Notícias
Comentários 150

Tesoura molecular corta o HIV do DNA, talvez de uma vez por todas


Ars_Technica_logo.svg

Para as cerca de 37 milhões de pessoas no mundo que estão infectadas com o HIV, os coquetéis de medicamentos antirretrovirais têm há muito tempo mantido o retrovírus e a infecção sob controle. Ainda assim, esses remédios não são a cura. Embora estes tratamentos ataquem a linha de montagem viral e impeçam novas partículas infecciosas de invadir as células do corpo, o próprio HIV ainda está lá, agachado no DNA do genoma do paciente, até que haja uma oportunidade de retorno — digamos, quando um paciente interrompe sua medicação.

Enquanto houver HIV persistente, os pacientes devem continuar tomando os medicamentos, que causam efeitos colaterais, custam dinheiro e oferecem risco de resistência aos medicamentos. É assim que funciona, pelo menos, até agora. Em um novo estudo, cientistas revelam um caminho possível para, literalmente, cortar os vírus escondidos nos filamentos de DNA de uma pessoa.

“Uma estratégia promissora para futuras aplicações clínicas.”

Com uma enzima feita sob medida, através de evolução forçada, os pesquisadores seletiva e seguramente fatiaram sequências de HIV em vários tipos de células: bactérias, linhas de células humanas utilizadas em pesquisa, células colhidas a partir de pacientes com infecção por HIV e em ratos de laboratório “humanizados” com HIV. Embora a estratégia esteja no início de seu desenvolvimento, ainda longe do uso clínico, os dados até agora apontam para uma forma eficaz e segura de ajudar que tratamentos com medicamentos acabem por completo com a infecção pelo HIV. Os autores do estudo relatam que essa é “uma estratégia promissora para futuras aplicações clínicas.”

O método baseia-se em uma enzima que os pesquisadores forçaram a ter como alvo uma sequência altamente conservada, de 34 bases do código genético que flanqueiam o genoma do HIV quando este é interposto ao DNA humano (estas sequências implantadas são chamadas de provírus). Claro, nem todos os provírus de HIV têm estas sequências de 34 bases, mas a maioria dos que atualmente infectam os humanos, tem. A sequência, encontrada na maioria dos subtipos de HIV-1, é provável que ocorra em 82% dos indivíduos infectados com HIV.

July28_2015_istock_57341840_DNAcutbyScissors_CRISPRtoClinic_GNH1763119518

Essa enzima, que tem o HIV como alvo, foi apelidada Brec1 (a partir de broad range recombinase 1). No começo, ela procurou e cortou uma sequência genética completamente diferente. Mas os pesquisadores persuadiram-na a cortar o HIV, fazendo versões mutantes dela. Em seguida, rastrearam as enzimas mutantes de acordo com sua capacidade de cortar sequências relacionadas com a sequência mais conservada do HIV. Em seguida, eles repetiram o processo, mudando gradualmente a sequência alvo até que ela se combinasse com o HIV.

Em cada ciclo, os pesquisadores selecionavam a versão mutante da enzima que chegou cada vez mais perto de cortar a cadeia específica de bases genéticas de provírus de HIV. Após 145 ciclos, eles tinham a Brec1, que cortou a sequência exata de provírus, e nada mais. Uma vez que a Brec1 corta a sequência de HIV, todo o provírus é extraído e destruído. Em seguida, a enzima corrige o buraco deixado no DNA.

Existem outras tesouras genéticas que os pesquisadores podem usar para cortar elementos genéticos específicos, como provírus. Mais notavelmente, há ZFN, TALEN e CRISPR. Mas esses métodos podem acidentalmente cortar sequências genéticas que não são o alvo, uma possibilidade perigosa em seres humanos vivos. Além disso, elas não consertam o buraco deixado no DNA, podendo assim desencadear sistemas de reparo de DNA emergenciais nas células, criando outra desordem celular. Até agora, a Brec1 parece evitar esses dois problemas.

Em testes de laboratório, os pesquisadores descobriram que a Brec1 poderia cortar a sequência de HIV de cada tipo de célula em que eles testaram. A enzima foi eficaz em cortar o HIV, sem quaisquer efeitos colaterais tóxicos ou genéticos.

Eles também relataram sucesso em ratos de laboratório, especificamente os ratinhos “humanizados” — os pesquisadores desenvolveram esses animais para transportar células imunes humanas que podem ser infectadas com o HIV. Com uma dose de Brec1 — entregue através de um vírus inofensivo geneticamente modificado — o HIV nos ratinhos diminuiu ao longo do tempo, até o ponto onde o HIV já não era mais detectável, mesmo embora as células humanas não infectadas tenham persistido nos animais.

“A eliminação completa do vírus pode ser a única maneira de conseguir uma cura genuína.”

Se este mesmo resultado se mantiver em seres humanos, a enzima pode, finalmente, oferecer uma solução para a infecção persistente do HIV em pacientes em tratamento com medicamentos antirretrovirais. “A eliminação completa do vírus em fase de replicação, incluindo os reservatórios virais latentes, pode ser a única maneira de conseguir uma cura genuína”, concluem os autores.

Por  em 23 de fevereiro de 2016 para o ArsTechnica. Referência: Nature Biotechnology, 2015. DOI: 10.1038/nbt.3467 (About DOIs).

Anúncios

150 comentários

  1. Ricardo diz

    Hoje acordei lembrando de um “sonho” que tive em que assistindo a um telejornal eles anunciavam a cura da AIDS, foi uma mistura de alegria pelo sonho e decepção por ter acordado. Mesmo assim, continuei mais animado e esperançoso sem mesmo saber o motivo,até que abri meu Email e deparei com esse novo post. Estamos chegando lá,cada vez mais tenho certeza disso, aumenta minha vontade de me cuidar e estar muito bem pra quando a tão sonhada Cura chegar.

    • Paulo Roberto diz

      Ricardo, há muitos anos, logo que começaram a falar sobre exames de DNA, de Medula e essas coisas, eu sonhei que a cura viria de uma coisa que eu nem sabia o que era ou se existia, mas depois soube que aquilo que eu havia sonhado se chama CÉLULAS-TRONCO.
      E não era a cura só para o HIV, não: era para muitas doenças…
      Eu nem era soropositivo naquela época (faz quase trinta anos), mas este sonho não sai da minha cabeça.
      Ultimamente, não sei se por conta de muitos avanços na área de tecnologia, eu tenho sonhado com uma grande máquina, parecendo uma câmara dessas onde se fazem Ressonância Magnética, recompondo cada célula de um corpo que esteja lá dentro.
      Não sei o que esses sonhos querem dizer.
      Talvez minha mente esteja tão focada na cura que projete esses “filmes” no meu subconsciente, transformando-os em sonho.
      Mas continuo acreditando que a cura virá. Em breve.

      • Ricardo diz

        Bacana demais Paulo Roberto,tenho comigo minhas Teorias sobre estes sonhos ,mas prefiro não entrar neste assunto que é complexo e polêmico,mas se quiser conversar a respeito me manda um email. Tamos juntos…grande abraço!

    • Eles querem começar o estudo em dez pacientes este ano. “Só” faltam 15 milhões de euros… E preveem que pode estar tudo pronto para comercialização daqui a 7-8 anos. Torçamos… Vai que essa merda some com o DNA do HIV dos nossos corpos… Isso vai melhorar muito as nossas vidas. Sou um controlador de elite, mas a sorologia tem sido um problema na minha vida afetiva nos últimos tempos… Tenho estado triste, mas vou me reerguer…

      Força a todos!

  2. Matheus diz

    Acredito que a cura de vez vem através da engenharia genética…essas “tesouras genéticas” vai fazer o que a tarv não conseguiu e eliminar por total o vírus do corpo humano.

  3. Alexandre
    Entao tinha te perguntado sobre essa matéria anteriormente oque vc acha, sera que essa demora, sera que vai ser demorada como a Crisp, o que voce acha, abraço

  4. JSP

    Em consulta o Dr Esper me falou que iremos com certeza sermos beneficiados com a cura estaremos muito vivos para isso, outra afirmação dele foi indetectavel nao transmite, sou hetero e ele me disse que ate se eu quiser engravidar minha esposa nao vou transmitir, palavras dele pode transar com ela sem preservativo que intedectavel nao transmite, fique super feliz com a consulta, acreditei nele e fiquei mais confiante na cura, o que vc acha faz das palavras dele suas palavras?, eu confio

    • Lamarch diz

      O Meu infecto tb fala isso… que eles só não indicam os indetectáveis transarem sem camisinha por causa de outras doenças, mas em relação ao HIV é que indetectável não transmite o vírus!

    • Alexandre diz

      Grande EGC! Aparece só com notícias boas e atualizadas. Cara, eu sou bem cético quanto a esses processos genéticos, mas não por considerá-los ineficazes, e sim pela demora. Não sei ao certo, mas parece que a FDA exige muito tempo de estudo para que esses métodos se mostrem inofensivos em outras esferas. Vamos supor que esses estudos se mostrem 100% eficazes na cura do HIV, beleza? Ótimo, excelente, tudo de bom pra gente. Mas quem garante que isso não nos desenvolverá um câncer avassalador depois de 15, 20 anos? Por isso não acredito nessas terapias no que diz respeito a tempo. Acredito que mesmo depois que uma dessas terapias se mostre 100% curativa para HIV, a FDA vai demorar muito, mas muito tempo mesmo para liberar. Acredito que irão acompanhar as cobaias humanas pelo resto de suas vidas e depois que eles morrerem um autopsia da NASA será feita em seus corpos. Não sei, isso é tudo achismo meu. Quero estar totalmente errado, mas todos aqui já sabem que acredito na cura e muito mais em breve do que quando essas terapias genéticas se confirmarem. Meu nobre amigo Barasa me disse que a vacina Picker já está sendo testada em humanos, mas na moita. Acho que esse pessoal de medicina genética está usando o HIV para dar visibilidade aos estudos, como se fosse uma prova conceito da potência e eficácia dela, mas não acredito que será usada para o HIV, pq acredito que até lá já teremos uma cura definitiva muito mais simples e barata. Mais uma vez quero deixar claro que é só minha opinião. Quanto ao que o Dr. Esper te disse, quem sou eu para discordar dele e de todos os estudos que corroboram com a fala dele. Fiquei até lisonjeado com a sua consideração a minha opinião. Olha só EGC, os números endossam nosso renomado Doutor. No estudo Partner foram quase 30.000 exposições heterossexuais onde a metade os homens eram soropositivos e quase 19.000 exposições homossexuais onde a metade o ativo era o soropositivo, e não houve sequer 1 contaminação. EGC, eu falo o seguinte, na medicina nada é 0% de chance, só a de um indetectável transmitir HIV. Contra números não há argumentos. Mas é claro que os pré requisitos têm de ser considerados, né? Há mais de 6 meses indetectável e não ter outra DST. Eu também estou doido para ter filhos, e diante disso devo começar a me tratar em breve. Também irei no Ésper, mesmo a consulta dele estando valendo US$ 200,00, e irei engravidar minha esposa no método convencional mesmo. No pelo e sem peso na consciência.
      Aproveitando, a FDA aprovou a fase 3 do Pro-140. Acho que começa em abril e vai durar 1 ano, mas como esse anticorpo está inscrito no Fast-Track, a liberação deve se dar até o final do ano nos EUA, Europa, Índia e África. Liberado lá fora damos um jeito de importar. Grande abraço e olhos no Picker!

      • Alexandre abraço, o importante é estarmos sempre confiantes, como diz meu amigo D_PR, temos que acreditar

      • thiago + diz

        Alexandre, eu entendi bem, você ainda não esta em tratamento? me interessou essa parte na qual você disse que vai começar a se tratar^para ter filho, descobri ser positivo em novembro do ano passado, apresentei pra infecto taxas altas de cd4 e baixa quantidade de Cv, fui em dois infectos e os dois me disseram pra não iniciar ainda o tratamento, queriam me analisar primeiro como meu corpo estaria reagindo com essa CV, a quanto tempo vc descobriu ser positivo e ainda não esta em tratamento amigo ?!
        abraço

    • LVF diz

      Eu tb me consulto com ele! É uma ótimo médico, mais principalmente uma excelente pessoa.
      Tb sou hetero e estou tentando engravidar minha esposa! o mais curioso é que eu, vc e jovem provavelmente já nos cruzamos no consultório dele e em razão do nosso anonimato não tivemos a oportunidade de nos conhecermos…

      • LVF
        Blz como se ver naquele consultorio, rsrs, lotado, caro mais sempre lotado, abraço e vida boa a seguir

    • FG-PR diz

      EGC.

      Quando fui ao Dr. Ésper no ano passado ele me falou a mesma coisa em relação à não transmissão de um indetectável. Tenho dois filhos, mas minha esposa que é negativa quer ter outro, assim que essa fase do Zika passar, hoje ela colheu sangue para um exame de Polimorfismo do gene CCR5, que dirá se ela é ou não imune ao HIV, já que ele ficou dois anos exposta e não contraiu o bichinho, será apenas mais um dado para tentarmos engravidar de maneira natural. Atualmente iniciamos a transa sem camisinha e quando vamos ao finalmente coloco a camisinha e até o momento tudo tranquilo, ela faz exames a cada 6 meses. De qualquer maneira teremos mais um filho.
      Não deixo esse bichinho controlar minha vida, eu controlo e ela continuará da mesma maneira que quando não tinha ele.

      • Edy diz

        Oi EGC eu trabalho no hospital das clinicas um dia desses eu fiquei de frente com o medico Dr Ésper ele me pareceu uma pessoa bacana tive vontade de conversar com ele sobre minha sorologia mais como tinha mais gente comigo não deu gostaria de passar com outro especialista pois não sinto muita firmesa na minha médica mais sei la pra mim todos são iguais graças a Deus ainda estou indetectavel pela 2º que fiz os exames mais ainda me sinto um pouco mau tipo as vezes me bate uma tristeza é que vcs gostam mesmo é de ficar no anonimato esse blog é muito bom pra muitos desabafar e tirar as duvidas mais seria bom se ouve se tipo grupo de encontros de pessoas do grupo pra tirar duvidas de muitos que tem o virus e até mesmo quem não tem tipo um grupo no whatzap ou no face mais como todos não gosta de se expor continuamos no anonimato eu não conheço ninguem que é soropositivo gostaria muito de conhecer mais pra tirar duvidas e pra quando estiver triste ter alguem pra conversar é como eu falo tem milhões de pessoas que tem o virus mais é como so eu tive se o virus pois não conheço ninguem que o tem ai me falam vai numa ong pocha ja fui numa ong que tem na praça da republica no primeiro dia foi legal mais logo no primeiro dia ja levei uma cantada de uma pessoa fiquei meio chateado pois fui la atras de mais conhecimento e ver pessoas que tava passando o mesmo que eu e não atras de encontro depois não fui mais eu sei que o anonimato é bom pois não gostaria de nos expor mais se algum de vcs fizerem um grupo de encontro pra pessoas soropositos pode contar comigo pois como vcs gosto de estar no anonimato mais ser amigo de pessoas que esta passando o mesmo que eu seria muito interesante pra trocar idéias e conhecimento grato a todos e boa saude e que a cura venha logo pra todos e um dia vamos todos nos encontrar pra falar como recebemos a cura.

        • Pequena + diz

          Edy

          Bom dia 😉
          Isso de conhecer pessoalmente leva tempo, precisamos sentir seguros, ter confiança com quem estamos conversando.
          Eu mesma fiz amigos maravilhosos pelo Brasil afora, até do exterior e já cheguei a conhecer alguns pessoalmente.
          São minha família do ❤
          E te digo conhecer pessoalmente, dividir as nossas angústias, dúvidas, vitórias e dar boas gargalhadas não tem preço, faz um bem incrível pra gente, percebemos que não estamos sós nesse mundão de Deus 🙂
          Se quiser conversar deixo aqui meu e mail:
          abaixinha74@gmail.com
          Fé, força e foco sempre viu 😉

          Um beijão da Pequena +

        • Isadora diz

          Oi Edy, sou soropositiva e através do deste blog conheci um moça que tbm tinha descoberto a pouco tempo a sorologia e marcamos para nos encontrarmos e somos amigas até hoje e trocamos muitas experiências…sinta-se a vontade para fazer parte de nossa amizade, nós somos do Rio de Janeiro.

