Diário
Comentários 384

A política pode ajudar a controlar a epidemia de HIV/aids

Brasil Post
O controle da epidemia de HIV/aids sempre esteve muito ligado — senão totalmente dependente — à duas coisas: desenvolvimento científico e vontade política. O primeiro evoluiu muito, das dezenas de pílulas diárias com terríveis efeitos colaterais para o atual único comprimido diário de baixíssima toxicidade. O segundo, por sua vez, teve seus altos e baixos.

Diz-se, por exemplo, que se o ex-presidente americano Ronald Reagan tivesse sido mais enfático na resposta inicial contra a epidemia, no começo dos anos 80, é possível que esta nunca tivesse tomado proporções mundiais, tal como aconteceu. Desde a primeira publicação médica sobre a doença, em 1981, passaram-se anos até que Reagan mencionasse publicamente a aids pela primeira vez, em outubro 1987, e finalmente tomasse medidas para controlar a doença. Neste intervalo de seis longos anos, a imprensa já divulgava amplamente notícias sobre a epidemia e, mesmo assim, Reagan mantinha silêncio. Quando resolveu agir, os Estados Unidos já contava com quase 60 mil casos identificados de infecção naquele ano — 28 mil dos quais morreram. Desde então, estima-se que o HIV/aids já tenha matado 36 milhões de pessoas no mundo todo.

Com o avanço médico e científico, as mortes foram controladas. Cada vez menos pessoas morrem de HIV/aids e, por isso, passamos a contar os vivos: hoje, há 35,3 milhões de pessoas vivendo com HIV/aids no mundo todo. E a expectativa de vida daqueles que têm tratamento adequado já é muito semelhante à de pessoas que não vivem com HIV, com tendência a se igualar nos próximos anos. Para avaliar a epidemia, também é computada a taxa de incidência, isto é, o número de novas infecções. Para que a epidemia seja controlada precisamos impedir que novas infecções aconteçam.

As ferramentas médicas e científicas para isso já estão disponíveis. Sabemos, por exemplo, que é muito importante aumentar o número de testes realizados. Um exemplo prático é o caso de São Francisco, nos Estados Unidos, onde o aumento do número de testes de HIV reduziu o número de novas infecções. Com mais testes, as pessoas eventualmente diagnosticadas positivas para o vírus iniciam o tratamento mais cedo, o qual, bem-sucedido, reduz vertiginosamente a transmissibilidade, inclusive em casos de falha no uso da camisinha.

Esse entendimento, aliás, influiu diretamente na legislação americana: em julho deste ano o Departamento de Justiça americano publicou o “Guia de Melhores Práticas para Reformar as Leis Penais Específicas para o HIV e Alinhar com Fatores Cientificamente Comprovados”, a fim de acabar com as leis discriminatórias que ainda vigoravam em alguns estados daquele país e já levaram à cadeia centenas de soropositivos que não transmitiram o vírus a seus parceiros sexuais. Agora, ao invés de condenar soropositivos à prisão, a justiça americana está ordenando que busquem tratamento antirretroviral.

Mais recentemente, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças americano (CDC, na sigla em inglês) lançaram uma nova campanha de HIV/aids exclusivamente focada no tratamento para o HIV, como meio eficaz para prevenir a incidência de casos de infecção. Em outras palavras, como diz a própria campanha do CDC: “O tratamento para o HIV funciona”. A ideia, com isso, é fazer com que as pessoas não tenham medo de fazer o teste de HIV e iniciar o tratamento, fundamental para reduzir a transmissibilidade.

Americanos, britânicos e canadenses já atualizaram suas diretrizes sobre a redução do risco de transmissão com o tratamento antirretroviral e vários países já adotaram a profilaxia pré exposição, que consiste no uso controlado dos medicamentos antirretrovirais para prevenir a eventual exposição ao HIV em populações vulneráveis, tal como recomendado pela OMS. Nesse quesito, infelizmente, o Brasil está para trás: o País ainda não fez uma diretriz que oriente seus profissionais de saúde sobre os últimos avanços científicos. Como consequência, as informações divulgadas são, muitas vezes, contraditórias e equivocadas, aumentando a desinformação sobre prevenção, teste e tratamento.

O País sempre foi exemplo na luta contra a aids, com tratamento universal e gratuito. Precisamos continuar assim e melhorar, acompanhando de perto os últimos estudos, aumentando o número de testes e cuidando melhor da distribuição de medicamentos, tão importante para estimular a adesão ao tratamento. É preciso acabar com as frequentes reduções no estoque de medicamentos que temos experimentado nos últimos anos e implementar o antirretroviral em único comprimido, prometido há vários anos e que ainda não chegou às farmácias do SUS. Também precisamos falar mais sobre HIV/aids para reduzir o estigma. Silêncio não funciona.

Ainda assim, Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Everaldo Pereira (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSOL) preferiram não falar nada sobre a epidemia de HIV/aids. Sequer responderam à pergunta: qual a sua proposta para combater a epidemia de HIV e aids no país?, feita pela Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids (ABIA) para a edição de setembro de seu Boletim. O único candidato que o fez foi Aécio Neves (PSDB).

Em seu discurso, Aécio vai ao encontro das últimas diretrizes da OMS, ao dizer que “os programas de prevenção abordarão temática atualizada, não preconceituosa e objetiva, com foco nos grupos mais vulneráveis diagnosticados através de inquéritos epidemiológicos realizados e divulgados em todo o país”. Sobre o número de testes, afirma que “o objetivo é reduzir o diagnóstico tardio através da disponibilização de testes rápidos”. Ele não se posiciona claramente sobre a profilaxia pré-exposição, mas abre espaço para conversa, dizendo que este é um assunto a ser “discutido pela academia, organizações não governamentais e governo sempre galgados em protocolos científicos e clínicos de desenvolvimento local e internacional.” Enfim, ele tem o meu voto.

image_1393626039

Anúncios

384 comentários

  1. Pequena + diz

    Muito bom esse post 😉
    Não sei se todos notaram mas ultimamente na maioria das mídias abertas quase se não comenta nada sobre HIV, (avanços, prevenção, leis, preconceito) Apenas na época do carnaval, ou seja, será que nossos governantes imaginam que se transmite HIV apenas no Carnaval?
    Aqui na região onde moro foi criado algo como o dia D.
    Campanha de exames rápidos em postos de saúde voltados especificamente para o HIV e as Hepatites.
    Foi bem divulgado e pelo que li, teve boa adesão.Ainda não saiu os resultados em números.
    Pois eu mesma antes de saber ser soropositiva tinha muito pouca informação sobre esse assunto.
    Sinceramente tinha muito preconceito 😦
    Espero que nessa próxima eleição os candidatos eleitos percam esse olhar preconceituoso e invistam mais em políticas voltadas para prevenção, tecnologia, estudos e desmistificação desse tabu HIV.
    Enfim fica aqui meu comentário ❤

  2. ex ex ex Deprimido diz

    Sabes pequena, eu tambem tinha um certo preconceito. Eh incrivel como tudo muda, quando o churrasco eh no nosso quintal. A fumaca nao incomoda, nao eh mesmo?
    Eu tambem achei otimo este post. Eu nao moro no Brasil, entao nao sei muito bem como eh a realidade ai. Tenho uma certa referencia por estar em contato aqui, mas pelo que eu vejo, eu nao acho que o Brasil seja referencia mundial. A unica coisa que eu vejo eh a distribuicao gratuita dos remedios (quando estao em estoque). Agora mesmo estava lendo sobre o que comentaram neste blog sobre a pilula unica, que somente sera distribuida no RS e AM, e assim mesmo somente para os novos infectados. Eu tomo a pilula unica, e no meu pais ela ja existe ha dois anos.
    Como o Brasil pode ser entao referencia mundial no combate a aids?
    Fica aqui tambem meu comentario.

  3. ex ex ex Deprimido diz

    Pequena+, desculpe o “p” anterior 🙂
    E acrescentando, a pilula unica existe aqui ha dois anos, mas eu so comecei a toma-la quando descobri que estava com o virus, ou seja, 3 meses atras.

    • Pequena + diz

      ex ex ex Deprimido

      Fique tranquilo, estamos aqui para expor nossas idéias 😉
      Aliás estamos todos no mesmo barco…rs…
      Um ótimo final de semana!!!
      Bjus da Pequena +

  4. Alex diz

    Eu também tinha um mundo de preconceitos antes de me saber soropositivo. Aliás, mais medos do que preconceitos. Tudo derivado da minha ignorância, claro. Depois que fiquei a par do meu diagnóstico passei a ler tudo o que pude em reportagens, estudos, avanços científicos, etc e fui derrubando esses preconceitos/medos um a um.

    Tenho a impressão de que o vírus está me transformando, de alguma maneira, em uma pessoa melhor. .

    • Olá Alex, não vou dizer que eu era preconceituoso, pra falar a verdade, essa história de AIDS parecia ser uma realidade tão distante da minha, sabe aquele pensamento idiota de que isso nunca irá acontecer? que é uma possibilidade tão remota.
      Hoje vejo meus amigos comentando sobre a doença de uma forma tão leviana, tenho medo de debater esse assunto e acabar despertando suspeitas, então na maioria das vezes eu fico na minha, tento até mudar de assunto, mas o preconceito dos outros me incomoda e me dá mais medo ainda de me expor, de conhecer alguém, de sair com os amigos.
      A questão é que, apesar de poucas pessoas entenderem o que é ser soropositivo, fato é que ninguém quer pegar de jeito nenhum essa doença, por isso a gente se sente meio estúpido de deixar isso acontecer.

      • Sérgio diz

        Olá L , o engraçado é que com o Ebola , Hepatites etc . . .. , não existe esse preconceito , na verdade esse preconceito não vem nem por causa da principal rota de transmissão(sexual) , esse preconceito vem do inicio da doença que era conhecida como clube 4h – usuários de Heroína , Hemofílicos , Haitianos( o CDC em 1982 descreveu como fator de risco , ser de origem Haitiana , inclusive tem estudos que afirmam que o hiv se espalhou pelo mundo através do Haiti) , e os Homossexuais , os 4h. Com todo respeito a todos homossexuais , tem muitos que acham que heterossexual não pega. É muita ignorância . Há muitos anos , tive uns sintomas estranhos , estava com medo do hiv , procurei um clinico do meu plano para pedir um exame de hiv , ele chegou na minha cara e falou ” vc teve alguma relação com outro homem?” , eu respondi não , mais sai com várias mulheres e nem sempre me protegi , ele me mandou ir pra casa e relaxar que eu não tinha pego nada. Muitos tem esse pensamento.

        • Nossa Sérgio! Um comentário desses vindo de um MÉDICO? Fiquei chocado com isso!

          • Sérgio diz

            É mole L ? Tem médicos que tem essa cabeça? Foi exatamente assim que ouvi , nunca mais voltei nele.

  5. Alex diz

    Ah, e sobre o ótimo post, um comentário. Eu acho que o Brasil já não é referência há MUITO tempo. Desde o momento que recebi o diagnóstico até eu marcar a consulta com o infectologista li muito a respeito de tratamentos, etc. E soube da pílula única, que existe desde 2007. Perguntei se não havia isso no Brasil e ele fez uma cara meio que surpreso dizendo que óbvio que não e que não deveria existir tão cedo. :-O
    Sete anos de atraso em introduzir uma pílula me parece que significa estar bem longe de ser qualquer tipo de referência.

    • Alexandre diz

      Alex, imagina então os novos ARV que já estão com o uso liberado há 1 ano no 1° mundo? Se continuar o PT no governo, mais 7 anos para chegarem aqui.

      • Alex diz

        Pois é. E imagina então quando surgirem as tais vacinas que que servirão como substituição aos ARVs: você toma uma injeção a cada dois ou três meses e só. Isso já está em fase de estudos lá fora e deve ser uma realidade nos próximos anos. No Brasil, só nas próximas décadas.

      • Cult diz

        1º mundo = países do bloco capitalista
        2º mundo = países do bloco socialista
        3º mundo = países subdesenvolvidos

        Tudo isso à época da Guerra Fria…

  6. Alexandre diz

    Um dia desses na ESPN, passou um programa falando sobre o Gerson, um jogador de futebol que morreu de AIDS na década de 90, e o filho da puta do apresentador disse a seguinte frase: ” na época, o Gerson foi muito discriminado pq ninguém sabia ao certo como lidar com a doença. Mas hj já se sabe que A AIDS NÃO MATA TÃO RÁPIDO ASSIM, COMO SE PENSAVA.”
    Prefiro que os meios de comunicação se omitam a falarem besteiras como esta.

    • MB+ diz

      Alexandre,

      Não entendi bem sua colocação, mas tenho que fazer uma observação sobre sua afirmação: A AIDS NÃO MATA TÃO RÁPIDO ASSIM, COMO SE PENSAVA.”

      Bem primeiramente temos que saber dividir o que é soropositivo para HIV e doente com AIDS.

      • O Hiv demora aproximadamente de 5 a 10 anos para causar danos no nosso sistema imunologico o que acasiona a AIDS.
      • Um paciente após contrair a AIDS e sem tratamento o Obto é considerado rapido – de 03 a 06 meses – repito sem tratamento.

      Naquela época não existia tratamento e todos os pacientes eram já diagnosticados com AIDS , pois todos já apresentavam serios problemas de saude relativo a progressão do HIV no organismo.

      Hoje a coisa mudou temos remedios para o tratamento e a poitica para testagem indentificam os portadores no estagio HIV e com a adesão não chegam a AIDS.

      Portanto o que temos que ter em mente é o HIV quando tratado não mata…Já a AIDS mata sim e rapidamente.

      • MB, primeiramente a colocação não foi minha, como vc disse. Foi do apresentador da ESPN. Segundo, ele quis dizer que o vírus HIV hj em dia não mata tão rápido assim. Se ele quisesse dizer AIDS não precisaria de falar que ela não mata tão rápido assim, pois a AIDS propriamente dita continua matando na mesma velocidade de 30 anos atrás. Se vc tivesse escutado a colocação dele teria tido a mesma compreensão e reação que eu tive.

        • MB+ diz

          Alexandre,

          Ah entendi foi dele a afirmação que a AIDS não mata tão rapido , sendo assim tenho que concordar com voce.

          A aids mata sim e rapido…

      • pequeno silva diz

        MB+,

        estou co. Hiv. Comecei o tratamento. Como manterei o tratamento corretamente em 5 a 10 anos terei problemas mesmo assim ou com o tratamento correto viverei bem?

        • MB+ diz

          pequeno silva,

          Dificil te responder isso né?

          Quanto ao HIV sim se fizer uso de suas medicações daqui a 10 , 15 20 anos sim estará vivendo bem…Olhe bem disse relativo ao HIV/AIDS.
          Mas nosso corpo continua seu processo de envelhecimento natural e até um pouco acelerado devido aos ARV’s , e não dá para prever o que pode te acontecer amanhã que dira daqui a 10 anos.

          Tem gente que fica bravo quando falo mas:

          02 copos de cerveja todos os dias provavelmente tera problemas de figado,rins, coração.
          01 maço de cigarro por dia poderá acarretar em problemas respiratorios e até um cancer de pulmão , esofago , boca entre outros.

          Mas continuam bebendo e fumando e não se importam com o futuro não é?
          Agora quando recebemos a noticia de que temos que tomar um remedio todos os dias pelo resto de nossas vidas , pronto , começamos a pensar em rins …figado…coração…etc etc etc.

          Vou te contar um segredo , na minha adolecencia morava em Brasilia e fiz parte da geração Punk Rock da epoca , isto quer dizer ” DROGAS , CIGARRO, BEBIDAS e DROGAS de NOVO” foram aproximadamente 5 anos nessa vida..Bem sabe o que o meu infectologista falou se tomasse os ARV’s durante 50 anos não me causaria tanto mal quanto os 5 anos naquela vida me causaram…Bem 50 anos de ARV’s ao contrario me deixaria curado completamente.

          O que tenho a dizer é para desencanar do futuro e viver o presente , pois o que tiver que acontecer acontecerá com HIV ou sem HIV.

          • pequeno silva diz

            Obrigado pelas palavras. O futuro a Deus pertence.

            Vamos viver o presente!!! E no primeiro dia de pegar medicação uma senhora com 25 anos de batalha. Desde 89 e tava vivendo e com boa aparência.

            • MB+ diz

              Grande SILVA…

              Caro obrigado voce por entender o que eu quero passar.

              Então 25 anos com o bostinha …e ainda em 89 usando o AZT ou o DDI e viu como voce disse esta bem…Agora imagina voce em 2014 com uma medicação muito melhor (e vai melhorar ainda mais) como será daqui a 25 anos , talves daqui a 25 anos nem se lembre do HIV pois podera estar curado..Né?

              • pequeno silva diz

                MB+,

                pois é. O importante é viver. Fazermos nossa parte, nos cuidarmos. E isto farei bem!!!

                vc é o cara!!!

            • MB+ diz

              Rsrs, conheci o Renato pessoalmente mas não posso lhe dizer que era meu amigo, pois Eu era mais chegado ao Fê Lemos e os dois não se entendiam muito bem…amigo mesmo Eu era do pessoal do Plebe …e participava da turma da colina…mas não na época do Renato.

        • MB+ diz

          Vida …vidinha do Mineirim…rsrs …Mas não é a mesma coisa não…HIV é apenas um vírus , um bostinha como costumo chamar…já a AIDS esta é mais seria pois é uma condição de doença e dependendo da fase difícil de curar.

          • Jeremias diz

            você não entendeu o que ela quis dizer(ou se fez que não), e então se limitou a dar uma resposta burocrática, como se a Vida–ou qualquer um aqui– não soubesse da diferença técnica entre as duas coisas.então vou tentar resumir, e deixo as reflexões semânticas e gerais para você:

            pode até não serem a mesma coisa, mas são, sim, a mesma porcaria!!

            • MB+ diz

              Jeremias,

              Se o pensamento é esse voce não se importaria que te chamasse de AIDETICO em vez de SOROPOSITIVO não é?
              Eu ao contrario me importaria e muito…

              • Téo diz

                Se nós que temos conhecimento do assunto tratarmos de maneira igual HIV e AIDS, nós estaremos permitimos que as outras pessoas tratem essas coisas de forma igual.
                Isso só aumenta o preconceito. É importante deixar claro sempre a diferença. São coisas diferentes e devem ser tratadas de maneira diferente. Não há “reflexão semântica” que possa ser usada pra corroborar esse absurdo.
                É bem isso MB+, vc foi preciso no comentário. =)

              • Jeremias diz

                Isso se chama coitadismo e isso está transformando este país em fuligem barata. O que “coitadinhos” precisam entender é o seguinte:se os tratamentos são de fato eficientes, ninguém, em decorrência disto, adquirirá a “AIDS” e, portanto, jamais poderá ser chamado de “aidético” com o mínimo se sensatez. O uso de palavreados desse naipe depõe exclusivamente contra quem os emite, e jamais deveria tirar de tempo ao extremo quem quer que seja.Ninguém é “aidético” assim como ninguém é “soropositivo”; qualquer coisa que você realmente “seja” com toda evidência será algo bem diverso e longe dessas definições.A maneira de lidar com “preconceito” não é dando respostas diminuídas e acuadas, daquelas que tentam transformar complexo de inferioridade em “justiçamento rebelde”, coisa que não é em hipótese
                alguma.Ao contrário, esses lances precisam ser tratados com altivez e desembaraço, para a partir daí denunciar a torpeza do ato, seja com recursos pessoais–como o uso de ironias, sarcasmos e indiferenças–seja com eventuais recursos jurídicos nos casos flagrantemente mais graves.
                “Se importar” é vitimismo, e vitimismo só pode gozar de algum “Hype” num país como o Brasil, tomado de assalto por um partido(PT) promotor de sentimentos de “vingança social” entre grupos plenamente capazes de prescindir desses afagos políticos, mas que preferem montar no pangaré do politicamente correto como se estivessem cavalgando no mais indomável e belo corcel negro dos desertos árabes.Se preocupem mais com o aspecto científico da AIDS, se ocupem mais com a liberação dos anticorpos monoclonais, se indignem com a burocracia exagerada das agências,vão às ruas falar disso; se preocupem, enfim, em exigir a cura(funcional ou virológica), porra!!!!

