Notícias
Comentários 181

Consulta Pública sobre incorporação do Dolutegravir

O Ministério da Saúde colocou o Dolutegravir, um novo medicamento para tratar o HIV, em Consulta Pública para incorporação no SUS. A consulta pública fica aberta até o dia 4 de agosto. Aprovado pela Anvisa entre 2013 e 2014, o Dolutegravir teve baixas taxas de descontinuação devido a eventos adversos (1-3%), tanto em pacientes experimentados como em pacientes virgens de tratamento, não tem restrição alimentar e pode ser tomado a qualquer hora.

Clique aqui para participar da Consulta Pública

Anúncios
Este post foi publicado em: Notícias
Etiquetado como: ,

por

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

181 comentários

  1. alguem + diz

    Não conhecia sobre essa medicação e fiquei extremamente animado! Efavirenz me dá muito pesadelo e noites de sono horríveis ainda quase 1 ano depois de iniciado o tratamento. Esse medicamento poderia substituí-lo então? Substituiria o 3×1? E falando em termos práticos, caso seja incorporado ao SUS, estaria disponível à partir de quando, chutando alto? Você poderia fazer um post explicando melhor sobre ele? Fiquei muito curioso. Obrigado!

    • Confiante diz

      Olá alguem + eu tomo 3×1 faz dois meses, acabei o segundo frasco ontem. E, olha eu nao sinto nada, mas posso te dizer que pratique EFT é uma terapia que sem duvida vai fazer vc ter deliciosos sonhos, pesadelos é um fator da psique, tao logo vc precisa trabalhar sua saude mental também. EU te garanto se vc praticar a EFT o resultado é no mesmo dia, faça um Tapping antes de dormir e vc vai sonhar com anjinhos! Busque no youtube e google, a terapia EFT e seja feliz!

      • 20+ diz

        Eu iniciei meu tratamento ja com o 3×1 e graças a Deus parece que nao tomo nada… Nao tive efeitos colaterais nenhum até entao- estou indo para meu terceiro frasco… Antes de inicia-lo estava em uma fase critica de IO (cd4 > 300 CV > 1 milhao de copias) e fiquei com medo de iniciar o 3×1 (ja em maos) por conta dos efeitos colaterais ja relatado por muitos e coisas que lia. Portanto fica um aviso importante para quem ta esperando a “melhor hora” para abraçar o tratamento igual eu fiz, nao deixe para amanha o que se pode fazer hoje rsrs No meu caso, me sinto até melhor fisicamente e psicologicamente falando… Tenho exame para esse mes de Agosto tenho fé que os resultados sejam bastante positivos!!

    • Paulof diz

      Vc teria de usar ele e mais dois ARVs.( lamivudina e abacavir) E por ser muito caro, nosso governo so disponibilizara para aqueles com resistencia aos outros medicamentos ja existente. Mas sera bem vindo, de qq forma

  2. Matheus diz

    Seu gráfico já diz tudo JS…lógico que ele tem q ser aprovado…é o melhor inibidor de integrase da atualidade…o problema que ele é caro e esse governo q está aew só quer saber de corte de custos…tomara que não aconteça com ele o que aconteceu com o 3×1, que demorou 10 anos pra chegar aki

  3. JS desculpe a minha ignorância, a consulta é em um site oficial do governo, perfeito. Eles pedem CPF, ok, vou responder. Mas perguntar se quero contribuir por ser soro ou se sou cuidador, amigo, etc. Isso influencia em algo?

  4. Gledson diz

    Falando em medicação, uma das nossas preocupações é realmente essa. Os efeitos a longo prazo que esses remédios pode causar no nosso organismo. Talvez não esteja certo, mas como na internet a gente ler muita coisa, as vezes fica meio assustado.
    Sempre que vou ao médico, procuro fazer perguntas e tirar todas as duvidada.. Depois que começamos ao tratamento, ficamos de olho em tudo, e nosso psicológico é o que nos afeta mais.
    Tenho observado bolhas ao urinar, e já li que isso tem relação com problemas nos rins, talvez por causa da medicação que afeta esse órgão.
    Se alguém tiver como esclarecer aqui, eu agradeço.

    Abraços a todos.

    • Paulof diz

      Gleidson, esquece isso de bolhas!
      Os exames de urina e sangue q seu medico pede sao suficientes para avaliação da função dos rins.

    • Mutatis Mutandis diz

      Gledson, bolhas vão sempre existir quando a urina toca outra superficie qualquer.

      O que você pode estar pensando é na “urina espumosa”, mas qualquer exame de urina detecta isso. Fique calmo…eu pensava que estava assim, mas graças a Deus era tudo normal.

      • Gledson diz

        Paulo e Mutatis,

        Obrigado.

        Acho que temos que trabalhar bastante nosso psicológico, até uma simples gripe já pensamos que é algo em relação ao vírus.

        Abraços.

    • vivendopositivo diz

      Faça um simples teste. Urine logo depois de se masturbar/ter relação, e veja que a quantidade de bolhas formada é bem maior. Não tem nada a ver com remédios.

    • GuiPR diz

      O WP não tem mais atualização do kik. É necessário vc cadastrar sua conta com o android ou ios. Depois basta fazer o login no seu WP é participar do grupo 🙂

  5. paraense+ diz

    M.C …When I grow old,

    I’ll be there by your side,

    To remind you how I still love you

    I still love you…

    • Rafael diz

      Lucas, fiquei completamente desanimado depois que li essa matéria, nos últimos dias estou chegando a conclusão que minha vida acabou! 😭

      • André diz

        Não pense assim, até porque o tratamento tende a melhorar conforme o passar do tempo, aliás já existe tratamento melhor, mas o SUS não disponibiliza. E segundo a matéria a mulher é confiante numa vacina imunizante, e acho que uma vacina imunizante já seria suficiente para melhorar as coisas em relação à vida social.

      • Renatinho diz

        Rafael ::: não pense assim pois este tipo de pensamento não te faz bem alias pra ninguem este tipo de pensamento faz bem
        Quando eu descobri a sorologia fiquei em depressão triste quase morrrrriii entrei em uma BAD do CÃOOO kkkkkk hoje só rindo mesmo …
        Bom se passaram 3 anos to mais forte que nunca, saio toda semana pra BALADA bebo danço (exagero até de mais ) malho igual a um condenado todos os dias sou bem forte tomo mais porcaria pra academia do que ARVS …
        Logico as vezes me bate um incerteza (bom mas incerto é o FUTURO ) por nascer já é incerto kkkk .
        Eu nem lembro tanto do Hiv lembro mais dos meus excessos q não são poucos então esqueça o HIV e lembre da tua VIDA q é o importante …
        Ah ia esquecendo ninguém nenhum amigo parente sabe que tenho HIV então amigo nem pense em morrer q a tua vida acabou pois não mesmo tem bastante estrada pela frente .
        ABRAÇOS………………..

        • jo+ diz

          Renatinho, compartilhamos da mesma filosofia de vida. também saio, me divirto, mas acima de tudo me cuido, pratico esporte e estou sempre de olho na saúde. Gente não tem outra maneira. Viver é uma arte.

          • Renatinho diz

            Jo+
            Acho que temos que viver a vida ao maximo logico que ser + não é facil pois existe mil e um estigmas mas não podemos deixar o PRÉ-CONCEITO das outras pessoas nos abater, as vezes olhos pras pessoas e vejo as pessoas com um arrogância apontando mas quem garante q também não está com HIV .
            Meu pensamento é o FUTURO SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ INCERTO não só para os + quanto para qualquer um .
            Então vamos viver RIR DANÇAR MALHAR PRATICAR ESPORTES OU FAZER O QUE LHE AGRADA ….

        • paraense+ diz

          Renatinho ,hoje é sábado e eu tirei o dia para tomar minhas cervejas . Entrei no blog e me deparei com esse teu comentário / conselho .Rapá … O peso na consciência foi pro espaço!… vamo tomar uma ?.

          • Renatinho diz

            Paraense+ amigo Nada de peso não fique pensando em peso meu SÓ VIVA
            Eu saio praticamente todo sabadooo domingo …..
            SE estiver em sampa bora lá
            skype:renatinhoreiss88

            • paraense+ diz

              Pô Renatinho , só não vou por que 3.000 e tantos KM nos separam, senão era pra ontem meu !. ABS.

    • Brumo diz

      Semanas atrás Bill Gates (financiador de pesquisas milionárias em busca da cura da aids), disse que acredita em um vacina preventiva em até 10 anos, e que encontrar uma cura para a aids não parece realista no momento.

  6. André diz

    Ridículo esse posicionamento do MS em relação a um novo medicamento, O Brasil já está pelo menos 3 gerações de ARV´S atrás dos países desenvolvidos, onde hoje se toma na maioria dos casos uma pílula por dia com ARV´S muito menos tóxicos e com bem menos efeitos colaterais. Não digo do SUS distribuir, mas pelo menos liberar para quem pode pagar, possa fazer a importação desses medicamentos mais modernos sem a cobrança de impostos e taxas.

    • daniellemos diz

      quais sao os ARV mais modernos?
      quantos remedios em uma soh pilula?

    • André, importar você pode.Procure saber mais e descobrirá que sim é possível importar. Existem muitas importadoras, é só checar na internet.

  7. Matheus diz

    Vamos ter calma gente…no passado quem era contaminado queria só um tratamento…hoje temos esse tratamento…1 remédio ao dia e pra maioria sem efeitos colaterais…logo a posologia desse tratamento será diferente para nós(mensal,trimestral,anual)…o tratamento só irá melhorar…vamos nos agarrar ao q temos hj e esperar as melhorias q com toda certeza irão vir…e a cura ela vai chegar de uma hora pra outra…não existe essa de falar que a cura está perto ou longe…ela simplesmente irá vir…

  8. fenix diz

    A cura virá. Talvés até já exista, mas esteja afogada em burocracias e empecilhos técnicos. Essa semana anunciaram uma vacina contra a malária. Lembro que há uns três anos atrás li uma matéria sobre vacinas nessa área e muitos a viam como algo distante. Não é uma vacina ideal, mas diante da crise da malária, resolveram liberá-la logo, alguma proteção é melhor que proteção nenhuma, Quem sabe não liberem alguma dessas vacinas pouco eficientes que já existem contra o HIV, considerando que existem países em que ate trinta de cada cem pessoas estão infectadas? Essa é uma questão urgente. acredito que em cinco anos teremos algo concreto. Lembrem-se que ha vinte anos quase não haviam remedios para HIV e que se hoje conhecemos gente que convive com o virus há somente vinte ou trinta anos, é simplesmente porque ainda não tivemos tempo para que hajam pessoas convivendo há quarenta ou cinquenta anos.

