Notícias
Comentários 39

Charlie Sheen revela ser HIV positivo


1280px-The_Hollywood_Reporter_logo.svg

No programa Today desta terça-feira, Charlie Sheen revelou que é HIV positivo. “Estou aqui para admitir que eu sou HIV positivo”, disse o ator. “Tenho que pôr fim a esta enxurrada de ataques, subverdades e histórias muito prejudiciais e volúveis, que ameaçam a saúde de tantos outros que poderiam estar mais longe da verdade.”

Em uma conversa com Matt Lauer hoje no estúdio em Nova York, Sheen disse ter sido diagnosticado com a doença cerca de quatro anos atrás e que soube que tinha HIV depois de enfrentar dores de cabeça, “enxaquecas enlouquecedoras” e “suar na cama por duas, três noites seguidas”. Ele contou que foi posteriormente hospitalizado, e explicou que chegou a pensar que tinha “um tumor cerebral e que estava tudo acabado.” Após uma série de testes, disseram-lhe que ele tem HIV.

“São três letras duras de aceitar.”

“São três letras duras de aceitar”, disse Sheen. “É um ponto de virada na vida de qualquer um.”  Quando perguntado sobre quantas pessoas ele contou da sua condição, Sheen disse: “Eu já contei para pessoas o suficiente, em quem eu achava que poderia confiar, para estar na posição e na situação em que estou hoje.” Sheen também revelou que estava pagando algumas pessoas que exigiam dinheiro para manter a notícia em segredo, “incômodos” que ele esperava acabar com sua aparição no programa matinal da NBC. Embora não tenha revelado quantas pessoas pegou, ele disse que era “o suficiente para trazer [a quantia que tinha pago] à casa dos milhões.”

“Hoje me libertei de uma prisão.”

“O que as pessoas esquecem é que esse é o dinheiro que eles estão tirando dos meus filhos”, disse Sheen. “Eles acham que é só comigo, mas eu tenho cinco filhos e uma neta.” O ator acrescentou que espera não ter de continuar a pagar as pessoas depois de sua aparição desta terça-feira. “Hoje me libertei de uma prisão”, disse ele, que também disse mais tarde que a sua situação financeira “não é das melhores”.

Depois de fazer seu anúncio, Sheen ainda voltou para mais dois blocos que chegaram a cerca de 30 minutos. No primeiro bloco, em que Sheen estava acompanhado por seu médico, o médico disse que Sheen “não tem aids” e é “saudável”, confirmando aquilo que Lauer chamou de “níveis indetectáveis do vírus em seu sangue.”

Mais cedo, Sheen disse que era “impossível” ter transmitido o vírus a qualquer pessoa, mas que teve relações sexuais desprotegidas com duas pessoas desde que foi diagnosticado, e alegou que estas pessoas estavam sob os cuidados de seu médico e “totalmente avisados com antecedência”. Embora Sheen tenha dito que não fez uso de drogas intravenosas, ele também disse que “não  tinha total certeza” de como havia contraído o vírus.

Lauer leu várias vezes uma carta que lhe foi enviada por Sheen, incluindo a parte que disse que seu diagnóstico o levou a cambalear no consumo de drogas, entre outros comportamentos. O coanfitrião do programa perguntou então a Sheen se o seu colapso público em 2011, no qual o ator falou sobre “vencer” e ter “sangue de tigre”, teria sido uma reação ao seu diagnóstico de HIV.

“Eu tenho a responsabilidade de melhorar a mim mesmo e de ajudar um monte de outras pessoas.”

“Eu gostaria de poder jogar a culpa nisso”, disse Sheen. “Isso foi mais de um comportamento agressivo. Talvez sob o embalo do diagnóstico”. Ele acrescentou: “Agora, eu tenho a responsabilidade de melhorar a mim mesmo e de ajudar um monte de outras pessoas. Espero que, com o que estou fazendo hoje, outros possam à frente e dizer: ‘Obrigado, Charlie. Agradeço por ter aberto esta porta!'”

O Today tinha anunciado que, em sua entrevista com Sheen, ele faria um “anúncio pessoal e revelador”, algo que vinha sendo comentado em vários relatos de que ele teria sido diagnosticado com a doença. Na segunda-feira, o National Enquirer revelou que Sheen é HIV positivo e Howard Bragman, publicitário de Hollywood e gerente de crises, disse à People que foi abordado por pessoas próximas a Sheen para lidar com a sua situação.


Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como: , ,

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

39 comentários

  1. Digo diz

    Sendo muito egoísta, esquecendo o drama pessoal do ator e pensando apenas nas consequências dessa revelação, imagino o lado A e o lado B da questão:
    1) O fato de uma pessoa famosa admitir em público e demonstrar que é possível conviver saudavelmente com o HIV pode ajudar a tirar um pouco do estigma da doença.
    2) O fato de uma pessoa famosa, notoriamente promíscua, usuária contumaz de drogas ter contraído o HIV pode reformar o estigma sobre as pessoas que contraem o vírus.
    São coisas contraditórias, mas toda moeda tem dois lados.

    • Acho que depende muito de como a mídia vai abordar a questão. Assisti a entrevista ao vivo, e percebi que a emissora foi bem correta na abordagem: utilizou os termos corretos, não falou em nenhum momento que ele estava “doente” (isso foi o que mais me impressionou)…
      Infelizmente, outros veículos não são tão corretos, e, no sensacionalismo da coisa, já começaram a falar sobre AIDS, doença, morte, drogas, promiscuidade. E as pessoas, nos seus comentários (nem sei pra que li) também já despejaram toda sua ignorância. Ignorância essa que, inclusive, não muda com o acesso à informação que acabaram de ter: o médico ali falando que o ator está indetectável, saudável, que não transmite o vírus, e as pessoas logo abaixo desfiando todo o rosário de pré-conceitos que conhecemos muito bem.
      Como um todo, e a longo prazo, porém, acredito que essa “saída do armário” dele pode ser um ponto positivo (temos que ser otimistas, afinal). Não temos hoje ninguem da grande mídia assumindo sua condição sorológica, e as a referências ainda são Freddie Mercury, Cazuza, Renato Russo (engraçado que ninguém parece se lembrar de Magic Johnson, que está muito bem de saúde).
      Seria muito interessante mais saídas do armário como essa, pra desmistificar a coisa toda, trazer pra realidade, pras pessoas enfim perceberam que nós, soroposotivos, estamos inseridos na sociedade como qualquer outra pessoa. Pode ser ingenuidade minha, mas que sabe né… “You may say, I’m a dreamer / But I’m not thr only one”.

  2. DD+ diz

    http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/droga-contra-alcoolismo-pode-ajudar-no-combate-ao-hiv-18069347

    RIO — O dissulfiram é uma droga bastante utilizada no tratamento do alcoolismo, mas suas propriedades estão se mostrando fundamentais no combate ao HIV. Testes clínicos conduzidos por pesquisadores dos institutos Peter Doherty para Infecção e Imunidade e The Alfred, na Austrália, em parceria com a Universidade da Califórnia, nos EUA, demonstraram que o medicamento é capaz de ativar cepas do vírus escondidos no organismo, feito considerado essencial na busca de uma cura para a Aids. O estudo foi publicado nesta terça-feira, na revista científica “The Lancet HIV”.
    — O teste demonstrou claramente que o dissulfiram não é seguro para o uso e não tóxico, e pode ser a virada no jogo que nós precisávamos — disse Sharon Lewin, professora da Universidade de Melbourne e líder das pesquisas. — A dosagem de dissulfiram que usamos provocou mais uma “cócega” que um “chute” no vírus, mas isso deve ser suficiente. Apesar de a droga ter sido ministrada por apenas três dias, nós vimos um aumento da presença do vírus no plasma, é que é muito animador.
    Participaram dos testes 30 pacientes com HIV positivo. Eles receberam o dissulfiram junto com a terapia antirretroviral, em doses crescentes, pelo período de três dias. Quando a maior quantidade foi aplicada, percebeu-se evidências que o HIV dormente foi ativado, mas sem efeitos colaterais.
    O estado de latência é considerado uma das principais barreiras na busca por uma cura do HIV. A terapia antirretroviral consegue fazer com que células infectadas parem de replicar o vírus, mas assim que o paciente para com os medicamentos, a infecção reaparece. Por isso, pesquisadores apostam na estratégia “chutar e matar”, que consiste em “acordar” o vírus durante o tratamento.
    — O próximo passo é fazer essas células morrerem. Acordar o vírus é apenas o primeiro passo para eliminá-lo — disse Julian Elliot, diretor do departamento de doenças infecciosas no The Alfred. — É um passo muito importante termos demonstrado que podemos acordar o vírus dormente com medicamentos seguros que são fáceis de ingerir uma vez por dia. Agora, nós temos que trabalhar em como acabar com a célula infectada. Um empurrãozinho no sistema imunológico deve ajudar. Nós temos muito a aprender sobre como erradicar esse vírus muito esperto.
    Estimativas apontam que 34 milhões pessoas já foram vítimas de doenças relacionadas ao HIV. No fim do ano passado, existiam cerca de 36,9 milhões de infectados em todo o mundo.

  3. DD+ diz

    acredito eu que houve um erro de digitação na matéria no segundo paragrafo: “— O teste demonstrou claramente que o dissulfiram não é seguro para o uso…” Acredito que pelo contexto ele é seguro sim e não toxico. 😉

    #VidaQueSegue

  4. Li algumas matérias na internet e encontrei tantos comentários preconceituosos que me embrulhou o estômago. É notório o estigma, o preconceito das pessoas.. pouco encontrei quem dissesse alguma coisa interessante. A maior doença sem dúvida é o preconceito. Tantas pessoas que por medo deixam de fazer o teste, ou não procuram se informar sobre o assunto. Muita alienação!

    • Gil diz

      Se o brasileiro já era curtinho e ignorante, nos últimos anos, com o culto ao medíocre, com o emburrecimento das mídias e das salas de aula, o que vemos nos comentários (principalmente do mais lido, o site globo.com) é algo pútrido, a alma humana sendo uma coisa e do brasileiro médio, medíocre, provando que é quase inumano, tamanha a burrice, maldade e falta de informação. Ler os comentários sobre HIV é pedir pra ficar puto!

      • Confiante diz

        Verdade, chega a ser bizarrro os comentários da sociedade brasileira. E como pode pessoas serem tao ignorantes sobre o portador do virus hiv? Ocorre que nao há uma campanha nacional para tirar o estigma. A maioria dos comentarios sao de pessoas com um conceito do HIV de 20 anos atras.

  5. Paraense + diz

    Eu achei bonito o gesto de Sheen , porém , não teria coragem de revelar para mais parentes e amigos da minha condição.

  6. DD+ diz

    http://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/proteina-da-banana-combate-virus-da-aids-hepatite-e-gripe-17849422

    Proteína da banana combate vírus da Aids, hepatite C e gripe
    Estudos alimentam esperança para criação de medicamento antiviral amplo

    RIO — Os benefícios do consumo de bananas são bastante conhecidos, mas novos estudos apontam que uma proteína encontrada na fruta, batizada como lectina da banana (BanLec), pode ajudar na criação de medicamentos usados no combate contra infecções virais. A substância é capaz de ler “códigos de açúcar” em células e vírus. Esses códigos são usados na comunicação das células do corpo para se comunicarem, mas que são sequestrados por vírus e outros invasores.
    Há cinco anos, estudos demonstraram que a BanLec era capaz de impedir que o HIV invadisse as células do corpo, mas também causava efeitos colaterais tão graves que limitava o seu uso medicinal. Um novo experimento, publicado nesta quinta-feira na revista científica “Cell”, demonstra a criação de uma nova forma da BanLec, que ainda combate vírus em cobaias, mas não provoca irritações e inflamações indesejadas.
    — O que nós fizemos é excitante porque existe o potencial da BanLec para o desenvolvimento em um agente antiviral de amplo espectro, algo que não está disponível clinicamente para médicos e pacientes atualmente — disse David Markovitz, professor na Escola de Medicina da Universidade do Michigan e coautor do estudo. — Mas também é excitante ter criado pela engenharia uma molécula de lectina pela primeira vez, pelo entendimento da sua estrutura.
    Pelo estudo da estrutura da BanLec, os pesquisadores conseguiram identificar a parte da molécula responsável pelos efeitos desejados e indesejados. Então, eles construíram em laboratório uma nova versão da BanLec, chamada H84T, mudando ligeiramente a sua genética. Como resultado, uma nova forma da BanLec que combate vírus causadores da Aids, hepatite C e influenza em amostras de sangue e tecido, sem causar inflamação. Os cientistas também demonstraram que a H84T BanLec protegeu um rato contra o vírus da gripe.
    Os esforços para o entendimento e reconstrução da BanLec contaram com a participação de 26 pesquisadores de cinco países, com financiamento de fundações e do governo americano e de países europeus. Com técnicas modernas de raio-X, eles analisaram a localização exata de cada átomo na proteína, que ajudaram na compreensão de como a BanLec se conecta tanto aos vírus como às moléculas de açúcar na parte externa das células.
    Esse entendimento permitiu a alteração no gene de forma a manter essa característica, de manter os vírus fora das células, mas sem disparar respostas do sistema imunológico. A nova versão da BanLec tem uma estrutura a menos em sua superfície para açúcares, chamada como “chave grega”. Isso torna impossível que açúcares dos linfócitos T se prendam à proteína, mas ainda permite que a BanLec se agarre aos açúcares na superfície dos vírus.
    Apesar dos resultados promissores em laboratório, testes em humanos ainda exigem alguns anos de pesquisas. Mas os cientistas estão confiantes no desenvolvimento de drogas que funcionem contra vários tipos de vírus e contra vírus que se modificam rapidamente, como o influenza.
    — Melhores tratamentos contra a gripe são urgentes — disse Markovitz. — O Tamiflu é apenas modestamente efetivo, especialmente em pacientes em estado crítico, e o influenza pode desenvolver resistência contra ele. Nós esperamos que a BanLec possa se tornar útil em situações como respostas contra emergências pandêmicas, onde a causa precisa de uma infecção é desconhecida, mas a causa viral seja suspeita.

