Notícias
Comentários 50

Dolutegravir é adicionado ao SUS

O Diário Oficial da União (DOU), na página 42, seção 1, nº 207, de quinta-feira, 29 de outubro de 2015, torna pública a decisão de incorporar o medicamento Dolutegravir sódico para 3ª linha de tratamento da infecção pelo HIV (vírus da imunodeficiência humana) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Anúncios

50 comentários

  1. cris diz

    3linha??? Aqui em Portugal é de primeira linha…. E assim devia ser….

    • Maxwell diz

      Significa que eles não oferecerão essa medicação como primeira opção. A pessoa teria que ter passado por pelo menos 2 outras combinações anteriormente e que não houve sucesso no controle do vírus ou devido ao mesmo já ter se mostrado resistente aos já usados pelo paciente.

  2. farmacêutico diz

    Boa tarde!

    Este medicamento é sem duvida a melhor opção do mercado, no link abaixo esta um resumo da conferencia em barcelona, que apresentou alguns estudos animadores sobre monoterapia e terapia duo com este medicamento, apesar de este estudo ainda ter de caminhar mais uns 2 é possível que em um futuro não muito distante a terapia posa deixar de ser 3X1 para mono o ou duo.

    fonte:

    http://www.thebodypro.com/content/76594/why-dolutegravir-might-get-us-closer-to-ending-aid.html?ic=wnhp

  3. Luiz Carlos diz

    E eu falando que só ia acontecer em 2020… Bom, eu já estou na 2a linha e meu médico é muito parceiro, então posso ser um dos próximos a pular para DTG 😀

    • Victor diz

      Carlos, vc tem quantos anos de tratamento e quanto tempo levou pra passar da primeira para segunda linha? Se quiser responder, poderia falar como estar seu CD4 e carga viral?

      • Luiz Carlos diz

        Victor, tenho 6 meses de tratamento, mas tive depressão maior associada ao Efavirenz, então com 5 meses troquei por Atazanavir (e a diferença já no segundo dia após a troca foi enorme). Não troquei por falha virológica (logo, posso voltar ao esquema 3×1 novamente no futuro, caso ache válido), e quem negativou meu comentário provavelmente deve ter pensado que estou brincando com os medicamentos, mas não é bem assim.

        O fato é que, a partir do momento em que um medicamento é integrado ao SUS para tratamento de HIV, o paciente tem o direito de escolha. Os médicos são indicados a seguir as linhas de tratamento que o governo oferece, mas a escolha final é sempre do paciente. Eu estou muito bem com o Atazanavir, mas se eu decidir em conjunto com o meu médico que o DTG é melhor, eu posso solicitar a troca e se o governo se negar, cabe processo. Claro que existe uma série de meios para se fazer isto, e no momento não pretendo sair do Atazanavir.

        Minha CV é indetectável desde a 3a semana de tratamento, comecei com CV de 350 e CD4 de 606 (27,0%). Hoje, 6 meses depois, estou com CD4 de 556 (31,2%), já dentro dos valores de referência.

        Abraços!

        • Luiz Carlos diz

          Obs.: erro meu, Atazanavir é um tratamento alternativo de 1a linha. Abraços.

        • FG-PR diz

          Também uso Atazanavir+Ritonavir+Lamivudina+Tenofovir e estou muito satisfeito com essa combinação, não sinto absolutamente nada e o maior benefício é poder tomar pela manhã, tomo no café da manhã e não preciso me preocupar o teto do dia, se saio à noite posso tomar minha cerveja sem problemas e voltar pra casa a hora que eu quiser, só terei que acordar às 07:00 pra tomar a dose do dia seguinte.
          Sobre poder escolher concordo com o amigo, minha infecto me mostrou todas as opções e é os benefícios e o malefícios de cada uma e eu decidi por essa combinação. O problema é que a maioria dos infectos não dão essa opção, empurram logo de cara o Efavirenz por ser a combinação indicada pelo SUS e a mais barata. Nós temos direitos, e se um dia tiver algum problema com essa combinação nem que eu tenha que ir a justiça mas solicitarei a melhor combinação que tiver.

