Notícias
Comentários 114

Tratamento antirretroviral tem a bênção do Vaticano


 Por Mike Hager para o The Globe and Mail em 19 de março de 2015

The Globe and Mail

Julio Montaner, diretor do Centro de Excelência em HIV/Aids da Columbia Britânica, no Canadá, já recebeu vários prêmios e títulos honorários em todo o mundo por sua missão de vencer o HIV/aids e tem ganhado força ao juntar líderes políticos. No entanto, apertar a mão do Papa e se reunir com autoridades do Vaticano, na semana passada, para tratar de um programa piloto em massa usando o tratamento antirretroviral, deve ter sido uma honra ainda maior para o médico de Vancouver — que nasceu em Buenos Aires, a mesma cidade natal do pontífice, e foi criado como católico.

“Foi um momento muito emocionante.”

“É surpreendente. Devo dizer que foi um momento muito emocionante”, disse o Dr. Montaner, que esta semana está em Genebra, na Suíça, onde está trabalhando com a ONU sobre o plano global de redução do HIV/aids. “Minha mãe ficaria muito feliz comigo. É impossível não pensar nisso: não importa quantos anos você tem, sua mãe está sempre com você.”

Dr. Julio Montaner e Guillermo Karcher

Dr. Julio Montaner se reúne com Monsenhor Guillermo Karcher, autoridade do Vaticano e confidente do Papa Francisco. (BC-CfE)

Dr. Montaner disse que teve um “breve e muito agradável” encontro com o Papa, durante a “fila de saudação” no Vaticano, em 11 de março. Ele também passou várias horas com o equivalente da Igreja Católica a um ministro da saúde e um ministro da justiça, que planejam usar o método do tratamento como prevenção (TasP, do inglês treatment as prevention), em um programa piloto que deve envolver 140.000 pacientes na Tanzânia. De acordo com o Vaticano, a Igreja Católica tem 1,3 bilhões de membros, atua em mais de 5.000 hospitais, 9.000 orfanatos e oferece tratamento para o HIV em todo o mundo.

“Os serviços de saúde nas áreas mais pobres do mundo estão muitas vezes nas mãos de instituições denominacionais.”

“Se considerarmos que os serviços de saúde nas áreas mais pobres do mundo estão muitas vezes nas mãos de instituições denominacionais, o fato de que eles estão interessados e envolvidos é extremamente promissor”, disse Montaner. “A Igreja Católica, com toda a sua infraestrutura e alcance, seria um parceiro fantástico para o que estamos tentando conseguir.”

O conceito que o Dr. Montaner introduziu na Columbia Britânica, o qual tem sido adotado por vários países, inclui o diagnóstico precoce do HIV e o tratamento com um potente coquetel de três medicamentos, capaz de suprimir o vírus a ponto deste se tornar indetectável. Isso levou à outra descoberta: os pesquisadores notaram uma diminuição drástica no risco de transmissão do HIV a partir destes pacientes, mesmo através de relações sexuais desprotegidas.

A adoção do TasP pela Igreja pode ter “implicações importantes para a expansão do tratamento em todo o mundo”, afirma o Dr. Montaner. Ele contou também que detalhes ainda estão sendo acertados, mas o piloto na Tanzânia provavelmente contará com o tratamento de pacientes ao longo de vários anos.

Dr. Julio Montaner

Dr. Julio Montaner, diretor do Centro de Excelência em HIV/Aids da Columbia Britânica, posa para uma fotografia depois de discursar na Reunião Anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Vancouver, Canadá. Dr. Montaner se reuniu com o Papa Francisco e outros funcionários, no Vaticano, para discutir expandir o tratamento que ele introduziu no Vancouver’s St. Paul’s Hospital, na década de 90. (Foto de Darryl Dyck para The Globe and Mail)

O Dr. Montaner afirma que o TasP é 100% eficaz. Essa abordagem reduziu o número de novos diagnósticos na Columbia Britânica em 67% e o número de mortes relacionadas com aids em 87%, entre 1997 a 2013, de acordo com um relatório publicado no mês passado pelo Centro de Excelência em HIV/Aids da Columbia Britânica. Enquanto isso, os pacientes que vivem com HIV e estão sob tratamento antirretroviral têm agora uma expectativa de vida próxima da população em geral. A implantação de um programa piloto, tão grande como este que o Vaticano está planejando, ajudaria especialistas a aprender “novos truques de como fazê-lo de forma mais eficiente, mais expedita”.

Estima-se que 35 milhões de pessoas vivem hoje com HIV/aids. O Dr. Montaner disse que a ONU propôs a meta de tratar 15 milhões de pessoas com antirretrovirais ainda este ano. Em 2020, a ONU espera ter 90% das pessoas infectadas pelo HIV no mundo diagnosticadas, 90% das pessoas que sabem que estão infectadas recebendo tratamento e 90% das pessoas tratadas com antirretrovirais com os níveis do vírus no organismo tão baixos não poderão infectar outras pessoas.

“O modelo do TasP é atraente para a Igreja Católica.”

Montaner disse que ele e sua equipe no Centro “sempre acharam que o modelo do TasP é atraente para a Igreja Católica”, mas o Vaticano do Papa Bento XVI não foi muito receptivo. Montaner aumentou seus esforços de aproximação após a entrada “incrivelmente refrescante” do Papa Francisco, cujas declarações públicas sobre a pobreza estrutural, as questões LGBT e HIV/aids estão “muito alinhadas” com o discurso em torno do TasP. Através de contatos na agência de ajuda humanitária da Igreja, Caritas Internationalis, e velhos amigos na Argentina que “têm conexões pessoais” com o pontífice, Montaner finalmente conseguiu o encontro com o Papa. “Usei todo tipo de alternativa que estava aberta para mim”, disse ele.


Anúncios

114 comentários

  1. Juliana :) diz

    Que bom! A Igreja Católica tem dado muita “bola dentro” ultimamente, estou gostando de ver!
    🙂

  2. CARA + diz

    Sempre aprendi em administração o chavão que diz: a empresa é a cara do seu líder e o texto acima só vem a comprovar isso.

    Que bom saber que a Igreja Católica tem se mostrado “favorável” ao tratamento, não o encara como “excludente” e entende que a proliferação do vírus só terá um fim, a partir de ações de comunicação e informação correta.

    Palmas ao Vaticano! que sirva de “inspiração” aos políticos do nosso Brasil!

  3. vicente+ diz

    Papa Francisco mostrando ao mundo o que é o verdadeiro sentido de religião e amor ao próximo. São ações deste tipo que precisamos para disseminar o estigma criado e, de uma forma ou outra a Igreja é um grande disseminador de informação.
    Iniciei meu tratamento em Janeiro/2015, embora tenha descoberto a sorologia em novembro do ano passado.
    Minha CV era 364.000 cópias e CD4 503.
    Final de fevereiro refiz os exames e fiquei muito feliz com o resultado:
    CV 252 cópias e CD4 951.
    No inicio do diagnostico achei que mudaria por completo minha vida, que a vida social e amorosa ficaria comprometida. Hoje percebo que não foi necessário tanta mudança, apenas preciso ficar mais alerta para algumas situações que antes eu não dava importância.
    Claro que o inicio nem sempre é fácil, mas aos poucos tudo se ajeita.
    Eu sempre tive a vida muito agitada em relação a sair com amigos, trabalho, faculdade e meu maior medo era perder um pouco disso.
    Embora meu médico seja contra o uso do alcool, eu optei por continuar fazendo tudo como antes, claro que as vezes me controlo (não muito … rsrs), e ainda assim tive melhora nos resultados dos exames.
    Hoje levei meu Lipidiograma (colesterol, diabetes,ferro) e tive a grata surpresa que estou com a saúde muito boa.
    Isso me deixou contente por saber que a qualidade de vida continua a mesma.
    Aos que estão iniciando o tratamento agora, siga os horários, se alimente bem e acredite que tudo vai dar certo, mesmos que tenha alguns efeitos colaterais no inicio, isso passa com o tempo.
    Aos que já estão há mais tempo, muito obrigado por compartilhar as vivências, pois graças as vocês eu descobri que era possível chegar onde estou!

  4. DD+ diz

    Vicente+ tbm te agradecemos pelo seu relato, com certeza irá ajudar mtos de nóis aki. abs

  5. Salvador diz

    Começo meu tratamento na sexta-feira. Meu Cd4 está em 249 e CV 49.000 cópias. Tenho muita fé que tudo vai dar certo. Tenho um estilo de vida muito saudável, malho, me alimento bem e não tenho nenhum sinal de nenhuma doença oportunista. Os comentários e mensagens de vocês aqui no blog têm sido de grande importância pra mim. Eu agradeço muito, especialmente ao Olem, a Pequena+ e ao HopeAlways pelas msgs via skype. Com fé em Deus, teremos um cura. Se alguém quiser trocar umas idéias meu skype é: salvadorposi@hotmail.com

    • Antonio diz

      Que bom ver a sua positividade cara! Acho que isso contribui muito para a qualidade de vida. Como todos dizem aqui, nos primeiros dias podem surgir alguns efeitos, mas acho que esse animo e os esforços pra ter uma vida saudável vão deixar teu corpo mais forte! Boa sorte cara!!
      Hj liberou meu segundo exame, estou com 551 cd4 e 1804 cópias. Voltarei ao infecto em uma semana e veremos o que ele tem a me dizer! Estou com medo, sou honesto!
      Abc

  6. Novato diz

    Pessoal, boa tarde.

    Depois de alguns comentários aqui contando a minha descoberta, relatando o primeiro impacto e minha primeira visita ao infecto, tenho os resultados dos exames: CV 152.000 cópias e CD4 em 418. Confesso que fiquei um pouco assustado novamente, estou tentando lidar ao longo dessas semanas de forma mais natural com o diagnóstico da doença, mas nem sempre é fácil. Dias bons, dias ruins, vivendo essa alternância. Agora, ao ter os resultados em mãos, sinto como se a doença ficasse mais palpável. Ao mesmo tempo que tranquiliza, preocupa. O medo e culpa retornam, mas como bom sobrevivente, vamos adiante. Assim como o Salvador, pretendo começar o tratamento com a medicação nessa próxima sexta-feira. Ainda me sinto inseguro quanto os efeitos colaterais, apenas torço para que sejam leves e que não me tire de órbita. Afinal de contas, preciso trabalhar. rs Alguém tem relatos recentes sobre os efeitos do 3×1? Como tem sido a experiência? Me sinto ansioso!

    Tenho procurado sempre ler e acompanhar tudo o que acontece por aqui. Ter acesso a essa comunidade de pessoas que luta pela vida me inspira e me faz bem. Através desse apoio gratuito se torna possível acreditar que nosso destino é muito mais bonito e fértil do que aquele que enxergávamos através do estigma da doença. Assumi para mim o mantra citado tantas vezes por aqui: Força, Foco e Fé! A vida é para aqueles que se dispõem a viver!

    🙂

    • Salvador diz

      Meu infecto é muito bom e uma das coisas que ele mais falou foi sobre não ler muito sobre efeitos colaterais. Eu conheço pessoas que quando lêem uma bula de remédio, sentem todos os efeitos colaterais. Tenho certeza que, assim como vários outros aqui, tiraremos de letra e vai ser como tomar um suplemento pra vida. Boa sorte. Força. Foco e Fé.

      • Barueri - SP diz

        Boa tarde Salvador, desde o inicio da terapia, nunca senti nenhum efeito colateral.
        Descobri em 2011 meu +. Tenho uma vida normal, carga indetectável e estou agora correndo atrás para ser papai, meu maior sonho é engravidar minha esposa que é negativa!
        Força, foco e fé!

        • Salvador diz

          Barueri – SP,
          Que maravilha, cara. Tenho certeza que você será um ótimo pai e que terá uma família muito feliz.
          Sucesso e boa sorte. Avisa pra gente do chá de fraldas. Abraço grande e fiquem com Deus.

    • Wagner - SP diz

      E aí novato, tudo bom?
      Eu também na expectativa pra iniciar a suplementacão! Devo começar o tratamento terça ou quarta da semana que vem e nao estou pensando muito nos efeitos não! Parte boa e que terei duas semanas de adaptação antes voltar ao trabalho!
      Se alguém quiser bater papo meu skype e wagnerns1

    • Cauã + diz

      Novato

      Fique tranquilo quanto aos efeitos da Tarv, comecei meu tratamento há duas semanas com antivirais, e só senti tonteira nos 4 primeiros dias.
      Te aconselho a tomar e deitar, pois assim os efeitos q tiveres se darão quando estiveres dormindo e será mais tranquilo.
      Mas não assuste, é como estar de ressaca.

      Abraço!

    • vicente+ diz

      Novato, tive muito medo dos efeitos colaterais também. No primeiro dia que tomei o remédio (ainda era o esquema de 4 comprimidos) a única coisa que senti foi me sentir tonto, mas logo em seguida eu deitei pra dormir.
      A maioria das pessoas tem apenas esse sintoma e o conhecido sonho vívido, que particularmente eu gosto ….. rsrsrs.
      Tente se alimentar algumas horas antes de tomar o remédio e beba bastante água.
      Se quiser conversar: 88vicente88@gmail.com

      • D_Pr diz

        É estar literalmente vivendo a situação, só que dormindo! Eu não tive nenhum efeito colateral do tipo, nem tontura, alergia e nada mesmo! Agora meus rins…não tem 2 litros de água que acuda, e esse sintoma não regride ou diminui com o tempo, infelizmente piora! Mas é o que temos pra hoje! Vida que segue

        • Wagner - SP diz

          Caraca D_PR! !
          Que voltas a vida da né! Nunca usei nenhum tipo de alucinógeno, nem maconha por tabela e agora poderei ter umas Boas viagens com o tratamento! Que ela seja interessante pelo menos..haha

    • GuiPR diz

      Novato, boa noite. Tudo bem?

