Notícias
Comentários 57

Julio Montaner sobre a epidemia de HIV/aids

Julio Montaner, criador do tratamento como prevenção (TasP, do inglês treatment as prevention), convidado de honra para a abertura do X Congresso de HIV/Aids, realizado em 17 de novembro de 2015, fala sobre como os reduzir os níveis epidêmicos do HIV/aids.

Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como: ,

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

57 comentários

  1. Menino diz

    Muito bom! podemos ter uma vida normal e com fé ter muita saúde sem efeitos colaterais causados pelos antirretrovirais. Gostaria de entrar em algum grupo para conversar e trocar experiências e conhecimentos, descobri faz um mês e não tem sido fácil porém venho sendo forte pois de fato na prática já sei que o hiv não é o que pintam por ai. Se alguém tiver algum grupo por favor me passem. Obg

  2. Luciano diz

    Só Deus sabe como estava precisando ouvir isso… presente de natal antecipado.. Sr. Jovem Soropositivo, sou eternamente grato por esse espaço, que a luz divina continue lhe orientando e lhe abençoando.. graças ao seu trabalho, dormirei em paz eta noite! Você é muito especial por ter escolhido esse tema, gratidão por compartilhas conosco tantas informações importantes. Bom descanso para todos. Paz e bem!

  3. fred diz

    faço minhas as suas palavras, e q DEUS, NOS ABENÇOE,E A QUEM ESTA CUIDANDO DISSO TUDO, ABRAÇOS

  4. Junior diz

    Muito bla bla bla, e a cura ainda parece estar longe. 2030????, essa cura está longe em.Que se danem os soropositivos com seus ARVS. O importante é diminuir a incidência, pois pra quem já tem essa merda o importante é ficar como está. Pois transmitir não transmite mesmo. Vamos mantê-los sobrevivendo com remédios, que dá mais lucro.

  5. Cauã+ diz

    Junior

    As vezes penso igual, mas no fundo bate sempre uma esperança que algo bom está por vir.

  6. Alex diz

    Gostei do que ele falou quando disse que um indetectável não consegue transmitir o vírus por nenhum meio, seja em relação sexual heterossexual, de mãe pra filho, ou mesmo via uso de seringas compartilhadas.

    Mas isso é contrário ao que já foi divulgado que o indetectável tem o risco baixo de transmitir, embora ainda tem esse risco, não?

    Fiquei sem entender direito quem está dizendo a “verdade”.

    • Não vejo onde e nem quem mudou o discurso. O Montaner fala que “virtualmente não transmite”, que é o que vem sendo dito há anos…

      Além disso, dizer que não transmite, não é o contrário de dizer que o risco é baixo. É um passo adiante, na mesma linha e no mesmo sentido de raciocínio, resultado de mais evidências que vão se acumulando e comprovando a ideia de que o risco era mesmo baixo. Quanto mais evidências de que o risco é baixo, mais seguro alguém pode estar para dizer que “virtualmente não transmite”.

      • Paraense+ diz

        JS, eu e minha mulher estamos indetectáveis e,às vezes, fazemos um pouco sem camisinha, mas sem ejaculação…corremos algum risco ???.

        • Digo diz

          Cara, meu médico me diz que na minha situação (indetectável há mais de 5 anos e sem nenhuma outra DST) eu não sou transmissor. Nem por isso deixo de usar preservativo, sempre.

  7. Luciano diz

    Alex – Creio que se divulgar amplamente que o indetectável não transmite pode não ser uma boa ideia.. também “penso” que o indetectável pode ter momentos de alto e baixo se por exemplo não faz uso correto do medicamento e de repente nesses “baixos” pode ocorrer a transmissão, isso como disse é o que penso.. lembrando que sou leigo e tudo que falo baseia-se no que leio por aí.. é tanto que vi que para não transmitir o período deve ser superior há 2 anos, então indetectáveis com menos de 2 anos de repente podem transmitir e fazem parte desse “risco” que ainda existe..

    Junior – Infelizmente concordo com você, indústria farmacêutica, governos e os médicos que prescrevem ganham sim e muito com os ARVS, de repente ter uma cura não compense! Uma pena, mas isso mostra como nós, seres humanos, precisamos entender nossa vida terrena, até lá.. fico mais aliviado em saber que podemos viver com mais qualidade e que poderemos não transmitir, quando indetectáveis. Cada um, dentro do que acredita, possa orar, meditar, rezar.. para iluminar nossa estadia nesse plano.

    Cauã – Estou com você! Algo bom está por vir.. para quem acredita.. para quem atrai.. para quem merece!

    Paz e bem para todos!

    • Luiz Paulo Martins diz

      Ótimas palavras amigo! Devemos crer sim no Plano Superior. Tbm tenho esperanças que algo de bom virá em breve. Abraço!

      • Luciano diz

        Arrisco dizer que esse algo bom já chegou.. no meu caso.. descobrir essa condição me fez reavaliar inúmeras atitudes da minha vida.. redescobrir o controle que posso ter no painel que controla minha vida.. meus atos.. foi uma delas! Confesso. não sei se teria tido essa mudança 360º se não fosse hoje soropositivo. Me pego pensando que é uma “doença” libertária. É aquilo de como estou vendo isso em minha vida? Que a cura chegue quando estivermos preparados para entender a grandiosidade do amor, por nós mesmos e pelo mundo! Um abraço Luiz, paz e bem!

  8. Salvador diz

    O que temos para hoje é o tratamento com ARVs. Todo mundo indetectável é a meta. Cura? Se Deus quiser, algum dia chegará. Então, vivamos um dia de cada vez.

  9. Goiano + diz

    Amigos tenho uma pergunta, faz um mês que descobri ser +, estou tentando levar tudo da melhor forma, não nego que minha cabeça ainda está a mil, choro, as vezes me culpo, mais logo penso, que nada disso é o fim, e tento levantar a cabeça.
    Tenho uma carga viral baixa, 1920 – e uma imunidade relativamente boa 571, já li tantas coisas em relação a ser Low controls, e pessoas de ELITE, que começo a pensar que eu poderia, estar nessa categoria, a infectologista me deixou muito em duvida, e perguntou pra mim se gostaria de começar o tratamento, ???? eu disse que não sabia responder !!
    NO começo da consulta, ela optou em eu não começar a tomar nada. Comecei a imaginar que meu corpo poderia de alguma forma combater o virus, por isso minha carga viral eh baixa, Sendo assim, quando mais eu evitasse de toma a medicação seria de alguma forma bom pra mim.
    Questionei muito a medica e por fim ela decidiu que eu começasse a toma o 3×1, ela olhou meus linfócitos lá, que apresentava 3856 ( não entendo isso ), foi onde depois de muito eu questionar, ela achou melhor começar, já retirei a medicação, MAIS ELA ME DEIXOU EM DUVIDA, ( tudo que eu menos precisava agora ) e agora fico pensando, que talvez eu poderia esperar mais, pra ver se essa carga viral abaixasse mais sem a medicação, poise que se eu começar a tomar o medicamento ai não poderei parar. Que DUVIDA, as vezes acho que eles focam muito no inicio recente do tratamento, mais pra EVITAR A TRANSMISSÃO, E NÃO PORQUE O REMÉDIO ME FARIA BEM.
    Mesmo sem tomar a medicação, é claro que todo cuidado é pouco, por agora nem tenho cabeça ainda pra me relacionar, só estou com receio de tomar a medicação, sabendo que talvez eu poderia me incluir na categoria daquele que o corpo conseguem diminuir a carga viral sem medicação. Não tenho medo do remédio, mais se existe algo que eu posso evitar isso seria ótimo, pois se eu começar não poderei parar .
    O que acham … gostaria de ajuda de vocês ou algum link de estudo, ou uma orientação, pra saber se devo esperar, e observar se essa carga viral aumenta, meu cd4 esta 571, mais acredito ter baixado, por conta da noticia e de tudo que ultimamente tenho passado, talvez com mais execícios, alimentação melhor possa ate subir. Algum medico ou amigo por ai, consegue entender minha cabeça ?!!

    • Alessandro diz

      Uma pessoa indetectável sofre de inflamações de baixo nível, ou seja em 1ml do sangue a pessoa tem menos de 20 cópias do vírus e ainda assim sofre de inflamações de baixo nível, VC com quase 2mil por ml, mesmo alguém que consegue controlar o vírus precisa tomar aa medicação, afim de reduzir essa inflamação e a infestação do vírus em reservatórios pelo corpo, ou seja sim é muito válido VC se tratar, pesquise a respeito de inflamações de baixo nível em indetectáveis, bom acho que isso ajuda a VC tomar uma decisão.

      • goiano + diz

        Fui em dois médicas diferentes, duas infectologistas, que me incentivaram a não entrar agora com o tratamento, pela carga viral ser baixa ! Elas preferem ver o resultado do segundo cd4, pra ver se a cv sobe ou estabiliza ou diminui, estou confiando nelas ! Meu próximo cd4 eh dia 10 de fevereiro, elas disseram que não tenho com o que me preocupar ! Vou procurar mais uma infecto pra saber uma terceira opinião, as infectos disse que Eu posso ser um paciente progressos, são akele que apresentam a carga viral abaixo de 5, segundo elas de alguma forma meu organismo conssegue derrubar sozinho a CV Sem nenhum medicamento, pra elas eh melhor esperar o segundo cd4 pra aí sim ver como tá acontecendo e dai pra frente iniciar !

    • Paraense+ diz

      Amigo ,quer um conselho ?…comece já !. Quanto mais cedo começar o tratamento menos danos o “bichinho” vai te causar !!!. Abraços.

    • Nick Caffiole diz

      Olá moço Goiano.
      Não sou médico, mas talvez eu possa lhe ajudar porque sou Técnico em Enfermagem e tenho um vasto conhecimento sobre assuntos que envolve saúde, por ser eu um atuante na área.
      Bem…Tenho 26 anos e sou + desde março de 2014. Descobri logo no início, em exames de rotina a qual sou submetido anualmente no hospital onde trabalho e meu quadro clínico não se diferenciava muito do teu. Minha carga viral também era baixa, tanto que fiz 2 exames Elisa ( um com resultado positivo e outro negativo) 2 testes rápidos ( ambos com resultados positivos) e 2 exames mais específicos para detecção do HIV – Western Blot ( um com resultado negativo e o seguinte, que chegou a ser mandado pro exterior veio com resultado positivo) e meu CD4 também nunca baixou de 500 (tudo isso quando descobri).
      Foi muito conflituoso pra mim descobrir ser portador do vírus por conta de eu trabalhar na área da saúde e tomar muito cuidado, mas hoje tenho ciência que cometi algumas falhas. Mas voltando a questão de tomar ou não a medicação, eu acredito que você deve SIM começar a tomar justamente pelo fato de você não ter certeza se seu corpo espontaneamente conseguirá combater o vírus. Os efeitos colaterais variam, mas não são “eternos”, duram de dois a três meses ate seu corpo se acostumar. Quando meu médico perguntou se eu queria iniciar já o tratamento, eu no momento não aceitei pois fiquei muito mal e não estava nem aceitando a vida e muito menos conviver com isso. Passado uma semana, decidi iniciar o tratamento mesmo que minha imunidade estivesse ótima e mesmo na condição de nunca ter sentido absolutamente nenhum sintoma que pudesse indicar a presença ou desenvolvimento da doença ( aids ) em mim.
      Desde que descobri minha carga viral tem diminuído cada dia mais por conta do uso da TARV (uso o 3×1), e meu CD4 e CD8 estão como os de uma pessoa soro negativa. Nenhum exame de contagem de carga viral meu resultou detectável, todos vieram INDETECTÁVEL e eu devo isso aos medicamentos.
      Fiz três exames de contagem de carga viral e CD4 e CD8 nesse período de tempo e só tem melhorado a cada dia.
      Mais vale você iniciar o tratamento e evitar danos do que se arriscar numa incerteza com relação a saber se sozinho seu corpo dará cabo ao vírus.
      PODE ACREDITAR! Você viverá muito melhor.
      Quem quiser trocar ideias e experiências podem me mandar email. Criei uma conta exclusiva pra isso. >> >> nick.caffiole@gmail.com << <<