  9. Dere diz

    Galera, claro que é bom um remédio com menos efeitos ao corpo, mas temos o 3×1 que não deixa a desejar…. conheço um + que carrega o vírus a 20 anos…. pegou década de 90 época difícil… chegou a tomar o coquitel.. hoje toma só 3comprimidos pq e em setembro parte pro 3 em 1….. é uma evolução a cura ou o tratamento…. como toda doença. …. o problrma de ser + é o psicólogico, pq tudo que acontece associamos a doença e entramos em desespero…. é difícil? É mas tem que respirar fundo e pensar que podemos/e vivemos bem com a doença como um negativo… cuidamos do corpo, estudamos, saimos, bebemos, namoramos, trabalhamos enfim…. vamos viver… a vida é só uma.. nada vem por acaso e a cura já já vai estar batendo na porta já para aqueles que acham que irão ficar magros e debilitados…. conheço um fisiculturista soropositivo tem a doença a 6 anos…. vamos focar na saúde, focar na vida e ser feliz… ninguém precisa saber que tem HIV basta se cuidar e pronto.. a vida segue normal… e contar para quem que vc senti confiável. ….

    • Renatinho diz

      Dere
      Como vc disse tem que focar na saude e não associar todo resfriado q temos ao HIV .
      Quando eu descobri também entrei em parafusos surtei na verdade acho que todos nos surtamos hoje posso rir bom sou + a 3 anos e no inicio já abracei a ideia de que iria morrer bom depois de um tempo voltei a TREINAR MALHAR hoje sou mais forte do que era antes tomos mais trecos de suplementos do que ARVS eu uso o 3 em 1 q é super basico temos q focar no que é importante é a vida

      • Jv diz

        Rapaz, gostaria de trocar ideias sobre suplementos? Sempre tomei várias coisas…mas hoje ainda fico com alguns receios e isso me deixa estressado. Adoro treinar e tomar meus suplementos e ver os músculos explodindo rsss.. . Se puder me escreva. Joaopositivo30@gmail.com

  10. Gil diz

    Por mais que os tratamentos melhoraram, ninguém se sente bem sabendo que tem uma bomba relógio no corpo. Pior é que sequer se sabe quando a bomba relógio vai detonar. Essa angústia dilacera, por isso é que muitos aqui ficam assim angustiados, a espera de uma cura, de uma sabão mágico que lave nosso corpo desse intruso e, a qualquer notícia capciosa, ficamos aqui em desespero.
    Gente, sinceramente?
    Importem-se em manter o comprimido diário, pois nos mantém saudáveis. Importem-se em viver um dia de cada vez, como se fosse o último. Pois é o máximo que alguém lúcido faz, se não quiser entrar nessas rodas de ilusão de uma sociedade que não deu certo e só fabrica neuróticos, inseguros, ansiosos, jovens imaturos, adultos consumistas, profissionais frustrados e em busca de mais, mais e mais (sabe-se sequer mais o quê e nem pra quê) e pouca gente lúcida e coerente.
    Importem-se menos com um futuro incerto com o virus, pois moramos no Brasil, onde de nada adianta ter cura da infecção se um bebaço te mata no trânsito, um ladrão te estoura a cabeça ou um político rouba a verba da saúde e fura a compra dos nossos ARV´s.
    Ainda assim, com tanta ameaça mais concreta e estatisticamente mais plausível, a gente vive, devemos tirar esta angústia e deixar o tempo passar, pois não somos nós os que vão para o laboratório fabricar.
    Se daqui a uns anos entrar um ARV mais light ao fígado, aos rins, legal. Se vier um semestral, melhor. Se vier uma forma de neutralizar o virus, melhor ainda,
    Se não vier, olhemos para trás, vivendo momentos felizes com nossos amigos e parentes, sem angústia, que tira a razão de viver, a chance de termos ambições e planos de viver felizes ao lado de quem amamos, fazendo o que gostamos de fazer, pois é isso que faz a vida ter sentido.
    Na hora que passar o filminho na frente dos meus olhos, uns segundos antes de eu ficar 21 gramas mais leve, quero que tenha valido a pena cada segundo, que minha existência tenha dado sentido à vida de alguém, que eu exista na memória das pessoas a quem fiz a diferença. Pode ser daqui a dez anos, a 25 anos, a 30 dias… nunca saberemos. Mas para valer a pena, usaremos as armas que temos agora, mais não há, mas tem melhorado.
    Angustiar? Vida sem sentido por uma opinião de uma cientista que já nem está mais na ativa, só está no campo das palestras? Alguém irá desmenti-la, em breve e pode ser a mesma especulação ou uma feliz verdade. Dependo deles para ser feliz? Não, dependo de mim, você depende de ti, e a vida segue seu rumo.
    Calma, vamos de ARV´s, yakult´s, vitaminas, ômega 3, menos álcool, mais sono, mais papos bons, amanhã comer algo gostoso, fazer exercícios, conversar com quem amamos, pedir desculpas sempre, dormir de bem com a vida, não esquecer de dizer que amamos quem está com a gente. Nossa primeira meta é a condição emocional estar satisfatória. Ninguém fica com o sistema imune adequado com stress (da tensão, da angústia), depressão ou com a impressão de que nuca se alcançará o objetivo. Um objetivo plausível é fazer bem o hoje, pois o amanhã é feito de vários “hojes” bem feitos. Virus nenhum resiste a isso.

    • paraense+ diz

      DERE e GIL , que legal a colocação de vocês. Há muitos soro+ aquí no blog que ,simplesmente, estão vivendo apenas para o HIV e esquecem-se de viver suas vidas. Buscam pela cura de uma forma alucinada ,não pensam em outra coisa . Só lhes digo uma coisa : vocês estão vivos e a vida está passando ,se a cura não vier, ela-a vida- vai passar de qualquer jeito aí pode ser tarde para viver.

    • Cara+ diz

      Gil e Dere…

      comentários mais que lúcidos, humanos e vivos…
      que possamos nos focar no hoje, no momento presente que nele é que temos todas as ferramentas para amar e ser feliz!!!!

      é isso ai!!! parabéns pelo comentário!

  11. MB+ diz

    Gil.

    Não tenho palavras para expressar o contentamento de ler um texto como o seu .
    O que posso dizer é apenas :

    OBRIGADO.

    • vivendopositivo diz

      Fala em erradicação da AIDS. HIV é o VÍRUS. Não se falou em cura do vírus, e sim que as pessoas soropositivas terão acesso a medicação que não a deixarão desenvolver AIDS.

  12. Herivaldo Virulato diz

    Jovem,

    Você viu isso?

    http://www.bbc.com/news/health-33542749

    Mais um caso de reemissão. Uma menina que começou o tratamento aos 3 meses de idade e interrompeu aos 6 anos está em remissão há 12 anos, sem antirretrovirais.

    Mais um “mississipi baby”!

    • Alexandre diz

      Putz, o cara até hj não sabe que o “bebê de Mississipi” já precisou voltar ao tratamento.

      • paraense+ diz

        Alexandre ,,, A babilônia já não existe a milênios ,,, Só vc não sebe !…

      • Herivaldo Virulato diz

        Alexandre, leia a matéria. É claro que eu sei que o bebê de mississipi voltou ao tratamento. Inclusive está escrito na notícia:

        “Two years ago, a young girl in America – who became known as the “Mississippi baby” – appeared to be free of HIV.

        But her remission lasted for just over two years after drug treatment was stopped.”

        A menção ao bebê de missipi se destinou apenas a mostrar que temos outro caso igual, desta vez com sucesso.

        Sua crítica foi boba. Desnecessária.

  13. Matheus diz

    Recomendo vcs a pesquisarem o estudo de Visconti…onde vários pacientes que estavam indetectáveis pararam com o uso de ARV e ficaram anos em remissão…acho q o futuro do tratamento está aew…vc vai chegar a níveis indectáveis e depois vai realizar uma “manutenção” esporadicamente quando necessário.

  14. Gil diz

    No começo do meu comentário eu esqueci de comentar que é compreensível a dor e a angústia geradas pela desesperança da cura por uma importante cientista, mas… Vamos viver, fazer bem o hoje pra termos um futuro legal, sabendo que no Brasil nada é certo. Ainda assim, já estou com as passagens compradas pra eu, minha esposa e filhos curtimos o Sul em dezembro, rever e curtir família e amigos por 25 dias. Estás pequenas metas dependem de cada um, muito mais saudável do que aguardar por avanços que pouco dependem de mim. O que depende, como esta consulta pública, faço a parte que me cabe, opinando, votando. Meu almoço com macarrão frito com camarões ficou supimpa.

    • Cara+ diz

      pois é Lucas
      isso é o que tem feito muita “tente fina, elegante e sincera” desse blog, aos poucos, comentarem cada vez menos por aqui e buscarem outras formas, outros aplicativos para se manterem conectados.

      uma pena, e sinceramente acho que quem perde com isso, somos nós todos! mas…

  15. Lucas diz

    “A gente” querido Alexandre, não preciso me defender até porquê erro mesmo o tempo todo e como qualquer ser humano, ainda mais na escrita em meio a correria e usando um smartphone. Dó de pessoas que não erram, ou que erram, mas ao invés de se preocupar em alimentar amizades e laços humanos acreditam que um simples espaço entra o “a” e o “gente” irá tornar alguém superior. Não vou prolongar e entrar nessa, vejo apenas que a busca pela inimizade não é apenas comigo. Pessoas assim precisam se tratar, aprender algo com a vida que levamos e destinar tempo e energia a coisas boas, já que todos aqui (inclusive você) são seres na mesma condição, buscando relações confortantes. Apontar meu erro com o “agente”, dos colegas com as comparações de determinado caso com o do “bebê do mississipi” não te levará a NADA, é até irônico… seria como alguém chegar em você e te julgar pelo “erro” que te levou a contaminação.

    Melhore… melhore

    Aliás, de quando comecei a acompanhar este blog, vejo uma queda nas participações, temos post’s do início do ano com 400, 500 comentários… será o fato de alguns perceberem que infelizmente seres como você acabam de certa forma fazendo desse maravilhoso espaço, mais um espaço comum? onde precisamos lidar com a frustração de alguns?

    Melhore, apenas melhore.

  16. Lucas diz

    E contribuindo para as definidas regras da ortografia da língua portuguesa, já que isto para você vale mais do que confortar alguém com HIV como você… em sua frase: “Putz, o cara até hj não sabe que o “bebê de Mississipi” já precisou voltar ao tratamento”.

    O correto é HOJE, HJ ainda não foi reconhecido como palavra pertencente a nossa língua.

    É um erro, vulgar e chulo, tal como o meu agente.

    Se isto te faz feliz, melhore também a sua escrita.

    • Luquinha diz

      Eu vou dar aula de português pata você.
      Escreva 50 vezes a seguinte frase
      _____ a gura ta chegando______kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • PARAENSE+ diz

        kkkkkkk!… Luquinha , “agente” tem HIV “mais” “nóis” é “felis” …Vou é trabalhar … ganhar QSJ, que é o que manda no mundo em que vivemos !.

  17. Confiante diz

    Quanta futilidade querer corrigir a falha do outro! Olhem para o próprio umbigo você é portador de um virus mortal HIV, se nao o for, pode amanhã até receber um bala na cabeça de algum bandido na rua. Eu fico a pensar, quanta mágoa estas pessoas guardam dentro delas. Procurem ser mais tolerantes com os outros! Chega de tanta jactância! Sejamos mais gente, nao somos absolutamente nada, além de sete palmos abaixo da terra é nos espera. PAZ E AMOR!

  18. Gil diz

    Aí você vai nos comentários do UOL, Terra, Globo… e vê aquele monte de imbecil vociferando ódio, preconceito e ditames políticos. Aí, você lê no Facebook e outras redes sociais um monte de asneiras, correntes inúteis, falas com preconceito… principalmente para quem tem HIV, para quem luta contra a discriminação de minorias… Pronto! Achei um porto seguro, para entender e relacionar com gente igual a mim: pobre ou rico, um apelido apenas, que carrega uma humano com uma história de vida, mas na certa, uma angústia… mas antes de tudo, uma pessoa que busca alento, busca conforto.
    Doce ilusão: vem um “dono da verdade”, que quando escreve vem tirar o humor ou o bem estar de pessoas que sequer lhe fizeram algo de mal a ele. Perturbado, com um sórdido prazer no sofrer, seja seu ou do outro. Uma vez, duas, três… sempre importunando e tentando se sobrepor. Que sina. E o cara, escreve coisas sem graça, toscas, jura que é um palhacinho…
    O que leva uma pessoa a querer agir com arrogância?
    O que leva alguém assim a gastar energia para maldizer, desfazer, desmerecer alguém e o pior, gratuitamente?
    Pessoal, acreditem no ser humano, mesmo que alguns desses venham a agir para mostrar o quanto a falta de amor próprio pode desmoralizar alguém, estes que odeiam a si mesmos e sequer percebem… pois a maioria é correta, decente, solidária, compreensiva e, sobretudo, inteligente. E estes, infelizmente, não se percebem tão inferiores quanto realmente o são. Bola pra frente, agentes, gentes… a gente aceita, açeita, aseita, pois a mensagem tem alma (e pode CER que a MENÇAJEIN TEIN AUMA), antes da escrita, por isso é serta, çerta, quando entendemos. Quem não entende, perde!

    • PARAENSE+ diz

      Gil , já percebi que tem soro+ que acha,inclusive, que o seu vírus é melhor do que o vírus dos outros.Esse é o “ser humano”!.

      • Cezar diz

        Ah, isso eh verdade! Tem ateh quem compete com carga viral, número do cd4, tudo buscando a ‘ normalidade’. E enquanto os soropositivos não fazem pressão, Glaxo e gilead da vida ganham seus bilhões e infectologistas posam de Madre Tereza de Calcutá, resolvendo seus proprios conflitos e dilemas às custas dos soro+.

    • Herivaldo Virulato diz

      Pessoal, desistam. O Alexandre é inteligente demais pra todos nós. Morro de inveja!

  19. BetterStrong diz

    Achei interessante…

    http://somosmaispositivos.blogspot.com.br/2015/07/microscopio-molecular-encontra-virus.html#gpluscomments

    ‘Microscópio Molecular’ Encontra Vírus HIV Escondido no corpo
    Cientistas desenvolveram uma nova sonda sofisticada que detecta esconderijos do HIV no interior e exterior das células. “É uma nova técnica fantástica que vai nos permitir visualizar o vírus em tecidos como nós nunca fomos capazes antes”, diz o imunologista Richard Koup, vice-diretor do Centro de Pesquisa de Vacinas no Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas ( NIAID), em Bethesda, Maryland, que não estava envolvido na pesquisa. Insights deste microscópio molecular de alta potência, revelados em uma conferência internacional da SIDA na semana passada, pode esclarecer questões críticas sobre a persistência do HIV e, em última instância, sobre como livrar o corpo do vírus.

    Até à data, as avaliações de HIV no tecido conhecida como análise in situ foram prejudicadas por uma grande dificuldade. As sondas mais comuns, que utilizam marcadores fluorescentes ou marcadores radioativos para identificar a localização do vírus numa amostra de tecido, por vezes, têm dificuldade em distinguir o ARN alvo com o HIV e o DNA-circundante de componentes celulares. A nova técnica ter “muito pouco ruído”, diz o imunologista Jake Estes Frederick do Laboratório Nacional do Instituto Nacional do Câncer (uma irmã do NIAID) em Frederick, Maryland, que o usou para produzir imagens altamente detalhadas do vírus da AIDS em vários tecidos de macaco que ele apresentou na conferência.

    Estes desenvolveu a técnica em colaboração com Diagnostics Advanced Cell de Hayward, Califórnia, modificando o produto RNAscope já existente da empresa para detectar HIV RNA, DNA ou ambos ao mesmo tempo. ARN e ADN são feitos de nucleótidos que se emparelham com um complemento-guanina, por exemplo, que liga-se a citosina. Os métodos tradicionais para o mapeamento de uso do material genético do HIV, longas sequências de nucleótidos, estes oligómeros, chamados para localizar e ligar-se a cadeias complementares de ADN ou ARN em tecidos de amostra. Estes oligómeros são marcados com um “marcador” de modo que eles enviam um sinal quando atingem o seu alvo, permitindo que os investigadores criem uma imagem precisamente de onde o material genético do vírus está disperso por toda a amostra de tecido. Mas oligómeros são moléculas grandes e um pouco desajeitadas, e que, ocasionalmente, se ligam a diferentes sequências alvo de componentes celulares.

    A nova técnica de Estes, pelo contrário, utiliza um sistema de sonda mais complexo, que praticamente elimina esses tipos de erros. Em essência, a abordagem corta um oligómero em dois e envia as duas metades para encontrar a sequência alvo. Seus marcadores acendem se um oligômero adicional que une as duas metades se liga a ambos, o que só ocorre quando eles param ao lado uns dos outros sobre o alvo. A probabilidade é extremamente baixa que as duas sondas pousariam ao lado uma da outra em outra coisa que senão HIV.

    O HIV é um vírus de ARN, mas também se converte em uma forma de ADN que permite tecer seus genes num cromossoma humano. Estes, que trabalha com o virologista Jeffrey Lifson, também desenvolveu um DNAscope para visualizar este DNA HIV integrado em células humanas e que pode persistir por décadas sem ser atacado pelo sistema imune ou drogas anti-retrovirais (ARV)s. “Reservatórios” de células infectadas que possuem pró-vírus latentes são uma das principais razões porque combinações poderosas de ARVs não podem eliminar infecções e curar as pessoas.

    Estes, Lifson, e colegas de trabalho pegaram macacos infectados com a versão símia do vírus da Aids e, em seguida, analisaram ​​tecidos de várias partes de seus corpos. Sua RNAscope e DNAscope foram capazes de distinguir as células que abrigam o pró-vírus, RNA viral, ou mesmo o vírus fora das células muito mais claramente do que qualquer técnica anterior in situ. “Estamos convencidos de que podemos ver virions individuais e que isso tem sensibilidade e especificidade requintada”, diz Estes. Para checar seu trabalho, eles contaram virions do HIV a olho nu em uma de suas novas imagens, e em seguida, em comparando com a sua contagem de uma medida validada dos níveis virais. “Nós vemos uma correlação bonita”, diz Estes.

    Pesquisadores de HIV / AIDS que trabalham para curar a infecção tem vários obstáculos que estes novos escopos poderiam ajudar a superar. Um deles é a falta de vírus detectável no plasma sanguíneo de pacientes em terapia anti-retroviral eficaz, o que torna difícil para os pesquisadores avaliarem se uma intervenção destinada a curar a infecção está funcionando. Existem várias técnicas para medir as mudanças em reservatórios, mas cada uma tem deficiências que os novos escopos podem ser capaz de completar. Outro obstáculo é não saber exatamente onde no corpo o provirus prefere se esconder. Se as novas sondas puderem ajudar a resolver este enigma de longa data, eles poderiam refinar tentativas de encolher reservatórios virais. “Se nós podemos entrar e ver o que acontece com o vírus nestes diferentes tecidos com este tipo de sensibilidade e especificidade, ele vai responder um monte de perguntas”, diz Koup do NIAID.

    CB

    Segue o link:
    http://news.sciencemag.org/health/2015/07/molecular-microscope-finds-hidden-aids-virus-body&usg=ALkJrhiWyZX_fl7D8dhFCiQs72wCupDWDQ

  20. Cleiton Santos diz

    Que legal esse site. Enfim tenho HIV faz 8 anos e tive q começar o tratamento porque minha CV. estava em 200 milhões e o correto e chegar até os 100 milhões, meu cd4 estava em 510 e comecei com o 3 em 1 faz uma semana e o único sintoma foi depois de uns 20 min sentir muito sono, mas no outro dia trabalhei normalmente. Daqui uma semana volto a consultar para solicitar exames pra ver como a medicação está agindo no meu organismo.

    • Rafael diz

      Como você consegui ficar oito anos sem medicação? Fazia uso de alguma coisa?

  21. Vitória diz

    Oi pessoal!!!

    Tive uma situação de risco há quase três anos, fiz um hemograma de rotina há três meses e meus linfócitos estão bem baixos e pcr alterado. Há um mês estou com inchaço e dor nos linfonodos, sem infecção aparente. Bom, alguns fatores que indicam a possível presença do sr. HIV.
    Sou profissional da saúde, de laboratório e convivo com alguns pacientes há algum tempo. Não tenho medo de morrer ou algo assim, pois lendo esse blog e tendo contato com alguns pacientes soropositivos, sei que com um bom tratamento, a qualidade de vida é idêntica a de um soronegativo.
    O que eu tenho mais medo é de não ter estrutura psicológica/emocional, visto que tenho uma certa inclinação à melancolia, rs. E sério, tenho muito, mas muito medo de não conseguir segurar essa onda.
    Como já disse, trabalho em laboratório e tenho muito medo que isso afete minha carreira.
    Sou de São Paulo capital e queria saber se alguém aqui faz os testes de biologia molecular (carga viral, genotipagem) e todos os outros em algum laboratório do interior, que não tenha vínculo com os grandes aqui de São Paulo capital. Pois na grande maioria das vezes, o laboratório pequeno terceiriza os exames de biomol.
    Estou acompanhando o blog há alguns meses e, apesar de não postar, já peguei um carinho todo especial por vcs! Vocês são pessoas lindas, com uma alegria e sabedoria que espero um dia ter.
    Meu coração e presença aqui no blog estarão sempre com vocês, independente do resultado de minha sorologia.

    Grande abraço à todos
    E muita felicidade e saúde pra gente!

    • MB+ diz

      Vitoria,

      Desculpe me a sinceridade mas voce trabalhando em laboratorio deveria mais do que saber que um hemograma mesmo que completo não diagnostica HIV.
      Quer tirar sua duvida ?

      TESTE PARA HIV .

      Isso não precisa ser no interior qualquer CTA OU SAE faz.

      • Vitória diz

        hahahahaha Bronca merecida, MB+. Realmente um hemograma não é determinante em momento algum para diagnóstico de HIV.
        Eu precisaria contar a história completa pra justificar minha preocupação, mas deixa pra outra hora.
        Existem três grandes grupos laboratoriais em SP que monopolizam o ramo na cidade, em repartições públicas e privadas. Prefiro evitar um possível resultado positivo em um deles, pois não espero bom senso da parte dos contratantes.
        E muito obrigada pelas indicações, em breve posto o resultado!

        • MB+ diz

          Vitoria,

          Vamos lá,

          O teste rápido que é realizado no SAE ou CTA’s são compostos por Kit’s fornecidos pelo SUS , estes exames são realizados na hora e caso de positivo você será encaminhado para um local de atendimento especializado , caso de negativo será descartada a hipótese de HIV.
          Neste caso não é vero a informação:

          -Existem três grandes grupos laboratoriais em SP que monopolizam o ramo na cidade, em repartições públicas e privadas
          ” ISSO é SIGILOSO” .

          Ah, você também fara teste de hepatite B e C e Sífilis.

  22. soropositivo em crise diz

    Desculpem pela sinceridade do desabafo, mas todo dia rezo para que o desgracado que me infectou (sabendo-se portador, e sem tratamento) morra de AIDS! Tenho fe que vou coloca-lo atras das grades, e ainda receber uma boa indenizacao para doa-la integralmente a alguma ONG de apoio a soropositivos.

    • Renatinho diz

      Soropositivo em crise
      Olha amigo sei q é F@#$ ser infectato um dia descobrir q é um bomba relogio é isso que pensamos e começamos a associar a coisas ruins , mas te digo alimentar ODIO RAIVA não irá te ajudar em nada, infelizmente estes sentimentos fazem Mal para qualquer um seja + ou não agora infelizmente não irá te ajudar em nada guardar este tipo de sentimento alias nunca irá te ajudar ……

    • Aff! Vc foi estuprado? Aposto que não! Então a culpa não é só do cara! E outra, o que vc ganha em rogar praga? Isso vai te curar? Não! Aceita que dói menos!

  23. Gil diz

    Vitória,
    Um amigo que é conveniado da UNIMED me disse que estes exames são feitos em BH, quase do Brasil todo.
    Mas primeiro certifique-se que é positivo, para depois se preocupar com a situação. Aliás, preocupar mesmo é um erro, porque enquanto está com as ARV´s, estarás sem desenvolver a doença e, se desenvolver, é reversível.
    Você precisa antes se certificar.
    Muita gente tem estes sintomas que você descreveu, mas não é HIV+.
    Desejo-lhe sucesso, sorte, paz interior e que não tenhas HIV.
    No que precisar, conte com meu apoio.

    • Cara do Bem Sampa diz

      Gil
      obrigado pelos seus comentários.
      compensam os comentários dos chatonildos inteligentes.
      abraços

  24. Vitória diz

    Gil,

    Puxa, muito obrigada! Que Deus abençoe imensamente você e os seus, não sabe o quanto essa informação foi preciosa. Conte com meu apoio sempre também!
    Vou procurar um médico e muito brevemente farei o teste. Posto aqui o resultado quando souber. Já estou me preparando minha cabeça para o positivo, mas a tensão é inevitável.
    E mesmo que dê positivo, sabe que tem pessoas tão especiais aqui como você já me acalma um pouco o coração.
    Ok, estou piegas esses dias, hahaha

    Grande beijo!

  25. Alessandro diz

    Posso saber como vc acha que foi infectada ? pq esse desespero todo ? o site aqui n é para pessoas que “acham” que estão infectados, aqui usamos para falar sobre a infecção e medicação e nosso dia dia, desculpe a sinceridade mas vá descontar suas frustrações em outro lugar, seria como vc chegar em um boteco cheio de bêbados e gritar que todo bêbado é fdp…

  26. MB+ diz

    Alessandro

    Humildade em primeiro lugar.
    vitória sinta se a vontade de postar sobre suas dúvidas …anseios …e até pode falar umas besteiras as vezes.

    Tem gente aqui que o hiv é só um detalhe que não destrói em nada a vida.
    Mas que estão infectado com outros vírus. ..arrogância …despreso…ignorância. ..soberba…preconceito. ..etc etc.

    Deste sim temos que ter medo…e pior este nunca terá cura.

  27. Gil diz

    Alessandro,
    Desculpe se você é o dono da página, e eu esteja usando este espaço pra falar com pessoas que você “não permite”, ou algo assim. Pelo seu tom com a pessoa, num momento de angústia que ela traz, que talvez um dia você já tenha passado, demonstra que, mesmo sendo o dono da página, não agiste com o respeito e com aquilo que este espaço se propõe.
    E se for o dono da página, fique com ela pra ti, pois a imensa maioria deve ter se chocado com sua “sinceridade”. Na minha terra, esta forma de abordar alguém tem outro nome….
    Imagine você sendo enxotado de uma página por ser soropositivo. Imagine não poder entrar num espaço para tirar dúvidas por ser “diferente” da condição dos demais. Você gostaria?
    Eu imagino que existam gays aqui. Imagino que existam “héteros”. Cristãos. Ateus. Formados, estudantes e pessoas sem instrução.
    A condição que nos une num espaço é um assunto, não um exame. A diversidade de pessoas, de formação, de histórias de vida é que nos enriquece. Discriminar, usando o mesmo veneno que tanto se condena, “desculpe a sinceridade” foi BAIXO!
    Se o assunto é HIV/AIDS, não se precisa ser soropositivo para discutir ou ter dúvidas. Ninguém precisa ter HIV para ter dúvidas. Ter o virus nao nos joga num mundo paralelo, por mais que seja este seu desejo ou sua visão.
    Por exemplo: A condição para discutir sexualidade é defender pontos de vista do assunto, não necessariamente praticar esta ou aquela modalidade de sexo.
    Não venho aqui para saber do dia-a-dia dos demais, como disseste tu… a vida do outro… é do outro. Venho para ver pesquisas, a temática, para dar e receber força. Creio que muita gente pensa assim aqui. Nada nos dá o direito de excluir.
    Nem quereria, se pudesse, excluir você, com sua extrema falta de empatia e respeito. Mas, procure respeitar, se és assim como foste, preconceituoso e excludente.
    Se ela acha-se infectada, se ela é interessada, tanto faz. Não quer responder, achou tosco, não precisa se manifestar. Mas se o fizer, tenha respeito e consideração, como você quer que tenham com você. Não transforme, por favor, este espaço, numa cena virtual dos comentários de notícias, com aquelas ideias desprezíveis, arrogantes e cheias de maldade e pobreza de espírito, por favor.
    Se o mundo já é assim, cheio de gente pobre de mente e de espírito, gente infeliz, arrogante, egoísta e PRECONCEITUOSA, use outro espaço para “sapatear” e rodar sua “baiana”, com todo o respeito que as baianas merecem.
    SEU COMENTÁRIO FOI DE UM EGOÍSMO, DE UM PRECONCEITO TÃO INTENSO E CARICATO que eu pensava que só em novela ainda existia…

  28. caradobemsampa2 diz

    Preciso aprender a ler só os posts.
    Pois alguns comentários me embrulham o estômago.
    abraços

  29. Johnny diz

    Amigos mais experientes, uma dúvida: um indetectável pode desenvolver AIDS? É possível que o CD4 continue caindo mesmo sem vírus circulante no sangue? Obrigado

    • Hope diz

      Sempre tive essa dúvida pois meu marido, apesar de indetectável, tenho CD4 ainda baixo… de acordo com o médico, como ele descobriu o vírus muito tarde, o sistema imune demora a se recompor e talvez nem se recomponha totalmente… Acho (e espero) que não regrida… alguém sabe responder?

  30. HopeAlways diz

    Gente, ALEGRIA , AMOR AO PROXIMO E RESPEITO nao fazem mal nao. Se o virus nao serviu nem pra melhorar alguns de vcs como seres humanos se mudem de planeta, ou façam o favor , nao comentem aqui. Isso aqui é espaço de ESPERANÇA, APOIO, DUVIDAS SIMM E MUITO AMOR. Vida a longa a todos , e aos recem diagnosticados um conselho: FILTREM COM MUITO CRITERIO O QUE VCS LEEM , PRA NAO PEGAREM O PIOR DOS VIRUS , o da ARROGANCIA, PESSISMO E INFELICIDADE.

  31. Soropositivo em crise diz

    Sabe uma coisa que me revolta, Renatinho?
    Ouvir de vários soropositivos o papo de que quem contraiu HIV também é culpado.
    Quer dizer que se eu tenho o vírus, não me trato, e permito ou proponho a alguém o sexo desprotegido, sem revelar a minha sorologia, tudo bem?
    As pessoas às vezes assumem um postura tão aguerrida de defesa incondicional do portador que se mostram tolerantes com atitudes indefensáveis.
    É como se a pessoa se esquecesse que foi, em muitos casos, vítima da maldade/negligência de outrem, e passasse a se enxergar unicamente como “alvo em potencial de um processo de contaminação por HIV”.
    Não sejamos hipócritas: tem muito soropositivo por aí que liga o foda-se para os outros. Pensam assim: “se eu peguei, qual o problema do outro pegar?” Descontam nos outros o mal que lhes foi causado.
    A minha primeira preocupação ao ser infectado foi aprender a como não passar adiante esse vírus que (queiram ou não) é mortal.
    Não sei se morrerei com o vírus em mim.
    Acredito que sim.
    Mas quero morrer tendo duas certezas: a de que não infectei ninguém, e a de que fiz o filho de uma puta que me infectou ir para a cadeia.
    Aliás, se alguém se interessar, um vídeo bacana que explica a coisa do crime de transmitir o HIV com dolo: https://www.youtube.com/watch?v=PjpWQPjnR20
    Vale assistir, até porque se algum de nós transmitir o vírus, seja por dolo, seja por dolo eventual, responderá de acordo com o que a lei e a jurisprudência dizem sobre isso, e não com base no senso moral (às vezes muito torto, infelizmente) de cada um.

