Notícias
Comentários 93

Remédio para alcoolismo pode acordar HIV latente


The-Guardian-logo1

Cientistas que buscam uma cura para o HIV/aids disseram que um medicamento destinado a agir contra o alcoolismo pode ser capaz de acordar o vírus dormente escondido no corpo e permitir que ele seja morto. A droga, da marca Antabuse, mas também vendida no formato genérico como Dissulfiram, foi dada a 30 pacientes soropositivos nos EUA e na Austrália, que já estavam tomando terapia antirretroviral.

O HIV pode permanecer latente em células, tornando difícil de atacá-lo com drogas. Fotografia: Institut Pasteur/AFP/Getty Images

“O HIV dormente foi ativado.”

Na maior dose dada houve evidências de que “o HIV dormente foi ativado”, disseram os pesquisadores, em um estudo publicado na revista The Lancet HIV, na segunda-feira, acrescentando que não encontraram quaisquer efeitos colaterais nocivos.

Julian Elliott, do departamento de doenças infecciosas do hospital Alfred, em Melbourne, que trabalhou com Lewin, disse que acordar o vírus é apenas o primeiro passo para eliminá-lo. “O próximo passo é fazer com que essas células morram”, disse ele. A latência do HIV, estado em que o vírus permanece dormente no corpo de pessoas que tomam antirretrovirais, é um dos maiores obstáculos para alcançar uma cura para a infecção viral que causa a aids.

O HIV/aids já matou cerca de 34 milhões pessoas desde a década de 1980, de acordo com Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, o Unaids. O HIV pode ser posto em cheque pelos antirretrovirais, e estima-se que 36,9 milhões de pessoas ao redor do mundo estejam vivendo com o vírus. Cerca de dois milhões de pessoas por ano são infectadas. Os cientistas dizem que encontrar formas de “acordar” o vírus em células dormentes e, em seguida, destruí-lo é uma estratégia fundamental para a cura. Mas, até agora, os pesquisadores têm sido incapazes de encontrar a combinação exata eficaz de drogas.

“O Dissulfiram pode ser o divisor de águas que tanto precisamos.”

Sharon Lewin, professora da Universidade de Melbourne que liderou o trabalho, disse que, embora os cientistas tenham feito progressos em ativar o HIV latente, uma das principais preocupações foi a toxicidade das drogas testadas. O Dissulfiram, no entanto, não pareceu apresentar problemas. “Este estudo demonstra claramente que o Dissulfiram não é tóxico e é seguro de usar, e muito possivelmente pode ser o divisor de águas que tanto precisamos”, disse ela.

“A dose de Dissulfiram que usamos fez mais cócegas do que um verdadeiro pontapé no vírus. Mas pode ser que seja o suficiente. Embora a droga tenha sido dada só por três dias, vimos um claro aumento do vírus no plasma sanguíneo, o que foi muito encorajador.”

Pelo The Guardian em 17 de novembro de 2015

Anúncios

93 comentários

  1. Alessandro diz

    Vou ali na farmácia e já volto !!! E tem até genérico kkkkk, brincadeiras a parte mas em apenas 3 dias já ter aumento de vírus no sangue é sim muito animador, e mudando um pouco de assunto, alguma garota aqui do blog que seja do estado de Mato grosso que queira trocar experiências do fato de ser HIV positivo etc ?? Abraço.

    • sara diz

      oi alessandro! eu sou do ms. se quiser me adiciona no whats: 067 9134 7034

  2. Amigo diz

    Tomara que não seja mais um” fogo de palha”
    Já estou cheio de falsas esperança.

  3. Eve diz

    Seria perfeito se com estudos seguintes confirmassem essa droga com esse poder.
    No Brasil é vendido por R$6,50 a caixa com 20.
    É muito barato, não teria custos.
    Se com três dias obteve resultados expressivos, imagina por um, dois anos combinados com a TARV.

  4. zed diz

    Pessoal, eu não entendi. Se esse remédio ativa os vírus latentes, então combinar ele com os retrovirais não seria o bastante? Esse remédio ativa o vírus escondido e os retrovirais mata eles no sangue.

  5. GompMais diz

    Expulsar e matar o vírus não basta?! É preciso destruir a célula na qual ele dormia?!

  6. Lucius de Roma diz

    É sempre bom lembrar que os antirretrovirais não “matam” os vírus, pois eles não são seres com metabolismo, então nenhum medicamento os afeta. A tarv atua sobre os mecanismos de replicação e multiplicação do genoma viral. É o sistema imunitário com suas células e anticorpos que deve eliminá-los e o Dissulfiram permite que isso possa ocorrer, pois o genoma viral é expressado tirando-o da latência nuclear.

    • Grey diz

      Lucius, os medicamentos eliminam sim o vírus. Os medicamentos “grudam” em partes especificas do vírus e não os permitem entrar na célula, onde uma vez fora das células os vírus não sobrevivem. Ocorre que não houve cura pois existem vírus já dentro das celulas em forma latente onde o remédio não consegue alcançar. Por esse motivo a carga viral da pessoa diminui pois os medicamentos fazem os vírus morrer na corrente sanguínea. Se não fosse assim, haveria pessoas com Milhões de virus dentro das celulas em forma latente. Att.

  7. Cauã+ diz

    Como diz o Gil em post anterior

    O segredo é banana, yakult e dissulfiram rsrs

    Quisera Eu ser tão simples assim …

  8. Boa noite

    Estou numa depressão que me levou ao isolamento. Preciso socializar com pessoas que me entendem. O grupo do Kik hopealways6 ainda funciona? Já add mas não recebi resposta. Desde já agradeço

    • angelinca diz

      Alex seja forte,sabemos que pra cada um que está por aqui é difícil,não se isole,você tem que ter força e continuar a vida,somos saudável e fazendo tratamento.No inicio é ruim depois isso será como tratamento de um gripe.Segredo é o nosso psicológico e crê que tudo é possível naquele que crê.
      Deus é com cada um de nós,soube em outubro ,é tem um mês que tomo o 3×1 ,não foi fácil,pois eu tinha fé em Deus,mais eu pensei assim :
      Que não era só eu que tinha,não era promíscua ,tive relacionamento serio no qual eu peguei,sou casada,e eu tenho e meu marido não tem,nenhum momento ele se voltou contra e nem me deixou e tenho amigos comigo que estão ao meu lado.O a maior prova e o meu sustento é Deus,tenho fé que breve irá ocorrer a cura pra cada um de nós.Se cuidar ,fazer os exames,alimentação boa,com frutas e legumes.
      Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus,sou feliz e não deixei o HIV me abalar,fé.

