Notícias
Comentários 248

Indetectável? Não precisa de PEP


Mudança na recomendação para o regime de profilaxia pós-exposição (PEP)

Expert Advisory Group on Aids (EAGA) sugeriu uma mudança na recomendação para o regime de profilaxia pós-exposição de Tenofovir/Emtricitabina com Kaletra para Tenofovir/Emtricitabina com Raltegravir. Além disso, a PEP não é mais recomendada após exposição ocupacional a uma fonte com carga viral indetectável.

Atualização da recomendação de profilaxia pós-exposição (PEP) para o HIV após exposição ocupacional à uma fonte com carga viral indetectável

Na reunião de 23 de outubro de 2013 (EAGA95), o Expert Advisory Group on Aids (EAGA) revisou as evidências sobre o risco de transmissão do HIV a partir de uma fonte sem nível detectável de RNA do HIV em seu plasma sanguíneo. O EAGAtinha anteriormente aconselhado que a PEP para o HIV não fosse recomendada nestas circunstâncias. No entanto, diretrizes publicadas pelo US Public Health Service, em setembro de 2013, recomendavam que a PEP ainda devesse ser oferecida. Todos os detalhes da discussão no EAGA estão disponíveis aqui. O conselho do EAGA está resumido a seguir:

  • situação: exposição ocupacional de um profissional de saúde, por lesão percutânea ou contato mucocutânea, ao sangue ou fluído corporal de um paciente HIV positivo.
  • ação: Depois de avaliar a significância da exposição, o balanço de riscos de transmissão deve ser discutido contra os efeitos colaterais da PEP. Se o paciente (fonte) é conhecido por ter carga viral do HIV indetectável (<200 cópias de RNA do HIV/ml), a PEP não é recomendada. A PEP deve ser oferecida apenas para aqueles que estão ansiosos sobre o risco.

Não há novos dados significativos para mudar o conselho do EAGA. No entanto, o EAGA continua a manter as evidências sempre sob análise. Esta recomendação é baseada na existência de um risco teórico de transmissão, sem qualquer evidência direta; a intervenção (neste caso, a PEP) não é incentivada para um risco extremamente baixo.


Anúncios

248 comentários

  1. Gente, suponhamos que eu sofra um intervenção cirúrgica e o profissional por um descuido entre em contato com o meu “sangue azul”…. o que eu devo fazer? fico quietinha ou abro o jogo? Eu decidi que não vou contar pra nenhum profissional da área da saúde sobre minha condição, muito embora o meu infecto tenha aconselhado a falar sempre a verdade.
    Afffffff…já pensou responder por um processo crime por conta dessa omissão?

    • Herivaldo Virulato diz

      A orientação do Dr Esper é não falar. É obrigação do médico se previnir e sempre que há um acidente eles testam o paciente. Portanto, você só fala se quiser.
      Segundo o Dr. Esper, essa mesma discussão, sobre PEP em acidentes com indetectáveis, foi travada há pouco tempo aqui no Brasil e quase voou cadeira. Ele e alguns colegas perderam e a PEP continua recomendada. Há muitos infectologia que ainda estão sob o impacto dos primeiros anos da epidemia.

    • Vida, como foi de natal? Antes que eu me atrase novamente, que as festas de ano novo sejam maravilhosas para você, família, amigos e todos os seus entes queridos.

      Vou contar algo, quando eu estava com a reação alérgica que surgiu no 14º dia do início da TARV (rash cutâneo, que durou uns dez dias), e fui ao PS do convênio comentei ser +, nem sentei na cadeira depois que fiz a ficha me chamaram para atendimento. Quando vi na pulseira a prioridade de atendimento estava como urgência… Não que não tenha me agradado pela rapidez no atendimento, pois, eu me coçava muito, mas me senti como alguém carente de cuidados especiais. O que o meu “Dr. E” prega é que tenho um diagnóstico de algo que hoje ainda é crônico, mas que se vive tranquilamente e que tem diagnósticos por aí que são mais delicados (não cito nomes para evitar agressões a quaisquer um). Estou precisando fazer uma limpeza de pele, andei comendo muita porcaria (coisa de final de ano), então me deu umas espinhas e cravos. O profissional, tanto de estética quanto de saúde, tem por premissa proteger-se acima de tudo. Eu trabalho com Recursos Humanos e, para mim, é básico/padrão que o profissional saiba o que está fazendo. Exemplo bobo, o eletricista tem que saber que para mexer com a fiação ele tem que desligar a energia, caso não o faça corre o risco de tomar uma descarga elétrica e, dependendo do que ele está trabalhando, esta pode ser fatal.

      Você tá pensando em alguma cirurgia estética né? Vai dar uma turbinada, né?! kkkkkk

      Boa saúde para todos nós!

      • Binho, boa noite amore! Confesso que não gosto dessas festas de finais de ano, mas foi tudo ótimo, e antes da meia noite já estava deitada tentando dormir e sonhar com o peru.Eu estava doida pra comer um “peru”, pois faz tempo que não como, mas deixei o “trem” congelado e comerei numa outra oportunidade!!..kkkkkkkk.

        Bom, deixemos o peru de lado e vamos falar do que interessa. Esses profissionais da saúde tem muito que aprender sobre esse vírus!! Eles acham que somos uns ETs de Varginha, um”perigo ambulante”, e que estamos morrendo! Eu já decidi que não vou contar para mais ninguém sobre a minha sorologia… Eu não sou e nem estou doente! Sou apenas portadora de um vírus e que o mesmo está devidamente encurralado! Se for assim, eu também terei que contar para o profissional que sou portadora do vírus do herpes labial e que também é contagioso e que de vez em quando me ataca com tudo!!.. Será que diante disso eu também serei atendida com mais celeridade? com mais cautela?…Ahh!! fala sério!!

        Então Binho, eu farei uma pequena cirurgia sim! Por enquanto uma cirurgia bucal (vou perder o juízo) :P…mas até o final do ano pretendo fazer uma estética também…quero colocar uns peitões e ficar igual a Sabrina Boing Boing…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…Vida Boing Boing! affffff. Eu estou “campeando” um patrocinador e se eu encontrar, até meados de 2015 estarei turbinada.. 😀

        Aguardemos….rs

        Binho, um feliz 2015 pra você e toda sua familia!! Que vocês tenham muita saúde e muita paz!!

        Beijos

        Vida…. futura boing boing… rs

        • Vidoca, congelou o Trem? Calienta esse troço que vc vai ver se não vai ter fila… kkkkkk

          ET de varginha? Bom, sempre me achei um ET, e pela sua resposta tô achando que vc é capricorniana… como sou um destes, conheço um pouco as peças.

          Bom, morrendo, estamos todos. A cada suspiro nosso corpo ingere oxigênio, o oxigênio oxida-se para dar energia para nossas células e, neste mesmo momento, libera radicais livres, ou seja, o mais básico dos componentes de nós animais de sangue quente, é algo que nos mata lentamente… mas dizem que aos 30 começamos a definhar e morrer, então, já estamos no lucro, pq já não estamos na casa do vinte.

          Em relação aos privilégios no atendimento, passarei a dizer que tenho gripe, que sou Gripético, ou talvez que tenho alergias a moças lindas como você, então serei um Moçalindétido… será que ainda assim terei prioridade?! Brincadeiras à parte, tem regiões do país onde precisam dar mais atenção ao Ser Humano, indiferente do sistema de saúde, que o meu se trata de uma grande rede, associada à minha empresa que é ligada à mídia tradicional do nosso país. Espero, sinceramente, que autoridades ou ainda que grandes executivos da empresa que trabalho vejam um comentário deste e se sensibilizem para fazer algo, no sentido de se manifestar ou melhorar a informação dada a nós e a tantos outros grupos vítimas de preconceitos.

          Herpes labial… me lembro de meu coleguinha da primeira séria, que a cada 4 ou 5 semanas ficava passando pomadinha. Na época (1990) nem existia ARV, então ele já teria morrido se fosse outra coisa.

          Olha, perder o juízo?! Vc nunca faria isso, só vai extrair o 3º molar, coisinha pouca. Tirei os 4 num dia só, me chama no skype que te conto_ rs. Não, eu não era +, foi há 12 anos isto. Mas te conto como foi o pós operatório.

          Agora, ficar como a Boing Boing, já vi esta moça de perto, ela é forte, corpão, toda trabalhada. Sou mais tradicional, se eu brigar com ela eu apanho!!! rs. Agora, se for mesmo turbinar e se precisar eu cuido de vc (só vou tomar uns triquilar antes, pq não gosto dessas coisa redonda… mas te ajudo_ rs).

          Vida, pra terminar, mais fácil fechar com o banco, daí vc “campeia”, “busca”, “percura” (vovó usava estes verbos), o médico, as bexiguinhas e o cirurgião, então paga dps com o novo marido!

          Bjs e as melhores festas pra ti tb!

          • Binho meu ETzinho de Varginha..rs. Eu sou geminiana e não é o meu “trem” que está congelado, pelo contrário, “chama o bombeiro”..kkkkkkkkkk. O trem que está congelado é o peru de natal…eu não comi, congelei pra comer numa próxima oportunidade. 😛

            Ahhh e não pense que estou procurando bofe pra me patrocinar não viu…..rs . Tô ajeitando um “PAI.trocinador”…rs

            Beijos meu amor!

            FELIZ 2015!

    • lcarlos-rj diz

      A questão não é responder o Crime . Já pensou em como vai ficar a sua cabeça . Sinceramente ” VIDA ” Declarar a sua situação , num caso de extrema emergência , é uma atitude correta . A minha dentista sabe , e todo e qualquer médico que eu vou eu falo. Não pra que fiquem com pena de mim , mas apenas pra poder saber que conduta a ser tomada . CAso você não saiba , várias medicações interagem com os nossos remédios . Uma vez eu fui num hospital particular aqui do Rio , Barra dor . Eu me senti a pessoa mais bem tratada da terra . Até o teelfone da minha infectologista eles pediram pra conversar sobre o melhor remédio . O nome disso é insegurança ? Não. É zelo , cuidado com o próximo . Desculpe a minha sincera opinião , mas eu acho que vocês não aceitaram que são soro + . Pega a legislaçao e saiba que o direito do sigilo é todo seu e que se um médico faalr pra alguém , ele perde o CRM dele . A única coisa que eu peço aos profissionais é que não coloquem na ficha . E todos respeitam o Sigilo médico paciente . Péssimo o comentário deste médico que aconselha os pacientes a não decalarar a situação e mais sincero ainda eu vou dizer . Pelos comentários que li sobre : Todo profissioanl é que deve ter cuidado , no mínimo deve vir de pessoas que não estão nem aí . Já devem e ainda estão contaminando as pessoas por ai e acham isso lindo . Pare e pense ! O profissional está ali pra cuidar de você . E não pra ser colocado em risco pelo seu deslize , que você cometeu . Um feliz ano novo a todos ! Menos egoísmo e mais sinceridade .

      • lcarlos-rj

        Toda e qualquer opinião é bem-vinda e eu respeito a sua. Talvez eu esteja sendo egoísta sim! Só que revelar ou não a minha sorologia é um direito que me assiste. E os médicos tem sim por obrigação que se previnir dessas e outras moléstias contagiosas.

        Afinal, quantos pacientes que “cometeram deslizes” que estão sob cuidado dos profissionais da saúde e mal sabem que são portadores de doenças ?? E aí??? Eles não vão ter que cuidar e se cuidar?

      • Secret Guy diz

        Essa questão de CRIME não se sustenta nessa situação. Ela pertence a esfera jurídica. Seria crime se algum soropositivo saísse contaminando outras pessoas propositadamente. No nosso caso seria um acidente de trabalho!

        Na minha opinião não é necessário revelar o diagnóstico se não houver risco tanto para o médico quanto para o paciente. O acidente de trabalho é uma outra situação bem diferente que envolve a saúde do profissional. Não sendo também nenhum desespero absoluto por também a maioria de nós já estar “indetectável”. A pior situação seria para os sorointerrogativos.

        Eu mesmo não abro meu status. Agora, caso acontece um acidente eu logo avisaria, afinal eu ainda nem medicação tomo.

        Agora, pegando a onda mais sinceridade em 2015. Eu acho sua acusação sobre contágio deliberado extremamente impertinente.

        Não é a tentativa dos portadores de evitar o sofrimento do preconceito que as torna insensíveis a ponto de sair contaminando outro ser humano a bel prazer. São dois fatores extremamente diferentes!!

        Melhor você também medir suas palavras!

        Abraços!

    • Luquinha diz

      Vida não sei porque existe dente siso , fui extrair 1 dente e ao procedimento , teve sangue , mais a todo o momento observava se houvesse algum acidente , não houve ,mais se houvesse, faria assim , compraria jornal e colava um bilhete debaixo da porta , pronto resolvido

      • Luquinha diz

        Eu faria um bilhete anônimo , assim: ouve um acidente ,você pode ter sido contaminado pelo hiv , mais há uma solução vá no sus e tome antirretrovirais por 30 dias ,ixiii vou cortar letrinha pacas ,acho que vou dar um telefonema anônimo com um pano na boca pra mudar a minha voz .

      • Luquinhaaaa, você voltouuuuuu!! Ebaaaaaaaaaaaa!!!

        O galã que estava cinza….50 tons de cinza..rs

          • Secret,

            o Luquinha é um antigo frequentador aqui do blog e no começo andava muito desesperado, falava cada coisa….Chegou aqui dizendo que ele era um galã, etc…e que estava ficando feio, com queda de cabelo, magro e cinza…rs

            • Me lembrei de uma pessoa mais zelosa que contava os comprimidos… Eu não contei dos meus primeiros seis frascos, mas quando faltavam uns poucos eu checava pra ver se não tinha tomado algum a mais ou a menos rs. Deu a conta certinha, ainda bem! Rs

    • Anail diz

      Vida, pactuo do mesmo pensamento.
      Recentemente, me submeti a um processo cirúrgico e fiquei aflita porque não queria contar.
      A lei diz que não precisamos contar a ninguém, li alguns parecer do Conselho de Medicina, procurei jurisprudência, enfim, decidi não contar, pois como dito pelo nosso colega, é dever do médico ser prevento, então optei por não contar e até agora, tudo certo.

    • JJJ diz

      olá alguem pode tirar uma duvida minha?
      descobri ser S+ a pouco tempo uns 2 meses tenho 30 anos carga viral 7.500 e cd4 490 foi por acaso em um exame de rotina sou casado a 7 anos e nunca trai minha mulher,em janeiro meu infecto disse que vou iniciar a medicaçao mas,devido ao meu trabalho fico fora do meu estado SC e viajo o brasil inteiro retorno a cada 3 ou 6 meses pra casa,será que consigo remédio para 3 meses,já que farei exames de cd4 a cada 4 meses,eis a questão quando estou fora,nao tenho residencia fixa,nem acesso ao serviço de saude,eis minha duvida é possivel conseguir remedios para 3,ou 4 meses,trabalho 6 meses por ano fora do estado e 6 meses fico de folga em casa SC?

      um forte abraços a todos!!!!!!!

    • Você não é obrigada a revelar sua sorologia Vida, o crime de expor alguém ao risco do HIV é quando você tem relações sexuais desprotegidas sem que o parceiro saiba do seu “sangue azul”…kkkkk. Relaxa, sem paranóia, se isso acontecesse seria um acidente e nem quem da tiro na cabeça de PM ta ficando preso nesse pais, que dirá alguém que fez uma cirurgia e o médico se feriu. Beijos!

    • Hope diz

      Vida… estamos aqui com essa mesma questão ética…meu marido tem que tirar os sisos… adiou durante anos e agora está com os dentes todos tortos… contar ou não contar? A médica dele acha que deveria contar… ele disse que prefere não operar se tiver que contar. Decidimos, por enquanto aguardar o “indetectável” então pensar na cirurgia. Até hoje ele só contou ao oftalmologista, por que ele tinha que examinar com mais atenção a retina dele… foi tranquilo. Anyways, é uma decisão difícil.
      Aliás, essa semana repito meu exame, finalmente. Dedos cruzados aqui…
      Abraços e feliz ano novo a todos!

      • Hope, há séculos eu venho adiando essa cirurgia. Meus dentes do siso estão todos inclusos e até então não estavam me prejudicando. Agora tudo mudou e eles decidiram se “rebelar”..rs . Ele trincou o dente vizinho, está prejudicando a raiz do outro, está entortando os outros.. êe está uma maravilha!! Agora não tenho escapatória….em breve farei a cirurgia.

        Hope, espero de coração que você tenha sucesso nos exames… tenha fé!

        Feliz Ano Novo!

        Beijos

        Vida

    • keka diz

      Olá,
      Tive questionamentos parecidos no começo na infecção. . Sou + ha 7 anos, qndo meu atual esposo faleceu e eu descobri o virus. Hj to bem, com 27 anos, casada novamente e indetectavel.
      Ha uns anos atras precisei fazer uma cirurgia de endometriose e passei por 4 medicos, com encaminhamento, toda vez q eu falava da minha sorologia, me dispensavam por qlqr motivo, ate o 5 aceitar, so q antes precisei de laudo da minha infecto (minha infecto ate riu qndo eu falei da minha peregrinação), cardiologista e outros exames q nao tinham muito a ver, ate eles fazerem um laudo dizendo q estava tdo ok cmg.
      Depois de observar tanto problema por causa do virus, eu decidi nao falar mas.. E tempos atras precisei fazer outra cirurgia, so q dermatologica, e foi bem rápido. . Sem transtornos e dores de cabeças. . Minha infecto diz q eu sempre devo falar, mas diz q eh uma opção minha. E a minha opção e na maioria dos casos, nao falar.
      BjoOo

      • Keka….deve ser muito frustrante e humilhante toda essa peregrinação…
        Por essas e por outras que resolvi omitir também!
        Obrigada pelo depoimento!

        Beijos

        Vida

    • Thimouth diz

      Aconteceu um acidente desses comigo que foi assim horrível toda a situação.
      Procurei um oftalmologista para ver uma inflamação no meu olho. Foi diagnosticado como terçol e foi feito uma drenagem com uma agulha. Até ai tudo bem. Confesso que quando ouvi a palavra agulha eu fiquei com um pouco de medo e mais preocupado comigo porque a drenagem ia ser feita sem anestesia e na pálpebra do olho(sim doeu muito). Não falei nada com o médico sobre ser soro+, por uma série de motivos, o principal dele é que quando foi atendido a porta estava aberta e tinha mais uma 10 pessoas aguardando atendimento, sem contar o entra e sai das assistentes toda hora na sala. Não se senti a vontade de falar.

      Voltei no dia seguinte e assim que eu entro na sala eu fui questionado quanto a uso de algum tipo de medicação. Nessa hora eu falei bem baixinho que era soro+. Ai ele me fala que no dia anterior tinha furado o dedo com agulha. Nessa hora eu fiquei sem saber o que fazer, falar. Nisso o médico chamou outro médico pra sala e começou um verdadeiro interrogatório, sobre minha carga viral, cd4 cd8, siflis, hepatite o que eu fazia da vida.

      Me senti um lixo, me senti sujo, já tava ruim mas piorou ainda. O médico com a porta aberta liga pra um infecto e começa a falar no telefone, e contar o que tinha acontecido pra quem quisesse ouvir. Nesse mesmo tempo eu tive ligar pro meu infecto, mandar pra ele meus últimos exames e ainda terei que mandar o próximo exame que eu for fazer, que geralmente faço no intervalo 2/3 meses. Por fim tive que sair da sala dele, mas n tive coragem nem de olhar pros lados, pra n ter q encarar as pessoas me olhando da por que o médico me olhou. A minha vontade foi de pular da primeira janela que aparecesse(foi só vontade mesmo!). Foi uma lição que tomei pra mim. A partir de agora eu vou falar sempre que houver alguma situação de risco.

  2. Herivaldo Virulato diz

    Excelente notícia. Vamos ver quanto tempo o Brasil, que já foi referência em prevenção do hiv e hoje patina, vai demorar para oficialmente reconhecer a ausência de riscos de transmissão a partir de um indetectável. Estou na torcida!

  3. Certo. Então depois do acidente eles testam o paciente e é óbvio que dará positivo. Agora pergunto: Mesmo diante de um resultado + o paciente deve continuar negando? Faz cara de paisagem e nega até morrer? Faz cara de surpresa? de espantado, horrorizado?
    Ai quanta perguntaaaaaa…rs.. Estou parecendo uma recém diagnosticada!!

    Pessoal, compartilhem aqui o que vocês e seus médicos pensam disso…

    • Alessandro diz

      Hipoteticamente isso né ? pois caso a pessoa seja exposta ao nosso “sangue azul” existe um prazo de até 72 horas para começar o tal procedimento, porem a cada hora que passa as chances de n infecção caem, caso vc for fazer alguma plástica ou etc, avise apenas ao médico sobre vc ter HIV, ele vai pedir mais atenção das enfermeiras e etc, mas eles n podem te indiciar por nada caso isso ocorra, e outra coisa existem estudos que carga viral indetectável e praticamente nula a transmissão, infelizmente nós que fomos infectados tivemos o azar de pegar alguém sem tratamento e com carga viral muito alta, até pq n é apenas um único vírus que vai adentrar a sua corrente sanguínea e se replicar e etc, existem estudos que para que a infecção seja efetiva necessita de alguns milhares para isso, espero ter ajudado, abraço.

      • Alessandro, eu pretendo fazer uma cirurgia estética sim e não pretendo contar para o médico e sabe por quê? Minha amiga foi no cirurgião que eu pretendo ir e fez todos os exames para colocar prótese nas mamas e os exames estavam todos normais e mesmo assim ele não quis fazer a cirurgia nela pelo fato dela ser fumante!! Agora se eu contar que sou “sangue azul” é bem capaz de me colocar em quarentena..rsrsrs

        • kkkkkkkkkkkk…ri muito…Quarentena foi ótima Vida….Viva la Vida garota, vai fazer a cirurgia e não fala, vc não é um ET, uma bomba biológica…seu médico sabe se defender,

      • Alessandro diz

        Acho que ela quis dizer a respeito da sorologia do soropositivo, que mesmo indetectável vai dar positivo.

          • Perfeitamente Alessandro, foi isso mesmo que eu quis dizer!!

            Sabe Jotinha, eu achei super estranha essa história de que se acontecer um acidente com o profissional, eles fazem teste de sorologia no paciente.. Até onde eu sei, eu não sou obrigada a produzir provas contra mim mesma.

            • Herivaldo Virulato diz

              É ilegal mas, se acontece um acidente em hospital eles testam. Não contam pro paciente, mas testam. E Eu acho que têm de testar mesmo. Sou favorável à total desmistificação dessa doença.

              • Alessandro diz

                Concordo com a VIda e tbm com vc Herivaldo, e outra coisa, existem n outras doenças infectocontagiosas e eles trabalham com isso ou seja correm riscos.

            • Sérgio diz

              Vida , o quanto eu sei , acontecendo um acidente , o paciente é informado do problema e é solicitado o seu consentimento para a realização dos exames , caso o paciente se negue a fazer , o caso é tratado como acidente de fonte desconhecida.

      • S. diz

        Boa JS… estava aqui exatamente pra falar isso… é a propósito provável que dê negativo… tenho muita vontade de fazer esse teste…falta tempo e talento teatral mesmo. Mas se algum dia fizer, compartilho com vocês o resultado…

        • S.

          Você sendo um soropositivo e com carga viral indetectável é claro que se fizer o teste de sorologia novamente ele dará positivo!

    • Herivaldo Virulato diz

      Depois de te testarem eles não perguntam nada, simplesmente tomam a PEP. Não se preocupe!

      • D_Pr diz

        Herivaldo, surgiu uma dúvida, e infelizmente, ela é bem pertinente.

        Pacientes que conhecem sua condição, e estão em TARV deixam de ser o problema em casos de acidente, caso tenham atingido o objetivo do tratamento que é carga viral indetectável, não transmitem o vírus, é o que todos sabemos hoje, e cuidam da sua saúde, porém, vamos imaginar que:

        Pacientes que desconhecem sua condição, e acreditam ser “negativas” ou melhor, não reagentes, durante um acidente cirúrgico são testados e não comunicados do resultado do exame? Os médicos/enfermeiros se tratam, caso necessário, e o paciente que se “exploda”. Que foi claramente o que eu entendi, me desculpe a sinceridade do “exploda”. Mesmo sabendo que ele é um transmissor em potencial, pois são feitos apenas exames de condição sorológica e não carga viral?

        Eu sei que a obrigação é que cada um cuide de sua própria vida (saúde), mas me parece um tanto cruel…

    • S. diz

      Pessoal, o teste rápido é por dosagem de anticorpos e com CV indetectável, provavelmente dará negativo…algum biomédico, bioquímico de plantão pode tirar essa dúvida?

  4. Alessandro diz

    Isso sim é matéria para sair na globo !!! já que lá é a maior movimentação das massas, e com isso de certa forma desmistificar as coisas, as pessoas sabendo que sendo medicadas podem levar uma vida praticamente normal e que a transmissão seja praticamente nula vai mudar sim muita coisa !!! agora basta saber se eles querem vender essa noticia né…

    • Plick diz

      Pena que as emissoras gosta de sempre transmitir informações negativas e sensacionalistas . O preconceito existe pela falta de informação .

      Feliz natal a todos e um próspero ano para todos nos recheado de bença !

  5. Pessoal, gostaria de compartilhar uma boa notícia. Meu CD4 subiu 63% em 43 dias de TARV, de 218 para 346. Ainda não está alto, mas a CV que era acima de 150.000 ficou quase indetectável, 342 cópias apenas, com relação CD4/CD8 de 0,09 para 0,17 (também ainda não está bom, mas prova que houve evolução, pois, é quase o dobro_ e esta relação dizem levar um bom tempo mesmo).

    Aqui agradeço todos que SE apoiaram entre sí e, sem saber, me ajudou ao mesmo tempo, todos que ME apoiaram no momento que tive a alergia no início da medicação, ao JS, o gentleman que conseguiu reunir tantas pessoas bem intencionadas nesta causa comum e… bom, queria ter amigos e familiares aqui para agradecer, mas estou segurando esta barra sozinho (mas isso não me entristece, sempre fui do tipo que segura as pontas e resolve as broncas sozinho).

    Enfim, já me considero indetectável, indiferente da contagem de vírus no meu sangue, tenho passado meus dias como se eu nunca tive sido infectado.

    Excelente saúde para todos nós e que 2015 venha com as melhores perspectivas pra gente.

    • Pequena + diz

      Binhomais

      Que ótima notícia,parabéns 😉
      Feliz 2015 ❤
      Bjus da Pequena +

    • Binho, seus exames estão maravilhosos!! Parabéns!!
      Saiba que se precisar, você tem a mim pra te ajudar a segurar as broncas…

      Beijoss

    • CARA + diz

      Binho queridão

      que bom saber que estás bem meu amigo!
      começamos a frequentar esse blog, quase juntos, eu acho…pelo menos a tarv, sim!

      Me lembro da tua angústia e ansiedade…que bom que tudo passou!

      sucesso meu amigo! 2015 regado de coisas boas pra ti!

      • Oi Cara +, blz?

        Obrigado pela atenção. Então, fui na primeira consulta pós início da TARV dia 29/12, uma semana antes rolou umas espinhas na testa, pra quem tem 31 anos até estranhei. Mas de repente foi excesso de gordura das refeições e lanches de fim de ano. Elas já sumiram, mas meu Dr E pediu exames de tudo, por via das dúvidas, mas preciso fazer a quase doação de sangue só lá pro meio de fevereiro. Já tinha assumido alimentação melhor e menos sedentarismo, mas amanhã começo academia. Bora ficar mais forte ainda, perder a barriguinha e retardar o envelhecimento natural que todo ser humano tem após os 30.

        2015 maravilhoso pra ti também!

        Abç

  6. Luiz amadeus diz

    Gostaria de saber se algum de vocês ainda sente muitas náuseas,diarreia , cansaço e indisposição pois já estou há oito meses em tratamento e esses sintomas ainda persistem. Estou tomando dois comprimidos de lamiduvidina ,um de tenofovir ,e quatro de kaletra ,porém o kaletra estava dando muita reação e estou tomando três por conta própria até eu conseguir outra consulta ,antes eu tomava o tenofovir tive que mudar para o kaletra não aquentava mais de tanta náusea e alergia mesmo tomando os antialérgicos .As consultas aqui em MT esta cada vez mais demorado para marcar .