    • Bom dia,

      Desculpe mas não deixo de ver sua resposta como um discurso de ódio. Claro que você está certo que existem pessoas que possam fazer uma maldade com outra, isso existe em todas as ás áreas da vida, mas o fato é que todo mundo tem como se prevenir e se proteger do HIV. Eu sinceramente acredito que a quantidade de pessoas que deixam de se tratar para ser um transmissor do Hiv é muito baixa. Posso garantir com certeza que se uma pessoa faz isso um dos seus menores problemas é o Hiv, pois essa pessoa no minimo tem sérios problemas mentais.
      O Fato é que ninguém é obrigado a transar sem camisinha com ninguém e quando a pessoa faz isso é porque assumiu o risco de que várias coisas podem acontecer, assim como uma gravidez não desejada ou contaminação por diversas doenças além do HIV.
      Eu sei muito bem as formas de transmissão do HIV e meu maior medo é ter contaminado alguém de alguma outra forma que na teoria nem existe, que eu fico fantasiando e que me deixa muito mal pelo fato de achar que posso fazer algo com alguém e principalmente com as pessoas que eu mais amo que é minha família. Já sofremos demais e esse seu discurso só aumenta o sofrimento das pessoas, pois querendo ou não ele coloca todas as pessoas infectadas em uma situação que não é a realidade da maioria dos Soropositivos, em uma situação discriminatória e criminosa que mostra de forma deplorável de pessoas que utilizam o próprio corpo como uma arma para ferir e causar sofrimento ao próximo.
      Se você acha que a pessoa que te infectou fez isso de propósito eu entendo sua revolta, mas sinceramente você também teve sua parcela de culpa. Eu também tive a minha quando fui contaminado, apesar de que sei que a pessoa que me transmitiu jamais me causaria um mal consciente. A lei existe e com certeza se uma pessoa teve intenção criminal de te infectar e você pode provar isso então vá em frente, agora reflita também se isso não é uma suposição e você talvez esteja querendo amenizar sua culpa culpando outra pessoa. Cuidado com isso e reflita mais uma vez, será que você não pode ter colocado alguém em risco quando não sabia que havia sido infectado? Mesmo através de sexo oral onde as chances de contaminação são minimas? Você gostaria de ser tratado como um bandido caso tenha feito isso mesmo que sem querer? Você não acha que a pessoa pode achar que você fez por querer? Quantas pessoas não seriam tratadas como bandidos indevidamente se uma lei de criminalização de transmissão do HIV fosse aprovada? Você acha que alguém iria querer saber se foi sem querer? Casos isolados meu amigo devem ser punidos com a Lei vigente, agora trazer isso a tona como fez o fantástico como se fosse a rotina dos soropositivos, por favor, nós temos uma vida. Temos coisas mais importantes para fazer do que transmitir HIV, alias no meu caso e de muitos que inclusive frequentam esse blog nem se nós quiséssemos poderíamos transmitir, pois somos indetectáveis! E sabe o pior? A maioria das pessoas nem sabem disso, alias nem eu sabia que isso era possível antes de ter HIV.

    • Digo diz

      Talvez “culpado” seja uma palavra demasiada forte, por toda carga que ela tem.
      Mas, com certeza, somos co-responsáveis por hoje sermos portadores do HIV, pois, como disse o outro colega, ninguém é obrigado a fazer sexo sem camisinha, a não ser nos casos de estupro.

    • MB+ diz

      BEM,

      Preste bem atenção…Soropositivo em crise e Renatinho.

      Vocês sabem exatamente a doença que tem?
      Sabe como ela desenvolve?
      Sabem exatamente dia , hora , local que foram contaminados?

      Se a resposta é sim não precisa mais ler o resto mas se é não , “PRESTE ATENÇÃO” .

      Vocês sabiam que logo após a contaminação inicia se uma multiplicação absurda do vírus HIV e que esta fase é chamada de ” seroconversão” .
      Nesta fase o individuo passa a ser um transmissor potencial de alto risco pois sua CV é extremamente alta o que facilita essa transmissão.
      E que vocês e outros mais podem ter passado essa doença para sabe se la quantas pessoas?
      E não me venham com o papo ” – Ah , eu uso camisinha” , não não usa ou usava , pois se o fisese não tinham pego.

      Só estou lhes dizendo isso para que antes de pré julgar alguém , realize um julgamento em vocês mesmos , pois será que não podem existir pessoas com IRA e ÓDIO procurando Renatos e Soropositivo em crise , chamando vocês de nomes feios , querendo cadeia para vocês.

      Façam sim uma auto analise …pois da forma que vocês falam dá a impressão que todos soropositivos são criminosos e se os são decupem vocês também estão sentados na cadeira do réu esperando o mesmo julgamento.

      • Renatinho diz

        MB+
        Bom acho que vc não conseguiu entender ou ler a minha mensagem direito…
        Preste bem atenção nas minhas palavras escritas que em nenhum momento eu disse ou culpei ou ao menos SEMEIO o ÓDIO RAIVA ou sei lá o que vc entendeu vamos interpretar melhor o que as pessoas escrevem e tentar entender pois eu mesmo não disse e nem irei dizer quem é culpado ou não , pelo contrario não aponto pois não sou e não serei santo, tenho certeza que todos os meus posts aqui são de felizes e nunca dizendo e nem apontado ao contrario de outros NÉ então …
        PRESTE ATENÇÃO NA LEITURA

    • Renatinho diz

      Bem o meu pensamento é assim não desejo para ninguém a sorologia mas também não me eximo da culpa porem não aponto a nenhum + pois não sabemos e não temos o direito de julgar pois estamos todos no mesmo BARCO .
      Com relação a pessoa que me infectou eu conheço tem até um bom convívio pois prefiro acreditar na bondade das pessoas, logico que quando eu soube eu fiquei super cheio de raiva mas passou o ODIO NÃO LEVA A NADA .
      Mas vc tem todo o direito de sentir RAIVA AMOR pois cada um trabalha com a DOR de uma forma e vc tem todo direito de sentir qualquer .
      Abraços

    • Renatinho diz

      SOROPOSITIVO EM CRISE
      Bem o meu pensamento é assim não desejo para ninguém a sorologia mas também não me eximo da culpa porem não aponto a nenhum + pois não sabemos e não temos o direito de julgar pois estamos todos no mesmo BARCO .
      Com relação a pessoa que me infectou eu conheço tem até um bom convívio pois prefiro acreditar na bondade das pessoas, logico que quando eu soube eu fiquei super cheio de raiva mas passou o ODIO NÃO LEVA A NADA .
      Mas vc tem todo o direito de sentir RAIVA AMOR pois cada um trabalha com a DOR de uma forma e vc tem todo direito de sentir qualquer .
      Abraços

  32. Gil diz

    Pela lógica de alguns, gordos não podem acessar sites de fitness ou de musculação, negros não podem acessar sites dos clubes catarinenses de cultura alemã, brancos não podem acessar sites de cultura afro e pessoas com deficiência motora não podem acessar sites de esportes olímpicos ou radicais… que mundo que uma criatura dessa quer ter? Desculpem a insistência no assunto, mas aquele preconceituoso me indignou. Injustiça não dá pra engolir, é igual ignorância e burrice (= maldade)

  33. Soropositivo em crise diz

    M, com todo respeito, segue a minha tréplica. A partir do momento que alguém sabe-se portador do HIV, vírus causador de doença grave e incurável, que obriga seu portador a tomar remédios pelo resto da vida (remédios esses que, como todo remédio, possuem efeitos colaterais, além de terem alto custo), esse alguém tem a responsabilidade de não passá-lo adiante. E ponto. É a lei. É, ouso dizer, a regra ética. O soropositivo que age com a intenção de transmitir o vírus (dolo) ou assume o risco (dolo eventual) incorre em crime. O soronegativo ou aquele que não tem ciência da sua doença não pode ser comparado ao soropositivo quanto a isso. Se eu não tenho uma DST grave como o HIV/AIDS, não represento risco à integridade física do meu parceiro, no caso de uma relação sexual desprotegida. Mas se eu tenho HIV/AIDS, e sei que tenho, a relação sexual desprotegida pode, sim, representar dano à integridade física do parceiro. Isso posto, como disse, e repito, o soropositivo sabedor de sua condição tem a responsabilidade de não transmitir o vírus. Felizmente, é muito fácil impedir essa transmissão: basta usar camisinha e fazer o tratamento. Mas e no sexo oral? Já é comprovado: o risco de transmissão por sexo oral no caso do indetectável é negligenciável. Mas e se a camisinha estourar? Se o soropositivo é indetectável, não há que se recomendar a profilaxia pós-exposição. Se ainda não é, é obrigação do soropositivo indicar o procedimento ao parceiro. Mas e se eu contar que sou soropositivo, o parceiro não ligar e deixar eu fazer sexo desprotegido com ele? Ainda há a obrigação do soropositivo de evitar a transmissão (pois a vida e a saúde são bens jurídicos indisponíveis, ou seja, bens dos quais ninguém pode abrir mão, mesmo que voluntariamente). Falar em culpa da pessoa que contrai o HIV de outra só faz sentido se a pessoa que é infectada sabe da condição de soropositivo da outra. E mesmo assim, como disse, o portador pode ser responsabilizado penalmente. No mais, não acredito que exista gente que deixe de se tratar para espalhar o vírus. O que existe é gente que não sabe que está infectada transmitindo, e transmissão por gente que sabe-se infectada, mas que ainda não começou o tratamento seja por uma opção (como para procrastinar os efeitos colaterais), seja por indisponibilidade dele (há até algum tempo, como você sabe, era preciso esperar que o CD4 caísse para que o tratamento fosse autorizado pelo governo).

  34. Soropositivo em crise diz

    Agora, tão cretino quanto o ato do soropositivo transmissor (ou seja, que não está indetectável) infectar alguém de propósito, é o ato desse soropositivo permitir com que a relação sexual desprotegida com ele se dê sem proteção. Infelizmente, essa situação (ao contrário da primeira), onde há dolo eventual (e não dolo) na transmissão do HIV é muito comum. É aquele raciocínio: “ninguém me falou quando eu peguei, foda-se o outro”. Eu quero morrer sem transmitir o HIV a ninguém. Sei como fazê-lo. E farei. E serei um eterno opositor dos soropositivos que contaminam os outros, seja por dolo, seja por dolo eventual. A esses, o caminho que a lei já indica: cadeia! Felizmente, sei que os que fazem isso são uma minoria. A maioria das contaminações se dá por soropositivos que não se sabiam infectados.

  35. Soropositivo sem crise diz

    Boa tarde a todos, sempre gosto muito das discussões abertas aqui, porém observo que muitas vezes um espaço que e utilizado por muitos para obter conforto está sendo utilizado por uma minoria para postagens cheias de ódio e sentimentos negativos. Soropositivos em crise, entendo plenamente seu ponto de vista, imagino a tristeza e claro sentimento de raiva q passam em sua cabeça ao lembrar de sua infecção. Existem sim uma minoria de pessoas que não se tratam e acabam por fazer vítimas por aí. Porém vejo as vezes, e falo por experiência própria, que muitos começam a ler os comentários e posts atras de notícias animadoras, discussões saudáveis, ou muitas vezes buscar amor e palavras de carinho visto que estão habituadas a somente sofrer com palavras tristes e o preconceito que rodeia o hiv. Então por que não manter a tranquilidade em alguns posts? Porque não evitar certas discussões que sinceramente não levam a local algum? Se sua decisão e de condenar a pessoa que te transmitiu o vírus, a fome, mas não necessariamente saia postando coisas que só pregam a chateação e a negatividade. Ressalvo que entendo sua insatisfação, mas que tal falarmos de coisas boas? Que tal fugirmos da tristeza q e acordar alguns dias e lembrar que temos esse vírus, e partirmos para agradecer por mais um dia de vida? Hoje em dia grupo de risco são aqueles que se relacionam sem camisinha, não mais como no passado em que o termo ” grupo de risco” ainda era utilizado e fazia algum sentido. Dessa maneira, o fato de transar sem camisinha já gera o risco, e a pessoa que se expõe a ele está complacente com a situação, não digo em culpado, e sim parte de uma decisão que dependeu de duas pessoas( salvo casos de estupro, em que a vítima não teve escolha). E fato que por saber ser portador do vírus ele deveria ter t avisado, mas também, por ter se relacionado com alguém que provavelmente não conhece você teve 72 horas para procurar pela PEP e evitar esse transtorno todo. Sei que e simplesbeu falar, mas justamente por ser simples falar, muitas vezes falamos tanto e não nos lembramos q podemos estar machucando ou tirando a esperanca de pessoas q estão aqui atrás, como já falei, de acolhimento e de se aceitarem mais, mas observam discussões perdidas, pessoas negativas dizendo q a cura nunca vira, e uma tristeza escrustada num sentimento de ódio ao próximo. Esqueçamos um pouco do vírus H.I.V e lembremos mais do vírus A.M.O.R, pois este todos q estiverem lendo a este texto, tem, tiveram ou irão ter, e um vírus contagioso e que felizmente não tem cura! Abraços a todos

    • MB+ diz

      Positivo sem crise.