      • Goiano + diz

        Nice ,
        Fui em duas médicas diferentes, duas infectologistas, que me incentivaram a não entrar agora com o tratamento, pela carga viral ser baixa ! Cd4 571 – CV 1924
        Elas preferem ver o resultado do segundo cd4, pra ver se a cv sobe, ou estabiliza ou diminui, estou confiando nelas !
        Meu próximo exame de cd4 eh dia 10 de fevereiro, elas disseram que não tenho com o que me preocupar ! Vou procurar mais uma infecto pra saber uma terceira opinião, as infectos disse que Eu posso ser um paciente progressos, que são aqueles que apresentam a carga viral abaixo de 5.000, segundo elas de alguma forma meu organismo conssegue derrubar sozinho a CV Sem nenhum medicamento. Claro tudo isso me deixa preocupado, mais pra elas eh melhor esperar o segundo cd4 pra aí sim ver como tá acontecendo e dai pra frente iniciar, quando necessário ! O que fazer depois de duas infectos falarem a mesma coisa.

        Elas cogitam a possibilidade de CV estar mais baixa ainda da segunda vez, como são 1924 cópias, elas disseram que muito pouco cópias pra destruir meu cd4 até fevereiro ! Que no meu caso eu posso esperar, pra observar como a CV está reagindo !

    • Amigo+ diz

      Fiz exames e minha CV deu menos de 2 mil cópias/ml e CD4 em 880. comecei a tratamento no dia em que minha infecto viu esses resultados. Não tive efeitos colaterais fortes, apenas leve tontura ao acordar (que já está passando). FORÇA AÍ!

  10. positivosempre@outlook.com diz

    Acredito que a cura chegará, apesar de esta semana ter ouvido do meu infecto “que não acredita em cura, mas em tratamentos eficazes”. Apesar de ter descoberto recentemente, por ser da área da saúde, tenho um pensamento um pouco radical. Diante da soropositividade só temos duas escolhas (sendo bem radical), convivermos o melhor possível com o vírus ou nos rendermos a ele (sem tratamento, suicídio, etc), se optarmos por viver, que VIVAMOS o melhor possível com o que se tem hoje e sem perder as esperanças!

  11. Junior diz

    Eu tenho todos os motivos para ter minhas revoltas. Por mim não tomaria esses ARVS, tomo obrigado mesmo, pela minha mãe. Pois sinto que fazem mais mal pra mim do que bem. Só me deixa vivo. Mas cada um é cada um. Só quero saber quando vai mudar essa merda de tratamento se não vai ter curar tão cedo. Cade os medicamentos sem efeitos colaterais de que tanto se fala. Odeio esperar por algo incerto e continuar vivendo na incerteza de que algo melhor virá. É só isso.

    • Ser+H diz

      Junior hj vc tem TARV gratuita à disposição. Há 30 anos, nada disso existia. A sua certeza naquela época seria a morte iminente, enquanto agora vc tem a vida toda pela frente saudável. E não podemos esquecer que há criaturas na África que nem dispõe de TARV, seja por guerras ou pobreza dos países.

      • Cezar diz

        Vamos parar com este discurso medíocre. Qualquer coisa viva neste planeta ou em qualquer outro lugar soh deseja uma coisa: a morte, a paz absoluta, mesmo sendo impossível de se atingir. A máquina humana se movimenta em busca da tensão Zero… O cara tem direito de cobrar melhor tratamento e dizer: o que tem, agora, estah ruim, não gosto… Não adianta comparar com decada de 80, os tempos são outros. Não adiante viver 80 anos e ser uma múmia, um zumbi. Prefiro Mozart com seus 33 anos…

        • Bruno diz

          Mas você não será uma múmia simplesmente porque toma ARV! Conheço idosos negativos que saem, dançam, fazem atividades físicas, enquanto tem outros que ficam em casa esperando a morte chegar, reclamando de tudo! Felicidade está na sua cabeça e não na sua sorologia!

          • Cezar diz

            Não fiz está relação ARV _ múmia. Isso eh coisa da sua cabeça. O que disse foi: não adianta dizer pra pessoa viver se, de fato, ela não sabe o que é isso.Tem muitos idosos acrobatas, que dançam pra lá e pra cá, mas isso não significa que estejam vivos, quando olhamos de perto, não passam de neo-macacos.

    • Bruno diz

      Maior problema do HIV é controlar o psicológico! Procure ajuda de um psiquiatra amigo! Eu tomo ARV, não tenho efeito algum, sou mais feliz hoje do que era quando era negativo! Nossa cabeça é o que nos comanda!

  12. Leão diz

    Eu não sei o porquê de tanta “polêmica” quando se põe CURA e EVOLUÇÃO DO TRATAMENTO lado a lado. Seja em textos, frases ou entrevistas.

    Gente… é mais simples que parece! Existem cientistas empenhados em encontrar a CURA e outros na EVOLUÇÃO do tratamento. É só isso! Aliás, se não fosse à evolução do tratamento muitos de nós talvez não estivéssemos mais aqui. Não faz muito tempo que ser portador do HIV era condição mortal. Viva ao tratamento que vem se aperfeiçoando!
    Agora vamos aos fatos, existem alguns obstáculos a serem superados, abrindo caminho para cura. Exemplo; Mesmo indetectáveis possuímos reservatórios espalhados pelo corpo, estas células estão “desativadas” com HIV e caso caiam na corrente sanguínea os medicamentos agem. Na estratégia de “chutar e matar” são estudadas drogas que podem “acordar” o vírus. Mas não há garantias que TODAS as células que servem de reservatórios serão atingidas pelas drogas atuais! São necessários testes. Os esforços continuam.

    Aí podem me perguntar, você é descrente em uma cura para 2020? NÃO! Cada parte do meu corpo acredita nesta bendita cura! Mas e se falhar? Não seria vantajoso um tratamento ainda mais eficaz?

  13. Edy diz

    Ola amigos do blog pocha o que eu ando lendo ou vendo sobre noticias sobre o tratamento dos avanços contra o HIV é que eles estão mais preocupados em controlar o virús do encontrar a cura definitiva pois o que so aparece é medicamentos e mais medicamentos pra controlar o virus e nada de concreto sobre uma possivel cura é como eu penso se acharem a cura muitas empressas farmaceuticas vão perder suas patentes se descobrem a cura o que sera feito desse montante de medicamentos pro virus eu acho que o virus do hiv gera muitos lucros pra algumas empressas é como o cancer que tem varios tipos de medicamentos e tratamento ta certo que cada caso é um caso é como eu falo a cura deve ta bem ali na cara so falando eu sou a cura mais tem pessoas que estão fazendo vista grossa mais eu não devo pensar assim eu sei pois fé em Deus e na ciencia que esta acada dia mais avançada sim acredito na cura mais apartir do momento que aparecer uma outra doença que de mais lucro que a quantidade de medicamentos como o ebola que foi um virus que tava a toda mantando varias pessoas e começando a se espalhar no mundo e logo descobriram uma maneira de controlalo.
    Aj e desculpem pelos erros de portugues ou de escrita é que aqui no meu servigo falto energia e estamos com energia de emergencia so os computadores estão ligados o esto esta tudo ecuro;
    um forte abraço a todos e saude pra nois todos

  14. Recentwave diz

    Pessoal. Agora comecei a ter manchas vermelhas no corpo que estão coçando demais. Alguém pode relatar melhor a respeito.

    • Nick Caffiole diz

      Recentwave

      Bem… Meu namorado (que também é soropositivo) de vez em quando é acometido por algumas manchas vermelhas de diversos tamanhos que coçam muito e por varias partes do corpo, principalmente debaixo do braço e nos membros inferiores (pernas). O ideal é que seu infectologista saiba disso e que você consulte um dermatologista, pois pode ser um processo alérgico (como é o caso do meu namorado) que pode ser ocasionado por alguns alimentos, objetos, pêlos e etc.
      É interessante fazer exames de sangue para ver como estão as quantidades de células responsáveis pela defesa como os leucócitos… Se não está com anemia e tem uma boa quantidade de hemácias…. ENFIM se está com seu sistema imune OK.
      Algumas alergias podem ser acentuadas por conta de problemas ou redução da imunidade.
      Consulte seu Infecto e já se informe sobre a necessidade de consultar um alergista/dermatologista.
      Se quiser trocar informações, experiências e ter mais um amigo com quem você pode contar é só entrar em contato comigo pelo email >> nick.caffiole@gmail.com <<.
      Sou Técnico em Enfermagem e bacharelando do curso de Serviço Social.
      Será um grande prazer poder ajuda-lo .