                “Quem não sabe desprezar, não sabe respeitar”

                      Friedrich Nietzsche.
                
                  • Sérgio diz

                    A diferença fica nos números de cd4 , grande diferença. Aids pode ser um nome feio que carrega muito preconceito , mais Síndrome da imunodeficiência Adquirida (Sida / Aids) já soa melhor , mais que no fundo no fundo é a mesma coisa , ficar diferenciando por números , não tem muita lógica. A verdade é que ninguém gosta de ouvir ” Tá com Aids” , soa muito melhor ouvir “Está com hiv” , isso é fato!

                    • MB+ diz

                      Pô ta dificil de enterder mas vamos lá:

                      Todos nós já nos informamos muito sobre HIV/AIDS, mas é claro que temos muitas dúvidas. Uma delas é sobre a diferença de HIV e AIDS. Existem vários sites especializados onde podemos encontrar as informações corretas, sérias e atualizadas, os quais explicam essa diferença, e é somente nesses sites que devemos acreditar aqui na internet. Porém não custa nada traduzir para o mundo leigo (do qual fazemos parte eu, você e a imensa maioria) e resumir o assunto de maneira leiga e para nós leigos.

                      HIV: É o vírus que causa a AIDS. A sigla significa Human Immunodeficiency Vírus, e em português Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH/HIV).

                      AIDS: É a doença causada pelo HIV. A sigla significa Acquired Immune Deficiency Syndrome, e em português Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA/AIDS).

                      HIV e AIDS: Quando uma pessoa é comprovadamente contaminada pelo HIV, o vírus se multiplica e ataca o seu sistema imunológico, que é o responsável por defender o organismo de doenças. Essa pessoa passa ser portadora do HIV. Todos nós temos um organismo semelhante, porém cada um reage de forma distinta/diferente, o que significa que, muitas pessoas podem viver anos sendo portadoras do vírus sem apresentar nenhuma doença oportunista relacionada ou definidora da AIDS, ou seja, não desenvolveram a AIDS, mas podem transmitir o vírus.

                      A AIDS se manifesta após algum tempo da contaminação pelo HIV (esse tempo depende da reação de cada organismo), quando a resistência do organismo começa a ser vencida/debilitada pelo vírus. Nesse momento começam a aparecer sinais e sintomas que indicam a presença das chamadas doenças oportunistas, por exemplo: tuberculose, pneumonia, herpes zóster, sarcoma de kaposi, pneumocistose, neurotoxoplasmose, meningite criptocócica, retinite por citomegalovírus, linfomas não Hodgkin. Claro que não são nessa ordem e muito menos todas ao mesmo tempo.

                      É nessa fase que podemos dizer que a pessoa tem AIDS, pois as doenças definidoras da DOENÇA AIDS estão presentes. Essas doenças são chamadas de oportunistas porque se aproveitam da destruição das nossas defesas do organismo, causadas pelo HIV, para se instalarem. Lembrando que, além do vírus, existem outros fatores que colaboraram para a manifestação da AIDS, como: saúde no geral, alimentação, vícios, excessos, psicológico/emocional, etc.

                      Portanto não é só CD4 que caracteriza o estado de AIDS e sim varios outros fatores.

          • hahaha eu sou a vidinha só do Mineirim “mes” uai…só que o Mineirin não é só meu… 😛 Tenho que dividir a fornada de pão de queijo com outras.. snifando..rs

            PS: pra mim tudo continua sendo a mesma porcaria!!

            • MB+ diz

              Vida….

              Chatinha voce né? rsrs….tá bom voces venceram

              HIV = AIDS.
              SOROPOSITIVO = AIDETICO.

              E não se fala mais nisso…sumidinha…

              • Sou chata sim! E não estou sumida…estou sendo consumida..(entendam como quiser!) rs

                Mb+ antes de me descobrir “sangue azul”, eu nunca tinha ouvido falar essa palavra soropositivo e creio que a maioria da população também não!
                Eu sempre ouvia assim: Sabe fulano ? Ele tem aids! Ele é aidético! Eles não tem conhecimento e sempre vão usar esse termo que é pejorativo.
                Recentemente eu descobri que eles usam um outro termo que é um pouco menos desagradável…Eles falam assim:
                Sabe fulano? ELE TÁ COM A TIA!!. rs
                deve ser por conta do SIDA… Tia Sida.rs

                • MB+ diz

                  Rsrs … entendi

                  Uma futura sogra uma vez falou asim:

                  “Voces dois podem casar pois os dois estão bixados mesmo!”

                  Se referindo a mim e sua filha , pode?

                  Consumida…Adoro.

                    • CARA + diz

                      minha querida Vida…
                      sabe que estou bem com a Tia Sida!!! Claro, muito melhor seria não ter a encontrado, mas de verdade mesmo, depois que comecei a tomar o 3×1 que percebi o quanto estava doente e nem sabia. Não sentia nada antes, mas me sinto muito melhor agora… digo fisicamente!

                      As vezes acho que a questão é muito mais psicológica mesmo. Na real é aquela máxima que diz que somos o que pensamos. Então tenho cuidado bastante do meu pensamento tb.

                      Outra questão, não abri para ninguém e irei fazê-lo somente se sentir necessidade mesmo, pois sabe como é…

                      sou fã de vc! acho hilários seus comentários! Espero te encontrar um dia no skype para batermos um papo.

                    • essa Tia é uma enxerida! Tento me livrar dela, mas ela não larga do meu pé. Maldita Tia Sida.

                • Oi Vidinha! Sdds…. No meio GLBT há mais gírias, dizemos que a pessoa está beijada ou que ela tem o doce ou que esta com o doce. O preconceito é forte, menos mal que portar HIV não dá cara de que está +

                  Bjin

                  • Binhomais

                    Saudades de vc também menino! Está tudo bem contigo?
                    Adorei as gírias….tenho aprendido algumas com meus amiguinhos..rs

                    Eu sou um doce…tô com o doce, fazendo doce e meu doce tá querendo ser beijado..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

                    • Sérgio diz

                      Olha , olha , olha o que vc fala dona vidinha kkkkk

          • Sérgio, Jeremias…ainda bem que tenho .vocês do meu lado!.. Obrigada meninos!

            Beijão

            • CARA + diz

              Vidinha, amadinha

              carapositivo@outlook.com

              te add num dos endereços que vi que vc deixou por aqui, mas para meu desespero, vc está sempre offfff!!!!

              me add vai!!! quero mais que virtual contigo …. hahahahahahaha

              ontem conversei pelo skype com o MarcosFortal e falamos de vc, do quanto somos fãs dos teus comentários hilários e do teu alto astral!!!!

              essa Vida é tudo de bom!!!

          • Ahhh Sérgio, agora eu posso dar a desculpa que estou sob o efeito do “efavironha”….rs

            vixe! então eu tomo efavironha desde que nasci!..rsssss

            • Sérgio diz

              Oi Vida , sim , agora pode kkkkk , não perca nunca seu bom humor . Beijão

  7. Hoje eu estou aqui para dividir um pouquinho da minha felicidade com vocês!
    18 de Março Cd4=189.
    26 de setembro Cd4= 801.
    Aquela piscadinha pro céu 😉 Deus é Maravilhoso.

    • Parabéns Limoeiro! Isso serve para muitos aqui, que já até brigaram comigo, verem que o que manda é a genética, e não tão simples e unicamente o inicio do tratamento precoce. Começou com CD4 lá embaixo e em 6 meses está em níveis de soronegativo. Assim como vc tantos e tantos outros milhares de pessoas começam o tratamento com CD4 muito abaixo do recomendado e recuperam completamente suas defesas. Ficam amedrontando as pessoas falando que se começarem a tratar tarde não recuperam sua real condição imunológica. Sempre falei e volta a falar: conversa pra vender mais ARV!

        • carlos diz

          Oi Li! Novato neste post, mas li comentários seus. Inclusive que seu tratamento se iniciou quando seu CD4ficou menor do que 200. Carga viral 50 mil.Na realidade, por iniciativa própria solicitei exame hiv, isso faz cinco anos e meio. Quando na infecção me debilitei muito. Por sorte meu primeiro contato com médico foi bom infectologista. Meu primeiro teste de contagem foi CD4 igual a 200. Ele me acalmou dizendo que poderia ser devido ao estresse ao saber do resultado. Que era para repetir teste um mes depois. Bola pra frente. Chorei o que tinha que chorar. Das tres opções escolhi lutar e ir em frente. mudei aimentação. Atenção maior para legumes ralados e crus, carne branca, nada de alcool, nem fumo. Comecei a fazer corrida duas vezes por semana. alimentos integrais. Resultado:CD4 saltou para 700.Naturalmente. Bom, depois meu CD4 estabilizou-se em 350 a 430. nesta faixa. carga viral diminuiu, caindo de 50 mil para 30 mil, o que se mantém. Mas, sempre tenho que argumentar com médico, que hoje por esta no RS é diferente do que eu tratava anteriormente. Vira e mexe fala que devo iniciar tratamento . quanto mais cedo mais chance. chance? que chances? lendo seu post, você confirma que eh possivel sim, postergar o tratamento inicial sem perder as tais chances de sobrevivência. Aliás, deveria ser banida esta questão de sobrevida e tal isso tal aquilo. Particularmente, acredito que devo postergar o início, pois mesmo auxiliando na dizimação do vírus, os retrovirais não deixam de ser uma droga, em todos os sentidos. Nestes seis anos, como foi a sua decisão em iniciar, por que iniciou? Sua carga viral foi aumentando? CD4 baixou significativamente? Praticamente, foi uma declaração meu texto, mas como vi no post, talvez ajude outros na mesma situação que a nossa.

        • carlos diz

          carga viral que menciono no início foi a minha no primeiro teste de carga viral.

          • Olá Carlos, tudo bem? Então… começei o tratamento depois desse tempo todo pq não sabia minha sorologia. Iniciei o tratamento 20 dias após a descoberta. Por isso meu cd4 estava baixo e carga viral 1.498.443 se não me engano. Sim os medicamentos são drogas! porém são eles que me matém viva… pense nisso 😉 Beijos ♡

      • Cult diz

        isso não é uma regra. tem gente que inicia o tratamento e não consegue estabelecer cd4 acima de 500, como é o caso do JS….

        • Concordo. Mas o que é propagado é que se vc começa o tratamento tardiamente vc dificilmente recupera os seus níveis. Sei de vários casos que contradizem isso, mas assim é pregado, quase que como uma regra.

          • Secret diz

            Então…

            eu já tenho visto o contrário! Casos de lenta evolução do CD4!

      • Alê, não é limoeiro …é li moreira..rs
        Certo dia eu li um comentário com esse nick e também achava que era limoeiro..rssss
        Você pensou em limoeiro..limão…CAIPIRINHA!!!! né?

    • Camillo diz

      Aê Li!!! Viu? Não te disse? Agora é só continuar se cuidando!

        • MB+ diz

          li,

          Sabe o que isso quer dizer? que apesar de ser portadora de um virus , no caso HIV, voce tem padrão de saude de uma pessoa normal, espero que sua CV esteja indetectavel também.

          Ah…só uma coisinha hoje estive conversando com um infecto e ele é diabetico …por curiosidade ele solicitou um exame de cd4 …sabe quanto deu? 450…sabe quantos comprimidos ele toma por dia ? seis e mais uma injeção …todos os dias…Dificil a vida dele também …né?

          • Oi Mb+, falta bem pouco para ficar indetectavel.
            Pois é, todos temos problemas…
            Também vejo pessoas soronegativas que estão bem piores do que eu.
            Eu não sinto que tenho essa Doença.
            Uma boa dose de auto engano as vezes faz bem! Rs
            A única coisa que ainda me deixa muito triste é o preconceito das pessoas comigo
            Cidade pequena o Inferno é grande. 🙂

              • Oi Xxxnow, Tudo Bem?
                Eu tinha uma sala em um salão de beleza aqui na minha cidadizinha.
                E No momento que descobri surtei…
                Não consegui guardar pra mim.
                Acabei contando pra 2 pessoas que trabalhavam comigo, E mais 3 “Amigos”
                Contar pra 5 pessoas que não valem um pacote de NAFTALINA foi o bastante para minha vida virar um inferno…
                todos ficaram sabendo, algumas pessoas me paravam na rua pra perguntar, outras ficavam me olhando e cochichando, dezenas de solicitações de Amizade no facebook, msgs por inbox.
                Resumindo o que acabou comigo NÃO foi o HIV e sim a lingua das pessoas.
                Digo e repito cidade muito pequena o inferno é grande.

                • Oi Li, eu também moro em cidade pequena e MORRO de medo de alguém ficar sabendo. Quando descobri contei aos meus pais, que acabaram contando para um amigo próximo deles, morro de vergonha quando esse amigo pergunta “como está?”
                  Também contei para meu ex namorado, já que estávamos tendo relações sexuais antes de eu descobrir minha sorologia, ele ficou tão desesperado que contou para o melhor amigo dele, hoje nós já não temos contato e eu morro de medo dele ou o amigo dele terem comentado com mais alguém.
                  Desde então estou evitando sair de casa, ainda converso com meus amigos pelo whatsapp e sempre vejo o pessoal na faculdade, mas sair pra balada? não. Na maioria das vezes fico em casa, estudando, ou jogando video game. Cinema? melhor ver filmes em casa mesmo, até excluí minha conta no facebook e não adiciono desconhecidos no Instagram. Espero ansiosamente a oportunidade de mudar de cidade, toda vez que tenho que buscar o medicamento entro em pânico com medo de alguém me ver, tenho até aquela mania de perseguição achando que todo mundo já sabe e está falando de mim pelas costas.

                  • Caetano diz

                    Oi L,tem skype ? Relaxa um pouco cara,também me sinto assim as vezes! Se precisar conversar tamo ae,abraço

            • CARA + diz

              Poxa Li…. também vou te dizer que a primeira leitura que fiz foi limoeiro, hehehe e até fiquei pensando, pq será esse nick? hehehe

              que bacana ler seu depoimento, me encoraja. A sua história é muito parecida com a minha. Que bom, ganhei o dia hoje e sei que aquela piscadinha para Deus é muito, muito importante.

              E tão importante quanto é a gente manter a cabeça no lugar. O psicológico bom, focado em coisas boas, positivas, pra frente… que ai fica tudo muito, mas muito mais facil.

              Obrigadão mesmo!

              • Oi Cara+, Esse nick é fogo viu kkkk
                E a vida segue… vamos ter Fé e pensamento Positivo.
                Dias melhores para sempre, estão por vir.
                🙂 😉 ☆

    • CARA + diz

      Poxa, notícia muito, mas muito animadora, que comigo seja assim tb! Valeu cara!!!

  8. Infelizmente, os candidatos brasileiros fazem política pensando em votos nas urnas. Se pensarmos que o número de soropositivos no país representa nem um por cento de toda a população do país, não nos tornamos “atrativos” para que políticas públicas voltadas para prevenção e tratamento do HIV/AIDS se tornem prioritárias ou até mesmo entrem na lista (mesmo das promessas não cumpridas) do plano de governo. Para piorar, assuntos que cresci ouvindo que não se discutem se misturam nesta disputa pelo poder. Assistindo a campanha no horário político, que chega a ser 1000% mais engraçado que o Zorra Total (tem audiência isso?), política e religião estão lado a lado de forma danosa aos interesses, principalmente, das minorias segregadas pelo preconceito e conservadorismo.

    É extremamente mais vantajoso oferecer um 13º do bolsa família que um comprimido único e mais moderno para quem precisa diariamente manter o equilíbrio emocional por conviver com um vírus que, hoje não mata se tratado (pelo menos tento me convencer disso), mas assusta bastante. Um + na sorologia que fisicamente pode passar despercebido, mas que vira de ponta a cabeça nossas relações sociais, familiares e afetivas. Temos mais eleitores positivos ou eleitoras com filhos que geram uma fonte segura de renda?

    Na década de noventa, quando surgiu o AZT, o risco de morte do portador do HIV era indiscutivelmente mais elevado que nos dias atuais. O movimento organizado, com militantes que ou mostravam a cara ou definhavam até a morte, lutou pela distribuição gratuita do medicamento. NÃO HAVIA PALNO B. Hoje, vivemos numa relativa zona de conforto, com medo de ter o dedo apontado para nossa cara. Não morremos, mas vivemos uma situação desconfortável de dependência medicamentosa.

    Muitas ONGs, na minha percepção, perderam a força de atuação. Nós, que somos o principais interessados, nos limitamos a reclamar anonimamente nos sites voltados ao tema HIV/AIDS. Deixo claro que esta é uma AUTOCRÍTICA do MEU papel inerte. Não tenho, por exemplo, coragem de postar no face nada referente à luta contra o preconceito ao portador… nenhuma referência ao tema. Acredito que muitos aqui tem até o perfil bloqueado nas redes sociais. Sabe aqueles que você só consegue, no máximo, ver a foto do perfil? Quando vou colocar uma foto minha na página do radar? NUNCA! O seguro morreu de velho e prefiro não arriscar. Se sou covarde? Acredito que precavido é o melhor adjetivo.

    Enfim, se não formos nós, dificilmente alguém lutará pela nossa causa. Quem vive esta situação, sabe o quanto pode perder ao mostrar a cara. Tudo que os políticos precisam para não fazer absolutamente nada a nosso favor! Vivemos em um país referência (?!?!?!?) na política HIV/AIDS que oferece medicamento gratuito para muitos portadores que não tem o que comer no almoço. Que nem imaginam que existe este tipo de debate no diariodeumjobemsoropositivo. E os meios de comunicação, só para constar, com os filtros de informação só contribuírem para que a gente fique bem no cantinho dando graças a Deus estarmos vivendo. REVOLTADO.

    • Jeremias diz

      você está corretíssimo. uma lúcido comentário. É preciso, de certa forma, agradecer esses remédios de agora, mas é preciso dizer também, bem alto,que tratamento crônico não é cura, como alguns médicos espertalhões já estão começando a insinuar. O tratamento ainda NÃO é bom o suficiente e tratamento NÃO, NÃO e NÃO É CURA!!!!Nos Estados Unidos o grau de compreensão geral é maior do que o daqui e, portanto, vemos comentários como esse abaixo, extraído do site TheBody:

      “Regardless of the diagnosis, regardless of disease, we have to stay positive in everything that we’re doing. Research has its downturns and upturns, but we have to be able to stay positive, because it’s a process.”

      This was probably the only non-optimistic statement I didn’t find disturbing. You’ll never walk a thousand miles if every stumble is followed by a lecture on the importance of accepting where you’re at.

      What scares me here is not that a number of avenues have turned into dead ends, but that so many people suggest we’re not going to get where we want to go because we’re currently lost. That’s not “realism”, that’s pessimism. Most of us with HIV were never newborns treated within hours of infection. Most of us never hoped for a pyrrhic victory with a stem cell transplant. I also don’t think it’s appropriate to try to convince people that PrEP is a vaccine, and ARVs are a cure. They’re not, as evidenced by ongoing access issues, adherence problems, comorbidities and stigma. We deserve better than “realism”, we need a cure.

      Leiam no link abaixo a matéria toda e vejam como tem médico cuzão, meio que de leve, jogando a verde de que talvez já esteja “bom”.

      http://www.thebodypro.com/content/74961/a-bad-year-for-hiv-cure-research-experts-mix-reali.html?comments=on#commentTop

      • MarcosFortal diz

        Vidaaaa ❤ concorrência com este mineirim é desleal 🙂 rsrsrsrsrs! Bjaooo

  9. Nós precisamos de uma cura.
    Isso é fato.

    Mas isso não vai resolver nossos demais problemas…
    Temos que seguir vivendo e sentindo o que queremos sentir… Alegria, tristeza. Tudo dosado e na hora que quisermos e pudermos.