      Iniciei meu tratamento com o 3 em 1 há pouco mais de 20 dias. No primeiro dia tive sonhos vividos, calor e tontura (parecia que tinha tomado um bala). A partir do segundo dia os afeitos foram quase que inexistentes. No sétimo dia tive alergia, mas passou em umas 48 horas. Ela se concentrou no meus braços, pernas e mãos. Ninguém chegou a notá-la porque na minha cidade faz frio e usei blusa durante esses 2 dias. Bebi bastante água, chá verde, chimarrão e comi maças para amenizar o efeito alérgico causado pela intoxicação do 3 em 1, só essas medidas foram suficientes no meu caso. Depois disso voltou a ser tudo normal. Na semana passada sentia um leve incômodo nos rins, passei a beber mais de 2 litros de água por dia e espero que desapareça com o tempo. Tive sinais de anemia, mas com cuidados alimentares resolvi isso. Eu tomo o comprimido sempre com o estômago vazio, como orienta a bula. Eu decidi ler toda a bula para estar ciente de tudo que pode ocorrer, mas sem paranoia. Quando sinto algo errado, sempre busco adaptar minha alimentação e me tratar com coisas naturais. Não tenha medo do tratamento, a cada vez que eu coloco uma capsula na boca penso… 1 comprimido, 30 dias a mais de vida saudável. Eu faço curso de economia, algumas matérias exigem muito raciocínio lógico. Minha carga viral estava alta e acho que isso afetava minha capacidade de compreensão. Com o tratamento sinto que estou recuperando minhas habilidades matemáticas, isso é muito importante para mim. O diagnóstico me fez refletir! Hoje me amo mais, me respeito mais, quero voltar para academia, vou cuidar mais da minha saúde. Sei das dificuldades, mas com força de vontade posso vencer qualquer obstáculo na minha vida. O HIV me mostrou isso. Quero a cura, acredito que nos próximos anos ela virá. Enquanto ela não chega, vamos fazer o tratamento e viver. Se quiser conversar pode me enviar e mail gilundetectable@outlook.com. Abraços!

  7. Cauã + diz

    Espero ancioso pelo dia q verei o post intitulado:
    “Descoberta a Cura do Hiv/Aids”

    Abraço e Boa Tarde a todos!!!

    • D_Pr diz

      Cauã, não sei como foi parar de resposta pra você! Deu a entender que seria cura do HIV e não é isso que estou me referindo! É apenas uma reportagem sobre um anticorpo! Saiu agora de pouco, mas não sei se é velha ou nova!

      • Cauã + diz

        Fiquei meio sem entender realmente D_Pr rsrs
        Agora entendi, vou pesquisar a respeito. Valeu!

  8. Cauã eu tambem, todo dia abro o blog e espero esta noticia, mais paciencia com fé todos estaremos em breve lendo este post. E pessoal desenganem dos efeitos colaterais, não pensem nisso, vivam saudavelmente e esses efeitos que dizem nunca vaõ te prejudicar, estou a 40 dias com a medicação 3X1 e não tive nada, exatamente nada, acontece alguma coisa tipo uma espinha inflamada, ai de tanto le acho que é a medicação, mais o que acontece e que hoje observamos mais nosso corpo e qualquer coisa que aconteça mesmo que tinhamos antes colocamos a culpa na medicação, estou triste por ter que tomar medicação todos os dias, mais feliz pela vida, como dizem vida que segue…

    • vivendopositivo diz

      Que sortudo, ontem fui fazer uma pesquisa de alguma possibilidade de interação medicamentosa do meu antidepressivo (bupropiona) e efavirenz (que é o vilão do 3×1), se por acaso essa minha farmacodermia persistente poderia ter a ver com isso e descobri que o efavirenz faz perder 50% da eficácia justo da bupropiona! Bom, ainda bem que não é o oposto.

      • Tony PR diz

        Oi, tenho sérios problemas com ansiedade e depressão e todos os remédios que tomo o efavirenz consegue reduzir o efeito. Qual você está tomando agora ?

        • vivendopositivo diz

          Tony PR, ainda estou tomando bupropiona, pois descobri só há dois dias essa informação (mas tinha notado ter ficado mais preguiçoso recentemente). Antes dele tomava citalopram que também tinha mínimos efeitos, com bup não sinto absolutamente nenhum. Mas depois de descobrir isso fiquei meio impressionado, se eu estaria me sentindo mais vulnerável (pq hoje em dia a gente não quer sentir mais nenhum tipo de tristeza, né mesmo? ) Com o efavirenz, pelo menos nas cartilhas de interação medicamentosa, o citalopram não tem aumento nem diminuição da concentração com efavirenz, com outros tarv sim. Mas seria bom isso ser decidido junto com seu médico psiquiatra. Como você tem ansiedade, bupropiona, já que deixa mais “ligado” (que eu acho ótimo pq me tira o sono) por ser recaptador de dopamina e noradrenalina, talvez não seja o mais indicado. O mais comum é serem apenas de serotonina.

          • Tony PR diz

            Obrigado pelo retorno ! Eu estudo para concursos o dia todo, isso mais a doença já me deixam ansioso e não posso sentir sono porque preciso estudar muito mesmo. Eu tomo citalopram, mas me dá náusea e me deixa mais depressivo ainda rssss. O meu médico fica evitando me dar medicamento novo com medo de eu inventar alguma coisa kkk. Os médicos daqui da minha cidade são muito fraquinhos, sabem nada.

            • Olá TonyPR, eu uso citalopram há uns bons anos, antes de descobrir ser soropositivo. Nunca tive problemas, só acho que não anda fazendo o mesmo efeito ultimamente.
              Eu tomo a combinação 3 x 1, e esses dias, lendo a famigerada bula (é impossível ler aquilo e ficar tranquilo, rsrsrsrs), vi que a bupropiona não era indicada junto com a TARV.

              Abraço.

