Notícias
Comentários 48

Por um regime melhor


Estudo conclui que a maioria dos pacientes poderia mudar para um regime antirretroviral mais bem tolerável

Por Barbara Jungwirth, do

Uma análise de 120 australianos que fazem uso de quatro antirretrovirais mais antigos — apelidados de medicamentos RATE por incluir Ritonavir (parte do Kaletra), Abacavir, Tenofovir e Efavirenz — concluiu que a grande maioria poderia mudar para novas medicações que são mais bem toleradas.

O estudo, publicado na PLOS ONE, observou o histórico de tratamento e o perfil de resistência a medicamentos dos participantes, bem como testes de tropismo para o Maraviroc, sempre que possível (feito em 38% das pessoas estudadas). Os medicamentos RATE são prescritos para a maioria dos pacientes em terapia antirretroviral. Os efeitos colaterais que podem ser evitados com outros coquetéis incluem interações medicamentosas, reações alérgicas, menor eficácia quando a carga viral é alta, maior risco de doença cardiovascular, redução da densidade óssea, disfunção renal, distúrbios neuropsiquiátricos e aumento dos níveis de lipídios.

Novos regimes de medicamentos considerados pelos pesquisadores foram Rilpivirina, Etravirina, Atazanavir, Raltegravir e Maraviroc, bem como a antiga Lamivudina (3TC). Dependendo da susceptibilidade ao Maraviroc, 98% dos participantes do estudo (se todos forem suscetíveis ao Maraviroc, 94% dada a suscetibilidade desconhecida) poderiam mudar para um regime com pelos menos duas drogas ativas e mais seguras e 89% (se todos forem suscetíveis ao Maraviroc, 87% dada a suscetibilidade desconhecida) poderiam mudar para uma com três medicações mais seguras.

O estudo também descobriu que 57% dos australianos que fazem uso de medicamentos antirretrovirais estão usando dois ou mais medicamentos RATE e podem se beneficiar da troca para novos regimes. Os autores do estudo preveniram, no entanto, que “a maioria dos regimes considerados ‘viáveis’ no estudo não foram ainda rigorosamente testados em estudos clínicos e podem ser considerados não-convencionais.” Os autores concluíram que estudos randomizados controlados podem ser necessários para determinar as vantagens e desvantagens de mudar o regime de pacientes estáveis para novos regimes que não incluam medicamentos RATE.


Anúncios

48 comentários

  1. Digo diz

    Passos à frente, outros para trás. Meu plano de saúde aumentou de 15 para 20 dias o prazo para resultados de exame e limitou a coleta para três dias da semana – ainda assim é preciso solicitar autorização à operadora um dia antes. Resultado: tive de pegar uma nova receita com o infecto antes de pegar o resultado dos exames. Essas coisas que complicam a adesão

    • Digo, eu pago meu convênio há 14 anos e toda vez que meu infecto pedia esses exames, eu também tinha que deixar a guia para autorização! É um saco isso..e um absurdo também!! E tem outra, sabe onde meu exame era analisado??? Eu moro no interior de SP e meu lindo sangue azul era analisado num laboratório de BH… (o meu sangue era chique benhêee…viajava de avião)..

      • Digo diz

        Vida, pelo que me dizem aqui o exame também é feito em BH. Mas antes demorava 15 dias úteis, agora tá demorando 20 dias. Isso sem contar que só fazem coleta segunda, quarta e sexta (antes podia ser em qualquer dia) e mediante autorização prévia (que também não existia até meus últimos exames, há quatro meses).

        • Matteus78 diz

          Vida e Digo, moro no Nordeste, e fazia exames pelo plano e parece ser o mesmo de vocês, em BH. Porém conversando com profissionais da área eles me colocaram em duvida acerca desse laboratório, então passei a fazer pelo laboratório do estado, onde parece ser mais confiável. Eles alegam que esse laboratório faz muito barato, tanto que dá pra enviar por cedex daqui pra BH e mesmo assim sairia mais barato que fazer em laboratório privado local. Melhor questionar os médicos da confiabilidade desse laboratório.

          • Matteus78 diz

            Esse de Bh faz barato para o Brasil todo. Tão barato que não pagaria os custos de realizar-los. Trabalho na área da saúde e conheço bem os custos, e vou te falar não sei como eles fazem.

          • Acho que até eu vou pra BH viu…tudo vai pra lá..rsrsrs

            Gente, será que o sangue chega lá com “qualidade”? Dá até medo não?
            Se bem que de uns anos para cá eu tenho feito meu tratamento em Valinhos e todos os exames são encaminhados para a UNICAMP, e segundo meu médico, os aparelhos são de última geração.

            • Ricardo diz

              Oi Vida,algum de vcs sabe me falar o nome do laboratório de BH? Daí talvez possa lhes esclarecer sobre sua idoneidade. Abraços!!!

  2. Há anos o meu infecto falou que o Kaletra ia mudar. Que em breve eu tomaria somente dois kaletras ao invés de quatro. Cadê? Estou até agora esperando … (ainda bem que espero sentada…deitada)..rs

    • GS diz

      Vida, estranho você dizer isso sobre o Kaletra. Eu tomo essa nova formulação com duas capsulas a cada 12 horas(4 por dia) já faz alguns bons anos.
      Achei que nem existia mais a formulção com dosagem de 4 Kaletras (8 por dia).

      • GS, eu também tomo 4 kaletras, 2 lamivudinas e 1 tenofovir só que todos de uma só vez.
        Meu infecto há uns 3 anos me animou dizendo que a “formulação”, “composição” (ou sei lá o que) mudaria e que isso seria ótimo, pois eu não teria que tomar mais 4 kaletras e sim dois.

        • Cris Gaucha diz

          Oi Vidinhaaaa…

          Comecei ontem este mesmo protocolo que vc usa. Estou meio que dividindo as tomadas, até acostumar. Por enquanto, reação nenhuma. Se Deus quiser vou continuar assim…Só uma tonterinha… mas acho que porque não dormi muito bem…
          Um amigo aqui do Sul já está tomando a dose única… (que invejaaaaaaaaaaaaaaa) mas como meu bichinho é resistente ao EFA não posso… (Ô bichinho danado este meu viu!!) Mas logo, logo surgirá outro que poderemos usar.

          Bjinhosss

          • Crisssss, lindona!! Você anda sumida daqui né?

            Deus quer Cris..tudo vai dar certo sim!!!

            Como se chama esse remédio dose única? Eu também querooooo.

  3. JS, eu sei que muitos aqui não gostavam, mas eu adorava ler aquelas suas histórias amorosas…você e suas senhoritas..
    Escreve de vez em quando pra gente….eu vou amar!!

    Beijão procê menino!

    • Secret diz

      Vida!!!!!

      Você não tem nenhuma pra contar pra gente também?? Eu acho que cada um deveria escrever um post! hehehehe

      Eu ainda não to podendo escrever o meu. To na fase ainda de aceitação da questão!

      Mas falando sério agora. Eu já já vou passar com a minha infecto. A atendente disse que ela é a dinossaura do CTA. Como eu não tenho experiência com medicação, alguém poderia me informar qual desses remédios estão disponíveis no Brasil para que eu possa conversar com minha Dinossaura, quer dizer, infecto sobre o tratamento!

      Beijos!!

        • Secret diz

          Eu to curioso pra saber se isso será bom ou ruim. Pelo jeito que a atendente falou parece que a Dino é uma pessoa muito séria mas também deve ser uma pessoa com muita experiência. Isso me agradou muito! A data da consulta tá chegando!

      • Secret, eu posso escrever vários posts amorosos..rs
        Tenho vários temas para eles….

        50 Tons de Vida ou Vida em 50 Tons.. (nem imaginem coisas tá? meus 50 tons são bem diferentes). rs

        Enlaces de Vida – Do Oiapoque ao Chuí.. ou

        Vida..Barbaridade, Tchê! (um flerte da Vida que começou do nada e terminou do nada também… (quer dizer, terminou num lindo , gostoso e apimentado lanche de mortadela no Mercadão Municipal de SP)..kkkkkkkkkkkk ou

        Vida, Uai, sô! ( é a história da Vida que se encontra envolvida num triângulo amoroso.. Vida está dividida entre o amor do Mineiro Regenerado e de Rodolfo Augusto..)..kkkkkkkkkkkkkkk

        Gente será um best seller!!!

        Gostou Secret?… Sei que vc entenderá isso..rs

        Beijão

        • Secret,

          Só para completar… 50 Tons de Vida ou Vida em 50 Tons.( é a história da Vida e de seu Algoz Paulistano… Vida vai do amor à dor…do devaneio ao trauma de se descobrir portadora do vírus ) Nossa que trágico….quase chorei….rsrsrs

    • Camillo diz

      Verdade Vida, a historia de uma aventura bem escrita aqui é sempre bem vinda. E nem precisa ser muito longa, só mesmo pelo prazer de ler algo bem escrito. Meus romances são puramente sexuais, senão arriscaria….

      • Queria tanto um Comendador pra mim..rs (ai ai )

        Ahhh Camillo, eu adoro romances puramente sexuais..rs Conta pra nós vai!!

        • Camillo diz

          Calma aí Vidinha! Tenho que refinar a técnica, ou melhor dizendo, tenho que adquirir a competência da comunicação através da escrita, senão o texto fica proibido de ser publicado aqui.

  4. Gente, meu namoro de quase 5 anos vai acabar. Cada um vai viajar para um lugar esse fds. Na segunda vamos nos encontrar e definir tudo. A relação tá super desgastada, e com essa nova “condição” tudo complicou. Êta vida aperriada. Não sei para vocês, mas tá de parabéns no quesito notícia ruim.

    Mas sinceramente não vou me abater, jajá tudo isso passa. Até a uva passa. Pq essa maré negativa não, né? Rs pensamento positivo sempre.

    :p

    • Camillo diz

      Aê David, “definir tudo”? Não é muito assim… na vida as coisas vão se definindo por si só. E mais, com essa “nova condição” não complicou nada, resolveu-se. A vida é cheia de experiências, felizes ou não. Terminou-se um ciclo e inicia-se um outro muiiiito mais feliz do que você pode imaginar neste momento. Você se cuidando melhor e descobrindo coisas novas, novas amizades, possíveis novos amores. É só se manter sereno (essa é a parte mais difícil) que pouco a pouco novas aventuras se descortinarão. Aguarde e nos conte depois. Pode confiar.

      • Camillo

        “se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu viviiii”..rsss O que seria da vida sem emoções né?

        Muito pertinente esse seu comentário..

        Beijim

        • Camillo diz

          Valeu Vida. A vida sem emoções não faz sentido, então…. bora encarar o que nos cai no colo, aguentar firme… e, mais uma vez, o passado é para ser esquecido, por pior que tenha sido.

  5. Olá pessoas, tudo bem com vocês? Fiz o teste nesta segunda, 18/08 e tenho consulta com o infecto dia 02/09. Já passei por um dermatologista por causa de uns caroços e pq minha pele está muito seca, chega a ficar cinza e descascando nas coxas e nos bíceps. Vcs já ouviram falar disso?

    Obrigado! 😉

  6. Gabriel diz

    Passei a noite na apresentação de um curta que gravei a alguns meses, no qual interpreto um jovem suicidada… De madrugada, voltando para casa de ônibus (u_u)… Percebi como minha vida mudou nessas 3 semanas de diagnosticado. A questão é que, tirando as aflições, mudou para muito melhor.
    Estou vendo como uma oportunidade de reavaliar valores, tirar do armário aquelas roupas velhas que só ocupam espaço e acumulam poeira (ai minha renite), sabe? Conheci pessoas incríveis, percebi que algumas são beeem mais que amigos e que alguns “amigos” não o são.
    Tive medo de perder minha juventude, mas acho que agora passarei pelos “20” de forma muito melhor e madura. Aproveitando cada gosto, cada cheiro, cada toque, cada beijo, cada suor, cada dança enlouquecida…
    Sinceramente, agora entendo porque a Rita Lee o chamou de “vírus do amor”. E que venham muitos amores!
    Ok. Pode ser que oque escrevi só faça sentido para mim, mas quis compartilhar meus pensamentos nesse espaço de troca que tanto me ajudou.