    #ComerBanana

  7. Confusa diz

    Será verdade está história do remédio contra o alcoolismo e da banana? Seria bom né? Bem simples.

    • Deivid diz

      Eu li que a monolaurina pode auxiliar no extermínio do HIV no corpo humano (em estudo) . Esse componente é derivado do ácido láurico, presente no óleo de côco. Talvez a combinação de monolaurina com dissulfiram possa ser uma esperança.

  8. Matheus diz

    Espero que ele continue seu trabalho em séries e filmes com bom humor e mostre que o hiv é uma doença q se tratada não vai nos fazer mal…sempre pensei que poderia existir um comediante soropositivo que utilizasse de um certo “humor negro” pra falar sobre o hiv, acho que assim diminuiria um pouco do peso dessas três letras como ele mesmo fala.

    • Positiva e Feliz! diz

      Seria muito legal se o Charlie Harper reaparecesse no Two and a Half Man… como soropositivo!
      Um roteiro cuidadosamente criado poderia combater o preconceito e, ao mesmo tempo, servir como conscientizador e mostrar o lado b da promiscuidade, tão exaltada no seriado.

        • ROCK HUDSON diz

          Não. Mostrar que quem é promíscuo tem mais chances de pegar HIV. Ou isso não é verdade? A mídia também precisa quebrar um pouco do politicamente correto. Por exemplo, é fato que Gays contraem mais HIV que os héteros, e isso todavia nunca é realssado. Se fosse , seria um alerta a mais para eles.

  9. Gil diz

    Vou pensar agora em tomar a bebida típica das colônias alemãs do norte catarinense, a pinga de banana, para depois tomar um anti-alcoolismo e me proteger duplamente….
    Banana, yakult (não acho, só os genéricos), vitaminas, própolis, geleia real, ômegas…
    Bem… uma vitamina de yakult com banana e própolis cai bem (mas ainda pensando na pinga de banana)

    • Digo diz

      KKKKK… é isso aí, Gil… e não se esqueça de tomar um chazinho de mutamba pra ajudar na digestão…

      • Paraense + diz

        CHÁ DE MUTAMBA HIV ELIMINATOR TABAJARA. ESSE VAI BUSCAR O VÍRUS NOS RESERVATÓRIOS MAIS LONGÍNQUOS , PEGA O BICHINHO NO LAÇO, É CURA GARANTIDA !!!. MAS UM PRODUTO DAS ORGANIZAÇÕES TABAJARA !.KKKKKKKKK… SÓ RINDO MESMO!.

  10. M. diz

    Bom dia pessoal, desde antes de eu ser diagnosticado c/ HIV eu tenho alguns linfonodos que me irritam, eles doem um pouco (debaixo do queixo e cervical baixo). Alias foi isso que me fez descobrir o HIV, mas eles não tem relação com HIV. Isso pq eu tive linfonodos no mês 06.2014 e fiz exame no mês 11.2014 negativo para HIV, mas infelizmente fui diagnotiscado no mês 04.2015 para HIV tbm. Bom meu infecto tratou apenas o HIV e nunca deu muita bola para um exame de toxoplasmose que eu fiz e nem para esses linfonodos. Eu voltei no hematologista para verificar esses linfonodos recentemente, pois eles realmente me incomodam um pouco e ele pediu alguns exames, entre eles toxoplasmose (meu hematologista diz que não tem característica cancerigena esses linfonodos e que ele acredita ser viral)…. e vejam:

    TOXOPLASMOSE IgG
    Resultado: > 200,0 IU/mL

    TOXOPLASMOSE IgM
    Resultado: 0,70

    Mas eu não sei muito bem interpretar isso, alguém aqui entende? Se puderem me ajudar, mas eu acho que isso significa que é reagente né. Abraço!

  11. Zimba diz

    M.,
    o que conta é o Toxoplasmose IgM.
    O IgG serve somente como cicatriz, informando que vc já teve!
    Se o IgM consta abaixo da taxa (acho que é 1,0) , significa que vc não tem mais!

  12. M. diz

    Então Zimba, no exame está assim:

    Valores de Referência
    Menor que 0,50…….: Não Reagente
    Entre 0,50 a 0,59….: Indeterminado*
    Maior ou igual a 0,60: Reagente

    😦

    • IgG é a imunoglobulina de infecção tardia, geralmente ela fica reagente durante toda a vida. Já IgM reagente é um marcador de infecção recente. Um resultado IgG reagente e IgM reagente significa que a sua infecção por toxoplasmose ocorreu a um tempo suficiente para já aumentar o IgG (no mínimo 2 semanas) porém ainda não deu tempo do IgM voltar ao normal. O mais indicado seria agora fazer um teste de Avidez para esclarecer ao certo o ciclo da infecção (se uma infeção já tardia que já está se convalescendo, ou se uma infeção ativa ainda).
      Acredito que o HIV ainda pode ser mais uma variável nessa periodicidade pois pode ser uma infecção tardia que reativou devido a alguma baixa no sistema imune, só o teste de avidez para informar melhor e tb o parecer de um infectologista investigando a história clínica.
      Mas provavelmente esses lifonodos são reativos devido a infecção viral, provavelmente pela toxoplasmose mesmo. Em caso de dúvidas, exames de imagem podem ser úteis bem como uma biópsia.

      • M. diz

        Obrigado lis4ndro, vou ver o que meu infecto diz no meu retorno em janeiro. O hematologista pediu para fazer um novo ultrasson, mas ele me deixou tranquilo, pois informou que a característica é totalmente inflamatória, pois os linfonodos estão móveis e realmente de aspectos infecciosos. Na verdade passei por 3 médicos que disseram isso, meu infecto, o hematologista e também minha endocrinologista. Mas de qualquer forma não custa nada fazer o ultrasson, realmente a gente fica meio preocupado depois do susto de um diagnostico positivo. Obrigado por sua orientação. Abraço!

  13. Mutatis Mutandis diz

    Tomara que Charles Sheen venha participar desse blog também….

    Digo a todos que não vai demorar muito pra o HIV chegar em todas as camadas sociais…não me refiro a pobres e ricos, mas a atletas, estrelas, religiosos, casados héteros (eu!), casados gays, gays, solteiros, idosos, políticos, cientistas, santos (isso mesmo, santos! A propósito, sou católico praticante!), empresários, empregados, gênios superdotados, enfim….)

    Você pode estar pensando assim: ” – Mas já é assim…”, e eu lhe digo que apesar de já ser assim, isso não vinha se revelando.

    Não tem mais como calar o HIV, senhoras e senhores!

    Se a exceção (que é ter HIV) não for vencida, ela vai se tornar regra! Não adianta distribuir preservativos, não adianta educação sexual…tudo isso tem seu valor, mas não vai barrar o HIV!