  5. Luks diz

    Olá, pessoal! Fiquei sabendo do meu diagnóstico dia 15/02 e estou mega tenso. Venho aqui todos os dias p ler as notícias e os depoimentos q muito me confortam. Essa noticia de hoje, por exemplo, é animadora. Tenho minha primeira consulta com o infecto logo mais a tarde. Tem sido uma barra, pois não falei p ninguém ainda. É nem sei se vou falar. Sou muito otimista e tenho reforçado meus conhecimentos sobre o assunto e, tbm, minha espiritualidade, pra aguentar o tranco. Abraços e força p todos nós.

    • Gabriel diz

      Luks boa tarde.
      Me adicione no Kik… Também sou recem diagnosticado.
      gabrielmais

      • Luks diz

        Ainda não fiz Kik, Gabriel! Mas vou fazer e logo eu te adiciono. Abraços.

    • fred diz

      pois e na luks. a gente se ciuda depois q as coisas acontecem, dai a gente fica deprimido ansioso, ,mas sabe se puder nao conte nada a ninguem, vai ser melhor, quanto menos gente saber melhor, vc vai ver, logo isso passa, vc so vai tomar um comprimido por dia e levar a vida, agora se cuidando ne.nao fique angustiado, .nao e so vc q esta nessa, estamos todos, eu ja descobri q tenho ja faz um ano, no começo foi como vc esta dizendo, mas passou, hoj estou bem , tomando o remedio e rezando pra q as coisas melhorem ainda mais, nunca senti nada de efeitos colaterais, hoj ja estou indetectavel graças a Deus, mas se ciude, abraço.fred

      • Luks diz

        Obrigado pelas palavras, Fred. Eu achava que me cuidava, mas não foi o suficiente. Infelizmente. Estou naquele período normal de luto, como todos por aqui dizem e espero que ele passe, quero fazer muitas coisas na vida ainda. E vou me cuidar direitinho, pode deixar! Fui na consulta hoje. Achei o médico meio parado, fez algumas perguntas, solicitou exames, preencheu vários formulários e já me receitou o 3/1. Tive a sensação de que isso é muito comum pra ele, como se eu fosse só mais um que apareceu no consultório dele com HIV. O ponto positivo é que perguntei se eu iria viver muito e ele me respondeu que uns 90 anos. heh Fiquei otimista! Ah detalhe: é difícil encarar os olhares das secretárias, sim! Mas se é necessário pra viver melhor: eu vou encarar! Abraços.

        • Gil diz

          OLÁ LUKS!
          Seu médico precisa lhe passar confiança. Mas precisa ser bom tecnicamente. Faça perguntas, veja se ele está atualizado quanto aos novos tratamentos, os remédios, explore a consulta, isso é bom para ambos. Se o paciente é calado, muitos médicos não instigam, já julgam que o paciente está desinteressado.
          Não se culpe pela infecção. Não te faz bem, nem dá pra tirar o hiv do corpo se arrependendo, se culpando. Viva, tenha bons hábitos, faça planos.
          É o mais bacana, porque mesmo que demore uns dez a quinze anos, ainda estarás com saúde, se tomar a medicação e se manter forte, mesmo com desgaste de rins ou fígado, mas nesse tempo entre hoje e a cura, novas medicações e vacinas chegarão, não para curar, mas para substituir os remédios e seus efeitos colaterais.
          Vamos em frente. Não se esconda, nem se exponha. Toque o barco!

          • luks diz

            Oi Gil, obrigado pela força. Vou sim fazer perguntas e estar sempre atento ao tratamento, afinal é a vida q estamos defendendo. Abraços

    • Oi amigo. Não eh fácil viu, mas vc vai conseguir chegar lá, eh só fazer tudo certinho como seu medico mandar. Você vai ver que não está só nessa luta. Dica: procure um psiquiatra, você vai ver que esse monstro não é tão grande como como parece. Com 3 meses tomando medicamento já estava indefectível. A parir daí é se cuidar e se gostar.

    • Edy diz

      Oi Luks quando eu fiquei sabendo eu tive que contar pra minha irmã pois quando eu fui ao médico pra saber o resultado foi um baqui e não tinha condições de andar sozinho na quele dia mais é como minha irmã me falou quanto menos gente souber é melhor pois é uma coisa que não devos sair contando pra todos temos que nos resquardar e vencer essa luta sozinho as vezes é bom contarmos pra alguem mais ai eu penso o que vai me ajudar a contar pra alguem contar pra alguem é bom por um lado pois sempre que queremos conversar sabemos que aquela pessoa vai estar ali pra ajudar como eu confio tanto na minha irmã ela sempre me ajuda tipo pra conversar e tenho um amigo que é um dos melhores amigo que eu tenho ele esta sempre ao meui lado foi a pessoa que mais me ajudou a superar tudo que passei se for pra contar pra alguem conte mais pra que possa te ajudar ou orientar o que tem de fazer e não ficar com cara de a coitadinho isso é muito frustrante e deixa mais ainda agente mau tem de ser uma pessoa que te trate bem e não te trate como um coitado por isso eu falo quanto menos pessoas solber é melhor

  6. Alex diz

    Pessoal, li essa notícia: http://www.hivthrive.com/hiv-grows-despite-treatment-study-finds/

    Basicamente fala de um estudo que indicou que em pessoas com o tratamento atual, mesmo depois de anos de tratamento, a quantidade de vírus que permanece no corpo durante o primeiro ano de tratamento e depois de 14 anos, ainda é a mesma. A notícia não é tão clara quanto a isso, mas deduzo que tenha sido em relação a quantidade do vírus que permanece no corpo após se tornar indetectável, os chamados reservatórios virais.

    No final diz assim:

    “The good news is that we did not see any worsening over time, but the bad news is that these findings really cast doubt over whether HIV can be ‘cured’ by increasing immune cell responses against it – a strategy that now looks doomed to fail.”

    Em tradução livre: “A boa notícia é que nós não vimos qualquer piora ao longo do tempo, mas a má notícia é que essas descobertas realmente lançam dúvidas sobre se o HIV pode ser curado aumentando a resposta das celulas imune contra ele – uma estratégia que agora parece condenada a falhar.”

    A minha dúvida é:

    Essa estratégia que foi considerada como passível de falha durante o estudo é a mesma estratégia utilizada com a enzima Brec1? Ou a Brec1 utiliza outro tipo de estratégia?

  7. Joana diz

    Boa Tarde! Vi uma reportagem agora pouco falando de alguns jovens médicos de Pernambuco que também estão animados com novas descobertas a respeito da cura, gostaria se saber se procede essa informação…

  8. Ser+ diz

    Pernambucanos pesquisam arma biológica que pode exterminar o HIVIniciado nos EUA, estudo está em fase de validação da metodologia no Recife, cidade com maior incidência do Caev caprino, vírus observado na investigação

    Uma pesquisa audaciosa que começou a ser testada no estado pode revolucionar a medicina com a descoberta de uma possível cura para a Aids. A investigação, conduzida por pesquisadores pernambucanos em parceria com a iniciativa privada internacional, considera o vírus da artrite encefalite caprina, o Caev, a arma biológica necessária para exterminar o HIV das células humanas, sem causar danos ao portador. O estudo observa mecanismos de interferência do vírus caprino sobre outros que impactam a saúde, e promete reestruturar a forma de se tratar diversas infecções.

    Por ser a cidade brasileira com maior incidência do Caev nos rebanhos de cabras, Recife foi escolhida para sediar as análises de validação e co-desenvolvimento da metodologia, fundada pelo pesquisador e médico australiano Sam Chachoua. Aqui, as análises são realizadas sob a supervisão da doutora em físico-química e professora da Universidade Federal de Pernambuco Patrícia Farias, com o financiamento da empresa Of Joseph PB&T. “Quando o estudo de competência viral induzida estiver comprovado no projeto, o impacto será de tal maneira que ele vai gerar um novo paradigma para a biotecnologia. A assistência médica será redefinida e expandida para considerar que organismos vivos (tais quais os vírus) são possíveis aliados na batalha contra doenças e apoiam a otimização da saúde para o bom funcionamento do corpo humano”, explicou o financiador do projeto em Pernambuco, Joseph Miller.

