Biovir ➜ Tenofovir

“— Até o fim do primeiro mês, você pode sentir náuseas”, disse o Dr. E.

Dia 1 da mudança de coquetel. Primeiro dia com Tenofovir. Acordei lembrando do meu primeiro dia com Efavirenz e tive o sistema digestivo inquieto durante à noite, logo após tomar a medicação. Mas nada de náuseas.

About these ads

92 Comentários em “Biovir ➜ Tenofovir”

  1. Marcos
    24/01/2014 at 17:20 #

    Estou meio preocupado, fiz uma viagem de praia e voltei com uma diarréia líquida, eu e uma amiga que não é portadora, hoje está fazendo uma semana e um dia, tinha melhorado, pois um médico disse que deveria deixar alimentação tipo banana maçã e maçã, arroz, batatas…, porém hoje tive diarréia de novo, fico pensando será que tem alguma relação com meus remédios? faz 2 anos que uso biovir e efavirenz… será que devo procurar meu médico infecto? tinha procurado um outro médico que não é infecto e não sabe do meu caso.

  2. fabricio
    25/01/2014 at 17:29 #

    axo melhor vc procyrar seu infecto marcos . ai ele dara uma posicao qual remedio tomar

  3. Carioca
    26/01/2014 at 16:10 #

    Descobri minha soropositividade dia 3 de dezembro. Isso foi pouco tempo após ser infectado. Tenho essa noção, pois minha exposicao ao risco de contagio se deu nos meses de setembro e outubro do ano passado.

    Com a nova resolução do Ministério da Saúde, mesmo apresentando um CD4 de pouco menos de 350/mm3, pude começar o tratamento com os ARVs dois dias depois da divulgação do exame.

    Meu medico receitou biovir + efavirenz, além de uma serie de outros remédios para precaver infecções oportunistas de fungos e bactérias. Eu que, até então, sempre fui resistente ao uso de fármacos, passei a usar diariamente cinco diferentes drogas.

    A primeira ingestão dos medicamentos, com todas aquelas pilulas na minha mao, foi como uma cena de novela em que a personagem raspa a cabeça para começar a quimioterapia. Como descobri a soropositividade precocemente e nao apresentei sintomas, foram os remédios que me deram total dimensão de que estava doente.

    Até o réveillon vomitei quase todos os dias e em cem por cento das vezes que ingeri bebida alcoólica. Por isso, como resolução de ano novo, decidi parar de beber e fumar. Desde então, meus enjôos praticamente desapareceram.

    Uma coisa importante que descobri foi que, ao menos no meu caso, eh fundamental tomar os ARVs de barriga cheia. Isso tb ajudou a reduzir os refluxos.

    Embora nao tenha tido pesadelos fora do normal com o efavirenz, a minha adaptação ainda esta sendo complicada. Definitivamente nao curto a onda dessa droga, de modo que sempre o tomo antes de dormir junto a um comprimido de dramin (remedio para enjôo que causa sonolência). Assim, eu apago antes de sofrer com a “embriaguez” do efavirenz. Comentei sobre esse habito com o medico e ele disse “tudo bem”.

    Acabei de refazer os exames.

    Com poucos menos de dois meses de tratamento, meu CD4 SUBIU MAIS DE CEM PONTOS. A segunda analise do meu sangue revelou 452/mm3 da célula de defesa, com taxa de 34,6% – o que, segundo os valores de referencia descritos no exame, esta dentro do esperado para uma pessoa adulta normal. Isso me deixou extremamente otimista com o tratamento, embora eu ainda esteja digerindo toda essa questão da soropositividade para HIV, sobretudo, por conta do estigma social.

    Uma noticia ruim eh que estou “ligeiramente” anêmico. Meu medico ja tinha dito que isso poderia acontecer como efeito colateral do biovir. Ainda nao levei o resultado do exame, de modo que nao sei se ele vai me passar uma vitamina ou substituir o biovir por outra droga. Minha próxima consulta eh so em fevereiro. O doutor saiu de ferias e, até disse que poderia sinalizar qndo o resultado saísse, mas decidi nao pertuba-lo. Nao vou morrer de anemia em duas semanas, neh?! rs

    Como resolução de ano novo, também tenho levado a academia mais a serio, tenho corrido, pegado mais peso na musculação… Nem sempre ha disposição, inclusive, por conta do quadro clinico de anemia. Mas tenho me esforçado muito. Tudo isso tem me rendido elogios, como “ta ficando gostosão” e “vc ta a cara da saúde”, de pessoas que nao sabem que sou portador do HIV. Essas afirmações me fazem muuuuuito bem. O mesmo mundo que transborda em preconceito contra soropositivos está elogiando um deles despretensiosamente.

    So pra concluir o raciocino em relação aos ARVs, minha vontade era de manter as drogas. As primeiras semanas foram tão difíceis e agora que estou mais adaptado… Mas deixo essa decisão a critério do meu medico, claro.

  4. Vinicius Bruno
    07/04/2014 at 20:01 #

    Alguém sabe me informar se eu substituir o efavirenz pelo tenofovir eu estarei fazendo a melhor escolha ?

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.118 outros seguidores