Mês: fevereiro 2014

Não podemos entrar em 15 países

Com um tratamento que funciona perfeitamente e uma vida que é plenamente normal, o preconceito e a discriminação acabam por ser a pior parte da vida de um soropositivo. No entanto, pela minha experiência desde o diagnóstico, posso dizer que hoje eles são pontuais. E vou tentar apontar exatamente aonde estão. Muitos juntam discriminação e preconceito num mesmo grupo. Mas aqui eu vou separá-los, por entender que existe uma diferença sutil entre as duas definições. Segundo o dicionário, preconceito é um “conceito ou opinião formados antes de ter os conhecimentos adequados”. É o famoso “pré conceito”, termo autoexplicativo. É até ingênuo, pois presume que o agente teve pouca matéria-prima para emitir seu parecer mas, por alguma razão, emitiu assim mesmo. Por sua vez, discriminar é “tratar de modo preferencial, geralmente com prejuízo para uma das partes”. Em certo sentido, é mais grave, pois não é preciso falhar em ter os conhecimentos adequados. Na discriminação não há ingenuidade: é possível discriminar mesmo possuindo conhecimentos que sugiram o contrário. As razões que levam alguém a discriminar me …

Avalie isto:

Por que há tanto medo do HIV?

Outro dia, enquanto andava de metrô, escutei um casal conversando. Um deles dizia: “– Hoje os jovens não usam mais camisinha porque ouvem dizer por aí que para o tratar o HIV basta tomar uns remedinhos.” Vamos por partes. Antes, é importante lembrar que, no Brasil, a tendência de aumento nas taxas de diagnóstico não se concentra apenas entre jovens de 15 a 24 anos, mas também em adultos com 50 anos ou mais. Isso mostra que os medicamentos para disfunção erétil devem estar funcionando! Mas será que sugere que o medo do HIV realmente sumiu? Eu acho que não. Acho que o medo continua, e ele não é (mais) capaz de conscientizar sobre o uso do preservativo. Nos dias de hoje, assustar não adianta. É preciso informar. Falar a real. E muito claramente. Digo isso porque quando eu não usei camisinha, não fiz isso consciente de como era a vida de um soropositivo. Então, eu não sabia se bastaria tomar uns remedinhos ou não. Sequer sabia que havia remédios para o HIV, quais são …

Avalie isto:

“Invisible”

Baixe a nova música Invisible do U2 de graça no iTunes agora. Para cada download realizado, o Bank of America vai doar US $ 1,00 para a ONG (RED) em sua luta contra a aids. Disponível gratuitamente até as 23:59h de segunda-feira, 3 de fevereiro.

Avalie isto: