Diário
Comentários 251

Carta de um leitor

“Esta é a segunda vez que te escrevo. A primeira, logo após o meu diagnóstico. E hoje, algum tempo depois, percebo que você tinha razão: a minha vida tem sim voltado ao normal.

Seu blog é um espaço distinto em que as pessoas que estão infectadas com o HIV podem respirar um pouco mais tranquilas, graças aos seus valiosos textos e compartilhamentos de informações que nos são muito úteis. As conversas que você tem com o Dr. Esper Kallás são sempre cheias de esperança e trazem conforto para quem está se iniciando nessa nova semântica, de CD4, carga viral, antirretrovirais…

Leio o que você escreve e também tenho, como você relata ter tido, uma voz interna que questiona a validade de todas as pesquisas científicas. Saber disso — que você também sente assim — me fez respirar em alívio. Jovem, eu sei que você não é médico e imagino as limitações que você tem na compreensão da dinâmica do vírus em nossos corpos. Sei também que você se esforça para divulgar e compartilhar essas maravilhosas notícias sobre o HIV e não só isso: produzir uma percepção diferente daqueles que estão tomando os antirretrovirais e estão, como eu, no caminho do indetectável, lutando para que esta possa ser entendida como uma terceira condição sorológica, aceitável pelas pessoas. Concordo com você que nós precisamos de definições úteis. Ainda há muita falta de informação, mesmo entre aqueles que estão infectados com o vírus — o que é uma pena! Parece que há também uma incapacidade de alguns médicos em fazer uma avaliação objetiva sobre o aumento da epidemia em nosso país.

Confesso que fiquei decepcionado com a análise do Dr. Dráuzio Varella, ao dizer que a epidemia aumentou porque as pessoas não tem mais medo da aids. Afinal, eu sempre tive medo do HIV e meus amigos e familiares têm tanto medo que não conseguem nem falar nisso! Quando pratiquei um comportamento de risco, eu simplesmente não achava que iria ser contaminado, não refletia e não conversava sobre isso, nem comigo mesmo. Alguma coisa se passa que as pessoas não conseguem perceber que não é por falta de medo que a epidemia aumenta, mas justamente pelo contrário: temos tanto medo que não fazemos os testes, pois tememos os resultados.

Para diminuir esse medo, talvez o Ministério da Saúde devesse colocar em evidência a gratuidade do acesso aos medicamentos e falar sobre o seu sucesso, atualizando os dados que temos acerca da expectativa de vida e da transmissibilidade. Digo isso porque, quando soube do meu diagnóstico, achei que fosse morrer jovem e achei que fazer sexo com alguém seria pôr a outra pessoa numa roleta russa. Eu era desinformado, mas não sou o único. Por isso, queria te agradecer novamente por oferecer um espaço em que algo diferente seja dito.

Tenho percebido, aos poucos, que ser contaminado por um vírus é uma condição para a qual o próprio vírus se preparou durante anos, no processo de sua escala evolutiva, endereçando seu modo de contaminação a um organismo que é suscetível a tal infecção. Acho que a seleção natural solapa qualquer apreciação moral do que seja o vírus.

Um biólogo evolutivo uma vez disse que, se não dispuséssemos de nenhuma tecnologia, o HIV seria um vírus que habitaria nossos corpos, em um futuro distante, quem sabe daqui 100 mil anos, por um processo que ele chamou de ‘endogenia benigna’, assim como o genoma de vírus ancestrais habitam, ainda hoje, o nosso DNA, fazendo parte de 8% do nosso material genético. Isso é incrível! Não sei se você soube, mas alguns cientistas de Oxford concluíram que, em algumas cidades africanas, o vírus está 10% mais ameno, sustentando a hipótese do biólogo evolutivo. Sei que este não é o caso de todas as cepas de vírus e que a grande maioria delas continua tão ou mais virulenta quanto no passado. Ainda assim, é curioso perceber que, pelo menos uma destas cepas, a fim de contornar alguns sistemas imunes particularmente mais eficientes que os nossos, tem preferido ser menos letal.

Em menos de um século de HIV, os processos naturais, científicos e o tratamento que dispomos hoje já sugerem que o fim da epidemia é possível, pelo menos enquanto hipótese. No entanto, mesmo que tenhamos em mente que esse avanço nos proporciona tanto alívio, me parece que é preciso também que sejamos realistas quanto a situação que enfrentamos: temos uma doença e temos que tomar remédios por toda a vida. Não te assusta ter um horizonte tão determinado à sua frente? Afinal, parece que a nossa luta (dos soropositivos) tem sido poder produzir uma sensação de indeterminação em nossas vidas, talvez, da mesma forma de quando éramos soronegativos. Quando os possíveis já estão todos diante de nós, parece que a vida perde alguma coisa…

Nesse sentido, às vezes me pego preferindo as incertezas. Mantenho um cuidado obsessivo com a alimentação, sob o medo dos hipotéticos riscos do meu futuro, mesmo que estes estejam cada vez mais somente dentro da pior das hipóteses. Talvez, seja a minha voz interna dizendo: ‘não pode ser tão fácil assim!’ Afinal, tenho um médico muito bom e tenho tido uma tolerância boa ao coquetel, assim como a maioria das pessoas, com os efeitos colaterais desaparecendo gradualmente. Enfim, tenho lutado para olhar para o presente e reconhecer que, apesar de ter sido contaminado, tenho a sorte de viver em uma época em que nós não precisamos mais morrer de aids.

Ainda assim, sou daqueles que (ainda) prefere sonhar com uma cura próxima, quem sabe, daqui alguns anos. As pesquisas da vacina francesa, inibidora da proteína TAT, me soam como uma salvação, mesmo racionalmente sabendo que há grandes chances de se tratar apenas de mais uma oportunidade de aprendizado sobre o modo de funcionamento do vírus, do que de sua verdadeira eliminação de nossos corpos. A sugestão de um médico de Miami, que sugere que um outro vírus possa ser a saída para eliminar o próprio HIV, fazendo com que não sejamos mais capazes de produzir as proteínas que se ligam às células virais, bastando, para isso, nos contaminar com esse tipo específico de vírus, também me tem feito sonhar com um futuro, quem sabe, não muito distante. Não temos o direito de querer uma cura definitiva?

Se a cura total não for possível, estou certo que este vírus me fez exercitar capacidades que até então eu desconhecia que tinha. E disso eu não quero retornar. Saber que pude iluminar um lugar obscuro e incerto com as minhas próprias luzes (sem misticismos implícitos) é de grande valor para mim. Ainda assim, acredito que querer a cura esterilizante não seja uma inconformidade, mas um direito legítimo.

Lendo os seus textos, acho que percebi que você tem se esforçado para olhar para a vida exercitando a experiência de êxtase diante do mundo, como se o presente fosse tudo o que podemos realmente ter. Assim como o Buda que, ao ser questionado sobre o significado da vida, pede ao interlocutor que apenas olhe para a flor que segura diante de seus olhos, nós, soropositivos, temos nos esforçado para que a vida seja tomada na sua efetividade concreta, que é a condição presente. Sim, o futuro ninguém pode prever, mas confesso que sinto falta das minhas projeções neuróticas (e, talvez, desejar tanto a cura seja cair nas próprias armadilhas da minha neurose)!

Enfim, Jovem, mais uma vez obrigado pelos seus textos e espero que continue interessado no blog por muito tempo. Temos muito a ganhar com isso.

Um grande abraço.

V.”

Anúncios

251 comentários

  1. Muito boa a reflexão! Parabéns, leitor, pelo texto e obrigado JS por compartilhar conosco. No meu caso, o processo de aceitação do diagnóstico, é que apesar da certeza da finitude do corpo, o vírus me faz pensar sobre isso de forma perturbadora. Antes do resultado, meu copo pela metade sempre estava cheio. Agora, eu sempre o vejo com água pela metade.

    “Afinal, parece que a nossa luta (dos soropositivos) tem sido poder produzir uma sensação de indeterminação em nossas vidas, talvez, da mesma forma de quando éramos soronegativos”.

    • CARA + diz

      Marcão

      o que, diga-se de passagem, não é mais do que mera ilusão…sendo soronegativos ou não, somos limitados, temos uma vida limitada em começo, meio e fim. O que nos diferencia de um soronegativo é o “pensamento” que insiste em nos iludir de que somos mais saudáveis e por isso, livres de qualquer ônus. O que não é verdade, ou não é uma verdade inteira.

      Como qualquer doença crônica, temos que nos cuidar, fazer exames e consultas médicas periódicas. Para mim, isso não deixa de ser qualidade de vida.

      Quando soronegativo, meu último hemograma tinha sido feito há mais de 2 anos atrás. Tempo suficiente para qualquer outra doença (não relacionada em nada com hiv), pudesse se instalar no meu corpo e tomar proporções “gigantescas”. E acredito que muitos soronegativos, principalmente homens, tem esse mesmo comportamento: Não sinto nada, então porque ir ao médico?

      É exatamente o que o leitor escreveu e que vc transcreveu em seu comentário: “…nossa luta…tem sido poder produzir uma sensação de indeterminação em nossas vidas….”.

      Indeterminação esta que não existe sendo + ou -, pois como diz Gilberto Gil em Cérebro Eletrônico: “…porque a morte é nosso instinto primitivo…” bem por isso, sendo + ou -, o ideal sempre é ver a vida com “bons olhos”. Aproveitar o presente, pois é nele que definimos o nosso futuro, é nele que temos o devido tempo para amar, respeitar e ser feliz.

      Para mim, esse tem sido o “maior legado” que essa doença tem me dado a cada dia: de que existe um limite, de que a nossa hora chega a qualquer hora, independente do vírus e que hoje é o tempo certo para amar, sorrir e ser feliz!!!

      • Cara +,
        Entendo e admiro muito sua colocação e, principalmente, a forma como encara este desafio. Compreendo que independente de sorologia, todos estamos vulneráveis às doenças. De acordo com a OMS, 40% da população vai desenvolver uma das onze doenças crônicas (não sei se o hiv está entre estas onze ou se as onze são as mais comuns). Mas até lá, ninguém pensa nisso. As pessoas fumam e não se preocupam com o câncer. Bebem e não se preocupam com uma cirrose. Comem em excesso e não se preocupam com colesterol….hipertensão arterial… Quando a saúde vai bem e obrigado, temos a falsa sensação de sermos imortais. Desafiamos o perigo pulando de para quedas… Enfrentamos o medo em uma montanha russa… Temos uma falsa sensação de tranquilidade que é muito, mais muitooooooooo confortante. Que faz o negativo deitar a cabeça no travesseiro e dormir sem a preocupação de ter tomado ou não o medicamento.
        Hoje, o vírus é a certeza que não sou blindado. É esta a sensação que não me deixa tranquilo. Espero que passe e com os medicamentos volte a me sentir imortal. Rsrsrsrs

        • Marcos, compartilho que sentimento é muito difícil de nos desvincular dele. Quando negativos, não nos preocupamos. Acho que isto está muito ligado ao estigma e a imagem que ainda temos do hiv até os anos 2000 e da forma com que a sociedade em geral ainda aborda o tema.

        • CARA + diz

          Querido amigo Marcão!

          Bem isso, “falsa sensação de tranquilidade”. Por ser tranquilo, nos conforta, não nos dá medo, insegurança.

          E é essa “tranquilidade” que dá moral para aquele comportamento que escrevi anteriormente: se estou bem, para que médico?

          Veja bem, conforto, medo, insegurança estão diretamente ligados ao que pensamos, ou melhor, a importância que damos ao que pensamos. Se pensarmos no desespero, fatalmente, quando nos dermos conta, estamos dentro da avalanche que ele traz.

          O que percebo enquanto comportamento é que temos uma leve tendência ao “ir levando”. Se sentimos uma dorzinha ou outra, só procuramos saber do que se trata, quando já se está no “quadro da dor”. Algo que já não é mais suportável. Ou seja, a luz vermelha do alerta demora a acender. Até porque o cara que toma remédio ou quer ir logo ao médico por qualquer dorzinha, é logo tachado de hipocondríaco, ou coisa parecida.

          Já o nosso caso é: a qualquer sinal, já acionamos a luz vermelha de alerta. Antecedemos todo e qualquer “sinal de alerta” através de nossos exames e consultas periódicas.

          Não quero passar a sensação de conformismo e de que está tudo ótimo do jeito que está, mas sou da opinião que se a vida te dá um limão, a gente tem que fazer dele, uma limonada e não uma limonada qualquer, mas uma boa e se possível, excepcional limonada.

          Como te conheço meu irmão, te digo: prepara o terreno, que logo, logo, eu e a VIDA estamos indo ai tomar se não uma limonada, uma boa cervejada e de preferencia, apreciando as praias de Fortaleza tendo vc como nosso cicerone.

            • CARA + diz

              que legal Hope!

              Que paraíso esse que vocês moram….
              leio seus posts aqui e sempre fico muito emocionado com eles.

              Tem em mim, um fã! Tenha certeza disso e quando estiver por essas bandas (como se fala aqui no RS), com toda a certeza vou querer conhecê-los!

              • Olha que legal, mais um cearense 🙂 Não estou só. Vida, você e Mike serão bem vindos. Receberei com maior satisfação. Isso se eu não for antes ao sul.
                Cara +, no lugar de uma limonada, posso fazer uma caipirinha? Tem problema tomar com arv não, né? Rsrsrsrsr

          • Principiante diz

            Eu gostaria muito de ter essa serenidade para lidar com o problema. Mas, no último mês, desde que descobri o meu diagnóstico, olho para o passado e vejo culpa, olho para o futuro e vejo medo. Está dificil viver o presente. Tudo o que eu queria era poder esquecer um pouco do vírus e ter uma noite tranquila de sono, sem os sonhos proporcionados pelo efavirenz e sem acordar com desânimo.

            • CARA + diz

              Caro principiante

              entendo o que vc quer dizer, pois todos nós, passamos por isso, uns levam mais tempo, outros menos, mas todos passam. Cada um a seu tempo vai “absorvendo” a situação e se “moldando” a ela. É um caminho sem volta, que infelizmente não temos como “apagar”. Faz parte da nossa trajetória.

              Como disse anteriormente, não quero passar a impressão de conformismo, mas também não é nem de perto o bicho de sete cabeças que eu imaginava ser. Quando descobri minha sorologia, já tinha acesso a esse blog e a outras fontes (pois quando a gente descobre procura veementemente por informação) e de uma certa forma, me tranquilizei: – poxa, já que é para ser, ainda bem que não é algo pior, um câncer em fase terminal, por exemplo. Lembro que comentei isso com a psicóloga que carinhosamente me atendeu no CTA.

              Talvez eu seja um pouco mais “lúcido” pois convivi com a doença por quase 2 anos e nem imaginava ter. Esse foi um fator determinante para que eu pudesse encarar o “desafio” de frente, sem pestanejar. Pensei: se tenho a doença e nunca senti nada, me tratando o risco será infinitamente menor e pretendo ficar assim até a tão esperada cura chegar.

              Dê tempo ao tempo e principalmente, respeite o seu tempo! Cuide dos seus pensamentos, pois eles tem o poder de emanar vibrações para o corpo, tanto boas, quanto ruins.

              Tenha certeza que passa! Fé em Deus!

              • Principiante diz

                Acho que o grande desafio mesmo é perceber que não é esse bicho de 7 cabeças.

                Tem algo que está me dificultando um pouco lidar com a situação que é uma artrite reativa no joelho (doença auto-imune), ativada pela infecção. Aliás, foi exatamente por causa dessa artrite que eu descobri minha sorologia. Estou com dificuldade para andar e não estou fazendo as mesmas atividades que fazia antes. Isso está contribuindo para virar a minha vida do avesso. Estou tratando isso, mas a recuperação é lenta.

                O desafio mesmo é aceitar a sorologia e ter confiança no tratamento. Não sei se acontece com todos, mas fico criando fantasmas, problemas e medos infundados. Mas, estou contando com a ajuda do infectologista e da minha psicóloga, com quem consulto faz 1 ano, para superar essas questões. Meu companheiro também está me apoiando bastante. Espero que isso passe logo.

                De qualquer jeito, fico muito tranquilo ao ler depoimentos como o seu ou como os do JS, percebo que é possível lidar com o problema sem negatividade e sem aumentar ele exageradamente.

              • Cara+, você é um fofo! Amo tudo o que você escreve..

                Espero que não nos abandone…

                Beijos de sua fã

                Vida

                • CARA + diz

                  Vida
                  eu é que amo tudo o que vc escreve, comenta, diz, faz e tudo mais…além de ser uma gatona que não quer saber de gaúcho….buáááá

                  vc é a vida desse blog…

                  vc é luz, é raio, estrela e luar, manhã de sol, meu iaia, meu ioio… (me sentindo Wando agora…hahahaha)

            • Pedro diz

              Ainda nao tomo medicação mas partilho do mesmo sentmento que vocÊ. p/ mim tb n esta sendo nada facil 😥

          • “conforto, medo, insegurança estão diretamente ligados ao que pensamos, ou melhor, a importância que damos ao que pensamos. Se pensarmos no desespero, fatalmente, quando nos dermos conta, estamos dentro da avalanche que ele traz.”

            Cara +…o pensador!!

            • CARA + diz

              kkkk…Cara+ o pensador, é eu e o Gabriel Pensador!!!

              será que ele escreveu Maresia, sente a maresia… por causa do efa? hahahaha

      • Jim diz

        Cara +, mesmo concordando com seu comentário de que hoje que sabemos de nossas condições soropositivas nos cuidamos mais e que não ter o vírus nos fazia pessoas mais descuidadas de nossa saúde, etc e etc, ainda assim temos que conviver diariamente com a iminência da doença como se fosse uma arma apontada nos lembrando diariamente da ameaça.
        Até porque nem todos tem as mesmas chances de tratamento. Eu mesmo sofro pra ter uma consulta a cada 4 ou 6 meses, e nem sempre valendo a pena, os médicos que já tive ou tenho, quase não pedem nenhum exame, a não ser que eu insista e me queixe com veemência sobre algum mal que os remédios estejam causando.
        Chego a ter inveja dos relatos que leio neste blog, muitos aqui falam de bons médicos, tratamento fácil, exames periódicos, Cv, cd4, fígado, rin, coração, etc… Saibam que em muitos lugares desse nosso Brasil muitos novos soropositivos sofrem pra ter um mínimo de tratamento, remédios adequados e atenção.

          • Jim diz

            Sou do estado campeão em mortes por aids no Brasil, Amazonas. Fomos o primeiro estado a receber a pílula unica, mas de que adianta a pílula unica se o programa dst/aids tem se deteriorado ao longo dos últimos anos. É preciso avançar em muitos outros quesitos se quisermos esperar a cura sem tanto medo de não chegar lá.

            • Secret Guy diz

              Poxa Jim..

              não há associações por aí? Eu nem consigo imaginar essa situação. Não sei o que eu faria no lugar de vocês!

              Faço as palavras do CARA+ as minhas!

              Aqui em São Paulo eu ainda não posso reclamar por enquanto mas a minha infecto disse que o programa já não é mais o mesmo. Porém, até hoje eu fui muito bem tratado!

              Um abraço!

        • CARA + diz

          Jim

          entendo e concordo em tudo o que vc diz.
          acredito que esse blog serve exatamente para isso, para vermos que esse Brasilzão tem várias faces e formas de abordagem a cerca de um mesmo assunto, mesmo existindo um “protocolo” a ser seguido.

          uma pena!
          é nessas horas que me pergunto, o que podemos fazer? a quem se pode recorrer numa situação dessas? quem pode nos ajudar?

          Existe algo, que a gente, efetivamente, possa fazer?

          Força meu amigo!

        • Hope diz

          Você tem razão Jim, e só descobri isso essa semana… apesar de termos médicos particulares que providenciam a medicação de meu marido facilmente, e fazermos exames sem problemas por planos de saúde, deparei-me com uma realidade bem diversa: uma pessoa que viaja quase trezentos quilômetros até Fortaleza para pegar seus remédios que, surpreendentemente, estavam em falta no hospital de referência daqui… um absurdo quando a adesão ao tratamento á é tão precária nas pessoas com baixa escolaridade.

  2. DoBemDF diz

    JS parece que vc ganhou um concorrente a altura no quesito bem escrever com objetividade e clareza. Q bom! que venham muitos outros capazes de transmitir ideias e informações para que muitas pessoas possam ser esclarecidas e, assim, diminuírem seu preconceito.

  3. Felipe Rec diz

    Muitas questões ainda me afligem acerca do vírus e dos medicamentos, mas espero um dia chegar a este nível de compreensão e traquilidade do V. todo dia antes de durmir, o assunto é o mesmo na minha cabeça, concordo com ele no tocante à cura estar próxima, acho que nós somos quase obrigados a crer nisso, senão perdemos um pouco o sentido de ser.

  4. Bruno diz

    Belíssimo texto, claro e objetivo, traduz exatamente o que tenho sentido nos últimos dias.

  5. Mel diz

    Que felicidade que tenho em ler esses textos… Iluminou minha tarde.. Obrigada! Seus amigos devem se sentir muito orgulhosos de você! 🙂 jovem, obrigada por incentivar seus leitores a chegarem a esse nível de compreensão e espalhar isso de uma forma tão bonita. M.F.

  6. julio diz

    Muchas gracias a ustedes chicos por los textos tan bellos y realistas que comparten, realmente es muy reconfortante leerlos, ustedes son un gran apoyó 😉 abrazos …

    • Uiaaa…um ” chico importado” no blog..rs… adoro espanhol…digo, a língua espanhola. Imagino um chico hablando ao pé do meu ouvido…ai ai ai.

      Julio, de onde você é?

      Besos da “chica”

      Vida

  7. rafa diz

    tb descobri ha 2 meses e estou caminhando com os efeitos dos retrovirais, como é bom ler algo e sentir que nao se esta sozinho sentindo as mesmas coisas…

  8. Tati diz

    Lindo texto, mto bem escrito… Acho que deu para vc entender J.S do qto seus textos nos fazem bem, na importância do blog na vida de cada um… Queria aproveitar e te dizer do fundo coração, vc é uma alma evoluida… Que seus bônus com Deus estão só aumentando, pelo bem que vc nos faz… Desejo mta saúde e mtas bençãos para todos nós, que um dia chegamos aqui perdidos, sem saber de nda sobre o hiv e com o passar do tempo com nossas experiências tb conseguimos ajudar alguém… Bju Bju Gente!!!

  9. Carioca_positivo diz

    Js, creio que você deve ter sentido exatamente o que sentimos com seus textos e publicações… Hoje pouco procuro em outras fontes buscar informações, é notória a diferença de quem esceve e pesquisa sobre HIV sendo e não sendo portador… Como sofri noites mau dormidas lembrando de coisas que li, vi e ouvi em matérias sensacionalistas que o ultimo intuito é se preocupar com quem é portador! Aprendo muito com todos vocês, e as dúvidas mais serias relacionadas ao virus, medicação e etc… tiro com meu Infecto. Ainda vão fazer 3 meses que descobri minha condição de soropositivo, e me considero um cara até então já “bem resolvido” com minha sorologia, só peço a Deus que n tenha muitas reações ao iniciar o Tarv! Pois não contei a minha família e nem pretendo contar… Vou sempre contar com vocês da mesma forma que podem contar comigo! Uma ótima semana a todos fiquem com Deus!

      • Carioca_positivo diz

        Obrigado Js, pretendo iniciar em Janeiro, pra até o carnaval ja estar tudo nos conformes! Hehehe… Bora viver! 🙂

          • Ricardo diz

            Caríssimo JS,talvez você possa trazer um pouco de tranquilidade,estive indetectável por dois anos,mas tive que mudar a medicação por problemas renais. Em janeiro deste ano,minha carga voltou a 1984,tomando nevirapina. Voltei ao antigo esquema e ela caiu pra 123,fiz outro exame e o resultado foi 114,mas o infecto disse que já era pra estar indetectável. Tive que fazer uma Genotipagem e retorno dia 7 de janeiro,estou muito apreensivo pois ele me disse que se não tiver baixado vai entrar com um esquema mais “pesado”. Conhece algo parecido? estou pensando em me consultar com um infecto particular,o que acha? Obrigado por tudo.

            • Secret Guy diz

              Ricardo,

              Não é exatamente mais agressivo o tratamento. Na verdade, são outras classes de medicamentos que atuarão em outras partes do vírus.

              Um exemplo bem infantil.. se o vírus fosse um ser humano, o seu medicamento atual corta os braços. Agora, o novo medicamento vai cortar as pernas! Isso não significa uma maior quantidade de droga no seu corpo mas uma medicação diferente.

              Converse com seu médico sobre a agressividade dos medicamentos. Os novos medicamentos são menos agressivos que os antigos. E o efavirenz é um dos primeiros arv´s.

              Eu mesmo fui contaminado com um vírus já resistente ao efavirenz. Felizmente, descobri isso antes de tomar medicação pela genotipagem. Na hora meu mundo caiu.. eu achei que tivesse me “fudido” duplamente. Porém, minha infecto me explicou tudo e ainda não me receitou medicação por eu ter a cv muito baixa (em média 1.000) e o cd4 em torno de 700 com uma ótima relação cd4/cd8.

              Qual medicamento te causou problema renal? isso é um medo que eu tenho pois minha família tem casos de problemas renais!

              • Ricardo diz

                Obrigado secret,então, o medicamento foi o Tenofovir. espero que esteja tudo bem com você. Abraços.

            • Ricardo,
              Eu acho que o mais importante é você se sentir à vontade e seguro com seu médico.
              Se você não tem algum dos dois, procura uma segunda opinião e depois decide se mantém com o mesmo médico ou não.

              • Ricardo diz

                Obrigado JS,estive na consulta e conversei bastante com ele,mesmo assim quero ouvir uma segunda opinião. Ainda não comecei com o outro esquema,pois tem um processo que vai para Brasília. Abraços.

          • Carioca_positivo diz

            Meu primeiro CV deu 9.000 cópias… tenho fé que não aumentou, mas, meu CD4 estava em 460, vamos ver nesse agora… Deus queira que com o inicio do Tarv fique logo indetectavel e meu CD4 aumente e eu possa vir dividir isso com vcs! 😉

            • vinicius diz

              carioca independente da quantidade do cd4 lembre se que a sua generosidade,alegria e principalmente sua paz psicológica vai fazer total diferença ok?

              • Carioca_positivo diz

                Com certeza essas são nossas melhores armas… Vlw Vinicius! Tmj…

            • Carioca_ positivo, seu tratamento será um sucesso, pode crer!! Em fevereiro você estará “tinindo” pro carnaval….Aí vamos todos (eu, você, o viralatinha do Rodolfo Augusto,Paracetabem, Secret, Cara+, Marcos Fortal, MuMu, Alisson, Serginho e cia limitada) pra Sapucaí ver a Mangueira entrar..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              Será que a Mangueira vai entrar de noite ou de madrugada???. Bom, pra mim não importa o horário…o importante é entrar..kkkkkkkkkkkkkkkk

              Afff que piada mais “véia”

              Beijos meu lindo

              • Carioca_positivo diz

                Kkkkkk… Só vc vida! Essa piada é cruel pq n tem como fugir… se fala que n vai ver a Mangueira entrar, vem aquela: ahhhh vai fechar os olhos né! Enfim… Prefiro dizer que torço pra outra escola de samba! :p Rs… vlw pelo carinho… vou comentando aqui como vai sera adesão ao tarv! Bjão Vida!’

        • Rafa diz

          Olá, Carioca!
          Descobri minha sorologia há um mês e também irei iniciar o TARV em janeiro. Estou com os mesmo sentimentos que você de aceitação da realidade, mas um certo medo dos possíveis efeitos colaterais.

          • Carioca_positivo diz

            Rafa, meu infecto me falou que essa combinação inicial que estão usando só causa um “barato” logo que toma e pode perduar pela manhã… Eu conheci duas pessoas que ja iniciaram o tarv, e realmente sentiram isso e uns 10 dias depois manchas pelo corpo, que n duraram mais de uma semana pra sumir… hj n sentem mais nada… a reação pode variar de organismo pra orgabismo… mas, constatei o que meu médixo disse! No mais, deve ser isso msm… nada que não tiraremos de letra! 😉 obs: preciso criar uma conta no skype pra me comunicar com a galera aqui!

            • Rafa diz

              Exatamente. Tenho lido muitas coisas sobre esse assunto. So estou ansioso mesmo. Sobre criar um skype pra comunicação acho bacana, as vezes sinto falta de conversar sobre esse assunto com pessoas que vivrnciam as mesmas coisas. Embora os meus amigos estejam me apoiando é sempre bon ter com quem conversar.

            • Carioca, Rafa….o “barato” é muito louco!!! ..rs
              É a sensação de ter bebido todas…depois vem aquela ressaca.. 😀 no mais é tranquilinho!
              Garanto procê que é melhor que ficar constantemente no trono….suando de dor de barriga..rs

  10. Lucius diz

    Apesar da experiência amarga da descoberta da soropositividade, dos efeitos colaterais dos primeiros dias de tratamento e do medo da reação dos que me rodeavam, o vírus me tornou um ser humano muito melhor em todos os sentidos. Para mim, a doença permitiu reflexões necessárias, mudanças de postura e eu aprendi a me respeitar e me amar .Deixei de ser aquele sexólatra demente e hoje existe paz no meu coração.

        • Oi cara.. Vi mensagens suas em postagens bem
          Antigas, lembro que vc descobriu com uma imunidade já bem baixa. Como se sente hoje? Tudo tranquilo?

          • Lucius diz

            Oi Lui. Após dois anos minha CD4 estacionou em torno de 250, sou um não respondedor, mas eu nunca tive sequer uma gripe neste período, minha saúde está melhor do que antes do tratamento, pois passei a me cuidar de verdade. Obrigado pela preocupação. Abração.

  11. JP diz

    Agora em dezembro tou fechando o primeiro ano de tratamento. Nos primeiros dias tive os famosos sonhos que pareciam reais ao acordar, depois sentia muito sono ao tomá-los e hoje o efeito colateral é o aumento do colesterol. Passei a tomar um medicamento para controlar o colesterol. Espero que fique nisso. Tomo 1 Efavirens, 2 lamivudina e 1 tenofovir a noite. Quem começa agora o tratamento com esta combinação já está recebendo o comprimido único, pelo que ouvi do infecto. Dois meses de tratamento e o vírus ficou não detectável. So far so good!

  12. Th diz

    Eu não vasculhei o blog com muita atenção, mas gostaria de sugerir que as cartas e depoimentos dos leitores fossem sempre publicadas, como uma coluna . Seria muito interessante dividir nossas experiências.

    O que acham?

  13. Mateus diz

    Também achei o texto maravilhoso, está de parabéns.
    Estou procurando o Sergio aqui do blog.
    Sergio não consertou seu email ainda ?

    Abraços

  14. sérgio diz

    Olá Mateus , acho que meu e-mail já está ok sim rsss , um abraço amigo.
    Pesquisadores de Seattle estão extremamente otimistas em relação a vacina contra o hiv , em desenvolvimento por eles .
    A abordagem desta vacina é totalmente diferentes das outras , segundo o Dr Leo Stamatatos , que comanda a equipe.
    O avanço foi publicado na revista Science.

  15. Hope diz

    Que texto bem escrito. Concordo, como já escrevi aqui, com a abordagem errada com relação a se incutir mais medo do exame do que da própria doença…Isso não dá certo. Como você, V., sempre tive pânico de HIV, e isso não me impediu de assumir comportamentos de risco e dormir tranquila depois. Mas na primeira vez que fiz o exame, na gravidez, fiquei 3 noites sem dormir. Se é irracionalidade ou falta de informação, o fato é que insistem no erro… o incentivo ao teste com uma abordagem positiva do início precoce do tratamento seria bem mais eficiente.
    Ainda sou novata nos processo, termos e significados, até por que, confirmadamente, apenas meu marido é portador, mas sinto que o sentimento de ” esquecimento” da existência do vírus é cíclico para nós, ao menos por enquanto. E estamos conseguindo, com a ajuda aqui do blog, que a lembrança reiterada e diária seja simples, natural e, especialmente, não dolorosa.
    Novamente Parabéns pelo texto.

  16. Especulador diz

    O texto é bem escrito,sem dúvidas, e curiosamente com um estilo bem próximo ao do JS. Vou até mais longe: é parecido demais.(hehehe). Tá bom,vou desembuchar: é quase certo que esse “remetente” é o próprio JS exercitando recursos literários. Afinal, qual é a probabilidade de um texto escrito informalmente por alguém,no estilo de uma carta, gerar num único parágrafo a ocasião de serem destacadas várias janelas,ou “links”, para variados artigos direcionados a esclarecimento?E temos frases como:

    “Lendo os seus textos, acho que percebi que você tem se esforçado para olhar para a vida exercitando a experiência de êxtase diante do mundo, como se o presente fosse tudo o que podemos realmente ter”

    Isso parece muito mais um excerto de auto-observação do que a expressão de uma opinião externa baseada apenas nos textos do autor do blog,os quais são,ou foram, insuficientes para inspirar qualquer leitor a uma conclusão tão grandiloquente como a de ver no rapaz alguém que olha para a vida “exercitando a experiência de êxtase diante do mundo”.Talvez ele até tivesse presenteado seus melhores fãs com essa visão se tivesse continuado seus trajeto original,mas após seu retorno como contratado de uma editora de revistas,suas aparições aqui já não mais deixam transparecidas as pegadas do caçador de respostas,pois estas foram varridas para dar lugar aos relatórios de uma testemunha bem articulada que pode dar depoimentos confiáveis e precisos sobre como é “viver com HIV”.

      • Especulador diz

        Cuidado ,JS, porque eu sou um Vidente…brincadeira.Mas gostaria de ter visto tua cara de espanto ao saber que alguém notou a tua pena na redação com tanta certeza que não pestanejou em postar a “intuição”.Ainda acho que ela é toda tua.Quantas vezes essa pessoa escreveu o nome dela na mensagem a ponto de justificar uma edição para proteger sua identidade?Que outra coisa,a não ser o nome,a identificaria de modo tão flagrante aos olhos de quem te lê aqui,onde aparecem pessoas de todas as alamedas do Brasil?Mas não se aborreça não,homem,ao contrário, tome como um elogio,como uma prova de que tu conseguistes desenvolver uma clara identidade estilística.De escritor para escritor eu te digo:essa é a nossa maior conquista.
        até…

  17. Herivaldo diz

    Pessoal,

    Como eu disse há pouco, descobri a doença há dois meses, estava com 1.8 milhão de copias e comecei imediatamente o tratamento. Hoje, dois meses depois, estou com 98 cópias.

    Mas uma coisa está tirando meu sono: peso. Mesmo em tratamento, já perdi 5 quilos. Isso também aconteceu com vocês? É normal? O peso volta depois? Quando?

    Eu sempre fui magro. Mas agora, mesmo em tratamento, caí de 67 para 61.5 kg. É muito, as pessoas já estão notando… Estou muito preocupado!

    Quem tem alguma experiência nosso pra compartilhar comigo?

    • Alessandro - Cuiabá MT diz

      Bom por enquanto caiu sua carga viral, excelente noticia, porém agora tem que subir seu cd4 e esse é um processo mais lento, mas vai ganhar peso sim, por hora tente comer até quando n estiver com fome rsrs e coma sempre mais um pouquinho que a sua saciedade, eu perdi pouco peso mas tenho facilidade em ganhar, tbm estou completando 2 meses de tratamento, mas tinha apenas 55 mil cópias oque acho estranho pois meu último contato de risco deva ter sido a mais de 01 ano da infecção mas deve variar de caso para caso, hj tirei sangue para calcular minha carga viral e cd4 e vai demorar o resultado, assim que sair eu digo.