      RAPÁ ….cara se no mundo existisse 1% a mais de pessoas pensando como voce tenho certeza que o stigma do portador seria 99% menor.

      Parabens sabias palavras e que Deus continue iluminando seus caminhos.

    • Renatinho diz

      Soropositivo em crise
      Agora falamos a mesma lingua TOP o teu post

    • Pequena + diz

      Soropositivo sem crise

      Lindo texto ❤
      Cabe perfeitamente ao que eu penso 😉
      Eu mesma andei deixando de comentar aqui, pois percebi que a essência desse blog está sendo esquecida 😦
      Nesse 1 ano e 3 meses de sangue azul (o que já até andaram condenando, falando mal dessa forma mais leve de citarmos a nossa condição) não sei o que seria de mim, sem a ajuda, o carinho, o acolhimento de muitos desconhecidos que hoje são grandes amigos, virtuais e presenciais com os quais falo diariamente.
      E como gratidão tento acolher aos que chegam aqui desesperados, achando ser o fim.
      Muitos dos quais acompanho também não entram mais no blog,o que acho muito triste 😦
      Deixo essa pergunta no ar….
      O que será que esta acontecendo com o blog, tem algo de errado né?

      Um forte abraço da Pequena +

      • Hope diz

        Oi Pequena! Saudades de você! Como estão as coisas? Mande notícias!

        • Pequena + diz

          HOPE

          Estou ótima amiga ❤ Saudades 😉
          Essa nossa vida corrida, digo nada não..rs..
          Amanhã faço a coleta do Cd4 e CV, já deu 3 meses de tratamento.
          Sem nenhum efeito colateral.
          Bôra lá na torcida pelo indetectável 😉
          Mando um e mail contando as novidades.
          Beijão a vc e toda sua família ❤
          Com carinho Pequena +

  36. Bom se já existe uma lei que age como você mesmo disse para que uma nova Lei? Soropositivo em crise você está tratando o assunto com muita simplicidade, pois existe muita coisa no meio disso tudo, muitas pessoas seriam acusados de algo sem ao menos terem feito porque a justiça pode até ser justa, mas muitas vezes ela é cega. Leia novamente o meu texto e vai entender que não estou defendendo pessoas que fazem tal maldade, mas estou dizendo que existe uma responsabilidade de ambos os lados. Você pode até estar certo de querer cadeia para a pessoa que fez isso, e se realmente ela fez por maldade eu até acho que ela mereça, mas não se esqueça da sua responsabilidade e que você poderia ter evitado se quisesse. É assim com todos nós, somos vitima até certo ponto. E com certeza tbm acho que a obrigação de uma pessoa de bem é não passar para ninguém… essa é minha missão com certeza!

    Soropositivo sem crise eu assino embaixo

    “E fato que por saber ser portador do vírus ele deveria ter t avisado, mas também, por ter se relacionado com alguém que provavelmente não conhece você teve 72 horas para procurar pela PEP e evitar esse transtorno todo. “

  37. FG-PR diz

    O ser humano é um bicho estranho mesmo, o cara se contamina com uma doença incurável porque não se protegeu e fica julgando o parceiro(a) (devia ser no momento da transmissão), ou pior ainda saia com qualquer um(a). Amigo vou te dar um conselho, pare de se lamentar de algo que vc tb teve culpa e viva sua vida, pois independente do vírus que vc carregará pelo resto da vida, a vida é curta. Espero que vc um dia acabe com essa amargura e siga em frente, pois caso contrário o quer te matará não será o vírus.

  38. Alessandro diz

    Antes aqui tinha pessoas mais “fortes” agora n pode dar uma dura que cai um monte de bla bla bla falando muito do mesmo, apenas falei dessa forma pq frequento o blog a bastante tempo e já passaram vários por aqui, que não se dão o luxo de pesquisar, existem muitos posts nesse blog, muitos relatos é só não ter preguiça, caso fosse um fórum vc teria local certo para cada coisa porém não é mas tudo bem, mas muitos vieram aqui todo angustiados, faziam os testes, juravam parceria eterna aí saia negativo e some… Kkkkkkk é foda e se ficar dando atenção para quem acha que se infectou iremos desviar o foco e não somos médicos e nem temos bola de cristal e muito menos adivinhos, muitos disseram, faça o teste, caso positivar saiba que a vida pós diagnóstico, bom nem vou me alongar já estamos totalmente fora do contexto AA só para complementar como é o nome do blog mesmo ??? Kkkk abraço a todos.

  39. Gil diz

    Este moleque Alessandro ainda anda por aqui… e cospe pérolas: se acha “forte”, como se força fosse se dar ao “poder” de ofender, magoar alguém. Você não deu dura, você posou de ridículo, foi baixo! FORÇA é respeito: FORÇA É LIDAR COM ANGÚSTIA E SABER PEDIR AJUDA, POR MAIS ÓBVIA QUE PAREÇA PARA VOCÊ!
    Força é se manter educado (com esta coisa eu perco a minha força) e ser respeitoso, mesmo que repetitivo! A força está no poder ajudar, está em ser nobre. Você, provou que não é forte.
    Aí chama indiretamente as pessoas de preguiçosas, julga a atitude, se continuam no blog ou se vão. Diz que está há muito tempo mas pelo visto, nada aprendeu. Que nojo!

    • Alessandro diz

      Essa foi a primeira vez que falei dessa forma, como assim cuspo pérolas ? Sou Alessandro não Alexandre… Ele fala sim coisas assim mas muito delas são vdd, é realista quando estamos sob um diagnóstico sério vc quer saber a vdd ou ser enganado ? E não descarregue sua frustração em mim pq vc pra mim é problema seu 🙂

  40. leo diz

    Boa noite, estou com CV de 80 mil cópias. Alguém saberia me dizer se com essa carga a infecção é recente ou já tem tempo?

  41. Junior diz

    O dia pode parecer triste, vazio e chato. Flores caem sem cor, sem vida e sem tinta para recompô-las. O sol nasce sempre e ele é tão belo que eu passaria dias olhando para ele. Temos que pensar que a vida está além , muito além e temos que alcança- la. Por muito tempo eu chorei anos por ter esse vírus, mas eu superei tudo e consegui um emprego, consegui uma faculdade. Meu sorriso continua belo. Não podemos deixar nosso tempo parar no abismo da morte e sim deixá- lo fluir leve e com muita vida. Desejo muita paz a todos.

  42. Soropositivo em crise diz

    Acho engraçado: quando se fala em direitos dos soropositivos, todos mostram-se aguerridos entusiastas da discussão. Quando alguém fala em deveres dos soropositivos, a coisa muda de figura… Em primeiro lugar, SOROPOSITIVO SEM CRISE, gostaria de lhe dizer que a discussão acerca dos aspectos penais da transmissão do HIV é tão importante quanto qualquer outra, principalmente para os soropositivos. Afinal, qualquer soropositivo que transmita o HIV com dolo ou dolo eventual pode responder por isso. Quer queiramos, quer não queiramos, precisamos nos precaver em relação a isso. “Dura lex, sed lex”.Quando a uma relação sexual desprotegida com portador do HIV, sabedor de sua sorologia, não há que se falar em culpa concorrente do soronegativo infectado. Apenas se o soropositivo se declarar soropositivo. Isso não acontecendo, o consentimento do parceiro é tido como inquinado. Por favor, não deturpe, ainda que sem intenção, minhas palavras. Não estou aqui advogado que seja criado tipo penal próprio para a transmissão doloso do HIV. Estou apenas abordando o que a legislação pátria já diz em relação ao tema. Quer queiramos, quer não, sendo soropositivos no Brasil, estamos sujeitos a essa lei. Achar linda a lei quando ela nos concede a medicação de graça, quando ela nos permite o sigilo da sorologia ou quando ela pune quem nos discrimina e achá-la injusta quando ela nos obriga a fazer o basilar do senso moral (que é não transmitir o vírus) é oportunismo (e friso que não estou chamando você ou quem quer que seja de oportunista). Em segundo lugar, M, e também SOROPOSITIVO SEM CRISE, sabe o motivo de eu não ter procurado pela PPE após a relação? Primeiro porque eu, mesmo sendo uma pessoa informada, não sabia que ela existia (o que prova que é preciso falar mais sobre o HIV, tanto para combater o preconceito, quanto para impedir novas infecções), e segundo porque eu, sendo uma pessoa honesta (e, infelizmente, inocente) jamais poderia imaginar que um soropositivo ciente da sua condição, sem tratamento, pudesse propor sexo desprotegido, e mesmo não alertar o parceiro após o ato. Falar que eu ou que qualquer pessoa que tenha contraído o vírus na minha situação é culpada é como dizer a uma bela jovem que foi violentada que ela o foi por usar roupas vulgares, ou por ser bonita. E já que falamos do meu caso, gostaria de adicionar uma informação. Assim que soube que estava infectado procurei imediatamente quem me infectou, pois achava que a pessoa não se sabia infectada. Meu objetivo era alertá-la, impedir que ela contaminasse outras pessoas, e dar a ela as explicações todas de como viver bem com o HIV (que aprendi, dentre outras fontes, a partir deste site também). Sabem o que a pessoa fez? Não demonstrou qualquer susto (o que me levou a concluir que ela já se sabia infectada), tratou-me como rispidez, disse que não tinha nada para conversar comigo e me desejou ironicamente “boa sorte”, porque eu “iria precisar”. Depois disso nunca mais respondeu qualquer mensagem minha. Vocês podem imaginar a dor que eu senti naquele momento (e que eu ainda sinto). Foram dias e dias me dividindo entre a dor e o ódio. Perdi um trabalho importante, engordei, não consegui sair de casa, resolvi terminar um relacionamento que estava começando (para não ter que contar minha sorologia, e para não correr nenhum risco de infectar a pessoa, posto que eu ainda não tinha começado o tratamento). Só consegui começar a voltar a “viver” depois que reuni forças para ir à delegacia denunciar o meu infectante. Por tudo isso, jurei a mim mesmo que não iria descansar enquanto não colocasse essa pessoa na cadeia. Gostaria mil vezes de ter sido infectado sem que a pessoa soubesse o que estava fazendo. Afinal, tão ruim quanto levar o vírus para sempre é levar a mágoa de ter sido contaminado da forma que fui.