    Os estudos começaram a ser desenvolvidos nos Estados Unidos e ainda estão na fase inicial de implantação no Recife. Nesta etapa, é feita a consolidação de dados a respeito do Caev, que é um retrovírus – assim como o HIV -, contudo ainda mais forte. A ideia base é de que, se o portador do HIV contrai o Caev, é possível que o vírus caprino extermine o HIV das células. “Estamos fazendo a análise detalhada. Não podemos prometer nada para não criar expectativas nos pacientes, mas eu acredito perfeitamente no resultado do trabalho”, adiantou a doutora Patrícia Farias. A primeira fase da pesquisa deve se estender até a primeira quinzena de março.

    No rebanho caprino, o Caev causa inflamações, mas, até o momento, não há indícios de que eles tenham ações patológicas em seres humanos. Por isso, a possibilidade de que se tenha encontrado o caminho para uma possível cura de infecções virais é tão forte. “Normalmente, quando um grupo desenvolve uma pesquisa que pode ser promissora, outros especialistas fazem a validação da metodologia, que é o que estamos fazendo agora. O procedimento consiste em repetir o que está descrito na patente em busca da confirmação do resultado. O Caev parece inibir a ação de diversos vírus em humanos. É como se eles entrassem em competição no organismo e, por ser mais forte, o vírus caprino vence”.

    Na fase atual da pesquisa, os especialistas pernambucanos estão compilando dados sobre o Caev através da identificaçao e classificação dos tipos do vírus. Os estudos locais mobilizam uma equipe com cinco profissionais experientes e dois estagiários e estão avaliados, inicialmente, em US$ 970 mil dólares, mas podem chegar até a US$ 4 milhões. “O otimismo vem de resultados preliminares com relação ao estudo de populações rurais que têm contato com caprinos. Elas são portadoras do vírus e desenvolveram resistência ao HIV. Há casos em que ele não se manifesta ou se manifesta de forma menos intensa, mas tudo ainda é considerado suposição”, detalhou a doutora Patrícia Farias.

    A fase de classificação das forma de atuação e das características estruturais e genotípicas do vírus começou há quatro meses, os primeiros resultados dos testes poderão ser avaliados somente ao término desta etapa, o que deve acontecer em até um ano e meio.

    http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2016/02/24/internas_cienciaesaude,628646/pesquisadores-pernambucanos-podem-validar-a-cura-da-aids.shtml

    • Alex diz

      Não entendi mt bem, mas essa “técnica” parece ter princípio semelhante com a que o Charlie Sheen usou de um médico do México que dizia ter a cura do HIV a partir de leite de cabra, e que posteriormente foi dito pelo Charlie não ter dado resultado. Basta pesquisar no Google por CAEV + Charlie Sheen.

    • Verdes Olhos diz

      Que coisa incrível, essa ideia. TOMARA que tenha fundamento. Vamos torcer.

      • Verdes Olhos diz

        Ah, mas esse dr. Chachoua é justamente o que preconiza a cura que o Charlie Sheen foi tentar no México 😦

  9. Lulu diz

    Olá… Tinha q ter um tema sobre Janela imunológica… Eu mesmo to louco pra saber a respeito…. Tive uma relação com um cara e descobri q ele era Positivo… No sei se ele se trata… Fiz um teste rápido com 45 dias e um particular de 4 geração com 75 dias… Os dois deram negativo… Enfim tava super feliz… Com essa janela de dois meses ultrapassada… A mulher enfermeira, e a infectologista disse que a janela pode ser mais… Até 6 meses pra dar positivo … Queria pessoas pra falar ao certo… Sobre quanto teve o risco… Depois de x dias negativo e x dias Positivo

  10. + Rodrigo diz

    Pessoal, alguém que faça o uso do 3×1 e também usa Clonazepam (Rivotril) ou algum outro benzodiazepínico, sabe me dizer se estas drogas interagem?
    Fazia tratamento psiquiátrico (transtorno de ansiedade generalizada) com Clonazepam antes do diagnóstico e não quero perguntar ao meu psiquiatra a afim de expor minha sorologia.

    • Ser+H diz

      Rodrigo tomo 5 gotinhas de rivotril toda noite para dormir. Não consegui me adaptar ainda ao efavirenz. Já estou em tratamento há10 meses. O Rivotril foi indicação do infecetologista. Não há interação entre os medicamentos. Fica frio.

    • Gil diz

      OLÁ RODRIGO,
      Não sou médico, mas psicólogo, mas tenho pós e outras formações em psicofarmacologia, até por atender conjuntamente com neurologistas e psiquiatras. Quero jogar uma questionamento para refletir: tratar TAG com rivotril será mesmo a melhor terapia? Sugiro a opinião de outro psiquiatra, assim como recomendar, caso não faças, a psicoterapia conjuntamente com o tratamento medicamentoso. E creio que você deva falar sobre sua sorologia com seu médico, pois pode ser fonte de angústia e o entendimento do todo facilita para as decisões clínicas.

      • + Rodrigo diz

        Olá Gil, eu fazia tratamento com amitriptilina 50mg por dia para TAG, porém de um tempo pra cá que meu psico mudou para clonazepam 1,5mg /dia e está me ajudando bastante. Porém vou questionar sobre outros medicamentos e terapias… Obrigado pela ajuda

    • FG-PR diz

      +Rodrigo eu estava com dificuldade de dormir, nada relacinaonada a TARV, na verdade não sei o que era pois faz 2 anos que faço tratamento é só agora tive essa dificuldade de dormir, enfim, conversei com meu infecto e perguntei se eu poderia tomar melatonina, ele achou bom pois não gosta de receitar remédios para dormir, desde a semana passada estou tomando e vem dando resultado, não dá sono, mas basta apagar a luz e deitar que o sono vem em minutos. O problema é que a melatonina não é regulada no Brasil, então a única maneira de comprar é em lojas de suplementos alimentares que importam ou pela internet.
      Se procurar sobre a melatonina na internet achará diversas reportagens falando muito bem, até mesmo que aumenta a imunidade, como meu infecto falou, mal não irá fazer.
      Tenta, quem sabe você não consegue largar o Rivotril.

      • + Rodrigo diz

        FG-PR, na verdade meu uso do rivotril é para transtorno de ansiedade, não tenho dificuldades para dormir , somente quando estou bem agitado e aí aumento 0,5mg …
        Na verdade também não gosto de usar esse medicamento, porém tenho medo de interação com o efavirenz, já que ambos atuam no SNC.. Abracos

        • +positivo diz

          +Rodrigo.
          Vi que você tá fazendo uso de esq e rivortril, porém usa por crise de ansiedade, não por insônia….que bom
          Eu iniciei o tratamento com 3×1 em outubro, tinha um antecedente de transtorno de ansiedade e tinha uma insonia e sonhos vividos horríveis de eu tentasse dormir sem rivortril…. para mim isso não foi o pior. O pior foi quando sai alguns dias seguido no final do ano e fiz uso de bebida alcoólica. Entrei em um estado praticamente de loucura. Não conseguia saber se estava dormindo ou acordado, tinha vontade de sair correndo.
          Meu psiquiatra sabia se minha situação e foi quem me ajudou entrando com um antidepressivo.
          Acho importante que seu psiquiatra saiba da sua situação sorologica, não porque o rivortril vai ter interação com 3×1 especificamente, mas para ele poder ajuda-lo caso você precise posteriormente.
          Não quero dizer que vc terá a mesma reação com o 3×1 como eu tive e espero que não tenha.
          Tive muita resistência do meu infecto para mudar a medicação até que um dos dias em uma crise de confusão com a medicação resolvir ligar pra ele…rsrsrs
          Depois disso ele resolveu mudar, embora eu saiba que a medicação 3×1 é um excelente associação, em 3 meses zero minha carga viral.
          Hoje em dia uso o atazanavir+ritonavir+lamivudina+tenofovir.
          O chato dessa associação é que tive que parar de treinar ….pelo menos por enquanto, porque passo muito mal e fico verde… um ruck
          Mas psicologicamente estou bem.
          Abraço

      • thiago + diz

        eu tomo melatonina … – mais achei ótimo essa informação de que ela pode aumentar a imunidade – não sabia dessa informação sera que realmente é verdade ?

    • JOHN34 diz

      Eu sou soronegativo, mas tenho transtorno de ansiedade generalizado que provoca insonia, quando achei que poderia estar infectado umas das preocupações era com o tratamento, médicos especialistas em saúde do sono nem prescrevem mais rivotril, eu uso Donaren 50mg, não é tarja preta mas precisa de receita, poucos efeitos colaterais, eu não tenho nenhum, aliás ele aumenta a libido a níveis absurdos , as vezes até da priapismo, o rivotril me causava nervosismo e perda de memória, seu médico é especialista em saúde do sono ou é só psiquiatra?