  9. Triste + diz

    Olá pessoal !
    Sei que nesse post (talvez) não seja o momento oportuno para estar comentando sobre resultado de exames, mais preciso muito da ajuda de vocês, visto que só tenho infectologista marcado somente para o mês de dezembro.
    Quando descobri minha sorologia em abril desse ano e realizei os primeiros exames o resultado foi o seguinte:

    Cd4:
    a) %cd4+(cd3+cd4+/cd3) : 53,31% referência: 27 à 57%
    b) auxiliadores cd4 (cd3+cd4+): 1037 células/ul referência: 410 à 1590.

    Carga viral:
    a) resultado: 4,60 log cópias ml
    b) resultado: 39873,00 cópias/ml

    Depois de um determinado tempo de tratamento, no dia 03 de novembro fiz outros exames e o resultado foi o seguinte:

    Cd4:
    a)%cd4+(cd3+cd4+/cd3) : 63 % referência: 27 à 57%
    b)auxiliadores cd4 (cd3+cd4+): 667 células/ul referência: 410 à 1590.

    Carga viral:
    Não detectado log cópias e não detectado cópias/ml

    Cd8:
    a) % cd8( cd3+cd8+/cd3+) : 31% referência: 14 à 34%
    b) Supressores cd8( cd3 +cd8+): 333 células /ul referência: 190 à 1140 células / ul

    Vcs poderiam me ajudar na interpretação do exame? Pq a % cd4 ( 63%) é maior q da referência (57%)? É comum o cd4 baixar muito em relação do primeiro exame feito? O q significa HIV – quantitativo por PCR não detectado? E sobre o cd8 o q significa isso? Qual seria a opniao de vcs em relação a esses resultados? Será q poderiam me ajudar?

    Agradeço a todos de coração e desculpe o incômodo. É q realmente fico muito preocupado.
    Abraços a todos.

    • WILL diz

      Olá amigo
      pelo que eu entendi o seu CD4 estava alto no começo pq foi uma infecção recente, a tendencia pra quem tem o HIV que nao toma o TARV é só aumentar, como vc provavelmente deve tomar a CD4 estabilizou e sim o nosso CD4 é diferente de uma pessoa nao infectada. Quanto ao HIV por PCR é o metodo na qual foi utilizado pra analiza a quantidade de cópias no seu sangue , e olha , deu nao detectado 🙂 , ou seja a quantidade de cópias no sangue é muito baixa. Leia esse blog têm todas as informações
      https://viverpositivo.wordpress.com/2013/09/22/o-que-e-cd4-e-cd8-contagem-de-linfocitos/

      • Triste + diz

        Will, obrigado pelo esclarecimento.
        Vou acessar o link pra ler essas informações.
        Obrigado e fique com Deus.

    • Ricardo - Gru diz

      Fera, quer um conselho simples ? Se você tem CD4 acima de 500 e CV Indetectável você está muuuuuito bem, os próximos passos são: Não deixar a de tomar o medicamento, alimentar-se bem, fazer no mínimo uma hora diária de exercícios, manter uma espinha ereta e um coração tranquilo ! O resto ? Ah o resto só será coisa boa, você está ótimo !!!!!! (Conselho que recebi da minha infectologista tão logo eu fiquei indetectável).

      • Triste + diz

        Ricardo – Gru. Valeu!!!!
        É muito bom contar com o apoio e o otimismo de vocês.
        Um grande abraço e muita saúde para todos nós.

      • Salvador diz

        Comecei a fazer Pilates, 4 X por semana, até meu sono está melhor.

      • Confiante diz

        Exatamente! Descobri…c/ cd4 em 450 e CV 1.750 dois meses depois…. iniciei os ARV’s cm cd4 em 350 e CV 2.800 – Com 60 dias de uso, CV indefectavel! Cd4 470…. senta dias depois CV indedectavel CDA 633…. BINGO!

    • Luiz Carlos diz

      Bom, a primeira coisa que tenho que dizer é que seus exames estão excelentes, de dar inveja em muita gente.

      Sobre a variação nos valores absolutos, é comum de ocorrer, primeiro por conta do início do tratamento, e segundo pelo ritmo circadiano. Se você colhe os exames de cd4 em horas diferentes do dia, a tendência é que os números absolutos sejam diferentes.

      O mais importante é observar que houve aumento no CD4 de 57% para 63% (e está inclusive acima do valor de referência), ou seja, sua imunidade está boa e houve boa adesão ao medicamento. O infectologista poderá explicar melhor sobre estes níveis elevados, mas não é nada para se preocupar.

      • Triste + diz

        Luiz Carlos, valeu pelo apoio.
        Muito obrigado e um forte abraço.

  10. ESS diz

    Olá gente, mas que boa notícia! Deus tem sido tão bom conosco por esses avanços! Logo, prefiro acreditar, estaremos curados!
    Já tenho mais de 2 semanas desde que comecei com o 3 em 1 e todos aqueles efeitos que relatei desapareceram, graças a Deus! Eu sei que aqui, tem muitos que não acreditam em Deus, mas agora falo diretamente para os que acreditam:”sejamos pacientes e nunca, por mais que a situação esteja ruim, nunca percam a fé”! Vamos seguindo a vida e esperando pela boa notícia!
    Paz e bem ❤

  11. Matheus diz

    Triste+ vc está indetectável e isso é o q importa…e seu cd4 está dentro dos padrões de normalidade…seus resultados estão ótimos.

    • Triste + diz

      Obrigado Matheus pela sua ajuda.
      Que Deus te abençoe grandiosamente.
      Abraços.

  12. Homem23:55 diz

    Amigos,

    Que ótima noticia, que venha logo a cura!