    • Herivaldo, eu estava com CD4 razoável e CV em número médio para alto, mas nada tão alto segundo o infecto. Perdi 4kg em um mês só de pensar no futuro. O Dr me afirmou que eu estava com saúde boa, só queria um segundo exame antes de começar a TARV. Resultado? Além do peso o CD4 despencou pra pouco mais de 200, ele beirava 500 antes. Ansiedade prejudica muito.

      • Herivaldo Virulato diz

        Pessoal, muito obrigado. Fui no médico e está tudo bem. Emocional mesmo…

        A aceitação tá daquele jeito… uns dias melhor, outros pior!

        E estou assexual. Não consigo nem pensar no assunto. Acho que meu maior aliado será o tempo mesmo. Minha esposa também, ela tem me apoiado muito!

  18. Carioca_positivo diz

    Herivaldo, vc tem se alimentado normalmente? Como tem sido a aceitação de sua nova condição? Eu perdi uns 6 quilos no primeiro mes da descoberta ate o resultado do CD4 e CV. puro emocional, perdia o apetite, comia e a comida voltava… Mas, ja recuperei 4. Rs… Converse com seu médico, mas se n sente nada físico com certeza é seu psicológico… 😉 Fica bem! Logo logo deve recuperar esse peso.

  19. sampapoa diz

    olá… acompanho silenciosamente a muito tempo esse blog e os “comentaristas”. me fazem me sentir menos sozinho… me descobri ser soropositivo faz uns nove meses… gostaria de parabenizar o “jovem soropositivo” pela criação desse espaço tão interessante como também os participantes assíduos. sem saber, me reconfortaram bastante e de certa forma me fizeram ver a vida a partir daqui com um outro olhar, mais feliz e confiante.

  20. sampapoa diz

    Olá… acompanho silenciosamente a muito tempo esse blog e os “comentaristas”. Fazem-me sentir menos sozinho … me descobri ser soropositivo faz uns nove meses e somente meus pais e meus irmãos sabem…
    Gostaria de parabenizar o “jovem soropositivo” pela criação desse espaço tão interessante como também os participantes assíduos. sem saber, me reconfortaram bastante e de certa forma me fizeram ver a vida a partir daqui com um outro olhar, mais feliz e confiante, sem os estigmas e sem a “lavagem cerebral” dos quais sofri por muito tempo pela mídia (lembrando das campanhas de cunho duvidoso da mídia televisiva sensacionalista. me sinto vitima dessa mídia pasteurizada e massificada).
    Depois de passado o susto, porém, ainda estou um pouco melancólico… como se não estivesse mais íntegro… (deve ser algo natural, parte do processo… o chamado “luto clínico”)…
    Também me vejo muitas vezes preocupado em como farei para me relacionar afetivamente daqui em diante… não com a relação prática em si (já que sei e está mais que comprovado que sou um parceiro sexual seguro, etc), mas em como explicarei daqui em diante de minha condição sorológica para a pessoa que eu acreditar ser “merecedora” de meus sentimentos… acredito que terei mais dificuldades para namoros em função do pré-conceito que o portador de HIV ainda carrega. Todos os dias me pego “treinando” em situações fictícias imaginárias (falando sozinho e gesticulando).
    Também me revolto um pouco com os argumentos de alguns ao tentarem explicar a razão da epidemia estar crescendo a cada dia: “porque as pessoas perderam o medo do HIV” é uma das teorias mais alienadas e alienantes, simplistas e desumanizadoras. quando escuto isso tenho vontade de gritar “ledo engano, meu caro!!!”.
    Se soubessem como sempre fui neurótico com HIV não falariam asneiras do gênero (meus amigos se riam disso! chegavam a me apelidar de “rei da camisinha” e ironicamente o “rei da camisinha” tornou-se soropositivo… Coisas da vida… coisas de quem está vivo, como disse minha irmã para mim enquanto eu chorava copiosamente a abraçando. Foi ela quem me explicou o processo de luto e me tranquilizou que toda aquela tristeza e medo passariam… e passam… (cada um a seu ritmo)
    Bem não me prolongarei mais!!! isso já está virando um artigo!!! abraço a todos!!! e desde já um feliz natal repleto de muita saúde, amor (é sempre bom) e paz!!!

    • Sampapoa, gostei do seu comentário…..entre mais…comente mais …mais mais e mais!!
      Seja muito bem-vindo ao nosso cantinho!! Um Feliz Natal pra você também!!! tudo de bom!!

      Beijos

      Vida

  21. Gledson diz

    Belissimo texto!! Acredito que o JS ganhou um estagiário. kkkk. brincadeira viu, soh para descontrair mesmo.
    Só queria dizer com isso, que aqui encontramos diversos tipos de pessoas. Esse leitor é tão bom quanto o autor do blog porque analisou o contexto de uma forma geral.

    Os leitores e comentaristas que aqui aparecem, também estão de parabéns com suas informações valiosas. Eu acredito que aparece várias pessoas que acabam de receber o diagnóstico e e caem de ”paraquedas” no blog e não sabe como lidar com esse tipo de informação, e vai aceitando sua condição atual.

    Medo, culpa, angústia tudo isso são sentimentos que TODAS as pessoas tem, temos que ter em mente que o tratamento de uma maneira geral é EFICAZ e a cura está por vir, pode ter certeza disso.

    Abraços e boa sorte a todos no tratamento!

  22. Hoje estou radiante de felicidade!
    E meu coração espera que vocês também fiquem assim.
    Conheci um senhor de setenta anos, porém aparentava bem menos, com ótima feição e porte de atleta.
    Conversando, no COA, me disse ser soropositivo com carga viral indetectavel há 18 anos.
    Que realidade linda e animadora, até então nao conhecia ninguém com esses dados.
    Falei a ele sobre o blog e pedi que publicasse parte de sua história. Tomara que escreva.
    Olhando para ele, pensei em todos, às vezes tento imaginar a carinha de vocês. Leio o blog diariamente. Recarrega minhas esperanças e energias.
    Curiosa e ansiosa perguntei-lhe como se mantinha tão bem.
    Ele me respondeu: tomo minha medicação de forma regrada há mais de 25 anos, tenho uma alimentação adequada, faço atividades físicas regularmente, trabalho e mantenho meus pensamentos sempre positivos, a cabeça é tudo nessa condição. Tenho muita criatividade!
    Me despidi dele, com uma sensação enorme de esperança.
    Em seguida, entrei na Igreja, e agradeci pela oportunidade de conhecê-lo, e pedi a Deus, para que todos vocês tenham o mesmo sucesso no tratamento.
    Peço sempre pela cura de todos, e nesse dia, sei que estaremos todos juntos em pensamentos. Muitos estudos apontam para um tempo de 15 anos.
    Para mim esse encontro foi um presente que divido com vocês.
    Cuidem-se sempre, para estarem bem quando a desejada e sonhada cura chegar.
    Desejo a todos um Feliz Natal e que 2015 seja um ano maravilhoso, com grandes conquistas e sonhos, muitos sonhos que se realizarão.

    Beijo de mãe no coração de cada um!

    • Tiago diz

      Sinto me abraço por você com essas palavras, imaginando minha mãe. ainda não tive, e não sei se terei coragem de dividir essa minha condição com minha ela, poupando-a de um sofrimento, talvez por achar que não vá entender, como eu também não entendia e vivia com o preconceito. Esse exemplo que sitou é o que me faz acreditar que sim, eu posso ter uma vida longa e feliz mesmo sendo soropositivo, hoje entendo que todos,TODOS que possuem uma vida sexual ativa, estão sujeitos a infeccao pelo HIV, uma vez li em um blog que para estar 100% protegido do vírus seria somente não praticando sexo e não tendo comportamentos arriscados. Hoje, o maior sofrimento não e ser portador do virus HIV, o maior sofrimento é o preconceito, esse preconceito que eu carregava e que muitos possuem, mas não os julgo por entender que isso e falta de informação, quando se diz a palavra AIDS, como eu, antes do diagnostico preferia nem tocar no assunto. Lembro-me que quando fui informado da alteração do meu exame, eu teria que fazer um confirmatorio, cogitei em nao fazer e viver eternamente com essa duvida. Por medo, principalmente do preconceito. Da falta de informação, assim como o diabetes e outras doenças que são mil vezes piores, há vida após o diagnostico positivo. E ha vida com qualidade, com riscos minimos de transmissao. Certo que não é a melhor coisa do mundo, mas hoje entendo que todos, todos estamos susceptiveis a se infecctar, por hiv, assim como estamos susptiveis ao virus da gripe, alguns com maior ou menor risco. O proplema é o estigma que essa doença carrega, que faz com que muitos deixem de fazer exames, com medo do seu proprio preconceito.Tenho 26 anos, seis meses de dagnostico. acredito que eu tenha me contaminado por alguem que não sabia sua sorologia, na verdade não sei como me contaminei, descobri em um exame de rotina como sempre fiz, sempre me cuidei. Mas de alguma forma, aconteceu. Porém, ainda tenho muitos sonhos e a esperança de que os alcançarei, com ou sem esses vírus.

      Beijos… Feliz Natal, boas festas… Tenha certeza, 2015 nos reserva grandes alegrias. Estamos juntos, unindo forças, em orações, energias positivas.

      • sis diz

        Há algum tempo tenho acompanhado a leitura desse blog e isso tem me trazido muita motivação e me feito muito bem! Ao autor, Jovem, a à todos vocês que dividem esse espaço aqui, meu muito obrigado! Vocês têm sido conforto em momentos em que não tenho ninguém para dividir meus medos e anseios. Nunca percam isso de vida!
        Tenho certeza que realmente o preconceito é um dos nossos maiores inimigos nessa jornada. Apesar das proteções com leis, avanços na medicina, parece que as pessoas não se preocupam em entender o mal que causam em estigmatizar os outros. No último dia 1 de dezembro, dia mundial de combate a AIDS, li textos muito bons a respeito do tema, porém em contrapartida li outros que perderam a oportunidade de promover uma idéia de esperança para aqueles que estão nessa luta. Nós somos os verdadeiros modificadores da história dessa epidemia, pelo simples fato de termos o conhecimento e o tratamento adequado dessa condição.
        Assim como esse senhor de 70 anos, e assim como eu e você, querido Tiago, teremos as mesmas oportunidades de viver nossos planos e sonhos, independente dessa infecção. Entendo sua preocupação em poupar sua mãe disso, mas encontre aqui a chance de sempre ser abraçado quando assim o desejar.

    • Mãe!!!! Obrigado por essas palavras de conforto. Vamos tomar esse encontro como uma forma esperança para todos os nos!!!

    • Pequena + diz

      Filhosorop

      Puxa, me emocionei 😦
      Me senti abraçada por minha mãe.
      Obrigada, vc não sabe como estava precisando disso.
      É certo que 2015 será um ano de grandes conquistas e realizações na vida de todos nós que frequentamos esse blog 😉
      Bjus no ❤

      Pequena +

    • CARA + diz

      poxa, realmente animador esse seu relato!
      tomara que ele nos conte e faça parte do nosso “círculo de amigos” aqui do blog.

    • Geni Positiva diz

      Filhosorop que lindo e bom é ler o que vc escreveu!!!!!!!!Nos enche que esperança. Que tenhamos um 2015 cheio de novidades!!!! Bjs

    • Alexandre diz

      Filhosorop, não quero ser estraga prazer. A história do senhor de 70 soro+ é muito bacana. Nos enche de energia. Mas me deixa te fazer uma pergunta: como esse senhor toma a medicação dele de forma “regrada há 25 anos” se a medicação existe há 18 anos? Será essa história uma história ou uma estória?

      • Cida diz

        Meu caro, eu cito 3 nomes, então, pra vc: Magic Johnson, Valeria Piassa Polizzi e Gregory Efthimios Louganis.
        Vc realmente acha que esses seus comentários negativos são oportunos? Acha que ajudam em alguma coisa? Pp vc não os guarda para vc?!

