrava o líder supremo norte-coreano Kim Jong-un sendo explodido em mill pedacinhos. A ditadura do país comunista  retaliou, invadindo os computadores da Sony e expondo milhares de e-mails sensíveis.

Inicialmente, a Sony foi criticada por ter se curvado às exigências dos cyber-terroristas, tirando o filme da circulação. Depois, repreendidos por ninguém menos que o presidente Barack Obama, o estúdio mudou de estratégia e A Entrevista foi finalmente lançada nos cinemas e em home video. No ano passado, ativistas de direitos humanos conseguiram contrabandear cópias do filme para dentro da Coreia do Norte.

Por Paul Bond para o Hollywood Reporter em 3 de março de 2016

Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como:

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

18 comentários

  1. André diz

    contaminado por AIDS ou pelo HIV?
    Um deseserviço à comunidade positiva que só irá fomentar cada vez mais o estigma dos positivos perante o restante da população. Deveria ser mesmo retirado essa cena

    • Alexandre diz

      Somente 2 pacientes continuam indetectáveis. Os outros 38 pacientes que participaram do estudo se tornaram detectáveis em diferentes fases do estudo, o que demonstra que o vírus criou resistência ao Pro-140 em monoterapia, o que é absolutamente normal e previsível. Começarão a fase 3 em breve com 300 participantes, e essa fase deve durar 1 ano. Mas pelos resultados parciais esse fármaco provavelmente não será usado em monoterapia e sim como complemento aos atuais ARV. Ele poderá substituir o Maraviroque, por exemplo, que também é um inibidor de entrada. Acredito que muito em breve teremos a seguinte combinação:
      Rilpivirina + Cabotegravir de 3 em 3 meses + Pro-140 de 15 em 15 dias.

  2. Rodrigo diz

    Ou seja, gente ruim merece ser punida com “aids”. É essa a mensagem

    • Bem isso mesmo viu cara!
      Infelizmente as pessoas pensam que, se pegamos HIV ou AIDS, é porque aprontamos (promiscuidade). Muitos pensam assim, e com isso a atenção pra uma possível cura fica bem distante…

  3. Juka diz

    Gentemmm, vcs acreditam mesmo q em um planeta com 7 bilhões de pessoas apenas uns 30 e fração milhões tem HIV? Eu não creio.acredito q seja imensamente mais.é igual os estudos dizem q apenas 10% da população é homossexual e nós bem sabemos q esses 10% é mentira…..pra refletir…acredito q para cada um detectado existem uns 1000 ou mais q não sabem…

    • Hiago diz

      Concordo, se eu não tivesse feito o exame seria mais um a não saber, e aposto que a mina que me passou também nem sabe e assim como me contaminou, deve ter contaminado muitos outros

  4. É, temos que ter cuidado quando formos falar de aids e de HIV, distinguindo-os. Todos nós.

    E outra: o cara tornar-se infectado porque engoliu sangue do soropositivo? É isso mesmo?

  5. Tenho dó do resto do planeta se esse cara virar presidente, ele vai fazer o diabo!

    Mas voltando ao assunto do filme, que ridículo isso, essa empresa deveria ser processada.
    Já sofremos com o estigma, a rejeição, o preconceito e agora somos obrigados a passar por mais isso?

    • Looker diz

      já experimentamos molengões demais nos governos, tá na hora de um sujeito mais durão mesmo…democracia não é só a prevalência de uma unica corrente não… só esquerdinha imbecil pensa assim…

  6. Juka diz

    Gentem, hj me.aconteceu algo ainda inédito: dormi sem tomar a pílula mágica. Tomo as 1:40h da manhã e acordei e assustei por não ter tomado.tomei imediatamente às 06:30h.a pergunta é, q hj tomo o próximo? Às 1:40 como de praxe ou as 06:30 ??????aguardo respostas seguras….bjos

  7. Gil diz

    OLÁ PESSOAL,

    Podemos ver por outro ângulo, também… o filme deve ser uma baita comédia, como sempre, do Sacha B Cohen. Ele esculhamba os estereótipos, quando, a primeiro momento, parece reforçá-los, como foi em Brüno e em Borat. Numa análise mais lúcida, ele mostra quão ridículo a exclusão e a intolerância se tornam, num mundo que não cabe mais tais situações.
    Eu vejo que a notícia veiculada é que passa essa ideia de discriminação, ao não distinguir o fato de “contaminar com HIV” de “contaminar” com AIDS.
    Creio que o filme não proporá discutir o tema AIDS. Mas colocar numa posição ridícula as ideias do ridículo Trump, a exemplo do que Cohen fez em O Grande Ditador. E numa posição diferente daquele de poderoso, milionário e grosseiro “dono a verdade” que ele se faz. Algo, como: agora fique você na mesma situação daqueles que você quer arrancar direitos …
    É, a meu ver, uma forma de combater este novo fascista da direita conservadora americana. É o melhor jeito? Talvez não, mas é o que há.
    Afinal, poucos ousam desafiá-lo e a comédia é um excelente veículo anti-político podre.
    Trump é contra os direitos homossexuais, contra direitos de negros e hispânicos, contra avanços sociais, DUVIDO QUE APOIARÁ COM DINHEIRO PÚBLICO ALGUMA CAMPANHA DE PREVENÇÃO OU PESQUISA DE CURA DO HIV.

  8. VIDAQUESESEGUE diz

    Galera criei um grupo no KIK para aproximar os leitores do blog e trocar experiencias com os leitores quem quiser participar é só adicionar vidaquesesegue que adiciono. Para quem não sabe KIK é um aplicativo de mensagens instantaneas parecido com whatsapp porem não precisa cadastrar numero de celular. Abraços.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s