    Um abraço JS e demais!

  10. Sérgio diz

    Amigo Barasa , concordo contigo , a cura virá , agora se depender das industrias farmacêuticas demorará um pouco , pois o que mantém a maior parte do lucro delas são os Arvs. Espero a cura de alguma universidade , da NIH , da Amfar , ou de algum grupo de cientistas apoiados pela fundação Bill e Mellinda Gates , que tem investido muito nessa área . E tenho quase certeza que se um desses que eu falei acima descobrir a cura , as industrias farmacêuticas lançarão as curas delas em seguida , pois com certeza elas tem algo promissor , mais não vale a pena pra elas investir nisso tendo tantos Arvs que lhes geram milhões. O Ebola me deixou isso muito claro , foi dado 3 anticorpos monoclonais , a 3 infectados , sem nunca terem feito nenhum teste em humanos , e curaram os 3 infectados. Minha pergunta , os 3 anticorpos monoclonais(Zmapp) entraram nas fases de estudo para serem aprovados? Claro que não !!! Já estão produzindo em larga escala , e em dezembro já tem a quantidade para atender a todos. Os anticorpos monoclonais já foram demonstrados ser muito melhores no tratamento do hiv do que os Arvs , mais parece que estão fazendo tudo para impedir . O próprio Ibalizumab (anticorpo monoclonal) , só tem demonstrado ser excelente no tratamento do hiv , tem pessoas que só estão vivas graças a ele ( O próprio Nelson Vergel , do site The Body) , não respondia a mais nenhum Arvs , com hiv há 30 anos , e o ibalizumab (ele conseguiu ser inscrito no estudo , sendo um grande ativista) tem feito muito bem a ele e salvo a vida dele . E está uma dificuldade para ser aprovado . É complicado demais. Com o Ebola nada disso acontece , como já disse aqui , o Ebola não gera tratamento , então só resta a cura , mesmo sem passar por nenhuma fase de testes.

    • Jeremias diz

      exato!o ibalizumab já está mais que comprovada sua eficiência. e liberação, cadê? isso vai acontecer com todos esses fantásticos anticorpos monoclonais, como o pro-140, por exemplo…

      • Sérgio diz

        Perfeitamente Jeremias , o Ibalizumab tem mostrado uma eficácia excelente , tem salvo vidas . O pro-140 também , espero que eu esteja errado , mais até serem aprovados acho que virá muitos Arvs por ai. Os Anticorpos estão preocupados em usar apenas contra o Ebola , que não gera tratamento permanente. Entro em sites estrangeiros e lá também vejo pessoas indignadas em relação a burocracia com o Ibalizumab.

        • Sérgio diz

          Corrigindo
          ” Os Anticorpos estão ai para serem usados apenas contra o Ebola”

        • Jeremias diz

          sim, as pessoas no estrangeiro, pelo fato de estarem mais próximos dos pontos originais da pesquisa já tem muito, mas muito material para aborrecimento. parece-me que o ibalizumab já está em teste há quase 15 anos. é revoltante!!é treta por cima de treta, o circo está óbvio no tema HIV, ainda mais que agora eles encontraram um termo técnico para vender anti-viral para parcelas soronegativas=Prep. A militância para questões de agilização de remédios realmente novos–não falo de arvs–é bastante inócua, estranhamente inócua. Os anticorpos, sim, são uma nova classe de remédios. cade a militância–especialmente a brasileira– falando dos anticorpos monoclonais? zero, zero, nada!!!!se brincar a maioria nem sabe o que é…eita brasilsão!!!

          • Sérgio diz

            Jeremias , o foco agora é o truvada na prevenção , como vc mesmo disse acima , imagina o quanto vai render ? Sim muitos anos de burocracia com o Ibalizumab , e nem sei mais o quê , acho que tem empresas que injetam dinheiro para atrasar ou encerrar , com produtos inovadores. Poxa , não é possível que o Ibalizumab não consiga por nada chegar ao mercado!!! Entre no The Body , envie uma pergunta a Nelson Vergel o que o Ibalizumab significa pra ele. Ele está vivo graças a ele , apesar de mais de 30 anos com o hiv , vinha de uma falha terapêutica , não respondia a mais nenhum Arvs , depois de tantos anos , e está muito bem graças ao Ibalizumab. Ele conseguiu ser inscrito na pesquisa. Enquanto isso os anticorpos monoclonais , estão a todo vapor na produção para até dezembro , atender a todos infectados pelo Ebola. Vai entender amigo? Tá na cara né? Só não vê quem não quer.

            • Jeremias diz

              Sérgio, se forem liberados anticorpos monoclonais para atacar o ebola, a comunidade HIV PRECISA SE MEXER!!!Pessoas que percebem as coisas e tentam estudar o caso, como você, precisam estar alertas e informar os soropositivos e ,se possível, entrar em contato com pessoas ligadas a instituições relacionadas a Aids.Isso seria o fim, mas o fim da picada!!

              • Sérgio diz

                Sim Jeremias , estudo o caso a fundo e tenho trocado informações com pessoas muito bem informadas de outros países. Vc já parou pra pensar que nunca na história uma doença teve tanta teoria de conspiração? Não estou aqui para vir com mais uma , mais algo errado as pessoas veem , só que a maioria prefere se calar e engolir a seco!!! Amigo , a patente da lamivudina expirou em 2010 , a do acabavir em 2012 , a do efavirenz em 2013 , ai no caso começam a lançar medicamentos combinados , pq? Para melhorar nosso tratamento? Claro que não , para terem novas patentes , vou citar só um exemplo , é o Atripla , na composição tem o efavirenz que já expirou a patente , só que a patente do atripla vai até 2021 , e por ai vai , com os outros combinados é a mesma situação , em 2015 expira o darunavir e a emtricitabina , 2016 lopinavir e ritonavir e 2017 tenofovir e atazanavir , acho que ai sim os anticorpos monoclonais podem começar a dar as caras. Infelizmente é assim que funciona !!!

  11. Sérgio diz

    São muitos e muitos estudos em busca de cura ou um tratamento melhor , eu pesquiso a muito esse assunto , acho que eles dão inicio as pesquisas e depois deixam em banho maria . Vou citar uma lista , podem pesquisar um por um , não estou inventando nada , e a grande parte com resultados ótimos , mas não andam.
    Pro 140
    VRC-HIVMAB060-00-AB
    Cytolin
    Nullbasic
    Gcmaf
    disulfiram
    Vorinostat
    Poly-ICLC
    romidepsin
    SB-728-T
    MazF-T
    Callimune
    VRX496
    ALT-803
    BMT CTN 0903
    DermaVir
    AGS-004
    VAC-3S
    GTU-multiHIV + LIPO-5
    Dendritic cell vaccine
    Tat Oyi
    THV01
    HIVAX
    Triptolide wilfordii
    peginterferon alfa-2b
    alpha interferon intensification
    Eramune
    valproic acid
    panobinostat
    Avelós
    Tat protein vaccine
    Vacc-4x
    Vacc-C5
    TUTI-16
    E tem mais , só que a maioria do nada desaparece , porquê não atacar o hiv com os anticorpos monoclonais , que já demonstraram eficiência contra o hiv , e contra o Ebola é a cura? Não há pressa , afinal hj em dia , o hiv é uma doença crônica , temos medicação pro resto da vida , então pra quê pressa? Vcs veem algum desespero pela busca da diabetes?É mais ou menos por ai.

    • Alex diz

      Pelo que eu já tinha lido a respeito de alguns (apenas alguns) remédios e vacinas dessa longa lista que você passou, o que me pareceu foi o seguinte: alguns revelaram resultados muito bons mesmo, como por exemplo o AGS-004. A vacina consegiu manter cargas indetectáveis por três meses. Em pacientes que receberam a injeção durante a fase aguda (até 45 dias depois de serem infectados) esse período foi até maior, chegando a nove meses de controle sem precisar tomar ARVs.
      (fonte aqui: http://ir.argostherapeutics.com/releasedetail.cfm?releaseid=830171)

      Entretanto, esses resultados são recentes, divulgados em março e representam apenas a fase IIa dos estudos. Ainda precisa passar pela fase IIb e III antes de chegar à comercialização. O que entendo, portanto, é que alguns desses remédios ainda estão sendo testados (e testados, e testados). Por causa disso, eles aparecem quando tem resultados a mostrar e somem de novo porque precisam entrar em uma nova fase de estudos.

      Alguns outros, como o romidepsin, foram capazes de ativar o hiv das células dormentes. E isso foi considerado um divisor de águas agora em julho, na conferência em Melbourne. Eles ativaram as células dormentes, mas não conseguiram, entretanto, eliminá-las. Vão voltar a testá-lo agora com a vacina Vacc-4x (que sozinha não foi capaz de dar grandes frutos), em uma operação em conjunto.

      Portanto, acho que tem muita coisa atualmente em preparação e que no futuro poderão render ótimos resultados. Infelizmente isso leva tempo. E a ciência está se dando ao luxo de fazer isso com calma sim, por pressão das farmacêuticas, mas também sim porque eles podem. Ninguém mais anda morrendo se tem acesso ao tratamento. Podem, portanto, seguir os protocolos de pesquisa.

      Enfim, acho que a cura vai demorar um pouco mas vai sair. E vai depender muito de indivíduo a indivíduo.

      Abraço
      Alex

      • Jeremias diz

        eu quero saber o que o circo de pesquisas de cura(funcional) do HIV vai dizer quando ,em breve,os caras anunciarem uma vacina ou cura para o ebola…

        • Sérgio diz

          Amigo Jeremias , prepare-se para ouvir essa noticia em poucos meses!!!

  12. ex ex ex Deprimido diz

    preciso de ajuda: como faco para remover um comentario de um post antigo?

  13. Oi Pessoal, esses últimos dias tenho acompanhado os comentários de vocês aqui neste blog e eles tem me ajudado bastante, viu? Vocês tem muita garra e força, mas sem perder a sinceridade! Desejo sorte a todos.

    Tem menos de 2 dias que fui diagnosticado… Esse era o maior medo que tinha na vida, mas agora que aconteceu estou encarando bem e otimista.

    Terça vou na minha primeira consulta! Vamos lá!

    Ainda me revolta um pouco pq digamos que eu sempre me cuidei… Fazia testes de HIV anualmente e sempre transei com camisinha. Nos últimos 2 anos então, eu fui “xiita” com isso, usando camisinha SEMPRE! Mas… aconteceu.. talvez sexo oral, ou alguma coisa que tenha feito errado. Agora não adianta mais pensar. Tive uns sintomas de HPV e procurei um médico, que me passou todos os exames de DST existentes.. todos deram negativos, menos hIV… agora estou esperando o re-teste por western blot.

    Já marquei os médicos e não deixei de tocar minha vida e meus projetos. Agora, mais do que nunca, quero crescer e viver!

    Um abraço a todos

    • Alex diz

      Pois é, Lorenzo. Eu fui diagnosticado em maio deste ano depois de ter tido uma infecção primária com muita febre. Fiquei puto porque não só sempre me cuidei como sempre mandava todos os meus amigos se cuidarem também. E daí aconteceu. Esse era um dos meus maiores medos e, quando na verdade acontceu, até que encarei melhor do que eu supunha.

      Com informação a gente vê que não é o bicho. E esse espaço vai te ajudar bastante, como ajudou a mim também. Bem-vindo! Abraço

      • Valeu, Alex! É realmente conflitante… fico me perguntando como teria acontecido, mas daí balanço a cabeça e tento esquecer.. só fica a sensação de “injustiça”… Ainda tenho um milhão de dúvidas na cabeça, mas acho que faz parte e só o tempo irá saná-las… Só quero levar minha vida com saúde, mental e física, e felicidade. Assim, tenho certeza que conseguirei superar tudo! Obrigado pela força.

        • CARA + diz

          Lorenzo
          vc disse tudo, levar a vida com saúde mental e física e felicidade. O segredo está ai! Te mantenha assim e vais
          ver que não é um bicho de 7 cabeças como a gente pensa quando é soro-. A vida é normal, pq não dizer igual a quando somos soro-, só que agora com mais cuidados, o que tb não vejo pelo lado ruim não.

          Esses mais cuidados implicam em tudo aquilo que a gente ouvia dizer quando era soro- e que muitas vezes não fazia ,por “n” motivos, exercícios físicos, alimentação balanceada, dormir bem… e por ai vai…

          Vida que segue!

      • E eu escutei de um medico que eu inconscientemente queria ter pego essa doença / vírus.
        Só posso dizer uma coisa : sexo eh coisa seria e como o sexo eh colocado na mídia? Como algo banal e corriqueiro ?!

        • Alguns médicos são super despreparados e não estão imunes de preconceito! Por isso quero escolher um infecto que eu realmente confie… Por enquanto vou em uma que já me atendera antes, só pra começar o tratamento.

        • Cris diz

          kkkkkkkkkkkkk

          MeoDeossss… quem mesmo que inconscientemente iria querer pegar essa coisinha???

          Quando eu falo que a maioria das pessoas na área da suade não sabe nadica de nada sobre isso… Pelamorrrr.

          Bjoss Edu,

          Ps. Se você falar novamente com esse medico, fale pra ele cuidar muito bem do inconsciente dele. Ele pode ter grandes surpresas!!!

          • Putz..então a minha contaminação foi por telepatia.rs

            Cris, é bom esse médico cuidar muuuuuito bem do insconsciente dele..(tô mandando energias “positivas” pra ele) hahaha

              • Sérgio,se eu tomar por base a música da Rita Lee.. ” a gente faz amor por telepatiaaa, no chão, no mar, na lua, na melodiaaaa..mania de você..
                Eu fiz muito amor por telepatia…rs . Então provavelmente eu tenha adquirido isso assim..rs

                Beijo

            • Caos se pegasse no ar não existiria tanto estigma , mas infelizmente a maioria das contaminações são por via sexual , dai alguns terem esses tipos de pensamento.
              E mesmo sendo um pouco rabugento nunca fui um suicida e muito menos um homem bomba . Afinal , brinco que a gente pode morrer de uma topada .

              E quando digo suicida não quer dizer q vamos morrer e sim viver bem melhor , pois agora sim damos atenção a saúde como ela merece .

          • Obrigado Chris!!!
            Ouvi isso realmente é duro . ainda estou com o meu psicológico muito abalado, não vejo a hora de estabilizar o meu humor.

    • Cleber diz

      Mas , lorenzo, se vc usou camisinha em TODAS as penetracoes como vc foi pegar? O que vc pode ter feito de errado?

      • Pois é, Cleber. Isso que eu fico me perguntando todo instante… Talvez sexo oral, preliminares, algum descuido assim… Eu sempre fui muito “noiado” com essa história. A única vez que eu fiz sexo sem camisinha foram há quase 4 anos atrás e desde então já tive 3 testes negativos, que faço todo ano.

        É uma coisa muito doida.. conheço gente que se poe em situações de risco corriqueiramente e não pegam nada… Uma verdadeira rolera russa. Vai entender!

        • CARA + diz

          compartilho da mesma opinião da Vida – boa definição – roleta russa! e o afffff no final tb!

        • Barney diz

          Este tbm era meu maior medo, e sempre me cuidei….
          Como aconteceu? não sei. Mas agora e me cuidar e levar a vida como muitas pessoas por ai. Nao somos os primeiros nem seremos os ultimos.

          Tem email?

        • Téo diz

          Cléber, é bem isso que o Lorenzo falou. Comigo aconteceu da mesma forma. Sempre manti meus exames em dias e sempre fui muito “noiado” com prevenção (uso de camisinha), sempre usei. Sempre. Claro, algum descuido passou despercebido. Creio que me contaminei fazendo sexo oral.
          Lorenzo, assim como vc também conheço gente que já se expôs a muitas situações de risco e não têm nada. Dai eu penso, poxa, logo comigo foi acontecer isso.
          Mas vida que segue, agora é tentar ver as coisas da maneira mais otimista possível para o meu bem e o bem de minha saúde, rs.

  14. F. diz

    Bom dia amigos, hoje fui ao infecto 10 dias depois de ser diagnosticado soropositivo. Através de um amigo encontrei um médico muito atencioso e que me passou muita segurança… Quinta feira faço meus exames, e pego o resultado dentro de 3 semanas. se Deus quiser estará tudo certo comigo. Rezem por mim… Aprendo muito e ganho forças com as experiencias de vocês, em breve trarei boas noticias… fiquem com Deus e um ótimo fim de semana a todos. 😉

    • CARA + diz

      F.
      o negócio é se manter bem. Te sentes bem? te mantenha assim que adianto que é meio tratamento andado. O psicológico, quando desconhece tende a criar informações.

      Vai dar tudo certo! Temos certeza disso!

      abraço

  15. Tenho muita fé que em breve descobrirão a cura desse mal que aflige tantas pessoas no mundo.Sou negativo mas tenho um grande amigo positivo e sei das dificuldades que passam,acho que o preconceito ainda é o maior obstáculo.Desejo muita força á todos.seus guerreiros lindos.abraços á todos e ótimo fim de semana.que Deus nos abençoe amém!

    • Pequena + diz

      Luciano

      Legal sua maneira de pensar e acolher seu amigo 😉
      Continue assim.
      Todos nós estamos nessa batalha para vencer 🙂
      Um ótimo final de semana pra ti também.
      Amém!!!

  16. pequeno silva diz

    MB+,

    pois é. O importante é viver. Fazermos nossa parte, nos cuidarmos. E isto farei bem!!!

    vc é o cara!!!

  17. Derik diz

    Bem, desde que descobri que era positivo, eu tive a sorte de estar em uma carreira em ascensão profissional. A primeira coisa que eu fiz foi comprar um terreno e agora to trabalhando e focado em fazer uns aps tipo quitinete para alugar. Na minha mente, eu me precupei de fazer tipo uma renda, caso um dia eu fique impossibilitado de trabalhar, e esses alugueis venha me sustentar. Você já pensaram nisso? Estou correto ou é bobeira minha?

    • Mutatis Mutandis diz

      Derick, bom dia!

      Trabalho nesse ramo (ainda sou pequeno) mas tem dois fatores que vc deve levar em conta.

      1) Investir corretamente deveria fazer parte da vida de qualquer pessoa, com HIV ou não.

      Não pense que o HIV vai lhe deixar inválido para a vida profissional, sequer leve isso em conta. Também pensei nisso (na possibilidade de ir definhando, definhando…até ficar inválido às vésperas da morte) no final de 2013 quando me descobri soropositivo e ocorreu que eu deixei foi de fazer alguns bons negócios… foi uma decisão tão idiota quanto não ter usado preservativo…bom, apertei o botão “DANE-SE” e segui em frente.

      2) Se quiser investir de fato no ramo imobiliário: planeje, planeje e planeje…nenhum devaneio resiste a uma simples conta de matemática feita com lápis grafite. Não se iluda, nada vem fácil. Seja pessimista nas contas, seja abaixo de realista, faça a seguinte pergunta a si mesmo: e se tudo der errado, o que eu farei? Quando vc tiver a resposta convincente para essa pergunta, então poderá investir.

      Kitnet é um bom negócio, se tiver algum dinheiro a mais procure se entrosar com pequenos construtores. Terrenos são gerlamente excelentes negócios, principalmente a longo prazo (falo de 05 anos, haja vista a expansão imobiliária que está esticando as cidades), pois o custo da construção civil sobe todo santo dia, ou seja, vc terá um ativo que não para de se valorizar.

      Uma útima dica é uma máxima da área comercial : “O lucro ocorre na compra e não na venda”. Quem compra bem, vende bem.

      Longe da pretensão de esgotar o assunto, quis apenas lhe tranquilizar e quem sabe esclarecer alguma dúvida sua.

      Boa sorte no empreendimento e no tratamento!

  18. Derik, você está corretíssimo! Investir no ramo imobiliário é muito bom e muito rentável!

  19. CrisRJ diz

    Pessoal, boa noite! Após um ano acompanhando o blog, enfim tomei coragem para escrever e trocar ideias com estas pessoas tão bacanas. Sou do RJ, soropositiva há um ano e meio e achei interessante a atitude do Derik. Adotou uma postura otimista e que lhe trará benefícios a longo prazo. Vida longa a ele e a todos nós! OBS: Mais uma Cris no grupo…

    • Cris diz

      Olá CrisRJ

      Bem vindaa!! rsssssss.

      Eu sou do RS. As vezes quando lembro assino Cris Gaucha… mas como escrevo sempre correndo e no trabalho, acabo esquecendo e colocando só Cris.

      Mas acho que todos já sabem quando sou eu quem escrevo, mesmo sem olhar o Icone de minha identificação rssssssssss.

  20. Hoje tive momentos muito baixos, pessoal. Durante a manhã fiquei meio descontrolado, emocionalmente volátil… Espero que tudo isso passe…

    • O Judieira, não fique assim vai passar. Eu sei que dói.tem horas que parece que a gente não vai suportar, mas suporta. Com o tempo tudo volta quase ao normal. 🙂

    • Pequena + diz

      Lorenzo fica assim não 😦
      Todos nós temos nossos altos e baixos, é normal 😉
      Vai passar, vc vai ver 🙂
      É só uma nuvenzinha, logo essa nuvenzinha vai embora e o sol brilhará.
      Força!!!
      Uma ótima semana pra ti.
      Pequena +

    • Obrigado pela força pessoal. Acho que to precisando conhecer pessoas como vocês pra me dar força…

    • Alex diz

      Lorenzo,

      eu acho que é esperado que tenhamos momentos de baixo astral, especialmente se você foi diagnosticado recentemente. Eu pessoalmente acho que ao invés de suprimi-los ou fingir que eles não existiram, você deve deixar que eles venham à tona. Entretanto, não deves permitir que eles tomem conta ou sejam predominantes. Baixo astral, assim como vem, também vai embora.

      Quando eu fico assim, ou quando começo a colocar minhocas na cabeça, procuro ligar uma sitcom e ver um seriado que gosto (Big Bang, Modern Family, Family Guy, etc). Depois de um tempo passa. O importante é que prevaleça a atitude positiva. 🙂

      Abraço
      A.

    • Pequena diz

      Acho que o pior de tudo é não ter com quem desabafar chorar e abraçar e a gente tem que ficar com isso dentro da gente. Força e fé temos que ser forte, um abraço.

      • Pequena , quantas e quantas vezes eu chorei sozinha, sem ter com quem conversar, sem ter um ombro amigo pra chorar..é fogo isso .Ainda bem que isso passou !! Conheci o blog e fui muito bem acolhida por todos aqui!

        Santo Jotinha viu..rs 😛

    • Lorenzo, não deixe que esses sentimentos te dominem! Tenha paciência que isso passa ou pelo menos ameniza.

  21. Pequena diz

    Oi pessoal, sabado passei um susto com meu marido a pressão dele subiu, uns minutos depois elas quaze encostaram uma na outra e uma hora depois tava normal, ele se sentiu muito mal. Logo na sequencia vem o estado deprecivo que venho lutando para ele se erguer. Como é dificil. Gente alguem que toma a medicação a mais tempo sera que pode ser alguma reação? Não sei se é porque não tomo nenhuma medicação ainda mas não sou assim tão desesperada, mas a parte emocional do meu marido tá dificil, acho que as vezes ele esquece que tenho a mesma coisa que ele. Um abraço a todos, vamos a luta né, porque eu tenho muita vida ainda.

    • MB+ diz

      Pequena,

      Não há relatos de hipertenção no inicio dos tratamentos, como não sei o historico anterior fica dificil de saber se há uma relação com os ARV’s ou já havia pre-disposição a hipertenção para seu esposo.
      O que te aconselho é procurar seu medico e tirar as duvidas necessarias quanto a este caso.

      • Pequena diz

        Oi MB voce é um amor sempre tentando ajudar todos não te conheço mas já te adoro, enfim ele foi ao médico na hora que passou mal, ele fez teste glicemia e eletro e não tinha nada e o médico disse que só podia ser por causa dos remédios. Obrigada.

  22. MB+ diz

    Gente,

    É mito o que muitos argumentam que a cura já existe e só não foi nos apresentada pois as industrias farmaceuticas deixariam de ganhar com a venda dos ARV’s, pois nenhuma industria deixaria de registrar uma patente de um medicamento para a cura , correndo o risco de outra o fazer.
    O virus HIV é diferente do virus do Ebola em varios aspectos,o Virus Ebola não sofre mutações constantes e esta presnte na somente na corrente sanguinea já o HIV sofre mutações constantes e não esta somente presente no sangue e sim em outros lugares inacessiveis por enquanto o que até o momento não foi possivel erradica lo destes lugares, portanto os anticorpos monoclonais se forem eficasses contra o Ebola nem sempre sera eficas contra o HIV.
    Todos os estudos com relação ao HIV não se encontram parados e sim correndo seu curso natural para testagens e avaliação para que se derem certo estes sejam com segurança.

    Existem tres etapas para se conter uma epidemia:

    1 – controlar.
    2 – estabilizar
    3 – erradicar

    Controlar:

    Devido ao alto indice de mortalidade da AIDS na decada de 80/90 os cientistas lançaram primeiro um medicamento a nivel emergencial o AZT e depois o DDI.
    Com estes dois foram controlados a principio o indice de mortalidade causado pelo HIV/AIDS naquela época.
    Os medicamentos não foram testadao a exaustão e colocado no mercado e muitos afirmavam que o AZT seria a cura, o que aconteceu?
    Foi sim a principio controlada mas a custo de efeitos colaterais quaze que insuportaveis deixando seguelas até hoje sentidas pelos sobreviventes.

    Estabilizar:

    No final da decada de 90 foram lançados varios medicamentos que tiveram efeitos sobre o HIV (deixando a niveis indetectaveis) e com efeitos colaterais mais brandos(em relação aos antigos) foram criados meios para testagens mais rapidas , acompanhamentos, aconselhamentos entre outros fazendo que o HIV de doença fatal virasse uma doença cronica, estando a mesma estabilizada.

    Erradicar:

    Com a doença estabilizada os cientistas ganharam tempo para executar suas pesquisas com calma , obedecendo todos os protocolos e chegando a uma serie de estudos para uma possivel cura em um curto tempo (monoclonais é um destes estudos).
    Devemos aguardar pois a cura esta proxima e ela vira com certeza.

    Agora quanto ao Ebola?

    Voces criaram uma teoria que por ela não ser uma doença controlavel já estão desenvolvendo uma cura.
    Somente faço uma pergunta:

    Os Anticorpos Monoclonais serão de fato a cura para o Ebola?

    Ou sera um novo AZT para controlar a epidemia?.

    Os anticorpos monoclonais já existem a algum tempo e bem poucos são usados em tratamento para o cancer , é maiormente utilizado em testagem, por que será? Ele não é tão bom? ou teriam alguma restrição?

    Mais quando se fala em salvar vidas aplica se primeiro e pergunta se depois, né?

    Vamos ter calma …brigar pelos medicamentos já existentes…e não exigir a cura a qualquer preço pois esse preço pode no futuro ser alto demais…somente lembrando o HIV sofre mutações e não queremos que nossos filhos venham a ser assombrados por um super HIV.

    • Discordo. Os atuais ARV já provocam mutações no vírus. Outra coisa: um ARV demora de 4 a 6 anos desde testes “in vitro” a sua liberação comercial. Temos estudos de tratamentos inovadores que ficam 6 anos só pra entrar em ensaios clínicos. Vou dar um exemplo: Vacc-4x é uma vacina terapêutica norueguesa que já se mostrou eficaz em controlar o vírus por até 7 anos, mas em média 3. Agora eles fazem uma porrada de estudos em cima dela, antes de liberá-la. Eles agora estão testando ela com um anti latência para uma possível erradicação. Vale lembrar que um estudo para erradicação total não demora menos que 30 anos desde o seu início. Haja vista o Timothy Brown, que até hj, 5 anos depois, não é dado como certamente curado, sendo exaustivamente estudado e acompanhado pela comunidade científica. Ou seja, se esse estudo avançar para uma fase 3, lembrando que está na fase 1, estamos falando em acompanhar no mínimo 3.000 pessoas por um longo período até que seja confirmado o êxito e seja liberada. Estão também testando se a revacinação funciona. A sensação que tenho é que se funcionar e isso se comprovar daqui 5 anos, eles farão outro estudo para ver se a rerrevacinação funciona. Estão também fazendo um outro estudo com ela para refinamento, objetivando fazer com que ela não dure ” tão somente 7 anos no organismo.” Querem fazê-la durar 10. Poxa, te pergunto MB? Ficar 7 anos fora do TARV já não é de bom tamanho?

      • Sérgio diz

        Boa Alexandre , eu queria ver se ele não respondesse bem aos Arvs , ou não tivesse mais esquema para usar, como alguns que carregam esse vírus há 30 anos , e estão bem hj graças ao Ibalizumab ,com carga viral indetectável , com uma medicação praticamente isenta de efeitos colaterais ,e que tem uma duração muito maior que os Arvs . E a Vacc-4x eu tenho acompanhado a burocracia em cima dela , é complicado.

        • Vai Serginho, Vai Serginho…..(lembrei dessa música agora e nem posso cantar aqui..é imprópria pro horário….se é que se pode chamar isso de música)..kkkkkk

          Bom, deixando as brincadeiras um pouco de lado, eu quero te dizer que adoro os seus comentários e os do Jeremias ..eles são bem pertinentes! O blog precisa disso..
          Espero que continuem! os bons sempre somem….

          Não sumam !

          Beijo

          Vida

          • Sérgio diz

            Pode deixar que não te abandonarei não Vida , ná época do auge dessa música , eu não aguentava mais , toda hora chegava um e me chamava assim kkkk. Vida meus comentários são totalmente pertinentes e concretos . Um Beijão . Obrigado pelas palavras!!!!

            • Sérgio diz

              E outra Vida , apesar da minha idade(37) , a maioria só me chama de Serginho mesmo!!!

              • Vou morder o seu queixinho..vai Serginho, vai serginho..kkkkkkkkkkkkkkkk

                Ah meu irmão também se chama Sérgio e é um cavalão e minha mãe e meus tios o chamam de Serginho até hoje. Já os amigos o chamam de Serjão.rs

                • Sérgio diz

                  Eu não sou um cavalão não , tenho 1,76mt e 77 Kg , estou na média , mais sempre fui chamado de Serginho , mesmo antes da música. Vida o que precisar , vc e qualquer um daqui , pode me procurar . Tem vezes que penso em dar um tempo daqui , mais vêm pessoas como vc que me fazem mudar de idéia. Bj

                  • Sérgio

                    Se eu precisar eu vou pedir ajuda, vou te procurar sim! E você também tá? Se precisar de mim é só gritar..
                    E que história é essa de abandonar o barco??
                    Mal começou a escrever no blog e já pensa em nos deixar? Snif
                    Saiba que muitos vão concordar com o que você diz, muitos não..e daí?? Não liga não!

                    Beijinho

                    • Sérgio diz

                      Não abandonarei não e nem fico chateado quando não concordam comigo , eu estou ai para o que der e vier . Bj

                  • Pequena + diz

                    Sergio

                    Sou novata aqui…rs..
                    Mas abandona não 😉
                    Qualquer um que deixar o time desse blog vai fazer falta 😦
                    Todos vcs, sem exceção nenhuma são importantes para muitas pessoas que acompanham esse blog.
                    Boa noite 😉
                    Bjus da Pequena +

                    • Sérgio diz

                      Ok Pequena, estarei aqui sempre , Boa Noite pra vc também!!!!

    • Jeremias diz

      Super HIV?Sim, sem dúvida teremos um super HIV no futuro se continuarmos com esses “coquetéis” de hoje!!! A questão não é se o Ebola é diferente, enquanto micro-organismo, do HIV, a questão é o tempo de liberação assimétrico entre novidades direcionadas ao HIV e uma provável vacina contra a Ebola.

      • Sérgio diz

        Sim Jeremias , muitos adquirem vírus resistente a certos Arvs chamado de resistência primária , ou seja a pessoa já adquire o vírus resistente a certas drogas, e a tendência é só aumentar , o índice de resistência primária no Brasil é entre 5% a 15% . Países que o coquetel era fornecido antes do Brasil esse número de resistência primária supera os 15% , a tendência é só aumentar . Concordo plenamente com o seu comentário a respeito do tempo de liberação , talvez seja porque o Zmapp está sendo produzido nos EUA e o Ibalizumab pela uma empresa situada na china? Sei lá , vai entender ?

        • Secret diz

          Sérgio e Jeremias,

          O meu exame de genotipagem ficou pronto e acabo de voltar da minha consulta com a infectologista com essa bela notícia:

          O meu sangue azul é resistente a toda classe de ITRNN. Somente uma das drogas tinha um nível intermediário de resistência. O efavirenz é ALTO NÍVEL DE RESISTÊNCIA.

          Então eu provavelmente terei que ir direto pra combinação ITRN + IP.

          Porém ela disse que essas mutações podem ser reversíveis e no futuro eu necessite fazer uma nova genotipagem!!

            • Secret diz

              Sérgio,

              Eu estava esperando a resposta da genotipagem para então decidirmos começar o tratamento.

              Mas agora não sei se devido a esse alto índice de resistência a classe dos ITRNN ou o valor do meu cd4 (710) e cv (1.000) estarem dentro de parâmetros aceitáveis ela fugiu do protocolo e não indicou medicação.

              Ela recomendou verificarmos a situação de 02 em 02 meses e entrar com medicação no futuro quando necessário.

          • Jeremias diz

            Olá, Secret.

            Infelizmente, você acabou sendo exato um exemplo do que estávamos falando…Mas tenha calma e simplesmente faça o que deve ser feito, ok? Apesar de tudo existem muitas alternativas e recursos…Achei interessante essa informação de que a coisa possa ser reversível, pois sempre pensei nessa possibilidade também.Será que impondo ao vírus uma disciplina ferrenha e longa nos horários de tomada dos remédios o tratamento não consiga “dobrar” o vírus e “discipliná-lo” novamente. Uma pergunta que deixo a quem entende de bioquímica também é a seguinte. O vírus, após sofrer resistência, carrega consigo essa “memória” de resistência por tempo indeterminado, ou será que o tempo faz com que ele “esqueça” sua hostilidade ao remédio?Quer dizer, se uma pessoa se infecta com um tipo resistente mas passa alguns anos sem descobrir, será que essa resistência é atenuada ou mesmo anulada pela falta de contato do vírus com o remédio?Enfim…

            Boa sorte, Secret, e vamos torcer para que tua médica tenha razão.

          • Jeremias diz

            Oi ,Secret

            Infelizmente, você acabou sendo exato um exemplo do que estávamos falando…Mas tenha calma e simplesmente faça o que deve ser feito, ok? Apesar de tudo existem muitas alternativas e recursos…Achei interessante essa informação de que a coisa possa ser reversível, pois sempre pensei nessa possibilidade também.Será que impondo ao vírus uma disciplina ferrenha e longa nos horários de tomada dos remédios o tratamento não consiga “dobrar” o vírus e “discipliná-lo” novamente. Uma pergunta que deixo a quem entende de bioquímica também é a seguinte. O vírus, após sofrer resistência, carrega consigo essa “memória” de resistência por tempo indeterminado, ou será que o tempo faz com que ele “esqueça” sua hostilidade ao remédio?Quer dizer, se uma pessoa se infecta com um tipo resistente mas passa alguns anos sem descobrir, será que essa resistência é atenuada ou mesmo anulada pela falta de contato do vírus com o remédio?Enfim…

            Boa sorte, Secret, e vamos torcer para que tua médica tenha razão

            • Secret diz

              OI Jeremias!

              Ela me disse que sim. As mutações são reversíveis.

              Ela já teve casos de pacientes que desenvolveram resistência a medicações com o tempo tendo que mudar de tratamento porém quando fizeram nova genotipagem anos mais tarde a situação tinha sido revertida.

              Há outras alternativas sim porém são as que tem maiores problemas de adesão devido aos efeitos colaterais.

              Uma das combinações seria BIOVIR + KALETRA. Aí já vem a mente lipodistrofia e diarreia. A outra seria TENO + LAMI + ATAZANAVIR. Icterícia total.

              Ela me explicou que os IP (inibidores de protease) são os que mais provocam os efeitos colaterais visíveis.

              Então, caso eu sofresse com esses sintomas e não me sobrasse alternativa eu teria que entrar num protocolo especial dos Inibidores de Integrase (raltegravir e um outro que não lembro o nome) que são os usados para os casos de pacientes multiexperimentados.

              Ela disse que meu caso não é o único. Já houve casos de novos pacientes com resistência a todas as medicações de ITRN (abacavir, tenofovir, lamivudina) que tiveram que ir direto para tratamento com os Inibidores de Integrase.

              Abraços!

            • Sérgio diz

              Jeremias , ele carrega consigo sim essa memória , só que em níveis baixos , e quando re-introduzido pode ou não emergir novamente essa resistência , cada caso é um caso. Agora quanto maior o intervalo , melhor.

          • Sérgio diz

            Secret , geralmente essa resistência fica arquivada em baixos níveis no corpo e “podem” emergir novamente quando ele for re-introduzido. Repito pode.

            • Sérgio diz

              Vc sabe informar se a mutação que deu foi a K103N? Quando alguns falam besteira , está ai um exemplo de resistência primária , o vírus já foi adquirido resistente , ao passar dos anos isso ´so aumentará com outras pessoas . Eu , Jeremias e o Alexandre falamos bem claro isso lá em baixo. Mais vai dar tudo certo pra vc amigo.

              • Secret diz

                oi Sérgio,

                Não, não é essa. É uma outra mutação mas eu não decorei o o código!

                • Sérgio diz

                  Entendi , boa sorte , e saiba que tudo dará certo !!!! É nessa tecla que eu bato e vem uns idiotas e falam merda , tem novas classes de medicamentos que estão em estudo há muito tempo , já eram pra estar no mercado , mostraram ser seguro e eficaz no seus propósitos e os idiotas vem com discursos do tipo ” já está muito bom com os Arvs que temos” , é por que ele não sabe quantas pessoas tem resistência , e ainda pior , resistência a várias classes . Com ele está tudo bem , ele não pensa nos outros.

                    • Secret diz

                      Sérgio,

                      A médica disse que a taxa de resistência já está em mais ou menos 16%. Já é algo próximo aos países da Europa ou Estados Unidos. Foi por isso que me foi proposto fazer essa pesquisa de genotipagem.

                      Felizmente houve essa pesquisa para que eu pudesse descobrir essa questão porém isso não é praxe!

