Quais são os países que ainda discriminam viajantes com HIV?

Brasil Post

Domingo, 1º de março, foi o Dia da Discriminação Zero, data que começou a ser celebrada em 2014. Neste ano, a Unaids aproveitou a data para divulgar um novo balanço dos países ou territórios que ainda restringem o tempo de estadia, impedem a entrada ou deportam viajantes com HIV.

Em 2008, eram 59 os países que impunham alguma restrição segregatória contra viajantes que vivem com HIV. Mas Austrália, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Mongólia e Uzbequistão, entre outros, abandonaram suas restrições e hoje esse número é menor, com 38 países.

Entre aqueles que ainda discriminam viajantes com HIV estão, nas Américas: Belize, Cuba, o nosso vizinho Paraguai e a República Dominicana. Na Europa: Bielorrússia e Lituânia. Na África: Ilhas Maurício e Sudão. No Oriente Médio: as únicas exceções são Turquia e Irã, enquanto todos os demais países da região impõem algum tipo de restrição. Na Ásia: Brunei, Coreia do Norte, Malásia, Rússia, Singapura, Taiwan e Turcomenistão. Na Oceania: Ilhas Salomão, Nova Zelândia e Papua Nova Guiné, entre outros países e territórios insulares da região.

Antes de comprar uma passagem para viajar, ainda temos que consultar sites como o HIV Travel. Mas a chance de não podermos seguir para o destino desejado é cada vez menor.

Atitude Abril

Publicado por

Jovem Soropositivo

Jovem paulistano nascido em 1984, que descobriu ser portador do HIV em outubro de 2010. É colaborador do HuffPost Brasil e autor do blog Diário de um Jovem Soropositivo.

134 comentários em “Quais são os países que ainda discriminam viajantes com HIV?”

    1. Têm, sim. Essa notícia aqui fala de um homem soropositivo de Dubai, preso por 16 anos em clínicas de tratamento. Ele só saiu para ir ao velório do pai; mas saiu algemado e acompanhado por policiais. E os Emirados Árabes são um dos mais rigorosos contra viajantes com HIV.

    1. então repito minha pergunta aqui. Isso tem relação com a tão esperada descoberta dos reservatórios? Os “reservatórios” são exatamente esses lugares onde o vírus se esconde e que os italianos descobriram?

      1. Sim desbravador, os italianos descobriram onde ficam esses reservatórios dentro da célula! É uma descoberta bastante promissora.

  1. Antes do galo cantar da próxima segunda feira , teremos uma outra ótima noticia , é hiv seus dias estão contados .

      1. Eh Luquinha, semana passada você largou uma dessa e já veio essa notícia dos cientistas italianos! Anda logo (palavra censurada) !! Kkkkkkkkkkk

        Aqui todo mundo é curioso e tem pressa!

    1. Luquinha o galo por enquanto está ciscando em terreiros alheios. Ele ainda não entendeu que só deve ciscar e cantar no meu!!!!.Galo safado! (Ahhhh se eu pego esse galináceo…depeno ele e cozinho!! )

      Só que antes de cozinhar o galo eu vou deixar o “trem” cantar de felicidade…… cantar quando ele for campeão da Libertadores da América… 😀 ….. vai coelho!!..kkkkkkkkkkkk

      Ai…baixou o luquinha em mim agora..rs…”só que o “capivara” entenderá… 😀

  2. Opaaa….notícias boas praticamente todos os dias!
    Maravilha!

    Quanto aos países, sinto por esse tipo de restrição!
    Mas o mundo é tão grande…com lugares tão lindos e receptivos, que esses aí quase nem fazem falta!

  3. Boa noite.
    A matéria sobre a discriminação de viajantes com HIV me assustou… Li, reli, abri o site em inglês e não localizei a informação….
    Como eles impedem a entrada dos viajantes? é necessário apresentar teste de hiv?eles fazem o teste lá?
    abs

    1. Eu acredito que o teste de HIV é requirido na hora de fazer o visto para estes lugares. De qualquer forma é um absurdo sem fundamento!

  4. Muito bom isso. Ė constrgedor saber k vai ser barrada aeroporto pr ser hiv+
    Com isso pelo menos as pessoas viajarao em paZ

  5. Pelo que percebi no mapa, Israel está na lista. Uma pena: é uma viagem que estava nos meus planos. Um lugar sagrados para as maiores religiões monoteístas, riquíssimo em história (tenha-se alguma religião ou não), mas que infelizmente ainda não abriu o coração para receber a todos, sem restrições.