    • sil diz

      oi luiz amadeus,eu tomava esses medicamentos.e.era a.mesma.coisa comigo,agora ja tive mais de quatro veses,agora estou com um medicamento fais 8 meses e to me adaptando aous poucos ,te desejo sorte e nao desiste vai em frente ja fais 12anos q.to nessa luta,Siga em frente fica com deus .

      • luiz diz

        Ontem eu tive outra crise de náusea foi o dia todo e nada que eu tomava aliviava quase fui para no pronto socorro ,eu não entendo o porquê esta cada vez pior os reações mesmo depois de mais de oito meses de tratamento é como se eu estivesse intoxicado ,hoje ,não pude tomar os medicamento devido essas fortes reações mesmo assim as reações continua .Semana que vem terei outra consulta e espero trocar essas medicações não é possível continuar desse jeito .

    • Luiz esse Kaletra é cruel!! No começo eu sofri muito com ele e com o passar do tempo os efeitos foram ficando mais moderados…mas nunca passaram. Veja com seu médico a possibilidade de você estar mudando a medicação..eu mudei depois de 5 anos e estou me sentindo ótima!!

      • Herivaldo Virulato diz

        Eu tomo lamivudina, tenofovir e raltegravir. Eu só sei que tomo porque eu me vejo tomando, porque nunca, desde o primeiro dia, nunca mesmo, eu tive qualquer efeito colateral. Reveja seu esquema, mas não alerte as dosagens por conta própria!

        • Secret Guy diz

          Oi Herivado!! Eu te fiz uma pergunta no outro post mas não sei se você vai ler lá novamente.

          Vc começou o tratamento direto com Raltegravir?

          A minha infecto quer primeiro usar Kaletra ou Atazanavir e eu realmente não to afim deles devido aos efeitos colaterais. Principalmente o Kaletra pelo efeito colateral no intestino.

          como vc descobriu sua resistencia? ela já veio “de fábrica” ou foi com o decorrer do tratamento!

          abraços!

          • Herivaldo Virulato diz

            Comecei com Raltegravir, mas esse esquema não é recomendado no Brasil, apesar de o ser em outros países. Foi uma exceção que abriram a pedido do Dr Esper porque minha infecção era extremamente recente (Fiebig 3) e o Raltegravir provoca uma queda mais veloz da virologia. A idéia é evitar que eu fprme grandes reservatórios.
            Eu comentei sobre o Raltegravir, porém, para que as pessoas não tenham medo de criar resistência. Se criarem resistência ao efavirenz, podem entrar no Raltegravir sem receio de efeitos colaterais!
            Abraço

            • Herivaldo Virulato diz

              Corrigindo a resposta: no Brasil o Raltegravir ainda não é recomendado como tratamento inicial. Mas é o principal medicamento para vírus resistentes.

              • Herivaldo Virulato diz

                Encontrei um estudo interessante numa pesquisa rápida. Proponho a todos que a aproximemos. Uma compilação de todos os estudos sobre o assunto, feita no Canadá, concluiu não haver nenhum caso documentado na literatura médica sobre transmissão de hiv a partir de uma fonte indetectável.

                Fonte:

                http://www.natap.org/2013/HIVwomen/HIVwomen_01.htm

                Alguém sabe em que estudos a Fiocruz se baseou para dizer que há casos?

            • Secret Guy diz

              Obrigado!

              Na hora que tiver que iniciar o tratamento eu vou espernear para começar com Raltegravir. Eu não to afim nem de pensar nos efeitos colaterais do Kaletra tampouco do Atazanavir!

    • jana diz

      Oi Luiz, eu tomo a mesma combinação q vc a quase 1 ano, no começo tive um pouco dos mesmos sintomas q vc, mas com o tempo passou, nao sinto mais nada. Converse com o seu médico sobre a possibilidade de trocar a combinação.

  7. Rick diz

    Concordo com a questão que um indetectável não possa transmitir HIV a porcentagem é simbólica, se não me engano é de 1 a 3%, no entanto é preciso salientar que mesmo conseguindo atingir o numero pequeno de vírus no sangue e ser indetectável é aconselhado o uso de preservativo, pois qualquer DST que um portador de HIV indetectável pegar o numero de retrovirus aumenta na corrente sanguínea até a DST ser tratada, enquanto isso esse intervalo de tempo pode sim contaminar outra pessoa, talvez seja por isso que a PEP ainda seja recomendada até porque não tem como saber sobre a vida sexual do indivíduo, e nem se contraiu uma DST recentemente, e seria inviável fazer um exame quantitativo..
    Eu li sobre isso em um artigo do Reino Unido ano passado, caso alguém tiver algo que contradiz isso por favor me avise. Quando uma pessoa disse acima que teve o azar de pegar porque o indivíduo não estava em tratamento, a hipótese de que esse indivíduo estaria em tratamento e ate mesmo tenha o status de indetectável mas por ter uma vida sexual ativa e sem proteção poderia ter pego uma DST e se contaminado e com isso possa ter transmitido e logo voltou a ser indetectável.. é uma hipótese, de qualquer forma acho que o preservativo continua sendo a melhor opção..

    • Herivaldo Virulato diz

      A vantagem de ser indetectável se manifesta pra quem tem parceiro fixo não infectado, como eu. Graças a esses estudos eu e minha esgota estamos planejando filhos, o que seria impensável em outra época!

      • Mindy diz

        Essa é minha situação com meu marido, mas ele está com medo de tentar engravidar naturalmente, mesmo estando saudável e indetectável há mais de um ano. Vc e sua esposa vão buscar acompanhamento médico? Planejam fazer profilaxia pré-exposição? Gostaria de trocar experiências sobre esse assunto. Eu estou muito confiante em tentar conceber sem profilaxia, pois as últimas pesquisas me parecem categóricas quanto ao risco virtualmente inexistente de contaminação por indetectáveis, mas está difícil convencer meu marido disso.

  8. Fabio diz

    Olá pessoal!

    Sou novo por aqui!

    Primeiramente quero parabenizar ao JS, pelo blog, e à todos que deixam comentários, trocando informações tão importantes e esclarecedoras.

    Há um mês e meio descobri a infecção pelo HIV e há duas semanas iniciei o tratamento com tenofovir, lamivudina e efavirenz. Na primeira semana senti apenas uma leve tontura, mas nessa segunda tenho sentido indisposição ao acordar, um peso na cabeça, dor abdominal e falta de apetite, além de muita falta de concentração no trabalho. Isso tem abalado muito meu psicológico. A noite, depois de feitos exercícios na academia, até que as reações diminuem bastante.
    Apenas 4 amigos, soronegativos, sabem da minha situação… Tenho sentido a necessidade de partilhar e até mesmo tirar dúvidas com alguém soropositivo.
    Será interessante deixar completar um mês, do uso da medicação, para tirar alguma conclusão?

    Abraços!

    • Fabio, eu fiquei meio aéreo nas duas primeiras semanas, uso os mesmos medicamentos. Segui umas dicas que vi nos blogs, tome os remédios uma hora antes ou duas horas depois de jantar. Comida gordurosa e álcool aumentam esse efeito de tontura. Essas dicas funcionaram muito bem pra mim. Mas é bom ressaltar que é para quem usa EFV+Teno+Lami, outras combinações tem outras boas formas de administração.

      Força e boa saúde pra vc!

    • Cida diz

      Fábio, eu uso essa msm combinação há 1 ano. Nos 3 primeiros meses senti tudo isso que você relatou, além de um zumbido no ouvido que demorou bastante pra sumir e de uma depressão e boca seca. Hoje, não sinto mais manda. Tudo passa. Mantenha a aderência que o tratamento vai dar certo, pode apostar. Essa combinação é bastante prática. Abs.

  9. Kiko diz

    Há quase dois meses fiz um artroscopia no joelho por conta de uma lesão no menisco devido a uma torção que tive durante um treino de corrida. Antes de fazer a cirurgia, consultei o meu infecto para saber se deveria ou não contar ao cirurgião sobre minha soropositividade. Ele respondeu que eu não tinha obrigação nenhuma, pois os médicos DEVEM sempre se previnir, mas que a decisão era minha.
    Optei por contar ao cirurgião e sua reação foi a melhor possível. Ele respondeu um simples: “E daí…? Isso não muda nada. Nem precisava me avisar…”.

    • Olha, gente, eu tb acho que não devemos contar pq eles têm a obrigação de usarem luvas etc mas a minha preocupação é a seguinte: dependendo do procedimento, é necessário fazer uso de medicação antes e depois da cirurgia, certo? Daí a dúvida: será que isso não pode interferir nas tarvs? é nisso que penso sempre. O que acham?

  10. Carioca_positivo diz

    Fico muito feliz com tantas notícias boas, sejam elas publicadas pelo Js ou contadas aqui pela galera, Cd4 aumentados, indetectáveis… isso é muito bom… logo logo espero estar aqui também com boas notícias… Estou mt bem psicologicamente e devo isso a vcs, Js, Vida, Pequena +, Binhomais, Olem, Pedro… e tantos outros que ainda vou ter o prazer de conhecer melhor… Abração, Tamojunto! 😉

  11. Leo diz

    Gente depois de mais de um ano do meu diagnostico e feliz pq meu organismo combatia o vírus, tive a má noticia que meu cd4 estava baixo 295, iniciei o tratamento a 2 semanas, nos primeiros dias muitas náuseas, tudo me dava asco e essa semana me sinto melhor, ainda com náuseas principalmente pela manha, no país onde estou me indicaram, azt, lamivudina e nevirapina. Me sinto estranho por ter que tomar medicação, mas cumpro com os horários e as doses a risca.

  12. EMGS diz

    Mês passado fiz uma cirurgia plástica, não possui relação alguma com os remédios, apenas tinha vontade de tirar umas gorduras localizadas que sempre tive.
    Pois bem, fui atendido muito bem em um hospital de são paulo, falei tanto para o meu cirurgião plástico quanto para a equipe médica do hospital, para a minha – agradável – surpresa, eles foram 100% profissionais, conversaram abertamente, perguntaram quanto tempo eu estava indetectável e eu nunca estive com o corpo tão sarado!
    O anestesista até perguntou qual arv eu utilizava para fazer o ajuste correto na minha medicação.
    Pesquisem o histórico dos profissionais e peçam recomendações dos seus infectologistas, eu estou muito feliz, fui tratado muito bem.
    Dependendo da intervenção, é bom fazer jogo aberto com o médico.
    Grande abraço

    • vanessa diz

      Oiee
      Eu vou fazer um implante dentário e resolvi contar para Dentista por um único motivo, segundo meu infecto tem remédios que cortam o efeito do nosso !! Pensando nisso contei e a Dentista foi normal disse que tem vários pacientes na mesma condição só pediu uma liberação por escrito do meu infecto com relação a minha imunidade já que o sucesso da cirurgia dela depende disso tbm não dar infecção e tal, achei válido, mas claro morri de medo de falar.
      Assim como a vida eu quero muito colocar silicone mas tenho medo na questão quando envolve o CD4, e outra pelo menos minhas amigas que fizer cirurgia o médico pediu exames de hiv hepatite penso eu até mesmo pra assegurar o resultado da cirurgia dele
      Mas agora to em dúvidas existe mesmo remédios que cortam o efeito dos nossos??
      Beijos

      • EMGS diz

        Olha, eu não sou médico.. então não tenho como te responder isso. Pergunte ao seu infectologista.
        Posso falar do meu caso, a Anestesista pediu o nome do meu arv porque um dos meus pode ser potencializado e ficar mais forte, então tomei uma quantidade um pouco menor de anestesia.
        Como a operação foi em jejum e eu tomo meus remédios 2 vezes ao dia – manhã e noite -, o cirurgião mandou eu não tomar o da manhã e tomar todos juntos durante a noite.

        Em relação ao silicone, dou todo o apoio. Tinha muito medo e adiei mt a plástica, pura besteira, não poderia ter ficado melhor.

  13. MUITA ATENÇÃO.

    Pessoal , seguindo isso foi aos arquivos da FIOCRUZ para ler o que dizem. Ponderemos o seguinte:

    Não tiremos a importancia deste espaço online, mas o PDF de PEP da fiocruz, diz que mesmo com a PEP foram registradas transmissões mesmo de PESSOAS INDETECTAVEIS NO BRASIL.

    Assim, há algo a ser considerado, mesmo o doutor Z, K, M ,L , E não participarem deste blog . O autor é uma pessoa que , claro, com todo o direito não se expõe e dá dicas mas , estando indetectavel, não considera a FIOCRUZ como informativo, o mesmo também não tem ciencia da propria forma como se tornou positivo.

    Escrevo isso pois uma hora enfiaremos o pé na lama se deixarmos de ver o que oficialmente existe.

    A FIOCRUZ relatou que mesmo com PEP e indetectavel, foi sim transmitido.
    Agora cada um com sua opiniao.

    • D_Pr diz

      Por favor, nos poste o link. Fiquei em dúvida, pois achei um falando sobre o assunto e não sei precisar caso refere-se ao mesmo encontrado por mim, assim poderemos nos orientar melhor…

      Veja, não discordo de você, entretanto preciso que embase seu comentário, pois isso muda muita coisa…

      Obrigado,

    • Ricardo,

      Quem faz a afirmativa descrita nesse post, acima, não sou eu. É a British HIV Association, conforme o link acima. Eu só traduzi.

      O texto da Fiocruz que você compartilhou é de 10 anos atrás, com a maioria das referências bibliográficas datando de antes do ano 2000 e sem nenhuma referência aos estudos que sustentam as opiniões atuais dos consensos médicos americano, britânico, canadense e sueco. Esses consensos levam em conta o que sabemos hoje sobre HIV.

  14. Página 12 do documento abaixo. Vejam, eu não estou dizendo ou desdizendo, porém o JS é um site, sem ao mesmo saber como obteve o contato com o virus, e solta informações bem sérias, eu achei este texto que ilustra esta informação de forma mais fundamentada , sem avatares, assinado pela FIOCRUZ.

    http://bit.ly/1BIKppV

    “A eficácia da profilaxia não é de 100%. Existem casos documentados de transmissão mesmo com
    uso adequado da profilaxia e pacientes-fonte sabidamente infectados pelo HIV com carga viral
    indetectável.”

    Sei lá… acho que o titulo é manchete nesta postagem, confunde bastante quem não analisa o contexto das coisas.

  15. Eu ja vi gente aqui que pegou por acidente medico, mesmo o Dr. Max Banks ser o medico que cuida da pesquisa ha 12 anos … e NUNCA HOUVE TRANSMISSAO RELATADA. Mas sao assuntos diferentes. Só acho que , se o instituto escreve a assina algo, temos 2 informações… um codinome JS e um instituto . Me da certo receio deste ponto e contraponto.