  9. Cauã eu também, todo dia abro o blog e espero esta noticia, mais paciência com fé todos estaremos em breve lendo este post. E pessoal desencanem dos efeitos colaterais, não pensem nisso, vivam saudavelmente e esses efeitos que dizem nunca vão te prejudicar, estou a 40 dias com a medicação 3X1 e não tive nada, exatamente nada, acontece alguma coisa tipo uma espinha inflamada, ai de tanto lê achamos que é a medicação, mais o que acontece e que hoje observamos mais nosso corpo e qualquer coisa que aconteça mesmo que tínhamos antes colocamos a culpa na medicação, estou triste por ter que tomar medicação todos os dias, mais feliz pela vida, como dizem vida que segue… rs rs acho que todos erros de portugues corrigidos rs rs, abraço a todos e JSP posta logo a noticia que o Cauão e eu queremos ler, ajuda ai rsrsrs

  10. Barueri - SP diz

    Pessoal, sou +, e isto não me abala em absolutamente nada. Não muda meu estilo de vida, coisas que faço no dia a dia, nenhuma limitação. Cuido da saúde como uma pessoa normal, me alimento bem, exercícios as vezes e agora, estou correndo atrás para ser papai.
    Descobri o HIV já era casado (cerca de 4 anos atrás), descobri por acaso para uma cirurgia. Fiz minha cirurgia e após um tempo comecei a tratamento, em 3 meses de terapia, minha carga já era indetectável e o CD4 sempre acima de 600. Minha esposa sempre me apoiou, foi algo que adquiri antes do casamento e graças à Deus não passei pra ela, este foi um milagre em minha vida, saber que não passei nada pra ela, vários exames e acompanhamento foram feitos por quase 1 ano e ela sempre negativa.
    Agora peço a ajuda de vocês, estou tentando ser papai, a lavagem de esperma é muito cara e eu não achei nenhum local que de assistência pelo SUS ou tenha um preço mais acessível. Vocês conhecem algum local que faça este tipo de tratamento no esperma, ou algum outro método para que eu possa ter filhos???
    A 8 meses nosso preservativo estourou, fomos ao centro de tratamento e ela foi orientada a tomar um medicamento por 30 dias, mas segundo a informação que recebemos era só por segurança, pois como eu estava com carga indectável as chances de ter passado para ela era menos de 2%, mediante a esta informação a curiosidade, eu estando nesta condição, ou seja, oferecendo risco minimo de transmissão, não poderia engravidar minha esposa pelos métodos tradicionais? Pois se quando o preservativo estourou, o risco era minimo, pq não o risco minimo agora? e se fizessemos do metodo tradicional e ela tomasse remedios para não pegar isso???

    obrigado.

    • FG-PR diz

      Barueri-SP eu também sou casado e minha esposa também é negativa, mas já tenho filhos que tive antes de adquirir esse presente de grego. Recentemente fui a uma consultar com o Dr Ésper Kallas em São Paulo e durante a conversa ele me disse que se eu quisesse ser pai seria possível sem a necessidade de lavagem de esperma, bastaria eu estar indetectavel por 6 meses e tomar alguns cuidados.
      Semana que vem minha esposa vai fazer um exame de Polimorfismo do Gene CCR5 para verificar se ela é imune ao vírus, já que durante 2 anos ela não se contaminou, não é um exame caro e caso ela seja ficará mais fácil nossa relação é quem sabe daqui um tempo ter outro filho. converse com seu infectologista e discuta a possibilidade de ter o filho sem a necessidade de lavagem de esperma, caso ele não entenda procure outro médico. Espero ter ajudado.

    • CARLA diz

      Tratamento especializado p fertilização Fundação ABC São Paulo preço acessível e são especialistas nas nossas patologias. Excelente atendimento, não obtive sucesso nas fertilizações ainda mas é o melhor que temos. Pelo Sus leva toda a vida…Dr. Caio me atendeu com excelência!!! SUCESSO E BOA SORTE carlapositiva700@hotmail.com

  11. Señor Coconut diz

    Estou com a CV muito alta, chega aos 800.000 e cd4 550. Ainda não fui ao infectologista (do SUS de Curitiba) para lermos juntos todos os resultados, mas ja marquei para depois de amanhã, sexta-feira. Fiquei assustado com essa CV tão alta, mas tomara que iniciando o tratamento diminua significativamente. Muita paz a todos nós !

    • D_Pr diz

      Señor!

      Está com cara de infecção recente… Esses valores chegam normalmente em números maior que 1 milhão de cópias! Quanto a diminuir vai sim, no primeiro mês o normal é baixar 1 log (cair pra 80 mil cópias, respeitando o valor limite de queda para até 240.000 mil cópias, algumas pessoas conseguem 2 log – cai pra 8 mil cópias) Bom, se acontecer isso o tratamento está funcionando!

      Me deixa seu e-mail que tenho um infectologista excelente pra te sugerir!

      • vivendopositivo diz

        D_Pr, Como é que calcula esse negócio de Log ai? tentei encontrar assim que recebi minha CV, e achei super confuso. Minha cv era 10.641 (1,41 parece) em 27/01 (3×1 iniciado em 10/02).

  12. Sobrevivendo diz

    Olá, faz um mês que fui diagnosticado e eu estou há 25 dias tomando o 3×1 e os únicos efeitos colaterais que senti foram um pouco de diarréia nos primeiros dias e a partir do 10º dia apareceram algumas manchas bem clarinhas no meu braço e antebraço, porém sumiu com uns 4 ou 5 dias (graças a Deus). Estou tranquilo quanto a maioria dos problemas que o HIV possa me causar,pois estou disposto a me cuidar, atualmente o meu maior medo é encontrar algum conhecido no CTA em que faço tratamento, só isso que é a minha maior angustia. Mas enfim, vida que segue,
    Ah, e também pensei que era somente eu que todo dia ao acordar pegava o celular e ia direto na globo.com verificar se já foi publicada essa tão sonhada noticia: “Finalmente a cura para o HIV.”

  13. Sobrevivendo diz

    Vou expor uma dúvida que tenho e quem sabe algum de vocês possa me ajudar: O que nos faz emagrecer nesse primeiro momento do baque do diagnóstico é o psicológico ou tem a ver com a medicação? Eu tomo o 3×1.
    Alguém sabe sobre isso? Fico bastante preocupado em relação a isso pois sou vegetariano, sempre me disseram que a minha alimentação é um pouco precária pois só substituo a carne com a proteina da soja e como todo tipo de verdura, só a carne mesmo que não desce. Será que vou ter prolemas futuros relacionados a isso?

    • CARA + diz

      Oi Sobrevivendo

      O emagrecimento é puramente psicológico. Tanto que quando comecei o tratamento, em praticamente 3 meses ganhei quase 10kg. Fica tranquilo!

    • vivendopositivo diz

      Se for antes da medicação, o fato de estar infectado com hiv diminui a absorção dos nutrientes pelo corpo, além do gasto bem maior de energia (metabolismo) tentando combater a infecção viral ao repor os linfócitos, e limpar os restos de células mortas no corpo. Muitos também tem diarreia pelo fato de estar com cd4 mais baixo (que facilita a penetração de bactérias do intestino no corpo), ou na fase aguda. Depois do início da medicação, muitos também tem o efeito colateral de terem diarreia, isso faz com que perca peso também. O médico falou que assim que a CV começasse a cair, se eu caprichasse na alimentação ganharia peso rápido. Tenho notado já uma fome bem grande ultimamente, mas nada do peso subir – só 1kg. (2 meses de tarv). Não é só psicológico, existem fatores biológicos que explicam o emagrecimento.

  14. Guerreiro Azul diz

    Boa noite,
    Acabei de ver que vão falar hoje no Jornal Nacional algo sobre novas descobertas científicas de redução da carga viral.
    Estava ocupado com outra coisa aqui e não consegui entender mais a fundo sobre o assunto.
    Vlw!

  15. vivendopositivo diz

    Passando agora na globonews sobre os anticorpos neutralizantes

  16. vivendopositivo diz

    Falaram que isolaram o anticorpo de um individuo que não desenvolveu aids, e injetaram em indivíduos com carga viral que reduziu a níveis reduzidos, porem que depois de um tempo os níveis voltaram a aumentar . Eles querem pesquisar agora como pode usar os anticorpos para controlar o nível e com que frequência deveria ser o reuso, pois eles eram absorvidos pelo corpo depois de um tempo. A pesquisa foi divulgada na revista nature.

  17. luquinha diz

    No ultimo dia 21 o papa pediu para almoçar com gays , transexuais e portadores de hiv , Mais tenho que falar sobre o Papa , na minha opinião ele esta revolucionando os corações , prega o bem ao próximo .

  18. Tão diz

    Boa noite pessoal, que bom saber cada vez mais ganhamos apoio, pra mim o medo do preconceito por ser + e o que mais me assusta. Descobri ser + em agosto passado através de exames de rotina entre resultado e começar tratamento levei uma semana comecei com cv 63 mil em quatro meses abaixou para 450 e no último mês indetectável. No momento minha maior preocupação é estar em um relacionamento tomo todo cuidado mais e discordante tenho medo da hora em que tiver que contar. Em consulta hj meu médico disse que tem mais medo de tratar diabetes do que hiv, para nossa sorte temos medicamentos eficazes hj e logo uma solução definitiva.

    • vivendopositivo diz

      Não sei se os médicos combinam “mentiras” assim para nos animar, rs. Mas o meu disse a mesma coisa. E acho que todos falam a mesma coisa pros pacientes, “é mais facil você morrer atropelado por um caminhão, do que de aids hoje.”
      Tive lendo sobre hepatite C, e como é penoso o tratamento, mas teve uma evolução danada esses últimos 5 anos viu? de 40% de cura, hoje chance de 98% e em apenas 3 meses!
      Em breve será nossa vez.

  19. luquinha diz

    Gente tenho uma ótima noticia o meu Botafogo foi campeão ,sai para bebemorar tomei cerveja ,mais como não e sempre vai fazer mal não ne? E campeão e campeão e campeão hoje e só festa alegria imagina quando eu for comemorar a cura e campeão e campeão

  20. Brumo diz

    A única parte do meu corpo que não se encontra empolada, ainda, é o meu rosto. De resto, o rash cutaneo tomou conta. A alergia surgiu no 7 dia de tratamento do 3×1. Vou ao infecto hj para ver se ele me passa um antialergico ou muda meu esquema. Está complicado meu início de tarv…

    • vivendopositivo diz

      Brumo, olha só. Comecei dia 10/02. Até HOJE tomo anti alérgico. Sinceramente prefiro um cp/dia, do que tomar 3 tipos em horários mais controlados em 2x/dia. Minha alergia tem diminuído semana a semana, tenha paciência, ela vai regredindo mesmo que aos poucos, não se desespere em mudar a medicação ainda. Ele me falou que é uma dessensibilização progressiva a cada dose, que pode durar até 4 meses. Demorou semanas para sumir dos meus braços, hoje ainda tenho no torax e coxas, mas como ninguém vê, não ligo muito, antes o empolado ficava levemente mais alto, hoje só fica manchado, sem relevo.

      • Brumo diz

        Eu gostaria de manter o 3×1 pois é muito prático. Mas necessito de um antialérgico para cortar essa alergia. Se eu tivesse que por um tênis agora não conseguiria, uma vez que até meus pés estão empolados e com a espessura alta…

        • vivendopositivo diz

          E não tinha ninguém passasse na farmacia e providenciasse uma loratadina? Vc já devia estar tomando desde da primeira pinta que aparecesse. Realmente parece que teu caso é de alergia mais grave, se nem o anti alergico reduzir essa alergia, talvez seja preciso mesmo descobrir qual dos 3 te causa a alergia, e trocar.

          • Brumo diz

            A minha alergia está mto forte. O
            infecto passou alegra 180 e tive que repetir meu vdrl (não reagente), e hemograma com plaquetas, e levar para ele o mais rápido possível. Caso o rash piore no fds devo parar a medicação e mudar de esquema. Que tristeza…

    • G. diz

      Como bem disse o “vivendopositivo”, vc deveria ter iniciado o anti-histamínico no início da alergia. Eu também tive essa reação, no 10o dia da TARV (efavirenz+lamivudina+tenofovir). Ela só não piorou, pq eu estava em tratamento com cortisona por causa de uma outra doença que tenho. Logo no 1o dia de alergia tomei a loratadina e sete dia depois desapareceu por completo. Meu médico disse que não se deve estender esta reação, pq é possível que vc desenvolva síndrome de stevens-johnson, o que é grave. Se cuida…

      • Brumo diz

        Vou suspender o 3×1 hoje e quarta volto ao médico. É uma lastima, pois estava “feliz” em tomar 1 comprimido somente. Agora é esperar para ver qual o meu próximo esquema. Acredito que seja algum que não tenha o efavirenz.

  21. G. diz

    Alguém aqui já teve lipodistrofia por conta do esquema efavirenz+lamivudina+tenofovir. o famoso 3 em 1? E há quanto tempo está tomando/tomou?

  22. D_Pr diz

    Pessoal, falando sério…Será que a Marina está bem? Foi presa? Está viva?

  23. Cientistas reproduzem anticorpo capaz de neutralizar o HIV

    Pesquisadores brasileiros, em Nova York, conseguem reduzir temporariamente quase toda a carga do vírus HIV em pacientes.