    1. Digo, Israel tem restrições pra quem deseja ficar mais de 90 dias! Alexandre tem razão, essa restrição é pra quem quer morar /trabalhar!

  6. Gente… muito feliz..
    Acabei de pegar meus resultados de exames, sou a mais nova indetectável do blog e com cd4 em 991.. Senti como se o primeiro passo da minha cura tivesse sido dado… Vida longa e saudável para todos nós… 🙂

    1. Os países que tenho(tinha) desejo de conhecer estão na mas absoluta restrição… o jeio é sossegar aqui e esperar por dias melhores..

    2. Parabéns!Glória a Deus!!!
      Seremos libertos desse tratamento, pois a descoberta da cura está próxima. Eu creio.

  7. Hoje peguei o 3×1 já! To bem feliz. Entrando no 3o mes de tratamento.

    Ontem fiz meus exames, vamos ver como estarão! Torçam por mim!

    Gente, de umas 2 semanas pra cá tenho sentido um tremor beeem discreto nas mãos. Alguem teve isso?

    Beijao! e boa sorte a todos nós!

  8. A proposito, acho que esse mapa não está muito acurado. A Rússia não restringe entrada de turistas por menos de 3 meses. E a China, faz teste em todo mundo que vá ficar lá mais de 6 meses pra trabalhar ou até mesmo estudar. No caso de positivo, a pessoa é deportada.

    1. A Unaids avisa que o mapa foi atualizado no final de 2014. A Rússia restringe por mais de 3 meses e deporta estrangeiros com HIV. A China “não mais restringe a visita de turistas que vivem com HIV, embora não ofereça visto de residência.”

      1. Oi, JS!

        O problema é que o mapa fala que os países em verde “não tem nenhuma restrição específica para entrada, estadia e residencia.”

        Isso não procede, pois como disse, a China faz teste em todos que vão para lá estudar ou trabalhar por mais de 6 meses e portanto residentes. Inclusive com vários relatos embaraçosos. Parece que o mesmo ocorre com o Canadá, como relatou um leitor abaixo, que teve seu visto para doutorado negado.

        Eu digo isso, pq esse mapa mesmo me confundiu. Eu estava aplicando para um mestrado sanduíche na China. Tinha visto tal mapa e seguido em frente com a aplicação. Quando estava prestes a mandar, e pagar, fiquei com a pulga atrás da orelha e fui checar mais a fundo. Ainda bem, se não me daria mal! Tive que mudar meus planos.

        1. De acordo com o HIV Travel, sim. Mas a Unaids pode ter atualizado o mapa depois do HIV Travel. Esse mapa é recente, divulgado domingo último. Vamos esperar e ver se a Unaids estava errada.

          1. A Australia também tem a restrição para vistos de residentes, vim para cá, estudar por seis meses, foi um pesadelo horrível trazer as medicações para os seis meses, primeiro pq fui parado nos EUA e tive que explicar aquele tanto comprimido e eles se certificarem de que não estava traficando drogas. Porém se eu me submetesse a um visto para trabalhar na minha área aqui na Australia os testes seriam exigidos, mesmo p o meu visto de seis meses, pois são exigidos para médicos, dentistas, enfermeiros e outros profissionais da área de saúde que possam “expor” os pacientes a risco.

            1. Olá Lisandro, td bem? tu renovou teu visto de estudante? ou voltou para o BR? se renovou por mais 6 meses, eles solicitaram o exame de HIV?
              Obrigado!

              1. Voltei para o Brasil, para visto por 6 meses eles não pedem exame, bem como acredito que se vc solicitar renovação por lá mesmo, a mesmo que vc solicite um visto por tempo maior ou p residente.

          2. JS, alguma novidade sobre a concessão de visto para trabalho na China? Recebi uma proposta para trabalhar na China, já pesquisei muito mas até o momento não consegui uma informação precisa. Afinal, eles sfornecem ou não visto para trabalho para estrangeiros HIV positivos?

  9. Pessoal, olhem essa notícia…Sangamo recebeu sinal verde da FDA pra continuar em frente o teste em humanos…

    Study of potential HIV ‘cure’ wins FDA nod

    Researchers received the go-ahead from federal regulators to test a gene-editing technique in humans that could jam a doorknob used by the AIDS virus and produce a “functional cure” for the disease.

    The trial is not the first gene-editing technology to head into human clinical trials — Calimmune in July 2013 treated its first patient in a Phase I/II study using a different gene-editing method — but it is significant because it potentially could lead to a cure rather than a chronic treatment for HIV.

    É uma técnica importante porque poderia levar uma cura em vez de um tratamento crônico para HIV!!!!

    Nosso amigo Sérgio deve vir com as novidades mais bem formuladas!

    Pra continuar lendo, acessem aqui:

    http://www.bizjournals.com/sanfrancisco/blog/biotech/2015/03/hiv-aids-cirm-stem-cells-sangamo-sgmo-usc.html?page=all

  10. Pessoal, vou viajar a passeio pra fora do país e pintou aquela duvida de como devo levar a medicação. Eu pesquisei na internet, mas não consegui chegar a uma conclusão de como levar. Na bagagem de mão? Pode? Essa seria a opção que me deixaria mais confortável. Ou tenho que levar na bagagem que vai no porão do avião? Dividir entre bagagem de mão e porão?

    1. Oi Dandande,
      Eu quando viajo pra dentro ou fora do país sempre levo meus medicamentos na bagagem de mão e nunca tive nenhum problema com isso… Sempre carrego comigo receitas e exames, mas nunca tive que apresentar nenhum deles!
      Abs

    2. Quando viajamos para o exterior, ou no Brasil, meu marido leva na bagagem de mão, nos frascos originais por recomendação de sua médica. Nunca fomos questionados…

    3. melhor levar na bagagem de mão pelo risco de extravio da bagagem e vc ficar sem a medicação até encontrarem sua mala. Sempre é bom levar a receita junto ou até pedir para o seu médico uma declaração no caso de vc ser questionado, caso esteja uma viagem longa e a quantidade seja “suspeita”, mas na grande maioria das vezes não tem problema algum. Ah manter nos frascos originais tb representa mais segurança para não ser questionado.

  11. Oi JS é demais leitores,

    Já faz um tempo desde que comentei aqui, mas sempre que posso acompanho o site… Esse tema ainda mexe bastante comigo então vou relatar aqui…. Eu IA para o Canadá no ano retrasado para fazer parte da minha pesquisa de doutorado, mas depois de MESES de cartas, exames e certificados eu NÃO CONSEGUI O VISTO! Sim, eles pedem exame de HIV para aqueles que pretendem residir no Canadá por mais de seis meses…. Ah, a justificativa foi simplesmente de que eu representaria um risco elevado de custo para o país! Tenho a carta até hoje do cônsul geral no Brasil!
    Entrei em contato com o Itamaraty, Unaids, OMS é até com o governo Canadense, mas a única resposta que tive quanto a restrição foi do governo brasileiro que disse que nada poderia fazer pra me ajudar…. Legal né? Eu tinha tudo, dinheiro, exames, plano de saúde, atestados médicos, e mesmo assim fui rejeitado…. Ou seja, se você e HIV positivo evitem criar expectativas de morar por mais de seis meses no Canadá!

    Abs

    1. Bem escroto né, Pedro? Ainda mais pra um país mente aberta como o Canadá! Lamento muito por você, meu caro, nessas horas é revoltante pq o que mais queremos é estudar e tocar nossas vidas.

      Eu estava aplicando pra um mestrado sanduíche com a China, e quando vi as regras de lá, logo desisti. Você até recebe o visto de estudante aqui sem perguntarem nada, mas chegando lá voce tem que ir numa clinica em até 30 dias e lá fazem vários exames em voce. Constatado que és positivo, te deportam. Lamentável!

      1. Pedro e Lorenzo…
        lendo e aprendendo…
        realmente triste tomar conhecimento disso 🙁
        Vida que segue…
        obrigado por compartilhar
        abraços

    2. Pedro, gostaria muito de conversar sobre o seu caso, pois estou pretendendo esudar no Canadá e ouvi falar muitas historias controversas a respeito da inadmissibilidade medica para residentes temporarios (estudo e trabalho). Gostaria, se possivel, que me emviasse um email para aloneboy_@hotmail.com ou deixasse o seu para contato. Grande abraço.

    3. Alguém tem essa informação em relação ao EUA? Imigrantes tem acesso ao tratamento, ou é necessário levar a medicação do Brasil?

  12. Oi gente!
    Hoje, dia 4 de março, faz uma semana que recebi o diagnóstico. Amanhã vou fazer os exames e ver direitinho q q ta pegando. Sinto que a fase do desespero e do choro ja passou, só restou uma certa ansiedade e medo de precinceitos/rejeição, mas isso é normal! Estou bem otimista, muito graças a esse blog!
    Eu fui diagnosticada com o HIV tipo 2. Tem mais alguém aqui nessa mesma situação ou é todo mundo HIV tipo 1?