  23. Sérgio diz

    AMIGO , PRIMEIRO TENTE ENTENDER UM POUCO MAIS A FUNDO , ANTES DE FALAR , NÃO ESTOU AQUI PARA CONFUNDIR A CABEÇA DE NINGUÉM , MAIS SEI MUITO BEM O QUE ESTOU FALANDO , VAMOS POR PARTES:
    -EBOLA: ELE SOFRE SIM MUTAÇÕES , NÃO ESTÁ PRESENTE SOMENTE NA CORRENTE SANGUÍNEA , O EBOLA É ENCONTRADO NA SALIVA , FEZES , TECIDOS , URINA , SÊMEN , ETC … DOS INFECTADOS. E OUTRA , O EBOLA NUNCA VAI GERAR TRATAMENTO , ELE É UMA DOENÇA DE CURTA DURAÇÃO (SEMANAS) E QUEM NÃO MORRE , ESTÁ AUTOMATICAMENTE CURADO DELE. ENTÃO SÓ RESTA CURAR OS INFECTADOS , NÃO RECEBERÃO NEM UM MÊS DE MEDICAÇÃO.
    -ANTICORPOS MONOCLONAIS: PROCURE SABER UM POUCO MAIS SOBRE ELE ANTES DE FALAR , UM ANTICORPO MONOCLONAL , FALANDO SIMPLIFICADO , ELE PROCURA QUALQUER INVASOR E ATACA DIRETAMENTE ESTE INVASOR , OS ANTICORPOS MONOCLONAIS , EM MOMENTO NENHUM ESTOU DIZENDO QUE SERIA A CURA DO HIV , MAIS COMO EXPERIENTE NO ASSUNTO , ELES NÃO TEM PRATICAMENTE NENHUM EFEITO COLATERAL , FAZ O MESMO QUE OS ARVS FAZEM , E O TEMPO DE MEIA-VIDA (TAXA DE DETERIORAÇÃO) DELES É MUITO MAIS LONGA QUE OS ARVS , RESUMINDO DOSES SEMANAIS OU MENSAIS , SEM PRATICAMENTE NENHUM EFEITO COLATERAL ,E NÃO CRIA RESISTÊNCIA , OBTENDO OS MESMOS OU MELHORES RESULTADOS QUE OS ARVS , QUEM NÃO QUERIA ISSO?
    -PATENTES , VOU TE DAR UM EXEMPLO RÁPIDO , OS MEDICAMENTOS COMBINADOS , AS BIG PHARMAS SE UNIRAM NESSA , ASSIM TODAS CONTINUAM LUCRANDO E MUITO , ESTOU FALANDO É DE BILHÕES , UM EXEMPLO RÁPIDO É O ATRIPLA , CONTÉM EFAVIRENZ (Bristol Myers Squibb) , TENOFOVIR (Gilead Sciences) , EMTRICITABINA (Gilead Sciences) , E POR AI QUE VAI , ELAS ESTÃO UMAS CONECTADAS NAS OUTRAS HJ EM DIA , PRA QUE DISPUTA PELA CURA , SE TODAS PODEM MORDER UM PEDAÇO DO BOLO? TIRE A VENDA DOS SEUS OLHOS AMIGO, VEJA UM POUCO DA DISPUTA POR PATENTES DE ARVS , COMO A BRIGA É FEIA , VC ACHA PQ?
    http://www.gilead.com/news/press-releases/2009/5/gilead-sciences-files-second-patent-infringement-lawsuit-against-teva-pharmaceuticals
    http://www.forbes.com/sites/greatspeculations/2013/03/06/looking-at-bristol-myers-squibbs-major-patent-expiries-that-will-drag-on-growth/
    http://www.sjberwin.com/insights/2013/07/26/patents-court-grants-final-injunction-in-efavirenz-dispute
    E POR AI VAI , PREPARE-SE PARA NOVOS E MAIS NOVOS ARVS COMBINADOS QUE VIRÃO PELA FRENTE, ENQUANTO ISSO OS ANTICORPOS DEMONSTRAM O MESMO EFEITO, ATÉ MELHOR , SEM RESISTÊNCIA , COM UMA MEIA-VIDA MUITA MAIS LONGA , E PRATICAMENTE SEM EFEITOS COLATERAIS , TÁ RUIM PRA VC?
    EU QUERO ALGO MELHOR PRA MIM E PRA MUITOS , E PENSO MUITO NOS QUE NÃO RESPONDE BEM AOS ARVS , QUE ESTÃO DESESPERADOS PELA LIBERAÇÃO DO IBALIZUMAB , DENTRE OUTROS , MAIS PRA VC TÁ BOM DO JEITO QUE TÁ , PARABÉNS!!!!

    • Jeremias diz

      Isso mesmo. O andamento burocraticamente letárgico das pesquisas de ponta, as malandragens legais no campo das patentes–como você descreveu acerca das combinações–, a venda de remédios anti-hiv para quem não tem hiv e muito mais, deveria ser suficiente para as pessoas entenderem que está na hora de um outro posicionamneto. Mas por aqui pelo brasil parece que as informações são escutadas pelas pessoas, mas não são processadas, entende? Por exemplo, na semana em que um escândalo catastrófico envolvendo o partido dos trabalhadores e a Petrobrás é divulgado os números da “presidentA”(tenha dó…) nas pesquisas aumenta!

  24. Tati diz

    Gente… Preciso da opinião de alguem… Estou entrando no terceiro mês de medicação, nesse tempo tive 3 episódios de dor muito forte nos rins, mas coisa muito passageira como se fosse uma cólica mesmo em menos de 2 min passa, mas como tudo agora pra mim é motivo de preocupação, será que devo procurar o médico logo? ele disse que era pra eu voltar inicio de novembro para repetir os exames…

  25. Sérgio diz

    Sim , qualquer coisa anormal vc deve procurar o seu médico. Abç Tati

  26. MB+ diz

    Gente,

    Calma voces não entenderam o que eu quis dizer, não sou contra os monoclonais , não sou contra ao tratamento com os ARV’s mais modernos e com menos efeitos colaterais, somente não acho a necessidade de ficarmos comparando os esforços para conter o Ebola com a politica medicamentosa do HIV.
    Cada caso é um caso, não podemos afirmar que os monoclonais serão a cura para o Ebola pois ainda não foram realizados os testes e vejam o que saiu a respeito do ZMapp.

    • O ZMapp é um coquetel de três anticorpos “monoclonais” desenvolvidos pela Mapp Bio (Biopharmaceutical), em parte derivado do tabaco, graças ao laboratório Kentucky BioProcessing (filial da fabricante de cigarros) e à engenharia genética.

    Nunca testado anteriormente em humanos, apesar de ter obtido resultados relativamente bons com os macacos, este medicamento foi administrado a pelo menos sete pessoas: dois americanos ficaram curados, um padre espanhol e um médico liberiano faleceram, e um médico e um doente liberiano, assim como um doente britânico repatriado de Serra Leoa, estão sendo tratados.

    Bem como podem ver de sete pessoas apenas duas foram curadas…DUAS e já estamos pregando que esta é a cura e realizando teorias conspiratorias.

    O que eu quero dizer é que temos sim que brigar por um tratamento melhor, com medicações melhores e com menos efeitos colaterais , mas devemos iniciar a briga pelo que já existe hoje…pelo concreto …pelo stribild , pelo complera , pelo Atripla entre outros e não ficarmos brigando pelo que ainda esta por vir …devemos brigar pela realidade…pelo que existe …ai depois ah depois sim vamos brigar pelo que ainda esta por vir…

    • Sérgio diz

      Amigo , ninguém está aqui para brigar , estamos aqui para um ajudar ao outro e trocar informações , a respeito do Zmapp , ele curou 3 que receberam o medicamento na hora certa , os outros , já foi provado que receberam tarde de mais. Imagina vc já quase falecendo , a hemorragia já estava descontrolada , e dar uma medicamento tentando curar? já era tarde demais , foi isso que aconteceu. Não devemos brigar por Atripla , Stribild , Complera , Triumeq , … , devemos brigar pelo Ibalizumab , pro-140 entre outros , que tem detonado com a carga viral , não criam resistência , são produtos que podem ser tomados com um intervalo muito mais muito maior , até trimestralmente. Vamos olhar pra frente , todos que estão usando o ibalizumab estão bem , sem danificar rins , fígado etc…
      Dê uma lida nesse site da FDA , onde são testados os medicamentos antes de serem aprovados , no primeiro parágrafo diz bem claro ” Ambos dolutegravir e ibalizumab ter concluído a fase I e II de estudos , que mostrou que ambos são eficazes e seguros para suprimir a replicação do hiv”
      http://www.clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02028819?term=ibalizumab&rank=4

    • Jeremias diz

      MB, a verdade é que as pessoas já estão se cansando dos arvs, cara… essa é uma nuvem de descontentamento que paira sobre todos os que vivem com ele. e isso é mundial, muito embora nas conferencias prevaleça o discurso seco de que arvs é a nona maravilha do mundo. No exterior as pessoas já estão reclamando mais impacientemente… Pergunte à Vida aqui sobre os problemas ósseos que ela desenvolveu com menos de 5 anos de remédios…

        • MB+ diz

          Sei bem o que é isso pois trabalho a 26 anos na área de saude…ah não foi na Internet que pincei a informação foi numa revista científica onde é publicada as descobertas sobre novos medicamentos…em tempo sou portador a 6 anos e ainda não faço uso dos arvs…ainda não precisei mas se precisar fazer o que né?

          • Sérgio diz

            MB+ , parabéns pra vc que não precisou usar ainda os famosos e lucrativos Arvs!!! Estou pensando naqueles que já tomam há anos , já tem seqüelas desse tratamento , e não agüentam mais , querem algo inovador e menos devastador , já foi provado e reaprovado a eficácia e segurança e não chega ao mercado! Isso me indigna!!! O Zmapp não irá demorar um ano para chegar ao mercado ! A Fda , devia ser fdp, após o ibalizumad passar pela fase 2 , ela exigiu a repetição da fase 2 , eu nunca vi disso! Sabendo que não se trata de uma grande empresa “taimed” , e sabendo o custo de cada fase , parece que realmente não querem que ele chegue só mercado ! A sorte , é que a fundação Bill e melinda Gates vai custear o resto do estudo desnecessário! O que manda é o dinheiro amigo , o nosso vice presidente José de Alencar , recebeu uma medicação para o seu câncer que não estava aprovada , pq ele então recebeu se ele não estava inscrito na pesquisa ! Pq não dão aos outros que precisam? O mundo que vivemos é esse! Temos que agradecer a Bill Gates , que tem doado muito, mais muito da sua fortuna em tratamentos e pesquisas contra o HIV! Esse é um exemplo! Desculpe os erros de ortografia , estou no celular!

            • Eu também sou da área de saúde , mais a maioria das informações , são me passadas de médicos e ativistas conceituados mundialmente !!

              • Cansei de ver pessoas desesperadas , que correram risco alto de infecção , implorando pela pep nos hospitais que trabslho , e os médicos e enfermeiros , cagando e andando , apenas falam assim : calma , isso não pega assim fácil não! Sendo que a obrigação deles é oferecer pep a todos que correram um risco alto de infecção ! Já vi gente combinar no sapatinho para pagar pela prescrição da pep! É muita sujeira que vejo!

                • MB+ diz

                  Sergio,

                  Concordo plenamente com você…Isto sim é um fato concreto no Brasil a corrupção e o descaso com a saúde.
                  O que quero passar e talvez não tenhamos nos entendido é que estamos falando de medicações que ainda não foram nem aprovadas(não discuto a eficacia delas) e concordo com você a morosidade que começaram a tratar o HIV após a classificação desta para doença cronica é no minimo absurda e se não levantarmos nossas bandeiras ficaremos esquecidos mais ainda reféns de arvs parta o resto de nossas vidas…Neste ponto estou com voce e não abro.
                  Agora o que quero lembrar é que estamos no Brasil e no Brasil ainda estamos no velho esquema Teno-Lami-Efa sendo que lá fora já estão sendo utilizados Stribild, complera, atripla entre outros que trazem menos efeitos colaterais e facilita a adesão…mas aqui eles não chegam né?
                  Acho legal e positiva falarmos dos monoclonais mas como tudo na vida é como uma escada e devemos subir um degrau por vez…o que eu acho é que estamos ainda no primeiro degrau e discutindo sobre o ultimo mas sem pisar nos demais…Mas continuem assim aprendi muito com vocês e quero aprender muito mais sobre monoclonais e outros….

                  Mas tenho que continuar brigando pelo próximo degrau e esse degrau são ainda esses arvs…fazer o que né? Pois mesmo que seja aprovado hoje a utilização do ibalizumad …sabe quando este chegaria ao Brasil?

                  • Jeremias diz

                    Entendo a resignação no MB. É fruto de um país onde a concretização da esperança é tão próxima da realidade quanto a de um milagre bíblico.Tudo aqui é infinitamente mais distante e falar de pesquisas mais sofisticadas é como tratar de experimentos sendo conduzidos em Plutão.Além do que tudo fica reduzido a uma escala de debates pré-estabelecida primeiro pelo governo em si e, ato contínuo, pelas tais das “ONGS”. Uma pauta mais ousada como a atenção aos monoclonais–ou qualquer outra alternativa– terá muitas dificuldades de encontrar eco, por várias e várias razões. Por isso o único e mesmo assim vago fio de esperança seria o “boca a boca” entre pacientes se espalhar por entre os consultórios e médicos até que chegasse sem freios aos congressos e reuniões.Por isso, falar sobre eles aqui, como estamos tentando, tem lá a sua função.
                    .

                    • Sérgio diz

                      Eu sei muito bem que minha revolta, minha visão das coisas , não mudará nada . Eu deixei bem claro lá em cima , só espero começarem a dar as caras os anticorpos monoclonais contra o hiv em 2017 , quando várias patentes terão sido expiradas . A Taimed que está produzindo o Ibulizumab teve que ter ajuda da Fundação Bill e Mellinda Gates para terminarem o estudo. O que eu digo e repito é isso , eles são seguros , eficazes e isentos de efeitos colaterais e com uma baixa taxa de deterioração . Quem quiser dar uma lida está aqui uma resposta de um expert do The Body , sobre o Ibalizumab , que pela primeira vez depois de tomar tudo quanto é tipo de Arvs , só agora conseguiu a carga viral indetectável.
                      http://www.thebody.com/Forums/AIDS/Nutrition/Q221364.html
                      Agora o Zmapp já está no forno , já está chegando , os EUA está com o c na mão com medo do Ebola sofrer mutação e passar a ser transmitido pelo ar.

  27. MB+ diz

    Matheus,

    Como brigar?
    Primeiramente temos que deixar de ser passivo e começarmos a ser mais ativos e reativos a situação.
    Temos que começar com as coisas pequenas , com os detalhes que acontecem no nosso dia a dia , lendo o Blog vejo varias situações que não colocamos em pratica nossos direitos , vejo casos como disse nosso amigo relatou que na farmacia onde retira suas medicações tem uma placa ARV’s AQUI o que causa um desconforto e sendo essa passivel de preconceito, mas o que fizemos em relação a esta …NADA …apenas aceitamos, poderiamos ir na diretora do centro e reclamar…Dizer que aquilo estava errado…Pedir para mudar…Mas não baixamos a cabeça e ficamos quietos…Ou o caso do nosso amigo que ouviu de um medico que Ele queria pegar o HIV inconscientemente …isso é discriminação…o que foi feito…o que foi dito para o doutor…qual a reclamação feita…NENHUMA…ou mesmo nossa amiga que sentiu dores renais e esta preocupada…e ouviu do medico para voltar no inicio de novembro para novos exames…sabemos que o acompanhamento para pessoas em inicio dos TARV’s deve ser mensal…o que foi feito?…qual a reclamação?…qual a reinvindicação?…nenhuma , nada .

    A Constituição Federal é clara quando afirma que “a saúde é direito
    de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e
    econômicas que visem a redução do risco de doença e de outros agravos
    e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção,
    proteção e recuperação”.
    Mas quem cobra isso?quem tem coragem de ir ao MP e denunciar? quem tem coragem de mover uma ação contra o Estado solicitando melhorias nas medicações?

    Me respondam voces?

    Monoclonais? Otimo que venha…Mas de imediato queria o 3 em 1.

    Bem a minha parte eu faço…e a muito tempo.
    Não vou perder meu tempo brigando por algo que ainda não existe…ou outros que ainda estão por vir…vou atras de que já existe…do real.

    Bem como digo:

    25 anos convivendo com o HIV.
    06 anos vivendo com o HIV.
    O resto da minha vida brigando com o HIV.

    E tenho certeza que vou vencer.

  28. Pequena diz

    O gente enquanto voces discutem se é um ou tres remedios não importa quantos é, importa que essa merda desse virus tá dentro de mim e fazendo estragos e o pior deles é no psicológico da gente, se é um ou tres não importa temos que tomar se quizermos ter uma qualidade de vida melhor, ainda temos que dar graças de recebermos esses gratuitos. Desculpa gente mas hoje é um daqueles dias em que me sinto um trapo velho sem valor, quem sabe amanha acorde com outro pensamento.

  29. Mutatis Mutandis diz

    Alexandre, Sérgio e MB+,

    por favor continuem sempre com esses debates, o blog realmente precisa de participantes de todo tipo: gente do time religioso, gente do time da oposição, gente do time da pesquisa, gente do time do “calma, não é bem assim”, gente do time do time da biomédica, gente do time do “cheguei agora e tô muito inexperiente no assunto”, enfim. Vocês ajudam e muito, estimulam que os outros busquem mais conhecimento desses entraves/avanços científicos.

    Ora concordo com o MB+, ora acho que Alexandre tá coberto de razão e ora acho que Sérgio sabe tudo e mais um pouco sobre o que ele se propõe a falar. Quero dizer, senhores, muito obrigado!

    Têm coisas que vocês falam (talvez pelo tempo de pesquisa, ou de conviência com o HIV – detesto essa expressão – , ou ambos) que eu sequer tinha ouvido falar e me sinto na obrigação de ir a fundo nesses assuntos (no limite de minha capacidade, naturalmente).

    Humildemente, gostaria que JS trouxesse algo do Dr. Esper (dada a referencia que esse profissional tem) sobre esses anticorpos monoclonais, dentro do possível. Lembro que ele trouxe aqui no blog muitos esclarecimentos sobre diversas coisas a respeito do HIV.

    Talvez o Dr Barasa tb pudesse ajudar, enfim…seria bom opiniões do time da infectologia para nos esclarecer essa parte mais técnica e fomentar as discussões.

    Bom dia a todos!

    • CARA + diz

      Falou e disse MM…
      também leio os comentários e me deparo com muita coisa que “desconhecia”, até por ser um pouco “leigo” no assunto. Por isso sim, da importância de todos aqui, para que possamos disseminar entendimento, pontos de vistas, estudos, incentivos, religiosidade…enfim, tudo que venha a nosso favor, para que possamos nos manter “unidos”, juntos, fortes em busca da cura!!!

      obrigado ao MB+, ao Alex, ao Barasa, ao Sérgio (desculpa se esqueci de alguém) pelos esclarecimentos e entendimento. Assim como, obrigado aos que estão chegando hj e dizendo que estão desesperados pois acabaram de receber o diagnóstico…. enfim, para mim tudo é aprendizado. Tudo demonstra que estamos no mesmo barco e que podemos sim, aprender um com a experiência do outro!

      Esse fomento, como falou tão bem o MM, só nós engrandece ao passo que conhecemos melhor o que estamos enfrentando.

      Obrigado JS por esse blog tão importante para a gente!

    • Sérgio diz

      Mutatis Mutandis e MB+ , primeiro para MB+ , o Zmapp , não é derivado das plantas de tabaco , ele está sendo cultivado nelas. As plantas de tabaco foram mais eficiente nessa produção do que em células de hamster . Anticorpos monoclonais são chamados de imunidade passiva , ou seja eles são criados para atacar partes específicas de um agente infeccioso e o corpo monta uma imunidade imediata. Diferente da imunidade ativa , que temos IGG , IGA , IGE , IGM , que por vezes apesar de identificar o invasor , não consegue combatê-lo, e uma vacina pode demorar semanas para induzir a produção de anticorpos específicos contra o invasoor , já os anticorpos monoclonais , após injetado geram uma resposta imediata. Mutatis Mutandis , estou aqui só para ajudar , não é possível que continuem a produzir e liberar novos Arvs rapidamente , sendo que um produto que já vem mostrado a muito tempo ser eficaz e seguro em controlar o hiv , sem efeitos colaterais e com uma alta taxa de meia-vida não chegue ao mercado , as vezes acho que por ser produzida por uma empresa de biotecnologia sediada em Taiwan (Taimed) , a fda (EUA) está fazendo essa burocracia toda em torno do ibalizumab entre outros . acabei de verificar que a Fundação Bill & Melinda Gates estará custeando o resto de burocracia que a FDA impôs de mais estudos a respeito do Ibalizumab . Abraço aos dois.

      • MB+ diz

        Sergio,

        obrigado pela explicação…quanto a dizer que o Zmapp era derivada do tabaco …estava escrito assim na reportagem de uma revista medica , somente relatei o que li.

        • Sérgio diz

          Sim MB+ , estou aqui para ajudar a vc e a todos ,quando posto algo é na intenção de ajudar a todos , e não invento nada , sei muito bem o que estou falando e debato e provo o que estou falando com qualquer um, cuidado com tudo que se lê na internet , nem sempre são confiáveis , trabalho na área de saúde , se vc ver a sujeira que vejo , ficaria impressionado . A ambição fala muito mais alto do quê a vida humana. Um grande abraço MB+ , vc já carrega esse vírus a muito tempo , está na hora de vc se livrar desses Arvs e receber um tratamento muito melhor. Poxa , é só interpretar as coisas , a OMS tem uma meta 90/90/90 , não vou explicar uma por uma , vcs já devem ter lido , mais um 90 significa aumentar para 90% o número de infectados recebendo antirretrovirais em 2020, ao invés de falar em novos tratamentos ou cura para 2020 , eles pensam em continuar até Deus dará com os antirretrovirais , impedindo ou atrasando o lançamento de novos tratamentos . Tenho medo de ficar igual a diabetes , não há interesse nenhum na cura , o paciente se medica pro resto da vida e tá muito bom .

          • MB+ diz

            Sei bem o que é isso pois trabalho a 26 anos na área de saude…ah não foi na Internet que pincei a informação foi numa revista científica onde é publicada as descobertas sobre novos medicamentos…em tempo sou portador a 6 anos e ainda não faço uso dos arvs…ainda não precisei mas se precisar fazer o que né?

      • Jeremias diz

        Cara, já tinha lido bastante sobre os Monoclonais, as tu foste a fundo mesmo.É isso aí. Você já viu as animações que simulam a atuação deles nas células disponibilizadas do site da Cytodin?

    • Mu Mu, vou fazer um pequeno adendo em seu comentário..rs Faltou você mencionar o nosso amigo Je Je (Jeremias) …ele é ótimo também!

      Ah! Eu não me vejo em nenhum desses times que você mencionou…rs Pode me dizer em qual time que me encaixo???…

      • Sérgio diz

        Desculpe me intrometer , a pergunta não foi feita pra mim , mais tenho que dar minha visão , vc e muitos são fundamentais aqui , vc faz esse blog mais feliz , vc dá força pra quem precisa , seus comentários raramente não arranca um sorriso meu , assim como deve arrancar de muitos , vc traz alegria pra esse blog , como seu nick mesmo diz vc traz “vida” para esse blog. Vc , Js e outros são peças chave nesse blog , pra vc ter noção , eu acompanho esse blog a mais de um ano e só agora resolvi interagir e ajudar , nesse tempo estava trocando informações com médicos e pesquisadores estrangeiros . Pra vc ter noção , eu tenho e-mails pessoais de médicos do The Body , do Med help , e do Freedom Health , o falecido e famoso Dr Bob Frascino , eu tive uma amizade “virtual” muito grande com ele , ele até mandou um convite pessoal para eu comparecer no seu concerto que aconteceria , mais dois dias antes ele morreu .
        Agora voltando , pra mim vc se encaixa no time das poderosas rsrsrsrs , já que estamos no clima do funk , vc lembrou do vai Serginho , essa vai pra vc “Poderosa, olhar de diamante ,nos envolve, nos fascina, agita o salão
        Balança gostoso requebrando até o chão…..” rsrsrsrs
        Vamos animar que hj trabalho na madruga , sniff

        • Sérgio

          Que lindoooo!! Como é bom ler essas coisas, como é bom fazer a diferença para alguém …obrigada pelas palavras!

          PS: Não dá pra requebrar até o chão não….tô encarangada..kkkkkkkkkkkk

          • Sérgio diz

            São sinceras as minhas palavras em relação a sua pessoa, olha que dá para dar uma requebrada ainda kkkkkk .

        • Jeremias diz

          Sérgio, tu é exatamente o tipo de pessoa que eu falo quando sugiro a militância científica ao invés das outras…Oxalá tivéssemos mais gente assim!!

          • Sérgio diz

            Jeremias temos o mesmo pensamento , ponto de vista e queremos algo melhor , tem uns que pensam que já tá bom do jeito que tá. Eu ouvir de um ativista americano que está vivo graças ao Ibalizumab e pela primeira vez em 26 anos , teve a sua carga viral indetectável , graças ao Ibalizumab , eu não posso ficar calado!!! TMJ Jeremias .

      • Mutatis Mutandis diz

        Vida, MU Mu foi engraçado…kkkk.. Não citei todos os times, nem quis esgotar todos os nomes, mas você deve estar no time daqueles que querem que esse blog conviva como todas as diferenças existentes: esse é o meu time (tb sou do religioso, kkkk).

        Diferença para a matemática significa subtração, mas para a vida humana significa soma….quanto mais diferença maiores seremos, assim como o corpo humano é feito de partes diferentes e ao todo forma um…eita, filosofei agora….kkkkk Grande Abraço.

        • Eita! Mutatis Mutandis filosofandi….rsrsrs (falei igual ao Mussum agora)..

          Abraços querido

  30. Pequena + diz

    Vida 😉
    Amei o “sangue azul”…rs…
    Esse blog é muito bom,pessoas com vários níveis de conhecimento.
    Além do bom humor, leva=se em conta a seriedade desse bichinho indesejado.
    E estamos aí, levando a vida num barquinho em ondas calmas, que as vezes se transforma em uma tempestade daquelas, que logo volta a se acalmar.
    Obrigados a todos vcs por estarem aki 😉
    Tudo bem, que as vezes vcs me confundem um pouco pela complexidade das informações, mas tudo bem, faz parte…rs…
    Sou novata aqui ❤
    Bjus a todos 😉

      • Sérgio diz

        Alexandre , espero que dobre apenas uma esquina , não dobre 4 esquinas e fique dando voltas no quarteirão , como muitos medicamentos inovadores estão passando por isso. Abração!

    • Pequena +

      Posso dizer que hoje meu barquinho está em ondas calmas, mas já enfrentei tsunamis viu?.(Graças a Deus que tudo passa).
      Eu adoro tudo aqui no blog, tudo mesmo! Foi aqui que encontrei informações, esclareci dúvidas, fiz amigos, amore (haha)…. enfim, a acolhida foi ótima!
      Ah e quanto a complexidade das informações ..é normal tá? eu viajo na maionese até hoje..kkkkkk

      beijoss

  31. Juliana diz

    Olá, me chamo Juliana e vejo em você uma pessoa que poderá me auxiliar nas dúvidas e preocupações que passo no momento. Não quero detalhar muito aqui. Como poderia deixar meu e-mail para que nos falássemos? É uma situação bem delicada e seria muito grata se pudesse me ceder um pouco de sua atenção. Obrigada e grande abraço.

  32. Espero que essa cura funcional não fique só na esquina desse workshop. Ou melhor, que não seja mais um ” estudo promissor”. Js, por gentileza, volte com suas histórias. Abraço.

          • Secret diz

            Vida,

            Bonita do jeito que você é não vai ficar dando sopa na esquina muito tempo, não!!!

            • Bonitas todas nós somos depois de uma “rebocada” na cara..Eu sou ajeitadinha e tô com doce.rs . E outra, eu não estou na esquina dando sopa, eu estou na esquina esperando o meu analgésico! Só que ele me deu um “toco” tô esperando até agora!. snif
              O danado resolveu “cariocar” Certamente que está curtindo a noite pelos Arcos da Lapa depois de ficar o dia todo salgando o marisco na praia..rsrsrs

              Putz…depois dessa eu apanho 😛

    • Sérgio diz

      Paracetabem , estudos promissores temos já muitos como vc bem sabe ,acima passei uma lista , que nem está completa. O problema é a aprovação , apesar de vários demonstrarem serem seguros , eficazes em combater o hiv e com menos ou sem efeitos colaterais , há algo que não permitem mudar a forma de tratamento , o pensamento fica só nos Arvs , Arvs novos , combinados e por ai vai, não param. To de saco cheio , tem um estudo de imunoterapia “Kallunk Oxide” , que também está tendo ótimos resultados , mais está sofrendo uma enorme burocracia por parte da FDA , talvez por ser da Índia esteja acontecendo isso , assim como o Ibalizumad da china está penando para chegar ao mercado e melhorar a nossa qualidade de vida. O Kallunk Oxide , está em fase 3 , obteve até agora excelentes resultados , aqui um trecho do site da FDA aonde está em teste a pesquisa no primeiro parágrafo “Este trabalho é importante para a cura / controlo da infecção por HIV.”
      http://www.clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT01349062?term=kallunk+oxide&rank=1
      Os Arvs americanos e europeus , a FDA concede logo a chamada Fast Track , “Acelerar estudo e aprovação de medicamentos via rápida.” , acho que já estou falando demais , acho que darei uma pausa do blog. Abraços

      • Sérgio diz

        No Brasil mesmo temos o avelós , que mostrou ótimos resultados e a Mutamba(MGU-Tanino) , demonstraram um grande poder antiviral , atravessando barreiras , chegando aos linfonodos e medula óssea dos pacientes infectados , teve um poderoso freio da replicação do hiv , sem toxidade celular . Conseguiu a redução da carga viral preservando o sistema imunológico , o quê está faltando ? Apoio de governos e instituições científicas e sociais , para dar prosseguimento. RSRSRS , vou esperar sentado. Voltando o assunto , estou apostando todas as minhas fichas nos anticorpos monoclonais , não tem nada que indique que algo possa dar errado com eles. E outra esqueça engenharia genética , pois mexer com nossas células é complicado , podemos até livrar do hiv , mais sofrermos uma séria de problemas , principalmente cânceres . Boa noite a todos , sou do bonde da madruga kkkk!

          • Sérgio diz

            Vida , não fala assim , todos somos demais!!! Vc também!!! Já falei acima vc é fundamental aqui.

        • Jeremias diz

          Sérgio, desde que conheci os anticorpos monoclonais e parei para ler um pouco, incorporei essa tua mesma i,mpressão, essa sensação intuitiva de confiança e de que o caminho é esse. Parece-me ser uma proposta medicamentosa feita para atuar de modo quase “inteligente” na proteção contra infecções, fazendo com que seja uma espécie de perfeito substituto artificial para os nossos próprios anticorpos naturais. É muito interessante a maneira como, por exemplo, o pro-140 “caça” as células ccr5 que abrem a guarda do nosso organismo para a invasão infecciosa. Acho que é exatamente por isso que os efeitos colaterais são tão irrisórios quando eles entram em nós, porque é como se ele atacasse não o hiv mas o “alcaguete” que entrega nosso organismo a ele. Dá,sim, aquela enorme sensação de Eureka!
          Outra coisa interessante é o uso desproporcional e estranho da ciência da Estatística. Gostaria de saber porque uma amostra de algumas dezenas de pessoas(falo do Visconti) é suficiente para criar um protocolo de início imediato de tratamento enquanto uma triagem analítica de algum composto realizado proveitosamente com 1000, 1500 pessoas não serve para dar inicio à papelada de liberação desses compostos dos laboratórios para as farmácias.

          • Sérgio diz

            Jeremias , os anticorpos monoclonais são direcionados para reconhecer o seu alvo específico ( hiv) , eles hoje em dia são humanizados , evitando qualquer reação do nosso sistema imunológico . Quando ao estudo Visconti eu prefiro não comentar , vcs já sabem o meu pensamento.

            • Sempre critiquei o Estudo Visconti. Toda vida disse que a na maioria dos participantes não funcionou a curto prazo. E falo mais: tenho certeza que nos 15 pacientes que o estudo AINDA está dando certo, o vírus reaparecerá, e mais, o vírus volta muito mais forte e evoluído. MB, o seu medo de um super HIV pode acontecer nesses pacientes. Mas pelo fato desse estudo ser realizado com os atuais ARV, ele já é tido como protocolo. Repito mais uma vez: esse estudo pra mim não vale nada!

              • Sérgio diz

                Alexandre , falaria praticamente o mesmo que vc , com poucas diferenças que nem prefiro falar , esse estudo Visconti não me engana!!!

                  • Jeremias diz

                    não entendi “Cult”–que nome assustador!!–, nós somos doentes mentais e não sabemos ler inglês ou “sabemos de tudo”….puta que pariu, é com esse tipo de ameba intelectual, incapaz de escrever três linhas com o minimo de coerência que temos que tratar….ô fulaninho, vá chupar prego, vai!vai procurar tua turminha “hipster”, seu afetado do caralho!

            • Cult diz

              é cada absurdo que escrevem aqui! Qual a parte que vcs não conseguem entender que uma vez diagnosticado, o UNICO caminho é em direção as tarvs? Esse discurso todo contra a medicação parece piada! não toma pra ver o bicho pegar! Ah, e esse paninho todo de que as tarvs são do mal etc, já cansou! Pq ou o nego toma ou vai atingir a AIDS. Não tem pra onde fugir!

              • Jeremias diz

                o que já cansou foi cordeiro como você distorcendo tudo que se fala e corroborando tergiversação oficial. e como é a praxe de todo bom cordeiro dá aquela resposta passiva-agressiva desesperada e intimidatória, querendo esconder sua passividade com teatralidade agressiva e reprobatória.

                que parte você não conseguiu entender que o foco não é chamar tarv de “mal”, mas sim de abrir os horizontes para saídas menos agressivas ao organismo e que se distanciem de um encontro diário e tenso com remédios que precisam ser tomados com rigidez espartana?

                • Cult diz

                  prefiro ser cordeiro do que seguir as ideias furadas de vocês, pq o que adianta ficar gritando que querem tarvs melhor? Se existisse, jah estariam no mercado. Esse discurso de vcs eh típico de quem nao começou a usar a medição e fica tocando o terror em quem começou, como se isso ajudasse! Agora se querem ser diferentes, ok, quando entrarem em AIDS, nao digam que nao sabiam que a medicação estava disponível!

                  • Jeremias diz

                    por que? porque é um nome religioso seu ateuzinho “cult” de merda. Nunca fui um ser religioso e, em ultima palavra, não creio em Deus, mas esses ateuzinhos de bosta de hoje em dia, que fazem passeatas em nome da “classe” e que vão acabar criminalizando a própria crença em si são os mesmos que estão entregando o Brasil nas mãos de ditadores políticos. Nunca na história humana houve um fanatismo desse tipo, nunca na história o ódio desses zelotes e dessas carolas ateias ameaçou tanto as liberdades. É esse gado acéfalo, incapaz, incinerado mentalmente, covarde e adorador de palavras de ordem que aponta o dedo para todos e que está preste a transformar o brasil numa distopia ficcional, como “1984” do George Orwell. Portanto, “Cult”–esse sim um “nome” respeitabilíssimo–, como diz o Alexandre, vá tomar no seu Cult!
                    .

              • Sérgio diz

                Cult , qual foi a parte da história em que vc ouviu alguém dizer para não tomar-mos Arvs? Se vc ler bem , acho que vc não leu , estamos revoltados que tem tratamentos que já foram provados ser eficazes e seguros no combate ao hiv , e que poderíamos tomar com um espaço de tempo maior e sem efeitos colaterais , e estão fazendo de tudo para atrasar a liberação deles.Tiveram a coragem de exigir a repetição da fase 2 de testes do Ibalizumab , isso não existe , isso que nos revolta. Agora , ninguém falou em parar com Arvs mais uma vez repito , enquanto não liberam os tratamentos mais humanos , vamos nos envenenando. Eu e muito queremos andar pra frente , tratamentos melhores , qualidade de vida melhores , já que vc gosta de andar pra trás , tome o Azt sozinho como era no começo.

                • aposto que nenhum dos 3 toma, pq quem toma sabe que nao tem pra onde fugir. Ficam falando de novos remédios que nem se quer foram aprovados! ja ta mais do que provado que a tarv atual tem mais benefícios do que malefícios! E nao falaram em parar de tomar, mas quando alimentam um discurso ridículo em favor a produtos que ao menos foram aprovados, o que vc acha que passa na cabeca de quem toma? reflita, meu caro! Se vc tomasse as medicações, teria outro discurso!

                  • MB+ diz

                    Cult,

                    Mas como explicar para pessoas que falam que AIDS e HIV são a mesma coisa?

                    • Cult diz

                      qualquer soropositivo sabe a diferenca de hiv e aids…essa nao eh a questão. o que pega eh o fato de vcs, que nao usam tarv, ficarem sonhando, clamando etc por algo que nao existe e, pior, tocando o terror em quem ja faz uso da medicação. vai ver nem hiv + os 3 são, pq quem eh sabe muito bem que nao tem pra onde correr, pq se nao toma antirretroviral, sabe que vai ser pior.

                  • Sérgio diz

                    Cult , não vou perder meu tempo discutindo com vc , vc está se mostrando ser de uma ignorância total , eu que aposto que vc começou a tomar a medicação agora e sabe que tem Arvs por muitos anos , agora perca um minuto lendo essa resposta aonde o especialista do The Body diz claramente que só está vivo graças ao Ibalizumab
                    http://www.thebody.com/Forums/AIDS/Nutrition/Q233095.html
                    Vc não sabe o que está falando .
                    Aposto que vc não sabe nem o processo envolvido na aprovação de uma medicação , se não não falaria merda!
                    E outra , o que vc me diz de o vice presidente José de Alencar receber uma medicação contra o câncer que também sequer estava aprovada? Cuidado com a língua , não cospe pro alto não , um dia os Arvs podem não fazer mais efeito em vc , e vc sabendo que tem novos medicamentos que já mostraram segurança e eficiência , inclusive superior aos Arvs e não pode usá-los pois a burocracia e a máfia é grande , vc se sentiria como muitos se sentem . Pense que tem muitos nessa situação hj em dia , repito , leia a resposta que coloquei ai , de uma pessoa séria , um grande ativista que diz claramente que só está vivo graças ao Ibalizumab. Se vc só pensa em si próprio , eu penso muito nos outros , meu assunto com vc morreu e que vc nunca passe o que essas pessoas estão passando.

                    • vc faz uso de tarv? nao! entao, nao venha falar do que vc nao sabe! eh tomar ou se fuder, nao tao outro caminho, babaca!

                    • e outra, vc se apoio no depoimento de um nego apenas e tirado da internet? deixa de ser tapado! vc quer o que? que troquem as tarvs que são seguras por medicamentos que nao concluíram os estudos? entao vai comer folha de aveloz e conta pra gente se deu certo!