          • Luca diz

            Eu tbm faço uso do Atazanavir. E está sendo ótimo, muito melhor que o Efavirenz. O único problema é que meus olhos ficam amarelados, o de vcs tbm? Já estou no 5o mês e esse efeito ainda persiste. Alguma dica?

            • FG-PR diz

              É só beber bastante água todo dia, se eu ficar um dia sem beber pelo menos 2 litros de agua meus olhos começam a ficar amarelados. Uso a 1 ano e 3 meses e com o tempo esse efeito vai diminuindo.

          • Seth diz

            Infelizmente o Atazanavir/Ritonavir me deu diarreia e icterícia, não suportei. Voltei pro Efavirenz.
            Essa semana vou procurar um psiquiatra e ver uma outra opinião de infectologista, pois temos que desenvolvi depressão ou tag. A insônia melhorou.

        • Edy diz

          Ola Carlos gostaria de saber mais sobre assunto do hiv aonde eu vou minha médica não é muito de conversar fala muito pouco quem fala mais sou eu ela so balamça a cabeça quando eu fiz o exame estava com 74mil viros meu Deus quase cai de costa me deu uma tontura comecei a chorar e não parava mais depois a médica falou porque estava chorando se era uma carga pequena que ela ja viu gente com até mais de 1 milhão meu CD4 esta 478 mais como o governo fez uma lei que assim que fosse detectavel o hiv ja era pra começar o tratamento nos primeiros dias fiquei um pouco mau mais foi passando com o tempo tive depressão chorava muito mais acho que era por folta de conhecimento não tive reação nenhuma so tonturas no começo que hoje não tenho mais graças a Deus ja estou indetectavel espero ficar assim por muito tempo quem sabe a Deus até que descubra a cura então esse é o meu e-mail se vc souber de noticias novas so me mandar ficarei muito grato.

          Atenciosamente: Edy

    • Edy diz

      oii ainda não entendi sobre 1º linha 2ºlinha ou 3º linha isso quer dizer o que pois eu comecei o tratamento em 10 de novembro de 2014 quer então que eu estou na 1º etapa se poder me responder essa perguntas e outras que tenho so entrar em contato no meu e-mail edioedipo@yahoo.com.br

  4. Casal diz

    Também temos dúvidas do que significa primeira, segunda, etc… linhas. Seja qual for o medicamento, mesmo tomando certinho ele só vai durar um tempo, é isso? Vai chegar o momento que o vírus cria resistência e tem que trocar a medicação? Ficaríamos muito gratos se alguém puder esclarecer isso. Uma boa noite a todos.. abraços amigos!

    • Luiz Carlos diz

      Casal, os tratamentos de 2a e 3a linha são tratamentos de recuperação para quem, por algum motivo, pulou mais doses do que o organismo conseguiria suportar ou parou de tomar o medicamento sem substituí-lo por outro. Ao esquecer doses (não necessariamente uma, mas depende muito da pessoa), o vírus começa a se replicar e cria resistência, aí é necessária a alteração para terapias secundárias ou terciárias.

      No meu caso, eu nunca deixei de tomar uma dose, porém tive sintomas de depressão maior com o Efavirenz. Tentei insistir por alguns meses achando que os sintomas iriam passar, mas foram se agravando, até que meu psiquiatra entrou em contato com meu infecto e sugeriu a alteração da medicação. Eu mudei para um tratamento de 2a linha sem perder nenhuma dose, com CV indetectável e CD4 bom (indica boa aderência da medicação). Em casos assim, nada me impede de, no futuro, voltar ao esquema anterior (não que eu pretenda voltar, mas é possível).

      Já em casos em que a pessoa esquece a dose até o ponto em que o organismo cria resistência (o vírus começa a se multiplicar mesmo com a medicação, CV começa a subir e CD4 começa a cair novamente), aí é necessária a terapia de recuperação com alteração de medicamento, visto que o vírus já se tornou resistente ao medicamento anterior.

      • Casal diz

        Obrigado pela atenção e por ter respondido Luis Carlos. Entramos essa semana no 4º frasco do 3 x 1, final do mês passado fizemos exames para ver como está CV, e CD4, e outras coisas, por isso o medo as vezes, por não saber se está funcionando bem, em pensar que pode funcionar um tempo depois o vírus criar resistência, essas coisas todas.. Mas se Deus quiser vai estar tudo bem, e vamos seguir o tratamento, se cuidando e vai dar tudo certo como a maioria.. 🙂 Mais uma vez obrigado por responder. Um Abração!!

    • gatoguerreiro diz

      Respondendo ao Casal…Sobre efetividade do tratamento ☺

      Esse percentual de 25% que se refere a falha terapeutica esta FORTEMENTE ligada a questao da adesao ao tratamento, ou seja, falta de disciplina e regramento quanto a administracao da medicacao no horario certo, esquecimento…Isso causa a resistencia ou falha virologica. Sobre o 3×1 eu tomo ele ha 5 meses, sendo que em 3 meses eu estava INDECTAVEL. A minha manicure que toma ARV ha 8 anos, ela hoje esta usando o 3×1 :). O que eu quero dizer… se voce faz a administracao correta, comecou a terapia sem ter ficado com a imunidade baixa e cv hiper elevada… Fique tranquilo que voce pode manter este esquema por muitos e muitos anos… A nao ser que algo melhor esteja disponivel, por exemplo, o Dolutelgravir que causa menos impactado nas enzimas do figado, aumento de triglicerideos… Ai sim, voce troca 🙂
      Fique tranquilo! No inicio do tratamento eu ficava buscando informacoes sobre validade do uso de um ARV… com medo que fosse por pouco tempo e teria que chegar ao ponto de tomar 10 cp ao dia… e que faltaria opcoes…
      Enfim, a vida continua mesmo… O HIV eh uma informacao ao meu respeito. Porem como nos aqui somos conscientes, ou seja, tomamos a nossa medicacao… vivemos as nossas vidas… amamos… trabalhamos… estudamos… A vida segue amigao! E esses fantasmas que surgem no inicio da descoberta… a avidez por informacao que nos console… a negacao… o medo…. vao embora e fica tudo bem 😊

    • gatoguerreiro diz

      Respondendo ao Casal…Sobre efetividade do tratamento ☺

      Fique tranquilo! No inicio do tratamento eu ficava buscando informacoes sobre validade do uso de um ARV… com medo que fosse por pouco tempo e teria que chegar ao ponto de tomar 10 cp ao dia… e que faltaria opcoes… Esse medo se dissipa quando vc faz a seu teste de carga viral e ve que esta INDECTAVEL e o teu CD4 aumentando. Um alivio enorme. Dai a partir disso a vida entra nos eixos.
      Portantp, como a vida continua mesmo… O HIV eh uma informacao ao meu respeito. Porem como nos aqui somos conscientes, ou seja, tomamos a nossa medicacao… vivemos as nossas vidas… amamos… trabalhamos… estudamos… A vida segue amigao! E esses fantasmas que surgem no inicio da descoberta… a avidez por informacao que nos console… a negacao… o medo…. vao embora e fica tudo bem 😊

  5. Pedro diz

    Boa noite pessoal, como estão? Peço também que quem souber explicar sobre o que é essa história de “linhas” de tratamento, ficaria muito grato! Inclusive gostaria de saber também se existe algum lugar que possamos consultar os nomes das combinações de primeira, segunda, terceira linha e assim por diante. Desde já agradeço. Beijos no coração de cada um de vocês e fiquem com Deus!

    • Luiz Carlos diz

      Você pode consultar todas as informações no Protocolo Clinico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT). Sobre as linhas de tratamento e medicamentos em cada linha, está disponível no site http://www.aids.gov.br/pcdt/7 (no momento fora do ar, pois acredito que estejam atualizando as informações).

  6. RMS diz

    esse remédio substitui o 3×1? como funciona ? quais os procedimentos?

    • Paulistano Positivo diz

      Não substitui. O uso dele ainda é combinado com outras duas drogas. Porém, existe um estudo chamado Hypo-Dolu que verifica a eficácia desse medicamento para ser usado como monoterapia em doses espaçadas.

    • Luiz Carlos diz

      Não substitui. Ele é um Inibidor de Integrase assim como o Raltegravir, e aqui no Brasil será utilizado somente como 3a linha de tratamento por enquanto, ou seja, a pessoa ter falhado duas vezes em tomar a medicação da forma certa, e o vírus ter criado resistência a dois outros núcleos de medicação. O 3×1 é o tratamento preferencial de primeira linha.

      O “agito” que tem se feito por causa do Dolutegravir é por conta de ele ter mostrado maior eficácia no combate do vírus com menores efeitos colaterais, além de alguns estudos sugerirem que ele pode ser utilizado em combinação com apenas mais uma droga, e em alguns casos, sozinho.

      Nos EUA o Dolutegravir já faz parte dos tratamentos de 1a linha desde a metade do ano por conta da sua eficácia.

      • Edy diz

        sim eu gostaria de participar de algum grupo de soropositivos

        esse é o meu whats 011 984534018 se alguem estiver interessado so me mandar mensagens que responderei gostaria muitos de ter amigos soropositivo pois não tenho e não conheço ninguem

  7. Paulistano Positivo diz

    Pedro,

    Cada linha de tratamento corresponde a um grupo de medicações, como você observou. No que diz respeito ao Dolutegravir, todavia, esta medicação somente será usada em 3ª linha aqui no Brasil, ou seja, nós soropositivos só teremos acesso caso se observe falhas nos tratamentos de 1ª e 2ª linha.

    Diferente ocorre em outros países como EUA, Espanha, França e Portugal – onde o Dolutegravir (que é uma medicação de ponta), junto com outras medicações, já é oferecido em 1ª linha de tratamento, logo (de cara) que se é diagnosticado como soropositivo.

    Primeira linha de tratamento, neste caso, não significa tratamento DE primeira linha.

    Existem estudos, como o Hypo-Dolu, onde tenta-se ver a possibilidade da utilização Dolutegravir utilizado como monoterapia e em doses espaçadas. Seria ótimo se desse certo, e que pudessem ser utilizados por todos nós brasileiros positivos.
    Ainda sobre o Dolutegravir, existe uma medicação que se chama Triumeq. Trata-se da junção de três medicações – Abacavir, Lamivudina e Dolutegravir em um só comprimido, essa, salvo engano, não temos no Brasil.

  8. Pedro diz

    Boa Noite pessoal.

    Começo a refletir que talvez o Dolutegravir tenha sido incorporado como tratamento de terceira linha, por conta dos custos que evidentemente podem ser maiores que àqueles que já estão sendo disponibilizados. O que vocês acham?

    • Luiz Carlos diz

      Isto é normal. O Dolutegravir foi incorporado na terceira linha porque é mais barato que o Raltegravir, e irá começar a substituir o Raltegravir para trazer economias para o governo.

  9. Guto diz

    Galera, gostaria de informações e esclarecimentos por favor… Aderi ao tratamento em janeiro deste ano, logo após descobrir minha sorologia. Foi muito precoce, já que sempre fazia exames e não tinha nada. Para terem ideia, em agosto do ano passado meus exames estavam negativos, em dezembro descobri a sorologia e em janeiro iniciei o tratamento com Lamivudina, Tenofovir e Efavirenz. Em abril fiz meu primeiro exame de CV e CD4. O resultado foi promissor: 1.420 CD4 e Indetectável. Contudo, em setembro, ao repetir os exames, meu CD4 foi para 1.260 e a CV estava no limite mínimo. O médico me questionou sobre possíveis falhas de administração, tais como horário ou esquecimento. Mas garanti a ele que não havia deixado de tomar. Sou muito responsável nesse sentido, inclusive desde o início do tratamento optei por abandonar bebidas alcoólicas e cigarro. Estou com medo do tratamento não estar fazendo efeito… O que tenho que fazer? Não tive efeitos colaterais, nada… Alguém já passou por isso? É normal essas oscilações de carga viral, mesmo administrando a medicação corretamente? Se alguém puder me ajudar, ficaria muito grato.
    Abraço.

    • Paulo Roberto diz

      Guto, acredito que só uma conversa muito franca com o seu médico é que poderá te ajudar.

    • Digo diz

      Guto, pode ser isso:
      – “Blips”: viremia transitória e isolada entre medidas de carga viral indetectável, abaixo de 500 cópias/mL; normalmente não predizem falha virológica.
      Somente o acompanhamento poderá avaliar se é esse seu caso ou se pode realmente estar ocorrendo uma falha no tratamento (que pode ser causada pela adesão incorreta – o que não parece ser o seu caso -, resistência do vírus, etc)

  10. cejs diz

    Estou no segundo mês de tratamento com o rtv no primeiro exame estava com uma cv em 10.000 cópias em um mês estou com uma cv de 39 estou muito feliz acredito que em um mês estarei indetectavel estava preocupado achando que tudo estava perdido a idéia fixa de morrer era permanente em minha cabeça , depressivo não queria sair minha produtividade no trabalho havia caído , hoje me sinto outra pessoa passei do estado de luto para uma reformulação pessoal incrível , não sinto mais efeitos colaterais dos medicamentos e tenho uma certeza que a tendência é melhorar . Só ainda tenho problemas com as manchas devido a uma alergia que obtive com a queda da imunidade isso também já está quase resolvido com tratamento dermatológico , aqui nesse site encontrei diversas respostas que me ajudaram a sair do fundo do poço , agradeço muito ao blog e estou disposto a continuar essa jornada me cuidando mais e ajudando outras pessoas hoje me vejo outra pessoa quase não lembro que sou positivo , voltei a sorrir sair com os amigos me sinto mais vivo a cada dia amanhã 3/11/2015 tenho minha segunda consulta com minha infecto estou tão feliz e bem , as vezes bate uma ponta de tristeza mas que logo dou espaço a um sorriso verdadeiro e com sabor de vitória .

  11. Gabriel diz

    Olá pessoal. Hoje fui no meu infecto para pegar as guias para começar meu tratamento. Ao perguntar sobre a lipodistrofia, ele me disse que é algo do qual não posso fugir, pois além da medicação, com o tempo, o próprio vírus causa isso. Mas pelos relatos que li, tiveram pessoas que falaram que até engordaram. Vocês que já fazem o tratamento a algum tempo, notaram a perca de gordura acentuada em alguma região do corpo? Agradeço a quem puder clarear Minhas ideias, pois estou super nervoso com isso.

    • Cris diz

      Gabriel, pode evitar sim. sabe como?

      Boa alimentação, pratica regular de exercicio fisico, não fumar, não beber (muito), ter um estilo de vida saudável e acima de tudo tomar os medicamentos prescritos como o médico indica.

      Não acredito que seu infeto lhe dê medicamentos que ainda causam lipodistrofia, que já são muito poucos. Se ele lhe der esses medicamentos, mude de infeto…. Simples.

      Meu visinho tem hiv desde 1986. Voce ollha para ele e ele está normal.

      • Marcos diz

        Cris, infelizmente não é bem assim, claro que cada caso é um caso. Porém faço musculação, me alimento conforme minha nutricionista prescreveu e mesmo assim estou com lipodistrofia facial, com menos de 9 meses de tratamento com o 3×1. O próximo passo será efetuar a troca dos medicamentos.

        • Cris diz

          Ola, qual é o 3×1? Eu tomo o 3×1 também, medicamentos usados em primeira linha aqui em Portugal. Triumeq (DOLUTEGRAVIR + ABACAVIR + LAMIDUVINA).

          Estou a tomar há 6 meses, não sinto diferenças em mim, apenas emagreci alguns kilos e isso noto na cara, mas apenas porque perdi peso e não porque seja lipodistrofia. Sinto outros efeitos secundários, tal como formigueiro e sensação de queimação na cabeça por vezes mas nada que não se suporte.

          Penso que os medicamentos de agora não causam a lipodistrofia que causavam no inicio, ainda para mais com apenas 9 meses de tratamento.

          O que disse dua médica sobre isso?

  12. Edy diz

    Ola o meu nome é Edy 10 de novembro faz 1ano que estou no tratamento quando fiz meu ultimo exame deu indetectavel rezo a Deus que continue a minha unica dificuldade é que até hoje não conheci ninguem que esteja na mesma situação que eu sei que tem muitas pessoas mais por causa da falta de conhecimento muitos tem preconseitos gostaria muito de conhecer alguem que esta passando ou que ja passou pelas mesmas dificuldades que eu ja tentei entrar em muitas ongs mais não encontrei nenhuma pois a que ja encontrei em saites os horarios são muito tarde ou muito longe e nunca tem reuniões aos finais de semana eu recebo muitas noticias sobre o hiv que era desconhecido pra mim hoje posso dizer que vivo bem graças as noticias que recebo no meu e-mail e peço a Deus que um dia receba a noticia que acharam a cura enquanto isso vou me cuidado obrigado a todos principalmente ao saite jovemsoropositivo

  13. Lukas diz

    Olá! Caso o tratamento com Dolutegravir venha ser usado como primeira linha, como será? dolutegravir + o 3 em 1 já usado? Ou como monoterapia? Agradeço as contribuições. abraço a todos.

  14. luisa diz

    comecei a tomar kivexa e tivicay não percebo porquê. Há 11 anos que tomo truvada invirase e norvir nunca ganhei resistências meus cd4 são de 800.
    Com esta nova medicação sinto enjoou e minha depressão está a piorar, algém me explica o motivo de me terem proposto esta nova medicação????

    • Cris diz

      Aqui em Portugal é usado o Dolutegravir + Kivexa como 1ª linha de tratamento.

      Foi o meu primeiro medicamento em Maio do ano passado.
      Fiquei indetetavel em 15 dias (tinha carga viral de 70.000 cópias).
      No entanto irei mudar para outros arv´s agora, muito efeitos colaterais. Nem tudo o que é novo significa que é melhor ou pior. Dolutegravir é bom, assim como quase todos os ARV´s, e funciona para algumas pessoas e para outras não. A mim dá enjoo desde Maio do ano passado sem passar, para não falar que ganhei problema no intestino, Colite Linfocitica. É bom para a maioria dos doentes, para mim não foi no que toca a efeitos colaterais.

      Mas pelo menos estou indetetavel e com cd4 a crescer kkkk

  15. luisa diz

    Também não consigo tolerar a medicação amanha volto a tomar o norvir o truvada e invirase que tomo há 11 anos.Depois falo com a medica…estou cheia de náuseas e péssima de cabeça.
    obrigada pela informação Cris

  16. TELMA diz

    Eu tomo raltegravir será que vai ser substituido por dolutegravir ?

  17. rosemberg diz

    Há 1 ano descobri minha soropositividade com cv de quase um milhão e cd4 de 200 e doença oportunista que me levaram 7 kilos a menos e queda de cabelo. após 6 meses de 3×1 recuperei 5kilos e minha cv foi pra 48 apenas estava quase indetectavel, porem hoje fui saber a minha ultima contagem subiu para 300 o cv o medico marcou outro exame e mencionou a possibilidade para troca do 3×1 para Dolutegravidar. Alguém pode me ajudar porque aconteceu isso. estou triste.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s