    1. Pelo que sei o hiv tipo dois tem um lado bom e o ruim. No meu ver leigo o bom supera o ruim pois é de transmissão mais difícil e enquanto sem tratamento o hiv 1 leva cerca de dez anos para causar aids o hiv 2leva em torno de trinta anos. O lado uim e que o hiv1 de reponde melhor ao tratamento, então não sei se é recomendado aderir logo ao tratamento nesses casos.

      1. Ei, Fênix! Obrigada pela resposta. Acho que todo mundo que costuma comentar aqui no blog deve ser HIV tipo 1 mesmo.
        A infecto que eu fui não quer esperar pra iniciar o tratamento não, mas vou consultar outro ainda esse mês! Vou ver o que ele diz!

          1. Então, D_Pr, eu descobri que tenho HIV faz só uma semana né, num CTA, através daqueles dois testes rápidos que eles fazem. Nos dois testes deu reagente para HIV tipo 2. Mas ontem fui numa infectologista e ela pediu uma série de exames (que fiz hoje), dentre eles um para confirmar se de fato é o tipo 2. Os resultados saem dia 13 desse mês. Daí eu comento aqui com vocês.

            1. Tá, vamos torcer aqui para os melhores resultados possíveis! Quem sabe você é uma controladora de elite!!!

              Você é de qual cidade, estado?

  13. Olá ! Recebi em casa um teste rápido de saliva (a prefeitura envia aos interessados em realizar o teste) e infelizmente deu positivo, fui a um hospital para realizar um teste de sangue e somente confirmou o que eu não gostaria que fosse confirmado, contrai o vírus. Estou muito abalado e chateado comigo mesmo com essa noticia, na verdade estou bastante desesperado e com muito medo, sei que deveria ter tido mais consciencia da gravidade de transar sem camisinha, mas acabou acontecendo. Hoje vou denovo ao hospital para me fazerem o exame de carga viral. Tenho 23 anos, formado em Artes e amo demais a vida e viver o melhor possivel, quero conhecer o mundo todo ainda. Mas depois de ontem parece que meus sonhos se diluiram um pouco, com certeza irei aderir ao tratamento e torço para que ele adeque a mim também e possa controlar isso. Enfim…. Foi um pouco de desabafo mesmo, porque estou muito recioso em contar pra alguém ou para minha familia, não que irão me julgar, mas seguramente ficarão em choque como eu estou também agora, principalmente minha amada mãe. Sei que terei que mudar muitos habitos pelo menos agora no começo do tratamento, estou muito disposto a fazer tudo o que seja necessário, pois quero viver por muito tempo e ter muitas alegrias ainda. Que bom saber que existe essa comunidade que possamos nos apoiar e dar força e compartilhar nossas experiencias e ideias. Bom…. Sou mais um dentre tantos que vai a luta a partir de agora. Aproveitando esse comentario, gostaria de perguntar o que acham do tratamento do SUS, se devo me tratar no sistema publico ou deveria procurar um hospital/infectologo particular? Obrigado e força a todos !

    1. Irmão, força aí. Aos poucos você vai perceber que não precisa e não deve parar de sonhar! Você ainda pode conhecer o mundo, e viver sua vida normalmente! Eu tenho Unimed e ontem fui a uma consulta e descobri q essa mesma infectologista atende pelo SUS! Não sei qual é o seu caso, mas mesmo eu que tenho plano de saúde to pensando em optar por um infecto do SUS pq ele é famoso por ser muito bom de serviço e experiente em tratar soropositivos (ele pega os casos mais punks). Força aí! Vamos usar essa situação barra pra amarmos e valorizarmos ainda mais a vida!! :*

      1. Voce disse tudo Juliana!!! Descobri que tenho ja faz um ano. O pre-conceito das pessoas que é triste. Contei apenas para pessoas mais proximas. Em tres meses ja estava com a carga viral indetectavel. Mas hoje estou bem! Mantenham a tranquilidade e bola pra frente. Não pensem que vão morrer etc. Vivam como se não tivessem nada. Abracos

    2. Olá amigo senorcoconutt,
      tenha força, mantenha-se informado e busque acompanhamento.
      apesar de possuir plano de saúde, fui orientado a fazer o acompanhamento pelo CTA, se tudo der certo farei por lá mesmo.
      pesquise em sua cidade, onde possui um cta e vá até lá. Se for o caso e preferir, paralelamente marque tambem uma consulta com um medico no plano.
      o importante é identificar o que vai trazer maior conforto e segurança.
      grande abraço

    3. olá, Senarcoconutt, sou positivo há 16 anos, militar do Corpo de Bombeiros, e aderi ao tratamento imediatamente, tomo o mesmo medicamento até hoje, é já consultei particular e público. Para acompanhar o tratamento o melhor é médico público, pois tem mais acesso a cursos e palestras, e se mostram mais atenciosos pra te acompanhar. Mas o plano de saúde é bom pra exames normais. Não uso os médicos do bombeiro pois tive problemas com eles, muito desinformados. Enfim, procure sempre um médico que lhe examine em todas as consultas. Estou à disposição. Joe.

  14. Olá pessoal, alguém aqui conhece o Dr. Ricardo Sobhie Diaz, médico infectologista e pesquisador de São Paulo?
    Fiquei sabendo que ele estaria conduzindo uma pesquisa sobre um protocolo de cura, já em fase de testes em humanos, alguém sabe alguma coisa a respeito?
    Abraços.

    1. Olá D_Pr, o que eu fiquei sabendo foi através de uma amiga soropositiva de Santa Catarina. Segundo ela, que já consultou com esse médico, um amigo, que por acaso mora em Curitiba, estaria se preparando para participar de um estudo conduzido pelo Dr. Ricardo visando a cura.
      Pelo que ela me repassou, a estratégia seria tirar o vírus de seu esconderijo, utilizando algum medicamento, não sei maiores detalhes, só sei disso mesmo.
      Ainda pelo que fiquei sabendo, a estratégia requer um acompanhamento de um ano antes de participar desse protocolo de cura, vários exames, etc.
      E ainda temos outra notícia fresquinha, o FDA aprovou os testes em humanos de uma estratégia utilizando terapia genética, induzindo uma mutação no gene CCR5.
      Aqui vai a notícia: http://somosmaispositivos.blogspot.com.br/2015/03/estudo-da-potencial-cura-do-hiv-ganha.html.
      Particularmente, penso que a cura está logo ali.
      Abraços.

      1. Que ótimo Luiz, tomara que chegue logo mesmo!!! Essa notícia eu tinha lido e postei aqui antes do blog do positive!

        Hoje ganhou notoriedade novamente o TLR 7 da Gilead, que postamos aqui esses dias também, inclusive a Gilead anunciou essa droga capaz de “despertar” o vírus, após, suas ações apresentarem queda na bolsa da Nasdaq, declínio este causado pelo anuncio dessa terapia genética da Sangamo! Trocando figurinhas, espero que a “era” de vender remédios tenha chegado ao fim, pois é até feio com tanta tecnologia que temos, não curar um retrovírus!

        http://news.sciencemag.org/health/2015/03/drug-flushes-out-hidden-aids-virus

        Logo teremos a cura funcional, e por fim “hasta la vista babe”

        1. Pois é cara, as notícias ficam pipocando por aí. Várias novas estratégias, promissoras, e que nos dão esperança.
          Aí acontece o CROI e nada é debatido…vem um cientista amiguinho da indústria farmacêutica dizendo que ainda levarão décadas até descobrirem a cura.

          1. Luiz, falhou uma resposta que mandei pra vc! Bom, resumo da ópera é isso mesmo, John Mellor é especialista em antirretrovirais e resistência a medicações…Não podemos esperar outra coisa diferente vindo dele, mas, temos boas almas que estão e serão por nós, tenho muita esperança que uma das descobertas mais importantes do meio científico, desse ano não passa!

            #adeusHIV!

  15. Gostaria de saber sobre a alergia apresentada ao EFAVIRENZ no final da primeira semana. A maioria das pessoas parece manifestar urticária, que posteriormente some. Mas em todos os relatos que li, as pessoas não voltam para dizer -“durou x dias”- e “precisei (ou não) tomar anti-alérgicos”. Estou tomando hidroxizina 6/6h há duas semanas pois no 7o dia apresentei urticária. O infectologista disse que não preciso mudar a medicação 3-em-1 pois o corpo vai se adaptar, mas que pode durar até 4 meses para sumir totalmente, e me encaminhou para um dermatologista para acompanhamento. Descobri na fase aguda junto com as manchas que surgem nessa época, e se somou a alergia ao efavirenz, ai ficou essa coisa meio constrangedora.
    Gostaria de exemplos práticos, como foi com você?

    1. Ola, tove urticaria por 5 dias depois do 11° dia da TARV. Mas sumiram e nunca mais apareceram. Estou entrando no terceiro mês de TARV. Vai ficar tudo bem!

    2. Vivendopositivo, eu tive no décimo dia, fiquei me coçando muito por quatro dias, daí foi diminuindo dps do quinto dia… Mas foram uns dez dias ao todo.

    3. Eu comecei a tomar esse medicamento 3 em 1. Não me adaptei de jeito nenhum.
      Foi horrível. Fiquei noites e noites sem dormir, sentia q estava ficando louca, minha pele ficou horrível, meu corpo todo vermelho como se eu tivesse sido atacada por um monte de abelhas.
      A diferença é que eu descobri o hiv logo q adquiri… pouquinho tempo.
      O médico que fui, um dos melhores do Brasil, em Ipanema, no RJ, disse pra eu continuar tomando o remédio, mas eu estava muito mal, tomei vários antialérgicos que ele receitou e nada… Eu gostei muito desse médico. Me tranquilizou, brincou cmg, e me mostrou gráficos etc… Ele era professor e pesquisador nos EUA… acredito q ainda seja, mas devido à consulta ser tão cara, mudei para outro infecto tão bom quanto, aceita unimed ou a consulta é 50% menor pra quem tem plano de saúde. E então ele mudou a medicação. Eu tomo 3 comprimidos e estou muito bem e feliz. Indetectável desde a terceira ou quarta semana de tratamento.

  16. Olá gente boa noite
    Como relatei a vocês qdo entrei nesse blog, buscando informações a respeito de como é a vida com HIV, citei que minha carga viral era ; 53,326 cópias, isso qdo descobrir em 04/02/2015 num exame de rotina, fiquei louco, meu mundo caiu.mas com a juda de vcs aqui consegui superar e fui procuraro infectologista para mais esclarecimentos, no entanto o mesmo me pediu vários exames, que venho hoje aqui relatar a voês, pois acabei de chegar do médico e muito animado com os resultados.Todos os exames derma ótimos, somente o colesterol que deu alterado, mas exercicios físicos me aguardem kkk… o meu maior medo era o CD4, mas fiquei mais tranquilo qdo o médico disse que estava bom, meu CD4 deu 601mm³ relativo 24,1%.Então inicio a medicação amnha gente, desejam-me sorte, só fico preocupado com os efeitos colaterais, mas acredito que tudo dará certo.Mas fiquei contente com a consulta de hoje, meu médico é especialista no assunto aqui no meu Estado,fiquei mais animado, e ansioso para iniciaro 3 em 1 que já se tem aqui, fiquei mais feliz ainda.A vida segue e com DEUS, venceremos essa luta.tinha que compartilhar com vocês, pois só tenho aqui para desabafar e conversar, pois ninguém da minha familia sabe de minha sorologia e de minha opção sexual(Homo), mas to tranquilo e otimista.Abraços a todos.

  17. Felizmente nenhum dos lugares que proíbem é meu interesse,provavelmente a imigração manda fazer tooodos os exames pra ver como ta a saúde do viajante ate pro cara não trazer uma doença grave pro país tipo Ebola.
    Mas se vc explicar e comprovar que toma os medicamentos e tiver comprovação do médico sabendo que vc vá viajar e levando medicamentos suficientes para o período,não haverá problema,so não sei se tem um prazo pra vc ficar no país ou alguma condição.

  18. Boa noite galera, bacana ver esse blog com pessoas que estão no mesmo caso que eu, hoje fazem 15 dias que descobri que sou soropositivo em um exame de rotina, tenho apenas 20 anos e ainda tenho bastante dificuldades de aceitar, em uma primeira visita ao médico ele me receitou alguns exames que eu estou tomando coragem para fazê-los e logo após irei começar o tratamento mas a maior dificuldade está em aceitar já que ninguém de minha família sabe disso e nem de minha opção sexual. Só desabafando aqui com vocês

    1. Oi Garoto,
      Sei bem o que está passando, mas acredite que tudo vai ficar bem.
      Faça seus exames logo!
      Muitos não contam para seus pais, porém o amor deles deve ser maior que o vírus.
      Procure um psicólogo, é importante desabafar com alguém na fase inicial.
      Pode me escrever filhosorop@globomail.com

      Beijo de mãe!

    2. Oi Garoto, tudo bem?
      tenho um pouco mais de 30 dias que descobri minha sorologia. como vc tb passei por momentos de angustia, mas aos poucos isso vai passando.
      conte pra que achar necessario e se nao se sentir confortável pra isso.
      conte pra gente rs, aqui tem muita gente do bem, que quer ajudar e trocar ideia sobre o que passa. dividindo os momentos dificeis e as conquista
      muita vida aqui!
      Tome coragem, faça os exames, marque o infecto e esclareça todas as duvidas.
      terá uma vida saudavel!
      se quiser conversar… conte comigo
      skype: caradobemsampa2@hotmail.com
      abraço

  19. Boa noite amigos. Descobri a minha sorologia há +/- 1 ano e na época achei que meu mundo tinha acabado. Meu cd4 estava em 120 e a carga viral em quase 100.000. Hoje meu cd4 está em 420 e a carga viral quase zerada. No começo realmente é difícil, mas com o tempo você descobre que a vida continua. Não quero banalizar a infecção, mas ser hiv+ não é o fim do mundo e posso dizer que encaro a vida de forma diferente e vivo melhor, aproveitando cada momento como se fosse único. Amo minha noiva, vamos casar em outubro e ela é soro negativo. Então, pra quem tá descobrindo a sorologia agora, cuide de sua saúde, tome os medicamentos e se tiver efeitos colaterais saiba que eles vão passar, aproveite as coisas simples da vida e lembrem-se: SOMOS MAIORES QUE ESSE VIRUS!

  20. Gente, o foco do topico foi mudado mas, a vida com hiv continua basta procurar um infectologista e ele ira orientar..simples assim..o que passou passou…nao adianta martelar porque eu, de onde veio,como foi etc etc, aconteceu e pronto. Negocio e ir pro medico tomar medicação, usar camisinha e seguir a vida…pior eh ter diabetes e muitas outras doencas cronicas muito mais danosas e mais limitantes..me perdoem a simplicidade mas eh q tem tanta coisa na vida pra se dar importância..aproveitem pra estudar, trabalhar e viver com a familia. Nao contem pra todo mundo, muitas vezes O preconceito comeca logo da familia, mas cada um sabe de si..isso nao eh um cartao de visita nem ta estampado na cara..vai fazer 1ano do meu diagnostico em junho e estou indetectavel desde fevereiro e faca exames conforme solicitado pelo seu infecto…vida que segue meu povo.
    Tenham uma coisa em mente as vezes O Criador coloca uma situacao dessa para aprendermos a dar valor a coisas, pessoas, situacoes que antes ignorávamos, e ate para que evite acontecer algo pior as vezes conosco…sei la…talvez seja o freio que agente precisasse..resumindo…nao eh o fim, mas sim um novo comeco..ok? Fiquem com Deus.

  21. Australia, não esta fora da lista não , vamos corrigir isso , vou tirar meu visto para a austrália e quando fui preencher a papelada , me perguntaram se eu tinha HIV, e quando respondi que sim, a resposta que tive, era que meu visto poderia ser negado .

      1. o meu visto para Austrália foi de estudante, porém respondi não ao questionário, para seis meses não pediam exame mesmo.
        Detalhe, fui ao médico duas vezes na Austrália, uma por causa de uma dor na coluna e outra por uma conjuntivite, em ambas as consultas vc preenche um questionário antes de entrar no consultório sobre seu estado de saúde e tem a pergunta da sua condição sorologica bem como um termo de consentimento que sua ficha poderá ser reportada ao departamento de imagracao..

    1. cristopher, você conseguiu o visto? Estou com uma proposta de trabalho para ir morar 6 meses na Austrália. Gostaria de saber se é possível que conseguir o visto sendo hiv+.

  22. Olá amigos e Jovem Soro +. Estou com uma duvida que queria ver com vc. Aonde eu poderia obter mais informações sobre como transportar meus 3×1 que tomo atualmente. haja visto que pelo que pude ver as receitas e prescrições medicas não são aceitas por não estarem em ingles (foi o que li…) Preciso ir a Miami e estou preocupado. O que faço?! Alguém aqui já foi?! Poderiam me dar uma “luz”?” Aguardo. Obrigado

  23. Pessoal eu sou a Elizabeth tenho 20 anos,estou a teclar de África (Angola) na cidade de Luanda,tive relações sexuais com meu namorado desprotegido e depois de 1 mês e alguns dias fique com febres,dor de garganta fiquei com muito medo,isso aconteceu 4.4.2015 ,e no dia 20 .6. do mesmo ano fui fazer um teste de VIH deu negativo,e a enfermeira disse que tinha que volta para confirmar de novo o teste mas não voltei por medo de enfrentar que possso ser seropositivo e tinha projeto de ir estudar para Bélgica não sei si vai ser possível ir pra lá si eu for seropositivo

  24. Preciso ir morar nos Estados Unidos , mas como faço pra tomar meus remédios lá ? Será que o Brasil manda ? Sou soro positivo

  25. Boa noite, gostaria de saber quais são os países, além do Brasil, que não têm restrição e oferecem tratamento gratuito para soropositivos. Muito bom o blog, obrigado.