        • Alexandre diz

          Kkkkkkkkkk! Minha cara, há 25 anos atrás não existia o coquetel. Ela foi clara no relato dela ao dizer que o senhor de 70 anos disse que toma os seus remédios disciplinadamente há 25 anos. Como? As vezes vc sabe explicar.

        • Especulador diz

          falar a verdade aqui nesse país já virou “pensamento negativo”? já estamos nesse nível?….

            • Carioca_positivo diz

              Galera, provavelmente ele tem o virus a 25 anos, e toma os remedios desde que apareceram… –‘

              • Alessandro diz

                Rsrs, isso que pensei, tem pessoas que tem o vírus a tempos porém começou a tomar os medicamentos assim que surgiram, e sabe como é senhor de idade né gosta de aumentar as coisas, a se fosse meu pai falando com certeza teria dito que tomava o remédio a 40 anos rsrsrs

      • Secret Guy diz

        Vai procurar pelo em ovo!

        A maioria dos leitores do blog devem ter percebido a mesma questão!

        Qual o problema se o senhor se enganou sobre o tempo de contaminação com o tempo de tratamento?

        Você vai julgar a moral das outras pessoas, seu Grande Merda?

        Vai criticar a atitude de uma mãe que se enche de esperança e pela vontade de compartilhar sua alegria não verifica se as datas estão corretas chamando ela de mentirosa (estória)!

        Você é um grande merda, seu otário!

        • Alexandre diz

          Vixe, arrumei mais um veado querendo ser meu fã. Não curto cara. Não me leve a mal. E me mostre onde eu julguei a moral dela.
          Engraçado como essas pessoas são tão valentes no blog né? Assim é fácil.

            • MB+ diz

              Ue…pelo que sei o Azt existe desde 1986 e com utilização no combate ao HIV desde 1987 isso dá mais de 27 anos batendo com o relato .

              • Garanto que o Secrets é mais MACHO, que muitos machos daqui do blog.. Pelo menos ele teve coragem de fazer o exame e sabe que é soropositivo.. Ao contrário de gente que acha que tem, que age e fala como se tivesse..só que até hoje não teve coragem de fazer o exame..

                • Cida diz

                  Não creio que tem alguém assim aqui nesse blog, Vida. Quem é essa pessoa, pelamorrr? Porque vou te contar, se existe mesmo alguém que acha que tem o vírus há anos e não faz o exame para saber se tem ou não, o problema é bem pior. Dá até medo de conviver com gente assim, né? bjim e não liga pra esses perturbados que não enriquecem em nada as nossas vidas 😀

                  • Secret Guy diz

                    Não podia deixar a ironia de lado!

                    Quanto ao Alexandre, eu, como quase todos, li todos os posts desse blog desde o diagnóstico e percebi que ele age assim há um bom tempo!

                    Esse conceito de macho dele além de ser completamente estúpido não condiz com a pessoa dele. Um extremo cuzão!

                    • Alexandre diz

                      Secret GAY, mais um personagem do JS. Kkkkkkk

            • Alexandre diz

              Vc não me conhece. Tenho certeza que se me conhecesse não falaria isso!

  23. Boa noite gente! Vim compartilhar com vocês os meus presentes de Natal..

    Como muitos aqui já sabem, após 5 anos de “sucesso” tomando a combinação Kaletra, lamivudina e tenofovir (sucesso pois sempre me mantive indetectável e com o CD4 elevado), porém, com muitos desconfortos abdominais, em outubro p.p. eu iniciei o meu tratamento com o Efavirenz e FELIZMENTE ele também é um sucesso!! Hoje saíram meus resultados:

    CD4 871 e carga viral INDETECTÁVEL 😀

    Ahhh..minha densitometria óssea também ficou pronta e tive uma leve melhora!! Confesso que eu esperava estar tudo normal, mas o processo é lento e eu tenho que ter paciência!! Sei que vou chegar lá.. Deus há de permitir essa vitória em minha vida. 😀

    “ELE” é tão bom pra mim!!.. Eu só tenho que agradecer por tudo e por todos que ele tem colocado em meu caminho… inclusive vocês aqui do blog… que são MINHA FAMÍLIA…

    Grande beijo

    Vida

    • Alisson diz

      Parabéns Vida!!! Só manter o foco que tudo dá certo!!!

      Beijão

      • Ai meu Mineirin mais lindo!! Vou manter meu foco sim..

        Quando é que você vai nos levar (eu e o Secrets) pra “Duck’s ” comer uns “mineiros”, digo, comer iguarias mineiras??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Beijos

        • Alisson diz

          Eita linda quando vocês quiserem!!! Janeiro darei um pulinho em Sampa, bora topar?

          Beijos

          • Secret Guy diz

            To esperando!!!! E a Vida vai entrar na roda também.. ou vamos entrar na rodinha da Vida?

            • MB+ diz

              Oh mon Dieu!
              Je tiens également à entrer dans cette roue.
              Appelez-moi …

            • “entrar na rodinha da Vida?”…… morri..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
              Ké Ké isso Secrets……nem vem com essa de entrar na minha rodinha….ali ninguém entra….talvez o meu marido entre…mas vai ter que bater pra entrar….tem que pedir permissão!!!!
              Caso contrário minha rodinha ficará como a minha saia plissada….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

              quem não souber o que é saia plissada…favor pesquisar no google.

    • Carioca_positivo diz

      Hoje cedo pensei comigo, kd a Vida??? Rsrs.. ai vc vem e nos presenteia com essas ótimas notícias! Parabéns….Que Deus te abençoe sempre Vida… 😉

      • Carioca meu amor….a Vidinha está aqui!!
        Obrigada!! Que DEUS nos abençoe infinitamente!!

        Beijos e queijos procê!

        • Carioca_positivo diz

          Muito feliz por conhecer vc vida, saber mais da sua história, poder contar a minha também….Que nós aqui no blog possamos senpre contar uns com os outros… multiplicar as alegrias, dividir as tristesas… o fardo fica mais leve… vc é D + 😉

    • Lucius diz

      “ELE” é tão bom e misericordioso comigo também. Fico muito feliz pelos seus resultados dos exames. Abração. Lucius.

    • Pequena + diz

      Vida

      Quanta notícia boa 😉
      Parabéns menina!!!
      Como Papai do Céu é bom d +
      Que 2015 venha cheio de boas noticias e com a tão sonhada cura ❤
      Bjus no ❤
      Pequena +

      • Pequena+….sim, são notícias boas !! Só tenho que agradecer a Deus, Nossa Senhora de Fátima, ao Mineirinnn…hehe
        Obrigada querida!….beijão procê!

    • CARA + diz

      Minha Vidinha linda
      que ótima noticia e que bom compartilhar contigo isso!

      • Meu amor gaúcho….bah guri! minhas notícias são tri legais!!
        Minhas notícias serão tri tri tri legais quando eu entrar aqui e anunciar que desencalhei….que vou me casar..kkkkkkkk

        Beijos e chimarrões procê!

    • Secret Guy diz

      Tá se preparando pro Carnaval!!

      A Graccyane Barbosa que se cuida com Vida na Sapucaí!!

      • Como diz o Téo Pereira…”curuzes”.. o que significa essa Graciane Barbosa? Será que alguém acha ela “gostosa”? Ela está parecendo a esposa do Incrível Hulk….rs

        Secret meu amor…a única passarela que eu vou desfilar …é na famosa “PASSARELA DO ÁLCOOL” em Porto Seguro…..entrarei trançando as pernas…..

        OLHA A VIDA MANGUACEIRA AÍ GENTEEEE!!..RS

    • Mutatis Mutandis diz

      Você merece isso aí e muito mais!!! Feliz demais por você.

      • Mu Muuuuu, sinto a sua vibração!! obrigada meu querido!!

        Beijos e queijos de nózinho procê!

      • Herivaldo Virulato diz

        Parabéns!

        Pessoal, só observo uma coisa, pra agregar. Não se esqueçam de controlar a relação cd4/cd8. Ela indica ativação imunológica e é importante. Quanto mais próxima de um essa relação estiver, melhor. Um Sistema imunológico constantemente ativado é uma das causas dos efeitos colaterais de longo prazo. O meu está em 0.7 e eu estou torcendo pra ele passear de um, tomara!

      • Você “BEM” sabe o quanto eu caminhei……Pra chegar até aqui….. Percorri milhas e milhas antes de dormir…. Eu nem cochilei .Os mais “terríveis ” montes escalei….
        Nas noites escuras de frio…choreiiii.. (e como chorei)

        Felizmente tudo passa…TUDO! Agora é só alegria!!!! 😀

        Jotinha meu amor…foram 5 anos pra chegar nesses números e estou feliz demais da conta!!

        Beijos , queijos e doce de leite procê!!

  24. Adri diz

    Oi Vida,

    Que ótima notícia!!
    Perseverança sempre menina!

    Faço meu Cd4 agora no início do ano e também espero ter boas notícias pra contar pra vocês, minha família positiva!

    Beijo,

    Adri

    • Obrigada Adri! Nem tudo está perdido!! Perseverança sempre!!

      Agora em 2015 aguardaremos os seus EXCELENTES resultados!!!

      Beijosss

      Vida

    • Sampapoa, eu sou do interior de SP….sou das redondezas de uma terra bem sugestiva….a terra da linguiça…Bragança Paulista… 😛

      Você provavelmente já ouviu falar ou já provou da linguiça Bragantina…rs

      Beijosss

  25. MB+ diz

    A vida

    A vida é uma oportunidade, aproveita-a.
    A vida é beleza, admira-a.
    A vida é beatificação, saborei-a.
    A vida é sonho, torna-o realidade.
    A vida é um desafio, enfrenta-o.
    A vida é um dever, cumpre-o.
    A vida é um jogo, joga-o.
    A vida é preciosa, cuida-a.
    A vida é riqueza, conserva-a.
    A vida é amor, goza-a.
    A vida é um mistério, desvela-o.
    A vida é promessa, cumpre-a.
    A vida é tristeza, supera-a.
    A vida é um hino, canta-o.
    A vida é um combate, aceita-o.
    A vida é tragédia, domina-a.
    A vida é aventura, afronta-a.
    A vida é felicidade, merece-a.
    A vida é a VIDA, defende-a.

    • Grande MB….poetando!!!!

      “A Vida as vezes é chata, bata nela!”…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  26. Alessandro - Cuiabá MT diz

    Bom eu irei me ausentar por um período aqui do blog, vou sentir falta, terei de ser internado novamente, pois minha sífilis reincidiu e irei ficar 15 dias internado para tratamento da mesma novamente, passar natal e ano novo em hospital não vai ser legal 😦 mas é para meu bem, e vou passar dessa e volto aqui ano que vem para falar sobre minha melhora, assim espero, obrigado a todos pois aqui me senti bem e confortado ao ver tantas historias de luta e sucesso contra o hiv, e espero ser mais uma de superação para que outros que for passar por isso se espelhem e queiram muito viver assim como eu quero, abraço a todos e até mais.

    • Luz diz

      Boa sorte alessandro-cuiabá mt!nao se preocupe pois seu tratamento será um sucesso com certeza!Deus vai te ajudar muito!e Vida,parabéns pra vc pelos resultados dos seus exames!
      Eu tb peguei o meu hoje e deu cv 99 e cd4550 to quase indetectavel,acho q em 1 mes eu chego lá!
      Falei hj com meu infecto q é professor em varias faculdades dos eua e londres sobre o fato de estando indetectavel a gente não transmitir o vírus e ele falou q é verdade mas disse q nao devemos transar sem camisinha pois há muitos casos de re-infecçao por virus q sao resistentes há alguns medicamentos podendo causar falha no esquema arv.ou seja,pessoas de sorologia desconhecida sao sempre um grande perigo!

    • Rafa diz

      Força, Alessandro! Em 2015 você estará muito melhor. Acredite! Não desanime. =)

    • Gledson diz

      Força Alessandro!! Tenha fé e dará tudo certo.
      Desculpa o incômodo com a pergunta, mas eu também tive sífilis.. A sua reapareceu? Depois de quanto tempo? Você não fez o tratamento?

      Boa sorte pra vc!

      • Alessandro - Cuiabá MT diz

        Olá, então eu fiquei internado outubro praticamente todo, 23 dias, fazendo o tratamento da sífilis e nesse mesmo momento descobri tbm ser soropositivo, porém agora nos exames mais atuais ela voltou, não sei por que motivo pois desde bem antes disso já não tenho tido relações sexuais nem nada do tipo, antes na escala do teste antes de minha internação ela era de 1/64 e agora esta 1/128, ou seja esta desenvolvendo, fiz remoção do liquor da lombar ontem dia 18/12, fiz outro exame de sangue para comprovação e tbm já tomei 2 injeções de penicilina e vim para casa, provavelmente hj dia 19/12 surja uma vaga para minha internação e irei tomar por 15 dias penicilina cristalina intravenosa e dia 25/12 exatamente no dia de natal irei tomar mais 2 injeções de penicilina e continuo normalmente com a intravenosa até o 15° dia, e espero que dessa vez de tudo certo.

        • Gledson diz

          Entendi. Pode ter falhado o tratamento, mas n sei pq. Tomei duas doses de penicilina e a infecto mandou eu repetir o resultado em seis meses. Acho muito tempo, mas vou aguardar.

          Obrigado e boa sorte amigo!

    • Alessandro - Cuiabá MT diz

      Obrigado a todos pelo apoio, não escondo estar triste por internar novamente e tbm por ser logo nessas datas, fiquei triste, chorei… Mas é assim mesmo, minha visão foi afetada da primeira vez que a sífilis atacou e ela n esta tão boa, pareço sentir os mesmos sintomas de antes da primeira internação, por isso nem pestanejei em relação a ser internado logo, sei que vai ser difícil mas nem tudo na vida são flores, e essas coisas acontecem para que possamos crescer como seres humanos e nos faz repensar tudo que fizemos ou iremos fazer, novamente obrigado a todos, caso a internet do celular funcione lá no hospital eu entro para dar noticias, mas de pronto já desejo um feliz natal e um prospero ano novo a todos nós :).

    • Alessandro diz

      Bom pessoal, o resultado do meu liquor saiu e deu que esta limpo, sem presença da sífilis nele oque seria o caso de neurosífilis, não cheguei a desenvolver sintomas da sífilis terciaria e acredito ainda que tenho a secundária, vou conversar bem com minha infecto e dizer que com a aplicação que fiz a cerca de 48 horas atrás já senti uma leve melhora em minha visão, ela quer fazer 2 aplicações mas vou falar para fazer como a sua Olem e depois ir monitorando com o tempo, e se for realmente feito isso não precisarei ser internado novamente só ir fazer as aplicações, até pq hj não teve vaga para minha internação, então provavelmente só segunda feira dia 22/12 desde já agradeço a positividade de todos pois fez sim a diferença em meus pensamentos, que só nós sabemos como ficam… um abraço a todos e muito obrigado.

      • Poxa Alessandro, que tenso. Desejo que fique bom logo e que Deus ajude que sua internação não seja necessária. Gostaria de parabenizar sua postura de aceitar numa boa caso precisasse ficar no hospital, reforça que indiferente de qualquer coisa precisamos fazer o que é certo. Obrigado pelo bom exemplo!

    • Alessandro, força menino!! realmente é para o seu bem….e em breve estará aqui conosco interagindo!!
      Feliz Natal…Feliz 2015!! Com muita saúde e paz!!

      Grande beijo procê!!!!!!!

    • Alessandro… quase um ano depois da sua postagem aqui no blog é que eu fui te encontrar!
      Eu espero muito que você esteja bem e que tenha curado da sua sifilis.
      Você é meu conterrâneo e quero te ver muito bem viu.
      Espero que esteja bem.
      aguardo pedindo a Deus por noticias suas nick.caffiole@gmail.com

  27. Tati diz

    Força Alessandro… Assim que tiver alta nos dê notícias… Vou rezar por vc!! Um Feliz Natal… E que o próximo ano seja maravilhoso!! Bju!!

  28. Carioca_positivo diz

    Força Ai Alessandro… Que vc se recupere logo e 2015 está logo ai! Fica com Deus!’ Quem puder me add no Skype adiciona ai, vou adicionando a galera que eu for achando o contato nos coments. Vlw! cariocapos2014@gmail.com

  29. Olem diz

    Alessandro… Força e coragem… eu fui diagnosticado com sífilis e através dela o meu diagnóstico poisitivo para o HIV chegou… momento muito doloroso. Mas fiz tratamento… tomei uma injeção em cada nádega três vezes, depois de seis meses refiz o VDRL e estava 1/8. O infecto ainda quer refazer em mais alguns meses.
    Ainda não iniciei o tratamento com os ARV, meu cd4 é de 550 e devido o meu trabalho irei iniciar a medicação somente em Janeiro quando estarei de férias.
    Ando muito ansioso, com medo da medicação. Mas eu quero muito viver… quero viver muito!

    Tenho andado pouco aqui, me manifesto pouco aqui também… o tempo não tem sobrado.

    Mas gostaria de reforçar que esse blog e os posts dos integrantes têm me salvado a vida… é aqui que me alimento de vida.

    Agradeço…
    Retorno logo…
    Carnaval? Alguém vai p Recife?

    • MAYCONJP40 diz

      Olem blz rapaz! Antes de mais nada confia em Deus, depois no seu Médico, blz!
      Relaxa, quando você começar a tomar a medicação vai sentir melhor, caso tenha alguma reação é normal, agora se você achar algo muito diferente, procura seu médico, ante de começar a tomar a medicação, peça ao médico para te explicar o que fazer com os sintomas, ele vai ser o seu parceiro “casamento” mesmo, a ele conte tudo, explore o máximo que você poder dele, só assim você terá confiança nele e ele em você.
      Com relação ao carnaval eu vou sim, moro em JP/PB pertinho
      me add no SKYPE MAYCONJP40
      Podemos conversar por la, abraços e vá viver sua vida, não fica pensando nesse vírus, ok!
      Agora sempre DEUS no comando!

  30. Lúcia diz

    Boa noite gente estou aproveitando este blog , para participar a todos , vi este link no blog do positivo vibe , depois de tanto roubo neste pais , temos que fazer algo para mudar esta situação , já mandei um e -mail anônimo para o jornal extra , tentei mandar para o fantástico e não estou conseguindo .

  31. Rafael diz

    Alguém aqui passou a ter zumbido nos ouvidos após começar o trataemnto ? Tenho zumbido fazem 7 meses e desconfio da lamivudina….

  32. MAYCONJP40 diz

    Bom dia! Estou afastado a um tempo do blog, alguém pode tirar uma dúvida. Tenho HVI a 2 anos e a 1 ano e 6 meses tomo a medicação “indetectável” desde o primeiro mês de medicação.
    Perguntei ao meu médico: “Se eu tenho HIV ou se já é AIDS” nunca tive absolutamente nada, não desenvolvi nenhuma doença, fiquei surpreso quando ele disse que eu tenho AIDS! Isso procede? Alguém pode me responder?

    • Alessandro diz

      Bom vou tentar te explicar de uma forma que vi um infecto gringo falando, a AIDS pode se desenvolver através de qualquer doença que enfraqueça seu sistema imunológico, ou seja se surgir uma nova doença hj que ataca nosso sistema imunológico e nos deixa com a defesa fraca a AIDS se instala, essa palavra aids nada mais é que síndrome da imuno deficiência adquirida, por estar com poucas defesas qualquer vírus, bactérias e fungos vão conseguir se proliferar com facilidade em seu organismo, o gringo até citou outras doenças que tbm geram a Aids, além do hiv, no caso o Lúpus tbm abaixa nossas defesas, o câncer tbm, e com as quimioterapias etc que mata as células cancerígenas tbm mata as células boas, tbm desenvolvendo o quadro de AIDS, vc tem apenas o vírus HIV e se cuida e não vai desenvolver aids, seu médico foi infeliz no uso das palavras, e outra coisa, mesmo que um dia alguém seja diagnosticado já com poucas defesas e o quadro clinico já instaurado para aids, assim que começar a tomar os medicamentos e se tratar das infecções e controlar tudo e as células cd4 subirem novamente vc sai do quadro de aids e passa ter apenas o vírus HIV, tentei ser bem didático pois no inicio tbm fiquei com bastante duvidas a respeito, espero ter ajudado, abraço.

      • Mayconjp40 diz

        Boa noite Alessandro, valeu a explicação. Rapaz eu fiquei bolado, pois desde que eu descobri que tenho HIV segui todas as recomendações médicas, nunca tive nenhuma doença oportunista, meu cd4 sempre foi alto, carga virial quando descobri estava em 800 cópias, hoje estou indetectável a mais de 1 ano e 6 meses.
        Agradeço pela explicação, abraços!

  33. Lúcia diz

    Trecho do link que postei acima , (Uma das pesquisas prestes a ser prejudicada é a do grupo de cientistas da Universidade de São Paulo (USP) que tenta desenvolver uma vacina contra a Aids, totalmente nacional, desde 2002. Com sucesso, a imunização já passou por testes em camundongos e pelos primeiros ensaios em macacos, com financiamentos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), do CNPq e do Ministério da Saúde na ordem de R$ 1,5 milhão. Diante da redução de recursos para o fomento à pesquisa científica, Edecio Cunha Neto, pesquisador que lidera os trabalhos, considera difícil estimar quando a vacina anti-HIV poderá ser disponibilizada para programas de imunização do vírus. A vacina ainda precisa passar pela fase 3 do ensaio clínico, que mensura a eficácia. Trata-se de um teste realizado com milhares de pessoas para saber se o grupo vacinado registrou menos infecções em relação ao que não foi vacinado. Essa etapa, porém, requer recursos significativos, na ordem de US$ 50 milhões a US$ 100 milhões. )

    Talvez a pessoa que colocou dedinho negativo , tenha a cura .Uma das pesquisas mais avançadas indo por ralo abaixo.

      • Especulador diz

        a AIDS um dia vai ser curada(funcionalmente ou não),talvez até num futuro não muito distante mais. Agora sérias desordens morais como o “dilmismo”, o “lulismo”,ou,enfim, o “petismo fanático”,só podem esperar cura sob duas condições: um milagre,ou a morte.

        • O Alexandre e o Especulador parecem aquela musiquinha…aonde a vaca vai…o boi vai atrás… kkkk e tá na cara que é a mesma pessoa ho-ho-ho

  34. Hope,
    Vi em uma postagem quem seu médico particular providência a medicação de seu marido. Gostaria do contato dele, já que o meu infecto (também particular) não disponibiliza este tipo de serviço. Facilitaria muito a minha vida. Se puder, me manda um email ou add no skype: pmota78@hotmail.com
    Obrigado 🙂

  35. Caio diz

    Oi. Gostaria de uma ajuda.

    Descobri semana passada que fui infectado pelo HIV tipo 1. Uma infecção de menos de um ano, porque dezembro passado deu negativo.

    Moro no Rio, alguem conhece um bom infectologista por aqui??

    Pelo que li no blog, muito bom, aliás, os primeiros exames prioritários sao pra detectar a carga viral e o cd4, certo? E como é este lance da genotipagem? Poderiam me sugerir posts aqui que possam me ajudar a esclarecer estas duvidas iniciais?

    Grato

    Caio

  36. Jovem+ diz

    Agora que eu vi que essa reportagem é a mesma da do Sérgio aí em cima.
    Pelo menos essa tá em português pra quem não entende o inglês.
    Boa sorte aí para nós!

  37. Hope diz

    Gente, queria só expressar minha alegria! Não recebemos nenhum exame bacana hoje, mas, pela primeira vez, desde o diagnóstico do meu marido, transamos sem preocupação, de camisinha, mas sem grilo, e foi muito bom (depois vou morrer de vergonha de ter falado isso, mas acho que vinho e felicidade me deixaram desinibida)b! Hoje, tenho certeza, que para sempre seremos um casal feliz! Em duas semanas faremos exames, eu, para confirmar a sorologia, que deu negativa no primeiro exame, ela para o primeiro CV e CD4 depois do diagnóstico, mas antes disso, faremos uma viagem de lua de mel de amanhã até dia 30, até doa 30… sem as crianças, só nós!
    Devo muito às coisas que aprendi aqui… por hoje e para o futuro…
    Tenho muito sorte de ter um companheiro de vida como meu marido!
    Um abraço e feliz Natal para todos!

  38. jana diz

    Olá! Estou com uma dúvida tomo o kaletra,tenofovir e o lamivudina.Ontem meu irmao foi buscar para mim os remedios e o tenofovir e o lamivudina se transformou num unico comprimido. Mas será q é um único comprimido ao dia? Alguém pode me ajudar?

    • MB+ diz

      Jana,

      Sim .. um unico comprimido ao dia…pode ficar tranquila…esse é um comprimido 2 em 1 que passou a ser oferecido as pessoas que nao se adaptaram com o efavirens.
      Então continua tomando o kaletra só que agora acompanhado de apenas um comprimido teno+ lami.

      • jana diz

        Obrigada MB+, pelo menos diminuiu o número de comprimidos rs. Feliz Natal a vc e a todos do blog! Bjos!!!

  39. Vivi diz

    Galerinha peguei meus exames hoje e depois de 5ANOS que fui diagnosticada hiv + iniciei meus arvs tem 1 mês e já estou com cv indetectável e cd4 538 … Minha medica disse que meu organismo respondeu muito bem aos medicamentos e que isso e normal acontecer mas e muuuito raro em meos de 1 mes ja fiquei indetectável …. e em fevereiro vou trocar de 4 medicamentos para 1 … Muito feliz , depois de tatas coisas ruim algo bom aconteceu….

    • JP diz

      Ou Vivi
      Você é de que estado? Eu tomo 4 comprimidos diários (1efavirenz, 1tenofovir e 2lamivudina. Li alguma coisa de 2 em 1(teno+lami) mas meu médico disse que é só pra quem começar a terapia agora e que o 3 em 1 não pode ser produzido no Brasil e por isso não tá sendo distribuído nem pra quem começa a terapia agora. Sabe algo sobre isso? Sou de Porto Alegre.

      • CARA + diz

        que estranho JP

        sou da serra gaúcha e desde que comecei minha tarv (set/2014) tomo o 3×1.

  40. L+ diz

    Olá gente, boa noite, descobri que era portador do vírus dia 05/12/2014, como tinha entrado de ferias e ia viajar no dia seguinte pra casa dos meus pais, acabei não deixando para fazer a consulta e os exames agora em janeiro. Eu senti o chão abrir sob os meus pés, fiquei e ainda fico pensando todo dia, tem dias que fico mal, acabo ficando muito inseguro por não estar fazendo o tratamento ainda. Os meus pais tem aquela imagem de HIV dos anos 80, onde o portador adoecia, emagrecia e morria, eu estou determinado a não contar pra eles, mas me encontro em um dilema, eu possuo plano de saúde, a minha dúvida é, se eu fizer todo o processo pelo plano de saúde, todos os exames e consultas vai vir na fatura mensal que meus pais pagam? Se optar pelo sus, possue a mesma eficiência? Estou apavorado 😥 Obrigado pela atenção desde já

    • CARA + diz

      Oi L+
      tb tenho plano de saúde e optei por fazer o acompanhamento pelo SUS. Não sei de qual cidade vc é, mas aqui no sul (RS) o acompanhamento é bem eficiente.

      Para vc ter uma idéia, o exame anti hiv que fiz, foi pelo plano e sabe por que optei em fazer pelo SUS? Por dois motivos: o primeiro que ao ir retirar o resultado, me entregaram como qualquer outro exame, sem nenhuma orientação de o que deveria ser feito dali para a frente. Abri ao chegar no carro, crente que estava tudo bem e se sofresse do coração, poderia ter enfartado na rua (hehehe), literalmente.

      A partir dai, foi tudo por conta própria. Aqui eles chamam de Centro Especializado em Saúde, diretamente ligado a Secretaria de Saúde da prefeitura da cidade, que trata de tudo. Então certeiramente saber que seu caso é HIV, só vc e os profissionais que irão te acompanhar.

      O outro motivo, é que os médicos infectologistas que atendem pelo plano, atendem pelo SUS aqui em minha cidade. Então…

      Na época, questionei alguns profissionais (que agora são de minha confiança) sobre as diferenças entre fazer pelo plano e fazer pelo SUS e te digo, pra mim, não valiam a pena. Além dos custos adicionais com consultas, exames… a diferença de dias para ficarem prontos os exames é de mais ou menos 10 dias. E os remédios só podem ser retirados nas farmácias junto a estes centros especializados em saúde, via SUS.

      Sugestão, procure onde fica o CTA (Centro de Testagem e aconselhamento) de sua cidade (na internet mesmo) e depois vá lá, pedindo para fazer um exame para DSTS. Para isso vc precisa ter o cartão do SUS, que fica pronto na hora (informe-se na internet onde eles fazem o cartão na sua cidade).

      Aqui, antes de fazer qualquer exame, vc vai para uma sala, somente vc e um profissional da área (psicólogo, ass. social…) e ali, vc já pode mostrar os resultados dos seus exames anteriores. A partir dai já te darão a devida atenção, orientação e encaminhamento. Os profissionais são preparados para lhe dar com a situação e te darão todo apoio necessário nessa hora difícil.

      No mais, estamos aqui para ajudar, trocar idéias, aprender um com as situações do outro, por esse motivo, não nos deixe!

      Com o tempo vai ver que não é o fim do mundo conviver com o HIV e sim, o início de uma nova vida.

      • Realmente o início de uma nova vida. Pode parecer estranho, mas o diagnóstico positivo me fez ter mais qualidade de vida, agora me cuido com todo ser humano deveria fazer, mas eu era “saudável”, então era displicente com minha saúde. Bom comentário Cara+.

        L+, nunca tive plano de saúde particular, recomendado que ligue no SAC da empresa, eles seguramente vão te esclarecer o que cobre ou não no seu plano sem ter que pagar a mais. Na minha cabeça o plano particular era só pagar a mensalidade e pronto, tipo consultas e exames eram cobertos pelo plano.

        Em relação ao seu chão que se abriu, você não vai cair nele. Não abra seu diagnóstico a não ser que seja último caso, é um direito seu, mesmo que seja para seus pais (somente conte para quem quiser e sentir confiança). Aqui em São Paulo os CRT’s , segundo ouvi dizer, atendem bem. Eu precisei passar um dia no SUS e foi super rápido e o infecto não ficou devendo em nada para o meu do convênio.

        No mais só posso te dizer para manter a cabeça pra frente, temos uma vida e um horizonte para alcançar, como todo mundo. Se cuida, você no máximo fará um tratamento por algum tempo, ficará muito bem. No começo é duro, estou indo para sete meses de diagnóstico e as vezes dou uma surtada ainda, mas estou bem mais seguro que no começo.

        Boa saúde, TMJ!

        • Pequena + diz

          Go on

          Pelo menos no CTA que faço tratamento não.
          Vou exemplificar.
          Meu último exame de Carga viral e Cd4 foi em outubro.
          O próprio infecto no seu prontuário fala,retorno para nova coleta no início de abril.
          No finzinho de março irei lá agendar a coleta e volto no dia marcado pela pessoa responsável da agenda, faço a coleta e já agendo infecto para ver o resultados dos exames quando ficar pronto.
          Tenho uma caderneta onde marco as datas de exames e consultas.
          O nosso bem estar depende de nós mesmos 😉
          Espero ter ajudado.
          Um forte abraço da Pequena +

  41. ed+ diz

    Eu descobri ontem, 7/1/15, to chorando até agora, pesquisando descobri esse blog, achei que seria bom desabafar, tenho 19 anos e sem mais grandes expectativas sobre a minha vida. Ler os posts e comentários ja ta me ajudando um pouco, queria ter essa força e saber que tudo vai ficar bem…

  42. Júnior diz

    A descoberta nunca é um momento fácil. Eu descobri a poucos meses indo doar sangue com meu namorado. Recebi a carta para refazer os testes mas como meu namorado não tinha recebido fiquei até tranquilo, achando que poderia ser qualquer outra coisa.

    Não é fácil, e acho que o mais difícil é lidar com as lendas do que com a doença em sí.

    As vezes tenho a impressão que as coisas TEM que acontecer. Nos últimos seis anos tive 4 relações sexuais sem preservativos, miseras quatro e foram suficientes. Meu namorado, mantendo relações sexuais comigo durante um ano e meio, saiu ileso, graças a Deus, quem vai explicar.

    Ainda tenho muitas dúvidas e alguns medos, não me desesperei, pelo contrario, tive que consolar todos meus amigos, mas no fundo a gente não sabe o que esta por vir.

    Ainda não comecei o tratamento, o médico do SUS disse que eu poderia, mas que a minha contagem de CD4 ainda estava alta então eu podia esperar.

    Vou fazer em médico particular, mas morro de medo dos efeitos colaterais e do número de comprimidos que tem que tomar por dia.

    O engraçado é que quando o improvável e inesperado acontece, você acaba acreditando que tudo de ruim pode acontecer, outro dia achei que estava tendo um infarto, agora é engraçado, mas na hora fiquei desesperado.

    Acho que no fundo tudo tem um propósito a gente tem que aceitar e seguir em frente. Como disse um amigo meu, nos dias de hoje a notícia de um cancer é bem mais devastadora.

    Abraços a todos.

  43. Anjo positivo diz

    Boa noite família !!
    Descobri q sou portador do HIV dia 02/02/2015 , estou muito abalado ,se não fosse pelo blog acho q já teria surtado …
    Toda terça sempre jogo futebol socyte , na tentativa re regir hj eu fui jogar , corri , driblei , até chapéu eu dei , fiz gol , ajudei na defesa , catei no gol , bom fiz td com muito mais intensidade,sabe parecia até q era a última vez q eu iria jogar bola não queria perder de forma alguma , mais perdi de 1 x 0 , durante a partida , olhava em volta e me perguntava , se eles soubesse ? Estranho saber q agente Ta doente, mais estranho é saber q o preconceito pode matar mais.
    Não pretendo contar sobre isso pra mais ninguém , o futebol hj foi estranho , mais foi bom , durante o jogo eu pensava comigo mesmo ” vamos reagir, essa doença não vai ganhar , eu sou mais forte !!
    Bom depois q o jogo acabou percebi a fadiga , uma erra dor de cabeça , reparei mais no meu corpo , sinto q ele Ta lutando , na verdade eu quero lutar e viver , graças a Deus eu tenho dó meu lado uma mulher q mesmo sabendo q eu sou soropositivo, mesmo agente tendo apenas 3 meses de namoro ela resolveu ficar ao meu lado , minha mãe tb sabe , ela foi a 1• a saber , quando contei prainha mãe , queria me matar por isso queria q ela soubesse e entendesse os meus motivos. Minha mãe tem me dado muita força está sofrendo muito Tb , e ela me entendeu , meu pai sofreu muito na cama de um hospital e eu não quero passar pelo q ele passou …
    Mais é como eu disse eu tenho muita sorte por ter essas duas mulheres em minha vida . Minha namorada tem um coração e um caracter q me surpreende, e por ela eu estou tentando absorver td isso da melhor forma , aceitando a minha atual confição , fazer tds os exames , fazer uso da medicação e viver.
    Hoje demos um codinome pra minha doença , pra evitar de algum parente ou amigo ouvir nossas conversas , De vez falarmos HIV , falamos cripitonita , Pq nós somos super seres humanos , e não só por isso merecemos viver e sorrir , a minha vida hj vai ser viver pra fazê-la feliz , Pq pra ela eu preciso estar vivo !!
    Meus amigos não estou sorrindo muito pelo contrário, estou distraído por dentro , na verdade queria compartilhar algo de bom no meio de tanta tristeza e sofrimento , quero o bem de tds , Pricimpalmente o de vocês , a palavra hj é de força, não sei se amanhã vou estar tão bem como hj , mais agora é um dia de cd vez , e vive-lo ao máximo !!

    • CARA + diz

      Anjo positivo!

      um dia de cada vez ok!
      como o tempo, você vai perceber que o que sentes, é exatamente o que sentia antes da tal “criitonita”. Só que agora ficamos mais antenados com qualquer “barulhinho” que o nosso corpo dá. Com o tempo, relaxamos!

      Já parou para pensar que essa dor no corpo, essa dor de cabeça se deu em função do esforço excessivo que você fez, para provar para você mesmo que você está bem? é só uma resposta natural que o teu corpo está te dando, mesmo que fosse negativo.

      Faça o tratamento e verás que haverá muito, muito futebol, drible, jogadas pela frente!

      • Anjos positivos diz

        bom dia Cara + !!
        Então, eu sempre tive dores de cabeça, nos últimos meses essas dores de cabeça estavão mais fortes , procurando respostas pra essas dores , vi q nossa atual condição nos favorece pra Ta cefaleia, mais eu tenho um remédio pra essa dor q super recomendo “Naraming” é um pouco caro , vem 4 comprimidos na cx , mais vale a pena , deixo o nome do remédio pra caso alguém sofra do mesmo problema , super recomendo ,inclusive depois de uma cx as dores diminuem, ou desaparecem .
        Quanto ao resto , bom a 1• semana foi a mais difícil , 2 • foi bem difícil Tb , mais teve o um lado positivo nessa história, ao ver o exame negativo da minha namorada depois de tanto tempo tendo relações sem proteção, realmente foi um grande alívio, q me trouxe um pouco mais de paz . O lado ruim foi fazer o exame pela 2• vez e ter a resposta de positivo pra hiv , ali foi difícil , foi como da 1• vez . Mais como eu disse antes , apesar de td acho q sou uma pessoa de sorte por ter uma mulher como ela ao meu lado, oq ela podia não querer mais estar comigo , eu nunca a julgaria por isso , mais muito pelo contrário ela q ficar comigo e enfrentar td isso ao meu lado .
        Sabe tem horas q acho q eu descobri , sobre minha doença? Na hora certa , oq se eu estivesse , sozinho ou com uma outra pessoa , q não me desse essa força q ela me passa , talvez hj agente não estaria tendo essa conversa !
        Depois de 2 semanas , aos poucos eu vou percebendo q eu sou p mesmo de antes , e q a vida continua , não podemos parar , agora é viver, se cuidar e torce pra ver a cura !
        Quero desejar um bom fim de semana , um bom carnaval pra tds vcs !!
        Bjo e abraços !!

    • rcpalmas diz

      eu foi dia 04/02 anjo positivo estmaos na mesma e comecei o tyratamento como 3 em 1 , no inicio da semana um pco tontura e nausesas, muito leves mas hj to reagindo bemo tratamento, querendo conversar t oaqui , meu email rc-palmas@bol.com.br

  44. Anjo positivo diz

    Olá , descobri q sou soro positivo dia 02/02/2015, fiz meus exames , estou esperando o dia da consulta , para ouvir do médico quando do início ao meu tratamento , eu andei lendo sobre a MUTAMBA , parece q o tratamento são apenas 30 dias , será q esse tratamento é sério , alguém pode me dizer sobre isso ?

    • CARA + diz

      mutamba é muamba, lorota da braba. Conversa para boi dormir. Vá ao infecto que ele te dará o devido encaminhamento.

  45. MS+ diz

    Sou soropositivo desde 2011, mas como sempre tive uma imunidade boa e carga viral baixa não havia começado o tratamento. Ontem minha médica disse que tinha chegado a hora e confesso que foi como se tivesse aberto o exame pela segunda vez. Aquele medo, aquela angústia e tristeza voltaram. Tenho medo do futuro, da minha saúde e é claro que não tem como negar o preconceito.
    Mas como disseram por aqui, a gente tem que tentar viver um dia de cada vez. Se apegar ao presente, já que é nele que a gente constrói o futuro.
    Hoje começo a tomar o coquetel já na forma de dose única e não posso deixar de pensar em quantos se foram até aqui.

    Fico feliz que há mais gente disposta a dividir as suas vivências e que esse peso pode ser menor.

  46. Novo postivo diz

    Então galera, depois de 3 exames em clinicas diferentes não teve jeito, estou infectado. Por incrível que pareca ainda não surtei. Pensei em me matar mas não sei o que é mas esta sempre me levando a frente! Ja fui em um infectologista que me pediu os exames iniciais e prontamente ja os fiz. Estou esperando o resultado e na segunda volto em um outro infectologista porque quero enfrentar isso o mais rapido possivel.
    Meu plano é aqueles co-participativo da empresa, sera que tem como eles descobrirem? Ja decidi que não vou contar a ninguem, principalmente a minha familia! Moro com ela e to morrendo de medo dos efeitos dos remedios. Como vou justificar meu passar mal, e no trabalho, e meu corpo vai mudar? São tantas duvidas que chego a pirar!
    O blog descobri hoje e ta sendo de grande ajuda! Obrigado Jovem Soropositivo
    Abraço

    • CARA + diz

      Novo positivo

      sabemos que é difícil nesse momento inicial se manter calmo, mas a dica e a ordem é: faça uma coisa de cada vez e um dia de cada vez. O principal você já fez que foi ir ao infectologista e fazer a bateria de exames, bem como carga viral e cd4, para ver em que pé está.

      Não encane com os remédios, com os efeitos colaterais que em sua grande maioria nem acontecem, ou quando acontecem, são passageiros. Quanto as mudanças do corpo, acredito que vc esta se referindo a lipodistrofia, as novas medicações (que será a que você vai tomar) já não tem a lipodistrofia como efeito colateral.

      por se tratar de um recém diagnosticado, provavelmente você começará com o 3×1, um único comprimido ingerido antes de dormir, ou seja, muito fácil a sua administração.

      Pense nele como sua vitamina para eliminar o vírus de seu corpo. Parece bobagem mas o cérebro nessa hora tem um poder “crucial”. Logo você vai ver sua carga viral ficar indetectável e sua vida voltar ao normal.

      • Novo positivo diz

        Cara +,
        Valeu demais pelas palavras! Estou ate mais calmo, mas sou ansioso fico doido pra ficar com a carga viral indetectável ja. Rs
        Saiu meus exames de C4 e acho que o medico não deve começar a me tratar agora, veja só:
        Linfócitos T Ativador 90,9% – 4.484/mm3
        Linfócitos C4 16,1% – 796/mm3
        Linfócitos C8 7,46% – 3.6891/mm3
        Relação CD4/CD8 = 0,21
        HIV PCR Quantitativo: 996.092 cópias de RNA do HIV – 1/ML (6,00 LOG)
        Valor de referência: não detectado

        Se puder me esclarecer lhe agradeço.

        Abraço

        • CARA + diz

          Novo positivo

          cara, não sou um mega entendedor do assunto. O nosso amigo Sérgio (Sérgio Varella para nós aqui), poderá te falar melhor sobre os números.

          o que sei é que segundo o ministério da saúde, a partir da metade do ano passado, todas as pessoas com testagem reagente para hiv devem/podem ser aconselhadas a começar o tratamento independente de sua carga viral e cd4, pois enfim, estando indetectável, vc deixa de ser um “transmissor” em potencial.

          por experiência própria, só fiquei sossegado quando comecei o tratamento, pois tenho em mente que eu estou no comando e não mais o hiv. Estando em tratamento, você não corre o risco de (numa dessas) te recontaminar com o vírus e também, deixa de ser um transmissor do mesmo. Ou seja, é garantia dupla, tripla, quádrupla, enfim…vc dá as cartas, não mais o vírus.

        • Novo positivo diz

          Cara +
          Valeu demais por sempre responder! Tenho muitos questionamentos ainda mas farei como você disse, um dia de cada vez! Segunda ja vou em um infecto, espero sair de la com a receita e ja começar o tratamento. #ansiedade

          Que Deus me proteja! Rs

          Obrigado novamente!

          Abraço

    • rcpalmas diz

      quredno conversar e manter contato so passar email NOVO POSITIVO

  47. pôr do sol diz

    Olá… Conheci há pouco tempo o blog e fiquei emocionada com todos os comentários. Não sou soropositiva mas meu esposo é. Assim como a companheira do Anjo Positivo, eu e meu marido, na época noivo – descobrimos sua infecção por uma ex-namorada. Entre namoro, noivado e casamento foram apenas 6 meses… E lá se vão 18 anos juntos!!! Tivemos 1 filho de forma natural, muito saudável pois apesar de termos várias relações sem preservativos no começo (eu sei… Loucura!) eu não me contaminei. Faço sempre o teste e , graças à Deus, sempre deu negativo. Passamos por diversas situações difíceis mas sempre superamos. Ele finge que nada tem, prefere nem conversar sobre o assunto muitas vezes. Ninguém na família sabe e vivemos melhor assim. Sua carga viral é indectavel e sua imunidade apenas baixou porque teve gastroenterite que a infecto disse não ter nada a ver com o HIV…
    Bem, só quero desejar sorte, amor próprio, muita, muita saúde e fé para todos. Bjs.

    • D_Pr diz

      De pessoas como você é que o mundo precisa! Me emocionei!! Hoje foi tão pesado o dia, ler isso e ter alguém que nos ame e aceite incondicionalmente faz a diferença! Nos dão esperança pra continuar!!!

      Vida longa a vocês!

  48. M. diz

    Não me canso de ler essa carta. Me faz muito bem! Espero que você esteja muito bem V. !

  49. Eduardo diz

    Oi gente. Animador ler tantos comentários positivos e realistas do que é viver com HIV hoje. Fui diagnosticado há quase dois meses e é sempre bom trocar uma ideia com quem também está passando pela mesma situação que eu. Qualquer coisa é só mandar e-mail ou chamar no hangout soro2403@gmail.com

  50. Maksuel diz

    Acabei de saber da confirmação da infecção. Ainda não consigo associar a minha vida com HIV e tão pouco verbalizar a minha condição para a minha família ou amigos próximos.

    • Lu diz

      Querido amigo. Precisando de ajuda estamos aqui. Vi a data do comentário. Espero que esteja melhor, o psicológico é a parte mais complicada em qualquer situação desconhecida. Fica com Deus!

  51. Lu diz

    Quatro meses atrás me descobri soro positiva. Hoje é meu primeiro dia de medicação. Após os dois primeiros meses difíceis, descobri o que é ser feliz de verdade. Hoje faço o posssivel e até um pouco do impossível por mim mesma. Descobri o quão maravilhosa é a vida e o direito/dever de reviver. Assim me sinto, no privilégio da vida. Beijos seu blog é maravilhoso.

  52. Pedro diz

    Me emociono muito lendo todos os comentários. Recebi meu diagnostico dia 03.06.2015 e nesse curto intervalo de tempo muita coisa mudou. Sinto muito medo do meu futuro, ao contrario do texto magnifico do leitor quando eu era soronegativo sentia-me “imortal” por achar q vivia em um mundo de certezas e não incertezas. Hje o que me ronda é a incerteza, o medo e a angústia. Até ontem (17.08.15) eu tinha um namorado que me deu todo o amparo possível quando descobri estar infectado – eu não pensei 2x e prontamente contei a ele. Ele quem me levou a infecto, me acompanhou nas consultas e me fez ver que mesmo diante de tanto preconceito alguém ainda poderia me amar, mas infelizmente não durou muito tempo. Apesar de todo o medo e incerteza que senti e ainda sinto, saber que tinha ele ao meu lado me enchia de conforto e esperança por dias melhores, agora me sinto abandonado literalmente. Minha familia não sabe, amigos e ainda estou morando sozinho em outro estado. Encontrei o site agora a pouco pesquisando no Google relatos de outras pessoas portadoras do HIV, tudo é muito recente p/ mim, e estou completamente desnorteado 😥

    Gostaria de parabenizar e agradecer o autor do texto e o responsável pelo blog, alem de todas as pessoas que dedicaram 1 minuto do tempo p comentar algo positivo e motivador.

    Espero que o tempo possa amenizar meus medos, inseguranças e toda a dor q estou sentindo por perder alguem tao especial em minha vida.

    mais uma vez obrigado

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s