  43. Soropositivo em crise diz

    PS 1: Apenas à guisa de complementação, sabem o que a “pessoa” que me infectou está fazendo? Processando-me por extorsão. Inventou que eu inventei que ela tinha me infectado, e que estava pedindo dinheiro, baseando-se numa mensagem que eu mandei para ela dizendo que ela iria “pagar” (no sentido penal e cívil, claro) pelo que me fez. Isso tudo dito, será que alguém aqui teria coragem de dizer que a discussão acerca das aspectos penais da transmissão do HIV é ruim para o portador? Será que o portador é só quem transmite? Quem é infectado, numa situação dessas como a que relatei, não é considerado portador também, e não merece o apoio da comunidade soropositiva?
    PS 2: Desculpem-me por eventuais erros de ortografia/gramática. Escrevi correndo.

  44. Soropositivo em crise diz

    FG, PR, não entendi direito o que você quis dizer (em função da forma confusa com a qual você se expressou). Pensei em me dirigir a você de forma educada, como fiz em relação à M e ao Soropositivo sem crise (que foram bem educados comigo). Mas tendo em vista que o seu comentário faz um juízo de valor sobre o exercício da minha sexualidade, e atrela tacitamente esse juízo a um merecimento por eu ter contraído o vírus (como aquele raciocínio rasteiro que diz que uma mulher bonita e que se veste de forma insinuante merece ser violentada), gostaria de, carinhosamente, lhe mandar para a ….. (em função do meu respeito ao blog e aos seus frequentadores, deixarei subentendida a mensagem).

    • FG-PR diz

      Depois de tudo que vem pregando com seus comentários fica muito claro o que vc quer, é atenção, até entendo dada a circunstância,mas não será assim que vc vai resolver seu problema. Mas vou parar de discutir vai que vc resolve me processar. Além disso quem sou eu pra discutir com alguém com tantos predicados.

  45. Soropositivo em crise diz

    Uma última observação: deixemos de ter a pretensão de uniformizar as opiniões dos comentários. Este é um espaço de debate do problema do HIV/AIDS, em todas as suas facetas. Diversidade de opiniões, com respeito, é salutar.

  46. Soropositivo em crise diz

    Agora, um convite à reflexão. Modéstia às favas, sou um cara bonito. Alto, musculoso, jovem. Moro bem, dirijo um bom carro, tenho um bom papo, tenho meu dinheiro. Em suma: fujo completamente do estereótipo que o senso comum associa ao portador do HIV. Se eu quisesse contaminar uma pessoa por dia, acreditem, conseguiria! Será então que seria justo que eu o fizesse, e que a culpa seria daqueles que infectei por terem confiado em mim? Aceitar isso, na minha opinião, seria validar a falta de ética do mundo atual. Inaceitável! Pensem que muitos de vocês poderiam ser soronegativos ainda se não tivessem confiado na pessoa errada. Não simplifiquem o debate, enxergando tudo sempre sob a ótica do portador do HIV, fechando os olhos para aquilo que o Kant , falando sobre a ética, chamou de imperativo categórico: “agir penas segundo a máxima que você gostaria de ver transformada em lei universal”. Ninguém merece contrair o HIV por ter transado sem camisinha! Eu, particularmente, peguei na única vez em que transei sem. E se transar se camisinha for crime/pecado, no caso dos soronegativos (claro), o mundo não teria 7 bilhões de habitantes (a esmagadora maioria nascida de um coito desprotegido).

  47. Soropositivo em crise diz

    CORRIGINDO: “E se transar SEM camisinha for crime/pecado, no caso dos soronegativos (claro), o mundo não teria 7 bilhões de habitantes (a esmagadora maioria nascida de um coito desprotegido).”

  48. M. diz

    Soropositivo em crise, sinceramente acho que você está perdendo tempo, pois você mesmo disse que a pessoa nem confirmou que sabia que era infectada pelo HIV. Da forma que vc descreve essa pessoa realmente parece inescrupulosa, mas sinceridade acho que você nunca conseguirá provar isso. Você em nada tem a ver com a jovem violentada, pois seu sexo foi consensual e você como todas as pessoas do mundo sabem que não devemos fazer sexo sem camisinha. Eu sabia disso também, errei e agora estou pagando e se pudesse voltar no tempo nunca faria sexo sem preservativo nem mesmo com meu namorado que estava em relacionamento a 6 anos e foi quem me contaminou.
    Siga em frente cara e tenha distância dessa pessoa, pois se o que você acha que ela fez for realmente verdade, essa pessoa não merece o minimo da sua atenção. Acho que você deveria seguir sua vida, ela parece ser muito boa e infelizmente acho que isso só vai te machucar ainda mais e trazer mais exposição por uma coisa que sinceramente eu acho que não vai dar em nada. De qualquer modo desejo boa sorte e que se esse for o caminho que você escolher que pelo menos você tenha uma boa cabeça para lidar com isso. Esse cara pode até escapar da cadeia, mas o que ele está plantando fazendo maldade e não se tratando ele vai colher muito pior, pois o fim de quem não se cuida é muito mais triste que a própria cadeia.

    • cariocarj diz

      É muito difícil provar isso em Tribunal, hoje em dia é considerada uma doença crônica. Eu falo com todas as palavras peguei na prática oral, não transei sem camisinha e o risco é pequeno no sexo oral, mas existe, também tinha uma pequena cárie e não vou processar ninguém. Entregar na mão de Deus. Plante o amor, faça o seu tratamento corretamente e em breve vamos ter a cura. Não plante o ódio, não guarde mágoas, sei que é difícil ninguém que ter isso pra vida. Mas olhe a vida com fé, otimismo e esperança. Essa pessoa que te passou de maldade sabendo e não estando em terapia um dia vai pagar. Temos a Lei de Deus. E nós vamos prestar conta de tudo o que plantamos nessa vida seja coisa boas ou ruins. Acredite em você ! Você está vivo e a vida é ÚNICA e com Saúde ! Um forte abraço.

  49. Divulgando grupo do whatsapp, cujo objetivo é refletir, conversar, fazer amigos, compartilhar nossas emoções…. Enfim, VIVER POSITIVAMENTE. Quem quiser participar só deixar número com DDD. Abç.

  50. Pessoal Noticias boas essa droga pode ser a Cura e se eu não estou enganado é o igenol, mostrou-se eficaz na conversão de latencia dos reservatorios do HIV, combinado com outra droga podera eliminar de uma vez esse intrusu, leiam e me confirmem, abraço a todos

    http://journals.plos.org/plospathogens/article?id=10.1371/journal.ppat.1005066

    http://www.dailymail.co.uk/health/article-3180055/Scientists-discover-flush-HIV-patient-s-body-raising-hopes-eradicate-disease.html

    http://www.bbc.com/news/health-33720325

  51. MA diz

    Olá Soropositivo em crise,
    Essa pessoa que o infectou parece ser uma sociopata… Eles estão por aí… Ao ter vários parceiros (as), corre-se o risco de cruzar com eles, os quais não possuem sentimentos de culpa e são extremamente mentirosos e manipuladores.

  52. Soropositivo em crise diz

    M, é claro que a pessoa não confirmou que tinha HIV. Mas sabia-se infectada. A reação dela ao ser comunicada por mim que ela tinha me passado o vírus (não demonstrou a menor surpresa) demonstra isso (e outros indícios que prefiro não dizer aqui). A prova de que ela se sabia infectada será feita por meio de determinação judicial para que os órgãos de saúde pública, o plano de saúde da pessoa, e os laboratórios da sua cidade forneçam o histórico de exames dela (numa situação de um processo dessa natureza, isso é possível). Tenho formação jurídica, de modo que o meu processo está todo amarradinho (aliás, há inúmeros casos de contaminados que processaram seus infectantes e conseguiram a condenação, no Brasil, inclusive). Meu sexo desprotegido não foi consensual. O fato da pessoa ter omitido que era soropositiva fez com que a minha decisão de fazer sexo desprotegido com ela tenha sido inquinada. De fato, errei ao confiar na pessoa. E, como você, recebi a pena de viver para sempre com o HIV. E a pena da pessoa? Eu decidi processar a pessoa não apenas por mim, mas também para evitar que ela contamine outras pessoas (o que não é de todo improvável, caso ela não comece a fazer o tratamento, dada a sua índole ruim).Obrigado pelos votos. Seguirei em frente, sim. E com a certeza de que farei o criminoso que destruiu permanentemente a minha defesa imunológica ( e que acionou o Estado para me processar por um crime que não cometi) pagar pelo que fez. E, quando isso acontecer, farei questão de dividir essa alegria com vocês.

    • cariocarj diz

      A pessoa que te passou o vírus não fazia o tratamento ? Meu Deus.

  53. Soropositivo em crise diz

    Pois e, MA. O comportamento da pessoa me faz acreditar que ela possa, sim, ser sociopata. Mais um motivo para eu fazer tudo o que posso para colocá-la na cadeia. “Gente” assim precisa ficar apartada da sociedade, com a estampa de criminoso na ficha de antecedentes criminais. A delegada do caso acredita inclusive que muitos dos que transmitem o HIV de propósito agem como aqueles estupradores que foram abusados na infância, e que querem passar adiante o mal do qual foram vítimas.

  54. Droga contra o câncer pode tirar vírus do HIV de ‘esconderijos’ no corpo
    Estratégia é considerada uma das mais importantes chaves para a cura da Aids

    POR O GLOBO / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS
    31/07/2015 7:54 / ATUALIZADO 31/07/2015 8:14

    NIAID

    LONDRES – O HIV pode ser liberado de seus esconderijos no corpo através uma droga contra o câncer, conforme mostra um estudo publicado pela revista científica “PLoS Pathogens”. A descoberta pode trazer avanços significativos, já que o pilar do tratamento, a terapia antirretroviral, mata o vírus na corrente sanguínea, mas deixa os “reservatórios de HIV” intocados.

    A força desses reservatórios foi demonstrada no caso de um bebê do Mississipi que recebeu medicamentos antirretrovirais no nascimento e, apesar de parecer livre do vírus durante quase dois anos após a interrupção do tratamento, foi diagnosticado como portador posteriormente.

    O estudo liderado pela equipe da Davis School of Medicine da Universidade da Califórnia investiga os efeitos do PEP005 – um dos ingredientes do tratamento para prevenir o câncer de pele causado pelo sol.