  26. Olá caríssimos perdoem-me o incomodo, mas gostaria de saber qual é a vossa opinião acerca do sexo oral receptivo (quando somos chupados), será que representa risco para Hiv? Obrigado e que continuem com esta força q tanto admiro em vcs que a curá está para breve. ❤️

  27. Sobre EmmCosta não há riscos de sermos chupados, desde que estejamos com a nossa caraga víral indetectível/negativada, com o uso dos medicamentos claro! Meu infecto me disse que quando estamos nessa situação o risco de transmissão nÃo existe, portanto, não estou fazendo apologia a sair por aí transando sem camisinha, pois há o risco de adquirirmos outras DST’s mas com um parceiro/parceira fixa e que não tenha a doença o meu caso, fazemos sexo sem preservativo, e ele já fez diversos teste várias vezes e continua soro negativo, ou seja o risco realmente não há de transmissão quando estamos com a carga viral indetectível!

  28. Existe alguma dica para quem tem interesse de viajar para esses países ? Alias, tenho uma outra dúvida, suponhamos que eu tomo o meu remédio sempre à 00h00 do horário de Brasília, que é o horário que eu durmo, que horas eu deveria tomar se caso eu fosse viajar para Nova Zelândia, sendo que a diferença de fuso é +-12 horas? Obrigado

  29. Jovem Soropositivo, acho que você foi um pouco parcial no texto, países listados ainda apresentam sim algumas restrições, porém eles reduziram as restrições para os VIAJANTES (Turistas) como você citou, mas não para IMIGRANTES, cada um tem suas peculiaridades nas regras e restrições, alguns tiraram todas as restrições, mas a maioria não.

  30. Moro no Paraguai e aqui funciona da seguinte forma : Para se ter o visto de permanencia no país, é exigido um atestado de saúde onde nele conste que vc é livre de doenças infecto contagiosas mas, somente para permanecer no país!!! como turista não tem nenhum tipo de burocracia vc tem 3 meses no país.

  31. Como funciona a aquisição de antiretrovirais em Miami para imigrantes? Vou para ficar e não tenho ideia. Me ajudem por favor. É pago? Há distribuição gratuita? Receita brasileira vale lá?

  32. Galera. Eu vi que Alemanha (Baviera) tem restrições para mais de 90 dias. No meu caso que vou aterrisar em Frankfurt para depois ir pra Holanda. Alguém sabe dizer se tem alguma restrição nessa cidade especificamente? Muito preocupado.

    1. Tbm estou p ir p l´..acho q o melhot e levar com a receita e declaração na bagagem d mao..ou na propria mala..porém as receitas e declaração do seu médico….em mão..é oq vou fazer depois volto p contar!!!alguém sabe me dizer de Hamburgo..creio q seja normal…milhoes de pessoas viajam com hiv
      …..

    2. Quería estudiar la no Paraguay más depois disso que vc falou, Ja desistí , pois para estudiar teria que ter visto de Estudante de no mínimo 6 años. Que pena, meus sonhos Indo ao chão, pelo jeito é melhor ver cómo funciona as cosas la na Argentina mesmo. De cualquier forma obligado pelas informaçoes amigo, não gustaría de ser maltratado na hora de apresentar o exame as autoridades e eles dicerrem pra eu me retirar do país. Muito triste isso.

      1. Oi. Mas vc pretende morar no Paraguai??? De repente se vc morar em Foz não tem problema.
        Vc tem maiores informações? Tbm gostaria de saber.

  33. Alguém sabe sobre a entrada nos Estados Unidos? Pretendo ir para uma viagem e ficar um mês. Será que podem me deportar com os medicamentos? Outra ainda vou tirar o visto. Para visto de turista eu preciso informar se sou soropositivo? Desculpa as perguntas… Descobri agora em Novembro e ainda tenho tantas duvidas. um abraço a vcs.

  34. Alguém já foi para Austrália, com o visto de estudante para 6 meses ou mais e teve sucesso ? Mesmo falando nas fichas que era HIV+? Obrigado

  35. Alguem está lendo esse post em 2017?
    Quero saber mais informações sobre a China. O site HIVTRAVEL está desatualizado. Pretendo ir para a China mas não acho NADA de informações, como tratamento, deporte e etc.
    Aguardo retorno de alguém 🙂

  36. Vocês sabem especificar quais as restrições por parte da Australia? Almejo ir estudar lá e gostaria de mais detalhes e se consigo manter minha medicação no país. Obrigado!

  37. Boa tarde! Alguém saberia me dizer, em relação ao Canadá, como funciona o tratamento por lá, e se eles têm restrições (quais) com quem é soropositivo? Tenho pretensões de ir morar lá, mas não sei nada a respeito. Gostaria de que alguém me ajudasse. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.