    Gostaria de fazer o saque do meu FGTS.
    Porém não estou com AIDS, comecei com o 3 em 1 semana passada.
    Alguém com HIV já fez o saque?
    Sabem se a empresa recebe alguma notificação?

    abraço

    • Alan30rj diz

      Caro Homem23:55
      Você não precisa estar com sintomas da doença ( AIDS) para poder sacar, basta você portar uma declaração do médico dizendo que vc é portador do virus e faz tratamento . Importante o atestado conter o código CID da AIDS,ok? Vamos lá:

      1- Pedir ao médico um atestado que diga que vc faz tratamento e neste atestado deve constar o código CID da doença, se não me engano é CID 10 B-24.
      2- No site da Caixa, tem uma relação de toda documentação que vc precisa levar
      3- Compareça a CEF com toda documentação original/ CTPS/Cartão do PIS e o atestado médico original ( se possível da rede pública).

      Eles fazem todo o processo, la eles te informam o saldo que vc tem na conta e te perguntam quanto você deseja sacar. Você escolhe se quer sacar tudo ou somente uma parte. O prazo para recebimento em Conta corrente ( caso você seja correntista) vai variar em torno de uns 15 dias para liberar. Foi assim comigo quando saquei ano passado e não tive problema algum em fazer o saque de todo saldo da conta! Não houve nenhum tipo de impedimento ou burocracia por parte da Caixa Econômica e não teve interrogatório algum. Bastando você comparecer com toda documentação certinha, você consegue resolver tudo bem rápido. Fui atendido e em uns 20 minutos o atendente fez todo o processo. O atestado original vai ficar retido no banco para fins de comprovação. Então aconselho vc tirar uma cópia dele e deixar guardado com você. Importante você entrar no site da CEF e verificar se houve alguma atualização quanto a lista de documentos que você deve levar no dia. Espero tê-lo ajudado.
      Segue um link com maiores informações,

      http://www20.caixa.gov.br/Paginas/Noticias/Noticia/Default.aspx?newsID=1669

      Abraços,

      Alan30rj

  13. Olá pessoal.

    Vi o ESS relatando os efeitos do uso do 3 em 1 acima, mas não vi o post dele sobre estes efeitos. Estou curioso pois comecei ontem meu tratamento e confesso que fiquei “loucão”. Tive alucinações, corpo bambo que quase não parava em pé e agora estou com medo de tomar a segunda dose.
    Agradeço quem possa relatar a experiência com o remédio, pois mesmo a farmacêutica falando que depois de alguns dias os efeitos passam, a gente fica com medo.

    • Hans diz

      A tendência é só melhorar, vai tomando e vc provavelmente vai ver melhorias quanto aos efeitos, a maioria relata esse tipo de efeito que vc teve no primeiro dia, dps todos eles voltam falando que não sentem mais nada!
      O que vc não pode fazer é parar de tomar!

    • Curioso! diz

      Ola! Alguem poderia me informar quais os beneficios de tomar Yakult durante o tratamento 3×1?

    • Angelica diz

      Bom dia!
      Os efeitos colaterais são em uma semana, fiquei da mesma forma, e eu pra mim ” não tomarei mais isso”, alucinações foi no primeiro dia, nosso corpo fica mole, tive diarreia, vivia mole, aborrecida, digo q em cinco a uma semana foram os efeitos, hoje não sinto nada. Não deixe de tomar, é importante pra você,tomamos esse medicamento pra sobreviver, assim como o hipertenso, diabéticos,hepatite. Hoje olho de outra forma essa enfermidade, seja forte e continue.

    • Ricardo - Gru diz

      Bom dia ! Vou falar por mim, eu não tive absolutamente nada, até fiquei meio decepcionado, rsss. Mas fique tranquilo que por tudo que li, os efeitos “indesejáveis” costumam durar no máximo até 10 dias, após este período tudo volta ao normal ! Abração.

    • É normal amigo.. eu senti durante uns dois meses alguns efeitos. Há dois dias não sinto mais nada.. fico até acordado e madrugada e não sinto o sinal de embriagues. Então, toma sabendo que isso vai passar. Não pare!!!

    • Confiante diz

      Amiguinho o 3 x 1 dá um baratinho sim, mas nao tao quanto alguns dizem…, ocorre que o fator ansiedade e suas emoções afetam diretamente seu estado mental e psicologico…no demais sugiro praticar uma excelente técnica chamada EFT. ( Emotion Freedom Terapy ) Procure no Youtube, é uma ferramenta muito boa para trabalhar suas emoções!

  14. Victor diz

    Galera, meu medo é só essa parada de resistência… Vou elabora uma pergunta quem tiver um conhecimento legal responde aí
    Vamos supôr que eu tomo o 3×1 rigorosamente como é prescrito pelo médico e o meu corpo se adaptar com o mínimo de efeito colateral, e digamos que eu consiga ficar indetectável com 3 meses… Agora eu pergunto, mesmo assim pode ocorre resistência com o uso do 3×1 a longo prazo? Quanto tempo uma pessoa consegue se manter em um esquema sem ter que trocar por causa da resistência? Claro que isso vária de um para o outro… Mas, quando tudo estar dentro do normal, por quanto tempo da pra se permanece no mesmo esquema?
    Existe alguém que conseguiu ficar no mesmo esquema por 5,6 e7 anos por exemplo?
    Ufa… Chega de perguntas kkkkkkk

    • Ricardo - Gru diz

      Victor de acordo com a minha infectologista, se não houver falha no medicamento (tomar todo dia) o esquema dura por mais de 10 anos tranquilamente ! Assim, não se apegue no tempo de eficácia da terapia, mas sim, POR HOJE ELA FOI EFICAZ ! E se tiver que trocar por outra combinação vamos que vamos, pois sabemos que daqui pouco tempo estaremos livres deste(s) comprimido(s). Eu mesmo conheci no CTA uma mulher que há 12 anos toma o mesmo esquema e não vê necessidade de mudar…

    • vivendopositivo diz

      Essa pergunta fiz na primeira consulta assim que saiu o resultado, meu médico falou que desde que tomado corretamente sem esquecer e no horário, o remédio não tem prazo de validade, nem terá falha depois de alguns anos. Eu também achava que depois de alguns anos o remédio deixaria de funcionar, e teria que trocar. Eu tive uma baita alergia nos primeiros dias, mas tive que insistir nele. A alergia passou, hoje em dia só fico com muito calor, e levemente tonto depois de 2h de tomar, além de um pouco de insônia acordando no meio da noite.

    • Digo diz

      Talvez essa seja umas das primeiras dúvidas após o diagnóstico.
      Estou no mesmo esquema desde 2010. Tudo nos conformes. Inclusive não troquei o meu esquema pelo 3 x 1 porque, como se diz, em time que está ganhando não se mexe.
      Meu infecto me relatou que tem pacientes que estão no mesmo esquema há 15, 18 anos.

  15. Tonzinho diz

    Segue comentário recente de uma pessoa, em outro site: Não acredito que exista já uma vacina pronta. Talvez existam testes que comprovem a viabilidade de produzi-la e que ela seja eficaz. Mas realmente é muito mais interessante para as indústrias farmacêuticas multinacionais, produzir medicamentos para controlar a doença, porque isso lhes garante faturamento por anos e anos seguidos. Com a tecnologia que possuem hoje, os grandes laboratórios conseguem fazer pequenas alterações moleculares em seus antirretrovirais, registrando sempre novas patentes e assim evitando que caiam em domínio público. Também conseguem manter desta forma os governos de diversos países aprisionados na armadilha do tratamento da Aids como uma doença crônica, porque os governos têm que comprar continuamente os remédios que tais laboratórios produzem. A Aids, tornando-se uma doença crônica, é agora um grande negócio, semelhante ao diabetes e à hipertensão. A estratégia dos laboratórios é conduzir os doentes para um processo de convivência com a doença e assim faturar com eles até que morram. Em um cenário como esse, qual a motivação para pensar em uma vacina?”

    • Lucius de Roma diz

      Que bom que existem laboratórios produzindo remédios que tornaram essa doença crônica, pois antes disso ocorrer perdi muitos amigos que não tiveram a oportunidade de usá-los. Não sei do que as pessoas reclamam, transaram sem preservativos mesmo sabendo do risco da transmissão,recebem de graça medicamentos que em outros países são cobrados e com preços muito altos, haja paciência. Cansei desse reclamadores, que alardeiam complôs da indústrias farmacêuticas, pois, tirando um provável abuso nos preços, elas investiram muita grana para conceber as fórmulas e é justo que cobrem por isso. Sugiro ao insatisfeitos que cursem uma universidade e se tornem cientistas e descubram a cura ao invés de choramingar como se isso fosse resolver o problema. Não se trata de alienação, mas de gratidão pela existência da TARV, pois só quem acompanhou pessoas se degradando pelas doenças oportunistas, só quem visitou amigos semimortos em hospitais públicos é que sabe a alegria de poder tomar apenas 1 comprimido ( e já foram dezenas) diariamente e levar a vida em frente sabe como isso é bom.

      • Confiante diz

        Exatamente, eu agradeço ao Universo todo dia pelo um só comprimido que tomo, e que Deus abençoe e ilumine quem inventou os nossos medicamentos.

      • Paulo Roberto diz

        Desculpe discordar, Lucius, mas NEM TODOS foram infectados por não usar camisinha.
        Eu, por exemplo, em um relacionamento já de muitos anos, sem traição, me infectei em um dos três hospitais pelos quais passei, quando tive um problema de saúde e precisei ser operado. E quem estava comigo na época não tem o vírus.
        Mas, e para PROVAR isso? E para provar que foi nesse ou naquele hospital? Ou dentista?
        De mais a mais, me desculpe novamente, mas se você se cansou dos reclamadores, então, não leia as postagens deles.
        Todos têm o direito à LIBERDADE DE EXPRESSÃO, amigo.
        Eu não sou contra ninguém, não sou contra nada, apenas não gosto é quando alardeiam uma cura que NÃO EXISTE. Isso sim, é revoltante.
        Eu fiquei muito deprimido quando soube da minha sorologia. Perdi muito tempo e dinheiro correndo atrás de soluções mirabolantes para curar esse mal.
        Acredito que se as pessoas pensam que a Indústria Farmacêutica não quer a cura, talvez isso se dê ao FATO de que a própria Indústria Farmacêutica publica notas de que estamos quase chegando lá, mas logo em seguida o assunto é esquecido e partem para outra pesquisa…
        TALVEZ exista, sim, um interesse em manter as pessoas dependentes de medicamentos, mas eu espero que um laboratório, se for este o caso, se rebele e promova a CURA.
        Eu tenho esperança. Não vou morrer carregando este maldito vírus.

  16. Lizel diz

    Bom dia gente !
    Já acompanho vcs a umas 3 semanas, desde quando recebi o diagnóstico.
    Hoje é o dia do meu primeiro exame CV e CD4 .
    Tem tanta gente aqui, confesso que estou aflita. Diversas aparências !
    Medo e desespero me define . 😦

    • Paulistano Positivo diz

      O começo é bem difícil, mas não deixe se abalar. Agora o momento é de pôr as coisas no lugar e seguir religiosamente o seu tratamento. Boa sorte e bola pra frente. Logo todos nós estaremos livres disso.

      • Lizel diz

        Paulistano positivo .
        Estou muito confiante que tudo vai ficar bem. Às vezes bate uma tristeza enorme, mas eu busco sempre manter o pensamento em Deus e tento ficar o mais alegre possível.
        Descobri minha sorologia no dia 21/10/2015.
        Tudo ainda é muito novo pra mim .
        Mas se Deus quiser todos nós vamos ficar livre disso tudo.
        Morrp de medo de ficar com aquela aparecia magricela estranha de um doente sabe . Kkkkk
        Mas tá bom . Tudo no seu tempo !
        Paz e Luz para as nossas vidas ! 🙏🏻

  17. sara diz

    oi gente! meu nome é sara. se vocês quiserem fazer novas amizades me adiciona no whats: 067 9134-7034. abraços a todos!