                    • Sérgio diz

                      Eu disse que não lhe responderia mais , mais essa tenho que responder , “vc vem se apoiando num depoimento de um nego apenas tirado da internet” , me deixou bem claro o seu pensamento com o próximo! Reze muito , para vc não criar resistências , falhas etc , quem muito cospe pro alto , acaba caindo na cara. E esse nego de quem vc falou , é um dos maiores ativistas na área do hiv , se não for o maior , é convidado e vai a todas as conferências sobre hiv no mundo, escreveu já vários livros , então ele sabe muito bem o que fala.E sobre o avelós , ele nem entrou em estudos com humanos , estou falando de produtos que já estão em fase 3 de estudo seu idiota , e que já eram pra estar disponíveis .
                      https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT02028819?term=ibalizumab&rank=4
                      Como pode vc querer contestar uma pessoa que é convidade e está em todas as conferências?
                      Aqui mais um pouco sobre o nego de quem vc falou
                      http://positivelyaware.com/2009/09_03/nelson_vergel.shtml

                      E sobre o Ibalizumab dê mais uma lida aqui
                      http://www.wuxiapptec.com/press/detail/221/18.html
                      ” Este é o primeiro relato FDA aprovação de um produto fabricado em biológicos estéril China para uso sob uma IND EUA, que é um marco importante do investimento de Wuxi para acelerar o desenvolvimento global de produtos biológicos inovadores”
                      E outra , babaca é vc que só pensa em si próprio , não pensa no próximo , vc é mesquinho!!!!
                      As pessoas desse blog querem algo de melhor para vida delas , querem andar para frente , ao contrário de vc seu pessimista idiota. O próprio JS já publicou matérias aqui falando dos beneficios do Ibalizumab e do pro-140
                      https://jovemsoropositivo.com/2013/04/16/longa-duracao/
                      Todos aqui querem dar passos pra frente , melhorias , menos danos ao corpo , só um idiota como vc que quer morrer tomando Arvs.

        • CARA + diz

          Sérgio, vc é o cara!!! fico admirado ao ler seus comentários, pela veracidade, empenho e dedicação. Obrigadão pelos esclarecimentos!

          Que Deus nos ajude em busca da tão sonhada cura.

          • Sérgio diz

            Poxa CARA+ , todos que estão aqui querem melhoria de vida , querem tratamentos melhores , inovações , parece que só esse sujeito tem o sonho de morrer tomando os Arvs . O que trago aqui não é boatos , pesquisas em vitro , etc … trago coisas que já eram pra estar disponíveis , vem sendo estudados há muito tempo , e já foi mais que provado a segurança e eficácia , inclusive tem pessoas usando e vivendo graças a isso. Abraço CARA+ .

            • Pequena + diz

              Sérgio
              Que bom vc não ter nos abandonado 😉
              Esse blog tornou minha leitura diária para tirar minhas dúvidas.
              Semana que vem faço a coleta da minha carga viral e do meu cd4.
              A segunda desde que fiquei sabendo do meu diagnóstico.
              E graças a vcs colaboradores e ao JS por ter feito esse blog, eu vou mais informada podendo perguntar muitas coisas ao meu infectologista.
              Porque na primeira vez fiquei anestesiada,mal falei, estava paralisada com a situação.
              Bjus da Pequena +

          • Sérgio diz

            CARA + , eu troco informações , obtive contatos através da minha profissão , com médicos influentes e especialistas na área do hiv , há muito tempo , minhas informações não são de sites de internet não , só para te dar um exemplo , não sei se vc conheceu , o famoso Dr Bob , do The Body , eu trocava e-mails pessoais com ele , ele me enviava convites na minha casa para os concertos dele , ele era um dos maiores ativistas e especialistas na área , faleceu devido a Mac , sonhava em ver a cura na sua vida , como um grande amigo que me tornei fiz uma homenagem na época no site do amigo Alexandre, no final está lá o meu nome.
            http://prazeralexandre.blogspot.com.br/2011/10/dr-bob-um-ativista-da-vida.html

        • Sim Alisson, cheiro do meu pão de queijo de BH..rs
          Você também é pão de queijo né? Só que pão de queijo lá das bandas do triângulo mineiro ..rs

          • Secret diz

            Esse assunto de pão de queijo tá me dando vontade de comer um!!!

            • Ahhhh Secret….pode tirar esse “zóião” azul do meu pão….
              Come o pão de queijo do Alisson ali..rs.. pão de queijo das bandas do triângulo mineiro é melhor tá? é mais gostoso e não engorda!!!

    • Paracetabem, meu bem!!!

      Não só a cura está na esquina…… a Vida também está!!!! Vem que eu tenho o remédio pra te curar..
      Estou te esperando aqui na esquina da Rua Tiso..rs

      Um beijo e um queijo procêeeeee delicinha!

  33. MB+ diz

    Amigos,

    Talves voces estejam me entendendo mal, não sou contra as novas medicações seja elas monoclonais ou não , se vier para somar que venha…se vier para curar melhor ainda.
    Agora tento passar o que aprendi neste tempo vivendo ou convivendo com o HIV que:

    Não dar um passo maior que a perna.
    Viver um dia por vez
    E se apoiar onde a mão consegue alcançar.

    Por isso que digo se o stribild é melhor que o efavirens …quero o stribild.
    Se o complera é melhor que a Nevirapina…quero o complera.
    Se o Atripla é melhor que o Kaletra …quero o Atripla.

    Pois sei que estes estão onde minha mão , onde meus passos , onde minha vida de hoje pode me dar…

    Quando então vierem os monoclonais ai sim vou querer estes , pois sei que serão melhores que o stribild,complera e atripla.

    Se eles forem o mais proximo da cura …para os ter faço até o que uma amiga me sugeriu…Me visto de Carmem Miranda e saio cantando tico tico no fuba em plena paulista.

    • MB+ faço questão de filmar esse momento histórico….
      Você em plena avenida Paulista, vestido de Carmem Miranda, cantando tico tico no fubá ….rsrsrs

      • MB+ diz

        Pode comprar a câmera pois cumprirei minha promessa…pra quem esteve no show do Green Day com uma camisa escrito “sou positivo e dai” isso não é nada.

  34. CARA + diz

    Galera
    estava aqui pensando ao ler os comentários de todos vcs… principalmente do pessoal que tem mais contato tecnico/cientifico das possíveis curas…

    fico me perguntando: frente a esse cenário, o que nós, soropositivos, poderiamos fazer? Existe algo que efetivamente possa ser feito por nós? Que papel a gente desempenha nesse cenário e qual poderiamos desempenhar? ele existe? teriamos que dar a cara a tapa? Enfim, podemos fazer algo a respeito?

    Li aqui algo que o MB+ escreveu e concordo, sobre o que fazer quando injustiças acontecem no dia a dia… mas o além disso, nesses casos de pesquisa, nos tornamos reféns dos laboratórios? existe alguma forma de “pressão” que possa ser feita?

    sei lá, sempre fui da opinião que “juntos somos mais fortes” e se efetivamente pudessemos fazer algo, se não acompanhar sentado de camarote, poderiamos pensar em algo!!!!

    talvez tenha escrito uma grande besteira, mas sei lá, me passou pela cabeça.

    • Sérgio diz

      Podemos até fazer , mais acho difícil mudar algo . Já tem muitos ativistas mundias , acompanhando de perto as pesquisas e conferências . Andei verificando e fiquei impressionado com o número de pesquisas que estão recebendo ajuda da fundação Bill e Mellinda Gates , isso é muito bom , em todos os sentidos.
      aqui tem uma lista de alguns estudos pela cura
      http://www.treatmentactiongroup.org/cure/trials
      Abraço

      • Sérgio diz

        Mais sempre podemos fazer algo.
        Vc assistiu o filme Clube de Compras Dallas , se não assistiu, assista , ele conta uma história real , e vc verá que vc não tá falando besteira não , todos podemos fazer algo.

        • Cara + diz

          opa, não assisti. Vou ver! obrigadão

          é que sabe cara, nunca fui de assistir passivo a uma situação e quando leio todos esses comentários que vc, jeremias entre outros, postam sobre um melhor tratamento, fico nessa de: – Pô, se já existe, já esta comprovado cientificamente, será que temos que assistir a isso de camarote, sem nada a fazer? sem nada a cobrar? reféns de laboratório, de interesses políticos….os maiores interessados nisso tudo, somos “nozes”, como diz o vídeo: “as arveres somos nozis”…

          me lembrei desse vídeo ao escrever, apenas para descontrair e dar uma de VIDA, que é sempre hilária em seus posts.

          • Sérgio diz

            Amigo assista sim , não deixe de assistir , se puder hj ainda kkkkk , eu quero o melhor pra mim , pra vc e pra todos , tá certo que estamos numa zona de um certo conforto , mais podendo termos um tratamento melhor? E que está ao nosso alcance ? E aqueles que já criaram resistência a todos medicamentos ? Eles não pensam nisso , são egoístas , com eles está tudo ok , que se f o resto. Sim amigo sobre laboratórios , industrias farmacêuticas já deixei claro lá em cima. Abração , se precisar to ai.

            • CARA + diz

              Grande Sérgio
              ainda não assisti, sabe como é, esse último trimestre é sempre mais corrido…
              mas vou ver sim e vamos trocar idéias sobre. Sou fã dos teus posts aqui no blog!

  35. Pequena diz

    Oi pessoal alguém que tem um diagnóstico parecido com que vou relatar me ajude tô ficando quase doida. Meu marido já está no segundo mês de medicação no começo era difícil a noite tinha alucinações, enjôo, insônia depois duns 15 dias foi melhorando mas essa semana ele começou a passar mal quase sempre mesmo horário pela manhã entre dez e meio dia diz que começa subir uma sensação ruim dos pé pra cabeça da uma fraqueza uma sensação que vai desmaiar o rosto e a mão amortece. Será que pode ser reação dos medicamentos? Ficarei esperando resposta, Beijos e obrigada

    • Tati diz

      Pequena… Não senti isso, o que senti sempre no mesmo horário durante uns 3 dias eu acho, foi umas pintinhas vermelhas no colo e uma coceira danada na sola dos pés, mas logo passava quando voltei ao médico e ele me passou antialérgico nem cheguei a tomar. Bom fim de semana!! Espero que ele melhore!!

    • Phoenix diz

      Somente o médico pode entender o que está acontecendo. Cabem exames de sangue investigando alguns parâmetros clínicos: glicose, triglicérides, função hepática e renal… Precisa ver o esquema que ele usa, possíveis doenças associadas, tempo de contaminação. O médico é a melhor pessoa a se conversar… Desejo boa sorte e espero sinceramente que isso melhore… Grande abraço.

  36. Jeremias diz

    Sérgio, duas perguntas:
    1-Uma fórmula desenvolvida fora dos EUA–como o Ibalizumab– precisa obrigatoriamente receber o aval da FDA para entrar no mercado mundial, ou isso é feito a partir das reguladoras individuais de cada país, numa “liberação em cadeia”, a começar pela agência chinesa, no caso do Iba?

    2-Sendo você um trabalhador da saúde, tu toca nesses assuntos sobre propostas mais modernas com médicos brasileiros ou mesmo do hospital ou hospitais onde você trabalha? Se sim, o que eles dizem, qual a reação deles?

  37. Sérgio diz

    1- Não amigo , não precisa do aval da FDA , cada país tem sua reguladora , no caso do Brasil Anvisa , o problema é que a quantificação dos ensaios clínicos tem que estar registrados no http://www.clinicaltrials.gov que é americano , e isso é exigido por lei:
    Seção 801 da Lei de Alterações Food and Drug Administration (FDAAA 801) (PDF) requer Responsáveis ​​se cadastrar e submeter um resumo dos resultados dos ensaios clínicos com ClinicalTrials.gov. A lei se aplica a determinados ensaios clínicos de medicamentos (incluindo os produtos biológicos) e dispositivos médicos.
    http://prsinfo.clinicaltrials.gov/definitions.html
    2- Todos eles sabem muito bem da máfia medicamentosa que existe , tem médicos que recebem lotes de medicamentos amostra grátis , ai vc se consulta ele te indica um certo medicamento e do nada ele chega e fala ” calma ai que eu acho que aqui tem uma amostra , para vc já começar a tomar hj” , ele está recebendo um beneficio dessa empresa e está beneficiando ela automaticamente . Assim como há até hj uma disputa entre Eua e França , pela descoberta do hiv , enquanto o medicamento inovador não vier deles , acho que farão de tudo para atrasar os de outros países , o Zmapp como é deles , está na produção a todo vapor.

  38. Sérgio diz

    Jeremias , já lhe respondi , mais foi pra moderação , acho que estou sofrendo bullying kkkkkkkk , brincadeira!!!!

  39. MB+ diz

    Amigos,

    Tenho que concordar em parte com o Cult quando ele afirma que após o diagnostico do HIV temos que sim tomar os ARV’s isto é fato.
    O que temos que levar em consideração é o fato que neste Blog acabamos a nos tornar formadores de opnião e quando escrevemos uma fraze “enquanto não liberam os tratamentos mais humanos , vamos nos envenenando” estamos dizendo que as medicações são venenos e que se a tomarmos estaremos nos envenenando.
    Fato é que todos os dias chegam ao blog pessoas desesperadas atrás de informações a respeito do HIV e seu tratamento , essas pessoas estão muitas vezes fragilizadas e sem rumo e ao se depararem com certas frases acabam perdendo a unica esperança que tem que é “se tomar minhas medicações certinho posso ter uma vida normal” pois que normalidade há numa vida se tomamos veneno?

    NÂO OS ARV”S NÂO SÂO VENENO SÃO SIM NOSSOS AMIGOS QUE NOS MANTERAM VIVOS…PONTO.

    Temos sim que tomarmos a linha de que :

    01- Temos HIV e não AIDS e temos que tomar as medicações distribuidas gratuitamente e essas medicações apesar de “poder” causar algum efeito colateral estas nos dara a condição de termos uma perspectiva de vida proxima ao soronegativo…ISTO È FATO E NÂO È ESTUDO.

    02- Sim , existe medicações já aprovadas que causam menores efeitos colaterais e com uma facilidade maior para a adesão pois muitas delas são medicações de apenas um comprimido de uso diario…TEMOS SIM QUE COMEÇARMOS A NOS MANIFESTAR PARA TERMOS ESTAS MEDICAÇÔES.

    03- Existe varias outras medicações em estudos e muitas delas em faze final de teste o “Ibalizumab”é uma delas (não voltou para faze 02 não e sim entrou na faze 2b) e que já esta sendo discutida o inicio da faze 3, o FDA aprovou sim a mesma.

    http://www.wuxiapptec.com/press/detail/221/18.html

    ISSO ESTA NO SITE DA FABRICANTE antes que digam que é conversa de internet.

    Mas que também causam efeitos colaterais primarios sendo eles erupção cutânea, diarreia, dor de cabeça e náuseas.

    Primarios pois não houve ainda tempo para acompanhamento clinico para verificar outros efeitos que esta droga pode causar a longo prazo , por este motivo ainda não foi liberada.

    TEMOS QUE ACOMPANHAR DE PERTO ESTAS DROGAS.

    http://aidsinfo.nih.gov/drugs/511/ibalizumab/0/patient

    Agora me causa estranhesa o fato de que pessoas que defendem uma tecnologia de ponta e se dizem tão entendidas ao ponto de não aceitar outras opinioes vir a cometer um erro primario afirmando que HIV e AIDS são a mesma coisa.
    Ou que partem para a ignorancia quando suas opnioes são confrontadas?
    Algum dos estudiosos sabem me informar quantos estados já foi implantada a distribuição do 3 em 1 (fora RGS e AM) ? pois Eu enviei um email para o MS e obtive a resposta que ” PAULATINAMENTE ESTARIA SENDO REALIZADA A IMPLANTAÇÂO DESTE MEDICAMENTO E ATÈ O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 TODO O PAIS ESTARIA UTILIZANDO”
    Bem já estamos em outubro e nada andou…com isso deveriamos nos preocupar ou cobrar.

    Ou como alguem falou que estou resignado (conformado) rsrs…Não, em mim não há resignação , sou até meio revoltado e um ativista pela causa , solicitando mudança de locais de farmacia, facilidade de retirada de medicações, melhoria de atendimento ambulatorial, cobrança de prazos para chegada de novas medicações , melhor trato psicologico ao portador entre outras.

    Dar tempo ao tempo não é resignação e sim compreensão.
    Como diz minha vó:

    APRESSADO COME CRU.

    • E discutir com quem escreve “faze” ao invés de fase? E discutir com quem escreve “estranhesa” ao invés de estranheza? E discutir com quem escreve “fraze” ao invés de frase? Entre outras pérolas…

      • MB+ diz

        Alexandre,

        Rsrs …Meu portugues sempre foi fraco …Tenho pequenos problemas com o z …rsrs…Grande mesmo é na hora do X esses sim até me da calafrios.

        Grato pelo toque.

    • Sérgio diz

      Acho que vc se faz de idiota , deixei bem claro quando escrevi isso , que viria um idiota e falaria que eu estava chamando os Arvs de veneno. Vc sabe qual a diferença do veneno para o remédio? Eu não vou discutir com um idiota como vc , mais uma vez vou explicar pois vc se faz de idiota para causar ou tá sismado comigo. Os Arvs é o que temos no momento e temos que tomar , se não morreremos , como vc bem disse vc está há 6 anos sem precisar tomar , então vc não sabe o que passa em pessoas que tomam há 15 , 20 anos , eu penso nelas , já existem , repito existem medicamentos com quase nenhum efeito colateral , que poderiam ser tomados mensalmente ou até trimestralmente , e que estão sofrendo atraso , por pressões burocráticas. Fala em dar tempo ao tempo para que já toma Arvs há vinte poucos anos e já criou resistência a todos os medicamentos? Pense nos outros , se ponha no lugar dos outros seu desumano!!!!

      • Sérgio diz

        E outra quando for pesquisar sobre qualquer medicação , não é na AidsInfo que se pesquisa não , é no http://www.clinicaltrials.gov , é ai que as pesquisas são registradas , acompanhadas , relatadas para ser aprovadas.

        • Sérgio diz

          Porra , me tirou do sério , já tenho um trabalho estressante e ainda tenho que debater com um ignorante.
          “APRESSADO COME CRU.” , meu camarada , tem pessoas que não tem mais um minuto a perder , não respondem a mais nenhum Arvs , vc consegue entender isso? Muitos estão já adquirindo o vírus resistente a vários medicamentos , pergunte ao Secret que escreve aqui , e tem pior , tem pessoas que adquirem já com resistência a várias classes de drogas. Porra pense no próximo um pouco , pense antes de falar merda!!! Vc nem toma ainda Arvs , por isso não tem pressa como vc disse “APRESSADO COME CRU.” , agora para muitos , essa liberação desses medicamentos que já demonstraram sua segurança e extrema eficácia , é a luz no fim do túnel deles!!!

          • MB+ diz

            Amigo,

            Desculpe a minha ignorancia e idiotice , somente expresso meu ponto de vista , como voce expressa o seu , se nossas ideias não são as mesmas paciencia mas não vou baixar o nivel da conversa para impor o que Eu acho…Isso se chama DEMOCRACIA…

            Bem o TIRIRICA foi eleito novamente pois ” Só existe Palhaço porque há pessoas para aplaudir suas palhaçadas”…Há e não tenho sisma de voce não…estamos no mesmo barco né?

            Bem enquanto voce ajuda muitos com os MONOCLONAIS …esses IDIOTA , bem esse idiota (rsrs) acabou de fazer a idiotice de contestar junto ao MP sobre a localização das farmacias para distribuição dos ARV’s para que as mesmas sejam instaladas em locais mais privados evitando assim o desconforto dos pacientes na hora de retirar suas medicações.

            Sou um IDIOTA mesmo…Né?

            • Sérgio diz

              Amigo , sei reconhecer meus erros , mil perdões por te chamar de idiota , de coração mesmo , agora do resto , vc tem que entender que tem produtos que já eram pra estar nas “prateleiras” , já foram testados , re-testados , feito de tudo para que não cheguem a sua fase final , tem muitos que tomam Arvs há 15 , 20 ,.. anos e não aguentam mais , vc não tem noção da máfia das industrias farmacêuticas , o que puderem fazer para manterem os Arvs por mais 10 , 20 ,30 anos elas irão fazer. Os anticorpos , no momento é o que temos de mais concreto e que já provou ser eficaz e eficiente em controlar o hiv. Vc me vê falar em Nanopartículas , transplante , radiação , etc e tal , estou falando de algo que já está sendo usado por alguns(participantes da pesquisa) e mostrou ser totalmente eficaz e tem salvo a vida deles . Uma medicação que podemos tomar mensalmente , praticamente isenta de efeitos colaterais , e que está há muitos anos para ser aprovado. E a comparação que fiz foi que praticamente o mesmo composto já está sendo produzido para combater o Ebola. Todos aqui querem melhorias , cura etc … Ninguém quer envelhecer nesses Arvs , que por mais que sejam a nossa única alternativa (no mercado) , a longo prazo deixará sequelas. Abraço MB+ , desculpe a ofensa , foi mais um desabafo , pois troco e-mails com ativistas internacionais e eles não aguentam mais a burocracia com os anticorpos monoclonais.