    O Jornal Nacional mostra uma conquista importante da ciência para saúde. Cientistas brasileiros reproduziram em laboratório um anticorpo capaz de neutralizar o HIV e reduzir a carga do vírus a níveis baixíssimos.
    A escultura representa um anticorpo muito especial em ação. Na parte de baixo, vê-se uma longa fita enrolada. Ela é o pedaço do vírus HIV que ataca as células humanas e provoca a Aids. Já o pedaço de cima é o anticorpo apelidado de 3BNC117. Na representação, ele está neutralizando o HIV.
    “Ele bloqueia o vírus, bloqueia o receptor do vírus que vê a célula humana. Então, o vírus não consegue entrar na célula”, explica Michel Nussenzweig, cientista.
    O anticorpo foi criado pelo sistema imunológico de uma pessoa soropositiva mas que não desenvolveu a Aids, um caso raríssimo.
    O anticorpo foi isolado e depois clonado no laboratório do cientista brasileiro Michel Nussenzweig, na Universidade Rockefeller, em Nova York. O estudo, que foi publicado nesta quarta-feira (8) na revista científica Nature, mostra que o tratamento com esse anticorpo pode reduzir radicalmente a presença do vírus HIV no organismo.
    A pesquisa foi liderada por outra cientista brasileira, Marina Caskey. O 3BNC117 foi injetado em 17 pacientes soropositivos, e 12 soronegativos. Cada um recebeu apenas uma dose. Nos portadores de HIV, em uma semana a quantidade de vírus no organismo caiu em até 99%. Mas o efeito não foi duradouro. Como normalmente o corpo humano não consegue produzir esse anticorpo o vírus gradualmente voltou.
    Nas pessoas soronegativas, o objetivo foi verificar se haveria alguma reação prejudicial ao anticorpo, o que não aconteceu.
    “A gente está mostrando pela primeira vez que essa classe de drogas, que são chamadas anticorpos que são neutralizantes, pela primeira vez a gente está mostrando que ela tem atividade significante em pessoas que são infectadas com HIV que ainda não estão em tratamento”, afirma a cientista Marina Caskey.
    A próxima etapa da pesquisa, que começará ainda este ano, envolverá um número maior de pacientes e várias doses do anticorpo, na esperança de que ele eventualmente elimine o vírus HIV do organismo das pessoas infectadas. Ainda é cedo para falar em cura, mas esse é o objetivo.
    OBs. Eh a mesma pesquisa, mas vale a pena ver nesse também porque tem um vídeo da reportagem no link abaixo.

    Fonte: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/04/cientistas-reproduzem-anticorpo-capaz-de-neutralizar-o-hiv.html

  24. VivendoPositivo diz

    Gente, aproveitando que o site é bastante visitado e que pelo que vejo o pessoal está sempre disposto a ajudar, vou colocar uma dúvida minha aqui e ver se alguém consegue me dar uma luz 🙂
    É o seguinte:
    Passei no concurso da Caixa do ano passado e descobri minha sorologia agora esse ano em fevereiro, estou aguardando a convocação, queria sacar o meu FGTS já que temos direito, Sei que nos exames admissionais eles não podem solicitar o de HIV, porém tenho medo que eles consultem em seus próprios arquivos e verifiquem que eu saquei o FGTS por causa do HIV e inventem qualquer motivo para não me admitir. Alguém tem alguma informação sobre como funciona isso? Será que existe algum sigilo dentro da própria Caixa? Teoricamente é bem possivel que eles não possam fazer essa averiguação, mas como sabemos existe uma distância entre o que não podem fazer e o que fazem.
    Então, sei lá, se alguém conhecer um colega que trabalha na CEF, ou esteja em alguma situação parecida veja se consegue sanar essa dúvida pra mim… Agradeço desde já.
    Meu e-mail é vidapositiva240215@gmail.com

    • Juliana :) diz

      Ei, colega!

      Eu também passei nesse concurso da Caixa e no do Banco do Brasil!
      Fui convocada há poucos dias pro BB e já realizei todos os exames pra qualificação (o de HIV não está incluso, como vc sabe).

      Como vc tb sabe, por lei, eles não podem deixar de te contratar por vc ser soropositivo – supondo que eles descubram isso por vc ter sacado seu FGTS. Sinceramente, não consigo imaginar como eles poderiam “inventar qualquer motivo” para não te admitir. Se vc passou vc passou e pronto. Basta ficar de olho no andamento das convocações para não perder o prazo.
      Na minha opinião, vc não precisa se preocupar.

      Se quiser conversar mais: julianapositiva@outlook,com

      ❤ 🙂

      • Wagner - SP diz

        Tudo bem vivendo positivo?
        Concordo com a Ju. Eu trabalho RH de uma S. Economia Mista e pela experiência que tenho acho muito difícil que seja realizado este tipo de cruzamento. Primeiro porque a lei delimita o que pode ser exigido nos exames admissionais, segundo pq posso apostar que o RH da Caixa não tem acesso aos sistemas utilizados na agência.
        Acho que o único jeito de alguém descobrir seria se algum curioso, que trabalhe em agência e não na parte administrativa, quisesse olhar especificamente o seu CPF.
        Eu no seu lugar ficaria tranquilo.

        • VivendoPositivo diz

          Aproveitando da sua boa vontade: depois que eu estiver trabalhando lá? Como será que vou fazer pra sacar? Acho que vou ter que me expor se quiser 😦

          • Wagner - SP diz

            Trabalhando lá realmente fica mais difícil, pois vc não podera atender a própria solicitação né.
            Precisará que outra pessoa processe sua solicitação.

            • VivendoPositivo diz

              Mas creio que eu possa ir solicitar em uma agência bem distante da que eu trabalhe, né? ou será que existe alguma restrição quanto a isso?

              • Wagner - SP diz

                Acredito que não. Como cidadão vc pode fazer essa solicitação em qualquer local, contudo, quem te atendeR provavelmente saberá que vc trabalha na caixa, pois ele terá acesso (aqui e um chute) aos valores depositados e quem foram os respectivos empregadores.

                • VivendoPositivo diz

                  Hm, verdade!
                  De qualquer forma, ao menos “teoricamente” essa pessoa tem de manter sigilo né, e também acredito que seja menos arriscado eu dar entrada nesse FGTS depois de estar lá dentro, concorda?
                  Obrigado 🙂

                  • Wagner - SP diz

                    Vivendopositivo,
                    Acho que se vc se sente mais a vontade pode fazer depois sim, contudo, eu não vejo problemas de vc fazer agora! Pensando que a dinâmica da CEF e igual de onde eu trabalho, eles jamais farão esse tipo de investigação, além do fato de isso ferir a lei né…
                    Só tem duas coisas que podem dar problema na sua contratação: descumprimento de algum item de edital e reprovação no exame admissional (algo bem improvavel).
                    Mas se te deixa mais tranquilo e melhor esperar mesmo pra evitar ansiedade a toa né! !

                    • Cauã + diz

                      Tbm fiquei curioso sobre como funciona isso, sacar dinheiro do FGTS por ser portador Hiv? Se puder esclarecer agradeço!

                    • VivendoPositivo diz

                      Sim pessoal, o portador do HIV pode sacar o FGTS a qualquer momento. Pode sacar o valor que está acumulado lá e também sacar todo mês o que a empresa depositar (e a empresa não fica sabendo que você tá sacando, é um processo sigiloso.) Quem quiser saber mais pode acessar o link que tem mais informações e os documentos necessários pra solicitar: http://www.fgts.gov.br/trabalhador/quando_sacar_o_FGTS.asp

                      😉

                    • VivendoPositivo diz

                      Ah, e por favor, saquem logo, pois a cura já tá batendo a nossa porta daqui a pouco e isso não vai mais existir. Hehe!