    • MA diz

      Se esse Peter tivesse o vírus no corpo, ele pensaria diferente. Como pode um sujeito com esse “conhecimento” pensar assim.

  18. elisandra diz

    Olá, descobri minha sorologia á mais ou menos 5 anos, ainda continuo bem saudável meu cd4 varia entre 900 e 1100 o mais baixo que ficou foi quando eu soube da sorologia ai foi a 850 mas a carga viral é entre 10.000 já foi até 30.000 mas depois regrediu, vou em dois infectologista um do acha que devo começar a tomar a medicação, mas a outra diz que ainda não tem necessidade. Acho que da para esperar um pouco mais né?

  19. Luiz Carlos diz

    Bom que agora eu paro de beber e ainda mato o vírus =P (calma gente, é uma piada, não precisa negativar).

  20. Olá, soube da minha sorologia a 5 anos ainda to bem saudável meu cd4 varia entre 900 e 1000 o mais baixo que ficou foi quando eu soube da sorologia,ai veio a 800, mas a carga viral já chegou a 30.000 copias depois se conservou entre 10.000 e 12.000 vou em dois infectologista um acha devo começar a tomar a medicação, mas a outra acha que ainda não precisa, eu acho que dá para esperar um pouco mais né?

    • Alexandre diz

      Kkkkkkkkkk! Esqueceu que já tinha postado com outro nome falso.

  21. Victor diz

    Galera, uma dúvida: a combinação 3×1 é indicada a TODOS que vão iniciar a TARV independente do cd4 e da cv? Pois leio bons relatos sobre essa combinação e to MORRENDO de medo de já começar o tratamento com algum esquema ‘queimado’ 😦 quem decide é o infecto? Meu cv e cd4 estão pra sair e to com medo de ter que tomar muitos comprimidos ao dia, ao longo do tempo não será problema mas agora é difícil, pois sou vendedor numa loja de shopping e administrar muito comprimido não será fácil 😦

    • Luiz Carlos diz

      Victor, é recomendado o início independente da sua CV e CD4, pois enquanto você não inicia o tratamento há muito mais risco de passar o vírus, já que ele está circulando no seu organismo em níveis altos. Também há o fator de que quanto mais você prolongar o início, mais seu CD4 irá cair, mais suscetível a doenças você vai estar, desde uma leve gripe até uma doença mais pesada.

      Quanto ao número de comprimidos, não se preocupe, quase todos os esquemas de TARV são ministrados apenas uma vez ao dia, no horário em que você achar mais conveniente. Pode ser logo cedo, antes de deitar, na hora do almoço, enfim, você quem vai decidir o horário. Outra questão é que hoje existe o 3×1, que é um tratamento com apenas um comprimido diário. Esta é a primeira linha de tratamento no Brasil e tem se mostrado muito eficaz há muitos anos, portanto não há com o que se preocupar.

      Abraços e boa sorte!

    • SVP diz

      Victor, comecei com nevirapina + lamivudina + tenofovir, todos no mesmo horário, a noite. Há pouco tempo mudei para o 3×1 também a noite… relaxa e conversa com seu infecto sobre. Abs e sucesso!

  22. Victor diz

    Pessoal, me ajudem, por favor? Meu cd4 e carga viral estão pra sair e minha dúvida é a seguinte: leio ‘bons’ relatos sobre o uso do 3×1 e queria mto usar essa combinação… porém, essa combinação é indicada e TODOS que vão iniciar a tarv ou isso depende do infecto e dos exames? Estou com medo de já ter que começar o tratamento ‘queimando’ um esquema e isso tá me deixando mal, pois num video do Gabriel Estrela que vi, ele comenta que os esquemas de TARV são limitados e o ideal é nunca queimar nenhum 😦 fora que, como trabalho em shopping, seria difícil pra mim ter que administrar muitos comprimidos ao dia :/ to com medo

    • Triste + diz

      Victor qdo descobri minha sorologia em abril e já passei pela primeira consulta, minha infectologista pediu milhões de exames ( me assustou de impacto) rsrs. Em maio saiu o resultado do cd4 e carga viral e ela me disse q já era bom eu tomar o 3×1 visto que minha carga viral estava alta. Eu nem precisei falar ou argumentar nada, logo de cara ela já pediu pra fazer uso desse medicamento. Graças a Deus, não tive nenhum tipo de reação, tudo aconteceu na mais perfeita adequação. No início desse mês realizei novos exames e os resultados eu postei ( acima) se vc quiser observar. Pedi auxílio aos amigos para me ajudar a dar uma análise geral e todos eles relataram coisas boas.
      Então meu amigo, fique tranquilo. Tudo vai dar certo. E vc pode ter certeza, em qualquer apoio que você precisar, sempre vai encontrar pessoas maravilhosas nesse blog pra te auxilar no que for possível.
      Um grande abraço.

  23. Homem23:55 diz

    Alan30rj – obrigado por compartilhar sua experiência de saque do FGTS.

    Ana ou Elisandra – eu vejo que deves tomar o quanto antes os remedios TARV, pois assim nao terá chance de infectar ninguém.
    Você achou legar descobrir que está com hIV?
    Se não, faça de tudo pra não prejudicar outros.

    Victor – sei que cada corpo reage diferente. Ja iniciei a TARV a 6 dias. O primeiro dia foi mais chatinho, ate pela ansiedade. Mas cada dia estao mais fracos os efeitos. Hoje ja vou levar o comprimido pra faculdade e sair com o pessoal pra jantar fora (sem bebidas alcoólicas).
    Vale informar que estou cuidando da alimentacao, fazendo uns exercícios (caminhada e bike) e bebendo muita água.
    Vai dar tudo certo!!!
    Depois nos conte como foi!!

    Abraco a todos

    • Mas é claro que não vou infectar ninguém pois estou ciente da minha condição, mas é por esse tipo de preconceito que muita gente prefere o anonimato por ser ser soropositivo a chão que vç ta pronto a infectar alguém

  24. Gaúcha diz

    Gente… Como não entendo muito dessa parte médica, alguém que entenda poderia dizer se isto é realmente promissor? Com isto estamos mais perto da cura? Em alguns lugares leio que sim e em outros que não, então resolvi perguntar por aqui tendo em vista que vejo que tem muita gente entendida do assunto nesse blog. Ainda pergunto: alguém de Porto Alegre com uma boa indicação de infecto por aqui? Gosto muito do meu, mas as vezes sinto falta de uma segunda opinião já que faz pouco tempo que entrei pra esse mundo dos positivos heheh agradeço se alguém puder colaborar e me coloco a disposição para algo que eu possa ajudar 🙂 beijos pra todos

  25. Soldado. diz

    Olá Victor, e lizel, comecei meu tratamento ontem meu médico indicou logo de cara o 3×1 estava com bastante medo pois havia lido bastante sobre os efeitos colaterais ee na hora que fui retirar o remédio me falaram para evitar dirigir por causa destes efeitos e eu sou policial militar e na viatura quem dirige sou eu expliquei isto e como se não Foce o bastante na data de hoje havia já agendado a algum tempo um recall para o modelo de arma que uso após o recall precisamos testa-la embora toda a apreensão que sentia o único efeito que tive foi uma leve insônia na noite de ontem ( acredito ser mais por motivo do medo doque do remédio) então é ficar tranquilo e seguir o tratamento espero que como eu vocês também não tenha os tão falados efeitos colaterais boa sorte e se tiverem como já foi dito estes efeitos não costumam durar muito tempo

  26. Gledson diz

    Olá a todos!!

    Alguém sabe informar se o HIV tem relação com doenças cardíacas? Ou até essa medicação pode causar algum problemas cardíaco? Estou indectavel, porém sinto algumas dores no peito e as vezes vem como se fosse uma pontada e as vezes dores nas costas. Fiz um ECG e a conclusão foi ” Bradicardia sinusial “. Olhado na internet, verifique que essa conclusão é em relação aos batimentos, que é abaixo de 50 por minuto. Alguém já teve isso? É para se preocupar? Minha consulta com o infecto é semente ano que vem.

    Valeu, abraços.

    • Salvador diz

      Gledson,
      Não acho que sua bradicardia tenha relação com o HIV. Porém, é com o uso das medicações, problemas cardíacos e renais podem surgir a longo prazo. Minha irmã não tem HIV e tem bradicardia. Acho que é uma questão de “fábrica”. rsrsrsrs
      De qq forma converse com seu médico, ele é a pessoa mais indicada a te orientar sobre o que fazer.
      Um Abraço e fique bem.

  27. Hugo diz

    Boa noite pessoal!! Antes de mais nada, quero parabenizar o criador desse blog que é fabuloso e que pra mim tem sido de grande importância ter acesso a tanta informação. Obrigado. E também quero dizer aos colegas que é muito reconfortante ler o depoimento de todos, perceber o carinho, o cuidado com as palavras e a vontade de ajudar. Fico emocionado as vezes. Não é fácil lidar sozinho com o diagnóstico recente, mas aqui encontrei forças. Obrigado vocês são nota mil.

  28. Tony diz

    Meu exame de creatinina deu alto e exame de densitometria deu osteopenia, o tenofovir causa problemas renais e nos ossos, ): . Alguem aqui com os mesmos efeitos colaterais ? Meu medico disse que vou ter que trocar para biovir. Ja é a segunda vez que troco o esquema, a primeira vez foi por conta do efavirenz. Uso ha dois anos os medicamentos. Uma dica: façam sempre, alem do cd4 e carga viral, outros exames para verificar como o seu organismo esta reagindo aos medicamentos.

  29. Alguém diz

    A meses venho pensando no que escrever. Ler as notícias e os comentários aqui me deixam em paz. Decidi arriscar, não quero mais me sentir sozinho. Tenho 20 anos, descobri em março o vírus do hiv, e sempre encarei numa boa, decidi não parar minha vida, minha facul, mas seguir em frente. Difícil saber que, foi meu 1o namorado (e relação sexual) que me passou o vírus, e apesar de muito medo e desconfiança, somente após 3 anos decidi fazer os testes e encarar. Contei a quem achei (e acho) necessário, tenho feito o tratamento, e me sinto tão normal, na verdade, acho estranho a maneira que lido com isso, só não esqueço que sou soropositivo pois meu despertador avisa a hora de tomar o remédio. Porém, tenho sentindo uma agonia, vontade de gritar pro mundo que sou soro+ e estou bem, mas sabemos o estigma que rola. Acho que tô carente de amigos que ENTENDAM como eu (nunca imaginei dizer isso “tô carente” rs), não entro sempre aqui no site, mas quando entro, percebo o entrosamento de vocês e acho legal, nem sei se são amigos do dia, de conversar pelo wpp, mas enfim, se entendem, sabem realmente o que é… Acho que me perdi no texto, é isso

    • jose laercio diz

      sou positivo desde 2005 quando fiz o exame , mas fiquei tao reveoltado. e nao
      fui atras de tratamento.
      vivi todos nesses 10 anos a vida normal nunca senti nada .
      em novembro de 2015 , fui ao posto de saude , para marcar um exame de prostata .
      quando a emfermeira fez o exame de sangue , pediu para repetir o exame , me chamou e
      disse que estava com hiv. o mundo caiu sobre a minha cabeça
      me encaminhou para o centro de doenças contagiosas . fiz todos os exames mas a infectologista disse que a carga esta baixa , e nao precisa tomar remedio.
      continuo levando vida normal , nao sinto nada .continuo dando para os mesmos parceiros a 10 ,7, 5 anos com preservativo . nenhum deles pegou o virus . mas deve ser porque eu nao como
      so fasso passivo com todos
      tem alguns que ja tem filhos ,nem os filhos deles tem o virus
      em agosto vou ver a carga viral . mas percebo que nao alterou nada em meu corpo.
      nao bebo nao fumo nunca usei drogas.
      procuro esquecer disso ,tenho uma vida social ativa com todos os tipos de pessoas.

  30. LZ diz

    olá amigos,
    essa é minha primeira postagem no blog desde que descobri minha sorologia, em outubro desse ano. mesmo mês que o Autor do Diário de um Jovem Soropositivo descobriu a sua também. e desde então não deixei de acessar nenhum dia o blog, que por muitas vezes me trás o alívio e a paz que precisamos nessa etapa da vida. até agora contei somente para alguns amigos, e ninguém da minha família sabe. e desejo manter assim. meus exames deram CV 14.000 e CD4 808. os próximos vão ser em fevereiro e estou torcendo para estar indetectável e CD4 maior. estou tomando a um mês e pouco o 3×1. sei que não é o tema da postagem mas gostaria de saber se alguém aqui experimentou pés inchados devido ao HIV ou a medicação. nessa fase uma simples picada de inseto a gente já acha que é por conta da nossa condição. enfim, se alguém puder me ajudar, se tiver algum médico, alguém que passou por isso, ficarei grato. esse é o primeiro de muitos desabafos que virão por aí. hehe. o simples fato de poder escrever essas palavras já me trouxe um pouco de alívio. obrigado pelo espaço e que um dia possamos, ao invés de dúvidas, postar nossas histórias de curas. abraços!

  31. Pessoas com HIV agora vivendo muito mais

    Sexta-feira, 20 novembro, 2015

    Pessoas com o vírus da imunodeficiência humana (HIV) estão vivendo mais, se diagnosticado e tratado precocemente, graças aos avanços da medicina.

    Os tratamentos foram capazes de controlar eficazmente o vírus e reduzir o risco de transmissão.

    Dr. Ng Oon Tek, consultor da (TTSH) Instituto de Doenças Infecciosas e Epidemiologia do Hospital Tan Tock Seng, disse: “A melhoria no tratamento do HIV tem sido fenomenal para qualquer doença, muito menos doença infecciosa Vinte e cinco a 30 anos, HIV. foi um diagnóstico terminal, mas, a mortalidade agora, temos visto devido ao HIV cair drasticamente. ” De acordo com a análise interna da TTSH, um paciente diagnosticado em 2011 tem 93 por cento menos risco de morrer em comparação a um paciente diagnosticado no período entre 1985 e 1998.

    HIV afeta as células do sistema imunológico, principalmente as células CD4 ou células T, destruindo ou reduzindo a sua função. É transmitida principalmente por via sexual, embora ele pode se espalhar de outras maneiras, como através da partilha de agulhas contaminadas.

    A fase mais avançada de uma infecção por HIV é a síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids), e, geralmente, leva entre 10 e 15 anos para uma pessoa infectada para desenvolver Aids. Medicamentos eficazes terapia anti-retroviral, no entanto, pode minimizar este risco.

    Introduzido em meados da década de 1990, terapia anti-retroviral pode reduzir a quantidade de HIV no sangue a níveis indetectáveis, permitindo que o sistema imunitário para recuperar e função quase normalmente.

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse que “enormes reduções” são vistos nas taxas de mortalidade quando alguém que é HIV-positivo é colocada em um regime anti-retroviral potente, particularmente nos estágios iniciais da doença.

    De acordo com especialistas no exterior, sem tratamento, as pessoas que evoluem para a Aids geralmente sobrevivem cerca de três anos. No entanto, aqueles sobre a medicação adequada pode desfrutar de um próximo período de vida normal.

    Dr. Ng disse que há agora cerca de 30 dessas drogas anti-retrovirais, e os pacientes são geralmente dada uma combinação de três drogas. Eles tomam as pílulas – que vão de uma a cinco – geralmente uma vez por dia.

    “Nós escolhemos a melhor medicação para o paciente com base em três questões principais – a potência do medicamento contra o vírus, se é seguro para o paciente, como alguns podem ter efeitos colaterais, e se haverá interacção adversa com qualquer medicação que eles são tendo simultaneamente. ”

    No Doenças Transmissíveis do Centro de TTSH, 90 por cento dos 3.000 pacientes não têm nenhum vírus detectado em seu sangue três a seis meses depois de tomar a medicação.

    “Para os demais pacientes, em quase todos os casos, é porque não tomar a medicação rotineiramente. Em nossa experiência, estes medicamentos são suficientes”, disse Ng.

    Dr. Leong Hoe Nam, especialista em doenças infecciosas na Rophi Clinic em Mount Elizabeth Novena Specialist Centre, acrescentou que, se uma pessoa seropositiva toma medicação adequada regular e consistente, ele é “praticamente não-infecciosa”.

    “Temos casais que estão tentando para bebês. Nós ajudá-los a tempo da concepção e eles têm sexo desprotegido durante os períodos em que ela é considerada fértil”, acrescentou.

    Professor Roy Chan, que está no conselho de administração da Sociedade Internacional de Aids e presidente da Ação para a Aids, observaram que a infecção pelo HIV não é mais uma infecção fatal, e terapia anti-retroviral moderno “transformou-o para uma doença crônica”. Ele acrescentou: “Deve ser reiterado que tomar medicamentos de HIV diariamente por tempo indeterminado é uma tarefa difícil, e tem social, bem como consequências médicas.”

    No início desta semana, o ator Charlie Sheen confirmou rumores de que ele é HIV positivo. Dr. Robert Huizenga, que é médico do Sr. Sheen, disse medicação diária do ator suprimiu o vírus e que ele é “absolutamente saudável”.

    Mas ainda há um longo caminho a percorrer na busca de uma cura para a doença. Dr. Ng explicou: “A razão é que o HIV é capaz de se esconder em um genoma humano normal … O nosso corpo humano tem trilhões de células Isto significa que é muito difícil de se livrar do vírus – é como procurar uma agulha em. um monte de feno. ”

    Dr. Leong acrescentou que o vírus sofre mutações muito facilmente, e não houve resultados consistentes apesar das negociações de usar transplantes de medula óssea ou terapia precoce agressivo.

    Mas ele continua a ser positiva. “Existe um termo chamado” controladores de elite “. Estas são as pessoas que têm HIV em si, mas o vírus é suprimida sem qualquer medicação. A imunidade tem uma maneira de lidar e suprimir o vírus”, disse ele. “Para mim, este é o santo graal. Rache o código, e induzir a mesma imunidade para o resto das pessoas com HIV, e nós ganhamos.”