              • MB+ diz

                Rsrs. ..Desculpas aceitas…nunca disse que voce esta errado longe disso voce esta certo. ..muito certo. ..pois desde que classificaram o hiv com doença crônica parece que o mundo parou…tudo de novidade para na fase 2 (aprendi a usar o s)e não sai mais…ai penso vou morrer tomando efa…não, quero coisa melhor. ..mas essas nunca chegam…porquê? Por causa de uma burocracia burra. ..o ebola ameaça os USA e boom já tao aprovando os medicamentos sacanagem né?

                Respeito sua opinião e estou aqui para te ajudar e ser ajudado. ..

                Abraços

                • Sérgio diz

                  Sim , muitos comparam o hiv com a diabetes. Vc vê algum avanço na cura da diabetes , vc tem noção da idade da diabetes kkkkk? Não vê e nem verá , e tenho medo que aconteça o mesmo com o hiv. Amigo , repito , já falei aqui várias vezes , o que me conforta , é que a maioria dos estudos inovadores , incluindo os monoclonais, quando vou verificar estão sendo custeados pela fundação Bill e Mellinda Gates. Quando não são são pela NIH , amfar , algum instituto de pesquisa ou faculdade. Vc nunca raramente verá alguma industria farmacêutica . Abraço

              • Sérgio diz

                MB+ aposto muito também nos imunomoduladores , mais ai é mais pra frente .

                • MB+ diz

                  Kkkkkkk. ..por enquanto vamos ficar nos monoclonais. ..voce não concorda muito mas um stribild já seria um grande passo.
                  Mas o 3 em 1 que já tá aprovado não anda imagina os outros. ..mas em conversa hoje com um infecto da fiocruz ele garantiu que antes de 2017 vai ser dificil alguma novidade …mas depois vai ser uma enxurrada de novas medicações.

                    • Sérgio diz

                      Tem muitos Arvs vindo por ai , Arvs não param , todos têm aprovação rápida , vem vindo albuvirtide , cabotegravir , doravirine , cenicriviroc , apricitabina , tenofovir alafenamide , rilpivirine-LA , e tem mais , não para , pq ao invés das industrias investirem em Arvs , que já temos muitos e muitos , a nível mundial , investem em novas classes medicamentosas? Dá até a impressão que existe um acordo entre elas . Não é possível!!!

                  • Sérgio diz

                    Sim seria um passo , mais melhoraria apenas a adesão , fora isso mais nada. Quanto a 2017 , já disse lá em cima e deixei bem claro , o pq de 2017 , vc pode ver lá que está bem explicado , é o problema de patentes , as industrias investem milhões em Arvs , e tem que recuperar esse investimento , a patente da lamivudina expirou em 2010 , a do acabavir em 2012 , a do efavirenz em 2013 , em 2015 expira o darunavir e a emtricitabina , 2016 lopinavir e ritonavir e 2017 tenofovir e atazanavir ai acho que vão finalmente liberar os monoclonais .

                    • MB+ diz

                      Sim…sei disso apenas quis provocar…rsrs…po 2016 vai se arrastar daquele jeito né? Vão empurrar o 3 em 1 …Há tem o truvada também. ..e nada mais…ai chega 2017…eles vão vir de complera. ..atripla. ..stribild. ..e outros…a gilead tem que lucrar né? A custo de nosso sofrimento e como lutar se temos que ser anonimos uma sombra até para ir nas consultas essa é minha luta …deixarmos de ser numeros estatística e virar ser humanos …vivos e que querem viver

                    • MB+ diz

                      Vixe essa da Gilead…dizem que na epoca ela tava sendo duramente criticada pois só desenvolvia arvs e não estava afim de uma cura…ai ela lançou este estudo para dizer que tava sim pesquisando foi só a poeira baixar o estudo sumiu.

                    • Sérgio diz

                      Sim amigo , vou procurar saber o andamento e postarei aqui. Boa noite

                    • Sérgio diz

                      E mais uma vez desculpa por ter te ofendido , tem muitos hj em dia que só estão respirando graças ao Ibalizumab. Mais chega de falar nele que já cansei kkkk , meu pai tem diabetes, já há anos de tratamento , hj em dia ele tem várias sequelas desse tratamento , o mundo anda em constante evolução , e está na hora de evoluir o tratamento do hiv.

    • Jeremias diz

      o brasil está cheio de pessoas assim, que estão a anos no status quo, ocupam posições de poder e falam como se emitissem opinião “fora da caixa”. Ora, quem não aceita contestação aqui é você, você é quem reproduz discurso majoritário e não nós!!

  40. pequeno silva diz

    Estou desde ontemocom. Manchas vermelhas no corpo todo!!! Tô agoniado com isso. Tomo anti alergico ou espero sumir?

    quem teve esta reação poderia dizer em qto tempo se livrou delas? Com ou sem medicação?

    • MB+ diz

      Pequeno silva,

      Essas manchas aparecem devido uma reação alergica aos medicamentos e tendem a sumir …quanto ao anti alergico não há restriçoes quanto a administração fica ao seu criterio , muitas pessoas fazem uso destes e obtem bons resultados.

      Caso ocorra febre voce deve procurar seu medico para melhor avaliação.

      Abraços.

    • Sérgio diz

      Pequeno silva , procure seu médico e lhe informe o que está acontecendo. E outra , nunca tome nenhuma medicação por contra própria , pode lhe causar sérios problemas . Melhoras .

      • pequeno silva diz

        Sergio,

        obrigado pelo apoio. E ontem o meu médico respondeu um email meu e passou uma medicação. Vlws!!!

        • Sérgio diz

          Sim pequeno silva , por mais que muitos tenham experiência e entendam um pouco ou muito , ninguém pode dar consulta ou receitar pela internet. Sempre procurar o seu médico , abraços.

  41. Cara bh diz

    Pessoal, queria saber de vcs se ja tiveram um corrimento no penis.. Ja tomei varios antibioticos mas ate hoje nao resolveu o pronlema.. Alguem ja passou por isso?

    Obrigado!

    • Sérgio diz

      Cara Bh , já procurou um urologista? Se não é o certo a fazer , melhoras.

  42. Phoenix diz

    Adoro o blog e leio sempre, mas convenhamos: votar no Aécio por conta de meia dúzia de palavras formando duas frases é no mínimo ridículo.
    De fato a questão HIV/Aids é de extrema importãncia, mas a presidência é muito mais do que isso. Todos nós aqui temos acesso gratuito aos remédios. Vão lá pros esteites ver como é… Depois do último debate, a única que eu confiaria na nossa causa é a Luciana Genro!

    • Phoenix, vc acaba de falar que a presidência da república é muito mais importante do que simplesmente o que 1 candidato pode fazer em relação aos soros+, e em seguida conclui falando que depois do último debate só confiaria na Luciana Genro no que diz respeito a nossa causa. Me desculpe, mas me explique essa grande incoerência.

      • Phoenix diz

        Não vejo incoerência. A presidência envolve inúmeros problemas e a epidemia, bem como seu controle e tratamento é de extrema importância, mas não é apenas essa questão. Referi-me a votar no Aécio por conta de meia dúzia de palavras vagas que ele colocou no programa. A educação, a saúde, a questão indígena, a homofobia, segurança pública, previdência, a fome, as desigualdades sociais são questões tão importantes quanto a questão HIV/Aids… Não sejamos egoístas…

        • Me desculpe, mas acho que vc não conseguiu se explicar. Continuo achando que vc foi demasiadamente incoerente.

        • mrs diz

          Eu concordo com o Alexandre, se votar em um candidato por conto de nossa causa é egoismo, então porque o Fhoenix termina a frase dele dizendo que ele acredita apenas na Luciana Genro por nossa caua? Houve sim ocorrência! Desculpa, mas foi o meu ponto de vista.

  43. Cara + diz

    báááá….
    JS, meus comentários de ontem, não estão nenhum aqui!!!!
    fui cortado do blog… buáááá
    será que escrevi tanta besteira que fui “limado”? hehehehe

    sei lá, acho que minha conexão tava meio estranha ontem e os comentários se perderam!

    buáááá….

  44. rapaz diz

    Pessoal! No início to tarv de vcs…. Tiveram hemorróidas externas como efeito colateral???? Ou essa hipótese é descartada??? Apresentei esse sintoma 20 dias depois do inicio do medicamento… Estou tratando mas a ‘bolinha’ nao some…

    • Cara + diz

      cara, não sou médico, nem especialista no assunto, mas assim, tb tive um certo problema com essa situação fodástica (hemorróidas) entre o período de descoberta (01/08) e inicio da TARV (16/09) e questionei minha médica sobre isso e disse não haver relação entre uma coisa e outra.

      Provavelmente a ansiedade e tudo mais que gera esse início de tratamento, possa ter contribuido para isso. Sabe né, o cérebro é o gerador de tudo…

      mas faça como eu, converse com seu médico….

  45. no escuro diz

    Após 1 ano estou aqui devolta,comecei a tomar meu remedio segunda feira,efeitos horrível. …ops hora de tomar meu remedim.

  46. CrisRJ diz

    Pessoas, boa noite! Sérgio, bom saber que tem alguém do RJ aqui também. Cada vez mais tenho acessado o blog e me sentido menos sozinha. Vida, Cris (do Sul), Pequena, as meninas sempre presentes aqui. Sem falar no Jovem, que respondeu a um e-mail que enviei no ano passado. Foi uma ajuda e tanto!

    • Cris Gaucha diz

      Olá CrisRJ

      Sim, estamos todos juntos. E o mínimo que podemos fazer é receber com carinho as pessoas que chegam aqui, assim como fomos recebidos um dia.

      Obrigada pelo seu carinho também.

      Bjinhoss

  47. Guido diz

    Jeremias. Menos, meu caro. Propus que o site fizesse o mesmo com a pauta que foi acatada pelo PT no atual cenário político. Seria muito bacana que você percebesse quais são os governos que, notoriamente de direita, foram igualmente totalitários na história, sendo o totalitarismo uma característica das formas de governo e não uma forma de governo guiado pelo posicionamento político. Lembro você que o preconceito ultrapassa as ideologias políticas, pois está ligado ao não reconhecimento do que há de humano no outro, e pra isso basta não reconhecê-lo como humano; algo que as filosofias e doutrinas políticas de direita ou de esquerda não fazem por si só, mas interpretam este fato dependendo de qual aspecto do indivíduo está sendo debatido e de que forma ele é percebido por elas. Portanto, não insinue que alguém que notoriamente luta contra as graves discriminações que existem neste país faz o jogo de governos de esquerda totalitários; pois isso só pode vir de uma mente anacrônica como a de um pobre neo-liberal leitor de revista de segunda. E recomendo que leia sobre o fascismo, pois sua fala está notavelmente confusa.

    • Jeremias diz

      Guido,

      Confuso?

      ” sendo o totalitarismo uma característica das formas de governo e não uma forma de governo guiado pelo posicionamento político”.

      E onde foi que afirmei o contrário?Fiel a isto,apenas digo que politicas de esquerda TAMBÉM são potencialmente totalitárias, fato este que é evidentemente negado pelas entrelinhas dos teus raciocínios.

      Não insinuo que o indigitado elemento seja fascista, eu afirmo que ele é. O problema é um só: todos os movimento da esquerda internacional são compostos por elementos acometidos por uma certeza mais mística que a dos antigos místicos segundo a qual qualquer um ao se declarar “vermelho” é automaticamente,sem necessidade de verificação biográfica, ungido com todas as grandes virtudes da humanidade. Você tem razão ao lembrar das possibilidades de totalitarismo de direita,mas implicitamente rechaça que esta seja uma ameaça vinda de políticas “canhotas”. O estado democrático de direito já fornece todas as armas para a resolução de problemas pendentes dentro de uma sociedade dentro da qual está instalada, e qualquer luta que se perpetue através de vaidade messiânica, como faz esse deputado,como fazem feministas radicais e todos esses autoritários coloridos, será sempre um perigo,sempre.A doença do esquerdismo,tanto quanto a do direitismo extremo, é a de estabelecer diretrizes universais para a humanidade querendo impo-las por métodos extravagantes e megalomaníacos. Mas pessoas como você já estão afetados pela doença crônica da auto-glorificação e da inversão dos sentidos mais elementares(somos maravilhosos, somos os salvadores da humanidade, somos iluminados, somos os
      detentores únicos dos sentimentos de justiça e os outros são,por definição, traidores da humanidade;uma maneira bastante singela de bradar a favor do reconhecimento do “humano no outro”.Mas tudo bem,contradição psicótica é o modus operandi desses soldados universais).

      São pessoas que falam em democracia e querem um partido por 16 anos no poder;são pessoas que juram atacar ditaduras, mas que apaixonadamente defendem outras, longas e sanguinárias, são pessoas que montam na auto-mistificação do ”rebelde”, mas que adotam posturas de defesa governista de fazer inveja ao mais encarniçado burguês, são pessoas que defendem os direitos das mulheres e pedem tolerância ao arrasador estado islâmico; são pessoas que pedem igualdade total na interação entre os generos, mas que acham inadmissível a idéia de que uma mulher possa,talvez, ter sido leviana.São pessoas, enfim, que lutam pelo direito de dizer que 2+2=5 e que chamam–como carolas laicas que são– de “fascista” o “lunático” que os lembra que a soma na verdade é igual a 4.”Eu tenho o direito de ser e de admirar exatamente aquilo que acuso nos outros”, eis o lema adotado por essa turma,o qual quase nos obriga a usar exclusivamente o jargão psicopatológico para falar desses personagens. Jean Wyllis é um confesso seguidor–gravando inclusive vídeos sobre isso–do italiano Antonio Gramsci,o homem que praticamente substituiu Karl Marx como mentor das estratégias de tomada futura–e absoluta– de poder. Palavras como “conservador”, ou como “reacionário”, se antes significavam algo, hoje só são uma pecha de estigmatização linguística para completar o maquiavélico jogo de maniqueísmos do qual se alimentam todos os “salvadores da humanidade”. (Coisa mui interessante pra quem fala em “reconhecer o humano no outro”). Da mesma forma que ‘”judeu”, à época da segunda guerra, extrapolou os limites étnicos e se estendeu a todos os opositores do nacional-socialismo. A Ideologia é um fim que deve se sobrepor até mesmo, e principalmente, à realidade; assim pensavam os lunáticos ultra-nacionalistas do início do século 20, assim pensam os “rebeldes” ultra partidários,egocêntricos,burros e governistas do nosso tempo. Mas tudo isso pode ser demais para mentes fanatizadas e dogmatizadas que não leem nada nenhum dia da semana e que têm a cara de pau de “recomendar” leitura a outros.

      • Guido diz

        Eu até responderia seu comentário. Mas como ele está mais para um manifesto do começo do século XX me dá preguiça. Boa sorte com suas leituras, querido.

  48. RODRIGO NUNES diz

    PESSOAL ALGUEM PODE ME AJUDAR, SOU DO RIO DE JANEIRO E FUI NO GAFREE GUINLE BUSCAR REMÉDIO E ESTA EM FALTA, COMO FAÇO,TENHO MEDO DE FICAR MUITO TEMPO SEM TOMAR MEDICAÇÕES.

  49. Felipe diz

    Descobri que sou soropositivo em abril deste ano e até agora não tive coragem de contar a ninguém, pois não estou conseguindo lidar com a nova realidade. Morava com mãe e irmãs e todos os dias tomava os remédios escondido. Mudei para São Paulo e procuro ter uma vida normal mas está bem difícil.

  50. Pedro diz

    Prezado Jovem, parabéns pelo seu trabalho e arte em transformar sua dor em criação e, acima, cooperação. Esperei passar o período eleitoral para te perguntar se já havia visto esta notícia sem parecer confronto ideologico:

    http://www.aids.gov.br/noticia/2014/medicamento-3-em-1-comeca-ser-distribuido

    Pergunto pois só li esta matéria agora em outubro, mas ela é de junho e também pelo post afirmar ainda na data de sua publicação (26/09/2014) que ainda não era uma realidade no país.

    Temos a distribuição ocorrendo desde o meio do ano nestes estados, aguardo ainda sobre a resposta do site do sus do cronograma de distribuição em todo o país.

    Acredito então que temos mais um avanço, um passo a mais, apenas um – e mais um.

    Grato mais uma vez.

      • MB+ diz

        JS,

        Estive a pouco tempo em Porto Alegre RS e lá já é efetiva a distribuição da pilula 3 em 1 , sei também que já esta sendo realizada a distribuição destas em Manaus , varios leitores daquela região já estão fazendo uso e consta alguns relatos aqui no Blog.
        Alias na minha estadia no RS conheci uma infecto e ela até me recomendou o inicio do tratamento lá , ela me passaria a receita para retirada de 3 potinhos ou 3 meses pois ela acredita que até janeiro , inicio de fevereiro já estaja sendo realizada a distribuição em SP . Não aceitei pois como disse era uma infecto e não a minha infecto , mas me chamou a atenção a certeza que ela tinha quanto a distribuição deste medicamento em outra região.

        abraços.

        • CARA + diz

          MB+
          saudades de tc contigo cara!

          JS, apenas para constar, aqui no RS é efetivo o uso do 3×1, pelo menos na região da serra, onde moro, eu mesmo o tomo desde o dia 16/09. Uma única pílula um pouco antes de dormir.

          Lembra MB+ que até te perguntei se era o ATRIPLA e vc me disse que não, embora médicos, enfermeiros e o pessoal do centro de atendimento daqui, o chamem assim. Na caixa e pote, constam apenas os nomes dos 3 medicamentos. Por isso to até hj na “dúvida” se o que tomo é o que vc me explicou MB+, ou o tal Atripla.

          Vale salientar que a administração da adesão é bastante simples e praticamente não tive nenhum efeito colateral.

          Que realmente seja distribuído a todo Brasil o mais breve possível!

          Vida que segue!

          • MB+ diz

            Cara+

            Tudo bem ? sim o que voce toma é o que te expliquei a combinação de tres medicamentos TENO-EFA-LAMI em um só comprimido.
            Pelos relatos que acompanhei de pessoas que já fazem uso deste parece que os efeitos colaterais são sim menores do que a combinação separada, vai ententer , mesmo sendo a mesma medicação e mesma dosagem, talves efeitos psicologicos né? tomar 01 comprimido sempre é mais facil do que 04.
            Bem sou nascido também ai da serra gaucha (Caxias do Sul) e as vezes passo minhas ferias lá …quando tenho ferias rsrs…talves quando estiver por ai poderemos marcar para um chopp ou um suco (prefiro o chopp).

            abraços.

            • CARA + diz

              MB+
              desde já combinado o nosso chopp!!!! Ficarei no aguardo! abração!

  51. Belo diz

    será que será para quem já iniciou o tratamento tb, ou somente para início do mesmo ?? abs a todos !!

    • MB+ diz

      Belo,

      As noticias que tenho é que em primeiro momento séra oferecida a 3 em 1 para recem diagnosticados e posteriormente estendido a todos os que se utilizam da combinação contida na formula.

  52. Carlos diz

    E aí, galera. Janeiro enfim está chegando.. Será que teremos acesso ao 3×1 em Janeiro? Alguma novidade?

    Além disso, o comprimido é grande tipo o efavirenz ou mais discreto tipo o tenofovir?

    Abs.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s