    Todos sabem que se jura fidelidade para o outro (no altar ou não) , mas mesmo assim as doenças sexuais jamais se erradicaram! Se conseguiu a cura da Sífilis, da gonorréia, e de outras, mas mesmo assim continua se contraindo as “doenças do mundo”.

    Por que será? Porque sexualidade é FODA (literalmente, perdoem o trocadilho!). É dificílimo de combater, aliás não se combate, é uma área complicada demais que atua em todo seu ser, haja vista os estudos de Freud (não sou psicanalista da corrente “A” ou “B”, tô nem aí mas sei que é assim…)

    Aguardo de camarote (naturalmente com meus ARV’s é claro!) o despertar de fato das forças públicas e privadas (sim,privadas! Quem descobrir a cura do HIV vai lucrar muito mais do que décadas de vendas de ARV’s, por favor não pensem pequeno tipo esse povo da “Teoria da Conspiração”…sejamos inteligentes!)

    Imaginem que se fosse pra manter os níveis de pesquisa onde estão se poderia parar nesse patamar que já estava bom demais…os soropositivos com suas vidas quase normais…pra que avançar?! Mas os cientistas sabem da grana que os espera, do glamour da descoberta…procurem ver o patrimônio do Robert Gallo antes e depois do HIV!

    E quantos de nós não fomos beneficiados por esses seres humanos que vivem de pesquisar e estudar, de buscar o impossível…é lícito que enriqueçam! Quem se destaca em sua área geralmente ganha muito dinheiro, não é assim?!

    É esse cenário que tentei descrever acima (certamente minha redação não é um primor como a do nosso JS) que me leva a enxergar esse RETORNO TRIUNFAL DO HIV, não será do dia pra a noite, mas que ele está acontecendo é inegável! Tenho certeza que os Grandes Homens e Mulheres (do poder publico e privado) têm esse entendimento, quiçá possam não concordar unânimemente, mas que têm esse entendimento, isso têm!

    Charles, bem vindo ao clube! Deus nos proteja de nossa maldade!

    P.S. Ele ganhava US$ 1.000.000,00 por episódio do Two and a half man e ainda diz que tá ficando liso?! Meu Deus…rsrsrsrs! Povo pra gastar dinheiro….

  14. Triste + diz

    Olá pessoal boa tarde!
    Sei que nesse post (talvez) não seja o momento oportuno para estar comentando sobre resultado de exames, mais preciso muito da ajuda de vocês, visto que só tenho infectologista marcado somente para o mês de dezembro.
    Quando descobri minha sorologia em abril desse ano e realizei os primeiros exames o resultado foi o seguinte:
    Cd4:
    a) %cd4+(cd3+cd4+/cd3) : 53,31% referência: 27 à 57%
    b) auxiliadores cd4 (cd3+cd4+): 1037 células/ul referência: 410 à 1590.

    Carga viral:
    a) resultado: 4,60 log cópias ml
    b) resultado: 39873,00 cópias/ml

    Depois de um determinado tempo de tratamento, no dia 03 de novembro fiz outros exames e o resultado foi o seguinte:

    Cd4:
    a)%cd4+(cd3+cd4+/cd3) : 63 % referência: 27 à 57%
    b)auxiliadores cd4 (cd3+cd4+): 667 células/ul referência: 410 à 1590.

    Carga viral:
    Não detectado log cópias e não detectado cópias/ml

    Cd8:
    a) % cd8( cd3+cd8+/cd3+) : 31% referência: 14 à 34%
    b) Supressores cd8( cd3 +cd8+): 333 células /ul referência: 190 à 1140 células / ul

    Vcs poderiam me ajudar na interpretação do exame? Pq a % cd4 ( 63%) é maior q da referência (57%)? É comum o cd4 baixar muito em relação do primeiro exame feito? O q significa HIV – quantitativo por PCR não detectado? E sobre o cd8 o q significa isso? Qual seria a opniao de vcs em relação a esses resultados? Será q poderiam me ajudar?

    Agradeço a todos de coração e desculpe o incômodo. É q realmente fico muito preocupado.
    Abraços a todos.

    • Anderson diz

      Comigo também acontece isso meu médico diz ser importante uma escala entre os numeros os resultados podem ser influenciados por fatores como estresse, alimentação inadequada , preoupações , o ambiente influencia e muito mas mediante algo muito discordante é recomendável refazer sim os exames e qualquer coisa uma nova rotina de tratamento.

  15. Positiva e Feliz! diz

    De verdade? Agora ele podia aproveitar para por atrás das grades todos os pilantras que o chantagearam.

  16. Paulo Roberto diz

    Pessoal, boas!!!
    Eu tenho consulta marcada para janeiro. Ocorre que, de um tempo para cá, estou tendo refluxo… Às vezes acordo à noite, tossindo muito, parece que tem uma coisa estranha na minha garganta… Faço vômito e fico enjoado o dia inteiro.
    Fui a um médico e ele me receitou dois remédios: DOMPERIDONA e Pantoprazol.
    Até comecei a tomar, mas li a bula e fiquei em dúvida: estes remédios podem ser tomados por quem faz tratamento com o coquetel???
    Como já disse, eu tenho infectologista marcado só para Janeiro… E queria muito me livrar do refluxo o mais breve possível. Será que alguém aqui no Blog já passou por isso, e poderia me ajudar?
    Obrigado
    Paulo Roberto

  17. Luciano diz

    Essa história veio bem a calhar.. estou me relacionando com um cara há alguns meses e no inicio me deixei levar pelo porra do tesão e fizemos 2 vezes sem prevenção, isso está me enlouquecendo desde que aconteceu, pois não conversamos sobre HIV e pedir pra ele fazer um teste é algo fora de cogitação… penso que se fizer isso e ele tiver infectado pode me culpar.. o caso é que há tempos sou indetectável e algumas pesquisas dizem que o risco de infecção é pequeno, sou passivo na relação e em nenhum momento pensei em vingança ou algo como os carimbados fazem.. foi um lapso que não se repetiu desde então. Alguém já passou por isso? Penso como poderia ter certeza que não o infectei.. desde então tenho adoecido e sei que é pela preocupação de ter sido tão irresponsável.. Fui contaminado por um rapaz que deve ter pego com travestis e passou a contaminar os gays como forma de vingança.. fui fraco em ter cedido a sua pressão, ser soropositivo me fez remodelar completamente minha vida, não quero pensar que fui responsável em ter infectado essa pessoa que tanto estou amando… Alguma ideia criativa de o que poderia fazer para tirar esse fantasma da minha cabeça? pois caso o tenha infectado, ele precisa começar o tratamento o quanto antes! Gratidão desde já aos que comentarem sobre…

  18. Fraternal diz

    Acho que essa revelação só veio mostrar o qto somos desinformados e qto de preconceito ainda existe. Uma verdadeira caça às bruxas!
    Se o Sheen viveu de forma irresponsável, problema dele! Se de maneira consciente expôs alguém, que seja julgado por isso. Contudo, até agora, vejo apenas especulações e uma forma de transformar isso num show.
    Qtos outros artistas, “mais recatados”, também são portadores do vírus e preferem se esconder?! Qtos outros terão coragem de vir a público?! Qtos preferem se omitir, sendo que poderiam ajudar?!
    Como diz a campanha… AIDS não tem cara!
    Vi grandes ídolos morrendo em decorrência da AIDS e isso veio como um alerta. Hoje, essas revelações, servem como alerta e, principalmente, como uma forma de mostrar que existe vida após a contaminação, que, em fazendo o tratamento, a vida é normal e a possibilidade de adoecer e transmitir fica bem reduzida.
    Enfim, fico muito triste de acompanhar o desdobramento desse caso. Acabo entendendo o pq do esconder a condição, limitar a informação.

  19. Anderson diz

    A única coisa que posso dizer é que este Senhor não me representa !!! Muitas acusações de sexo sem camisinha após a descoberta do vírus , enfim, transar sem camisinha é escolha mas saber e permitir que outro possa vir a se contaminar é crime , já perdeu e vai perder muito dinheiro ainda.

  20. sandra s diz

    Ola pessoal gosto muito de ler e aprender muito com vces eu era casada e meu marido me traia chegou ir embora de casa. E eu conheci um rapaz bebi e sai uma vez com ele .falaram pra mim que ele tinha hiv .ele morreu. Depois de 6 anos eu fui fazer exame eu fiz 7 exame de hiv e deu não reagente mais mesmo assim eu tenho dúvidas o exame foi architec hiv 1 e2 alguém pode me ajudar obrigado

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s