    Embora a infecção por HIV não é mais uma sentença de morte, continua a ser um dos “maiores desafios de saúde pública significativos” do mundo, particularmente em países de baixa e média renda, disse a OMS. Estima-se que 36,9 milhões de pessoas viviam com o HIV em todo o mundo no final do ano passado.

    Prof Chan acrescentou: “(O maior mito de derrubar) é que ele não é mais um problema de saúde pública e que as pessoas podem se tornar complacentes taxas de infecção estão subindo novamente entre (homens que fazem sexo com homens) gays e outros HSH comunidades. todas as partes do mundo. ”

    Daqui para frente, de TTSH Dr. Ng disse que os investigadores estão olhando para melhorar as drogas. “Em muitos casos, as melhorias são para diminuir efeitos colaterais. A medicação já é muito potente, então não é tanto sobre o aumento da força”, disse ele. “A segunda área principal de investigação é de novas formas de administração dos medicamentos. Nós estamos olhando para injeções que podem durar três meses, em vez de ter o paciente tomar os comprimidos todos os dias.”

    http://yourhealth.asiaone.com/content/people-hiv-now-living-longer

  32. Positivo diz

    Gostaria de dizer a todos que a leitura do blog e dos comentários são extremamente animadores para quem se descobre soropositivo. Agradeço demais por essa feliz descoberta. Espero fazer boas amizades por aqui. Ainda não iniciei a medicação, estou aguardando os resultados de CD4 e CV, mas já estou preparado para as novas rotinas. Deixo meu e-mail para os que queiram manter contato

  33. Rodrigo Silva diz

    Pessoal, é haver diferentes comprimidos do 3 em 1?
    No meu primeiro frasco os comprimidos eram brancos, mas agora, no segundo frasco, são laranjas.

    • Cauã+ diz

      Rodrigo

      Existe duas empresas fabricantes do medicamento 3×1 que distribuem no Brasil
      O comprimido branco é da fabricante “Mylan”
      O comprimido laranja é da fabricante “Hetero”
      Fique tranquilo a composição e indicação são as mesmas.

  34. Confiante diz

    Todo mes é uma ‘descoberta’, isolaram isso, foi descoberto isso, teste disso….enfim, sempre o mesmo blah,blah,blah… temos que ter a conciencia que a industria farmacêutica investiu bilhões em pesquisas para chegar aos ARV’s que que temos hoje… só em 2050 essa investimento será pago…. portanto, a cura só depois de 2050, até vamos tomando os nossos comprimidinhos de boa…

  35. RittleBee diz

    Olá galera, boa noite. Gostaria de fazer amizades. Sou de Salvador, tenho 23 anos e tem menos de 3 meses que descobri estar com hiv, seria bom fazer amizade com quem já tem experiência com o tratamento e tal. Quem puder me chama no Kik ou então me adiciona em algum grupo.
    Kik: rittlebee

    Obrigado galera!!

    • resc diz

      Oi, Sou de Salvador tbm.. podemos fazer amizade, tenho 20 anos fui diagnosticado em Julho

  36. thami transsex diz

    Ola .sou transsex não operada e estou tomando o 3 em 1,a 6 meses . Sou casada a 3 anos meu marido não toma nada nem sente nada so que ele bebe todo final de semana … Também estamos com sifilis e não fomos medicados para sifilis .. As vezes fico mole cansada . Quando tomo o retroviral fico ótima não me deu nenhum efeito colateral quando estou disposta malho e tudo so que as vezes tou fraca … Creio que e por causa da sifilis … E difícil conta para pessoas que estou nessa condição pois aqui em Belém o preconceito e enorme . Não me prostituo vivo uma vida de dona de casa com meu marido isso deixa as pessoas mais frustradas principalmente gays frustrados que não tem amor próprio… Meu zap para pessoas que queiram se comunicar e 091980900184 e muito bom se abrir …

  37. Alexandre diz

    Confiante, vc não confia na cura? Vc não confia nos laboratórios? Não confia nos cientistas? Já sei, confiou na pessoa errada e se deu mal?!?! Kkkkkkkkk!

  38. Ao nosso amigo Alexandre, só porque a pessoa não toma a medicação, não quer dizer que ala vai sair contaminando outras, eu estou ciente da minha condição amigo, si é que da pra chamar uma pessoa que você de amigo, acho que nem de pessoa da para te chamar. Por esse tipo de preconceito que muitos de nós preferem o anonimato. Se ainda não tomo a medicação é porque a minha medica ainda não achou necessário, pois tenho sim um acompanhamento medico. Meu caro, não se deve julgar os outros por si mesmo.

    • Gil diz

      Liga, não. Esse escroto é o que há de pior por aqui. Um demente, nojento, asqueroso e jura que é o tal. Insegurança forte, sociopata metido a besta, ACHA QUE AGRADA. Vive atormentado porque não se conforma com o HIV, que é o de menos, numa alma tão podre.

  39. Sempre rola uns B.O’s aqui. Kkkk

    Voltando pra relatar que já não sinto mais efeitos colaterais do 3×1. Relatei há 5 dias que no primeiro dia tive alucinações bravas, senti o corpo mole, confusão mental, mas graças a Deus acabou. Confesso que até estou dormindo melhor nestes últimos dias e acho que tem a ver com o remédio. Pode ser somente pela tranquilidade de saber que já estou me medicando. Agora falta melhorar minha cabeça, pois ainda estou ficando muito abatido com a situação. Não posso reclamar, pois graças a Deus tenho um namorado que me ama, moro sozinho, não tenho que ficar fazendo malabarismo pra esconder remédios dentro de casa. Bola pra frente.

  40. luzia diz

    Pessoal não sou soropositivo mas gostaria de deixar uma mensagem a todos que fazem parte deste blog desejando muita fé em Deus e esperança no dia a dia….e orem bastante para que a cura dessa doença logo chegue..continuem com seus tratamentos rigorosamente, e continuem fortes psicológicamente para poderem lidar com essa doença que se Deus quiser um dia será exterminada..muita fé a todos💗👍

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s