    • D_Pr diz

      Ricardo, li o documento e era o mesmo que eu havia lido, datado de 2004, como você sabe de lá pra cá muita coisa mudou e muda.
      Bom, temos opiniões divergentes, sem desmerecer a sua, eu concordo com os novos estudos apresentados em 2013, que é a mesma opinião do meu médico, e acredito que cada um de nós devesse fazer o mesmo, confiar em seu infectologista. O que inclusive, ter opiniões diferentes, é saudável, mas acabamos dependendo do nosso infectologista para esclarecer as coisas, bem como precisamos de estudos recentes para combater os estigmas, mitos de ser soropositivo, e continuar a vida.

      p.s.: ainda esse ano saiu uma reportagem do pastor que sabia como acabar com a AIDS no mundo, você deve ter visto, consegue dar razão a ele? Acho que não meu amigo!

      • D_Pr…. mudou sim , eu sei, mas nao mudou o relato da FIOcRUZ de que perfis indetectaveis transmitiram HIV mesmo com o receptor usando a PEP. entendeu?

        Este dado não expira. Não da pra dizer “olha, nao contaminou mais nao ou agora desapareceu a contaminação”.

        Isto é… eu acho que esta na hora de exigir um pouco mais de coerencia entre os orgãos. Cada médico estuda uma coisa diferente pelo que to vendo.

  16. S. diz

    Ricardo, você leu o texto ou só a manchete? Pq o texto do blog cita 2 fontes. Uma inglesa e uma americana. Inclusive cita que a americana não mudou as diretrizes… não entendi a polêmica.

  17. Eu li as coisas. Somente lá se fala de acidentes, não de indetectavel em geral, relações.

    O que digo é pra ter cuidado, pois se os protocolos são diferentes no Brasil, qqr coisa que ocorra, os médicos estão prontos pro protocolo brasileiro , não pros outros.

    É como eu na infectologista. Eu pergunto sobre o indetectavel e ela responde ” estas coisas de internet… nao sei de nada”…

    E se preciso de uma informação sobre isso, no emilio ribas, eu nao tenho, e tenho de ter num “blog”….

    A polemica é so que o protocolo BRASILEIRO é diferente, ainda mais a FIOCRUZ DIZ EM DOCUMENTO PUBLICADO QUE PESSOAS INDETECTAVEIS FORAM VETORES DE TRANSMISSAO NO BRASIL, MESMO COM A PEP….

    E se a FIOcRUZ solta um documento, o que se compara com eles é um blog e o doutor E,F,T, M?

    Sendo que são avatares anonimos? Por isso digo que deve-se ter cuidado até termos a informação aqui no Brasil.

    • D_Pr diz

      Não se compara um blog com informações da FIOCRUZ, entretanto as informações acima estão publicadas no site do governo inglês, são essas as fontes que devem ser comparadas, e o JS é bem objetivo em trazer referência bibliográfica para eventuais consultas e pesquisa:

      https://www.gov.uk/government/groups/expert-advisory-group-on-aids#minutes

      Não sou advogado do JS, mas, vemos o mundo caminhando em uma direção e nós em direção contrária.

      Quanto aos vetores de transmissão Ricardo, já lhe ocorreu que pode haver omissão de informações? Não conhecemos absolutamente nada do perfil das pessoas que foram contaminadas, que garantia temos que se deu através do acidente ocupacional? Isso também penso em relação a publicação do EAGA.

      O fato é que precisamos ter cuidado em qualquer informação, lembrando que segundo alguns insistem acreditar o vírus do HIV é inofensivo e não causa a AIDS…fazer o quê?

      • Herivaldo Virulato diz

        Pessoal, quem tem dúvidas deve consultar, no Google mesmo, os resultados do estudo HTPN52 e do estudo Partner. Em nenhum dos dois, em mais de 60 mil relações monitoradas, houve transmissão do vírus. Isso é um dado objetivo. Não é conversa de Internet.

        • Herivaldo Virulato diz

          Mas eu acho este ponto muito importante, vamos buscar mais informações e sempre traçar as fontes. O amigo que está receoso está coberto de razão. Vamos nos informar. O que eu tenho pesquisado tem sempre confirmado as informações deste blog.

        • D_Pr diz

          Muito bom Herivaldo!!! Obrigado!!! Você viu a outra pergunta que te fiz sobre o proceder diante do acidente ocupacional?

      • Herivaldo Virulato diz

        Numa pesquisa tapa achei um estudo que afirma não haver casos documentados de transmissão:

        “The three studies that met all eligibility criteria included 991 heterosexual couples with 2064 person-years of follow-up. Results of these three studies yielded a pooled HIV transmission rate of 0.0 per 100 person-years (95% confidence interval 0 to 0.5). In other words, if 100 discordant heterosexual couples whose positive partner had an undetectable viral load had sex for 1 year, the HIV transmission rate would be 0, or at most vanishingly small.”

        Fonte:
        http://www.natap.org/2013/HIVwomen/HIVwomen_01.htm

  18. Alessandro diz

    Bom eu acompanho as noticias de fora, na boa mesmo, pesquiso muito a respeito e caso minha infecto gagueje eu já sei oque pedir a ela e etc, Brasil não tem quase que pesquisa nenhuma rolando em relação ao HIV, enquanto outros países de primeiro mundo se desdobram para tal, isso de saber o quão contagioso uma pessoa é após estar em regime indetectável esta sendo experimentada a anos com milhares de casais, e não ouve infecções nesse período… e isso é excelente para nós, sabermos que nos cuidando não iremos transmitir, isso me aliviou, me sinto melhor em saber que eu me cuidando estou tbm cuidando da pessoa que eu for me relacionar, e eis um excelente momento para quebrar mais um estigma, pessoas saber que quem se medica e se cuida não transmite… mas é de se pensar que isso realmente seja válido.

  19. Alex diz

    No mesmo país em que a medicação 3 em 1 demorou sete anos para chegar (e ainda assim para apenas alguns lugares), é esperado que as coisas andem a passos bem mais lentos. Com todo o respeito à Fiocruz, não creio que ela seja referência e vanguarda em relação a qualquer estudo de ponta sobre o HIV. Portanto, a boa notícia de que a PEP deixou de ser exigida para os indetectáveis tem que ser, sim, comemorada.

    • Alessandro diz

      Falou tudo Alex !!! eu moro no estado de MT, e me disseram que quem sabe chega o 3 em 1 aqui em janeiro de 2015, vê se pode uma coisa dessas…

    • Principiante diz

      Aproveito o gancho para fazer uma pergunta. Meu infectologista disse que o 3 em 1 que será disponibilizado é a combinação de Efavirenz, Lamivudina e Tenofovir. Nos outros países, existem 3 em 1 de outras medicações? Ou é sempre essa combinação?

      Tenho outra questão. Antes de descobrir minha sorologia, eu tinha planos de passar 6 meses estudando em um país da Europa, em 2015. Mas, agora estou muito inseguro, porque iniciei o tratamento e fico em dúvida se vou conseguir continuar lá.

      • Herivaldo Virulato diz

        Segundo o meu médico, não há problemas. Você pode ir e receber o medicamento lá. Qual o país?

        • Principiante diz

          Seria a Inglaterra. Eu precisaria de alguma pessoa para pegar o medicamento aqui no Brasil e me mandar? Ou o próprio SUS enviaria?

          • Herivaldo Virulato diz

            Não sei, acho que se você estiver regularmente na Inglaterra você pode pegar lá. Converse com seu infecto!

          • É preciso que alguém pegue sua medicação, informe-se no COA sobre o que é necessário para a liberação. A medicação pode ser enviada por SEDE, tem um formulário específico.O SUS não envia.
            Você talvez consiga a medicação caso tenha Seguro-saúde na Inglaterra.
            Ao viajar leve a medicação na mala de mão, junto com a receita e declaração médica. Nao tem problema nenhum é só uma questão de segurança. Assegure-se de viajar com medicaçao para dois meses.
            Tudo dá certo. Boa sorte!

            • Principiante diz

              Esse é o problema: ter alguém para retirar a minha medicação.

      • ALEX diz

        Oi, Principiante,

        O serviço de assistência a doenças sexualmente transmissíveis na Inglaterra é excelente – um dos melhores do mundo. A outra ótima notícia é que eles não fazem distinção: você tem direito a receber o tratamento gratuitamente pelo NHS, o sistema público de saúde deles, independente de estar lá legalmente (como suponho que estarás) ou não.

        Te digo isso porque estudei lá durante um ano. Na época não era soropositivo, mas recebi diagnóstico de sífilis. Recebi tratamento gratuito e sigiloso sem maiores problemas.

        Abraço
        ALEX

      • ALEX diz

        Outra coisa que esqueci de comentar. Em outros países os 3 em 1 são de outras combinações.

        O Atripla, se não me engano o mais usado, é a combinação de efavirenz, emtricitabine e tenofovir.

        O Complera reune emtricitabine, rilpivirina e tenofovir.

        Já o Triumeq é a combinação de abacavir, dolutegravir e lamivudina.

        Ou seja, se tu não te adaptas com um, podes usar outras combinações, também em 3 em 1. Aqui eu não sei qual que chegou e nem com que nome.

        Abraço
        ALEX

        • Principiante diz

          Segundo meu infectologista, o 3 em 1 daqui será a combinação de efavirenz, lamivudina e tenofovir.

  20. Mary Vaz diz

    Ola a todos aqui leitores do blog de JS.

    Sobre contar o nao contar aos profisionais da saude que somos positivos, quero contar a minha experiencia pessoal.

    Aconteceu quando Eu ainda nao tomava medicamentos antiretrovirais e meus cd4 estavam pelos 300.

    Eu viajava muito em trabalho e um dia Eu fiquei doente, muita febre altisima que nao passava.

    Fui parar no Hospital e diagnosticaram uma pneumonia apos ver meus Rx do torax e la fiquei internada e recebendo antibioticos por via intravenosa.

    Apos um dia Eu melhorei e mandaram-me para casa.

    Entretanto a noite em casa a febre voltou e no outro dia, voltei ao Hospital. O meuRx tinha piorado e se percebia um derrame pleural no meu pulmao direito.

    Encontrei casualmente a mesma doctoraque me tinha internado no primeiro dia e ela me dice que se Eutinha alguma doenca. Eu respondi que Nao que Eu saiba.

    Ela mudou o tratamento por um antibiotic de Terceira geracao e mandou fazer analyses do liquid que retiraram das minhas costas.

    Eu estava decidida a nao falar por nada do mundo. Ate porque a Dra era esposa de um conhecido.

    Eu estava aterrorizada.

    Ela me enviou para casa otraves com o novo tratamento.

    Isto foi de meio dia e ja de madrugada, Eu otraves no Hospital pois a febre era de 41 grados C e isto Eu sabia era muito perigoso.

    A Dra chegou de manha e dice que teria que fazer uma serie de testes que se Eu autorizava.

    Eu autorizei, mais foi naquela hora que vi que Eu teria que falar pois algo estranho estava a passarse comigo.

    Ela suspendio todos os tratamentos.

    Eu tomei coragem e falei com ela.

    Ela nao me respondeu e logo mandou a enfermeira a darme um mendicamento.

    Eu estava com TB, por causa da minha condicao de suppression imunologica.

    Tomei tratamento por 6 meses e aprendi a licao.

    Entetanto Eu decidi mudarme a uma cidade maior, pois naquele hospital toda a gente teve acesso a minha historial clinica. Todos os medicos de turno sabiam e as enfermeira tambem. Foi terrivel.

    Mais tambem, por nao contar, nao tomei a medicacao certa desde primeira hora e tiveram ate que me fazer drenagens ao pulmao.

    Agora Eu tomo ARV e estou bem. Mais estes medicamentos tem muitas contraindicacoes. Podem ter reacao com outros medicamentos.

    Por isso e muito importante, poder contar com apoio do nosso ifectologista para momentos de emergencia e tambem e importante avaliar a situacao em que nos encontremos, para decidir o que e melhor se contar ou nao.

    Isto para nao por em risco nossa saude.

    fico por aqui,

    Cumprimentos a todos.

    Mary.

  21. Luquinha diz

    Ixiii ….pensei que tinha errado , mais não errei não pois (O pronome este/esta também se refere ao tempo presente ou futuro muito próximo)

  22. Fabio diz

    Boa noite gente!

    Sei que deveria consultar o médico, mas só consegui retorno para próxima sexta-feira. Por isso venho aqui pedir a opinião de vcs.
    Como coloquei acima, iniciei o tratamento há duas semanas (efv+teno+lami). Hoje faria exatamente duas semanas. Nessa segunda semana vinha sentindo muitos efeitos colaterais, peso na cabeça, muita dor abdominal, tontura, dificuldade de concentração, sistema nervoso acelerado, indisposição ao acordar, boca seca. Além da falta de apetite (muito por conta da dor abdominal). Vinha sentir fome no fim da tarde, quase noite, o que me fez perder 1kg em dois ou três dias. Como estava me fazendo muito mal e considerando que meu cd4 estava 575 e cv 18.000, ontem, resolvi parar com a medicação e ficar acompanhando os níveis de cd4 e cv.
    Será que é bom voltar a tomar o medicamento, hj, ou ficar mesmo acompanhando? Ou até mesmo ver com o médico para mudar a combinação?

    Obrigado!

    • Alessandro diz

      Difícil questão hein, eu faço uso dessa mesma combinação, única coisa que me da é ficar meio tonto a noite, sinto o corpo meio quente, e as vezes atrapalha o sono, uma coisa que entendi é que principalmente a noite, tente tomar o remédio em uma janela de tempo o mais longe possível da refeição que vc fez e de preferencia não coma depois, eu pro exemplo tenho que comer até no máximo 19:00 e tomo meu remédio as 22:00 e n como mais nada e com isso consigo amenizar muito os efeitos colaterais, quase n sinto nada quando funciona dessa forma, porem caso eu coma e logo o tome ou tome o medicamento e logo após eu coma ai ferrou rsrsrs, li que com o estomago vazio ele é absorvido mais lentamente e com isso ameniza os efeitos colaterais, e li que isso é valido para os demais tbm, tenta fazer o teste, caso já n faça assim, mas o certo é permanecer tomando as medicações pois ao parar e voltar pode fazer com que o vírus crie resistência ao determinado esquema de arvs, mas seu infecto vai ajeitar o melhor possível para vc.

    • Jeferson diz

      FABIO… Nao pare o tratamento, passei pela mesma coisa. Mais logo seu organismo vai se acostumar se readaptar, faz o que Alessandro falou dar certa cara, fiz isto tambem porque como muito e quando comia e ligo apos tomava de manha vomitava muito tonteira, muito ruim. Cara mais hoje ja estou bem, so corpo quente que sinto tomo ele na hora de ir dormi, Bjss

    • Fabio, devido efeito colateral (rash cutâneo) tomei uma tonelada de anti alérgico, claro que sob prescrição médica, esse esquema é como o meu, muito bom segundo relatos de muita gente e segundo meu médico também. Em quarenta e três dias minha carga viral ficou praticamente zero , e devia estar acima de 150 mil. Sei que é difícil, mas vê se consegue continuar. Siga a dica de comer e dps de pelo menos duas horas tomar a medicação. Meu médico não pediu, me ordenou que eu tomasse sempre na hora que eu fosse me deitar, mesmo que variasse um pouco o horário.

    • Principiante diz

      Eu estou tomando a mesma combinação há 1 mês e meio. A tontura está passando já. Não tive nenhuma reação alérgica. Meu problema mesmo são os sonhos a noite e a sonolência ao longo do dia. Meu médico me mandou tomar sempre no mesmo horário.

  23. Olem diz

    Meus queridos…

    No meio de tantas discussões sobre efeitos colaterais, artigos publicados, ética profissional da saúde e muito aprendizado – através desse blog e dos posts de vocês tenho aprendido mais do que vocês possam imaginar – eu gostaria de abrir um espaço para desejar um ano novo cheio de coisas boas.
    Esse ano não foi um ano fácil… muitos de nós que estamos aqui hoje, passeando pelos ensinamentos e partilhas desse blog nos descobrimos positivos durante o ano de 2014.
    Eu não teria conseguido segurar o peso da positividade sorológica sem esse veículo de informação, e principalmente sem a acolhida segura, afetuosa e confiante de vocês.
    É como se sempre houvesse alguém “para chamar de seu” parafraseando Marina LIma… quando a angústia, a tristeza e o medo batem eu corro para cá… me fortaleço em vocês.
    É claro que todos nós nos sentimos em algum momento enfraquecidos, natural se levarmos em consideração o fato de que é da nossa vida que estamos falando, em especial de um prazo de vida que não sabemos ao certo quanto nos será permitido vivê-la, é justamente pensando na impossibilidade de uma vida longa (em partes) que há medo. Porque viver é bom, eu amo a vida e quero estar nela.
    Em janeiro iniciarei a medicação, olho me no espelho e fico imaginando o que será de lá pra frente, mudanças físicas? perderei pernas, braços e glúteos? me transfigurarei? as pessoas notarão que estou em tratamento? essas perguntas me enlouquecem em alguns momentos, às vezes olho para a vida e para as pessoas como se eu estivesse me despedindo delas, desculpem-me o ar depressivo desse post mas é que aqui também podemos ser frágeis e eu passei a vida tendo que ser forte, tendo que trabalhar muito, estudar muito, ser lider, ser referência… confesso que a possibilidade de ser frágil pelo menos por agora se fez muito necessária, porque me fez olhar para mim, me fez perceber que a minha fortaleza é bem maior do que a minha fragilidade embora eu necessite de manifestar a minha fragilidade também.
    Eu queria agradecer a vocês todos, do fundo do coração. desejo que vocês vivam para sempre, porque em mim vocês são hoje imortais, eu quero muito conhecê-los, olhar no fundo de seus olhos… ah como seria bom!

    Por favor, estejamos juntos em 2015, informo que, medroso como sou, vou encher o saco de vocês… vou perguntar, vou dividir… prometo dividir com cuidado e delicadeza… eu vos quero eu vos quero tanto… beijos especiais a VIDA, PEQUENA +, CARA +, HOPE, BINHO, SECRET, MARCOS FORTAL, MUTANTIS, PRINCIPIANTE e todos os que contribuem para a diminuição de dores, angústias e medos dos que chegam aqui procurando por luz!

    Obrigado,

    Até já.

    • Olem, bem vindo ao blog, o nosso refúgio na tristeza e na angústia e nossa fonte de amor a vida e alegria com tantos depoimentos positivos e animadoras notícias.
      Não tenha medo, tudo vai dar certo! Não haverá transformação nenhuma. Você vai continuar igual, ou até melhorar, pois é muito importante uma boa alimentação e atividades físicas regulares.
      Atualmente, muitas pessoas, não tem efeitos colaterais, espero de coração que seja assim com vc. Porém, se acontecer, a tendência é desaparecer logo.
      O mais importante é uma boa adesão e tomar os remédios sempre no mesmo horário.
      Esqueça o medo, sonhe bastante e tenha um Ano Novo de muitas alegrias.
      Beijo de mãe!

    • Pequena + diz

      Olem

      Fique calmo,vai dar tudo certo em seu tratamento 😉
      Pensamento positivo sempre 🙂
      Jamais perca a esperança e tenha fé ❤
      Estamos aqui para o que der e vier…rs…
      Caso queira alguém para conversar meu e mail é este abaixinha74gmail.com

      Bjus da Pequena +

    • Principiante diz

      Olem,

      Entendo perfeitamente sua angústia. Essa também é uma situação bem nova para mim, em que eu me percebo como uma pessoa frágil. Tenho vivido uma angústia bem parecida com a sua. Mas, com o passar desses dois últimos meses, tenho percebido que a adesão ao tratamento não é complicada e tenho aprendido a desenvolver uma fé, que eu não tinha antes.

      Vamos fazer um esforço para tornar nossos pensamentos mais otimistas e confiar no tratamento existente. Se olharmos para trás, veremos o quanto a medicina avançou nos últimos 20 anos. Temos muitos motivos para termos esperança nos avanços futuros.

      Beijo

    • Bruno diz

      Olem, entendo perfeitamente os seus medos em relação a medicação, comecei a tomar em setembro e nossa como foi difícil no início, o medo dos efeitos colaterais era enorme. Hoje, quase quatro meses depois, eu estou bem mais otimista, quase não tive efeitos colaterais e consegui ficar indetectável com um mês e meio de tratamento, é lógico que ainda sinto o fantasma da lipodistrofia por perto, como se eu estivesse prestes a passar pelas mudanças no corpo, mas a gente tem que lidar com esses medos e continuar a viver.
      Desejo um excelente ano novo pra ti.
      Abraço.

    • Mutatis Mutandis diz

      Olem, vai começar a medicação?

      É um desafio que não se sabe ao certo como vai ser…mas não se preocupe: ou será surpreendentemente fácil ou será simplesmente suportável.

      Olem, eu também era assim: O CARA!

      O mais bem sucedido de minha família, sempre trabalhei para grandes empresas, casei com a mais bonita das irmãs (minha esposa tem 05 irmãs…kkkkkk), era o cara que falava bem, de boa retórica, o genro que toda sogra queria ter, só nunca fui o gostosão nem bonitão (sou magricela…fazer o que) mas compensava com o bom humor e os assuntos inteligentes que costumava conversar, eu sou aquele cara que tinha tudo para ser bem menor do que o que eu sou hoje, mas, tipo assim, venci na vida profissionalmente falando!, percebeu o cenário?

      Pois é…apesar de todos esses predicados, meu caro amigo, eu contrai HIV. Me vi desmoronado em Dezembro/2013. Meu casamento quase se foi, ainda hoje considero que ele está em recuperação…certas feridas não saram assim tão rápido..mas Deus é muito maior!

      Olem, falei com o verbo no passado porque antes da medicação eu achava que ia perder tudo aquilo. Depois que me mediquei me vi de fato possuidor outra vez daquelas qualidades do Mutatis Mutandis que eu achava que iria morrer, percebi que tudo aquilo era meu e não do vírus! E esse vírus não tinha como me tirar isso, nem mãos ele tem!

      Veja, Olem, você continua com todas as suas qualidades que vc sempre teve, continua o mesmo, igualzinho! Quiçá até melhor, porque passar por esse desafio não é para qualquer pessoa. O mais fácil seria esmorecer, atirar pedras em si mesmo, culpar Deus, a Vida, a sorte, o azar…enfim, esconder-se em si, no melhor estilo “tartaruga dentro do seu casco”.

      Siga com a medicação, ela vai cuidar do vírus, não é missão sua vencer o HIV: é missão dos antirretrovirais, basta tomá-los.

      A única missão sua de verdade, caro Olem, é manter-se sóbrio diante dessa situação tão adversa emocionalmente que é ser portador de HIV. Trabalhe seu emocional e siga em frente!

      Lhe desejo um bom tratamento, um Feliz 2015! Você vai ver como em dezembro de 2015 você vai estar muito melhor do que o que está agora, foi assim comigo..me refiro não apenas na sua saúde, mas também no sua personalidade como um todo!

      Daqui pouco tudo isso passa! Até lá vamos vivendo, assim…simplesmente vivendo…onde moro tá um dia de sol espetacular!

      Abraço!

      • FG-PR diz

        Cara lendo seu comentário vi tudo o que ocorreu comigo nos últimos 5 meses, mas como vc disse temos que dar a volta por cima e após 4 meses de tratamento vi meu CD4 subir de 396 para 596 é minha carga viral baixar de 29.000 para apenas 30 cópias, eu tive a sorte de ter escolhido uma ótima combinação (Atazanavir/Ritonavir/Biovir), pois quase não tive efeitos colaterais. Minha continua continua como era antes, com apenas alguns ajuste é claro tentando superar o que esse vírus fez com meu casamento, pois mesmo minha não tento sido contaminada e estrago ainda reflete até hoje.

        Bem, mas agora tenho que seguir em frente pois não podemos ficar chorando pelo leite derramado.

      • Alex diz

        Obrigado pelo seu comentário, Mutatis Mutandis. Ele muito me deixou aliviado. Acho que as neuras minhas foram muito parecidas. Estudei e trabalhei pra caralho, construí uma carreira bem sucedida, uma vida legal e agora que me peguei nesta condição às vezes fico pensando se foi tudo em vão. Fiquei me questionando a veracidade das minhas conquistas. Sou uma fraude, será?

        Mas teu comentário meio que traz a realidade à tona: gente, somos os mesmos. Sou o mesmo. As conquistas ninguém as tirará.

        Tua lucidez tranquilizou alguns fantasmas que, neste fim de ano, teimaram em aparecer. Tal como alguém disse em algum comentário, não vou deixar que essa condição descoberta em 2014 apague ou anule meu ano.

        Bom 2015 pra todos nós!

        Abraços
        ALEX

      • MUMU, realmente você é o CARA……espetacular!!!

        Coitado do rapaz que pensa que beleza e ostentação é tudo nessa vida.. ledo engano!!
        Não há nada mais bonito e afrodisíaco que uma pessoa inteligente, que tenha um bom papo, bom humor..

        Ai ai ai…isso sim eu dou valor rsrs

        • Secret Guy diz

          Só não vale se apaixonar por mim que sou galã com bom papo!! #SQN!!

          Mas a Vida com tanta gente no pé dela fica dando trela pra idiota!! Eu já teria feito a fila andar fácil! O que não soma subtrai!!

          • Secret…meu príncipe dos olhos azuis

            Você é muito afrodisíaco e ainda sabe cozinhar!! casa comigo?

            Eu dou trela pra idiota? Eu só dou trela pra quem vale a pena…rs.. Aliás….vale o frango inteiro..kkkkkk

        • Mutatis Mutandis diz

          “Afriodisíaco” pegou bem, hein?! KKKKK. Valeu, Vida!

    • Olem,

      Eu fiquei muito aliviado quando comecei a medicação, pois, vinha percebendo algumas mudanças, como dificuldade de cicatrização. Seguramente estou indetectável, apareceram umas 300 cópias, mas foram somente 43 dias de medicação. Hoje meu corpo, nesses dois meses, rejuvenesceu dez anos _ voltei aos vinte aninhos 😉

      Como o Mutatis eu também sou o cara, tanto que só contei para meu advogado, que é um grande amigo pessoal meu. Contei duas ou três semanas depois, do diagnóstico, pois, achei que tinha dias contados de vida e queria escrever meu testamento (kkkkkkk_ olha como eu tava surtado). Meu amigo me confidenciou que já namorou um soro+ e nunca teve problemas com isso. Por sinal sai desta conversa sem a intenção de fazer o testamento agora… Daqui uns 40 anos eu faço rs

      Ontem eu fui no CRT buscar minhas vitaminas. O farmacêutico pegou metade dos fracos e me explicou, agora vou tomar dois comprimidos ao dia ao invés de quatro e que na próxima retirada no final de fevereiro já me darão a pílula 3 em 1, ou seja, um remedinho por dia. Minha mãe tem pressão alta e toma 6, em horários diferentes. É uma melhora no tratamento, dá pra tomar agora na frente de qualquer um, dá pra dizer que é vitamina ou mesmo remédio pra insônia ou no meu caso para calvície rs.

      Foi minha segunda retirada, percebi que meu medo de ser visto estava estampado quando vi um rapaz com jeitão de ser da periferia (tipo rapper), ele estava transtornado. Olhava pros lados com cara de criminoso. Daí tentei relaxar, tinha dois homens com jeito de executivos, certamente mais bem sucedidos profissionalmente do que eu (gente, tô subindo bem na carreira, só falta eu virar chefe rs), tinha um casal de jovens sendo que ela parecia professora de crianças e ele instrutor de academia. Muita gente bonita. Desta vez eu vi gente com o estereótipo antigo da doença, tentei me controlar, lembrando que há 20 25 anos, com o AZT o povo sofria.

      As vezes fico ansioso sobre a cura, as vezes fico tranquilo por acreditar que esta muito perto. E fico muito calmo quando leio este blog, aliás, virou um vício, um vício bom.

      Já falei demais. Quero conhecê-los também. E mais, quero a melhor saúde do mundo para cada um de vocês.

      Olem manda seu Skype.

      • Binhooooo… vou cantar uma música do Cazuza procêee..rs

        Eu nunca mais vou respirar
        Se você não me notar
        Eu posso até morrer de fome
        Se você não me amar

        FICA A DICA…. 😀

        Beijos amore

    • Kaliul diz

      Não gosto de pensar que 2014 foi um ano ruim. Teve tanta coisa boa no meio de uma chatice maior, que vale pelo resto da vida rsrsrs. Também tenho muito a agradecer ao blog e a vocês que nos ajudam a esclerecer e acalmar o juízo. Sinto que uma parte de mim morreu. Ainda estou me acostumando com essa nova vida.

      • Kaliul,

        Sua penúltima frase me levou a mil pensamentos. Eu contrai provavelmente por depressão, que levou a vários erros. Na verdade eu até já não via sentido na vida e, ridiculamente, agora eu vejo. Viver, até onde eu puder e cuidar das pessoas que quero bem: Mãe, irmãos, sobrinho, cônjuge… O “bostinha” me trouxe o olhar de volta para a vida. Procure, você encontrará motivos para seguir.

        Abç

        • Kaliul diz

          binhomais,

          Não gosto de reclamar muito da vida. Consegui descobrir ha tempo de minha situação chegar num estágio avançado demais. Agora é ter que lidar com essa nova condição. Sempre acho que pode ser pior rsrsrs. Eu vejo aqui que muitos dissem que não vão contar, por seus n motivos. Eu vou no caminho contrário se não falar parece que vou explodir, parece que tou mentindo pra mim. Alguns pessoas já sabem, outras não faço tanta questão. Enfim, são tantas coisas que passa na cabeça. Mas próxima semana começo terapia. Mudar um pouco esse animo.

          Abraço

    • Olem, não se desespere! É claro que você Não ficará transfigurado. Eu tomo a medicação há 5 anos e continuo do mesmo jeitinho…(alta e magra). Não mudei nadinha fisicamente. …

      Ah! o meu olhar é meio tristonho …Mas em compensação o meu sorriso 😀 continua o mesminho…rs

      Você mora em que cidade? Quem sabe nos encontramos qualquer dia desses..

      Feliz 2015 !! Cheio de saúde e de muita paz!!

      Beijoss

      • Pequena + diz

        Vidaaaaaaaa 😉

        Saudades!!!
        Isso aí, sempre trazendo sorrisos 🙂
        Feliz 2015 e que ele traga muitas alegrias a todos nós .
        Bjus no ❤
        Pequena +

      • Tony diz

        As pessoas dizem isso para mim tbm, que tenho um olhar triste e um peso nas costas que da para perceber que alguma coisa nao esta bem para um rapaz de 34 anos.

    • Hope diz

      Olem, o medo nos faz humanos. Essa semana será uma de muita ansiedade para nós: vamos, ambos, eu e meu marido, fazer exames. Os primeiros dele desde que começou o tratamento… e a repetição do meu Elisa. Certamente o apoio de todos aqui ameniza e faz com que nos sintamos acompanhados. Isso é muito bom!! Fique feliz!

      • Secret Guy diz

        Com muita hope dará tudo certo pra vocês dois!

        E, com certeza, com a melhora dos resultados seu marido se sentirá melhor!! Nenhuma tempestade é para sempre!

        Bjs!!

      • Carioca_positivo diz

        Conte com nossas orações e pensamentos positivos Hope! Vai dar tudo certo! Hope, pode me add no Skype, me identifico muito com sua história e do seu marido! Gostaria muito de conversar com vc! Ai meu e-mail: cariocapos2014@gmail.com

  24. Vivi diz

    Esses comentários de hoje me tiraram muitas duvidas sobre contar ou não a minha situação para o meu medico… Resumindo Vou fazer uma cirurgia plastica no próximo ano(no final do ano, pra ser mais exata), e em menos de 1 mês minha carga viral ficou indetectável e meu cd4 saltou de 348 para 538 , então resolvi não contar a minha situação pro meu cirurgião… Oque vocês acham disso, se eu contar eles podem nem querer me operar e eu quero muito fazer essa cirurgia…

  25. Vivi diz

    Quero muito saber a opinião de vocês galera, apesar de eu ter lido os depoimentos de vocês, e teve alguns que preferiu contar , ainda tenho medo pois o preconceito ainda e grande… Moro em Vitoria-Es, se o medico que te atendeu ai seja o mesmo que atende aqui, por favor me passa o nome dele… Desde já agradeço.

    • Alessandro diz

      Bom em se tratar de uma cirurgia plástica eu falaria sim, até pq médicos lidam com isso o tempo todo é meio que “normal” para eles pois são milhões de pessoas no mundo com essa condição né… nós que ficamos cheios de neuras, e acredito que ele n vá recusar sua operação, pode ser que exija mais exames, saber melhor seu estado de saúde e etc, apenas isso, abraço.

      • Vivi diz

        Alessandro, muito obrigado pela dica e vamos deixar as coisas acontecerem ai te falo qual foi minha atitude, mas, tudo indica que vou falar sim e seja oque Deus quiser… Obrigado garotinho e ate a próxima!

        • Mary Vaz diz

          Ola Vivi, vc pediu opiniao e Eu achou que voce deveria falar antes com o seu infecto. Ele vai-lhe dar a sua opiniao de medico especialista e ainda melhor o seu medico que conhece vc. Lembre que estes medicamentos que tomamos tem contraindicacoes. Convem ponderar muito bem. Desejo vc boa sorte e Feliz 2015. Mary.

          • Viviane diz

            Obrigado pela sua opinião Mary, isso esta me deixando bastante ansiosa…

    • Vivi, você é a nossa amiga Vivi ??? Antiga frequentadora do blog? A Vivi que mora no Espírito Santo???Ah sumida!!! Quanto tempooooo!!!! Tudo bem com você???

      Beijão e feliz 2015!

  26. Milla diz

    Olá a todos.
    Há dois dias encontrei esse blog depois de uma entrevista do JS para uma revista, então resolvi dar uma olhada no blog por curiosidade. Sou jovem tmb como todos vcs,tenho 30 anos sou casada há 14 anos, sou mãe, soro- , porém me identifico muito por aqui e sensibilizo com a dor de cada um, pois o meu marido perdeu os seus pais para essa batalha no começo dos anos 90 ficando assim órfão de pai e mãe.( o pai dele contraiu o vírus e passou para mãe) Cada ano que passa ele lamenta e sofre porque os seus pais não tiveram a oportunidade de não ter existido antes a medicação que está ao alcance hoje. Gostaria de dizer a vcs que não se sintam só saibam que existe um Deus todo poderoso que enxuga as vossas lágrimas que pode mudar a sua vida, basta crer ! Sei que muitos não contam aos familiares por receio ou medo do desconhecido, contem seus problemas, angústias e aflições para Deus ele é o único que pode sarar as suas dores e restaurar o teu ser. Ele diz: vinde a mim todos vós que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei!!! Que o Senhor Jesus possa estar tocando todos que se sentem tristes, angustiados e que vosso pranto se converta em alegria! Um bjo e que Deus abençoe cada um e que em um futuro próximo possamos ver a cura de cada um de vcs. 😉

    • Milla, obrigada pelas palavras, pelo apoio..

      Que Deus te abençõe infinitamente!!

      Beijos

      • Milla diz

        Amém Vida! Que ele abençoe a nós todos. Quero q saiba q nem te conheço porém simpatizo muito contigo, vc me parece ser uma pessoa excepcional. Tenho aprendido muito lendo este blog, cada dia uma lição nova, vejo pessoas sendo solidárias uma com as outras, nesse mundo de hoje é tão difícil isso, pois vivemos no nosso “mundo” e nos esquecemos de ajudar o próximo. Muito bonito o sentimento que vejo entre todos aqui…isso é o verdadeiro amor ágape. Um bjooo 😉

  27. Carioca_positivo diz

    Olem, eu como vc vou iniciar o tratamento em Janeiro. Lendo seu texto parecia que eu tinha escrito… mesmos medos, mesmas angustias… Também só tenho a agradecer a todo apoio, palavras de carinho, esperança e força! Não sei como estaria psicologicamente se não fosse este espaço… Vamos seguir juntos, nos apioando uns nos outros até que o tão sonhado momento chegue! Tenho fé que todos estaremos aqui cheios de saúde para comemorar… desejo a vcs um ótimo 2015, n exagerem nas bebidas… rs! Tudo de melhor pra todos nós! Fiquem com Deus! 😉

  28. Gledson diz

    É pessoal, mais um ano se passou e a tão sonhada cura ainda não chegou, infelizmente. Várias comentários aqui sobre vacinas, mas até o momento nada.
    Iniciei meu tratamento a pouco mais de um mês, e não vejo a hora da cura chegar, imagine quem se trata a 20, 30 anos. Nesse final de ano estou refletindo muitas coisas, pois sou recém diagnóstico e não tem como a gente ficar se perguntando ” pq aconteceu isso logo comigo? “. Sempre me empolguei no réveillon, fazia viagens, bebia, namorava… E esse ano, acho que não vou conseguir fazer nada disso. Até que estou levando o tratamento “numa boa” , tomo a combinação biovir + efavirez, mas esses últimos dias parece que me bateu a depre.. Falta de apetite, sonhos pesados, dores abdominais e indisposição, efeitos colaterais dos medicamentos. Mas acho que vou ficar bem, e longe me mim querer assustar alguem aqui, só estou procurando me desabafar um pouco, pq realmente eh uma situação chata.

    Aproveitando, alguém faz consulta com Nutricionista aqui? Gostaria de saber a respeito dessa medicação.. Minha infecto falou sobre perda de calcio, fiquei um pouco preocupado.. Gostaria de ter uma alimentação saudável.
    No mais, um belíssimo ano novo a todos com muita saúde e paz!

    Abraços e muita fé.

    • Mutatis Mutandis diz

      Gledson, permita lhe fazer um comentário sobre a “tão sonhada cura”.

      Certo dia estava na internet procurando uma música do Queen chamada Bohemian Rhapsody, fazia tempo que não ouvia..(não sou tão velho assim…tenho pouco mais de 30.)

      Nessa busca me deparei com um video intitulado a última entrevista de Fredy Mercury (sabidamente por todos nós como falecido de AIDS) e com a reportagem do Jornal Nacional da época sobre a morte desse referido artista.

      Rapaz, ao ouvir Pedro Bial (que na época era um cara de respeito, não era esse animador de auditório de hoje não…) dizer que Fred Mercury deixou uma fortuna de U$ 50.000.000,00 (isso mesmo: dólares! O ano era 1991, salvo engano…) eu fico imaginado o que esse cara não daria para ter os comprimidos que nós temos hoje.

      Diante daquele cenário de morte certa e agonizante, o que temos hoje é simplesmente extraordinário!

      Imagine aí a banda Queen, como todo o talento de Fred, a todo vapor…a música inglesa que sempre foi boa teria ficado ainda melhor!

      Pois é, mas ele não tinha esses comprimidos, morreu à mingua..agonizando…nada pôde salvar a vida dele.

      Estou longe de querer fazer uma apologia aqui ao conformismo dos ARV’s, não é isso! Já se travaram aqui vários debates sobre as burocracias nas pesquisas científicas sobre HIV. Alguns colegas aqui costumam protagonizar essas informações (Sergio, Alexandre, MB+, dentre outros) e são de fato para serem pensadas e debatidas.

      Mas os antiretrovirais são nossas armas. Sem eles vamos para o buraco e pronto. São a nossa capacidade de esperar, sem eles nosso tempo se esvai muito mais rapidamente!

      Não penso na cura. Apenas quero estar saudável quando ela chegar! Minha vida está cada dia melhor, independente se tenh ode tomar remédio todo dia ou não..perda óssea, demais efeitos colaterais, enfim…vou ficar acompanhando, se chegar o momento (apenas se chegar) eu vou tratar, como qualquer pessoa faria!

      Siga forte com seu tratamento! Você é o mesmo! Quiçá até melhor! Cuide do seu emocional e muito Sucesso pra vc!

      • luiz diz

        Ainda tenho forte náuseas que esta me incomodando e muito é como se eu estivesse intoxicado sinto o dia todo esse mal estar . Após quase nove meses de tratamento meu organismo não esta se adaptando a esse novos medicamentos ,tive que suspender nesses três dias até esperar a próxima semana da consulta ,mesmo assim ainda sinto indisposto e esse é meu medo não prosseguir com o tratamento

      • Especulador diz

        Por um lado você em razão,mas por outro a urgência de medicamentos menos corrosivos vai se mostrar uma necessidade imperativa muito em breve. Veja a nova geração. São pessoas que desconhecem a noção de auto-controle e,consequentemente, a de disciplina. Acima de tudo, cultuam o corpo de uma forma tão idiotamente idealizada que muitos prefeririam–pode acreditar–assumir o risco da morte a ter de comprometer esse projeto de beleza de mármore(Temos visto casos de celebridades e de modelos pagando caro por isso, e sabemos como tudo isso se espalha entre os jovens fora do dia-a-dia “fashion”).As possíveis marcas físicas desses remédios são bastante conhecidas e difamadas,o que num contexto de adoração fanática das formas sensuais tende a se traduzir numa rejeição impossível de não influenciar nas estatísticas desfavoráveis quando falarmos de aderência. Lanço aqui esta tese: o narcismo pitoresco da geração de pessoas nascidas de 1990 para cá será um forte entrave à aderência futura. No caso de países(supostamente) em desenvolvimento como o nosso,adicione a isso a raiva e a revolta acumuladas ao ler nos sites e jornais internacionais noticias sobre melhores tratamentos sendo oferecidos no estrangeiro, e teremos motivos suficientes para encontrar dificuldade em promover uma atitude proficiente entre os soropositivos em iminência de tratamento.

  29. Fabio diz

    Pra ser sincero, nunca me achei o “cara”, mas um cara muito forte, de não se abater por qualquer coisa (acho que por ter conseguido vencer muitas dificuldades na vida, sendo orgulho e exemplo pra família)… Hoje, após quase dois meses de diagnóstico e duas semanas de tratamento, me sinto desanimado, deprimido, com medo, mas buscando forças em Deus, nas palavras escritas neste blog e acreditando que essa fase ruim irá passar.
    Desejo que Deus abençoe cada um de vocês.
    Quem quiser conversar, por e-mail, agradeço, fabiopositivo84@hotmail.com
    Grande abraço!

  30. MB+ e indetectavel. diz

    Ai galera estou aqui somente para dizer a todos um FELIZ 2015 repleto de ALEGRIAS , CONQUISTAS , SAÚDE , PAZ E TUDO DE BOM QUE A VIDA PODE PROPORCIONAR .

