Mês: janeiro 2015

HIV

Hoje, basta um comprimido por dia

Os primeiros comprimidos do remédio 3 em 1 começam a chegar este mês às farmácias do SUS, onde os antirretrovirais são distribuídos gratuitamente no Brasil. Não se trata tanto de um avanço tecnológico, uma vez que os três medicamentos que compõem o 3 em 1  já existiam, mas de um avanço prático e simbólico muito importante no tratamento de HIV/aids. Das dezenas de comprimidos nos anos 90, que precisavam ser tomados rigorosamente em diversos e precisos horários, para apenas um único e pequeno comprimido, que pode ser tomado antes de dormir, uma vez ao dia. A combinação de três medicamentos num único comprimido acompanha a ideia do Atripla, aprovado nos Estados Unidos pela Food And Drug Administration (FDA) em julho de 2006. Mas a ideia de tratar pacientes com HIV/aids com múltiplos medicamentos vem de muito antes. O primeiro antirretroviral usado no tratamento de HIV/aids foi o AZT, ou Zidovudina, um medicamento inicialmente desenvolvido para tratar câncer, mas que acabou nunca indo para o mercado para essa finalidade, conforme lembra uma recente matéria publicada pelo …

Avalie isto:

FMUSP-logo

Flora intestinal e imunidade

Depois de ter ido buscar meus remédios, na semana passada, aproveitei para contornar a calçada e seguir para a rua de trás, cheia de hospitais, seguindo o endereço anotado no papel. Também havia escrito nome de duas médicas a quem eu deveria procurar e, por fim, o contato da Sra. Zelina, quem atenciosa e gentilmente respondera meu e-mail. Zelina é coordenadora de um estudo que está sendo conduzido pela Faculdade de Medicina da USP. Estão sendo selecionando voluntários que vivem com HIV, em tratamento com coquetel antirretroviral e carga viral indetectável, mas que apresentam contagem de CD4 inferior à 500 células. O objetivo é estudar a flora intestinal dos voluntários e avaliar uma tentativa de reposição desta flora. “A intenção é verificar se a reposição ajuda na recuperação das células CD4”, explicou o Dr. Esper Kallás, meu médico infectologista, antes de me sugerir a inscrição no estudo. Os participantes devem: Ter entre 18 e 60 anos; Estar tomando coquetel; Ter carga viral indetectável; Apresentar CD4 abaixo de 500 nos últimos testes. A seleção de voluntários …

Avalie isto:

Atripla

3… 2… 1…

Ontem fui buscar meus remédios no posto de saúde. Enquanto a farmacêutica olhava o pedido médico e digitava suas coisas no computador, perguntei: “– O 3 em 1 já está disponível?” “– Quase. Hoje, o 2 em 1 já está disponível. O 3 em 1 começamos a distribuir no mês que vem. As caixas dele já chegaram, mas antes ainda temos estoques de Efavirenz, Tenofovir e Lamivudina, separados, para distribuir.” “– Precisa acabar com estes antes, é isso?” “– Não com todo o estoque. Vamos continuar com esse coquetel em comprimidos separados, porque tem paciente que prefere ou não pode tomar todos juntos. Então, ainda teremos os remédios separados, só que em estoque menor.” “– E o meu médico vai precisar prescrever o 3 em 1 na receita para eu poder retirá-los?” “– Ih!, meu filho… Se a gente fosse esperar todos os médicos… Só daqui 10 anos!”, disse ela, soltando uma deliciosa gargalhada. “Você pode vir com essa mesma receita. É só constar Efavirenz (600mg), Tenofovir (300mg) e Lamivudina (300mg) que nós entregamos o …

Avalie isto:

Print

Passado, presente e futuro do HIV

A aids pode ser curada? Cientistas cada vez mais perto de vencer o assassino. Por Jerome Groopman em 22 de dezembro de 2014 Era uma manhã de inverno, em 1981, e minha esposa acabara de voltar para casa, depois de seu turno no centro médico da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), quando me contou de um novo e desconcertante caso. Queenie era um garoto de programa de 18 anos de idade, com cabelos tingidos de acaju. Ele chegou ao pronto-socorro com febre alta e tosse, sintomas de uma pneumonia comum, para a qual foi tratado com antibióticos. Mas os médicos identificaram um micróbio em seus pulmões, chamado Pneumocystis carinii. Este micróbio é conhecido por causar uma rara infecção por fungos, vista em crianças sob severa desnutrição ou em adultos que passam por transplantes de órgãos e quimioterapia. Diversos especialistas do hospital foram designados para compreender a razão de sua infecção. Queenie tinha uma contagem de plaquetas criticamente baixa, a qual o deixou susceptível à hemorragia e eu fui chamado para examiná-lo. Ele estava …

Avalie isto:

CDC Recommendations for HIV prevention

Prevenção com soropositivos

Orientações americanas sobre prevenção com pessoas vivendo com HIV agora enfatizam o envolvimento com cuidado da saúde, tratamento do HIV e fatores sociais Por Roger Pebody em 5 de janeiro de 2015 A agência de saúde pública norte-americana e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) publicaram novas recomendações sobre as intervenções de prevenção do HIV e conselhos que devem ser oferecidos à pessoas que são HIV positivo. As últimas orientações publicadas pelo CDC a respeito do que às vezes é chamado de “prevenção com positivos” se deram em 2003. Essas diretrizes tinham 24 páginas e enfatizavam a triagem para fatores de risco comportamentais e doenças sexualmente transmissíveis, aconselhamento sobre prevenção junto com médicos, intervenções comportamentais e notificação de parceiros. Todos esses elementos permanecem, mas o escopo de aplicação das novas diretrizes agora é muito mais amplo, com as recomendações aumentando para 240 páginas. Enquanto as orientações anteriores eram claramente focadas no conhecimento e comportamento do indivíduo, as novas recomendações levam mais em conta fatores sociais e estruturais, bem como o impacto profundo …

Avalie isto:

Os números de 2014

Aqui está um resumo: O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 980.000 vezes em 2014. Se fosse o Louvre, eram precisos 42 dias para todas essas pessoas o visitarem. Clique aqui para ver o relatório completo

Avalie isto: