Notícias
Comentários 111

Risco de transmissão do HIV

Em novembro de 2011, escrevi um post sobre o risco de transmissão do HIV. Hoje, faço sua atualização. Finalmente, o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (em inglês: Centers for Disease Control and Prevention — CDC) publicou uma tabela clara e atualizada a respeito dos riscos de transmissão do vírus. Para nós, talvez mais importante que a própria tabela seja o texto que a antecede. Traduzo tudo isso abaixo.

 jornal1

Risco de Transmissão do HIV

O risco de contrair HIV varia muito, dependendo do tipo de exposição. Algumas exposições, como a exposição ao HIV durante uma transfusão de sangue, apresentam um risco muito maior de transmissão do que outras exposições, como sexo oral. Para algumas exposições, o risco de transmissão, embora biologicamente plausível, é tão baixo que não é possível fornecer um número preciso.

Diferentes fatores podem aumentar ou diminuir o risco de transmissão. Por exemplo, fazer uso de terapia antirretroviral (os medicamentos para tratar a infecção pelo HIV) pode reduzir o risco de uma pessoa infectada pelo HIV em transmitir a infecção para outro em até 96%¹, e uso consistente do preservativo reduz o risco de contrair ou transmitir o HIV em torno de 80%². Com a camisinha e terapia antirretroviral combinadas o risco de contrair HIV através de exposição sexual é reduzido em 99,2%³. No entanto, ter uma doença sexualmente transmissível (DST) ou um alto nível de vírus HIV no sangue (o que acontece nas fases iniciais e finais da infecção) pode aumentar o risco de transmissão.

A tabela abaixo relaciona o risco de transmissão por 10.000 exposições e por tipos de exposição.

Probabilidade Estimada de Contrair HIV de uma Fonte Contaminada por Ato, por Exposição

Tipo de Exposição Risco por 10.000
Exposições
Parentérica³
Transfusão de sangue 9.250
Compartilhamento de seringas para uso de drogas 63
Percutâneo (com agulha) 23
Sexual³
Sexo anal receptivo 138
Sexo anal insertivo 11
Sexo pênis-vaginal receptivo
8
Sexo pênis-vaginal insertivo 4
Sexo oral receptivo baixo
Sexo oral insertivo baixo
Outros*
Mordendo negligenciável4
Cuspindo negligenciável
Arremessando fluidos corporais (incluindo sêmen ou saliva) negligenciável
Compartilhando brinquedos sexuais negligenciável

* A transmissão do HIV através destas vias de exposição é tecnicamente possível, mas é improvável e não bem documentada.

Referências

¹ Cohen MS, Chen YQ, McCauley M, et al; HPTN 052 Study Team. Prevention of HIV-1 Infection with early antiretroviral therapy. N Engl J Med 2011;365(6):493-505.

² Weller SC, Davis-Beaty K. Condom effectiveness in reducing heterosexual HIV transmission (Review). The Cochrane Collaboration. Wiley and Sons, 2011.

³ Patel P, Borkowf CB, Brooks JT. Et al. Estimating per-act HIV transmission risk: a systematic review. AIDS. 2014. doi: 10.1097/QAD.0000000000000298.

4 Pretty LA, Anderson GS, Sweet DJ. Human bites and the risk of human immunodeficiency virus transmission. Am J Forensic Med Pathol 1999;20(3):232-239.

Última atualização da página: 01 de maio de 2014. Fonte de conteúdo: Centros de Controle e Prevenção de Doenças

jornal2

Anúncios

111 comentários

  1. Leo diz

    Oi JS,
    Definitivamente sou seu fã, sua pagina me ajuda muito, me sinto bem cada vez que vejo uma nova atualização. Fui diagnosticado em agosto passado, 2 dias antes de completar 29anos, fui tudo tão ridiculamente chocante, mas graças a minha atitude e minha personalidade positiva me sinto bem comigo mesmo, nunca pensei que era o fim do mundo. Li outro dia um comentario de um companheiro de oficio, tbm estudante de medicina e o primeiro que me passou foi que nao poderei ser cirugião, isso sim me deixou triste, pois o fato de está soropositivo nao tinha remediação por agora!!! Mas penso que sua pagina me ajudou a ver que tenho que busca uma forma de trabalhar com a comunidade soropositiva, estou seriamente pensando em ser infecto ou psiquiatra duas especialidades lindas e boas. Desejo a todos leitores deste blog saude para logra esperar a cura que logo chegará. Não se desesperem, não se sintão sós, somos milhoes no mundo sempre existirá alguém que vai querer estar e viver conosco. Se amem todos os dias. Saludos.

    • Oi Leo!
      Tudo bem? também sou fã, quando descobri a infecção, em novembro de 2013, pesquisei muito na internet extremamente aflito, foi então que encontrei o blog, achei demais!!! o discernimento sobre o assunto e a referência aos vários artigos científicos, fui me tranquilizando com o tempo.. não se abale com atitudes ou dizeres que não contribuam; afinal, você perceberá que com o tempo terá uma vida absolutamente normal, claro que que os devidos cuidados e responsabilidade…abraço

      • e amavel ler isto sinto me confortavel nao por que nao tenha, por que mesmo se tivece nao seria fim do mundo ha chaces ainda de lutar

    • Felipe diz

      Leo, também sou estudante de medicina e descobri há 01 mês e meio a minha sorologia. Também foi algo muito chocante nesse período inicial, principalmente por estar na área de saúde e ter me infectado durante a minha graduação. Mas estou contando com o apoio de meu companheiro, que está me ajudando bastante a superar essa fase. Com o passar dos dias tenho me sentido melhor. Descobri essa página hoje, e estou gostando bastante das postagens. A psiquiatria é linda, estou pretendendo me especializar nesta área, fico feliz que tenha se encantado por ela também. Fique bem e obrigado pelo comentário na página, me faz ver que não estou só nesta luta. Abraço

      • Pf diz

        Nossa meninos, eu sonho com a medicina há anos e justamente agora que estou me sentindo perto da minha aprovaçao tbm tive o diagnóstico! Vamos manter contato??! Vcs iriam me ajudar muiiiito’ quero mtas dicas! Não tenho vergonha de pedir kkkk se quiserem (pfv, pfv, pfv) entrem em contato pf.positivo@bol.com.br

    • anderson diz

      Amigo, passei por uma fase de diagnostico. Fiquei dias sem dormir direito, minha medica me receitou diazepan pra me acalmar. Fiz ao todo 7 exames num período de tres meses. Todos foram não reagentes para hiv, dentre testes rapidos e elisa. Senti tanto desespero, ansiedade nesse período, que relatei a alguns amigos meus, os quais me deram grande apoio moral e qdo decobri que dois grandes amigos meus são portadores do hiv e levam uma vida normal. Isso tudo me fez enxergar que não é o fim do mundo, sinto uma enorme vontade de ajudar as pessoas que são portadoras e incentivo a amigos meus que nunca fizeram exame a fazer. Sinto mais vontade de amar meu proximo, de abraçar e dizer amigo estou aqui. Não sou portador do vírus, mas quero abraçar essa causa e ajudar a muitos. Este blog me ajudou muito. Ao Sr JS, muito obrigado pela oportunidade de me fazer saber o que realmente é o vírus, do tratamento e de como posso ajudar. Muito obrigado a todos.

      • Dimas diz

        Estou passando por isso nesse exato momento tive uma exposição de risco e iniciei o tratamento ppe e minha cabeça esta a mil mas sinto uma mudança interna , mas o problema é minha depressão que voltou com tudo nesses últimos dias esse período de espera que mata , mas realmente esse blog está me ajudando muito e espero que dê tudo certo

      • rafael diz

        Anderson estou passando hoje o mesmo que você passou um inferno que não termina, mais se deus quiser tudo vai dar certo, para mim como deu pra você.

    • Pf diz

      Nossa meninos, eu sonho com a medicina há anos e justamente agora que estou me sentindo perto da minha aprovaçao tbm tive o diagnóstico! Vamos manter contato??! Vcs iriam me ajudar muiiiito’ quero mtas dicas! Não tenho vergonha de pedir kkkk se quiserem (pfv, pfv, pfv) entrem em contato pf.positivo@bol.com.br

    • Marcos diz

      Oi Léo, eu e meu companheiro descobrimos que somos positivos há 02 anos. Estamos juntos 4 anos. Eu sou enfermeiro e ele estudante de medicina. A nossa médica disse o mesmo para ele, que não poderia, eticamente, ser cirurgião. Ele ficou triste, mas já superou. Estamos muito bem, tomamos os ARV’s religiosamente, CV indetectável e CD4+ acima de 500. O impacto da descoberta foi complicado, mas como somos da área da saúde, foi muito mais fácil assimilar tudo isso. Hoje nem nos lembramos mais que temos, só seguimos tudo a risca: medicamentos, exames, vacinas, exercício físico. Fazemos uso de álcool quando vamos a uma festa, dançamos, viajamos… tudo normal, absolutamente como antes de sabermos a positividade. Grande abraço. Saúde.

  2. marcos diz

    ola camarada leo.
    tudo legal amigão.
    Gostei muito do seu comentário.
    Parabéns precisamos de gente que nos de força..

    Grato.

    marcos

  3. Junior diz

    Pois é, caminha não é 100% segura, nem mesmo 81%. Esse risco de 20% seria pelas possibilidades de rompimento devido à má colocação ou produto vencido, pênis não totalmente ereto, produto sem a qualificação da inmetro etc.

  4. Gilberto diz

    Tambem acho que a eficacia do preservativo chega a mais de 95%. Claro que se houver o estouro dela o negocio complica. Agora o sexo receptivo e sempre muito mais arriscado. Ao meu ver estando em tratamento e usando a camisinha a chance de infeccao e praticamente nula. E estamos calculando em cima de 10000 exposicoes continuas. Com a camisinha no anal receptivo a chance e de 0,27% .

      • Gilberto diz

        Sim. No anal insertivo a chance de infeccao e de 1,38%, alias o ato sexual mais perigoso de contaminacao. O uso de preservativo neste tipo de ato e para la de fundamental juntamente com o gel a base de agua para evitarmos o estouro do mesmo. Em se tratando de probabilidades este do CDC e o primeira analise oficial e seria que eu tenho acesso.

        • Paulo diz

          Não. Sem camisinha, se o parceiro for ativo e tiver HIV, as chances do passivo pegar são de 138/ 10.000 segundo esta tabela, ou seja, 0,0138.

  5. Felipe diz

    Tive diagnóstico há 3 meses. Estava com CD4 a 285 e CV 21.000. Hj saiu meu primeiro exame pós início do HAART: CD4 564 e CV 320… reducao de 98,4% nos vírus. Estou muito feliz!!!

  6. soro+feliz diz

    J.S ,
    Parabéns por mais um post que só vem a nos dar mais informações preciosas.
    Aproveitando à deixa, gostaria de fazer um comentário.Parece que as noticias sobre a cura deram esfriada. Qual a sua opinião ?
    Abraços….

  7. fenix diz

    Não sou ninguem para comentar nada, mas alguns dados são duvidosos. O Ministério da saúde, considera o sexo oral receptivo sem risco pois só haveria contato com a saliva. Se não pega pela saliva, não da para pegar no sexo oral passivo. O sexo oral ativo é visto como fonte infectante, mas em um ano nessa vibe de acompanhamento dos risco não vi um relato sério documentado. Só achei um monte de gente (inclusive eu) neurótico com isso. Risco com cuspr, moder e etc nunca tinha visto nada até agora, mas se uma pessoa morde um soronegativo a ponte de este sangrar aí sim teriamos uma chance real de infecção, tão grande quando os acidentes com agulha, mas no caso de um s+ morder um s-, isso não seria possível, pelo menos com os vírus atuais.

  8. Enzoindio diz

    Oi, em um exame de rotina meu medico, pediu o de HIV, ai veio o resultado positivo.O fim, nao sabia o que fazer, apenas pensando besteiras. Na semana segunte procurei a infecto, na qual passou me uma bateria de exames, no qual estou fazendo, e estou esperando sair os resultados para começar a fazer o uso das medicacoes. Hoje acho q estou um pouco melhor, pois a vida continua, estou fazendo minha graduaçao em farmacia e estou cheio de planos.
    Gostei muito do blog.
    Esarei sempre por aqui, para desabafar.

    • Positive Vibe diz

      Sera sempre vem vindo, Enzoindio. Forca e conte conosco 🙂

    • 8tiago8 diz

      Olá Enzoindio,
      Com o tempo vc vai lidar tranquilamente com a infecção, vc vai perceber que terá uma vida normal, hoje o HIV é considerado uma doença crônica, como diabetes, hipertensão, basta o devido controle, claro que sempre cultivando bons hábitos e tendo responsabilidade com sua parceira (o). Legal que está na área de medicamentos, tenho formação nessa área também.

  9. Vida diz

    Enzoindio, boa noite!

    No começo não é fácil mesmo…mas já já tudo volta ao normal! Você só tem que ter paciência!
    Seja bem-vindo ao nosso blog!!
    Beijos

  10. rodrigues diz

    Pelo que li a chance de homem pegar HIV com uma mulher através do sexo vaginal tendo praticado apenas uma vez e praticamente nula, isso não quer dizer que não devemos sempre usar camisinha , mas muitos heteros dizem ter pego com mulhereres mas esquecem que pôde ter tido o sexo anal onde a chance e bem maior.

    • Olá Rodrigues, eu conversei com medicos e eles mesmos nao se entendem. Eu fico confuso com os estudos suissos que dizem que uma pessoa em TARV com carga indetectavel é não transmissora. ISso é na Suissa, um estudo extenso. E aqui no Brasil qualquer pessoa mesmo sem ser infectologista desmonta este estudo como se nao servisse pra nada.

      Falta seriedade. Pode se falar o que quiser sobre HIV hoje em dia. Sei que nos ultimos 11 anos ninguem por exemplo se contaminou em SP com agulha contaminada, pois conheci o medico que guia a pesquisa. Mas vejo pessoas que dizem que pegaram o virus assim.

      Desta forma , sem seriedade de todos os lados, fica complicado entender o que esta acontecendo. Sim, é um tabu enorme pela imagem criada sobre isso nos anos 80.

  11. rodrigues diz

    Pois é enquanto isso muitas pessoas passam por situações que acham de risco e passam meses achando que pegou o vírus mesmo tendo resultados negativos, como é o meu caso, fiz sexo oral sendo eu passivo e vaginal com uma garota de programa, o vaginal com camisinha porem ela rasgou na base perto do anel so percebi quando tirei, acredito que glande não ficou exposta mas por não ter certeza coloquei na cabeça o hiv, com 12 dias fiz um exame de 4 geração onde foi negativo, não foi confiável por causa da janela, mas com 29 dias fiz um rapid check no cta tb negativo esse já com tempo suficiente segundo os especialistas, mas ainda estou tentando tirar o hiv da minha cabeça e não estou tendo muito sucesso, na quero mais fazer exames.

  12. Rodrigues… se rasgou perto do anel, nao tem muita chance…. segundo infectologistas não é bem assim. Por exemplo, se você pegar fluido vaginal e despejar sobre o penis, ainda assim tem de ter um eclipse raro pra algo acontecer. Isso foi assunto meu com 3 médicos. Assim acho que deveria ficar mais tranquilo viu… se fez exame com esta janela de 30 dias… oral passivo = desencana que nao tem jeito. Outra o problema em tese com o penis na vagina é a mucosa quando a pele abre, que é mais sensivel… mas DEPENDE de ser raspada, agredida, para ai sim, abrir uma possibilidade de virus, que vai depender da carga viral.

    O que sei é que heteros masculinos que sao soropositivos não sabem também explicar ou se recusam , assim temos poucos dados sobre heteros e ainda mais… quase todas as cartilhas mais detalhadas e estudos são sempre direcionados a homens que fazem sexo com homens.

    Não entendo mais nada disso viu.

  13. rodrigues diz

    Eu também não entendo mais nada, sinceramente você foi a primeira pessoa que me deu uma resposta clara, obrigado. Sim eu fiz o teste na verdade com 29 dias mas creio que apenas um dia não vá mudar o resultado até porque na verdade Dr esper kallas fala em 20 a 25 dias, fiquei e ainda estou na verdade bastante preocupado, e o pior que foi a primeira vez ( e ultima) que sai com uma garota de programa, não e preconceito é que sou casado, e foi uma barra muito grande como não gosto de mentiras contei para minha mulher que graças a Deus me perdoou, mais uma vez obrigado pelo comentário.

    • Heindal Nunes diz

      Grande Rodrigues,

      Cara, primeira coisa que posso lhe falar, por experiência própria. Desencana, você não pegou nada !

      Eu sei que é difícil, eu já passei por esta situação, também sou casado e sai com uma Garota de Programa, no meu caso não houve rompimento de camisinha, mas ouve sexo oral.

      Depois lendo pela internet, acabei vendo que existe o risco baixo, mas existe se contagio no sexo oral ativo. Amigo, pirei o cabeção… Imaginando poder ter pego HIV e contaminado minha esposa. Graças a Deus nada aconteceu.

      Sei que tirar da cabeça é muito difícil, eu não tive coragem de contar para minha esposa como você fez, mas eu fiquei muito mal, cheguei a fazer tratamento com psicologo e tudo para conseguir desencanar.

      Hoje depois de todo o susto, vejo estas pesquisas e percebo que tudo não passou de piração da minha cabeça, neste período que eu estava pirado conversei com uma urologista ele me disse o seguinte, Heindal, você pode até ser contaminado por HIV fazendo sexo oral em uma mulher, mas com sinceridade, é quase como ganhar na loteria. Para isso acontecer você tem que ser muito “sortudo” mesmo.

      Então amigo, desencana e seja muito feliz com sua esposa.

      Abs.

      Heindal

  14. Olà a todos! mi encontrei por acaso no bloog,adorei os comentarios de todos! descobri en janeiro ser soropositiva estavo con 7semanas di gestaçaò. desdi entaò minha vida mudo, meu parceiro mi abandono e tive qui decide se ter o nao ter meu filho,eu optei por ter e assim eu fui pra frente hoje estou con 7meses de gestaçaò ,mi cuidando e fazendo o possivel para qui meu filho nao posso se infectar,confesso a todos nao tem sido nada facil,sofri muito ate porque descobri en un periodo fragil qui o da gravidez.. mas confesso qui a dòr maior foi a dòr do abandono,aceitar ser abandonada pela pessoa qui se ama e inaceitavel. mas a vida vem mi mostrado con tudo isso qui somos nòis a fazer o nosso destino,vejo a vida hoje en dia com mas esperança aprendi a valorizar as mas simples coisas da vida, e hhoje en dia nao quero mas nada qui nao seja verdadeiro pra min. minha gioia eu ganhei e falta pouco para conhecelo,estou muito felizes pois meu bebe deu un siginificado na minha vida! estou feliz pois sei qui nao preciso ser aceita por nimguen ao nao ser por min mesma!
    saludos a todos! e muita força,nao percam as esperanças. ❤

  15. Difícil acreditar que os riscos são relativamente tão baixos em comparação ao número de portadores do HIV. Parece que além de descuido, irresponsabilidade ou ignorância, um enorme fator é o azar.
    Eu infelizmente por descuido na minha primeira vez dei brecha pro meu “parceiro” tentar introduzir algumas vezes sem preservativo antes da gente discutir sobre isso, esperei a janela imunológica, e farei em breve o exame. Na verdade não sei se chegou haver exposição de fluidos ou não.
    Conheci esse blog hoje e queria parabeniza-lo por criar uma fonte de exposição e argumentação tão rica como resta

  16. Samanta diz

    Tenho 35 anos, sou bonita, inteligente, cheia de vida e sonhos. Mas estou perdida. Já me separei do meu marido a quase 2 anos, ele me contaminou. Não sei o que fazer pra me relacionar de novo, já me inscrevi em redes sociais para soropositivos, como o site Radar e Amor positivo, mas as pessoas que tive contato não me interessaram. Pode ser que aconteça, mas é tão mecânico. Solidão.

    • abiana diz

      samanta, não desista de ser feliz, vivemos muitas ilusoes e quando nos deparamos com as verdades nem sempre é facil, viva o hoje, viva seu minuto mas viva com responabilidade, se perdoe, perdoe a vida, as pessoas, procure o amor e a paz, lute por vc, saiba que nunca está sozinha. um abraço.

    • anderson diz

      escreva o seu face se quiser alguém para conversar isso ajuda bastante abraço fico no aguardo.

  17. anonimomaranho8 diz

    Primeiramente, parabéns JS pelo blog! Gostaria da ajuda dos amigos, pois sou mais um sorodesesperado! Em 14 de julho tive um relaçåo sexual vaginal insertiva com pessoa de sorologia desconhecida! 12 dias após, tive febre, cansaço, dor de cabeça, pequenas manchas vermelhas que coçavam muito e uma irritaçao no olho que persiste até hoje! Com 45 dias, apos a,exposicao de risco fiz um teste num cta que resultou negativo! Esse teste e confiavel? Irritacao no olho é sintoma da infeccao aguda? Posso sossegar com esse resultado?

  18. Peter diz

    Mandei um comentário e foi apagado, pode me responder por email o motivo?

  19. Helen diz

    Estou lendo esse blog há alguns dias e tem sido de muita ajuda e conforto. Eu não sei se tenho HIV, nunca tive relações sem preservativo, mas já fiz sexo oral sem proteção. Além disso, faço um tratamento semanal chamado autohemoterapia e a pessoa que aplica não usa luvas (isso me deixa demasiadamente incomodada, mas não sei pq não consigo falar nada pra enfermeira). Enfim, fiz exames ginecológicos (papanicolau e ultrassom) de rotina e deu tudo normal, PORÉM, o ginecologista detectou uma secreção verde e pediu uma cultura para analisar possíveis bactérias, isso já aconteceu outars vezes, até aí tudo bem, pois já passo com esse médico hpa 15 anos. Meu espanto veio quando ele disse “vou pedir um exame de hepative, HIV e HPV”. Desde então, estou simplesmente em pânico. Ele disse que eu não tinha pq me preocupar, mas não explica pq pediu o exame. Faz 3 dias que eu não durmo e fico fazendo uma retrospectiva na minha mente tentando me lembrar de situações em que me pus em risco. Gente, eu simplesmente estou apavorada e neurótica com essa situação. Agradeceria se alguém pudesse me dizer algumas palavras.

    • Helen diz

      Oi Pedro,
      Saiu sim. Deu negativo.
      O meu medo mesmo era fazer o exame, mas graças aos amigos aqui do blog tomei coragem e encarei o laboratório.
      Estou muito agradecida a todos, pois cheguei a contatar alguns amigos que fiz aqui no site por e-mail e eles foram extremamente atenciosos e generosos comigo.
      Valeu, Pedro!
      Obrigada a todos.
      Helen

  20. Ótima notícia, Helen.

    Também tive uma situação de risco, na verdade minha hipocondria aumentou meu desespero hehehe. Tive uma situação de risco e estava MORRENDO de medo de fazer o exame (acredito que isso seja natural). Só nesta semana, fui em 2 urologistas. Afirmaram categoricamente que, no meu caso, eu teria uma azar imenso se tivesse sido infectado. No meu caso, a camisinha rompeu em uma relação vaginal, devo ter ficado exposto por menos de 2 minutos. Depois disso, criei coragem e marquei de fazer o exame.

    Em tempo: depois das minhas emanas de aflição, comecei a acompanhar esse blog. Parabéns a todos os guerreiros que encaram seus problemas e não tem medo de serem felizes. Se precisarem de um amigo, contem comigo.

    Grande abraço a todos e uma dica: Ninguém sabe o dia d
    e amanhã, então, aproveitem a vida sem preconceitos.

    • Tatiana diz

      Oi Pedro,estou pirando com um caso parecido, eu tive um encontro casual por falta de juízo no momento, enfim o preservativo estourou no momento e nós não continuarmos a seguir, fui ao médico para relatar tudo que aconteceu, o médico disse que o risco é tão mínimo sem ejaculação, sem a mulher ter feridas ou doenças sexualmente transmissíveis, ainda chamou outra médica para me orientar que trouxe uma tabela que o risco seria de 0, 01%, fiquei confusa mas enfim preciso aguardar até dia 06/01/16,que é quando eu volto lá, depois dia 15/01/16 e sabe-se Deus quantas vezes mais forem precisas, às vezes me bate um desespero tão grande que só penso bobagens, em outros momentos me dá uma força imensa quando me lembro das palavras dos doutores, mas o medo causa sintomas e o meu maior medo é aparecerem justamente os sintomas do início de infecção, com uma família tão ignorante com quem conversar??? Eu jamais falaria isso aos meus familiares, filhos e o meu marido apesar de compreensivo num sei até onde me apoiaria. E agora arrumei um emprego e como trabalhar com a cabeça desse jeito, como enfrentar tudo, o que falar no trabalho nos dias dos exames, o que irão dizer de tantos exames periódicos, estou querendo desistir do trabalho é só procurar algo quando minha cabeça estiver em paz, preciso de ajuda, amigos, enfim alguém pra conversar. 😥

      • Ma diz

        Tatiana, está tudo bem? Fez o teste?
        Também estou pirando porque tive um encontro casual e tiraram o preservativo sem eu perceber. Estou tentando ficar confiante no que você relatou, que sem ejaculação o risco é mínimo

  21. Sidnei diz

    No sexo penis-vagina insertivo, probabilidade de 4 em 10.000… é isto mesmo que entendi? Se for o risco é extremamente baixo…

  22. Sidnei, na verdade muitos fatores estão em jogo, mas, como falei: segundo os dois médicos que consultei, a probabilidade é baixa mesmo. Se você tiver algum ferimento e o tempo de exposição for maior, as chances aumentam. Mas, no sexo vaginal, quem corre maior risco é a mulher, como mostra a tabela do post.

  23. bel diz

    Ola
    Parabéns pelo blog. Simplesmente maravilhoso.
    Não sou soro positivo; mas conheci uma pessoa soro+.. nos conhecemos na mesma semana que ele pegou o resultado do exame. Positivo para hiv e hepatite b.. a minha dúvida é mesmo seguro um relacionamento sorodiscortantes. Me ajude por. Favor. Gostaria também de saber se existe grupos apoio para casais sorodiscortantes. Desde já agradeço muito

  24. Heindal Nunes diz

    Oi Sidnei,

    Realmente impressionante mesmo essa estatística né…. o risco é 0,0004%.

    Mas não é por isso que vamos deixar de usar camisinha. Não é ?

    Abs.

    Heindal Nunes

  25. Fabio diz

    Olá,
    Primeiro parabéns pelo seu blog,
    Segundo, muito obrigado, pois havia feito sexo com uma prostituta, mas não tive ereção, e recebi sexo oral. Conclusão, achei que estava com HIV, 100% certeza. Mas vendo a tabela, as chances de contaminação são mínimas, eu estou sem dormir de preocupação praticamente desde dia 20, mas graças as informações vistas aqui, terei minha primeira noite de sono tranquilo. Abraços!

  26. marc diz

    ola alguem pode me responder uma coisa sou soropositivo transei com uma pessoa mas nao ejaculei qual o risco dessa pessoa ter contraido? estou com muito medo to no meu quarto mes de tratamento

    • D_Pr diz

      Marc

      Profilaxia pós exposição, caso não faça 72 horas da exposição do seu parceiro…Existe o risco e conforme o tipo de relação esse risco aumenta…

    • stuart diz

      nao sei, alguns dizem que a chance de transmissao eh de 1 % , outros dizem que eh mais,,, pede pra pesssoa ir ao medico pra constatar..

    • O seu comentário continha dúvidas sobre o seu estado de saúde, riscos e formas de transmissão do HIV ou segurança e eficácia dos testes de diagnóstico. Comentários com esse tipo de conteúdo podem ser moderados. Antes de comentar leia atentamente os Termos de Uso. Dúvidas como essa devem ser esclarecidas com o seu médico ou com o Ministério da Saúde.

  27. Me desculpe a falta de atenção e parabéns pelo blog, tira dúvidas que nem médicos tiram, fiz diversas leituras de muitos post e estou mais tranquilo, vou acompanhar sempre mesmo ainda sendo soroduvidoso

  28. Fabio diz

    Esses dados estatísticos referem-se a exposição a pessoas contaminadas em tratamento, não é mesmo? Se a pessoa contaminada não estiver em tratamento o risco é bem maior, certo?

  29. Lipe diz

    Boa noite.

    Gostaria de conhecer alguém que seja soro positivo, sou homem, e gostaria de conhecer mais sobre o assunto.

  30. Cristina Soares Silva diz

    Olá! Descobrimos hoje que meu marido é soropositivo e eu não. Estamos juntos há 07 anos e casados há 1. Desculpe! Sei que esse blog é para tirar dúvidas e não para desabafar como estou fazendo, só que não sei a quem recorrer é tudo muito novo, estou um pouco sem chão, agradecida por mim e de coração partido por ele. Sou leiga nesse assunto mais pelo que tenho lido não é o fim do mundo, mas como toda mulher que é recém casada sonhava em ter filhos será que vou poder fazer isso? A enfermeira que nos atendeu disse que é possível. Mais uma vez desculpe e parabéns pelo seu blog .

    • D_Pr diz

      Olá Cristina,

      Algumas coisas mudam nessa nova “rotina”. Mas esses assuntos como ainda não foram questionados, vamos ao ponto..

      Sim, é perfeitamente possível ter filhos, sem contaminar você e o bebê! De duas maneiras, o método natural, pois hoje, é de conhecimento científico, e não houve registro de caso de contaminação a partir de um paciente soropositivo indetectável a mais de seis meses e com ausência de outras DST’s. Essa escolha parte de vocês, diálogo com seu médico e demais provedores de saúde, para que você tenha certeza do que está fazendo e tenha confiança no ato sexual sem preservativo com paciente soropositivo! O outro é através de inseminação, com lavagem do esperma para evitar todos e quaisquer riscos de exposição à mulher (não disponibilizado pelo SUS).

      Realizará com certeza seu sonho! Qualquer dúvida e estiver ao nosso alcance, escreva! Se tiver um e-mail pra contato e quiser deixar, vamos conversando!

  31. Carla Oliveira diz

    Cristina me identifiquei com vc. Tenho um relacionamento a quase 6 anos e após um ano descobrimos a sorologia do meu marido. Após a lua de mel e um tesão imenso e um amor incondicional transamos muitas vezes sem preservativo mesmo assim….ele dizia que não tinha nada eu acreditava….depois fez exames em outros 2 estados para contestar o nosso estado! Todos positivos!!! Todo ano eu fazia exames e dava negativo então acreditávamos que ele não tinha nada…aquele amor gostoso de manhã, no banho na praia….depois comecei a ficar contrariada ele insistia em sexo livre de preservativos….Com muita insistência iniciou o tratamento conseguiu sua carga viral indetectável. E eu??? Após 5 anos? Adivinha? Positiva!!!! Arrisquei, cedi…não sei….muitos exames negativos eu estava auto.confiante…cheguei a acreditar que era IMUNE! Hj moramos em cidades separadas, ele insiste em continuar o relacionamento mas meu amor não é o mesmo. Somos cultos bem informados e adiantou? Sou linda, inteligente, me sinto presa nesse relacionamento. Como vou me relacionar com outra pessoa e seguir minha vida afetiva? Já estou indetectável mas nada nada muda o passado. É minha história e um desabafo cuidado! Vi que aqui tem pessoas bem instruídas como nós, futuros médicos, enfermeiros mas todos de alguma forma se deixaram levar….sim somos coniventes com nossas escolhas. É isso o Hiv pelo que vemos não escolhe idade, classe social, ou cultural ou beleza….obrigada a todos! Bjo

  32. Fernanda diz

    Oi estou em desespero me piquei com agulha de verificar a diabete do meu pai e ele e soro positivo já estou fazendo o uso do pep alguém pode me ajudar me falar mais sobre esse pep se realmente faz efeito ?????

  33. Gisele diz

    Olá, na minha vida aconteceu um grande milagre entrei em desespero total quando descobri q meu marido com quem convivo a 4 anos eh soropositivo. Estavamos longe Há nove meses, pois ele vive na europa e eu tive q vir passar nove meses com minha familia. Exatamente 2 meses pra mim viajar d volta a Europa., meu marido adoece e descobre q tem hiv. Perdi o chão depois dessa noticia, daí comecei a orar a Deus q Ele me fizesse um milagre pra eu nao ter contraido a doença. E exatamente no dia q era pra mim viajar criei coragem adiei a viajem e fiz o exame. Entao deu nao reagente pra mim. Graças a Deus. Mas antes mesmo d eu receber o exame., participei d uma oraçao com um grupo shalon… e alguem q eu nunca tinha visto veio ateh a mim e me falou no ouvido na hora da oraçao. Umas palavras d conforto e me disse q eu tinha passado pelo o fogo e Eu não tinha me queimado. Aquilo pra mim foi como o resultado do proprio exame. Mas ainda faltava o resultado. E aconteceu realmente q eu passei no fogo e nao me queimei. Q Deus maravilhoso! !!! Ateh porq eu e meu marido nunca nos traimos somos fiéis um ao outro mesmo com a distancia. Nada eh impossivel para Deus. Recebi um grande milagre na minha vida de Jesus.

    • Tatiana diz

      Amém estou crendo nas palavras de Deus para comigo, Deus é tremendo, tudo pode se nós recorremos a ele. Amém Deus abençoe mais e mais sua vida.

  34. Descobri hj que sou soro positivo estou um pouco perdida , sem saída e imaginando quanto tempo ainda tenho.
    Sou gestante estou no quarto mês.
    Me relacionei durante 11 sem preservativo com meu parceiro, anál e vaginal, quais as chances dele ter pego?
    Como faço pra contar?

  35. adriana diz

    Entao Fran eu contari sim.de vez, explicaria que nao sabia… Mas nesse caso é melhor vc falar do que a pessoa descobrir e demorar pra fazer o tratamento
    Eu estou bem preocupada pois tive duas exposições de risco…. Uma sexta que nao.usei.camisinha, porém, o cara nao gozou… E me.disse que faz acompanhamento e o outro fiz sabado.(sem conhecer) usei camisinha e rompeu…corri.para.o serviço de emergência, claro tomei a pílula do dia seguinte ecomecei a usar o ppe mas estou com muito.medo…Embora ambos dizem que nao tem nada, estou bem.preocupada

  36. Bruna diz

    Oi meu nome é Bruna eu estou tão nervosa, triste e com medo principalmente isso medo.
    Me envolvi com um rapaz que transei sem camisinha mas na hora ele falava umas coisas meio sem noção, como ; como é bom fazer sem camisinha. Sendo que ele e casado e eu sou gp.
    Mas não tenho nada, nenhuma doença. Não saio com clientes sem camisinha e logo esse eu sai. Ele me revelou que já saiu com alguns rapazes e que gostava, porem é casado. Eu ainda não tive coragem de fazer o teste eu to com muito medo, eu tenho um filho especial que precisa de mim não tenho marido sou sozinha com meu filho, estou com medo de ter pego algo desse cliente por ele insistir tanto em fazer sem camisinha.. sei la to mt aflita. Essa sensação é horrivel gente ;(

  37. Nana diz

    Bruna to passo quase o mesmo q VC…quer passar seu zap? Para eu te contar o q to passando?

  38. Ale diz

    Oi boa noite semana passada me descobri soro positivo!! To em choque até agora. To perdido não sabendo oque fazer com quem falar,vi aqui alguns relatos que estão me ajudando muito,mas a aceitação é foda.

    • Angela nery diz

      oi ale eu tenho 62 anos e a treze sou portadora do virus hiv e nao e um virus. que me tirou. alegria. de. viver e ser. feliz eu sei que e duro aceitar no inicio pq a gente fica sem chao e sozinho se quizer conversar a respeito vou deixar meu zap. 21 998605110 ok e eu sempre procuro acompanhar as pesquizas de novos remedios ok

  39. Jeh diz

    Oi venho sofrendo pois a pessoa que mais amo tem hiv a minha própria mãe, tentamos dar força a ela ao máximo mas vira e mexe ela cai em depressão, queria que alguém soro positivo confiasse em min e conversasse com a minha mãe, acho que ela estando próximo a um soro + ela entenderia que não éo fim do mundo, vou deixar meu whats e peço que entre em contato quem estiver afim de ajudar , o sofrimento dela passa a ser meu é isso me deixa muito triste 984823533

  40. Gabriel diz

    Olá, me chamo Gabriel tenho 23 anos a uma semana tive relação sexual com uma prostitua e o preservativo rompeu em menos de 5 minutos de penetraçao, logo após o rompimento eu parei tudo, estava um pouco alcoolizado mas percebi que o rompimento não foi tão grande na verdade acho que meu pênis nem chegou a encostar na parede da vagina dela….. No quarto mais conversamos que fizemos sexo, ela me falou que tinha 35 anos e desde os 17 fazia programa, tinha 4 filhos e era lésbica, ela me explicou coisas como: gps não ficam excitadas e não lubrificam (foi minha primeira vez com uma gp) me contou que gostava de sair com os filhos e que eles sabiam que ela era stripper e que quando tivessem mais idade ela abriria o jogo sob a profissão; fui a um cta e fiz o exame com saliva para: hiv, sifilis e hepatites.. Graças a Deus todos negativos. Estou fazendo pep e estou reagindo bem ao tratamento mesmo sabendo que os riscos são mínimos até mesmo pela pessoa com quem tive o risco não foi uma “qualquer” ela se mostrou cuidadosa tomou banho antes e depois da relação e me fez tomar também é usar sabonete íntimo nas duas vezes….. Só que pra piorar minha sensação de desespero eu tenho namorar é sempre transamos sem camisinha, hj ela veio dormir em minha casa e tivemos relações sexuais sem preservativo pois não tive coragem de contar a verdade. Queria saber se o pep também diminui a exposição (se eu estiver contaminado ) de passar para minha namorada… Sei como muitos se sentem aqui (passei horas analisando meu pênis atrás de algum ferimento ou assadura e não encontrei nada). Vivendo essa realidade de cta e unidade como casa dia (clínica especial para hiv e outras dsts) a gente percebe o quanto é difícil e a grande quantidade de pessoas infectadas… Uma realidade que foge aos olhos da maioria das pessoas. Tenho o segundo exame marcado para o próximo dia 6 e se Deus quiser estará tudo negativo novamente; só posso dizer que gostei muito do blog ele ajudou a ma acalmar um pouco e que esse contato com a realidade devia ser maior pq assim as pessoas de cuidariam mais e teriam mais respeito pelos sorospositivos.

  41. Marcks diz

    Ola gostaria de saber como vcs conseguem lidar com o HIV na vida de vcs ? descobri que sou soro positivo mas ainda nao consegui aceitar penso muitas besteiras pra mim nada faz sentido tudo que peso em fazer vem o HIV na minha mante e me da tanta tristeza
    Gostaria de saber o que vcs fazem pra nao ficar com isso na cabeça ? se e que alguem consegue nao pesar nisso

    • Angela nery diz

      oi marks eu aprendi a conviver com o virus no inicio foi meio dificil fiz analise e comecei a frequentar um grupo de soro positivo que tinha na. epoca no posto de saude que eu me trato ate hj. e depois disso eu comecei a fazer musculaçao e outras atividades que tinha na academia inclusive aula de. dança do ventre. quando a minha prof de dança do ventre entrou de ferias uma. outra professora ficou no lugar dela . e essa prof falou que ia abrir uma. academia de dança iclusive pole. dance. ai. quando ela abriu. a academia eu me. matriculei mas continuei a malhar depois deixei a academia que eu malhava e fiquei so na. academia de dança que eu estou ate. hj. faço aula de pole fitness a sete anos sou querida por todos da academia e as alunas tambem . ja estou no. nivel 3 que e um nivel mais avançado. foi uma maneira que eu econtrei para continuar a viver ser feliz mesmo sendo portadora do virus hiv. so no lado pessoal e que foi um pouco dificil. de. administrar por ser portadora do virus a maioria dos homens discriminam qdo alguem quer me conhecer eu falo que a minha relaçao sexual e limitada pq sou portadora do virus hiv mas nao da doença ate hj nao encontrei um que quizesse mantar um relacionamento estavel comigo pq tem muito homem que nao gosta. de usar. preservativo. e gosta de fazer sexo oral que e um dos meios de transmissao do virus. ai a maioria sai fora pq so quer saber de sexo casual. quando eu me separei do meu marido levei onze anos sem nada. ai dos poucos relacionamento que eu tive pq eu queria ser feliz ja que com o meu ex marido eu nao fui. tive um casal de filhos que hj moram comigo. e dentre esses poucos pareceiros que eu tive eu nao usava preservativo pois eu achava que nao tinha nada. um desses deve. ter passado para mim. a uns anos atras eu conheci um pessoa que mantive um relacionamento que durou um mes ai conversando com ele pelo cel eu falei que era portadora do virus hiv mas ele usava preservativo caso contrario nem me relacionaria com ele. ele me despresou desse. dia em diante alegando que eu tinha enganado ele pq se eu tivesse falado com ele no primeiro dia o nosso encontro acabaria ali mesmo. eu sofri muito pq ele me despachou pelo tel e nunca mais quiz falar comigo. desse dia em diante eu rezolvi falar antes de qualquer envolvimento que. eu sou portadora do virus. a reaçao eu ja estou ate acostumada. pelo menos nao estou enganando ninguem e ao mesmo tempo eu analiso o grau de aceitamento da pessoa. sexo casual eu estou fora pq eu tenho o meu valor e eu aprendi a conviver sem ter nemhum relacionamento e sou feliz assim . se um dia aparecer uma pessoa que valorize a minha essencia e me aceite mesmo sendo potadora do virus sem discriminacao eu vou ser feliz e fazer essa pessoa feliz mesmo se alguem for soro positvo tambem o importante para mim e ser feliz e fazer a pessoa que estiver ao meu lado feliz tambem. caso contrario vou vivendo a minha vida alegre e feliz do jeito que eu sou fazendo minhas amigas da academia rirem e os meus amigos de trabalho que sabem que eu sou portadora do virus e nunca me olharam de forma diferente por isso muito pelo contrario sempre me respeitaram e me adoram o meu jeito de encarar os problemas e estar sempre rindo rs

  42. Joaquim diz

    Tocar com a boca na glande duma pessoa por breves instantes, sem haver esperma, traz riscos de infecção?

  43. bruna diz

    boa tarde meu nome é bruna sou cunhada de um rapaz que apresentou soro positivo na hora que recebie a noticia fiquei em estado de choque por causa da minha irmã mas tomei corage e a levei para fazer o teste rapido ela é casa com ele a 7 anos mas ele algumas vezes a traiu com outras mulheres gente meu mundo desabou logo a minha irma ao chegar no centro medico para fazer o teste rapido quase passei mal mas deus foi maior ela fez o teste rapido e deu negativo para hiv e sifilis o dele foi feito no hospital por causa dos sintomas que ele tinha emagrecimento rapido,figado crescendo febre e outros sintomas gente alguem pode me explicar como é possivel isso e se o exame dele pode ter dado errado se alguem ja passou por isso apesar de tudo não queria que ele tivesse agora vao refazer o exame para ver por favor se alguem pode me dizer em quanto tempo ela se manifesta no corpo e se existe possibilidade de erro pois em cinco meses a pessoa ficar assim do jeito que ele esta e minha irma conviver com ele a 7 anos e nao pegar e milagre de deus

  44. Eduardo diz

    Descobri essa semana que uma moça q sai a mãos de um ano tem HIV, transamos com camisinha na época, mas fiz sexo oral nela, até agora não apresentei nenhum sintoma, mas to apavorado com a notícia a duas noites não consigo dormir pensando nisso, pra piorar fiz a cerca de 15 dias a vacina da h1n1, dizem q tem de esperar cerca de 100 dias depois da vacina para poder fazer o exame ser interferências no resultado. To preocupado….

  45. Campos diz

    Boa noite amigos!
    Pois bem, como a maioria das pessoas cometem, eu também cometi muitos deslizes ao longo dos meus 26 anos. Tive muitas parceiras e só usava preservativo se elas exigissem. A um tempo eu vinha me preocupando em relação ao vírus HIV e outras DST. É impossível conviver com essa dúvida!
    Hoje com medo e tudo, fui até um CTA e realizei o exame. Fiquei espantado com a quantidade de pessoas que ali estavam para fazer o teste. Um silencio absurdo, uma seriedade ainda maior. Fiquei esperando o resultado por +/- 4 horas! tempo suficiente para eu ver muita gente saindo chorando pois acabara de receber um resultado positivo. Quando se está nesse ambiente, só vem uma coisa em nossa cabeça… Eu tenho HIV! e dai você começa e se preparar para o tratamento, o preconceito, etc.
    Chegou o momento que fui chamado na sala para pegar meu exame. A senhora que me atendeu não demorou muito para dizer que meu resultado deu NEGATIVO. Fiquei aliviado, chorei, conversei com ela.
    Pessoal, quem está na dúvida faça o teste! Se o resultado for positivo, não perca a fé! Saiba que a sua família te ama, você tem amigos e nem imagina o quanto eles ficariam do seu lado em uma situação dessas. A vida continua, ela sempre continua… Boa sorte a todos nós!

  46. eu diz

    Verdade, não podemos ficar na dúvida. Tenho um relacionamento de 13 anos e somos soro discordantes. sempre usamos preservativos em todas as relações sexuais por 10 anos, porém há três anos houve um acidente de percurso, a camisinha estourou. Acredite se quiser…..três semanas depois iniciei com todos os sintomas da infecção aguda (cefaléia, linfadenomegalias cervical e febre)….para mim estava já com a infecção….fiquei com medo de me submeter ao teste…pois sei que o laboratório liga pra gente para uma segunda amostra…nesse intervalo, como eu já tinha certeza da infecção, suspendemos o preservativo…ficamos fazendo sexo sem proteção por quase quatro meses…ai resolvi consultar e pedi para o médico solicitar logo a carga viral e CD4 para não sofrer tanto. pasmem….cd4 790 células e CV indetectável …ele solicitou também sorologia para toxoplasmose que veio positivo igm e igg..justificando os sintomas que tive….toxoplasmose aguda… a justificativa desse valor de cd4 é que a toxoplasmose aguda reduz também a celularidade do CD4.. e graças a Deus eu não me contaminei…pois estava muito vulnerável. Após isso fiz alguns testes rápido que confirmou minha condição de negativo… meu parceiro tem carga viral suprimida todo esse tempo…mas eu não sabia dessa pesquisa da Suiça que fala da baixa probabilidade de contaminação. .não sei se posso dizer isso aqui mas, não usamos métodos de barreiras atualmente..O medo é grande..mas quando se abre mão desse método parece não ter mais volta….sempre quando vou submeter a exames de HIV passo por um stress muito grande. Fico me perguntando o por que dessa toxoplasmose naquele período…GOSTARIA MUITO DE FAZER CONTATO COM CASAIS HOMOSSEXUAIS MASCULINOS SORO DISCORDANTES PARA TROCA DE EXPERIÊNCIAS. ABRAÇO!!

  47. Jessica diz

    Olá. No momento me encontro em desespero, sem dormir, sem comer, totalmente sem chão. Estava me relacionando com uma pessoa. Transamos a uma semana sem camisinha e o mesmo erro se repetiu na sexta. Até então estava tudo bem. Quando de repente me chega uma msg no celular dizendo ser a esposa desse cara que eu estava me relacionando, fiquei triste. Sendo que ela falou pra eu tomar cuidado pq ele é soropositivo. Começou meu desespero. Estou aqui no hospital aguardando a farmácia abrir pra começar tomar os remédios. Estou desabafando aqui pois não tenho coragem de contar pra ninguém. Peço muito a Deus pra essa história ser mentira. Tive relação sem camisinha. Li que há possibilidades de ter contraído e outras possibilidades que não. Esse blog foi que me acalmou na hora do desespero. Tá tudo muito confuso. Mais vou seguir com o tratamento e em seguida fazer os exames.

    • pedroks399 diz

      Se acalme Jéssica. Primeiro se ele for soropositivo mesmo ele deve se tratar. E se se trata a chance de transmissão é muito baixa. Se não nula. Quanto à esposa dele dizer isso é porque ta querendo te colocar terror. Creio ser mentira .
      De qualquer forma fique em paz pois se ele for soropositivo mesmo ele não ia ter relações assim afim de passar isso pra alguém. Pelo pouco que entendo vai ficar tudo bem. Fique com Deus.

  48. Paula Oliveira diz

    Fui fazer exames pré operatórios para a remoção de tumores no reto e qual a minha surpresa? Soropositivo. Tem sido bem difícil, primeiro tentei levar uma vida normal, tomando a medicação, mas agora depois de 9 meses de diagnóstico perde as forças. Está indetectavel, CD4 acima de 900. Fisicamente bem, mas a rejeição e o Afastamento das pessoas têm me machucado muito, a idéia da solidão também, comecei terapia, espero que o tempo me ajude.

  49. Dhiovane diz

    Me expus a uma situação de risco, visto que dias após surgiram manchas vermelhas pelo meu corpo. Pensei que fossem devido aos mosquitos, pois aqui tem muitos. O tempo foi passando e notei que as manchas não sumiam e procurei um especialista (desesperado). Pedi pra fazer o teste e à princípio desconfiei de sífilis porque eu havia me relacionado passivamente (usando camisinha) mas senti que ficou um ardor por vários dias e chegou a inflamar na região do ânus. A exposição de risco (sendo ativo) sem preservativo, aconteceu 19 dias antes de eu fazer os testes, sendo que todos deram negativo. A janela imunológica diz 30 dias, e estou no mesmo desespero de antes… No teste de sífilis deu “positivo” porque embora a linha de teste ter ficado bem clarinha “apareceu”!!! e pediram o VDRL no qual acusou negativo (não reagente), por insistência minha eu pedi que fizessem algo, pois eu havia começado a sentir febre. Fiz o tratamento mesmo o resultado ter sido negativo (6 aplicações de penicilina benzatina – benzetacil) porém, sinto muitas dores e fraqueza no corpo, o hemograma deu tudo certo… Gente, mediante esses fatores devo fazer o que? Não tenho tido saúde mental nem física do último mês pra cá. O medo, vergonha, frustração e a sensação de impotência tem tomado conta da minha pessoa. Não aguento mais medicamentos, meu paladar já não consegue identificar sabores 😦

    • eu diz

      você tem que se acalmar, se deu negativo..uai é isso. Fico me perguntando o por que do tratamento de sífilis sendo que você não tem isso. No meu entender esses sintomas são psicológicos.. nada mais…ah, em se tratando de HIV os testes de hoje em dia está captando os anticorpos cada vez mais precoce, ou seja de 15 a 20 dias.

  50. Raquel diz

    O meu caso é chato demais.Em 2008 tive herpes zoster,fiz o teste do hiv e deu negativo.E eu ja estava ha mais de 1 ano sem ter relaçoes sexuais.Muitos anos depois num exame de rotina,refiz o exame e deu positivo,sendo que ja aboli o sexo da minha vida muito antes de ter o diagnóstico.No meu caso tenho quase certeza,que me contaminei numa transfusão de sangue.Demorei a aceitar,e aliás ainda nao aceito,pois nao sou uma pessoa promíscua,mas estou ha 3 meses usando o 3 em 1.Boa sorte a todos.:)

  51. Paulo diz

    Há +-1 ano tive relações com uma mulher soropositiva. Tivemos apenas relações orais, pois na hora H vi que não tinha camisinha e ela tmb, e eu na “sede” quase fui “no pelo” até que ela me disse ter HIV. Não sabia se socava ela por não ter avisado antes ou se dava um beijo por ter avisado em cima da hora.

    Pois bem, dois dias depois tive calafrios, garganta fechada e já comecei a pensar besteira… Mas li que os sintomas só aparecem à partir de duas semanas. Como ela toma as medicações, pensei ser candidíase por exemplo, ou algo similar. Lembrando que não sou de ter diversas parceiras, já fui casado, tenho filhos, não uso drogas, nunca tive relações anais passivas, minha maior doença foi catapora quando pequeno, não pego gripe, enfim, sistema imunológico até então ok.

    Mas seis meses depois, meus dois linfonodos do pescoço/maxilar incharam e demoraram para voltar ao normal (cerca de 3 meses). Hoje estou com dor no peito, lado esquerdo (parece ser no pulmão, mas sem tosse ou muco de cor e consistência anormal) e tmb percebi no mesmo dia que minha glande está com pontinhos vermelhos, indolores, sem mau cheiro ou pus.

    Enfim, não estou querendo receber tratamento aqui, até pq eu sei o que deveria ter feito logo no início (até fiz, mas nosso sistema de saúde é ineficaz, PeP que deveria existir em todos os postos DST vc só encontra no Emílio Ribas aqui em SP, e como se passaram 48hs e a psicóloga de um destes postos me falou sobro os riscos baixíssimos do sexo oral desencanei). Mas após o furdunço deste carnaval vou lá tirar a prova e ver se não contraí esta ou outra doença.

    Mas vcs já sabem como estou me sentindo, pois nunca tive qualquer problema de saúde ou algo parecido, desde aquela relação oral não pratiquei mais sexo por estar encucado, mesmo protegido. Enfim, posto novamente quando obtiver os resultados.

  52. Raquel diz

    Que nóia,em 26 dias o cidadão ja acha que esta morrendo,kkkkkkkkkkkk.
    SE o hiv for se manisfestar,pois nem todos manisfestam sintomas,é coisa pra anos e anos,nao é em semanas.Meu médico disse que eu devo ter o vírus ha uns 10 anos,devido meu cd4 baixo,e eu nunca tive sintoma algum,descobri num exame de rotina.Relaxa,eu hein.Se trate mas sem ficar doido da cabeça.

  53. HASSAN diz

    Pessoal, boa tarde. Eu queria deixar um relato que, apesar de um pouco extenso, reflete a turbulencia na minha vida que tive nos ultimos dias, e tambem como isso passou a ser um MARCO na minha vida a partir de hoje.

    Tenho 50 anos, e sempre tive uma vida SUPER PROMISCUA, apesar de casado. Saia com garotas TODA SEMANA (com camisinha..sempre), mas eu tinha uma namoradinha que era a cosinha mais linda: 30 anos, olhos verdes, uma princesa. Eu ja saia com ela ha 5 anos. Pelo fato de eu ser casado e ela querer namorar serio e casar, entramos em conflitos algumas vezes, mas ela era um doce de menina. Ia da faculdade para a igreja e vice versa. Em meados do inicio de 2016, saimos pela ultima vez, e ela me disse que havia conhecido uma pessoa super legal, com seus 45 anos, mas que era ENFERMO( usava muletas). Até ai ..sem problemas. Eu dei uma força a ela, e disse que ela tinha mais que seguir sua vida mesmo, visto que COMIGO nao havia futuro, pois nao deixaria minha mulher. Alem de tudo, ela era otima na cama e eu tinha um prazer incrivel. Chegava a transar 4 horas seguidas( sem camisinha). Pois bem, alguns dias atras bateu uma saudade e tentei ligar no celular: desligado. Facebook : sem acesso. Liguei entao na casa dela, e falei com sua irmã, a qual nem conhecia. Ela me disse: sei quem é voce, a minha irmã falava muito de voce. Mas caso nao saiba, ela MORREU. Para mim foi um choque. Morreu de que? Ela disse que em novembro de 2016 ela havia tentado suicidio e depois passou por depressao e faleceu naqueles dias. Engraçado que algo dizia para eu ligar…uma intuição. Perguntei onde ela estava sepultada e fui ate la. Quando cheguei na secretaria so cemiterio, pedi a localização da sepultura (me indicaram)..e nisso eu perguntei qual a causa mortis, pois isso consta nos assentamentos funerarios. Assim que a mulher viu, olhou com espanto para mim e disse : “o que vc é dela “. Eu disse: um amigo…pois não consigo obter informaçoes junto a familia. Ela entao chegou bem perto de mim, pois tinha varias pessoas, e sussurou : AIDS. Aquilo para mim me deixou com as pernas mole. Comecei a suar frio, mas procurei pelo menos APARENTAR CALMA . Bom, minha vida a partir desse dia foi acessar a internet todos os dias…fazer contas…ler estatisticas. A cada hora que eu lia algo que me deixava tranquilo, vinha outro e dizia o contrario. Fiz exames de sangue (MENOS O PRINCIPAL)…e comparava o hemograma. Taxa de leucocitos, linfocitos etc…estava igual LOUCO. Nao dormia sem remedio, não almoçava, e estava entrando em depressao, pois eu NAO TINHA CORAGEM DE FAZER O EXAME.

    Agora fico pensando. Nos vamos num hospital e o medico diz: VC TEM CANCER. Ficamos tristes e vamos nos tratar. Se ele diz: Sua diabete pode te matar : procuramos tratar. Mas quando se trata de HIV, surge o pavor, Talvez porque cancer e outras doenças PIORES são tidas como “normais” apesar de causarem maior sofrimento fisico. Mas parece que o HIV nos deixa com medo do ESTIGMA., ou seja, O QUE OS OUTROS VAO PENSAR.

    E o que eu diria em casa????? So me restava falar que fui assaltado e violentado…
    Pois bem, hoje não aguentando mais conviver com essa incerteza, fui fazer o exame. Entrei com as pernas MOLES..quase sem conseguir falar. A medica disse: calma ou vc vai morrer hoje do coração…

    depois de algumas horas (parecia que o relogio tinha congelado e o tempo estagnado), ela me chama e fecha a porta. Pessoal, a unica coisa que eu queria ter na hora era uma fralda, pois achei que fosse me borrar todo.

    Ela me disse: Vc é casado? E eu gaguejando: Sim.
    Pois bem, dessa vez passou (expliquei tudo o que houve). Mude seus habitos e deixe de promiscuidade.

    Chorei a dar com pau….mas vejo hoje quanto sofrimento a toa.,

    Entao, quem estiver com essa duvida, NAO TEM JEITO!!! NAO ADIANTA LER..PERGUNTAR..TEM QUE FAZER O EXAME!

    Jurei pra mim mesmo mudar de vida e digo a verdade, acho que ate pra chupar xoxota hoje vou usar canudinho.

    Lamento pela minha ex..era uma menina de ouro, um anjo, Que Deus a proteja e ampare, e esteja onde estiver, sempre estará no meu coração.

    Depois fiquei sabendo, que ela parou de se alimentar…contraiu pneumonia devido estar com uma profunda anemia e teve sepse. Ela nunca me procurou, pois acho que de alguma forma esse homem deve ter dito a ela…e ela nao suportou o baque.

    Pessoal, CAMISINHA SEMPRE!!! Uns minutos de prazer NAO VALE PARA COMPROMETERMOS NOSSA SAUDE PARA SEMPRE!

    Alias, alguem pode me indicar uma instituição seria para eu fazer uma frequente doação? eu queria muito contribuir financeiramente, e gostaria de alguma sugestao de instituição SERIA. Eu me senti doente..e me coloquei no lugar de muitos aqui. Fui do ceu ao inferno e hoje voltei a normalidade. Hoje volto a viver.

    Um grande abraço a todos.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s