  11. Paulo Roberto diz

    Eu acredito que em breve estaremos livres desse mal. Que Deus possa iluminar os médicos, cientistas e todos os envolvidos nas pesquisas.

  12. Luquinha diz

    Boa noite , amanhã terei consulta , me ligaram e sei que vou ter que colher sangue para comparar com os de meses atrás ,

  13. RONALDO diz

    sou ronaldo,tenho 52 anos, há 18 anos, sorologia positiva.Estou bem,trabalho,estudo.Nunca perdi a esperança da cura da aids.vivemos no mundo capitalista quem manda o capital. Os .remédios,dão muito lucros pra os laboratórios.Eles não estão preocupado com a cura agora não seca a fonte.Espero que as futuras gerações alcance a cura.

  14. Ontem, na véspera do meu aniversário de 23 anos, através do teste rápido, descobri que sou soropositivo. Exatamente à meia-noite de hoje tomei minha primeira pílula 3×1. Tive um sono completamente pertubador e nunca me senti tão grogue durante o dia todo como me senti hoje.
    Mas daí me deparo com essa notícia ainda hoje. Pois é. Muita coisa acontecendo na vida de um pisciano solitário. Nunca desejei tanto uma cura quanto a que desejo agora.
    Enquanto não vem, sigo dando tempo ao tempo.
    Estou cheio de medos, de angústias, de dores, mas também cheio de vontade de viver. E de viver bem.
    Gratidões infinitas ao escritor desse blog, que me enche de luz a cada postagem que leio.

    • Edy diz

      Parabéns e feliz aniversario juno de luz é isso ai temos é que viver a cada dia depois que eu descobri minha sorologia eu dei mais valor a minha vida estou me cuidado mais e aquelas coisa pequenas que antes eu não via coisas inseguinificantes hoje eu presto mais atenção e dou mais valor a minha vida é como dizem pra gente presta atenção em nossas vida tempos que tropeçar em algo mais nada que muita fé não ajude temos que acordar e lutar a cada dia de nossas vidas pois a luta é grande mais como milhões de pessoas estamos na espera por enquanto estamos na fila não importa quem seja o primeiro ou o ultimo essa cura aidna vai chegar na gente

  15. Flavio diz

    Pessoal, gostaria de saber se, com apenas 6 semanas de tratamento com 3X1, é possível zerar a carga viral. Há exatamente um mês e meio, comecei a fazer uso do 3×1 e minhas células cd4 subiram de 440 para 550 e minha carga viral caiu de 17.256 cópias para 103 cópias. Será que esse resultado é satisfatório? Há diferença de cor do comprimido do 3×1? Peguei um frasco de outro laboratório (Mylan) e eles são brancos, diferentes dos que eu tomava. Há possibilidade de eu ter alguma reação apenas com a troca do 3X1 de laboratório? Sei que posso perguntar tudo isso para meu infecto, mas só vou consultar daqui a 20 dias. Gostaria também de parabenizar o autor do blog e os participantes que tanto têm me ajudado. Felicidades e muita saúde para todos nós.

    • Homem23:55 diz

      Oi Flavio,

      Quando fiz meu primeiro exame estava com CD4 de 680 e carga de 15.000.

      Assim como voce, fiz o exame com 6 semanas e ainda nao estava indetectavel.
      Faltava pouco, mas nao estava.

      Espere fechar 8 semanas e refaça.
      Com certeza estará indetectavel.

      Com seu resultado, pode ter uma certeza.
      O remedio esta fazendo efeito, indiferente ao laboratório.

      abraco

    • Pequena + diz

      Flavio

      Quanto a questão da cor do 3×1 e a mudança de laboratório, perguntei na farmácia do CTA onde pego.
      A moça me respondeu é conforme o preço mais em conta, o governo faz as compras dos lotes.
      Já tomei comprimidos brancos e amarelos e não senti reação alguma.
      Fique tranquilo 😉
      Caso sinta alguma reação adversa, como já disse em um post aqui, podemos ir ao CTA tentar um encaixe com o infectologista conforme a gravidade, ou mesmo os enfermeiros podem te ajudar a sanar suas dúvidas.
      Sei que todos aqui tem intenção de ajudar, mas quem sabe mesmo sobre sua saúde é o médico e a equipe que te acompanha.
      Jamais se automedique ok.
      Espero ter ajudado.
      Bjus Pequena +

  16. Gil diz

    Muito, mas MUUUUITOOOO FELIZ com as novas possibilidades, desde o avanço da PRO140, como da tesoura genética (sempre acreditei em terapias genéticas num futuro próximo, que está chegando, de fato) e agora, outra boa nova vem da pesquisa com o vírus da cabra-doida… Ou dá certo, ou terá um monte de gente gritando bééééé – béééé´pelas ruas…

  17. Gil diz

    PESSOAL,
    Esta experiência desta semana eu quero compartilhar com vocês, que se passou anteontem.
    Na escola pública que trabalho chegou um diretor novo. E ele veio todo assustado ao ouvir o comentário do outro diretor sobre uma aluna com HIV (já adoeceu, estava na fase AIDS, mas conseguiu recuperar-se).
    Eu disse que acompanhava o caso, que orientava a família, que trabalhei com os funcionários informações de como proceder com TODO E QUALQUER ALUNO em caso de acidente com sangue, que expliquei sobre contágio sem expor a pessoa… e ele assustado, chamando por “creio-em-Deus-Pai…” Expliquei-lhe sobre medicação e observei que a gente sabe de UMA PESSOA, mas não sabemos quantos, na verdade, podem ser soropositivos e nem desconfiamos (e eu, ao lado dele…)
    Saímos para o almoço e, na volta estava de carona com ele, puxei o assunto, se lidar com estes assuntos era novidade (ele com 30 anos de Educação, da área de Educ Física, vejam só) para ele… Ele disse que sim, que sabia pouco. Aí, fui na lata: é preciso que você saiba, como o pessoal da nossa equipe técnica pedagógica já sabe: (Falei de leve, serenamente) EU SOU SOROPOSITIVO.
    Nunca vou esquecer aquela freada que ele deu no estacionamento da escola e do olho arregalado dele.
    Contei do contágio, como me senti, como reagi, sobre estar indetectável, que não transmito para a esposa, que tenho vida normal, que não vou desenvolver a doença… Já tínhamos entrado e ele suava em bicas, mas se acalmou.
    Minha impressão? Não me senti envergonhado. Até achei engraçado. Pois para mim, está sendo normal contar, algo como dizer que sou diabético. Eu não tenho mais o estigma.
    Senti apenas que preconceito vem da IGNORÂNCIA, e se eu quero que o preconceito sobre os positivos acabe, eu preciso mostrar que lido com naturalidade neste assunto. Senti que, se mostro força, naturalidade, conhecimento, quem se envergonha é o outro, por não lidar bem com a situação. É algo parecido com os pais do meus pacientes gays jovens, quando vomitam seu preconceito e sua rejeição nas sessões e, quando os questiono e levo-os a pensar, se sentem mal por desconhecer e serem contraditórios…
    O EXEMPLO EDUCA. Sou uma pessoa normal, feito vocês (tem uns doidinhos aqui, que são adorados, rsrs). Não vou mais esconder de ninguém, mas não vou esfregar minha condição na cara de todo mundo. Na hora certa, comento, de boa, simples assim, freando carros, arregalando os olhos…

    • JOHN34 diz

      Pra entender o preconceito eu creio que quem é soropositivo deve se recordar antes da sua infecção e se perguntar como agiria em determinadas situações.

      Eu sou soronegativo, mas depois de tomar um baita susto, mudei minha visão sobre o HIV, hoje depois de estar mais informado, se eu me interessase por uma mulher e ela me revelasse ser soropositiva ( ou mesmo que eu ja soubesse da cindicao dela ) eu não teria nenhum problema em me relacionar, namorar, casar, ter filhos, etc a única preocupação seria em saber se a pessoa está fazendo o tratamento corretamente, se está indetectável, seria a única coisa que me importaria. Eu suponho que não seja essa a opinião da maioria dos soronegativos, mas só tenho essa opinião por conta do susto

    • Paulo Roberto diz

      Você foi muito corajoso, meu grande amigo Gil…
      Hoje eu estive no CTA. Fui buscar medicamento e resolvi pegar uma cópia do meu último exame.
      A direção mandou me chamar. Quando entrei na sala da Administração, senti um frio na barriga: Meu médico estava lá.
      Eles me propuseram que eu fizesse umas palestras para quem vive e quem convive com o HIV.
      Sinceramente, eu fraquejei. Não tive coragem. Não quero me expor, e essas palestras costumam ser televisionadas. Isso é para quem tem CORAGEM de contar para todos que é soropositivo. A mim, me falta essa coragem.
      Como todos aqui sabem, eu moro no interior de MG. Já pensaram no furdunço que iria ser?
      Quero ajudar, sim, mas de outra maneira. Não quero me expor.
      Saí de lá meio chateado, me sentindo meio culpado… Mas infelizmente, por conta do preconceito, eu não posso me expor. Não teria estrutura para lidar com isso.
      Por este motivo, Gil, eu te parabenizo! Você vencer mais uma etapa do preconceito!
      Abraços!

  18. OI, eu acredito muito na cura .. acredito que estaremos vivos para ver isso e vamos rir muito disso. Também descobri recentemente ser soro , enfim… quem quiser me adc no e-mail para amizades e tals… estou ai, CE.LINHO_@HOTMAIL.COM.

    • Edy diz

      Ola Marcelo estou tentando mandar mensagem nesse e-mail que vc mandou mais não esta indo esta voltando as mensagens como se estive errado se poder manda no meu ai eu salvo edioedipo@yahoo.com.br

  19. Leo diz

    Meu sonho é consultar com o dr. Esper. Tenho amigos residentes no Emilio Ribas, que dizem que o Esper eh um “gênio”. Moro em BH, mas quando estiver de férias em SP marcarei uma consulta.

    • Adolfo diz

      Vc então precisa conhecer o Doutor Cláudio Palombo!!! É um DEUS na terra!!! Atende em Niterói – RJ

  20. M. diz

    Sem dúvidas é muito promissor essa pesquisa, a engenharia genética trará não só a cura para o HIV mas de diversas e muitas outras doenças. Na minha opinião por se tratar o HIV de um problema de saúde pública e uma pandemia gigante que tem aumentado, essas pesquisas deveriam ser aceleradas, uma especie de exceção e priorização nas liberações, estudos e pratica. Como já disse antes, o estudo é fundamental, ele já se tem, agora falta colocar de fato em prática!

  21. junior diz

    Alguém pode me por no grupo do KIK? Ja pedi bastante. Meu apelido eh juniorsantosbc …Obrigado.

    • Paulo Roberto diz

      Essa notícia, segundo eu soube, é de 2013. Não se sabe o motivo pelo qual resolveram republicar, mas é antiga e talvez não seja verdadeira. INFELIZMENTE!

  22. E como que a ciência estar avançada tomara q encontre a cura o mais rápido possível se não vier a cura pó menos a vacina paraparar de tomar esses medicamentos…

  23. Juka diz

    Aí gente, hj tbem passei o dia pensando nessa bendita cura.sou muito intuitivo.eu Previ a morte de minha mãe, de minha irmã… E sei q breve seremos todos curados…..aliás, eu sabia q iria ter HIV desde criança. Tinha tanto medo dessas três letrinhas q nem sexo oral eu fazia, mas como falei outro dia, quis o destino se concretizar e eu cair nas garras de um satânico carimbador.

    • Triste + diz

      Juka eu tbm sempre tive pânico dessas 3 letras. Sempre me cuidei o máximo possível, até chegar num ponto q vivia no CTA fazendo exames e não acreditava no resultado. Até q um dia por ironia do destino, um rapaz astuto, também me carimbou. E infelizmente esse medo se tornou realidade e tomou conta da minha vida por completo.

  24. Oi galera que crupo e esse me colocar la como faz pra entra ???? To b esperançosa a nossa cura vai chegar descobri em outubro tomo remédio a um mês não to sentido quase efeitos nenhum so muito sono mais vou ficar. Indetetctivel pra pode engravidar dia 5 vou saber se poderei ou não to confiante apesar de estar me separando mais o que mais quero e ficar indetetctivel no momento que crupo e esse galera como entro e como um zap ???

  25. Nunca irei me cansa de rende homenagem ao fundado do blog vc salvou minha vida tirou minhas duvidas e tives vários apoio aqui que a nossa cura cheque logo engunto e isso vamos bebendo nosso remédios mesmo. ……posso ate dizer que passei a ver a vida de outra maneira hoje após cinco meses de descoberta do vírus to bem e com mais garra que numca pra lutar pela minha vida eu creio que vai dar tudo certo pra todos aqui …….

  26. Wagner diz

    Por favor, descubram a cura logo. Não é possível, que ainda não acharam a cura completa.

  27. gablippe diz

    Galera estou preocupado depois de 3 meses e 15 dias tomando o retroviral religiosamente infelizmente ontem eu esqueci de tomar me bateu um desespero danado pois tenho exame marcado pro dia 3, será que terei problemas?? Me ajudem

    • cariocarj diz

      Não terá problemas não. Só não faça disso um hábito sempre de esquece o seu medicamento.

  28. Iago diz

    Tá quase…
    Já dá pra sentir um friozinho na barriga.
    Até 2020. Tenho fé!

  29. Homem23:55 diz

    Oi JS+,

    Tenho procurando reportagens sobre interações medicamentosas com a TARV.

    Seria legal se voce pudesse postar sobre isso.
    Acredito que é um assunto de interesse de muitos.

    Obrigado! !!

    Abraço

  30. Edy diz

    Caracas como passa rapido ja faz 1ano que sou soropositivo então tenho de ter bons pensamentos ja passei pelo pior faze que é aceitação e as tristezas graças a Deus passei por estas fazes então so pessoa a Deus que chegue logo a cura srsr é o que todos nois espera né quem não quer a cura não so as pessoas que são positivas como as que não são eita virús que encomoda muita gente mais é isso ai so temo de orar e pedir pra Deus que alguem seja o iluminado a descobrir a cura enquanto isso vamos vivendo nossas vidas esta sendo muito duro passar por tudo isso é como se fosse uma aprovação

  31. Olá Gablippe!!
    Problema nenhum, caso esqueça, tome assim que lembrar e depois volte a tomar no horário normal. Já, já você estará indetectável.

  32. Queridos combatentes, estou com uma forte sensação que 2018 é o ano da CURA.
    Façam suas apostas!!! hehehehehe……

  33. Olá galera!!
    Quero dizer que dificilmente faço algum comentário por aqui, prefiro mais ler a escrever. Mas hoje, com esta notícia, não poderia de deixar aqui o meu grande agradecimento ao fundador blog JS, pela bravura e cuidado que tem com todos nós, por sempre trazer notícias de que tanto precisamos para que nossa jornada continue. Parabéns! Que Deus te ilumine cada vez mais! E também a todos a aqueles que sempre compartilham com palavras de conforto e paz. Não esqueçamos que dias bons virão, seja para um novo medicamento ou para a cura, sejamos otimistas e perseverantes! Vamos tomando nosso remédio direitinho. Rumo ao novo!! Que Deus nos proteja!!

  34. luiz diz

    triste +
    voce dizem em carimbo… tudo bem… mais queria que vcs relatasse depois de qntos dias o teste deu positivo… tantas pessoas queria saber sobre isso

    • Juka diz

      Após ser carimbado, em uma semana e meia tive a fase aguda q durou uns 15 dias. Só tive coragem de fazer o exame após 4 meses…..VC não perguntou a mim, mas tbem fui vítima de um carimbador desgraçado.

      • Luiz diz

        Nussa juka, fico chateado por isso… Sei que não é fácil… Queria tanto uma cura… Mais ae você tem kiki pra gente conversar??? Tbm estou na mesma situação… Meu kiki santanna00

  35. Weslei diz

    Gostaria de parabenizar a todos vcs !este blog me ajudou muito ! Tive uma relação de risco sentir todos os sintomas da fase aguda , todos msm cheguei a perder 7 Kilos em 3 semana ! E olha q foi uma relação heterossexual mais com um risco muito grande , não moro no Brasil foi ao Brasil de férias dai já viu bebedeira amigos e mulheres ! Nunca antes tinha se quer pensado no HIV , hj acho q foi bom ter passado pela tortura pois senti um pouco o sofrimento de muitos , e estou torcendo pela cura para todos !! Fiz um teste com 100 dias após a relação é deu negativo ! Estou com hepatite a é uma bactéria no estômago q causou uma grande gastrite ! Pensei em refazer o texte mais falta coragem ! Obrigado msm sem participa vcs me ajudaram muito nesses 3 meses de muito choro e arrependimento ! Conselho para quem está na dúvida de fazer ou não o texte , é melhor fazer pois o sofrimento da dúvida é a pior parte ! Abraços a todos e uma ótima saúde , e q venha a cura

  36. Luck28 diz

    Fui “carimbado” pelo meu ex, que mesmo sabendo de sua sorologia a dois anos (sem se tratar) não me disse nada. Fiquei 9 meses com ele e só me disse pq acabei descobrindo.
    Meu mundo caiu, mas ainda estou de pé.
    Meus resultados de cargas sai em três dias. Espero que tanta exposição não tenha me prejudicado tanto.

  37. Garoto diz

    Esse trem de ser soropositivo é tenso, hoje to meio pra baixo, super ansioso. Ja comi uns 10 pão de queijo. Fora a goiabada e doce de leite. Logo mais o 3×1. Mas fé q logo logo venha a cura.

  38. Luquinha diz

    Boa noite a todos , D-pr eu estou sumido sim minha vida se resume a Ilha Pura centro uma loucura devido essas olimpíadas , mais amo todos vocês , mais vamos ao que interessa ; o meu medico havia me dito há 6 meses atrás que o cabotegravir seria a droga do futuro e realmente será , vai chegar mais rápido que qualquer outra aderência .
    Os exames de 6 meses atrás estão bons cd4 578 carga viral indetectável , e foi comparada com a que foi retirada no dia de hoje , pois esta nova maquina tem o poder de fazer o exame de carga viral o mais rápido possível , assim fazer um mapeamento de 1 ano ou seja 6 meses atrás data atual e minha próxima consulta em julho , querem saber a onde o vírus fica alojado , ( se esconde ) Expulsar e cerol neles , outra coisa genética e o caminho e claro que não e tão fácil assim pois tem o dna do vírus e o que pode parecer distante tipo 10 anos pode se virar meses pois já sabe o caminho , sai muito feliz , cabotegravir e a grande poderosa

           2015                                      2015                        2015
            Agosto ---------------------------fevereiro ----------------julho  
            indetectável                          indetectável                  ?
    
    • gablippe diz

      Oi Luquinha poderia me falar mais sobre esse cabotegravir?? sou recém diagnosticado e tudo pra mim esta sendo novo ainda desde já te agradeço…

  39. Luquinha diz

    Gablippe , no Brasil ainda e nova essa droga mais nos Estados unidos bem aderida , tipo quando não há mais saída , tipo uma co infecção ela e a saída e já se sabe que ela combinada com outra droga será um grande avanço , a Fio Cruz esta em pesquisa com doses injetáveis .

    • gablippe diz

      Entendi e essa droga seria uma nova opção para os tratamentos atuais? Seria uma espécie de tratamento de ação prolongada?? Abraços..

  40. Paulo Roberto diz

    Pessoal, estou indetectável, mas meu CD4 está em 375… Isso é normal?
    Estou achando meio baixo, não está???

  41. Peaga diz

    Oi gente descobri a sorologia em outubro de 2015, e no dia 19/10 já comecei o tratamento com 3×1, cv 6050 cd4 700, essa semana peguei os resultados dos exames e estou indetectavel e cd4 754, JS seu blog foi a minha salvação pois não contei a ninguém e nem pretendo contar, cara seu trabalho é duma importância imensurável OBRIGADO por tudo. A vida segue gente e continua linda continua ótima . Quem precisar de alguma ajuda só chamar no kik,phb2, Abraços

  42. Peaga diz

    Paulo Roberto como está a rotina? A alimentação? Esse cd4 realmente está um pouco baixo heim

    • Paulo Roberto diz

      Pois é. Eu estou meio preocupado.
      Meus exames já acusaram 219, depois 237, 403 e esse último, de 375. Continuo indetectável.
      A rotina e a alimentação estão bem. Evito comer alimentos ricos em gordura, prefiro uma alimentação mais saudável.
      O que significa esse CD4? Como fazer para aumenta-lo?

      • Vida+ diz

        Oi Paulo Roberto.
        O Cd4 é muito sensível ao seu estado emocional e ao sono. Será que seu problema não está em um desses fatores?
        Converse com seu infecto talvez você precise de ajuda de um psiquiatra. Eu quando estou me relacionando ( gostando de alguem) meu CD4 vai a quase 1000, quando estou sou não saio de casa dos 500.
        Pareçe besteira mas o stresss emocional tem forte impacto… isso já notei em mim mesmo
        Sem ajuda de um profissional.
        Observe-se e seja feliz

        • Paulo Roberto diz

          Oi, Vida+,
          Sim, talvez possa ser a falta de sono… Ando tendo insônia, e quando durmo, sonho muito. Tenho o sono muito agitado,
          Sim, pode ser isso.
          De qualquer forma, vou conversar com o meu infectologista para ver o que ele diz.
          Muito obrigado
          Paulo

  43. JV diz

    Bom dia, pessoal! Depois de amanhã faz dois dias de diagnóstico (foi em 28/12/15). Como nós mudamos e amadurecemos tanto com esse pequeno papelzinho com a palavra “reagente” não é mesmo? Sinto que quase nada mais me assusta. Sinto-me mais forte. Vi aqui, como muitos disseram, que parece que intuitivamente já sabemos o que iremos passar em nossas vidas. Também tinha um sentimento que um dia iria acontecer, sei lá. Não transei sem preservativo (não na penetração).

    Não sei se minha contaminação se deu pelo sexo oral, que acreditava que realmente as chances seriam bem pequenas e tal. Lembro de quando iniciei minha vida sexual e em uma consulta de rotina com um clínico eu busquei informações acerca dessa prática.

    Tem hora que não importa muito saber de onde veio e em que momento foi. Mas tem hora que ainda tenho vontade de saber como uma forma de acreditar que é isso mesmo (como se dois exames em laboratórios diferentes, mais um PCR qualitativo e posteriormente um PCR quantitativo não fossem capaz de afirmar a minha sorologia! Rs). É que é engraçado saber que as pessoas com quem me relacionei nos últimos meses antes do diagnóstico fizeram exames e deu negativo ( é possível transmitir antes de haver a conversão da sorologia? É possível que eu tenha descoberto antes mesmo do transmissor descobrir? Perguntas e perguntas…!). Eu consigo identificar o período (mais ou menos) em que me contaminei pois tive a fase aguda (bem leve) com um pouco de rash cutâneo e como já lia muito a respeito eu sabia que poderia ser o hiv (ou a dengue, zika,… que inclusive, claro, eram minha primeira opção!) Lembro que meu exame de dengue deu negativo e eu soltei para a médica: ” Eu preferia que desse positivo!”. Sabia a segunda opção…

    Bom, estou tomando o 3×1 desde o dia 11/02/16. No início não senti nada. Depois de uns 10 dias tive alergia e muito sono e letargia. Agora, nesses últimos dias, cessaram esses efeitos ruins (Graças a Deus, meus orixás, meus guias espirituais, anjos, arcanjos, e toda e qualquer criatura de luz que possa haver nesse universo, rs!). Fase de aceitação: ok! Fase inicial de medicação: ok!

    Sou do interior do Rio de Janeiro. Seria legal conhecer pessoas próximas aqui! Abração para todos!

    • ARLAN diz

      JV é possível sim o transmissor ainda não ter produzidos anticorpos e o exame dar negativo mesmo o seu já estando positivo mas como a janela hj e muito curta isso e muito raro de acontecer assim como vc ter se contaminado com sexo oral portando provavelmente a sua infecção e mais antiga do que vc pensa e pode ter vindo de algum descuido anterior.Converse com as pessoas que vc teve relação a mais tempo e peça para fazerem o teste que com certeza algum vai dar positivo.

  44. Anderson Queiroz diz

    Teríamos mais respostas em relação a cura, se pelo menos, nós soros positivos mostrassímos mais o rosto, “colocar a boca no trombone”, exigir soluções. A AIDS existe desde os anos 20, essa atitude de anonimato, por medo de descriminação e preconceito, só nos trás o silêncio como retorno, e quando temos é sempre: “talvez dê certo”. Temos que revolucionar isso. Se vive 100% com antirretrovirais? Não mesmo. O preconceito só vai acabar se batermos de frente e não ficarmos como “ratinhos acuados” e jamais como como este vírus covarde que fica escondido em nosso corpo. O único remédio para o preconceito é ir à luta consequentemente teremos mais respostas ao que tanto almejamos.

  45. Gaúcho27a+ diz

    Bom dia estimados companheiros! Hoje faz 3 dias da descoberta. Ontem mesmo já passei pela primeira avaliação com o infectologista, momento que me encheu de esperança e vontade de viver. Espero trocar uma infinidade de experiências nesse blog, ainda permeiam uma série de dúvidas, angústias e medo. Caso haja algum local específico para conversa, gostaria de ficar ciente. Agradeço desde já! Abraços e luz para nós todos.

    • AdriPOA diz

      Olá!
      Gaúcho, tens kik?
      Moro me POA, sou portador há 4 anos, estou em tratamento há 3 meses e minha CV esta indetectável. Fique tranquilo…Vai dar tudo certo!
      meu kik é brother_poa

      me chama lá e vamos batendo um papo.
      Grande abraço e sucesso!

  46. vida+ diz

    Oi Gaúcho27a+….
    O que vc ta passando todos nós passamos, haverá dias que se sentirá muito mais motivado, outros dias pode até bater um pensamento chato que não temos mais direito de ser feliz, mas o melhor é que com o passar do tempo você vai decobrir que a situação será apenas uma situação que te fará prestar mais atenção em você mesmo.
    Coragem e força amigo. A vida vai continuar.
    Abraço

    • Gaúcho27a+ diz

      Obrigado pelas palavras de conforto! E que venha a luta 0/. Grande abraço.

  47. Lucas B. diz

    Olá, bom dia.
    Descobri minha sorologia no dia 18 de janeiro, com CV 97.000 e CD4 408. Um dia antes de descobrir usei cocaína e nas festas de final de ano usei extase e key. Porém, depois que descobri parei com as drogas e já tomei por 30 dias o 3×1 e já peguei também novamente o remédio. Minha dúvida é a seguinte: como parei com isso, minha CD4 tende aumentar? Obrigado.

    • Vida+ diz

      Lucas.B
      Permita-me uma informação.
      Não se preucupar muito em subir que carga viral, porque esse ainda é um bom valor de carga viral, com certeza subir a e o mais importante é que sua carga viral de tornará indetectável rapidamente.
      Com certeza a preucupação do seu médico bem foi seu cd4… mas aproveitar para te tornar identectavel rapidamente.
      Porém…. deixando qualquer tipo de preconceito de lado, se vc tiver muita necessidade de usar “pade”… seria bom criar coragem e comentar com seu médico. A reação pos uso ( de bala, key, ou pade )não é legal.
      abraço

  48. Luiz diz

    JV tudo bem??? Vc tem kiki pra gente conversa?? Minha situação é parecida com a sua… Bem confusa tbm… Sem explicação

    • Vida+ diz

      Luiz permita-me uma pergunta e desculpe a ignorância. .. o que é KIKI?
      Não conheço esse meio de contato.
      Abraço.

  49. Binho Maiss diz

    Jota, curioso aqui sobre a latência que restou nos ratos humanizados.

    Pra recordar um post do passado:

    #tenhoHIVevivobem

  50. Jota, curioso aqui sobre a latência que restou nos ratos humanizados.

    Pra recordar um post do passado:

    #tenhoHIVevivobem

  51. anonimo bravo diz

    eles não da detalhes se ainda restou vírus nos ratos e quantos foram curados. E uma merda mesmo… e quando vao testar nos humanos?

  52. Lucas B. diz

    Vida+.
    Ando muito preocupado pois quero subir minha cd4 pois esta 408. Estive lendo e tem pessoas que aumentam muito.
    Fica passando mil coisas na minha cabeça e gostaria de alguém pra conversar sobre isso. Vou no medico na sexta e fico preocupado.

    • Vida+ diz

      Lucas B.
      Não se preucupe tanto em subir sua carga viral, existe medição que baixe sua carga viral bem rápido, porém o CD4 sobe gradativamente, se você está tomando seu medicamento certo conforme a orientação do seu médico isso subir a gradativamente a depois que vc estiver com a carga viral indetectavel o cd poderá subir gradativamente sem preocupações.
      A prática de exercícios regulares, repouso de no mínimo 7 a 8 horas de sono, alimentação balanceada fará seu CD4 subir.
      Uma vida com menos ansiedade também ajuda isso acontecer.
      Mas te garanto que CD4 superior a 400 já com uso de abtirretrovirais não é motivo pra você se preocupar. .. com certeza subirá gradativamente.
      Fique em paz.

    • ACOLHIMENTO POSITIVO diz

      Criei um grupo de acolhimento positivo no aplicativo KIK que é um aplicativo de mensagens instantâneas parecido com o whatsapp porem não precisa registrar número de telefone e nem foto de perfil. Caso queira participar deixe aqui seu username que te adiciono no grupo. Me passa seu username para te adicionar ou me procure vidaquesesegue…..

  53. Luks diz

    Boa Noite, Pessoal! Deixo aqui meu depoimento sobre o início do tratamento… Fiquei sabendo de minha sorologia para o HIV no dia 15/02, até então pensei em começar o tratamento nas minhas férias do meio do ano, por medo dos efeitos colaterais dos remédios. Contudo, lendo muitos depoimentos e todos ao encontro da ideia de que é preciso começar o quanto antes, decidi ir ao infecto e aqui estou eu no terceiro dia de medicação. Tomo o 3×1 antes de dormir e senti apenas tontura ao acordar e ela vai se dissolvendo ao longo do dia. Hoje consegui fazer um pouco de caminhada e achei que ajudou na diminuição desse efeito. Apensas isso. Espero que permaneça assim, diminuindo com os dias. Força e Saúde para todos. Fiz um perfil no Kik, se alguém quiser falar: GilGoiano

  54. Drica diz

    Ola, amigos sou soropositivo ha vinte anos sou casada descobri em 2011 meu esposo não tem mais desde que descobri uso preservativo com ele sou indetectável tomo meu remédio certinho li uns comentários que indetectável não transmite o vírus tirrm uma dúvida eu posso ter uma relação com meu marido se o uso da camisinha???

  55. Wan diz

    Olá pessoal.
    Descobri recentemente que sou positivo e amanhã vou pegar meus resultados de carga viral. Estou com medo do resultado.
    Queria conversar e fazer amizades.
    Meu kik é Mariani27

  56. Paulo Roberto diz

    Gente, cuidado com o Rivotril… Eu tomava quatro gotinhas para dormir. Mas vi um amigo que estava DEPENDENTE do Rivotril, e ele começou a ter lapsos de memória…
    Depois, soube por outro amigo, que também tomava Rivotril, que ele tinha dificuldade em se lembrar de senhas, números de telefone, essas coisas.
    Então, passei a prestar atenção em mim mesmo, e descobri que eu também estava tendo esses mesmos lapsos: assistia a um filme, mas no dia seguinte não me lembrava nem o título. Então, fui diminuindo as doses até me ver livre do medicamento.
    Hoje, dificilmente tomo Rivotril: só mesmo quando estou muito agitado ou nervoso…
    Não sei se algum médico daria estas informações, mas, pelo que pude ver, Rivotril causa, sim, problemas de memória e dependência.

    • AdriPOA diz

      Rivotril entre outros medicamentos para “dormir” com uso prolongado causa certa demência.
      Fiquem atentos!

    • Vida+ diz

      Oi Luiz fiz o KIK
      Me adcc e podemos nos falar melhor. Estou como Ms. Silva
      Ou compartir.vida
      Abraço

  57. Danilo Santos diz

    Procurei no google sobre essa pesquisa e encontrei resultados já em 2013. Ou seja, é uma notícia antiga, mostrada como nova, mas sem trazer os resultados desse suposto teste em humanos. Estou meio descrente quanto a veracidade da mesma.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s