    Não vamos deixar esse BOSTINHA nos deixar para baixo…somos mais que ele …pois temos ALMA , CORAÇÃO , AMAMOS …TEMOS VIDA e não temos que estar nos escondendo em reservatórios para não sermos destruídos…SOMOS MAIS e MAIORES que esse intrometido …ENTÃO GENTE !!!!!!!

    VIVA LA VIDA LOCA…..POIS O RESTO É RESTO.

  31. Júnior diz

    Venho lendo o blog a pouco tempo, me ajudou muito, sou recem diagnosticado. Tenho uma duvida, vou inicar a medicação dia primeiro de janeiro, e a infecto me passou o efavirenz, tenofovir e lamivudina, só que a lami, ela mandou eu tomar um comprimido de 150mg pela manha e o outro a noite junto com os outros dois. Queria saber se posso tomar todos os 4 juntos, no mesmo horario. E ela disse que jajá chega o 3 em 1, ai vou passar no maximo 2 meses assim. Será que eu posso?

  32. Viviane diz

    Ola Fabio, quero que saiba que você não esta sozinho e que sei exatamente oque você está sentindo , e tambem sei que esses sentimentosvai e veem e cabe a nos mesmo decidimos se ele fica ou vai embora … Olha Feliz 2015 pra vocês todos e se quiser me add vi.vimal@hotmail.com esse é meu face e imail… Fica na paz 😉

  33. Luquinha diz

    Bom dia , feliz 2015 gostaria de pedir ajuda aos universitários ,pois tenho uma duvida nesta mudança trabalhista e previdenciária , no meu caso penso em me casar , no caso será aconselhável eu casar com uma mulher acima dos 44 anos ?Pois se por um acaso eu venha partir a minha companheira poder receber vitalícia ? A pergunta , esta covardia também serve para nos ? Ou há alguma sumula favorável a nos? Vai ser pau a pau ? Pois sei que temos alguns privilégios como sacar o FGTS , poxa votei nesta senhora e agora ? Segue o link abaixo http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/12/governo-torna-mais-rigido-acesso-da-populacao-beneficios-previdenciarios.html

    • Especulador diz

      Votei no PT em duas eleições presidências, além de ,nessas mesmas ocasiões, ter votado na legenda 13 para os outros cargos. Foi PT geral. Mas,de coração eu digo: quem votou nesse partido no ano passado deu uma cagada cavalar.Os fatos já estavam aí pra quem não usasse viseira ver. Vejam a cerimônia de posse dela; um verdadeiro mico…

  34. Luquinha, é aconselhável você se casar com uma mulher que você AME (goste de conversar com ela, ficar perto dela, se orgulha dela) independente da idade. Importante também você não querer ser o Super Herói dela, apenas o Marido, e tratar para que ela saiba sobreviver sozinha caso você “parta” o que se depender só de HIV vai demorar. Abaixo a paranóia! Seja Feliz, viva o HOJE, o PRESENTE…o futuro é uma interrogação. Beijos no seu coração!

    • Alessandro diz

      Pois é, e quando será que isso seria uma realidade para nós aqui no Brasil ?? estamos tomando medicamentos de formulações de 2007 e nosso tão esperado 3 em 1 fabricado pela fiocruz falhou… os que estão sendo fornecidos são importados, é complicado né, enquanto vemos tudo evoluindo por ai, nosso Brasil ainda se arrasta… o jeito é esperar.

      • Secret Guy diz

        Alessandro!

        Não estamos tomando medicação de 2007. Estão tomando medicações do final dos anos 90 e começo dos anos 2000.

        O Raltegravir foi lançado em 2007 que é a da mesma classe do Dolutegravir! Porém esse remédio é geralmente fornecido somente a portadores de vírus resistentes a outra classe de medicamentos.

        É uma vergonha! Como também é uma vergonha o preço dos medicamentos! Não deveria haver patentes pra medicações! Saúde não é mercadoria!

        Abraços!

  35. Cara bh diz

    Pessoal, o 3×1 que sera distribuido pelo brasil sera importado?? Diz que aqui em bh sera comecado a distribuir em janeiro.. Mas estou com medo de tomar se for fabricDo aqui no brasil pelas falhas.. Comentem por favor.
    Obrigado

    • Cara BH, como vai?
      Eu não pretendo postar coisas técnicas, pois, não é minha formação. Mas tive a oportunidade de entrevistar diversos profissionais de indústria farmacêutica para entender os detalhes do trabalho deles e acredito sinceramente que jamais um medicamento com falhas seria liberado para distribuição no Brasil. As indústrias levam anos para provar que seus medicamentos são seguros, antes de obterem autorização para comercializar (sim, para vender, no caso para o próprio governo). Quanto aos remédios que vão nos dar, eu sou 100% confiante.

      Em fevereiro eu já vou pegar o 3,em 1, semana passada peguei o EFV e o 2 em 1 Lami+Teno e estou contente pelo fato de já serem 2 cápsulas a menos, imagino, algum especialista pode me corrigir, que isto ja pode diminuir a toxicidade do tratamento.

      Abç, bom ano e boa saúde pra ti.

      • Alessandro diz

        Bom eu falei com minha infectologista e o medicamento fabricado no Brasil não passou em alguns testes, e já estava sendo distribuído no sul do país e no amazonas se n me engano, sabendo do problema eles recolheram todos e todas as pessoas que já haviam começado a tomar o 3 em 1 passou a receber o importado, pelo fato da adesão ao tratamento e etc, acham que se fossem mudar para mais capsulas as pessoas iriam desistir do tratamento, parece que fizeram as devidas correções e agora sim ele será distribuído 100% nacional e 100% de eficácia garantida, aqui onde moro esta para chegar lá por março deste ano, em relação a toxidade é a mesma coisa, a única coisa que muda é colocaram tudo em apenas uma única capsula para facilitar para nós, apenas isso, medicamentos ARVs mais modernos estão saindo sim com muito menos efeitos colaterais o DoBemDF mostrou um link de um que é o dos mais modernos hj, e dizem que sua toxidade/efeitos colaterais já são muito menores que os que tomamos hj, porem e a burocracia ? patentes ? etc… é melhor nos contentarmos com nosso 3em1 e aguardar.

  36. L+ diz

    Olá gente, boa noite, descobri que era portador do vírus dia 05/12/2014, como tinha entrado de ferias e ia viajar no dia seguinte pra casa dos meus pais, acabei não deixando para fazer a consulta e os exames agora em janeiro. Eu senti o chão abrir sob os meus pés, fiquei e ainda fico pensando todo dia, tem dias que fico mal, acabo ficando muito inseguro por não estar fazendo o tratamento ainda. Os meus pais tem aquela imagem de HIV dos anos 80, onde o portador adoecia, emagrecia e morria, eu estou determinado a não contar pra eles, mas me encontro em um dilema, eu possuo plano de saúde, a minha dúvida é, se eu fizer todo o processo pelo plano de saúde, todos os exames e consultas vai vir na fatura mensal que meus pais pagam? Se optar pelo sus, possue a mesma eficiência? Estou apavorado 😥 Obrigado pela atenção desde já

    • Guido diz

      L+.
      Possui a mesma eficiência, pois os medicamentos no Brasil não são comercializados, ou seja, qualquer medicação que vc utilizar é liberada exclusivamente pelo Sistema Público de Saúde. Você pode pesquisar um infectologista com o qual se sinta mais à vontade, uma vez que isso é mega importante para o conforto do paciente nesse primeiro momento. É possível encontrar profissionais bons e ruins em ambos os setores. Dê uma pesquisada sobre. Outro ponto importante, que sempre aparece aqui no JS, é sobre os efeitos colaterais: eles não demoram a desaparecer e se estiver com um infectologista que insiste em medicações que tem efeitos agressivos a você, mude de médico, ok? Do mais é apenas ter força e adesão sempre pra ficar indetectável rapidão. 🙂

    • D_Pr diz

      Sim, os exames e consultas virão na fatura do plano de saúde.

      Comigo aconteceu algo semelhante, mas eu optei em conversar com meus pais e escolhi um infecto com ajuda de outra médica, na primeira consulta meu pai foi junto… Hoje ele “briga” comigo quando me percebe triste e diz, lembra o que o médico falou…”a realidade hoje graças a Deus é outra completamente diferente, tua vida segue normal”, seus sonhos e planos devem continuar exatamente como antes!

      Respeito a opinião de cada um, mas a minha é: os nossos pais jamais vão nos abandonar!

      Força e fé!

      • Eu sou beneficiario de minha mae no Plano da Unimed. Pelo que sei, sò vem o boleto para pagar mas as consult as realizadas por mim nao aparecem. Só se um dia minha mae quiser ir la na Unimed e pedir todo o meu historico daí eles imprimem para ela. Nesse sentido, só vem valores a pagar na fatura mensal e nāo os procedimentos.

  37. Paulof diz

    Boa tarde pessoal,

    Alguma indicacao de um Endocrino ou medico ortomolecular que trabalhe com pessoas com HIV? Pode ser em qq cidade

  38. Olem diz

    Meus queridos…

    Meu skype: olem.fortaleza

    Peço que me adicionem para que possamos continuar a partilha.

    No aguardo.

  39. Marina diz

    Olá…
    Cd4 a 190 , e Carga Viral a 8.000 cópias é muito grave???
    Vivo com medo de medicações e inclusive fugi do consultório…
    Tenho depressão… Meu aparelho digestivo esta comprometido…
    Sabem se o chá verde baixa os vírus da corrente sanguínia???
    Me sinto fraca…

    • Alessandro diz

      Marina, assim como vc muitos aqui tbm ficaram aflitos quando descobriram sua sorologia, as vezes tudo que esteja sentindo já seja consequências dela e ainda mais agora após seu diagnóstico, faça como o D_Pr disse, comece a tomar sua medicação e vai ver que tudo vai melhorar, pode ter certeza, eu estou fazendo 4 meses de tratamento e me sinto melhor a cada dia que passa, converse com seu infectologista(o) ele vai sanar suas dúvidas, em relação ao seu cd4 depende muito pois cada pessoa tem um nível deles no sangue, exemplo 2 pessoas saudáveis uma delas pode ter 800, e o outro 500, é muito relativo, o importante agora é vc se medicar e sua carga viral vai abaixar e com isso seu cd4 volta a subir, abraço.

    • Oi Marina,
      Com a medicação rapidinho você zera esta contagem de vírus. Comecei com mais de 150mil e em 43 dias fiquei praticamente zero. Cd4 190? Acredite, depressão, estresse, tristeza fazem este número cair facilmente (relatos de muita gente em diversos blogs). Pra subir meu cd4 optei por rir mais, ficar longe de negativismo, não me estressar no trabalho… Sei que não é fácil ainda mais no começo, mas precisava tentar algo. Parece que está dando certo, tenho me sentido muito bem.

    • Secret Guy diz

      Sua carga viral é muito baixa porém seu cd4 (as células de defesa do corpo) estã num número baixo.

      Com a medicação você logo estará indetectável (sem vírus na sua corrente sanguinea) e seu cd4 irá subir e você se sentirá muito melhor.

      Ter medo de remédio agora só vai piorar sua situação. Eles são seus aliados nesse momento. Tire essa ilusão da sua mente porque senão você poderá desenvolver algo pior e ai vai necessitar de internação e mais medicamentos!

      Você deveria procurar não só infectologista como também um bom psicólogo e psiquiatra!

      A vida é bela! Se cuide!

      beijos!

      • Secret, me desculpa o atrevimento de comentar sua resposta?

        Você tocou no ponto de internação hospitalar, bem raramente alguém comenta que precisou, mas é comum que as pessoas que desistem do tratamento ou tomam os remédios de forma displicente acabem comentando que foram levadas a este procedimento. Eu tenho meus medos, mas internação me dá o sentimento de que eu não consigo mais cuidar de mim mesmo e, depois do início da TARV, mesmo com os efeitos colaterais que tive e hoje vejo que foram até pequenos, declaro minha opinião, a TARV é boa sim.

        Marina, se sentirá melhor logo depois de um ou dois dias de medicação. E, acredite, a cada semana seu corpo fica melhor. Só fica de olho com seus pensamentos e humor, não se deixe abater. Realmente o remedinho será seu aliado por algum tempo. Não vamos morrer por conta do. “bostinha”.

        Sou dos que acredita que a cura logo virá, é questão de pouco tempo, poucos anos mesmo.

        Boa saúde pra gente na espera!

        • Secret Guy diz

          Binho…

          Talvez você não tenha entendido o que eu escrevi. Caso, ela não faça o tratamento ela poderá desenvolver alguma doença oportunista e aí sim necessitará de internação e tomar um número maior de medicamentos via oral e intravenosa.

          Eu não conheço UMA eu conheço VÁRIAS pessoas que necessitaram de internação por terem descoberto o diagnóstico através de alguma doença oportunista instalada pelo baixo número de CD4!

          Como também conheço pessoas que se cuidam há anos (30 anos de diagnóstico) e estão gozando de extrema boa saúde! Amém!!

          Abraços!!

  40. Gente, tô pensando em fazer mestrado na Espanha(ou EUA) no meio do ano.
    Porém, to com receio de como vai ficar o tratamento. Se levo um quantidade grande de medicamento ou procuro um infecto por lá. Alguém já passou algum tempo fora do país? Se sim, como fez para manter tudo em ordem.

    Abraço

  41. JJJ diz

    JS por que não publicou minha duvida?violei os termos de uso?acredito que não,tenho uma duvida e vi perguntas semelhantes a minha,más não como a minha duvida,em caso de viajem de 3 meses,posso levar os comprimidos para esse periodo?e se caso faltar ou ter que esticar a viagem posso pegar em outro centro(farmacia) sem precisar passar pelo médico?sei que aqui temos pessoas que usam retrovirais a muito mais tempo eu vou começar em janeiro,talvez a minha duvida seja boba pra alguns mas pra mim é importante

    • JJJ diz

      Pessoal se alguem puder me ajudar nesta dúvida.agradeço de coração!!!!

      • JJJ,

        Certa vez o meu infecto me contou que lá no Centro de Referência onde trabalha, ele foi procurado por uma brasileira soropositivo que vivia há anos na Europa e estava no Brasil à passeio e precisou da medicação. Ela passou em consulta e teve a medicação disponível na hora!

        O ideal é você procurar o responsável pelo Centro de Referência de sua cidade, explicar a sua situação e achar um meio mais prático pra vc!