    • Secret diz

      oi Gabriel.. você é ator? Eu tb sou recém-diagnosticado! Me add no skype secretguy19@hotmail.com caso queira conversar. Eu faz um mês que entrei para o “clube”. Ainda vou passar pela infecto. Sou de sampa e vc?

  7. Luz diz

    Eu tb penso assim!antes eu era mais idiota,hoje sou menos!aproveito cada dia da minha vida e curto tudo de maneira mais intensa sentindo de verdade!valorizo realmente mais a minha vida agora do que antes;só damos valor a algo quando perdemos ou,nesse caso,quando somos ameaçados de perder.
    Por isso,um brinde à vida!!!!!!!!

  8. Sérgio diz

    Eu tenho que deixar algo para refletirmos , com relação ao Ebola , já estão sendo usados anticorpos monoclonais para o tratamento (ou seja cura) do mesmo. Os mesmos anticorpos monoclonais , já foram demonstrado excelente no tratamento do hiv ,mas porque no hiv as coisas andam mais devagar? Porquê?

    • Camillo diz

      Oi Sérgio, os anticorpos monoclonais só foram utilizados contra o ebola por não haver outra alternativa, pois não existem antirretrovirais para ebola. Ainda assim a sua utilizxação gerou polêmicas E veja que de 3 que usaram, para 1 não funcionou. Hoje li que morreu mais um que fez uso do ZMapp. Como pode ver, foram “tiros no escuro”. Ainda precisam refinar a técnica, testar e etc., e isso leva tempo.

  9. Sérgio diz

    Não é Mateus? Os Arvs não param , cada hora um(não posso que falar que é ruim isso , agora não é isso que todos nós esperamos) , agora mesmo foi lançado o Triumeq , agora tratamentos inovadores como os anticorpos monoclonais , etc… , nada , as vezes acho que realmente é mais lucrativo manter todos em Arvs pelo resto da vida , como com o Ebola não dá para fazer isso , eles utilizam esses tratamentos com ele.

  10. MB+ diz

    Sergio,

    Quando no inicio da epidemia HIV/AIDS na decada de 80 os cientistas se depararam com o caos pois pessoas morriam a cada dia de uma doença que eles não sabiam como combater, foram utilizados na epoca varios medicamentos estes ainda em estudo que mais causaram mal do que bem , com o tempo foram encontrando novas formulas e foram surgindo varios medicamentos que começaram a controlar o virus e hoje chegamos ao patamar de sermos considerados doentes cronicos, isto da agora tempo para os cientistas procurarem com mais calma uma medicação que traga maiores beneficios com menores efeitos e sim por que não a cura.
    O ebola esta no estagio da aids dos anos 80 e com uma mortalidade muito mais rapida é por isso que a medicina esta tratando com medicamentos que embora possam parecer eficasses não se tem a real certeza que vão dar certo ou seja um tiro no escuro pela luta contra a morte.

  11. Sérgio diz

    Olá Camillo e MB+ , eu entendo muito bem o que vcs responderam , mais estou muito convicto do que estou falando. O Ebola , não é um virus rentável para as empresas farmacêuticas , pois com ele vc não fica tratando pelo resto da vida , ele ou te mata , ou vc se cura dele . Como li , após 2 meses da viremia , se vc não tiver morrido , vc não transmite mais ele. Agora mudando o foco , em relação aos anticorpos monoclonais , não sei se vcs estão acompanhando , eles tem sim tido ótimos resultados , o Ibalizumab tem tido melhores resultados do que os antirretrovirais , tem pessoas com falhas terapêuticas que só estão vivas graças ao Ibalizumab . E o Ibalizumab é um anticorpo monoclonal.

  12. MB+ diz

    Sergio,

    Sim tenho acompanhado os estudos com os monoclonal e sua eficacia é superior aos ARV’s tradicionais porém seu custo é muito elevado em comparação com os mesmos.
    Acabei de bater uma papo com um amigo meu que é geneticista e ele me explicou que os ARV’s de hoje estão num patamar elevado e só não curam por completo devido a insistencia do virus em se esconder nos depositos latentes e então o foco dos nossos cientistas estão voltados a descobrir uma forma de expulsar esses danadinhos e então um truvada daria conta, por esse motivo o anticorpo monoclonal não estão sendo utilizado em grande escala.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s