    A estratégia conhecida como “chutar e matar” é considerada uma chave para a cura da doença. O termo faz alusão a um chute que despertaria o HIV oculto, permitindo que os medicamentos o eliminasse.

    O cientistas testaram o composto em células cultivadas em laboratório e em mostras do sistema imunológico de 13 pessoas com HIV. A droga, entretanto, ainda não foi testada em pessoas que são HIV-positivos.

    A professora Sharon Lewin, da Universidade de Melbourne, disse que os resultados são “interessantes” e marcou um “avanço importante na busca por novos componentes capazes de ativar o HIV oculto”. Entretanto, ela disse à “BBC”, que muito trabalho ainda precisa ser feito:

    Embora PEP005 faça parte de um medicamento aprovado pela FDA, vai levar algum tempo para comprovarmos se é seguro para uso no âmbito do HIV.

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/droga-contra-cancer-pode-tirar-virus-do-hiv-de-esconderijos-no-corpo-17028060#ixzz3hU9vFvKy
    © 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

  55. Lucas diz

    Boa EGC… É o mesmo estudo que postei ali em cima ontem. Infelizmente ninguém comentando… essa semana pelo jeito o povo tá preocupado com outras coisas aqui nesse blog. Podia cada um cuidar da sua vida e usar este espaço apenas pra discussões conjuntas a cerca de algo que nos acrescente.

  56. Pedro diz

    Tive ódio do cara que me infectou, principalmente porque ele falava que me amava( meu ex), o melhor é tentar esquecer. Bola pra frente e tudo na vida tem um propósito!

    • Renatinho diz

      Pedro fala amigooo então o meu ex também me infectou e no inicio tive bastante raiva mas hoje convivemos pacificamente somos bem amigos …
      Temos que levantar sacudir o tapete e viver VIVER COM DIGNIDADE POIS TEMOS O DIREITO DE SER FELIZ não é por que temos HIV temos que ficar nos lamentando temos q viver …..

  57. MA diz

    Soropositivo em crise
    Você está correto. Essas pessoas estão por aí e alguém tem que dar um basta nelas. Você pode estar salvando outras pessoas de serem infectadas por gente como essa. Isso é sério. Uma pessoa de boa índole sabe o que é o HIV e fará de tudo para não transmiti-lo a outrem. Quem o faz sabendo ser soropositivo, precisa de um safanão da justiça.

  58. Cara+ diz

    Hoje, exatamente hoje, dia 01/08/2015, faz exatos 365 dias que me conheço nessa nova condição. A primeira providencia deste dia, foi abraçar meus 3 cachorros e agradecer a Deus por tê-los colocado em frente a porta de saída da casa, quando num momento de fuga, no ano passado, peguei a chave do carro e pensei em sumir prá nunca mais. Lembro-me que ao vê-los, parada em frente à porta, pensei: – não posso ir embora sem, ao menos, me despedir deles. Foi sentar no sofá e imediatamente pularam encima de mim disputando atenção. Deram-me aquilo que qualquer pessoa que tenha um animal de estimação, conhece bem – amor incondicional. Aquele amor sem absolutamente nada em troca. Em meio a lágrimas do mais profundo desespero, me senti acolhido e hoje sei que Deus os usou como uma forma de “bloqueio” – me dando uma segunda alternativa para repensar o meu “plano de fuga”. Daquele momento em diante, resolvi enfrentar!

    Hoje, venho aqui nesse blog, agradecer. Apenas isso! Agradecer a cada um que com suas palavras, comentários, postagens, dicas e sugestões me fizeram abrir a mente e o coração para um novo universo, uma nova consciência, uma nova forma de encarar a vida. Em especial, aos que mantive e mantenho contato extra blog – o meu mais sincero agradecimento ao MarcosFortal (o primeiro amigo virtual soro+ que tive e que quando nos conhecemos, estávamos na mesma condição – nos descobrindo nesse novo universo, só eu sei a importância de nossos papos), ao Ex ex ex deprimido, ao Sampapoa, (grandes papos e trocas de informações com esses meus conterrâneos do sul), a minha conterrânea que vou chamar de K, pois perdemos contato e não lembro seu nick aqui – que me deu a maior força) a Baixinha+ (amável e acolhedora como sempre) e a Madamemin (linda, gata, inteligente, amável e tudo de bom, meu amor para a vida). Sem esquecer o JS pela brilhante iniciativa deste espaço e a Vida, que me fazia rir em frente ao not, mesmo em meio a tantos questionamentos e dúvidas que beiravam o desespero. Fizeram-me e fazem-me perceber que sim, era e é possível uma vida boa e de qualidade frente a tão famigerada notícia.

    Em setembro, completo um ano de tarv. O que tenho a dizer aos que estão se descobrindo agora sob essa nova situação? Façam o tratamento. Não tive efeitos colaterais com o 3×1 e hoje, passado um ano, lembro-me do HIV apenas na hora de dormir, momento da ingestão do comprimido. Não quero com isso, passar a ideia de que também não acredite na grande indústria conspiratória que move milhões e de que sou acomodado com a situação, mas em alguns momentos tenho comigo aquele velho provérbio milenar – “o que ainda não tem remédio, remediado está”. E se vi minha carga viral baixar de 1.650.980 para níveis indetectáveis em praticamente 4 meses de tratamento e meu CD4 subir de 89, para 452 em menos de um ano, é sinal de que o tratamento tem tido sucesso, me garantido uma ótima qualidade de vida. Outra certeza é que o tratamento gradativamente tem sido melhorado, talvez não a passos largos como gostaríamos, mas….o título desse post sobre o Dolutegravir já demonstra isso. Ou seja, o que estava bom até então (sem saber da minha condição), passou a ficar melhor! (saúde sempre!).

    Por que esses níveis tão baixos, frutos de uma, talvez, descoberta tardia? Justamente por achar que não estava no “alvo”, e de ter uma ideia completamente equivocada de “comportamento de risco”. Descobri em exames de rotina, talvez por isso o primeiro pensamento tenha sido a tal “rota de fuga”.

    A vida hoje é a mesma que tinha antes, não mudei em nada. Ou melhor, mudei sim. Mudei meu modo de pensar e consequentemente agir. Passei a enxergar a vida com outros olhos. Na realidade, acredito que o HIV foi uma espécie de lente de aumento para uma visão de mais longo alcance para poder entender que o hoje, o momento presente, o agora é a única e verdadeira oportunidade que tenho para buscar ser feliz e que essas escolhas tomadas nesse momento aqui é que nortearão o que vier pela frente. Sendo assim, escolhi ser feliz! E Deus tem sido generoso comigo! Obrigado Deus, obrigado JS, obrigado amigos, obrigado blog!

    Como diria Martha Medeiros em uma de suas crônicas (acho que – Mais uma de amor – é o nome): “…isso é o que diferencia uma vida vivida de uma vida enfrentada.”

      • Cara+ diz

        MB+
        tenha certeza que muito do que me fortificou por aqui, foram teus relatos e depoimentos, sempre encorajadores, sempre positivos, sempre colocando o vírus no seu devido lugar. Obrigado!!!

    • Luquinha diz

      Nossa cara + que lindo eu tenho um peixinho betta que me da muita força também, confesso que ja pensei que a cura possa estar nele .Tenho o dudu ele e um lulu da pomerania , branco uma graça

    • Madamemin diz

      Cara+, meu querido, o aniversário é teu e eu que recebo elogios! Kkkkk

      Parabéns! Lindo relato!

      Obrigada por compartilhar conosco. Aliás, tenho que agradecer a todos por compartilharem experiências aqui.

      E, Cara+, saiba que pode contar pra sempre comigo! Para absolutamente tudo! Até porque, eu não hesitarei em te procurar. Rsss
      Bjinhos

    • Cara +, sei que estou sumidão, mas vou reaparecer para nós atualizarmos 🙂
      Saudades dos nossos papos. Fiquei muito feliz com este seu depoimento. Saiba que você mora aqui no meu coração. Lembrando do último ano e do nosso apoio mútuo pelo Skype. Hoje, tudo está mais tranquilo e devo isso a você, Vida e Mike. Abraços meu amigo 🙂

  59. Soropositivo em crise diz

    Gente, agora uma pergunta: QUANTO TEMPO DEMOROU PARA A VIDA DE CADA UM DE VOCES VOLTAR AO “NORMAL” DEPOIS DO DIAGNOSTICO?

    • Felipe diz

      Levei pouco mais de um ano para começar aceitar a nova condição. Mudei até de cidade para me afastar de tudo e de todos. Ainda frequento o psicólogo e consegui há pouco tempo falar para duas pessoas fora do meio familiar.

  60. Max diz

    Cadê o Jovem com alguma nova matéria? Será que tá aproveitando o máximo do tempo com a “R”? rsrsrs. Estamos com ciúmes viu Jovem. Se divida um pouco conosco também.
    Gostaria que se possível vc levantasse informações sobre alguns estudos acerca de tomarmos remédios com um maior espaço de tempo. Se há relatos de pessoas que tomam medicação dia sim, dia não, mês sim, mês não. ….

  61. Dan diz

    É absurdo que alguns comentaristas se sintam no privilégio de serem preconceituosos aqui…

    Há alguns meses, esse blog foi muito importante pra mim, quando estava com muito medo de fazer o teste pra saber se estava com o vírus. Felizmente deu negativo, nem por isso deixei de acompanhar o blog, que me ensinou muito e tem me ajudado a dar apoio a meus amigos e ex-namorado que estão na mesma condição.

    Hoje vejo um comentarista dizendo que esse espaço é só para soropositivos e esbanjando ódio, fico pensando o que faz essa pessoa se sentir melhor que os outros. É triste , mas em todos os setores da sociedade existem esse tipo de pessoa.

    Queria dar parabéns para Gil, que num gesto de altruísmo, respondeu dúvidas, que cabem sim ao blog debater, independente da pessoa ser positiva ou não.

    Um abraço!

  62. Luquinha diz

    Boa tarde a todos , esta semana vai ser de uma apreensão para mim ,pois na sexta será um dia de consulta e um dia esperado , hoje acordei meio pra baixo mais olhei o dia e agradeci por estar vivo , ai tento não pensar para nao enlouquecer rs vejo que não será o fim , mais toda vez que se aproxima a consulta fico assim ,e um dia que passo não faço mais nada , espero ouvir boas notícias, ECG seja o ingenol ou qualquer outra coisa , quero sair de la com meu coraçao aliviado , caso alguem queira que faça alguma pergunta pode ficar avontade .

    • Alexandre diz

      Fala, Luquinha. Pergunta sobre a vacina TAT, que tinha previsão de ter os seus resultados de fase 2b divulgados em junho. Pergunta também sobre o PRO-140. Grande abraço!

  63. Luquinha, qualquer novidade para nós é de extrema importância, pergunte, tire suas duvidas e nos mantenha informados, abraço e muita fé, a briga contra o vírus da hepatite C e do Ebola já esta sendo ganha, o próximo vírus a ser destruído para sempre sera esse intruso.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s