  25. hmax+ diz

    Pessoal, essa semana iniciei meu tratamento com as TARVs, a principio foi por eu tambem ser portador do virus HCV, da hepatite c, meu CD4 esta em 736 e CV 42000 espero em breve ser indetectavel. Pessoal, estou usando o medicamento 3×1 e posso dizer que ate o momento no terceiro dia não tive nenhum efeito colateral, alem de sonhos muito reais, que por sinal foram bons sonhos. Desejo a galera que esta sendo diagnosticada neste momento muita calma, há tratamento. Quando retirei a medicação na CRT falei com uma psicologa e ela me disse que tem muitos que não estão sentindo NENHUM efeito colateral. Desejo a voces meus amigos positivos uma boa noite.

  26. Pessoal,

    Eu vi que somos isentos de IR, alguém sabe o qual procedimento deve ser feito para isenção? Alguém já declarou IR informando que é positivo?

    • Wagner - SP diz

      Bom dia Kaliul!
      Se eu não estiver enganado, a isenção do IR só é válida para aquelas situações que a pessoa são senta por invalidez em função do HIV/Aids. Se vc continua trabalhando normalmente, não existe a opção de Isenção. Algum amigo do blog pode confirmar se é isso mesmo??
      De qualquer modo, os gastos com saúde são dedutíveis do IR, até montei uma pasta pra guardar estes recibos.

        • Tony diz

          A isenção do ir para o soropositivo é só na aposentadoria e não enquanto estiver trabalhando normalmente como todas as pessoas.

  27. Zeus diz

    Pessoal leio diariamente esse blog que por sinal é melhor que muitos portais que dizem tratar de forma esclarecida o tema. Não sou soro positivo e nem negativo, sou ser humano pois acredito que somos todos iguais e não é uma patologia que vai mudar esse aspecto.
    Se falando em HIV o que vejo como ponto chave para um tratamento inadequado é quando deixa-se o preconceito tomar conta. Toda pessoa tem o direito de ser livre, agir com naturalidade, trabalhar e ganhar dinheiro. Hoje com o tratamento não existe diferença entre + e – , a unica diferença está na forma como uma pessoa com o diagnostico positivo olha a vida, que involuntariamente abre um contador do tempo, achando que a vida vai acabar logo.
    Arriscaria minha vida que quem seguir o tratamento, acreditar na fé e cuidar da saúde não irá ter problemas significativos tão cedo.

    Enfim, acreditem que vocês podem mudar o panorama dessa patologia e procure está bem com o corpo e a mente.

    Se alguém quiser conversar esse é meu email: zeus_plus@hotmail.com
    Tá bem, email infantil eu sei srsrsrsrsrs…

    • D_Pr diz

      Se Zeus é por nós, poderemos ter certeza que agora essa cura da moléstia é descoberta!

      Brincadeiras a parte, obrigado pelo incentivo!

  28. gustavo diz

    N entendi essa do fgts p portador do virus… alguem me explique?

  29. ricardo diz

    Por favor pessoal, alguém pode me ajudar em uma dúvida: alguem sabe se companhias aéreas pedem teste de HIV para contratação de comissários, já pesquisei e segundo a ANAC o órgão regulador da aviação é pedido sim o exame. Mas não seria contra a lei, independente da área, estou indetectável, muito bem de saúde, mas não quero expor minha condição. Obrigado.

    • luquinha diz

      Tinha uma preocupação por causa da pressurização , mais isso há anos atrás , hoje o tratamento e outro e a cura esta a caminho , não desista vá em frente .

  30. D_Pr diz

    Vamos chutar esse bicho! E o google tradutor que nóis ajude!

    NIH Funds Research Into ‘Kick and Kill’ HIV Cure Strategy
    The National Institutes of Health’s (NIH) Division of AIDS and Infectious Disease Services (DAIDS) has pledged $6.6 million to support the first human clinical trial into a cure strategy known as “kick and kill.” This Phase IIa research will explore a one-two punch approach to attacking the viral reservoir. First researchers will attempt to make latently infected cells more visible to the immune system by “kicking” them out of their dormant state with a latency-reversing agent (in this case, what’s known as an HDAC inhibitor). They will also use an individual’s own virus to craft a virus-fighting immunotherapy, which the Durham, North Carolina, biotech company Argos Therapeutics calls AGS-004.

    The desired result is that the body will better respond to the newly replicating HIV-infected cells and will proceed to eradicate the virus—which is where the “kill” part comes in.

    “Previous study results suggest AGS-004 can induce anti-viral memory T-cell responses that are associated with lower persistent viral reservoirs when administered in combination with standard antiretroviral therapy,” said Charles Nicolette, PhD, Argos’ chief scientific officer and vice president of research and development. “The continued support of DAIDS allows us to move forward with stage two of our adult eradication trial, which has already been cleared for initiation by the FDA. We believe that this is the first human clinical trial to test the highly promising ‘kick and kill’ approach to treatment.”

    “With this NIH funding, we can now study whether combining AGS-004 treatment with a latent reservoir mobilizer can lead to the elimination of HIV-infected cells,” said David Margolis, MD, of the University of North Carolina, principal investigator of the study, in the same release. “In stage two of this study, patients on ART will receive the HDAC inhibitor vorinostat in addition to AGS-004.”

    http://www.aidsmeds.com/articles/kick_kill_1667_27066.shtml

    • Salvador diz

      Que Deus ilumine a mente desses cientistas e que essa estratégia do “kick and kill” funcione. Eu vejo uma grande celebração mundial e os corações e almas de todos nós em festa no dia que a cura for anunciada.
      Um beijo grande no coração de todos e bom fim de semana.

    • vivendopositivo diz

      Dr_Pr, te perguntei mais acima e vc não respondeu. Como se caulcula o log da viremia? E qual a projeção esperada mês a mês – algum gráfico? artigo?

  31. Santos diz

    Oiii JS, acompanho este espaço desde Janeiro, mas somente agora resolvi escrever e quero dizer que admiro muito você e também muitos que participam deste blog. Força, foco e fé pessoal!

  32. D_Pr uma ajuda para o pessoal:

    ‘Kick and Kill’ NIH financia investigação em Estratégia Cure HIV
    Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) Divisão de AIDS e Doenças Infecciosas Services (DAIDS) se comprometeu $ 6600000 para apoiar o primeiro ensaio clínico em humanos em uma estratégia de cura conhecida como “pontapé e matar.” Esta pesquisa Fase IIa vai explorar um um- dois abordagem soco para atacar o reservatório viral. Primeiros pesquisadores vão tentar fazer células infectadas de forma latente mais visível para o sistema imunológico, “chutando”-los fora de seu estado dormente com um agente de reversão da latência (neste caso, o que é conhecido como um inibidor HDAC). Eles também vão usar o próprio vírus de um indivíduo para criar uma imunoterapia de combate a vírus, que o Durham, Carolina do Norte, empresa de biotecnologia Argos Therapeutics chama AGS-004.

    O resultado desejado é que o corpo vai responder melhor às células infectadas pelo HIV recém replicantes e seguirá para erradicar o vírus, que é onde a parte “matar” entra.

    “Os resultados do estudo anterior sugerem AGS-004 pode induzir respostas de células T de memória anti-virais que estão associados com reservatórios virais persistentes inferior quando administrado em combinação com a terapia anti-retroviral padrão”, disse Charles Nicolette, PhD, diretor científico e vice-presidente chefe Argos ‘de pesquisa e desenvolvimento. “O apoio contínuo do DAIDS nos permite avançar com a segunda fase da nossa experimentação erradicação adulto, que já foi desmatada para a iniciação pelo FDA. Acreditamos que este é o primeiro ensaio clínico em humanos para testar a ‘chutar e matar “altamente promissora abordagem para o tratamento”.

    “Com este financiamento NIH, podemos agora estudar se combinando tratamento AGS-004 com um mobilizador reservatório latente pode levar à eliminação de células infectadas pelo HIV”, disse David Margolis, MD, da Universidade da Carolina do Norte, investigador principal do estudar, no mesmo comunicado. “Na segunda fase deste estudo, os pacientes em TARV receberá o vorinostat inibidor HDAC, além de AGS-004.”

    http://www.aidsmeds.com/articles/kick_kill_1667_27066.shtml

  33. Mauro dj diz

    Que Deus ilumine os caminhos dos querem o bem….
    Deus é mais!!!!

  34. Pedro diz

    ricardo
    Não é pedido teste de HIV nas cias aéreas para entrar, nem periodicamente.

  35. Pessoal, o ingenol não teria uma fase concluída em fevereiro de 2015? Será que os resultados não foram promissores ou algo que necessita de maiores estudos surgiu como resposta à pesquisa?

  36. Señor Coconut diz

    Olá a todos! Finalmente ontem, depois de 1 mês diagnosticado como soropositivo, foi a minha primeira consulta com a Infectologista que irá cuidar do meu caso (Dra. Neiva /SUS de Curitiba), minha CV estava bastante alta, chegava quase a 1 milhão, e CD4 bastante bem, na medida do possível, estava com o valor de 550. Enfim, muito atenciosa e humana me explicou tudo sobre o que eu gostaria de saber, e também sobre os tipos de tratamento, e me sugeriu começar a tomar o remédio 3 em 1 imediatamente, e que também fizesse mais alguns exames de imagens por conta do meu pescoço que sairam alguns nodulos e necessitamos saber de que se trata, tomara que seja apenas pela infecção e ao longo da semana saia sozinho (também me receitou alguns remedios para isso).
    Fico muito feliz em já estar me tratanto, e a agilidade de atendimento também foi excelente, nesse aspecto realmente não há o que reclamar do SUS (paranaense) que me deu todos os remédios e todos exames e toda a informação que eu necessitava (todos sempre muito humanos e receptivos).
    Ontem mesmo já tomei minha primeira dose, e agora mesmo acabo de tomar a segunda… por enquanto sem nenhum efeito colateral notável: Que bom! tomara que eu possa seguir assim com o tratamento até atingir a carga indetectável e sentir-me saudável novamente. (Fiz promessa de não consumir nada de alcool até que isso aconteça, haha). Agora é seguir com o tratamento, seguir com a vida e parar de chororô!

    • Zeus diz

      Senor Coconut como são esses nódulos?
      Tenha fé e continue o tratamento, logo logo vamos ter uma vacina que será ministrada 1 vez por ano.

      Abraços… Fé em Deus.

  37. ricardo diz

    Obrigado Pedro, realmente fiquei com muito medo de seguir em frente, VC conhece ou é dessa área ?

  38. Pedro diz

    Oi ricardo, trabalho na aérea já alguns anos. Existem algumas pessoas na mesma condição que a gente. Não é uma vida fácil, talves peça mais cuidados que o normal, por nao termos nem um sono digno nem a alimentação tão saudável . Mas faça oque seu coração mandar! Boa sorte.

  39. ricardo diz

    Olá Pedro, primeiro muito obrigado pela resposta, sou do interior de SP, tenho poucos contatos com pessoas na mesma condição que a nossa, e principalmente que pretendem ingressar na carreira, amizade TB sempre é bem vinda, podemos conversar de outra forma ?
    Um forte abraço.

  40. FRANK diz

    Obrigado pela possibilidade de falar dessa verdadeira INVASÃO BARBARA que aconteceu no meu corpo sem minha permissão. Li alguns depoimentos e me surpreenderam o otimismo e a brincadeira que conseguem levar a VIDA. Emagreci muito em poucos meses. Não me sentia mal; procurei outra causas, muito trabalho físico quem sabe. Mas para minha surpresa HIV positivo. Não sei desde quando. Trabalho na área da saúde há muitos anos, sempre me dediquei muito ao outro e sei lidar com a dor do outro; me fazia de mais forte para poder ser operante positivamente no meu trabalho. Agora sei que não sei lidar com minha própria dor. Nunca pus ninguém “no colo” mas coloquei cada um no seu lugar para poder manter um profissionalismo efetivo. Estou para me aposentar. Psicologicamente o HIV esta me matando….e o desprezo que sinto de minha esposa é doloroso demais. Há indiferença, raiva, rancor, sinto isso. Entendo que sempre fica a dúvida da traição. Estou tentando me segurar ate iniciar o tratamento. Minha esposa está “limpa”. Minha armadura de solidez esta se quebrando por essa invasão não permitida. Desculpe: sinto vergonha do fato. Não condeno e nem emito comentários sobre os fatos que aos outros aconteceram se contaminar. Cada um tem o direito de decidir como quer viver.
    Estou com dificuldade de trabalhar, mas ficar sem fazer nada traz um imaginário extremamente perverso….
    Estou tentando me segurar em alguma coisa humana: infectologista, homeopata…procurar uma terapia de apoio, quem sabe, pois em casa sinto que não terei nada disso.
    Tenho receio do que me virá acontecer. Tenho responsabilidade familiares profissionais, econômicas que dependem de mim. É muito doloroso. Nem preciso dizer quantas vezes choro e me sinto impotente frente a um vírus.
    Gente estou numa fase muito difícil do momento da descoberta. Tudo que me acontece já faço ligação com o invasor..

    Agradeço oportunidade de desabafar um pouco.

    Se for melhor um apelido, fica o que me define: INVASÃO BÁRBARA

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s