        Vida

        • JJJ diz

          Obrigado Vida,pela resposta!!!!!agora em janeiro vou começar a tomar os retrovirais,mas aqui ainda não chegou o 3 em 1,mas sei que talvez seja barra,vamos em frente vamos ver o que dá kkk..

          abraços a todos!!!!!!!!!!

          até logo..

  42. Principiante diz

    Pelo visto, eu não sou o único a ter dúvida em relação a como continuar o tratamento em caso de temporada fora do país. Essa questão está me fazendo repensar se faço doutorado sanduíche na Inglaterra.

    • fernando diz

      A orientação q eu tive a respeito de viagens e alguém pegar todo mês para vc e enviar pelo sedex.onde moro ate em casos como esses eles n liberam 3 ou 4 de vez apenas a do mes.

      • Fernando, alguém aqui no blog comentou que toda vez retira duas dispensas de remédio numa boa!…Eu bem que queria isso também, só pra não ter que ir no Postinho todo mês buscar, mas foi em vão…pra mim eles disponibilizam só uma dispensa..

        • Alisson diz

          Eu pego de dois em dois meses Vida…pede pro seu medico assinalar uma dispensa pra 60 dias…que dai vc não precisa ir no “spa” todo mês!!!

          Bjos e feliz 2015 pra gente!!!

      • Silente diz

        é um que é mais gostoso que os outros. Turn Down For What!!!!!

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Principiante diz

        Doutorado sanduíche é fazer parte do doutorado em outra instituição. Nesses casos, geralmente uma parte da tese é feita com orientador no Brasil e a outra parte é feita com um co-orientador no exterior.

  43. Olem diz

    Hope… Minha querida…

    Força, coragem e Fé. Estou na sua torcida!

    Forte abraço!

    • Hope diz

      Olem, independentemente do resultado de meu exame (deve sair amanhã ou depois), estamos juntos! Meu marido deve fazer os dele só segunda que vem por que exageramos um poucos nas comemorações de final de ano e alguns poderiam vir alterados…além do CD4 e CV, tem que fazer os demais de rotina também.
      Fico feliz em não me considerar uma “sorodesesperada”, mas apenas uma pessoa que quer saber e se tratar, se necessário…
      Abçs

      • CARA + diz

        Hope
        quero que saibas que independente do seu resultado e dos resultados do seu marido, somos muito mais agradecidos pelo fato de te ter por aqui, dividindo suas histórias, medos, alegrias, angústias….

        Que possamos sempre, contar uns com os outros para nos dar forças, orientar quanto a melhor forma de lhe dar com uma situação e conseguir tirar tudo, literalmente, “de letra”.

        Nos conte depois!

  44. Colegas, aqui no site sempre ha comentarios sobre esses assuntos. Qdo eu quero um assunto especifico ou parecido sobre algum tema em que tenha interest vou vagando pelos posts dando um Ctrl f e digitando o assunto que desejo achar.

    • CARA + diz

      Tony

      acredito que essa orientação sobre o CTRL F, poderia estar junto com o escopo de assuntos, relacionados no blog.

      Eu mesmo, desconhecia essa ferramenta que facilita um bocado a nossa vida!!!

      Obrigado por partilhar!

  45. TheKing diz

    Boa noite pessoal,
    Descobri minha sorologia em setembro, quando acabei fazendo sexo desprotegido pela primeira vez, fiquei mto arrependido e procurei o CTA em busca da Pep. Acabei não me enquadrando para receber o medicamento e resolvi fazer o teste para acompanhar: deu positivo. Foi um choque, pq até então sempre me preveni como achei q devia, porém me descuidei no sexo oral, e deve ter sido por aí minha contaminação. O pior de td é que além de ter q aguentar a barra da notícia, tive q tirar forças e coragem não sei de onde, para avisar ao meu ‘parceiro’ q ele precisava tomar a pep. Pelo menos ajudei alguém rsrs
    Desde então, comecei o tratamento com Efz, lami e teno. Por mais difícil q fosse receber essa notícia, não consegui chorar, só me preocupei com o próximo passo. Comecei com CD4 516, CV 16 mil, cd4/cd8 0,6.
    Os efeitos colaterais foram mínimos no começo, só tontura e uma leve disfunção intestinal, nada demais. Depois do primeiro mês, senti umas queimações no estômago, acho q foi pq mudou o lote dos medicamentos rsrs.
    Após 4 meses em tratamento, descobri q estou com uma saúde mto em dia, só com o ‘bostinha’ msm. Porém comecei a sentir umas dores nos rins, fiz um exame de creatinina e de urina, deram alteração. Vou no médico amanhã pra ver o que ele acha.
    Este blog me ajudou mto, o JS, dentre outros amigos aqui. pois resolvi contar a apenas uma grande amiga. E com a ajuda de vocês, consegui me manter firme e confiante, pois sou meio hipocondríaco e aguentar essa barra sozinho não seria fácil.
    Acho q minha contaminação tem menos de 1 ano e comecei a me tratar mto precocemente, o que aparentemente é melhor ainda pra minha saúde. Só estou com medo mesmo é dos meus rins não aguentar a pressão dos medicamentos… alguém aí já teve algum problema nos rins por conta dos medicamentos?
    Hj só queria me apresentar msm e dizer q este espaço aqui faz um bem a muita gente que se encontra não só com a saúde física afetada, mas principalmente a psicologia.

    • CARA + diz

      The King

      sugestão de amigo…
      beba muita água.

      Um mês depois que comecei o tratamento (começamos juntos e com a mesma medicação), tb comecei a sentir um pequeno incomodo na lombar, próximo aos rins. Conselho de “veteranos” que conheci aqui: beba muita água.

      Adotei uma garrafinha (daquelas de 500ml) e encho ela 4, 5 vezes ao dia e ela fica comigo a tira colo. Uma semana depois não senti mais nada.

      Entre uma letra e outra deste comentário, bebericando água…hehehe

      • TheKing diz

        Cara+,
        Fui ao médico e ele me solicitou uma ultrassom, pois minha creatinina está 1,25. Semana q vem faço o exame e mostro pra ele. Água eu já bebo uns 4 litros, msm assim agradeço a sugestão. Estou tão bem de saúde, realmente queria mto ter adaptado a essa primeira combinação, mas parece q não tô me adaptando mto. Mas tô pensando positivo, msm já tendo pensado em parar de tomar o tarvs…
        O jeito é confiar no médico, afinal ele é que sabe o que é melhor pra mim, além de seguir tomando os medicamentos.
        Semana que vem aviso pra vocês como está minha saúde. Hj senti uma leve melhora, apesar de ter ido pouco ao banheiro.
        Abçs

        • CARA + diz

          tudo se resolve pelo melhor, é só a gente querer. Tenha certeza disso meu amigo! Aguardo para saber novidades!

          abraço

  46. AMIGOSPOSITIVOS diz

    Bom dia Amigos! Alguém pode me tirar uma dúvida, apesar que dia 13 tenho consulta marcada e também vou perguntar ao médico.
    Antes de começar a medicação meu CD4 era 680, chegou a ficar 800 se não estou enganado, depois da medicação ficou entre 350 e 480 fica oscilando já a carga viral desde o primeiro mês da medicação encontra-se indetectável.
    Alguém pode me responder algo, me aconselhar.

    Como sempre Fé em Deus, que superamos esse vírus!

    • Alex diz

      Muito legal esse vídeo. E isso que este Deeks, pelo que vi em outras entrevistas dele no ano passado e retrasado, é um dos mais cautelosos quando se fala sobre cura.

    • Geni Positiva diz

      Uma pena que seja em inglês, nem todos entendem. Vc poderia dar uma geral sobre o que ele fala.Obrigada

  47. Principiante diz

    É fazer parte do doutorado em outra instituição. Nesses casos, geralmente uma parte da tese é feita com orientador no Brasil e a outra parte é feita com um co-orientador no exterior.

    • Principiante diz

      Não sei se foi o efeito do Efavirenz, mas esse meu comentário acima era para ter ido para outro lugar.

  48. Hope diz

    Caros, recebi hoje o resultado do meu exame: negativo. 7 anos de exposição e negativo (!?) …Creio que com uma janela de 4 meses, seja definitivo. Eu estava estranhamente calma… meu marido passou o dia me ligando e disse que ele estava mais ansioso que eu. Bem… não era bem assim, mas, realmente, achei que estaria mais nervosa. Acho que a convivência com todos vocês aqui fez com que o tabu deixasse de ser tabu. Meu marido, aliviado em um primeiro momento, depois pareceu triste… disse que realmente planejava ir embora se meu exame fosse negativo, mas que não tinha coragem agora! Graças a Deus. Lembrei de um soneto de Shakespeare que li há muito tempo: “O amor não é amor se muda quando coisas mudam” (tradução mega livre 🙂
    Depois de uma boa conversa… lágrimas e beijos, acho que as coisas estão bem. Agora é cuidar dele, que está com tosse, da nossa família e de quem eu puder ajudar! Contem comigo.

    Para quem gosta, uma palhinha, é o Soneto 116:

    “Love is not love
    Which alters when it alteration finds,
    Or bends with the remover to remove:
    O no; it is an ever-fixed mark,
    That looks on tempests, and is never shaken;
    It is the star to every wandering bark,
    Whose worth’s unknown, although his height be taken.”

    • Hope, fico muito feliz pelo seu resultado não reagente, e também alegre por saber que seu marido, mesmo positivo, tem um anjinho como você para cuidar dele. Parabéns!

      A vida continua, em poucos anos surgirá a cura, é questão de só um pouco de paciência e logo estaremos dando festas pelo mundo todo para comemorar a nova rotina (digo rotina por que, depois do começo da TARV, só tive que acrescentar o compromisso de médico / exame / coleta de medicamentos).

      Boa saúde pra vcs!

    • Hope, me emocionei com a frase “O amor não é amor se muda quando coisas mudam” …que linda!!

      Fiquei muito FELIZ pelo resultado do seu exame…Agora bola pra frente com o maridão!!!

      Beijoss querida

      Fiquem com Deus!!

  49. Hope diz

    Obrigada Vida! O meu amor, Graças a Deus, não muda! Amanhã é dia de ele fazer os exames!!!! Dedos cruzados aqui!!!!!

  50. Confusa diz

    Pela primeira em 4 meses que meu marido descobriu ser soropositivo a camisinha estourou, estou usando o pep pois o exame dele vai ser feito só amanhã, quatro dias depois do acidente com a camisinha, será que o resultado saí logo? E se der indetectavel será que vou parar de tomar antes de fechar os vinte e oito dias? Ele se sente triste em me ver tomando 3 comprimidos, ele toma um só. Será que sempre que houver um acidente com o preservativo teremos que sair correndo atrás do pep? Foi de madrugada no fim de semana, não foi nada bom ter que explicar pra três pessoas em um posto, pra mais três em outro, pra conseguir o tratamento pra cinco dias, e nós dois somos funcionários municipais, acho que cada vez vai ficar mais difícil ficar invisível.

    • Paulo Roberto diz

      Confusa, eu creio que você possa inscrever seu marido em outro município, que não seja onde trabalham.
      Eu mesmo faço tratamento a 50 km da cidade onde eu moro.
      Ficar invisível é difícil, mas não é impossível, rsrsrsrs.
      Tente em um CTA de outro município: garanto que você vai se sentir mais tranquila.

      • Confusa diz

        Paulo Roberto eu disse pra ele isto, mas ele acha mais fácil dar uma fugidinnha na hora do trabalho pra ir buscar o remédio do que se ausentar por tempo maior e ter que arrumar uma justificativa, por é todo mês né? Fora consultas e exames, e aqui só funciona de segunda à sexta-feira, horário comercial, mas valeu a atenção, mesmo de coração. Abçs

  51. Confusa diz

    Sensação estranha na boca pela madrugada, como se tivesse inalado algo tóxico e meus olhos estão amarelados, mas trabalho no plantão da noite, digo que é sono quando alguém pergunta, não sei quando farei exames então não sei se é normal, se é do pep ou não.

  52. Homem23:55 diz

    Oi Confusa,

    Não sou médico, mas muito curioso e procuro informações seguras em alguns sites.

    Pelo que li, se o seu marido estiver indetectavel, a chance de ele ter te contaminado é muito pequena. Tão pequena, que alguns casais sorodiscordantes e que querem ter filhos, são aconselhados a manter relação sem preservativos para conceber o bebê, após a pessoa infectada acuse indetectavel.

    Outra questão para que fiques mais segura, se o seu marido toma o 3 em 1 e está funcionando. A probabilidade da Pep te salvar de estar infectada, é muito grande, visto que a Pep é praticamente os mesmos medicamentos.

    Agora se poderão transar sempre sem camisinha ou se terá de tomar Pep toda vez que houver algum acidente. Infelizmente não saberei de responder.

    Espero que fiques mais tranquila e nos conte como esta seu marido e você, assim que tiver notícias (exames)

    Abraco

    • Confusa diz

      Homem 23:55. Obrigada por compartilhar sua experiência, ele verá o resultado do exame só dia 25 achei que dariam pra ele antes dá consulta o resultado mas não deram, mas ficarei feliz em comentar aqui os resultados, é muito bom poder falar sobre o assunto com alguém, ele não liga muito, ou demonstra, mas eu as vezes me sinto numa ilha, ai venho aqui e fico lendo os comentários de voces, ai é como se atrás do coqueirinho da ilha eu encontrasse amigos, hehehe

  53. Confusa diz

    Passou a sensação ruim de coisa tóxica, eu tomava iogurte depois do pep e parei, tomo só água, não sei se era por isto, mas agora tá tudo bem, falta menos de duas semanas agora. 😉

  54. Confusa diz

    Leio estas publicações desta pessoa que sem saber se tornou uma pessoa muito especial pra mim, sem nome sem rosto, mas que nos parece um velho amigo que nos conta novidades e nos aconselha, muito obrigada JS por estes 5 meses de sua amizade.

  55. Confusa diz

    Js esta postagem indetectavel? Não precisa de pep ela é antiguinha, continua valendo? Desculpe a chatice, se eu estiver encomodando pode ignorar aí viu

  56. Confusa diz

    Obrigada acabei o pejsp já fiz o teste deu negativo, meu esposo foi ao infectologista hoje, ele está muito feliz pois está indetectavel , obrigada a todos

  57. aisha diz

    OI pessoas ,gostaria de saber como posso orientar um soro + a conseguir beneficios de cirurgia plastica no rj ou assistencia juridica para o mesmo beneficio .

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s