      • Bruno diz

        Converse com seu infecto! Manchas vermelhas pelo corpo pode sim ser uma reação alérgica ao 3×1, bastante raro pois a maioria não tem nada, mas tbm pode ser sifilis

  15. Recentwave diz

    Mas minha alergia tem a ver com o início da utilização do 3×1. Comecei há duas semanas meu tratamento. Gostaria de saber quem teve problema parecido? Lembro que li de alguém aqui falando que com cerca de 2 meses sumiu estas alergias.

    • BMel diz

      Olá! Eu também uso o 3×1 (comecei dia 19 de setembro) e sete dias após o início do tarv também apareceram manchas vermelhas (no pescoço, peito e punho). Assim que percebi essa alergia, eu liguei para um amigo soropositivo e ele me indicou um antialérgico. Tomei ele as manchas pararam de expandir. Após 2 dias, elas tinham sumido totalmente. Procure um bom antialergico e, caso prossiga, converve com seu infecto pois talvez vc terá que mudar o tarv. Abraços!

  16. positivosempre@outlook.com diz

    Comecei ontem a tomar o 3×1, foi muito bizarro. Acordei achando que tava caindo e daí então, só tendo sonhos e acordando em seguida, devem ser os tais “sonhos vívidos” que o infecto falou. Uma leve náusea e uma noite mal dormida. Amanheceu, levantei como se tivesse participado de uma noitada, com uma ressaca terrível. Tomei café e tô aqui assistindo a Ana Maria Braga com a mãe com vontade de rir, rs. Força jovens!

  17. Recentwave diz

    Pois é pessoal. Minhas manchas que eram só no membros, principalmente mãos, punhos, um pouco nas pernas, agora estão nos braços, costas, bastante espalhadas e coçam que é uma beleza. Estou tomando antialérgico e torcendo para começar a sumir, pois fico com receio de ficarem muito visíveis e atrapalhar o meu dia a dia.
    Outro efeito dos remédios que deio é acordar no meio da noite para ir ao banheiro e ficar com tontura.

    • Nick Caffiole diz

      Uma dica é você tomar o remédio lá pelas 01:00 da madrugada, porque assim vc vai estar já com muito sono (e o remédio é forte e da mais sono) Evite tomar muita agua antes de dormir para que não acorde no meio da noite pra ir urinar. graças a deus eu não acordo em nenhum momento da noite… Mas acordo com minha bexiga a ponto de explodir e com um tesão de urina terrível!
      Vai passar sim se Deus quiser menino. chama no email pra conversarmos e trocarmos experiências. nick.caffiole@gmail.com

    • M. diz

      Olá Recentwave. Eu tive muitas manchas vermelhas que se espalhara, no meu rosto, peitoral, braços e coxas. Com o antialérgico foi diminuindo rapidamente e em 3 a 4 dias não tive mais nada. Fora esse, nunca tive outro qualquer efeito colateral. Esses efeitos cutâneos começaram em mim no 13º dia, no 17º praticamente não tinha mais nada. Converse com seu médico, mas não desanime…. vai dar tudo certo…. se não for com esse medicamento será com outro. Abraço!

      • Recentwave diz

        Obrigado pelo feedback M., agradeço a atenção de relatar o que aconteceu com você. Na verdade agradeço a todos pelos conselhos.
        O que aconteceu foi que as manchas aumentaram muito (braços, mãos, pernas, costas, peito, pescoço, orelhas e não teve jeito. Tive que procurar uma urgência médica, pois ao consultar a infecto, ela relatou que poderia ser sífilis. Bem, no atendimento médico, fiz o exame que deu negativo para sífilis, embora a infecto relatou que existe a possibilidade de ser um falso negativo, mas sem me examinar e repetir os exames não pode confirmar nada.
        Tomei um antialérgico no dia e estou tomando dois em casa, esperando melhorar. Vamos torcer para que meu caso seja igual ao seu e que eu melhore. Hoje ainda estou bem estranho com todad estas urticárias pelo corpo. O sono nem falo. Antialérgico deixa a gente com muito sono.

  18. Paciente e Otimista diz

    Gente, até que ponto podemos acreditar que uma pessoa indetectável não transmite??? Nem com drogas injetáveis?? fico pensando…Na minha opinião e digo na minha opinião se dessem 200% de certeza que o indetectável não transmite ae sim teria a certeza de vida mais normal ainda, pq meu maior medo naum é com minha saúde e sim de transmitir. Desde que descobri a mais de 2 anos nunca mais fiz sexo, tenho esse bloqueio. Alguém passa por isso???

  19. Ta difícil diz

    Pessoal descobrir faz dois meses ainda n comecei a tomar o remédio ,só queria tirar uma dúvida com o horário trabalho e chego muito tarde em casa lá por volta da meia noite falei com meu médico e ele disse que n fazia diferença eu tomar umas 22:00 quando eu estivesse de folga pois durmo cedo me tirem essa dúvida sobre o horário do remédio tem que ser rigoroso ou pode passar umas meia hora depois ou antes pois estou com medo de levar com migo tomar lá p 23:30 e ta na rua ainda e dar alguma reação.por por favor me tire essa dúvida

    • Cauã+ diz

      Ta difícil

      Aconselho a vc iniciar a Tarv em um dia que estiver de folga pra vc saber se terá alguma reação do remédio em seu corpo (tipo tontura)
      Quanto ao horário de tomar o remédio os médicos sempre aconselham a tomar no mesmo horário todos os dias, no entanto, por alguma razão há dias que não é possível tomar no horário de costume. Meu infecto me aconselha a tomar até uma hora antes ou depois, do horário de costume.

    • Nick Caffiole diz

      Oi jovem…
      Então… Eu nunca fui tão rigoroso com o horário não. sempre deixei passar no mínimo 12 horas da ingestão do ultimo comprimido, e já tomei ele também super tarde…porém oriento para que tome sempre antes de deitar. Se dormir um pouco mais cedo não tem problema não, pode tomar assim mesmo, ou faça o seguinte : Deixe o comprimido pertinho de você com um copo de agua e programe o despertador do seu celular pra despertar no horário que você costuma tomar. O MAIS IMPORTANTE É NÃO INTERROMPER O TRATAMENTO, lembrando que no começo você vai ter dia que vai esquecer (um dia apenas que vc esqueça não é o suficiente pra que o remédio deixe de fazer efeito, mas fique atento e procure não esquecer).
      Trabalho na área da Saúde e sou + desde 2014 e assintomático e indetectável desde o inicio do tratamento.
      Criei um email para me comunicar e ajudar a tirar dúvidas de novos positivos e prestar auxílio no que for preciso. Já converso com alguns meninos que me procuraram e está sendo maravilhoso.
      Deixo meu email, caso queira entrar em contato a qualquer hora está bem!?
      Grande abraço.
      E-mail : nick.caffiole@gmail.com

  20. rger diz

    Gente sou novo aqui faz 6 meses que descobri ser soropositivo so nao entendo uma coisa meu cd 4 estava 1077 e cv em 67.800 nao teria que esta mais baicho meu cd4? Bem tenho45 anos e estou meio confuso a infecto olhou e nao falou nada so me deu o tratamento e marcou exame para janeiro….tomo o 3em1 e o efeito colateral no comeco foi barra parecia que estava em uma fornalha mais ta passando. Se puder alguem me responda se pelo cd4 faz pouco ou muito tempo que contrai o virus sou leigo aqui ….abrcs

  21. positivosempre@outlook.com diz

    Só quem pode deduzir o tempo de infecção é o seu infecto, mas seu CD4 tá ótimo. Quanto mais alto melhor.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s